Issuu on Google+

OUTUBRODE2012

Jornalista Mônica Sanches

E

Globo Repórter no Museu Mello Leitão

m 1984, Augusto Ruschi alertou: “Não precisa deixar o Brasil todo em floresta virgem, nós somos contra isso também, mas também não se pode destruir da maneira como se está fazendo que isso é uma catástrofe. Não tem cabimento hoje no mundo o que se está fazendo no Brasil com a natureza”. Uma equipe do programa “Globo Repórter”, da Rede Globo, veio a Santa Teresa e realizou uma matéria para o programa sobre os beija-flores que encantaram o mais famoso filho da cidade, Augusto Ruschi. Diz o texto da matéria: “A equipe do Globo Repórter foi a Santa Teresa, cidade na serra, cercada de verde, que se orgulha de suas raízes

italianas, para ver de perto o trabalho de pequenos e incansáveis jardineiros, que passam a vida inteira multiplicando flores. Eles são o símbolo de Santa Teresa. Os beija-flores podem ser observados em diversos pontos da cidade. De todas as cores. Em voos que mais parecem um bailado. As coreografias exigem fôlego e muito néctar. Um pássaro visita duas mil flores por dia e delas extrai uma quantidade de néctar maior que o seu próprio peso. Ele precisa produzir glicose rapidamente para uma demanda enorme de energia. As asas batem até 80 vezes por segundo. Quando está parado, são 400 batidas cardíacas por minuto. Nos voos, o coração acelera

Brasitália na Festa da Polenta

A

Banda Brasitália é presença obrigatória na tradicional Festa da Polenta de Venda Nova do Imigrante. Este ano, na 34ª Festa da Polenta, a banda teresense formada por talentosos músicos, cantores e bailarinas, marcou presença com show inesquecível, relembrando grandes sucessos da música italiana. No gênero a Banda Brasitália é uma das melhores do país.

E

Vereador congratula-se com compositora

dith Angeli Meirelles, poetisa reconhecida em Santa Teresa, por sua grande cultura e veia artística admirável, conquistou o 1º lugar no I Festival de Música Católica de Santa Teresa, realizado no dia 14 último, no Parque de Exposições. A composição de Edith Angeli Meirelles foi interpretada por Marcelinho Zanoni e Lorena, com arranjo musical da Banda Yure Lima.

O vereador Juninho Gomes atento aos eventos culturais da cidade apresentou na Câmara

Municipal, a moção n. 036/2012, congratulando-se com a compositora.

A compositora Edite Angeli é a última em pé à direita.

Claumir Zamprogno é eleito Prefeito de Santa Teresa

Claumir Zamprogno

E

leitores do município de Santa Teresa foram às urnas no domingo, 07 de outubro, para escolher o novo prefeito e seu vice. Foram apurados 15.576 votos, sendo válidos 14.237. Votos em branco 558 e nulos 781. A abstenção

chegou a 3.450. Com 8.338 votos, foi eleito para o cargo de prefeito, Claumir Antonio Zamprogno (PSB) com um percentual de 58,57% dos votos válidos. O vice eleito é Ziguimar Buss. A médica Evanir Vieira da Silva (PMDB) ficou em segundo lugar, com 5.889 votos, com um percentual de 41,43% dos votos válidos. Para a Câmara Municipal foram eleitos: Dequinha (PT) com 616 votos; Juninho (DEM) com 447; Kiko (PV) com 404 votos; Evanir Gonçalves (DEM) com 400 votos; Toninho Menegassi (PP) com 391 votos; Jorgias Bimbão (PSB) com 376 votos; Jorge Natalli (PV) com 374 votos; Chico Blank (PDT)

com 366 votos; Jonas Daleprane (PSB) com 347 votos; Bruno (PV) com 331 votos e Bola (PDT) com 262 votos.  A vereadora Jozete do Posto foi a mais votada, com cerca de 726 sufrágios, porém, não conseguiu se reeleger.

Evanir Vieira da Silva

mais e chega a 1,2 mil batimentos por minuto. A jornalista Monica Sanches entrevistou o biólogo Piero Ruschi (filho do cientista). Assegura Piero que: “Para ficar suspenso no ar, na frente de uma flor, os colibris aprenderam a fazer o voo de libração, de equilíbrio perfeito. Mas além disso, tem os mecanismos de como utilizar esse néctar rapidamente durante o voo, então tem o mecanismo da língua dos beija-flores que é bem adaptado, a língua dele é bem comprida e membranosa. Ela se dobra em duas calhas de fora pra dentro e quando o beija-flor coloca a língua no néctar, esse néctar entra nessas calhas por capilaridade e ele leva a língua pro bico de novo”.

Busto de Augusto Ruschi

Biólogo Piero Ruschi

Uma nova espécie de peixe homenageia Augusto Ruschi Pareiorhapis Ruschii Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Beija-flor

SANTA TERESA Foto: Roberto Pagotto

Foto: Reprodução

Walter Teixeira

Foto: Reprodução

11

O

jornal Século Diário e o site da SAMBIO Associação dos Amigos do Museu Mello Leitão divulgaram na última semana a informação de que uma nova espécie de peixe de riacho foi nominada como “Pareiorhapis Ruschii” pelos ictiólogos Edson H.L. Pereira, Pablo Lehram e Roberto E. Reis, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e da Universidade dos Sinos (RS). Diz a informação: “A nova espécie se distribui pela bacia do rio Piraquê Açu e pela sub-bacia do rio Timbuí. O nome da espécie segundo os autores foi dado em homenagem ao eminente naturalista Augusto Ruschi em reconhecimento ao seu incansável esforço para criar a área de conservação da Reserva Biológica Augusto Ruschi, onde esta nova espécie é preservada e encontrada. Estes peixes pertencem ao grupo populante conhecidos como “cascudos”. São peixes que possuem boca em forma de ventosa, placas ósseas ao invés de escamas, capacidade de dilatar a pupila do

globo ocular, tem cabeça achatada e uma couraça que recobre seus corpos. O material foi coletado por Rogério L. Teixeira, teresense que durante sua vida tem contribuído de forma fundamental para o conhecimento dos peixes de água doce capixaba”. Rogério L. Teixeira, sobrinho do colunista, é Licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Espírito Santo, Mestre em Oceanografia Biológica pela Fundação Universidade do Rio Grande (RS) e Doutor em Biologia Marinha pelo Virgínia Institute of Marine Science, de Virgínia (EUA).

Rogério L. Teixeira


000839