Issuu on Google+

A chegada do café possibilitou o povoamento rápido das terras São-Carlenses , assim como as terras ao seu redor, como as do município de Araraquara, originado em 24 de agosto de 1833. Assim como São Carlos e outras cidades da região, Matão nasce de interesses religiosos, políticos e econômicos. As pessoas entravam no interior movidas pela conquista. Homens deixam seus lares e famílias em busca de riqueza, muitas vezes com destinos já traçados como os fazendeiros que deixaram as terras de Tiete e foram para os “campos de Araraquara”, mas precisamente nas divisas que mostravam o “Matão” (Figura 8). Por volta dos anos de 1890, deu-se inicio a ocupação da área que futuramente estaria localizada o Arraial do Senhor Bom Jesus das Palmeiras1, futura cidade de Matão2. Diversos senhores vindos de Araraquara, São Carlos, Capivari, Tietê, entre outros, compraram terras nessa área para se dedicar a cultura do café, que estava em alta no final no século XIX devido ao preço elevado do produto.

Primeiro nome dado à cidade em homenagem ao santo padroeiro Senhor Bom Jesus das Palmeiras. Nome que teve origem devido à existência de matas muito densas e de alto porte no Campo de Água Vermelha que pertencia ao Senhor José Inocêncio da Costa. (PORTAL DA PREFEITURA DE MATÃO) 1 2

24


19_