Page 1

PROJETO SOLIDARIEDADE PEDREIRA ASSOCIAÇÃO DE APOIO À FAMÍLIA, AO GRUPO E À COMUNIDADE – SÃO PAULO AFAGO – SP

Acompanhe as nossas atividades no mês de Agosto! Um grande abraço, Equipe Afago

Ciclo de encontros com famílias:

Conhecer para prevenir!

O curso “Conhecer para prevenir”, tem o objetivo de falar sobre a prevenção da violência doméstica. Serão abordados temas como a família como instituição, e os efeitos dessa violência em Crianças e Adolescentes. Os encontros acontecerão nas seguintes datas, sempre às 19h: 20/08 - Fortalecimento da família 18/09 - Sonho de Paz 22/10 - Família: presente e futuro Ao final do curso, serão disponibilizados certificados de participação.

Prevenção Quando se fala de violência doméstica há a tendência de considerar que esta problemática especifica somente violência contra as mulheres, no entanto é necessário desmistificar esta noção, pois, quando se fala de violência doméstica deve-se ter presente que significa "qualquer ato, conduta ou omissão que sirva para infligir, reiteradamente e com intensidade, sofrimentos físicos, mentais ou econômicos de modo direto ou indireto a qualquer pessoa que habite no mesmo agregada doméstico privado, ou que não habitando, no mesmo agregado que o agente da violência”.


Primeiro encontro: Conhecer para prevenir Fortalecimento da família A proposta era fortalecer os vínculos familiares e conscientizar sobre a questão da violência doméstica. Foi realizado dinâmicas de interação e trabalhos manuais. Cerca de 20 famílias estiveram presentes.


Jantar com os pais e/ou responsáveis No dia 19 de agosto realizamos na Afago, o jantar com pais e responsáveis. Os jovens ajudaram na organização do espaço e também prepararam um mural-varal com cartas para os pais. Essa foi uma atividade um pouco delicada, pois, em muitas famílias a figura masculina é ausente. Diante disso, nas atividades socioeducativas foi feito um trabalho de sensibilização, resgate sobre a importância da família, valores, e até de “perdão” diante de situações difíceis que passaram com os pais, como uma forma de superação desses problemas. A carta, em alguns casos foi a válvula de escape para muitos dizerem tudo o que sentiam. Os jovens ficaram “livres” para escrever ou não, o que quisessem sobre o pai, ou a figura masculina em sua vida. Foi um momento muito importante para os meninos e meninas. No dia do jantar os pais ficaram muito tocados, as cartas não eram nominais e muitas estavam sem nome, mas muitos pais e responsáveis identificaram as letras e histórias.


Caravana #MaisDireitos para mudar o Brasil Etapa São Paulo Rumo à Conferência Nacional de Juventude Evento visou discutir os caminhos e políticas da juventude acontecerá em diversos locais e datas diferentes da cidade de São Paulo

No dia 7 de agosto, nossos adolescentes e jovens participaram no Centro Cultural da Juventude (CCJ) da Caravana #MaisDireitos para mudar o Brasil para acelerar e fortalecer o processo de mobilização para a 3ª Conferência Nacional de Juventude. A 3ª Conferência Nacional de Juventude será realizada em dezembro de 2015, evento este que conta com diversos encontros em âmbito, regional, municipal, estadual e nacional. Neste dia discutiu-se diversos temas que visam atualizar a agenda da juventude com a presença do cantor de Rap G.O.G e representantes da Ong Ação Educativa, além de representantes do poder público municipal, ligados a juventude. É necessário dar voz a juventude para que possam iniciar atividade social mais contundente, O evento incentivou os jovens a participarem de decisões políticas e de assuntos que estão diretamente ligados à vida deles, essas ações ajudam os jovens a falar por eles mesmos. Nos dias anteriores os jovens foram preparados para representar a Afago nesse espaço, discutimos sobre o que é a política, o ECA e o Estatuto da Juventude, até então desconhecido por muitos. Vimos essa atividade de forma muito positiva, pois, sentimos a necessidade de ajudar e conscientizar nossos adolescentes e jovens a criarem um senso crítico, e da importância de a cada dia mais exercerem o seu protagonismo nas questões sociais do espaço em que vivem.


Fórum Agenda 21

No dia 20 de agosto, a Afago recebeu o Fórum da Agenda 21 . Ela pode ser definida como um instrumento de planejamento para a construção de sociedades sustentáveis, em diferentes bases geográficas, que concilia métodos de proteção ambiental, justiça social e eficiência econômica. A Agenda 21 é um instrumento de planejamento participativo para o desenvolvimento sustentável do país. Foi coordenado pela Comissão de Políticas de Desenvolvimento Sustentável e Agenda 21 (CPDS); construído a partir das diretrizes da Agenda 21 Global; e entregue à sociedade, por fim, em 2002.

A Agenda 21 Local é o processo de planejamento participativo de um determinado território que envolve a implantação, ali, de um Fórum de Agenda 21. Composto por governo e sociedade civil, o Fórum é responsável pela construção de um Plano Local de Desenvolvimento Sustentável, que estrutura as prioridades locais por meio de projetos e ações de curto, médio e longo prazos. No Fórum são também definidos os meios de implementação e as responsabilidades do governo e dos demais setores da sociedade local na implementação, acompanhamento e revisão desses projetos e ações.

Como participar? Para construir a Agenda 21 Local, o Programa Agenda 21 do MMA publicou o Passo-a-Passo da Agenda 21 Local, que propõe um roteiro organizado em seis etapas: mobilizar para sensibilizar governo e sociedade; criar um Fórum de Agenda 21 Local; elaborar um diagnóstico participativo; e elaborar, implementar, monitorar e avaliar um plano local de desenvolvimento sustentável. Além disso, para que o público possa saber mais sobre as experiências de Agenda 21 Local no Brasil, o MMA criou o Sistema Agenda 21 – um banco de dados de gestão descentralizada que permite o compartilhamento de informações.

Onde ocorre? A Agenda 21 Local pode ser construída e implementada em municípios ou em quaisquer outros arranjos territoriais - como bacias hidrográficas, regiões metropolitanas e consórcios intermunicipais, por exemplo.

Quem participa? Para que uma Agenda 21 Local seja constituída, é imperativo que sociedade e governo participem de sua construção. Nossos adolescentes e jovens e a comunidade da Vila Aparecida participaram desse processo de construção, e no dia 20 de agosto, os organizadores vieram ao nosso espaço para mostrar os resultados do trabalho e com a proposta de um curso para lideranças.

Atividades Afago - Agosto 2015  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you