Issuu on Google+

Alfabetização em Informação e Comunicação em Saúde – ALFINS

Profa. Dra. Valéria Mendonça


Aprender a pesquisar Aprender a escolher


Aprender a pesquisar


O que é informação?


Informação • É o resultado do processamento, manipulação e organização de dados de tal forma que represente uma modificação (quantitativa ou qualitativa) no conhecimento do sistema que a recebe;

• Serve para auxiliar na tomada de decisão.

Na prática: Você faz uma visita e percebe que a pessoa que você visita está com febre alta, dores no corpo e na cabeça, manchas vermelhas na pele... Estes dados são processados, utilizando-se dos conhecimentos que você tem sobre saúde coletiva, tornam-se informações, que te levam a acreditar que o paciente está com DENGUE. A partir daí você toma uma decisão: encaminha 0 paciente para o hospital para fazer exames de sangue para confirmar ou não a dengue...


Importância da Informação para a Saúde Coletiva Uma política pública para enfrentamento dos vários problemas de saúde, seja de morbidade ou de mortalidade, necessita de uma base de informações confiáveis, que sustente e direcione a tomada de decisão. A identificação dos determinantes* do processo saúde-doença, das desigualdades em saúde e do impacto de ações e programas para reduzir a carga de doença na população só é possível a partir de boas informações e no momento oportuno.

* Escolaridade; condições socioeconômicas e culturais; gênero; idade; habitação, entre outros quesitos.


Informação e Sociedade “Desde as mais antigas formas de comunicação gestual e de uso da linguagem até os mais recentes desenvolvimentos da tecnologia computacional, a produção, o armazenamento e a circulação de informação e conteúdo simbólicos têm sido aspectos centrais da vida social”. (THOMPSON, 1998, p. 19).


Sociedade da Informação Você... tem celular com máquina fotográfica? Tira fotos dele? ouve músicas no celular ou MP3? tem pen drive? envia e recebe e-mails?

Se você respondeu SIM a pelo menos duas das perguntas acima, está inserido na sociedade da informação, mesmo que você não saiba o seu conceito. Vamos ver o conceito...


É um novo modelo de organização das sociedades, onde a informação, como meio de criação de conhecimento, desempenha um papel fundamental na produção de riqueza e na contribuição para o bem-estar e qualidade de vida dos cidadãos.


Como o remédio, informação em excesso faz mais mal do que bem

• O período pós segunda guerra mundial (1939-1945) foi um importante marco para o acesso à informação em nível mundial – “Explosão Informacional”; • Infodemia – Excesso de informação: “o que difere o remédio do veneno é a dosagem”.


Vamos verificar o que é infodemia na prática??? Pesqu i se o t ermo verific saúd a r a e no w quant encon idade ww.go tradas d ogle.c e info a resp om.br r maçõe eito d para esse te s que serão ma.


Ciência da Informação “Tem como objeto o estudo das propriedades gerais da informação (natureza, gênese e efeitos), ou seja, mais precisamente a análise dos processos de construção, comunicação e uso da informação; e a concepção dos produtos e sistemas que permitem sua construção, comunicação, armazenamento e uso.” (Le Coadic, 1996, p.26)


Informação é documento e a tecnologia possibilita o registro e o fluxo da informação


Documento e Informação • Informação - Unidade basilar do fenômeno da comunicação e o documento é a sua representação concreta; • Documento - Informação recuperável; Historicamente o desenvolvimento das técnicas e aparatos de produção de informação, em seus mais diferentes níveis e contextos, está atrelado a movimentos sociais e econômicos.


Produção visando a armazenagem e recuperação D o c u m e n to P ro d u ç ã o

D is t r ib u iç ã o

U so


Estrutura do documento 

Tipo - Formas que predeterminam os modos de produção e uso. Ex: Teses, periódicos, catálogos, dicionários, etc.

Conteúdo - Parte substantiva do documento predeterminado pelo seu tipo, conformado às normas e condições de produção.

Formato - Programas de tratamento e exposição de dados que facilitam tanto a produção quanto a leitura dos documentos pelo público acostumado com códigos pré-estabelecidos.

Suporte - Parte visível e manipulável do documento, ou o documento propriamente dito, no senso comum. É a sua coisificação ou expressão física como produto. Ex: suporte impresso, microficha, CD-ROM ou, virtualmente, uma rede eletrônica.


Estrutura do documento (Miranda e Simeão, 2002)

Suporte 1

Formato Conteúdo

Tipo 1 Tecnologia

Conteúdo 2

Formato 3

Suporte 4


• Diante de uma grande quantidade de informações, é preciso aprender a fazer pesquisa e selecioná-las. Que sítios trazem informações mais confiáveis, por exemplo, na internet? Quais conteúdos podem ser usados sem problemas de direitos autorais? Que locais oferecem informações culturais ou científicas qualificadas? • Essas são algumas das questões importantes para que você desenvolva sua capacidade de seleção de informações. Essa oficina envolve atividades para que você desenvolva sua capacidade de leitura e compreensão e suas habilidades para leitura de textos não-lineares, como hipertextos, e aqueles que se articulam também com imagem, áudio e vídeo.

Fonte: Adaptado do Caderno de Orientações Didáticas – Ler e Escrever – Tecnologias na Educação


Procurar, encontrar, escolher: seleção de informação e busca na Internet, escolhendo as fontes OBJETIVOS • Pesquisar na Internet com autonomia. • Utilizar o recurso “favoritos”. • Analisar e selecionar informações relevantes a partir da pesquisa. • Usar o Processador de Texto. • Criar uma apresentação a partir do material pesquisado.


Procurar, encontrar, escolher: seleção de informação e busca na Internet, escolhendo as fontes Sugestão de roteiro para análise de sítios • A página pesquisada atende exatamente ao que foi solicitado? • Está de acordo com o tema procurado? • Quais informações a página contém que são importantes para a identificação do tema? • As informações respondem suas dúvidas ou acrescentam algo àquilo que você já conhecia sobre o tema? • Essa página possui links para outras páginas que complementem o tema?


Procurar, encontrar, escolher: seleção de informação e busca na Internet, escolhendo as fontes Percurso para a seleção do conteúdo: • Qual a idéia principal? • Qual o conceito/definição do tema? • Existem exemplos que podem ser colocados? • É possível acrescentar informações? • Pode-se sugerir sítios a serem visitados na Internet ou livros? • Existem vídeos a respeito?


Controle de qualidade – como avaliar a informação e decidir sobre os limites para a pesquisa • Enciclopédias, dicionários, artigos, livros, sítios, jornais, blogs, imagens, animações, vídeos, músicas... São tantas as informações em variados formatos e fontes, que não é difícil se perder entre as múltiplas possibilidades.... • Como estabelecer unidade nesse universo de conexões? Como analisar e selecionar o conteúdo disponível? Como construir conhecimento nesse infomar? Enfim, como utilizar esse recurso para que o uso da Informação seja significativo no processo educativo, evitando o famoso “copiar e colar”... Fonte: Adaptado do Caderno de Orientações Didáticas – Ler e Escrever – Tecnologias na Educação.


Controle de qualidade – como avaliar a informação e decidir sobre os limites para a pesquisa OBJETIVOS • Conscientizar o internauta sobre a importância da análise dos conteúdos publicados na Internet. • Apresentar critérios de avaliação de sítios. • Exercitar a aplicação desses critérios aos sítios indicados. • Instrumentalizar o internauta para que ele consiga analisar as fontes de pesquisa.


Controle de qualidade – como avaliar a informação e decidir sobre os limites para a pesquisa Roteiro para discussão: • Você costuma selecionar fontes de pesquisa na Internet? • Como você seleciona um sítio? • O que você observa para avaliar se o sítio é bom ou não? • Cite alguns dos aspectos que você analisa em um sítio.


Controle de qualidade – como avaliar a informação e decidir sobre os limites para a pesquisa Critérios para avaliação de web sites: 1. Autoria/Credibilidade/Citação 2. Intencionalidade/Interesses 3. Conteúdo/Contexto 4. Navegabilidade/Design 5. Atualidade/Continuidade Fonte: CENPEC. Ensinar com Internet: como enfrentar o desafio. São Paulo: CENPEC, 2006 , 5 v . (Coleção EducaRede: Internet na escola; v.2) e Caderno de Orientações Didáticas – Ler e Escrever – Tecnologias na Educação http://www.educarede.org.br


Webinvestigação – explorando sítios de busca • Realizar uma busca na Internet é uma ação que exige paciência e concentração para não se perder pelos milhares de endereços e seus hiperlinks, que oferecem variadas opções de percursos. Trata-se de uma atividade própria do atual contexto digital da sociedade. Diferentemente do livro — em que há uma predominância da leitura linha a linha, da primeira até a última página da obra —, a Internet permite traçar infinitos caminhos não-lineares.... Fonte: CENPEC. Ensinar com Internet: como enfrentar o desafio. São Paulo: CENPEC, 2006, 5 v . (Coleção EducaRede: Internet na escola; v.2) e Caderno de Orientações Didáticas – Ler e Escrever – Tecnologias na Educação http://www.educarede.org.br


Webinvestigação – explorando sítios de busca OBJETIVOS • Potencializar os processos de localização de informações na Internet. • Apresentar e explorar os recursos dos sítios de busca:

http://www.google.com.br/ http://scholar.google.com.br/ http://altavista.com.br/ http://www.yahoo.com.br/ http://br.cade.yahoo.com/ http://www.uol.com.br http://www.terra.com.br http://www.aonde.com.br/ http://www.achei.com.br/


Comandos para filtrar o resultado da busca • Se desejar encontrar a definição de alguma palavra, objeto etc., digite “define: (palavra)”. • Usar aspas no início e no fim (" "), limita a pesquisa na frase digitada. • O asterisco (*) amplia o resultado de uma pesquisa. Exemplo: se digitar Brasil*, aparecerá o resultado da pesquisa para brasileiro, brasileira, etc. • Sinal de subtração (-) elimina a palavra ou a frase, para encurtar o resultado de uma busca. Exemplo: Cordilheira -dos Andes. O sinal traz as páginas que contenham qualquer cordilheira, menos a dos Andes. • O sinal de adição (+) amplia a busca e traz páginas que contenham as duas expressões.Ex. “folclore brasileiro + região”.


Comandos para filtrar o resultado da busca • O conectivo "e" (para buscas em site de língua portuguesa), ou "and" (para sites de busca em língua inglesa), deve ser colocado entre duas palavras, assim, a pesquisa traz páginas que contenham as duas expressões. Exemplo: Brasil e Angola. O resultado da pesquisa vai trazer páginas que contenham informação sobre os dois países. • "Ou" (busca em sítio de língua portuguesa), ou "or" (busca em língua inglesa), deve ser colocado entre duas palavras, para trazer páginas que contenham uma das duas palavras. Exemplo: Brasil ou Angola. O resultado da pesquisa vai mostrar informação sobre um dos dois países.


Webinvestigação – explorando sítios de busca acadêmica • • • • • •

http://www.periodicos.capes.gov.br/portugues/index.jsp http://www.bireme.br/php/index.php http://enfermagem.bvs.br/php/index.php http://saudepublica.bvs.br/html/pt/home.html http://www.scielo.org/php/index.php http://regional.bvsalud.org/php/level.php? lang=pt&component=107&item=107 • http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.jsp


Alfabetização em Informação é saber quando, como e porque se pesquisa uma informação, onde encontrá-la, é saber como avaliar, utilizar e comunicar essa informação de maneira ética e eficiente. Fonte: Tradução adaptada do CILIP = Chartered Institute of Library and Information Professionals

Pesquisando sobre um tema de saúde...


Na prática: É quando você necessita de uma informação para ajudar a você mesmo ou a alguém... Onde você faz a busca? Como você sabe que a informação é confiável?


Aprender a escolher


.....ALFINAL....... • A tecnologia sozinha não resolve... • É preciso conhecer sobre a pesquisa e sobre a informação que se busca ... • É preciso saber qual o objetivo da pesquisa e procurar informações corretas nos locais mais adequados... • Posso usar diferentes tipos de informação para produzir conteúdos múltiplos...


Aula MetCient