Page 82

de ajudá-los, mesmo que apenas um pouco. Talvez um pouco seria suficiente para mudar a maré, mas eles se recusaram a considerar a possibilidade. Eu não tinha acabado de provar que não era completamente incompetente? Eu tinha sido a única a sugerir ir para o Parthenon, em primeiro lugar. Eu tinha sido a única a descobrir as gravuras. Eu não sabia como lutar como eles ainda, mas eu poderia aprender. E nesse meio tempo, eu poderia fazer um inferno de muito mais do que sentar e rodar meu cabelo. Eu abri minha boca para protestar, mas minha mãe chegou antes de mim. — Kate pode lutar se ela quiser, — disse ela. Seus olhos presos nos meus. — Se Henry não vai ensiná-la, eu vou. Henry fez uma careta, mas Walter foi o primeiro a falar. — Muito bem. Se é isso que Kate quer, que assim seja. — Ele tocou o ombro da minha mãe e virou-se para se juntar aos outros no lado oposto do círculo. Fiquei olhando para ele. Era isso? Depois de tudo que tinha acontecido, era tudo o que ele estava disposto a me dar? Não se oferecer para me ensinar ele mesmo, não que eu esperasse, e eu teria recusado de qualquer maneira, mas ainda assim. Nenhuma tentativa de insistir que eu ficaria segura. Apenas permissão para sair e morrer se isso era o que eu queria. Talvez se eu não estivesse tão no limite, não teria doído tanto como tinha. Minha mãe sabia que eu teria ido de qualquer maneira. Ela sabia quem eu era, e ela sabia que era inútil tentar argumentar. Walter não me conhecia, porém, e se ele era realmente qualquer tipo de pai, ele deveria ter se importado. — Kate, — Henry começou, mas eu estava de pé, puxando a minha mão da dele. Ele só poderia proteger-me por tanto tempo antes que ele pagasse o preço, e eu não ia deixar isso acontecer. Eu tinha que aprender a controlar minhas habilidades. Eu tinha que aprender a me proteger, mesmo que apenas para que eu pudesse proteger Henry e nosso filho. — Você precisa descansar, — eu disse mais cortante do que eu pretendia. Inclinando-se para baixo, eu beijei seu rosto, um pedido de desculpas em silêncio. — Eu te amo. Eu só preciso ficar sozinha agora. Ele pegou meus lábios com os seus, e um longo momento se passou antes que ele finalmente se afastasse. Depois de dar-lhe um pequeno sorriso, eu abaixei minha cabeça e corri em direção às suítes, rezando silenciosamente que ninguém me acompanhasse. É claro que iriam, no entanto. Se Henry não fizesse, James faria, e se não James— Querida. Se James não fizesse, minha mãe faria. Eu diminuí para dar-lhe a chance de me alcançar, mas eu não parei. O que ela faria se descobrisse sobre o acordo que eu tinha feito com Cronus? Será que ela ajudaria? Diria ao resto do conselho? Eu não podia ter certeza, e essa desconfiança doía como o inferno. Eu deveria ser capaz de confiar em minha própria mãe sem me preocupar com as consequências.

82

Profile for Valentina

Aimee carter goddess 03  

Aimee carter goddess 03  

Advertisement