Page 162

— Pogo? — Eu me ajoelhei, e o cão preto-e-branco que Henry tinha me dado soltou um latido abafado por um bocado de manteiga de amendoim caseiro. Tropeçando em cima dele, ele correu em toda a casa e pulou em meus braços. Uma lambida na bochecha, e eu não conseguia mais segurar as comportas. Persephone pisou em torno de mim quando eu me agarrei a Pogo e chorei. Ela poderia me dar todos os olhares desagradáveis que ela quisesse; ela abandonou sua família uma eternidade atrás. Eu mal tinha começado a conhecer a minha. No momento em que os meus soluços terminaram, ela tinha uma caneca de chá me esperando na mesa da cozinha minúscula. Ela se sentou na cadeira à minha frente, e Adonis permaneceu perto, encostado na parede e arrastando os pés. Enquanto bebia meu chá com Pogo no meu colo, nenhum deles disse nada. Vários minutos se passaram, e eu não conseguia aguentar o silêncio mais. — Você não está com medo do que vai acontecer? — Eu disse, minha voz rouca depois da minha crise de choro. Persephone deu de ombros. — Eles estiveram em guerra com os Titãs antes. — Mas é diferente desta vez. Eles não têm Calliope, e Henry— O que houve com Henry? O que há de errado com ele? Com um suspiro, eu contei tudo o que aconteceu desde que ela deixou o palácio após a primeira batalha. A trama de Calliope para me sequestrar, os nove meses que eu passei como sua prisioneira, Milo, minha conexão com Cronus, o que eu prometi a ele e o que ele tinha prometido em troca - os ataques a Atenas e Egito, a luta de Henry pela a sobrevivência, o seu sacrifício para manter Milo e eu seguros. Tudo. — E agora eles estão indo para a maior batalha da história sem dois de seus lutadores mais fortes, sem nenhuma esperança real de sucesso. — Eu abracei Pogo, e ele lambeu a dobra do meu braço. Persephone tamborilou os dedos contra a mesa de madeira, com uma expressão distante. — E você vai passar o tempo todo aqui, nem mesmo tentando ajudá-los? — A única coisa que eu poderia fazer seria distrair Cronus e Calliope, e você ouviu a mãe. Ela não quer isso. — Se eu fosse você, eu estaria lutando contra o inferno para manter cada coisa boa que eu tive na minha vida, — disse Persephone. — Nem todos nós tivemos essa oportunidade. O relacionamento que você tem com a mãe, com Henry - vocês dois me fizeram uma tia, e você está sentada aqui como um nódulo ao invés de fazer tudo o que pode para tê-los de volta. — Você acha que eu quero sentar aqui? Se houvesse algo que eu pudesse fazer para ajudar, eu estaria fazendo isso, mas eu não posso— Como diabos você não pode. — Ela estreitou os olhos. — Pense, Kate. Basta parar e pensar. Você é a garota que caminhou por metade do Submundo para me alcançar na esperança que eu poderia saber onde encontrar Cronus, e você está desistindo agora? Eu não penso assim. 162

Profile for Valentina

Aimee carter goddess 03  

Aimee carter goddess 03  

Advertisement