Page 145

os laços de lealdade entre Henry e o resto do conselho, não importava. Ele era o inimigo agora. Não, não era o inimigo. Mais um prisioneiro como Nicholas e Milo. — Claro, meu querido amor, — disse Henry, e eu engasguei. — Nós vamos fazer o que devemos para garantir a vitória. Atravessando a sala, ele deu a Calliope um beijo sensual. Protegi meus olhos e fiz uma careta. Mas apesar dos meus melhores esforços para ignorá-los, eu não pude resistir a um olhar, e foi aí que eu vi. Os olhos de Henry estavam abertos, e ele estava olhando diretamente para Ava. Em seus braços, Milo se mexeu e estendeu a mão para mim. Ele sabia que eu estava lá. Será que Henry sabia, também? Ele não era Cronus – Calliope nunca iria beijá-lo assim se fosse. Mas ele podia sentir-me? Para meu espanto, Ava assentiu uma vez, tão pouco que no começo eu não tinha certeza se eu tinha visto direito. Henry fechou os olhos mais uma vez, no entanto, e eu estava certa. Henry e Ava estavam trabalhando juntos. Contra Calliope? Para Calliope? Para salvar Milo? Ou será que ela disse a Henry que eu estaria aqui e escutando tudo o que aconteceu? Eu não podia ter certeza, a menos que Ava me dissesse, e se Henry sabia ou não que eu estava lá, ele ainda estava beijando Calliope. Talvez ele tivesse que fazer. Talvez ele quisesse. Eu não tinha as respostas, mas isso não importava. Ele não estaria a beijando se fosse por ele, e eu tinha que segurar isso. Finalmente Calliope se afastou e tocou os lábios inchados. — Talvez devêssemos nos retirar para o quarto. Oh, Deus. Eles estavam dormindo juntos? Náusea tomou conta de mim. Saber que ele tinha estado com Persephone eras atrás era uma coisa, mas isso era demais. Ele era meu marido. Meu Henry, não dela. — Sim, — disse Henry em voz baixa. — Permita-me cuidar do bebê, e então eu vou acompanhá-la. Com uma risadinha, Calliope beijou mais uma vez e deslizou para fora da sala. Por uma fração de segundo, Henry esvaziou, seus braços apertando Milo protetoramente, e ele encontrou o olhar de Ava novamente. Nenhum dos dois falou. Em seguida Henry virou-se e saiu da sala, deixando Nicholas ligado à cadeira. Fechei os olhos. Este não era ele, e se tivéssemos alguma chance de conseguir passar por isso sem a nossa relação ser irreparavelmente danificada, eu tinha que me lembrar disso. Assim como eu me ofereci para Cronus em troca da segurança de Milo, Henry tinha feito o mesmo com Calliope. Eu não tinha o direito de ficar chateada com ele. Com Calliope e Ava e todos os membros do conselho que iriam deixá-lo fazer isso, sim. Mas não Henry. — Kate, — disse Ava, uma vez que ele tinha ido embora. Abri os olhos. Nicholas estava inconsciente novamente, seu peito subindo e descendo superficialmente, e Ava estava ao lado dele. — Agora você entende? 145

Profile for Valentina

Aimee carter goddess 03  

Aimee carter goddess 03  

Advertisement