Page 135

Não, não teria, porque os seis originais nunca teriam escapado da caverna no Tártaro. Eles ainda estariam lá, inconscientes e morrendo lentamente enquanto Cronus e Calliope descobriam uma maneira de sair. Tudo teria sido diferente. Mas mesmo o meu ato de coragem tinha sido um supremo ato de estupidez. Cronus estava livre, porque eu tinha entrado em sua caverna quando Persephone tinha especificamente me dito que não, e eu tinha dado a Calliope a vantagem que ela precisava para obter Henry para abrir o portão. — Pense, — disse James. — Por que Cronus não a matou, então? — Porque ele não me conhecia. Porque eu— Porque você foi gentil com ele, quando o resto de nós estava fazendo o nosso melhor para mantê-lo acorrentado. — Porque eu prometi que iria abrir o portão. — Sim, — disse James. — E ele parou porque ele confiou em você. — Olha onde isso nos trouxe, — eu disse com desdém. — Sim. Olhe onde sua obstinação e recusa a desistir de nós chegou. Temos uma chance de lutar agora. Não foi do jeito que imaginávamos, mas Calliope teria descoberto uma maneira de libertar Cronus, eventualmente. Ela estava malditamente perto da eternidade, assim como o resto de nós. Eu tirei meus joelhos no meu peito. — O que acontece se Cronus apagar toda a humanidade e todos vocês perderem seus propósitos? James hesitou, e provocou medo entre nós. Ele me puxou para mais perto. — Eu não sei. — Talvez você não vá desaparecer, — disse eu. — Quero dizer, sempre vai haver o amor e as viagens, música e jardins e - e tudo. Talvez— Kate. — A voz de James subiu acima da queda do oceano, e eu caí em silêncio. — Não se preocupe com o pior cenário. Apenas torça para que isso nunca aconteça. Concentre-se em fazer o que você faz melhor e lute pelas pessoas que você ama. Ele se levantou, e me levantei com ele, meus joelhos tremendo. — Sem pressão nem nada, — eu disse, e apesar de tudo, ele me deu um sorriso de menino. — Pelo contrário, você é um diamante. Você brilha sob pressão. Eu meio que ri, meio sufoquei. — E você é um bloco de queijo de mau cheiro. Leve-me de volta antes que o sol se ponha completamente. James apertou sua mão na minha, o seu aperto firme e inabalável. — Me prometa que você vai lutar. Não importa o quão ruim as coisas fiquem, você não vai quebrar e deixar Cronus e Calliope vencerem. Eu balancei minha cabeça minuciosamente. Eu não podia prometer isso. Eu lutaria por tanto tempo quanto eu pudesse, mas Calliope tinha a minha família, e depois de dois acordos falhos, Cronus estaria sem dúvida focado em destruir a humanidade e tudo o que já tinha sido familiar para mim. Quanto tempo antes da minha mãe desaparecer? James? O conselho inteiro? Eu não poderia lutar se eu não tivesse mais nada pelo que lutar. Então não deixe que isso aconteça. 135

Profile for Valentina

Aimee carter goddess 03  

Aimee carter goddess 03  

Advertisement