Page 105

— Prometa-me. Mas eu não podia, e nem ele podia. Ambos iríamos fazer o que tínhamos que fazer, a fim de proteger um ao outro, e nenhuma promessa no mundo poderia parar qualquer um de nós. Até o momento que o Olimpo mais uma vez pairou sobre a Grécia e o conselho partiu para outra batalha de duração de minutos contra Cronus, consegui desaparecer de um lado da sala do trono e reaparecer do outro. Com a quantidade de concentração que levou, eu não tinha nenhuma chance de me preocupar com a minha mãe e o resto do conselho. E eu estava muito esgotada para estar irritada que este deve ter sido o plano de Henry o tempo todo. — Por que você não me ensinou isso antes? — Eu disse, puxando meu cabelo em um rabo de cavalo. — Isso teria vindo a calhar há nove meses, você sabe. — Ele não tomou qualquer esforço físico em tudo, mas a quantidade de força de vontade que era necessário me deixou tonta cada vez que atravessei a sala. Como Henry viajava por todo o Submundo assim? — Nós não tivemos a oportunidade, — disse ele. — Agora, tente ir para o quarto. Eu vou te encontrar lá. Eu dei-lhe um olhar. — Eu disse a você, eu não quero fazer isso até— Isso é tudo o que você pensa? — Disse ele com um leve sorriso antes de desaparecer, e eu bufei. Completamente injusto. Fechei os olhos e me concentrei no ar em torno de mim. Na sala do trono, parada e quente, mas não era insuportável. Lentamente, dolorosamente assim, juntei uma imagem do quarto em minha mente. A cama simples, cômoda, armário, a porta branca, o chão do pôr do sol e o teto azul-celeste exatamente como a sala do trono. Reunindo-me, sentindo cada centímetro do meu corpo da ponta do meu nariz para o fundo dos meus calcanhares, eu exalei. E então eu abri meus olhos. — Muito bom, — disse Henry, em pé perigosamente perto de mim. — Você foi mais rápida desta vez. Menos de trinta segundos. Era difícil aceitar um elogio de alguém que poderia fazê-lo num piscar de olhos. — E se a gente aparecer no mesmo espaço? — Isso não vai acontecer, — disse Henry. — As leis do universo não vão permitir isso. Oh. Bem, isso foi bom saber. Debrucei-me contra a cabeceira da cama e enfiei as mãos nos bolsos. — Assim que eu tiver aprimorado isso, você poderia me ensinar a lutar? — É preciso séculos para aprender a lutar da maneira que faria qualquer diferença nas batalhas, — disse ele. Droga. Então James não estava mentindo. — Isto - aprender a viajar - é a sua melhor aposta. — Como isso pode ajudar? — Eu disse, e ele deu de ombros. — Qualquer número de maneiras, realmente. Nunca subestime o valor de ser capaz de ir para onde quiser com um único pensamento. Isso juntamente com suas visões... bem, você pode ser uma oponente formidável, de fato. 105

Profile for Valentina

Aimee carter goddess 03  

Aimee carter goddess 03  

Advertisement