Issuu on Google+

ARQUIVO MORTO PENSAMENTOS, PALAVRAS e OBRAS, CONTOS, CRÔNICAS, CRONIQUETAS e OUTRAS COISAS MAIS

Vol. IV

ORAÇÃO PARA O MEU SEPULTAMENTO

VALDEZ JUVAL lemos.ed


ORAÇÃO PARA O MEU SEPULTAMENTO Não tenham pressa, coveiros. Ainda não é tempo da putrefação. Deixem que o corpo fique mais um pouco aqui, para fazer sentir aos outros quanto inútil ele foi. Esperem que por certo jogarão flores, sinal da despedida e da saudade. Poderá até haver choros, soluços. Tudo não passará do momento, para depois, por pouco tempo mais, existir apenas a recordação.


Sepultem carne para alimentar os vermes que vivem na terra Ă  nossa espera. Agora sim, coveiros. Terminem. Deem alimento aos vermes. Valdez Juval (poema) 12.73


Oração para o meu sepultamento vol iv