Page 1

ANO V • Nº 42

JORNAL DO CENTRO UNIVERSITÁRIO VILA VELHA • UVV • FACULDADE DE VITÓRIA • FACULDADE DE GUAÇUÍ • NOV/DEZ/08-JAN/FEV/09

Um novo ponto de vista A sociedade em geral mudou sua visão sobre as instituições particulares que, na última década, conquistaram espaço e credibilidade

Páginas 4 e 5

Fique sabendo o que acontece na UVV Páginas 2 e 3

Rádio Cidade 97.7 FM: de roupa nova! Página 6

Conheça os talentos do aluno David Costa Página 7


EM PAUTA

Solidariedade

As doações foram distribuídas entre as crianças da Creche Tia Loura

O Dia do Contador foi comemorado pelo curso de Ciências Contábeis com a palestra proferida pelo presidente do CRC-ES, Paulo Pinto, sobre “Ética profissional”. Além de sete palestras simultâneas sobre diversos temas, durante o evento, foi realizada uma gincana para arrecadação de donativos, que foi vencida pela turma C5N. Foram arrecadados 600 kg de alimentos, mais de 200 peças de roupas e mais de 100 brinquedos. As doações foram entregues na creche da Tia Loura, em Terra Vermelha. O curso de Gestão Empresarial também aderiu à solidariedade. Entre professores e alunos foram arrecadadas 353 latas de leite em pó. As doações foram entregues à ACACCI (Associação Capixaba Contra o Câncer Infantil), em Vitória.

Programa de bolsas acadêmicas A UVV oferece descontos de mensalidade aos estudantes que participam do programa de bolsas acadêmicas. As inscrições são feitas no início de cada período letivo a partir da divulgação de edital. Podem participar alunos matriculados a partir do 2º período em cursos de graduação, tecnólogos e seqüenciais. As modalidades oferecidas são: Estágio Curricular (não obrigatório), Monitoria de Ensino,

Jornal Saber “Saber” é uma publicação interna do Centro Universitário Vila Velha (UVV) Faculdade de Vitória e Faculdade de Guaçuí Ano II – Número 42 Nov/Dez/08•Jan/Fev/09 Conselho Editorial: Luciana Dantas, Simone Patrocínio, Francisca Selidonha Pereira da Silva, Marlene Elias Pozzatto, Elaine Cristina Viana e Vinícius Rosalém da Silva Jornalista responsável: Simone Patrocínio – ES01585/JP Edição: Simone Patrocínio Textos: Simone Patrocínio, Francisca Selidonha Pereira da Silva e Simony Fadini Revisão: Maria Luiza de Barros Faria Arte da Capa: Gabriel Medeiros Fotografias: Gabriel Medeiros Projeto gráfico e editoração: Bios Ltda Impressão: Grafitusa Tiragem: 10.500 exemplares

Centro Universitário Vila Velha (UVV) Reitor: Manoel Ceciliano Salles de Almeida Vice-reitora: Luciana Dantas da S. Pinheiro Pró-reitor acadêmico: Paulo Régis Vescovi

Jornal Saber

Pró-reitor administrativo: Edson Franco Immaginário Pró-reitora de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão: Danièlle Bresciani Leuthner Rua Comissário José Dantas de Melo, 21 Boa Vista, Vila Velha, 29.102-770 www.uvv.br • jornal@uvv.br Tel.: (27) 3421.2001

2

NOV/DEZ/08•JAN/FEV/09

Monitoria de Extensão e Iniciação Científica. O edital de abertura das inscrições é afixado nos quadros de avisos das unidades de ensino e no site www.uvv. br. A modalidade de Estágio Curricular (não obrigatório) oferece uma bolsa mensal de R$ 300,00, com dedicação de 20 horas/ semanais para o desenvolvimento das atividades práticas. A Monitoria de Ensino e Monitoria de Extensão oferece uma bolsa

UVV realiza pesquisa Rematrícula na II Comunica A II Comunica foi considerada pela maioria dos participantes como um espaço para contatos profissionais. Essa configuração socializadora foi constatada em pesquisa online, realizada durante o evento, por estudantes do curso de Marketing da UVV, com o apoio do Sinapro. Utilizando uma ferramenta do tipo Questiona, 51% dos entrevistados consideraram ter a máxima expectativa de relacionamentos na cadeia produtiva do negócio de comunicação durante a Feira de Comunicação. Para 95% do público participante (composto de estudantes, publicitários, jornalistas, mercadólogos, professores e demais categorias do meio profissional) as expectativas de construção de networks estavam numa escala de valor acima da média.

Para não perder o prazo de regulamentação da vida a acadêmica é bom ficar de olho nas datas. A rematrícula pelo site da UVV (www. uvv.br) começa em 7 de janeiro e se encerra no dia 27 de fevereiro de 2009. Os acertos de matrícula serão feitos de 28 de janeiro a 13 de fevereiro. De 16 a 27 de fevereiro os acertos serão feitos com cobrança de multa. O último dia para rematrícula de alunos da área de saúde, com estágio supervisionado, será 13 de fevereiro. O último dia para agendamento de acertos financeiros visando rematrícula na Procuradoria será no dia 26 de fevereiro. O prazo

mensal de R$ 180,00, com dedicação de 12 horas/semanais. E, na Iniciação Científica, é oferecida uma bolsa mensal de R$ 180,00, com dedicação de 12 horas/ semanais para o desenvolvimento de um projeto de iniciação científica vinculado ao Projeto de Pesquisa do professor. Nas 3 modalidades, o pagamento da bolsa é efetuado em forma de desconto nas mensalidades escolares.

para recebimento e análise de transferências externas (Edital/Levantamento de vagas) é 27 de outubro a 27 de fevereiro. O prazo para solicitação de dispensas de disciplina é entre 17 de novembro e 27 de fevereiro. As trocas de curso ou turno podem ser feitas de 1º de dezembro a 13 de fevereiro. A solicitação de exclusão ou troca de disciplinas, após a conclusão da rematrícula, pode ser feita entre 28 de janeiro e 13 de fevereiro, sendo que haverá cobrança de multa para esses serviços se forem feitos entre 16 e 27 de fevereiro. As aulas terão início em 3 de fevereiro.

Funcionamento da Policlínica de Referência da UVV As atividades acadêmicas da Policlínica de Referência da UVV serão encerradas no dia 12 de dezembro e retornam no dia 09 de fevereiro de 2009. A exceção é para a Clínica de Fonoaudiologia, que atende ao convênio com o SUS de Saúde Auditiva, cujo funcionamento se encerra no dia 19 de dezembro e retorna no dia 21 de janeiro de 2009. O horário de funcionamento permanece o mesmo, de segunda a sexta-feira, das 7 às 18 horas.

UVV é vice-campeã brasileira de futebol universitário A UVV é vice-campeã brasileira de futebol universitário, tendo se mantido invicta até a decisão contra UPIS de Brasília. O Campeonato Brasileiro Universitário foi realizado em Curitiba, Paraná. A equipe da UVV venceu cinco das seis partidas realizadas, tendo marcado 20 gols e sofrido apenas dois. O goleiro menos vazado da competição foi Jefferson da UVV e os jogadores Juninho Bebê e Alexandre foram os vice-artilheiros do campeonato com seis gols. O chefe da delegação foi o técnico e professor Paulo Paixão. A equipe foi formada por Jefferson, Marcelo Muniz, Diego Fernandes, Alex Passos, Paulinho, Marcus Vinicius, Neto, Walerson, Aguinaldo, Juninho Bebê, Alexandre, Jeová, Ricardinho Candeias, David, Ricardo Alemão, Thiago Animal, Arthur e Ramon.

Seleção da UVV


Centro de Excelência no Atendimento

Atendimentos de psicologia Clínica de Psicologia da UVV oferece um conjunto de serviços psicológicos em diferentes abordagens. Na área clínica, acadêmicos do último ano, orientados por professores, realizam psicoterapia individual e grupal, avaliação cognitiva e neuropsicológica, e psicodiagnóstico. A professora Mônica Cola coordena a Clínica, trabalhando também como orientadora. A Clínica atua com política de mensalidades de valor reduzido (R$ 15,00 para atendimentos individuais e R$5,00 para atividades de grupo e avaliações) e, para pacientes com comprovação de carência financeira, os atendimentos são gratuitos. Alunos da UVV têm taxa reduzida (R$ 5,00). Mais informações pelo telefone (27) 3421.2161.

Workshop em Tecnologia de Petróleo e Gás

Excelência no Atendimento ao Usuário do sistema UVV é melhorar todo o processo de relacionamento nos diversos níveis, ofertando serviços rápidos, agilizando os prazos das solicitações e trazendo mais qualidade nesta razão tempo/benefício para a emissão dos diversos documentos, bem como das providências para a solução de pendências. “Desejamos que com este avanço, toda a comunidade acadêmica receba um pronto atendimento às suas expectativas, junto as mais variadas e freqüentes demandas”, comenta o presidente da Sedes/UVV, José Luiz Dantas. Um exemplo disso é que o protocolo para uma entrada eficaz, uma rápida entrega e retirada dos requerimentos pertinentes, serão digitalizados e contribuirão para um resultado de excelência, eliminando tempo e burocracia. “Aprimorar técnicas, tecnologias e processos, nessa solução integrada, é o foco maior desta iniciativa,

que permitirá aos estudantes usufruírem das vantagens de concentrar o que necessitam num atendimento setorizado, prestado em um único pavilhão do nosso complexo universitário”, esclarece José Luiz Dantas.

Atendimentos na UVV O Núcleo de Atendimento funcionará durante as férias no mesmo horário, ou seja, de segunda a quinta-feira, de 8 às 21 horas e na sexta-feira, de 8 às 20 horas. O telefone para informações gerais é (27) 3421.2001. As bibliotecas da UVV terão funcionamento normal até o dia 19 de dezembro, ou seja, de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 22h30min e, no sábado, de 8 às 13 horas. Informações no site: www.uvv.br ou pelo telefone (27) 3421.2022. O encerramento das atividades do Nuprajur será no dia 14 de novembro. O Nuprajur estará aberto ao público a partir do dia 16 de março de 2009.

Mestrados da UVV Os interessados em participar dos programas de pós-graduação stricto sensu – mestrados de Ecologia em Ecossistemas e de Ciência Animal – podem se inscrever no processo seletivo até 20 de fevereiro de 2009. Os cursos são recomendados pela Capes. O processo seletivo dos dois cursos será realizado no período de 5 a 13 de março de 2009, para ingresso no primeiro semestre letivo de 2009. São ofertadas 15 vagas para matrícula em cada um dos cursos, distribuídas por orientador. As inscrições e edital estão disponíveis no site: www.uvv.br.

Conhecimento e cultura A VI Jornada Científica e Cultural UVV, realizada em outubro, recebeu mais de 2.500 visitantes nos dois dias de

Na primeira quinzena de novembro, uma comitiva formada por 23 alunos, professores e empresários de Bergen, Noruega, visitou o Espírito Santo. A visita faz parte de convênio com a UVV, visando intercâmbio na área de Petróleo e Gás. Eles participaram de workshops e palestras sobre temas ligados a petróleo e gás, na UVV, além de visitas técnicas à Petrobras e outras empresas do segmento.

José Luiz Dantas aposta na melhoria do atendimento ao aluno

O curso de Estética realizou atendimento à comunidade durante a Jornada Cultural

evento. Quem prestigiou a jornada teve a oportunidade de conhecer a produção científica e cultual da Instituição. Foram expostos 278 pôsteres, além de 165 apresentações orais e seis mesas redondas. Houve também oficinas, apresentações artísticas, exposições, peças de teatros, desfiles de moda e dos cães terapeutas, entre outros. Mais de 10 mil pessoas, da comunidade interna e externa da UVV, foram beneficiadas.

III Mostra Sinergia A UVV virou palco para profissionais de audiovisual e apaixonados pela arte. A terceira edição do Sinergia trouxe ao Estado os filhos de Glauber Rocha, cineastas Eryk Rocha e Pedro Paulo Rocha, os escritores com publicações especializadas na área, Leonardo Brant e Fábio de Sá Cesnik e os jovens cineastas Daniel Salarolli e Caetano Gotardo. O evento oportuniza a visibilidade de novos talentos da área de cinema e artes visuais.

Jornal Saber

A UVV vai disponibilizar, em breve, para os usuários de nossa comunidade acadêmica, um novo Centro de Excelência em Atendimento. No espaço irá funcionar, de forma integrada, o Núcleo de Atendimento Acadêmico, o call center, a Emissão dos Diplomas (vinculado à DRA), o atendimento jurídico e financeiro, a central de encaminhamento para estágios, a Procuradoria e a Comunicação Institucional. A obra já está em andamento e a nova estrutura deste Centro de Excelência em Atendimento aos usuários UVV ocupará o térreo de um pavilhão anexo ao bloco do ginásio de esportes e da academia, situando-se bem próximo à Biblioteca Central, do Campus Boa Vista, em Vila Velha. Esta edificação contará ainda com mais dois andares lineares de salas de aula e laboratórios, cuja definição sobre utilização dos segmentos encontra-se em processo de análise. O principal objetivo do Centro de

NOV/DEZ/08•JAN/FEV/09

3


CAPA ESPE

O impacto do ensino

As instituições particulares passaram a ser reconhecida de 90, os avaliadores das instituições

ensino superior tem forte impacto na

particulares eram de universidades

oferta de melhores oportunidades e

Os últimos dez anos foram de

públicas e que não reconheciam as

colocações profissionais. A pesquisa

mudanças no cenário do ensino

competências das particulares no

mostrou também que 90% dos

superior no Brasil. O processo de

Brasil. “A Associação Brasileira de

funcionários recém-formados e 93%

expansão da rede particular, iniciado

Mantenedoras de Ensino Superior

dos funcionários com até 25 anos,

na década de 90, durante o governo

(ABMES), sob a presidência de Edson

das grandes corporações de São

de Fernando Henrique Cardoso, está

Franco, realizou uma série de reuniões

Paulo, são egressos de instituições

refletindo no mercado de trabalho

com as autoridades do MEC para

particulares.

vai procurar serão

hoje. Esse mesmo processo diferenciou

discutir os sistemas de avaliação e

Para o reitor da UVV, o Espírito

o perfil dos alunos da graduação –

profissionais de

solicitar mais clareza por parte dos

Santo, assim como os demais estados

com a inclusão de novas modalidades

avaliadores. Isso criou exigências tais

brasileiros, está seguindo a tendência

de ensino superior –, incluindo 74%

para o ensino superior privado que

de cada vez menos haver diferença

deles nas instituições privadas e

determinou a busca por excelência,

de uma instituição pública para uma

diversificando a oferta de cursos.

através de uma competição saudável”,

particular. “Estudar em uma instituição

Entre tantas mudanças, não podemos

ressalta o reitor.

pública ou particular não vai mais

Simone Patrocínio

“O que o mercado

instituições que tenham um currículo mais atual”, Manoel Ceciliano Salles de Almeida.

deixar de ressaltar a questão da

Uma pesquisa realizada

fazer diferença. O que o mercado

imagem que a sociedade tinha e tem

p e lo S i nd i c a to d a s E nt i d ade s

vai procurar serão profissionais

das instituições particulares.

Mantenedoras de Estabelecimentos

oriundos de instituições que tenham

Manoel Ceciliano Salles de Almeida,

de Ensino Superior no Estado de

um currículo mais adequado às

reitor da UVV, lembra que, na década

São Paulo (Semesp) revela que o

necessidades do mercado, ou seja, profissionais com competência para o exercício da profissão”, comenta Manoel Ceciliano. Não podemos deixar de levar em conta que as universidades públicas são responsáveis por apenas 25% das vagas oferecidas, segundo informações do MEC. Além disso, as federais enfrentam problemas orçamentários a partir da segunda metade da década de 90, com forte impacto sobre o custeio de investimentos. E isso se tornou o grande diferencial das instituições privadas, os investimentos em capital intelectual e em laboratórios. Pesquisa divulgada recentemente pela CNI/Ibope aponta que 70% dos entrevistados consideram ótimo/bom o ensino das instituições particulares.

Jornal Saber

Esse resultado é uma indicação de que o conceito de credibilidade começa a ser associado ao setor de ensino superior privado.

4

NOV/DEZ/08•JAN/FEV/09


CIAL

superior particular

as por sua capacidade de formação

A realidade da UVV é um bom exemplo de como as instituições de ensino superior privadas têm capacidade de formar profissionais capacitados para o mercado de trabalho. Todos os cursos que a

que o Centro Universitário Vila Velha recebe o prêmio de 2º lugar de melhor instituição do país na área de Ciências Agrárias e Veterinária segundo a classificação do Guia do Estudante. “Essa premiação é fruto de um trabalho sério, dinâmico, comprometido e

Veterinária foi eleito o segundo melhor curso do Brasil, no Prêmio Melhores Universidades do Guia do Estudante.

empreendedor, realizado por uma

Instituição oferece, aprovados e

equipe de profissionais qualificados”,

reconhecidos pelo MEC, receberam

ressalta a diretora de Planejamento e

os melhores conceitos. Além do

Ensino, Leda Maria Couto Nogueira.

reconhecimento do Ministério

Outro exemplo de reconhecimento

da Educação, a UVV recebe o

do mercado de trabalho é o curso de

reconhecimento da sociedade, pois

Engenharia de Petróleo que a UVV

atualmente é a maior instituição

oferece. Mesmo antes de concluir a

privada do Estado, com cerca de

graduação, os alunos já ingressam

11 mil alunos, distribuídos em

no mercado. Por isso, estudantes de

quatro campi. Isso é o reflexo da

todo o Brasil e fora do país optam pelo

credibilidade que a Instituição tem

curso quando a área é petróleo.

junto aos capixabas.

O curso de Medicina

O curso mantém bom relacionamento

Os cursos de Medicina Veterinária,

com várias empresas do setor petrolífero

Z o o t e c n i a , Fo n o a u d i o l o g i a e

em termos de estágio. Uma delas é a

Fisioterapia da UVV, por exemplo,

Weatherford – referência no setor de

receberam três estrelas no Guia do

petróleo e gás. “Foi uma das primeiras

Estudante, da Editora Abril. Sendo

empresas com que celebramos convênio

Jornal Saber

Excelência

de estágio e, portanto, já faz anos que, além de mantermos contato, temos um bom relacionamento”, comenta o professor do curso de Engenharia de Petróleo, José Luiz Gasparini. E lembra que o contato começou em Macaé, mesmo antes de a empresa instalar base em Vitória. Paulo Abreu – chefe da base de Vitória e Macaé da empresa Weatherford – se diz satisfeito com o desempenho dos alunos da UVV que fazem estágio na empresa. “Atualmente temos dois estagiários, alunos da UVV, e um engenheiro, formado pela UVV, mas já tivemos outros estagiários que eram estudantes da UVV. Todos eles são pessoas comprometidas, esforçadas e inteligentes. Percebe-se uma excelente formação profissional neles, pois têm ótimo desempenho”, comenta. A Weatherford tem base em mais de cem países, com aproximadamente 33 mil colaboradores em seu quadro funcional. É, atualmente, uma das maiores empresas em serviços diversificados de “upstream” e produtos, como perfuração, avaliação, completação e intervenção.

NOV/DEZ/08•JAN/FEV/09

5


DE BEM COM A VIDA INFORMAÇÃO

Irreverência e descontração A Rádio Cidade leva para seus ouvintes o melhor do Pop Rock e o título de melhor FM Regional do Brasil

“Agora o público jovem tem uma rádio pop rock genuinamente capixaba”,

Jornal Saber

Dídimo Effgen.

6

NOV/DEZ/08•JAN/FEV/09

Simony Fadini Ousadia, inovação e humor. Esses ingredientes adicionados ao melhor da música compõem o novo visual da Rádio Cidade, que mudou o seu perfil no segmento quality, passando a tocar, além do rock, também o melhor do pop. Não foi apenas a programação que mudou. Foi criada uma identidade visual diferente, com o lançamento da nova logomarca desenvolvida pelo designer Daniel Trinkenreich, que trabalha em parceria com o consagrado Hans Donner. As novidades não param por aí. O humor agora é parte da programação diária, no estilo talkshow, que contará com a presença de humoristas capixabas, dando assim mais leveza ao conteúdo. Para comandar o programa, foi convidado o radialista Edu Henning, que aceitou o desafio e encontrase em negociações finais para assumir a tarefa e recrutar os autores dos personagens que farão todos os ouvintes vibrarem com debates hilários e informações conduzidas por temas inteligentes. “Esse programa será um fórum livre para a população se expressar e revelar tudo o que a incomoda”, antecipou José Luiz Dantas. O humorístico, intitulado “Esculacho”, aos domingos, vai veicular o quadro

“Putz”, que será um resumo dos assuntos mais excêntricos exibidos durante a semana. A apresentação desses melhores momentos será feita em forma de revista, com o aprofundamento da discussão dos temas selecionados. Estes novos programas irão contar com o reforço de uma equipe de jornalistas e com um veículo para a gravação de externas. E o diferencial desses quadros serão o tom de humor, com abordagens irônicas, beirando o sarcasmo, com a interpretação dos apresentadores e a escolha de histórias engraçadas, broncas autênticas, temas polêmicos e casos reais enviados pelos ouvintes, que poderão participar via telefone, e-mail, ao vivo ou através das matérias externas. Além da nova grade de programação, existe outro motivo para comemoração. É que a Rádio Cidade foi uma das indicadas para 22º Prêmio Veículos de Comunicação, criado pela Editora Referência. Ela vai concorrer na categoria Rádio Regional do Brasil, juntamente com a Tribuna FM Santos e a Rádio Gaúcha. A festa de entrega dos prêmios está marcada para acontecer em março de 2009. O júri responsável pela escolha do vencedor é formado pelos membros da Academia Brasileira de Marketing. “Esse prêmio chega num

momento em que a Rádio Cidade passa por um processo de reformulação total da gestão comercial com a contratação do experiente e competente profissional de comunicação e marketing, Dídimo Effgen”, explica José Luiz Dantas. Os novos programas estão em fase final de elaboração e devem ir ao ar no início de dezembro, sendo que o programa diário será exibido de segunda a sexta-feira das 12 às 14 horas, e a revista de domingo, das 11 às 13 horas. “Agora o público jovem tem uma rádio pop rock genuinamente capixaba, com programas de bom gosto e músicas de qualidade”, afirma Luis Red, diretor Artístico da rádio. No fechamento dessa edição, a Rádio Cidade confirmou a indicação e venceu a 22ª edição do Prêmio Veículos de Comunicação, criado pela Editora Referência, na categoria Melhor Rádio Regional do Brasil. A escolha da Rádio foi feita por um júri seleto de notórios publicitários brasileiros. A premiação é um reconhecimento aos veículos que mais se destacaram durante o ano e para escolher os vencedores, foram avaliadas as ações comerciais, de marketing, circulação e audiência. A entrega dos prêmios será realizada em março de 2009.


TALENTOS SUSTENTABILIDADE

Entre sons e o meio ambiente A harmonia na vida do estudante David Costa não está apenas nas composições musicais, mas também no equilíbrio do meio ambiente

A conscientização é a forma mais eficaz de ajudar a salvar a natureza. Seja por meio de coletas seletivas, uso sustentável da água, preservação das árvores ou conservação de animais em extinção. Qualquer iniciativa é válida. É nesse clima que o aluno do 6º período do curso de Ciências Biológicas, David Costa, atua como voluntário na realização de diversos projetos de cunho social e ambiental. Além de estudante e voluntário, David também é integrante da banda TamborES, desde 2005. Sua paixão pela música vem de longa data e sua principal inspiração é o reggae. “Sempre gostei de música. Comecei tocando bateria, quando garoto e depois passei para o violão, quando me descobri cantor”, conta. Mas não é só a música que encanta o estudante. Nascido e criado na Barra do Jucu, onde fica o Parque Natural de Jacarenema e a região do estuário do rio Jucu, o aluno do curso de Ciências Biológicas

despertou, ainda menino, um grande interesse pela natureza. “Cresci dentro do “mato” e pego onda na foz desse rio desde criança. Entretanto, esses ambientes vêm sofrendo os impactos da poluição gerada pelo mau planejamento urbano e pela falta de gestão desses recursos naturais. Decidi então me qualificar para contribuir na reversão desse triste quadro”, afirma David. Um dos projetos que o universitário desenvolve é o “Bandeira Lontra”. Com o apoio do Instituto Jacarenema de Pesquisa Ambiental (INJAPA), o projeto busca um equilíbrio ambiental como forma de conservação dessa espécie de animal. “A lontra possui aspecto carismático e através de sua imagem podemos atrair a atenção das pessoas para a causa”, explica o estudante. Esse projeto também será tema do trabalho de conclusão de curso de David, e servirá de embasamento para um posterior estudo a respeito do assunto. David também atua como voluntário na preservação do Rio Jucu, onde participa de pesquisas juntamente com o INJAPA e a OSCIP (Organização da Sociedade Civil para Interesses Públicos) com o propósito

de desenvolver médotos para o uso racional e sustentável das águas. Segundo o estudante, o número crescente de jovens que se engajam em causas ambientais é decorrente do grande acesso a informações que possuímos hoje em dia. Ele destaca, ainda, a grande importância destes jovens no combate a esses males: “Quanto mais cedo as pessoas acordarem e perceberem que existe muita coisa a ser feita e muito a ser mudado, maior será o tempo de “laboratório” para que se consigam os resultados”, e acrescenta: “um jovem consciente significa um amanhã consciente”. Quanto ao futuro, David afirma que pretende conciliar as duas carreiras. “A questão da conservação da natureza precisa continuar sendo trabalhada em nosso Estado e acho que o nosso momento ainda está por vir, precisamos crescer de acordo com a sustentabilidade”, antecipa o universitário que está prestes a lançar o segundo disco com a banda TamborES. O lançamento acontece no dia 19 de dezembro, nas areias da praia de Itapoã e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Vila Velha.

“Um jovem consciente significa um amanhã consciente”, David Costa.

David Costa

Jornal Saber

Simony Fadini

NOV/DEZ/08•JAN/FEV/09

7


VITRINE UVV BIBLIOTECA

Compartilhamento da informação Antes de começarmos a escrever uma publicação científica, fazemos uma revisão na literatura

experiências entre os pesquisadores e, com isso,

periódicos publicados pelas respectivas Instituições,

democratizando o saber.

os quais podem ser solicitados e recebidos via

científica para esclarecimento, organização de

Nesse contexto, as Instituições de Ensino,

e-mail. Quando o artigo estiver online, o próprio

idéias e, também, para constatação e verificação

bem como suas Bibliotecas, estão utilizando redes

usuário pode salvá-lo ou imprimí-lo na íntegra. A

de que sejam realmente novas e importantes para

de computadores para fornecer aos estudantes e

indexação compartilhada permite que as Instituições

a comunidade científica.

professores o acesso instantâneo a informações

divulguem a sua produção científica e disponibilizem

pertinentes às suas respectivas áreas.

de forma rápida um maior número de informações

Escrever uma publicação não é uma tarefa fácil, mas suas compensações são muitas, quando vemos o

A Biblioteca Central da UVV faz parte de um

resultado de nossa pesquisa finalizado e publicado.

sistema informatizado de controle de Bibliotecas,

No mês de outubro, o site da ICAP foi reformulado

Uma pesquisa só está completa quando seus resultados

o Pergamum. O sistema contempla as principais

e, com isto, todos os dados foram atualizados e

são compartilhados com a comunidade científica,

funções de uma Biblioteca, e busca sempre, através

pois há benefícios para o pesquisador, para o leitor

de estudos, proporcionar meios que possibilitem

estão muito mais rápidos para pesquisa. Acessem

e para a ciência. Embora esse partilhar ocorra de

aos seus integrantes e usuários o acesso e a troca de

várias maneiras, tanto formais quanto informais,

informações de forma segura, ágil e flexível. A Indexação Compartilhada de Artigos de

de pesquisa é a publicação científica. E é através

Periódicos (ICAP) é uma facilidade oferecida aos

da Internet que a divulgação da ciência se dá de

usuários da Biblioteca Central na localização de

forma ágil e diversificada, aproximando o público

documentos. Cada Biblioteca integrante da Rede

do conhecimento recente e permitindo a troca de

Pergamum indexa e disponibiliza os artigos dos

Jornal Saber

o meio tradicional para comunicar os resultados

8

NOV/DEZ/08•JAN/FEV/09

para o usuário.

através do http://www.pergamum.pucpr.br/icap, e, se desejarem maiores informações, podem procurar o Setor de Periódicos na Biblioteca Central ou através do Ramal 2134. Tenham uma boa pesquisa! Marciléia S. Barcellos Bibliotecária

jornal saber 42  

Rádio Cidade 97.7 FM: de roupa nova! Conheça os talentos do aluno David Costa ANO V • Nº 42 JORNAL DO CENTRO UNIVERSITÁRIO VILA VELHA • UVV...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you