Page 1

ANO III • Nº 40

JORNAL DO CENTRO UNIVERSITÁRIO VILA VELHA • UVV • FACULDADE DE VITÓRIA • FACULDADE DE GUAÇUÍ • JULHO/AGOSTO/08

IMPRESSO ESPECIAL 1790/2004-DR/ES SEDES/UVV CORREIOS

Fique por dentro do que está acontecendo nos campi da UVV Páginas 2 e 3

Conheça o Gesan: Grupo de Estudos em Segurança Alimentar e Nutricional Página 6

Muita solidariedade na 16ª edição do Trote da Cidadania Página 7

É campeã!


EM PAUTA

Mudança na coordenação do curso de Direito A partir do dia 02 de junho de 2008, a coordenação geral do curso de Direito da UVV está sob a responsabilidade da Profª Christine Mendonça. Mestre e doutoranda em Direito Tributário pela PUC-SP, a advogada Christine Mendonça traz no seu currículo a graduação em Direito pela UVV. Segundo ela, a sua principal motivação no exercício da nova função é ter sido egressa da Instituição. A professora tem como objetivo posicionar o curso de graduação em Direito da UVV no rol dos melhores do país, além de fomentar a pesquisa e a extensão para a criação de cursos de pósgraduação lato sensu e stricto sensu.

Intercâmbio de West Virginia Dezenove alunos da Universidade de West Virginia estão em intercâmbio na UVV de 1º a 6 de agosto. Eles vêm acompanhados de dois professores da instituição americana, Andre Cummings e John Taylor. Eles participarão do IV Colóquio Brasil - Estados Unidos sobre o tema “Lei, Cultura e Economia”. A abertura do evento será no Cineteatro e as demais atividades na Unidade Acadêmica I, Campus UVV Boa Vista, Vila Velha. Participam ainda 35 alunos dos cursos de Direito e Relações Internacionais que foram selecionados previamente. Os palestrantes são os professores americanos, o Reitor da UVV, Manoel Ceciliano Salles de Almeida, Evelyn

Opsommer, Antônio Marcus Machado, Andréia Costa Vieira, Renzo Soares e o juiz Tasso Lugon. Os egressos do curso de Direito da UVV Daniel Pelisson e de Relações Internacionais Bruno de Souza foram aprovados no programa de Doutorado em Ciência Política; as egressas de Relações Internacionais Lorena Martins e de Direito Ellen Rodrigues foram aprovadas para Mestrado em Ciência Política. No segundo semestre, participam do intercâmbio a aluna de Relações Internacionais, Carla Rosa Soares, aprovada na pós-graduação em Direito e Carolina Santos, que vai fazer a graduação em Direito. Uma nova seleção de alunos da UVV será feita em agosto.

Delegação da Noruega

Jornal Saber “Saber” é uma publicação interna do Centro Universitário Vila Velha (UVV) Faculdade de Vitória e Faculdade de Guaçuí Ano II – Número 40 JULHO/AGOSTO/08 Conselho Editorial: Luciana Dantas, Simone Patrocínio, Francisca Selidonha Pereira da Silva, Elaine Cristina Tomás Pimenta, Rodrigo Cerqueira, Norminda Luiza Oliveira Bodart, Elaine Cristina Viana e Vinícius Rosalen da Silva. Jornalista responsável: Simone Patrocínio – ES01585/JP Edição: Simone Patrocínio Textos: Simone Patrocínio, Francisca Selidonha Pereira da Silva, Jennifer Arndt de Paula (7º período de Jornalismo), Natasha Siviero (4º período de Jornalismo/Ufes) e Taísa Vilela Pelissari (7º período de Jornalismo) Revisão: Maria Luiza de Barros Faria Fotografias: Stella Abud, Bárbara Bueno e Pauta 3 Projeto gráfico e editoração: Bios Ltda Impressão: Grafitusa Tiragem: 10.500 exemplares

Centro Universitário Vila Velha (UVV) Reitor: Manoel Ceciliano Salles de Almeida Vice-reitora: Luciana Dantas da S. Pinheiro Pró-reitor acadêmico: Paulo Régis Vescovi

Jornal Saber

Pró-reitor administrativo: Edson Franco Immaginário Pró-reitora de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão: Danièlle Bresciani Leuthner Rua Comissário José Dantas de Melo, 21 Boa Vista, Vila Velha, 29.102-770 www.uvv.br • jornal@uvv.br Tel.: (27) 3421.2001

2

JUL/AGO/08

O reitor Manoel Ceciliano Salles de Almeida e a assessora Internacional da UVV Renata Bortolini reunidos com representantes da Bergen University College

VI Semana do Advogado O curso de Direito da UVV vai realizar a VI Semana do Advogado no período de 11 a 15 de agosto, no Cineteatro do Campus UVV Boa Vista, Vila Velha. Informações pelo telefone (27) 3421.2062. O tema será “A arte de ensinar e aprender o Direito”. Na programação haverá exposição de telas, com o tema “A Arte e o Direito”, da artista plástica Thelma Gatto; concurso de poesias com o tema “A arte de ensinar e aprender o Direito”; e sarau. O objetivo é integrar o Direito e a arte. A novidade na Semana do Advogado deste ano é a realização do I Colóquio Internacional, que acontecerá nos dias 14 e 15 de agosto. O tema do evento é “Direito, Ensino e Desenvolvimento” e contará com a participação de professores de diversos países, como Espanha, Itália, Argentina e Estados Unidos. Entre os convidados internacionais destacam-se os professores: Paolo Comanducci da Universidade de Gênova, Itália; Jordi Ferrer Beltran, da Universidade de Gironda, Espanha; Cristina Redondo, da Universidade Nacional de Córdoba, Argentina; Antônio Agulló Agüero e Isabel Bassas Pérez da Universidade Pompeu Fabra de Barcelona, Espanha. Mais informações pelo telefone (27) 3421.2062 ou no site www.uvv.br.

Uma delegação da Bergen University College, da Noruega, visitará a UVV em novembro. A visita faz parte do intercâmbio firmado no ano passado entre as duas instituições, na área de Engenharia de Petróleo. A delegação que virá ao Espírito Santo é formada por 25 pessoas, que participarão de um seminário na área de Engenharia de petróleo com duração de uma semana, e de visitas técnicas.

Oficinas do bicho solidário O Projeto Bicho Solidário, desenvolvido pelos cursos de Medicina Veterinária, Fisioterapia e Psicologia da UVV, está promovendo oficinas de artesanato para as mamães das crianças atendidas pelo programa. O objetivo é evitar que as mamães fiquem ociosas durante o período em que as crianças estão na sessão de terapia, além de ensinar uma profissão para geração de renda com a venda dos produtos confeccionados. “As oficinas têm sido um sucesso, sobretudo por ser um momento de lazer e descontração para mulheres tão atarefadas”, explica a coordenadora do projeto, veterinária e professora, Fernanda de Toledo Vieira. “Temos observado a alegria das mães durante essa oficina, que funciona para elas como uma arte-terapia. Tem sido um momento para melhorar a auto-estima destas mulheres”, acrescenta.

Site do Nupejur Com o objetivo de facilitar o processo de formalização dos diversos aspectos relativos à monografia para os alunos do curso de Direito foi criado um endereço eletrônico: www.uvv.br/nupejur. No site há referências ao regulamento da monografia, aos formulários utilizados e também um link para as monografias publicadas. No espaço virtual também serão divulgadas as melhores monografias elaboradas no curso de Direito da UVV.


Avaliação Institucional da Policlínica O Índice de Satisfação dos Usuários (ISU) da Policlínica de Referência da UVV é bastante positivo. Os serviços mais bem avaliados pelos usuários são o atendimento dos profissionais de saúde (90,7%), espaço físico (88,2%) e o atendimento na recepção (87,3%). No entanto, os resultados da pesquisa indicam que merece atenção o acesso pela portaria, avaliado como satisfatório por 81,6%, mas que obteve a menor avaliação em relação aos outros quesitos da pesquisa. Um aspecto relevante é o fato de que a principal fonte de indicação da Policlínica são os profissionais de saúde (40%). Os setores mais procurados são Fonoaudiologia (49%) e Fisioterapia (36%). De forma coerente com os dados do ISU, os usuários foram unânimes em dizer que voltariam, caso necessitassem, e indicariam a Policlínica.

Programa de Bolsas Acadêmicas Os estudantes interessados em participar do Programa de Bolsas Acadêmicas da UVV podem se inscrever no período de 28 de julho a 5 de agosto.

Os dados foram obtidos através de estudo com 118 entrevistados

Artigos aprovados para Oil & Gas Alunos do curso de Relações Internacionais vão apresentar artigos científicos no maior evento da área de petróleo e gás da América Latina, que é a Rio Oil & Gas Expo and Conference, que será realizada de 15 a 18 de setembro no Riocentro, Rio de Janeiro. Foram aprovados o artigo da professora Viviane Mozine e nove artigos envolvendo 16 alunos do curso. Os artigos aprovados foram produzidos na disciplina “Temas de Política Internacional II – Economia do Petróleo”, ministrada pela profª Viviane Mozine. Os alunos produziram artigos científicos com temas internacionais na área de Petróleo. Informações pelo site www.riooilegas.com.br.

Podem participar alunos matriculados a partir do 2º período em cursos de graduação, tecnólogos e seqüenciais. As modalidades oferecidas são de Estágio Extracurricular, Monitoria de Ensino e Iniciação Científica. O edital de abertura das inscrições encontra-se afixado nos quadros de avisos das unidades de ensino e no

Visita técnica de Produção e Engenharia Metalúrgica

Delegação de West Indies

visitaram a fábrica da Fiat, em Betim/

Uma delegação de quatro representantes

MG, onde conheceram todo o processo

da Universidade de West Indies, Barbados,

produtivo, logístico e de controle de

esteve na UVV em junho. Os visitantes

Os alunos dos cursos de Engenharia

qualidade dos automóveis. O grupo foi

foram George Adams Vincent Belle, Sonia

site www.uvv.br. As inscrições devem

formado por 25 alunos da Produção,

ser realizadas nas secretarias dos

quatro da Metalurgia, além das professoras

cursos, no horário de 8 às 12 horas

Márcia Milach e Angélica Rossow. O foco

e das 13 às 20 horas. A modalidade

principal foi a linha de montagem, onde

com áreas específicas de interesse da

de Estágio Extracurricular oferece

permaneceram por mais de duas horas e

instituição da América Central, além

uma bolsa mensal de R$ 300,00, com

tiveram oportunidade de conhecer um novo

de conhecer as dependências e o corpo

dedicação de 25 horas/semanais para

modelo que será lançado em breve.

docente da UVV.

Cerepha Mahon e Althea Patricia Greene – Forde. O objetivo era firmar convênios

Rematrícula Fique de olho nos prazos para regularizar a vida acadêmica. As aulas começam no dia 28 de julho e o último dia para efetuar a rematrícula é 15 de agosto. Quem precisa fazer acordos financeiros, o último dia de agendamento na Procuradoria é o dia 14 de agosto. Mais informações pelo telefone (27) 3421.2001.

o desenvolvimento das atividades práticas programadas pelo supervisor. A Monitoria de Ensino oferece uma bolsa mensal de R$ 170,00, com dedicação de 12 horas/semanais para o desenvolvimento das atividades programadas pelo professor da

Doações e solidariedade Foram doados 280 pacotes de fraldas descartáveis e cerca de 400 kg de arroz e feijão nos últimos eventos do curso de Direito. Todos foram entregues à ONG internacional ADRA, que faz a distribuição à população carente.

disciplina. Na Iniciação Científica, é oferecida uma bolsa mensal de R$ 170,00, com dedicação de 12 horas/ semanais para o desenvolvimento de um projeto de iniciação científica vinculado ao Projeto de Pesquisa do professor. Nas 3 modalidades o pagamento da bolsa é efetuado em forma de desconto nas mensalidades escolares. O aluno que participar do Programa de Bolsa Acadêmica

Jornal Saber

da UVV receberá, ao término das atividades, um certificado válido para aproveitamento nas atividades complementares previstas nas grades curriculares dos cursos.

Professora Andréia Veira e a estagiária Tayná Tavares Ambrósio, aluna do 3º período de Direito

JUL/AGO/08

3


CAPA ESPECIAL

Nove vezes campeã!

Mais uma vez a UVV levou para os Junes a delegação de atletas com melhor nível técnico A UVV foi campeã dos Junes 2008

Jornal Saber

com 241 pontos.

Natasha Siviero

O esporte capixaba tem muito o que comemorar: a 38ª edição dos Jogos Universitários (Junes) mostrou a boa fase do esporte universitário local, com partidas de elevado nível técnico. Pela nona vez, o título de campeã geral dos jogos ficou com a UVV. Participaram dos Junes nada menos do que 1.500 atletas, de 20 instituições de ensino superior do Estado. O ginásio esportivo da UVV foi palco dos jogos, junto com os ginásios

mais importantes do Estado, como o Centro de Treinamento Jayme Navarro de Carvalho, o Ginásio Poliesportivo do Álvares Cabral, o Ginásio Dom Bosco, o Parque Aquático do Álvares, o Ginásio Jones dos Santos Neves e a arena da Praia do Suá. Os jogos começaram no dia 10 de junho, com a realização da primeira rodada dos torneios de futebol de areia na arena da Praia do Suá e com o torneio de judô no Ginásio da UVV, e se estenderam até o primeiro dia de junho. A UVV terminou os jogos na frente, somando 241 pontos. As dobradinhas saíram nas modalidades: atletismo, futebol de areia, judô e jiu-jitsu. Os meninos levaram a melhor no handebol e no tênis; e as meninas do vôlei também subiram ao lugar mais alto do podium. O segundo lugar geral da competição ficou com a Fabavi, com 221 pontos, seguida pela Ufes, com 49. Depois de um ano sem participar dos Jogos Universitátios, a volta da UVV à competição foi marcada pela elevação do nível técnico dos atletas, como afirmou Cláudio Marinho, presidente da Federação Universitária de Esportes Capixaba (Fuec) à imprensa local. Paulo Paixão, coordenador da delegação da UVV, atribuiu a qualidade dos alunos da instituição ao bom entrosamento das equipes e ao critério de seleção pelo qual os alunos passam antes de serem selecionados para representar a Instituição.

Treino de handball masculino

4

JUL/AGO/08

Estímulo O contato com o esporte dentro da universidade é fundamental para que o aluno se sinta estimulado a praticar atividades físicas. Paulo Paixão conta que, em 2007, a UVV não participou dos jogos universitários porque promoveu seus jogos internos – a Universíade. Paulo afirma que esse tipo de iniciativa é fundamental para que o aluno se sinta motivado. ”O aluno passa pelo campus e respira esporte. Eles vêem a movimentação e se interessam”. Outro incentivo que a UVV oferece à prática de esporte são os descontos na mensalidade para os alunos que se destacam no esporte capixaba. Os atletas que ficam nas primeiras colocações nos Junes recebem bolsa atleta de agosto a dezembro, com descontos na mensalidade entre 50% e 80%, de acordo com a premiação. Paulo ressalta que a equipe de atletas não é formada apenas por estudantes de Educação Física, todos os alunos podem representar a Instituição em eventos esportivos. A possibilidade de conseguir desconto está longe de ser o principal benefício do esporte na vida do estudante. Quem pratica esporte tem mais qualidade de vida, por isso esse tipo de incentivo é fundamental. Marcel Souza, profissional da Educação Física e ex-aluno da UVV destaca que o esporte propicia benefícios na saúde mental, física e social do praticante.

Bem-estar A respeito da saúde psicológica, Marcel afirma que a prática de esporte ajuda na hora de encarar uma situação de pressão, o que é fundamental na vida profissional, acadêmica e pessoal de qualquer pessoa. “Na apresentação


Deleção da UVV campeã dos Junes 2008

ao jogo. Paulo Paixão comenta que a instituição tradicionalmente conta com mais torcedores. “Quando nossa equipe não está no Junes, os ginásios ficam vazios”. As partidas de basquete masculino também se destacaram em qualidade técnica de jogo. Graças à parceria que desenvolve, há algumas temporadas com o Cetaf, a associação atlética da UVV conta com nomes do cenário nacional em seu elenco, como Felipinho, Manuil, Omar, João Gabriel e Luciomar. Na seleção de atletismo e natação da UVV, os destaques são os atletas da seleção brasileira de triatlon que estudam na instituição.

Jubs A vitória nos Junes representa para os atletas a garantia de uma vaga nos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), maior evento esportivo p ro mov i do p e l a C o n f e de ra ç ã o Brasileira do Desporto Universitário (CBDU). O evento é uma oportunidade para os universitários defenderem seu Estado, como destacou Manuil Egídio, um dos atletas da equipe campeã de basquete da UVV nos Junes. Os Jubs são organizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), em parceria com o Ministério do Esporte e a direção técnica da Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU). A competição é famosa por revelar grandes competidores nacionais e internacionais, por isso é um orgulho para os vencedores dos Junes participar de um evento como este. Desde 2005, os jogos universitários brasileiros (Jubs) foram reformulados e passaram a se chamar Olimpíadas Universitárias. Há três anos, o evento que procura resgatar a importância das competições estudantis, passou a adotar um padrão de acomodações

e instalações baseado nos moldes olímpicos. O diretor das Olimpíadas Universitárias e gerente geral de eventos do Comitê Olímpico Brasileiro, Edgar Hubner, afirma, no site do comitê, que o esporte funciona como uma eficiente ferramenta no processo de integração e de inclusão social. Ele ressalta ainda que nos Jubs, os universitários contam com uma intensa programação cultural, paralela à competição esportiva, Nas Olimpíadas Universitárias 2008 a UVV conquistou o 11º lugar, entre as 300 faculdades participantes do torneio. No ranking geral, o Espírito Santo ficou em 8º lugar. A seleção de futsal masculino da UVV foi campeão e as seleções de basquete masculino e feminino ficaram com o 3º lugar na competição. Tany Venturim, também atleta da UVV, trouxe três medalhas de ouro na natação.

”O aluno passa pelo

campus e respira esporte. Eles vêem a movimentação e se interessam”, Paulo Paixão.

Jornal Saber

de uma monografia, por exemplo, os estudantes que praticam esporte costumam ter mais tranqüilidade, já que estão acostumados a serem cobrados por resultados em outras situações”. Os benefícios fisiológicos também são evidentes, como afirma o egresso da UVV. Formado em 2007, hoje Marcel faz especialização no Rio de Janeiro, mas comenta que o esporte ainda está presente em sua vida. O exercício físico melhora a qualidade cardiopulmonar e ajuda a prevenir doenças como diabetes, hipertensão e colesterol alto, comuns em pessoas sedentárias, e que têm grande incidência na atualidade. “Quem pratica esporte tem um menor percentual de gordura, por isso é menos propenso a essas doenças”. A vida social também só tem a ganhar quando se pratica esporte. O contato com outros atletas em treinos e competições melhora a capacidade de relacionamento. Marcel conta que foi de grande valia as amizades que fez com pessoas de outros cursos durante as competições de futebol em que participou. Ele estudou na UVV com bolsa atleta e conta que já jogou os Junes três vezes. Na vida dele, os Jogos tiveram importância na parte financeira, com a bolsa que conseguiu no curso de Educação Física e na realização pessoal, ao ir para os Jubs representar o Espírito Santo. O elevado nível técnico dos Jogos Universitários do Espírito Santo deste ano ficou evidente em partidas como a final do handebol masculino. A equipe da UVV derrotou a Fabavi por 32 a 29, no ginásio do DED, em jogo emocionante, considerado pelo jornal Folha Vitória como o melhor da competição. A equipe da UVV só decidiu a partida nos últimos cinco minutos, para delírio dos torcedores da UVV, que compareceram em peso

A UVV foi campeã no futebol de areia masculino dos Junes 2008

JUL/AGO/08

5


DE BEM COM A VIDA PESQUISA

Segurança alimentar A higiene no preparo dos alimentos não é a única garantia de alimentação saudável Natasha Siviero e Jennifer Arndt

O Gesan é pioneiro no Brasil.

Jornal Saber

Prof. Alcemir Barros (centro) e integrantes do Gesan

6

JUL/AGO/08

Pesquisa, extensão, integração e interdisciplinaridade a serviço da qualidade de vida. Foi pensando nisso que o professor do curso de Nutrição, Alcemi Barros, idealizou o Grupo de Estudos em Segurança Alimentar e Nutricional (Gesan). O projeto foi concebido para funcionar não só como pesquisa ou extensão, mas como um misto disso e, essencialmente, como um espaço para estimular a discussão. Desde março, quinzenalmente, sempre às sextas-feiras, cerca de vinte e cinco alunos do curso de Nutrição se reúnem no Núcleo de Práticas Integradas em Nutrição para analisar a questão da Segurança Alimentar e Nutricional (SAN), ou seja, o direito que todos têm ao acesso regular e permanente à alimentação de qualidade em quantidade suficiente. Criado em um contexto de crescimento da discussão sobre segurança alimentar, o Gesan surgiu para acompanhar uma tendência nacional. Apesar de se tratar de uma temática já bastante difundida, a questão somente ganhou força no Brasil recentemente, quando o governo Federal aprovou o Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN). O grupo de estudos é uma iniciativa pioneira no Brasil, como explica o professor Alcemi, membro do Fórum de Segurança Alimentar e Nutricional do Espírito Santo (Fosan) e do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional do Espírito Santo (Consea-ES).

A SAN não diz respeito apenas à subnutrição, mas passa por problemas como obesidade, doenças associadas à má alimentação e consumo de alimento de qualidade duvidosa ou prejudicial à saúde. Além disso, os preços abusivos e a imposição de padrões alimentares que não respeitam a diversidade cultural também são provocadores de insegurança alimentar. A insegurança alimentar também está relacionada aos padrões estéticos impostos pela sociedade. Muitos jovens se arriscam com dietas exageradas, usam remédios para emagrecer ou injetam esteróides anabólicos, tudo sem um acompanhamento médico em busca de um corpo perfeito. O culto ao corpo desenfreado pode levar a situações de anorexia e bulimia. Gleice Amaral, formanda do curso de Nutrição, realizou uma pesquisa com 327 universitárias sobre transtornos alimentares. Um dado preocupante é que 20% das avaliadas apresentam fatores de risco para desenvolvimento de transtornos. “É preciso convencer o jovem de que, mais importante que a estética é a qualidade de vida. E isso se conquista com uma boa alimentação, hábitos saudáveis e exercícios físicos”, explica a nutricionista e professora Elaine Cristina Viana.

Integridade As atividades do Gesan devem ser intersetoriais, já que o grupo não se limita ao nutricional. As discussões passam também pela produção dos alimentos, que

devem ser ambiental, cultural, econômica e socialmente sustentável. Além disso, a SAM está diretamente relacionada ao Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA), indispensável à realização dos direitos consagrados na Constituição Federal. Pensando nisso, o grupo pretende abrir espaço, a partir do segundo semestre, para participação de membros de outros cursos, como Medicina, Enfermagem, Gastronomia e Direito. Criado recentemente, o grupo está voltado para as atividades acadêmicocientíficas, mas a intenção é que se torne um espaço também de extensão, por meio da interferência das comunidades. Na opinião do idealizador do projeto, o nutricionista também deve ser um agente de mudança. Além disso, interagir com outras instituições e organizações que realizam atividades relativas à SAN e ao DHAA são prioridades para o Gesan, que já está sendo solicitado para ações no Município de Vila Velha. Todos os alunos de Nutrição puderam se inscrever para participar do grupo. Não houve critério além do interesse, apenas procurou-se balancear a quantidade de alunos por período, para estimular a interação e a troca de experiências dentro do curso. Atualmente, participam alunos desde o primeiro período. A idéia é que quanto mais cedo for o contato dos alunos com a realidade nutricional da população brasileira e dos fatores que contribuem para essa realidade, mais fácil será compreender a importância da saúde coletiva.


ESPECIAL EDUCAÇÃO

Solidariedade para marcar As edições do Trote da Cidadania da UVV são sempre marcadas por ações e gestos de solidariedade Taísa Vilela Ingressar no ensino universitário é um sonho e um marco na vida de muitos jovens. Por isso não podem ser recebidos de uma maneira corriqueira, sem importância. Os trotes nasceram com este objetivo: marcar o início dessa nova fase na vida dos estudantes. Tintas, ovos, brincadeira violentas, pedir dinheiro em sinal, não são, contudo, a única alternativa para recepcionar os calouros na faculdade. Surge então, em 1999, o Trote da Cidadania, uma proposta da Fundação Educar, que pretende incentivar e mobilizar universidades e universitários de todo o país em ações sociais na recepção dos calouros. O novo formato de trote propõe atividades cidadãs com temáticas sociais, como meio ambiente, drogas, solidariedade, entre outros, com o lema: “Troque a humilhação pela mobilização! Pratique Cidadania”. A UVV foi uma das instituições a aderir ao novo formato de Trote e, em 2001, passou a promover a conscientização dos alunos em ajudar as comunidades do seu entorno. O Trote da Cidadania da UVV promove doações de leite, material escolar e sangue. E, para atrair ainda mais os alunos, oferece uma programação variada com palestras e atividades culturais e esportivas. A última edição do trote da cidadania, por exemplo, contou com a presença do ator e cantor Sérgio Loroza. Este ano o Trote da Cidadania trabalha com o tema “Pegue a onda certa”, com o intuito de conscientizar os estudantes da importância de se fazer escolhas conscientes e conciliar uma vida acadêmica disciplinada com hábitos saudáveis, como o não uso de drogas e bebidas alcoólicas, além de manter uma alimentação saudável e balanceada. O grande passo profissional não é apenas a escolha do curso superior, mas todas as escolhas que dizem respeito à profissão já escolhida como, por exemplo, a área em que irá atuar, etc. As escolhas conscientes são as ondas certas na profissão.

Associação Renascer, em Aribiri; Casa Lar Walter Barcellos, em Boa Vista; Casa Lar Meninas em Aribiri; Associação Pastorzinhos de Jesus, em Paul e a Comunidade de Porto de Santana, em Cariacica. Neste semestre, a UVV vai beneficiar duas maternidades com as doações de fraldas descartáveis: Hospital Municipal de Cobilândia e Hospital Materno Infantil Alziro Bernardino Alves (Imaba). As doações vão ser destinadas às crianças do programa neonatal. A preocupação da Instituição não é apenas oferecer aos calouros uma programação de boas-vindas diversificada, mas promover a conscientização de cidadania nos novos universitários. Por isso, a UVV acredita que a aproximação dos estudantes com as comunidades do entorno contribui para a formação de um profissional mais humano e solidário.

A receptividade dos calouros em relação ao Trote da Cidadania é visível. De 1.484 entrevistados, em 2007, 70,4% consideram o evento muito bom, dos 30% restantes 16,7% não responderam a essa pergunta. As atividades desenvolvidas foram aprovadas com alto índice. Dos entrevistos, 75,6% consideraram muito boa a iniciativa da coleta de sangue e 78,9% aprovam a doação de leite. A gincana do Trote da Cidadania da UVV deste semestre será composta pelas atividades de doação de fraldas descartáveis, doação de sangue e participação em ações no Centro de Vivência, no dia 14 de agosto, nos intervalos da manhã e noite. A equipe que acumular o maior número de pontos será premiada. Neste semestre a gincana será dividida em dois turnos, manhã e noite. As turmas de calouros vespertinas poderão escolher em qual dos turnos participar. Dessa forma, serão contempladas duas turmas.

Programação do Trote 2008/2 13 DE AGOSTO • Início da gincana • Palestra de Boas-Vindas – às 7 e às 19h, no Cineteatro • Doação de Sangue - de 8 às 15h, no Centro de Vivência 14 DE AGOSTO • Competição esportiva no Centro de Vivência - nos intervalos matutino e noturno • Doação de fralda descartável das 8 às 21h, no Prédio da Rádio Cidade 15 DE AGOSTO • Show de encerramento - intervalo da manhã e noite • Premiação de gincana - intervalos da manhã e noite • Doação de fraldas descartáveis • Doações de 8 às 21h, no prédio da Rádio Cidade

Contribuição Jornal Saber

Com as quinze edições do Trote já foram arrecadados 500 kits escolares, mais de duas toneladas de alimentos não perecíveis, foram coletadas mais de 1600 bolsas de sangue, e cerca de 15.500 litros de leite, que beneficiaram entidades como a Creche Tia Loura, em Terra Vermelha;

JUL/AGO/08

7


VITRINE UVV BIBLIOTECA

Periódico científico: utilize essa fonte de informação As publicações periódicas científicas

produzidos pelos programas de pós-graduação

compõem um dos mais eficientes instrumentos

das Instituições de Ensino Superior. Esses

de registro e divulgação de pesquisas

títulos foram adquiridos e já estão disponíveis

científicas. É uma fonte de informação

no Setor de Periódicos. A Biblioteca Central da UVV ainda

importante para a comunidade científica e

disponibiliza à comunidade acadêmica o

acadêmica, tendo um crescimento nos últimos

acesso gratuito a artigos de periódicos

anos de forma exponencial. É por isso que

científicos da ICAP (Indexação Compartilhada

a direção da Biblioteca Central preocupa-se

de Artigos de Periódicos). A ICAP conta com

em manter sempre atualizado o acervo de

a indexação de artigos em texto completo

periódicos. No final do ano de 2007, foi feita

das revistas publicadas por Instituições de

uma breve pesquisa, com o objetivo de inclusão

Ensino Superior que fazem parte da Rede

de títulos de periódicos que viriam suprir

Pergamum. Os artigos indexados no sistema

as deficiências de alguns cursos. Buscou-se

podem ser solicitados e recebidos via e-mail.

por títulos nacionais, classificados em nível

Quando o artigo estiver online, o próprio

A e/ou B pelo programa QUALIS, que é uma

usuário poderá salvar ou imprimí-lo na

classificação, feita pela CAPES, dos periódicos

íntegra. Com a indexação compartilhada, além

Jornal Saber

primária, considerada a mais atualizada e

8

JUL/AGO/08

das instituições divulgarem a sua produção científi ca, disponibilizam de forma rápida um maior número de informações para o usuário. Também contamos com um acervo derivado de permuta/doação, resultado do intercâmbio de publicações que regularmente mantemos com outras Instituições de Ensino Superior. Este serviço, além de fundamental para diversificação de títulos e enriquecimento do acervo, divulga a produção científica de nossa Instituição através da Revista Scientia. Marcileia Seibert de Barcellos Bibliotecária CUNHA, Murilo Bastos da. Para saber mais: fontes de informação em ciência e tecnologia. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2001.

jornal saber 40  

Fique por dentro do que está acontecendo nos campi da UVV ANO III • Nº 40 JORNAL DO CENTRO UNIVERSITÁRIO VILA VELHA • UVV • FACULDADE DE VIT...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you