Page 1

EDIÇÃO DIGITAL | www.peninsulanet.com.br

Ano III - Nº 32 - Março de 2012


Foto: Jomar Bragança

S E U M D E TA L H E J Á I N S P I R A S UA C U R I O S I DA D E , D E S C U B R A O

VISITE A DECORA LIDER

2012

E INSPIRE-SE NOS AMBIENTES EXCLUSIVOS, CRIADOS POR

GRANDES PROFISSIONAIS DA DECORAÇÃO CARIOCA. A PARTIR DE 30 DE MARÇO. ALFREDO MENDES | ANA RAQUEL OLIVEIRA | ANDRÉ PIVA | ANDREA NEVES DUARTE E GUILHERME OSBORNE | ANGELA MEZA | DENISE NIEMEYER, ELIANE AMARANTE E MÁRIO SANTOS | GERALDO LAMEGO E LIA LAMEGO | GIOVANA RAMIRES E THALITA FONSECA | GUILHERME PORTUGAL | LEILA DIONIZIOS LEONARDO PASCUAL | LUIZ FERNANDO GRABOWSKY | CARLOS CESAR DE NORONHA (MARANHÃO) | MARCELO DADOORIAN E SANDRO MUSSI MARILENE GALINDO | MARIO BRASIL | MOISÉS VERIATO | PATRICIA ALMEIDA | RACHEL MOLINARO | ROBERTA NICOLAU | ROSELI MÜLLER | TATIANA LOPES

Correalização:

Patrocínio nacional:

Apoio nacional:

Apoio regional:


Q U E E L E P O D E FA Z E R P E L A S UA D E CO R A Ç ÃO.

RJ | CasaShopping – Av. Ayrton Senna, 2.150 – Barra da Tijuca – (21) 2499-7537 Lider Corporativo: 0800 283 3412 | SP | MG | BA | DF | ES liderinteriores.com.br

liderinterioresperfil

@LiderInteriores


Editorial | Expediente

Presidente Carlos Felipe Andrade de Carvalho Vice-Presidente Carlos Gustavo Ribeiro Diretor-Geral Joelcio Candido www.peninsulanet.com.br revistapeninsula@peninsulanet.com.br (21) 3325-0342 Revista Península é uma publicação

Retrospectiva ASSAPE

A

o completar dois anos na presidência da ASSAPE, chegou a hora de passar o cargo. O nome do meu sucessor será escolhido pelos Conselheiros Comunitários neste mês de abril. Um olhar retrospectivo nesses dois anos de lutas demonstra que caminhamos na direção certa para tornar a nossa Península o melhor bairro para se morar na Barra da Tijuca. Assumi a Presidência quando a SCAP, gerida pelos empreendedores, foi transformada em ASSAPE, entregando a gestão aos moradores e proprietários, os quais elegeram um Conselho que me honrou com a escolha do meu nome para a sua Presidência. O estatuto da ASSAPE deu uma visão clara dos objetivos da Associação. No balanço das realizações para melhorar a qualidade de vida de todos, incluo a recuperação das quadras esportivas e do acervo cultural. Melhoria do serviço de transporte rotativo e a aprovação dos investimentos para a construção do novo píer. Sem esquecer o trabalho de manutenção dos espaços de uso comum do nosso bairro, e a profissionalização da Administração. O saldo é positivo, e sinto muito orgulho disso. Com o apoio de todos os moradores que acreditaram na Península, chegamos a mais uma conquista também para a ASSAPE, não posso esquecer da inauguração, até o final do ano, do equipamento mais esperado por todos: o Península Open Mall. Por fim, desejo aos novos dirigentes boa sorte, e que a Península se afirme cada vez mais como o melhor bairro para se morar nesta Cidade do Rio de Janeiro.

4

Carlos Felipe Andrade de Carvalho Presidente da ASSAPE

Diretor-Executivo Paulo Roberto Mesquita Diretora Administrativa Rebeca Maia Administrativo Débora Souto Comercial Alessandro Aquino | aquino@utilcd.com.br (21) 7833-4861 | 3164 9631 Victor Bakker | victor@utilcd.com.br (21) 7898-7623 | 3068-7740 Dir. Criação e Editora Responsável Tereza Dalmacio | terezadalmacio@utilcd.com.br Repórteres Cristiano Kubis | cristiano@utilcd.com.br Leandro Lainetti | leandro@utilcd.com.br Stephany Muzi | stephany@utilcd.com.br Fotografia Juliana Castro Natália Moraes Produção Camila Alves Revisão Tatiana Lopes Estagiária Design Rachel Sartori Diretora de Arte Riane Tovar Diagramação, Projeto Gráfico e Direção de Arte Sebá Tapajós Avenida Armando Lombardi, 800, sala 238 Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – RJ CEP: 22640-000 contato@utilcd.com.br utilcomunicacao.blogspot.com (21) 3471-6799


5


Telefones úteis ABAM 2232-4580

CEG 0800-0247766

Folha Dirigida 3233-6340

Embratel 103 21

Aeroporto Internacional 3398-5050

Central de Atend. da Prefeitura: 1746

Guarda Municipal da Barra 0800-0211532

TIM 0800-741-4100

Aeroporto de Jacarepaguá 2432-7070

Correios Via Parque Shopping: 2421-1548

Polícia Civil 2332-9751 / 2332-9844

NET 4004-8844

Defesa Civil do RJ 199

Polícia Federal 194

SKY 4004-2884

Ambulância – Serviço de Remoção de Doentes 192

DETRAN 3460-4042

Polícia Militar 190

TVA 2223-6399

DETRAN – Habilitação 3460-4041

Polícia Rodoviária Estadual 3503-9000

TV VIA Embratel 106 99

Bombeiros (CBMERJ) 193

DETRAN – Disque Vistoria 3460-4040

Receita Federal 3805-2305

Bovespa (11) 3272-7373

Disque Denúncia 2253-1177

Oi 103 31

Aeroporto Santos Dumont 3814-7070 Água e Esgoto 0800-2821195 / 2332-9058


Sumário 10

VÔLEI

12

NOSSA CASA

14

ASSAPE EM AÇÃO

20 26

PARQUE DOS ATLETAS

PENÍNSULA OPEN MALL


Esporte | Vôlei

Ponto para a Península N

a terra do futebol, o vôlei marca ponto todos os dias. A Seleção Brasileira é considerada uma das mais fortes do planeta, já conquistou o eneacampeonato da Liga Mundial da FIVB (1993, 2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009 e 2010), tornando-se a seleção nacional mais bem-sucedida da história do campeonato. A equipe feminina também faz bonito, e tem oito títulos na Liga Mundial. E campeões atraem futuros campeões. Na Península, não é diferente. O esporte é sucesso absoluto entre a criançada, jovens e adultos. Com a parceria da Vôlei Barra, a atividade é febre, e muitos moradores fazem aulas semanais comandadas pelo professor Cláudio Xavier. Cláudio acredita que a Península está muito bem servida no quesito vôlei. “Nós usamos a mesma metodologia da escolinha do Bernardinho, que é o minivôlei”, afirmou. Ele ainda completou dizendo

que a Península é um captador de talentos. Para ele, o lugar tem tudo para, aos poucos, revelar futuros esportistas. Tal afirmação já é realidade. Duas de suas alunas, inclusive, consagraram-se campeãs da Liga Rio Sub-13, pelo time do Vôlei Barra. O professor e empresário revela que trabalhar no esporte é a soma do prazer com o profissional. “O ganha-pão prazeroso é bem melhor. A minha esposa até brinca comigo porque eu não encaro dar aulas como trabalho. E é verdade, pra mim é uma grande diversão, com muito profissionalismo”. Uma de suas alunas, Rafaela Reblin, mais conhecida como “Blin Blin”, gosta de tudo e acha o professor muito legal. “Eu não sei ainda se vou seguir carreira no vôlei. Eu sou meio ruim na manchete, mas meu saque é muito bom”, disse a menina de apenas nove anos. A maioria dos alunos é criança. Mas há

Dê um ar saudável para o seu carro. Ar condicionado para veículos nacionais e importados.

25os an

Troca do filtro

Manutenção em geral

Instalação de ar condicionado

Higienização

Mude o clima no interior do seu carro com a FRIOLINE!

NOVIDADE! Agora na Barra da Tijuca. Av. Ministro Ivan Lins, 510 | TEL: (21) 3116-5161 | www.frioline.com.br Matriz: Estrada Intendente Magalhães, 413 - Vila Valqueire

10


um grupo mais velho que joga por hobby. A estudante de Psicologia Joana Bethonico, de 24 anos, moradora do Península Way, é um exemplo. Ela nos contou que a Península é o melhor bairro da Barra da Tijuca, justamente, pelo fato de oferecer uma variedade grande de esportes. “Aqui você faz vôlei, trilha, caminhada, academia e muito mais”, explicou. Cláudio, que é casado com a sócia Danielle, é dedicado 100% ao esporte. Ele é diretor técnico do projeto de surfe de peito, possui duas pós-graduações, já foi recordista de natação e, atualmente, participa de provas de ciclismo de longa distância. “O esporte não é apenas uma atividade física, é também um instrumento para formar o cidadão”, concluiu o verdadeiro esportista.

*

Aulas:

Terças e Quintas Das 17h30 às 19h30 Contato: (21) 8351-0972 | 9149-1515 e-mail: voleibarra@gmail.com

11


Perfil | Excellence

N

ossa Casa

A Seção Nossa Casa segue apresentando os condomínios da Península. Nesta edição, você vai ter a oportunidade de conhecer o Excellence, suas características, a administração... enfim, tudo que oferece ao morador. Hoje são 24 condomínios instalados. E, em breve, o seu também estará aqui.

o

Excellence é um empreendimento especial. Um cantinho reservado para dezenas de famílias que ocupam as 83 unidades. O condomínio é dividido em dois blocos: Unique e Exclusive. O síndico, Elmair Rangel, contou um pouco mais sobre o espaço e modelo de administração aplicado. “A gente faz uma gestão participativa, o subsíndico é muito atuante, trabalhamos juntos em prol do condomínio”. Uma das ações da dupla foi a terceirização de alguns serviços, como a academia e a portaria. Por ser um empreendimento não muito

“Acompanho o processo de amadurecimento do condomínio como instituição e vejo o que pode ser feito para melhorar, ajustar, e isso contribui muito.” Elmair Rangel

grande, as dificuldades são facilmente contornadas. “A nossa intenção é ter o regimento e a convenção do condomínio consolidados para dar um equilíbrio”. E esse equilíbrio é percebido durante as confraternizações. “O que fazemos aqui é uma reunião entre os moradores amigos. Pode ser na casa de alguém ou no espaço gourmet”. Ele também afirmou que alguns moradores utilizam o bar da piscina em algumas ocasiões, para confraternizar. Há um ano como síndico, mas participando desde 2007 do Conselho do prédio, Elmair acredita que a experiência ajuda na hora de resolver as questões. E vai além: “Acompanho o processo de amadurecimento do condomínio como instituição e vejo o que pode ser feito para melhorar, ajustar, e isso contribui muito”. Por fim, como todo prédio da Península, o Excellence também é sustentável. Cuida do meio ambiente e é socialmente responsável. Faz coleta seletiva de lixo e revende. O dinheiro arrecadado é dividido entre os funcionários. Além disso, houve a reforma da Administração, em que foram utilizadas portas de madeira que seriam jogadas fora, para fazer os armários. Bom para o grupo, para a Península e o planeta.


13


ASSAPE em Ação | Balanço

T

rabalho, comprometim

A

Associação Amigos da Península é uma associação democrática, os votos dos moradores é que definem quem estará à frente da Administração da ASSAPE. A equipe que aí está trabalha com uma administração participativa, profissionais qualificados e ainda conta com o apoio dos Coordenadores Setoriais, que colaboram em diversas áreas: Infraesturutura, Transportes, Meio Ambiente, Esportes, Eventos, Cultura e Comunicação. Nos últimos dois anos, a Associação trabalhou com planejamento, e muito foi realizado. Cumpriu o seu papel de levar mais conforto e bem- estar aos moradores da Península. Na Edição 31, fizemos pequena retrospectiva e informarmos sobre as obras de manutenção e recuperação dos mobiliários e infraestrutura na área comum, nas quadras de tênis e poliesportivas, brinquedos, bicicletário, calçada e pavimentação. Na sequência, foi aprovado pelo Conselho Comunitário e ratificado na AGE,

14

realizada em outubro de 2011, um pacote de projetos para o condomínio. Com planos traçados e metas estabelecidas, a ASSAPE, o Conselho Comunitário e os Coordenadores Setoriais, juntamente com seus grupos de apoio, atenderam a uma série de reivindicações dos moradores. A Associação tem hoje como Presidente Carlos Felipe Andrade de Carvalho, como VicePresidente Carlos Gustavo Ribeiro, como DiretorGeral Joelcio Candido, que coordena uma equipe de excelentes colaboradores. Profissionais tecnicamente qualificados e comprometidos com a qualidade e eficiência. Nesses últimos dois anos, você pôde conhecer e comprovar a presteza desse grupo. Chegamos a mais uma AGO, que acontecerá no dia 12 de abril. Participe desse processo democrático, junte-se à ASSAPE, que existe por sua causa e trabalha com entusiasmo para que a Península funcione com maestria em todos os seus aspectos.


mento e transparência

Para falar sobre as realizações e o futuro, Marcelo Traitel, Coordenador Setorial de Infraestrutura, fez um rápido balanço sobre os últimos meses. Eu aproveito o espaço para falar sobre conclusão de trabalho. Por exemplo, das reformas das esculturas, em que nosso objetivo principal é entregar tudo perfeitamente terminado dentro do prazo de gestão antes da nova AGO, pra que a próxima gestão não tenha esse tipo de trabalho com o que já foi decidido na nossa administração. Outro ponto, as novas vagas de estacionamento são 42. Eram 44, mas duas vagas foram transformadas em acesso a deficientes físicos cadeirantes. O Conselho aprovou, a proposta veio dos conselheiros, e tudo foi feito de forma correta. Arrumação das calçadas em frente à igreja e até o fim da Península, para trânsito comum das pessoas, sem nenhum risco. Estamos finalizando o píer,

15


ASSAPE em Ação | Balanço

já que nosso objetivo é explorar cada vez mais o transporte aquaviário. Temos toda a ligação em fibra óptica, já está tudo ligado à sede. Temos o retorno para evitar que os moradores do Green Bay, Green Star, Saint Martin e outros prédios deem uma volta maior. E temos algumas propostas de investimentos, que vão passar por um processo democrático – em primeiro momento, para aprovação dentro do Conselho Comunitário, e depois levadas para AGE, pra decidir como administrar essas obras, questões financeiras, prazos e investimentos. Entre as obras, podemos destacar: sinalização asfáltica da Península, com faixa contínua e faixa de pedestres. Montagem de uma rede wi-fi nas áreas comuns da Península, nos parques e nas vias. Usaríamos essa rede também para monitoramento com

câmeras, para agilizar a questão de segurança, uma ideia do novo Coordenador de Segurança, Claudio Moraes. Será feita a modernização da sede, incluindo melhorias na infraestrutura, tanto para oferecer um melhor atendimento aos associados, como para proporcionar melhores condições de trabalho ao colaborador – há um galpão em frente à ASSAPE, que servirá como local de refeição e vestiário/ banheiro para os funcionários. A Coordenação de Meio Ambiente deu a ideia de coleta da água pluvial para reuso. Traríamos uma empresa para fazer essa análise dos locais e colocar reservatórios para reutilizar essa água e fazer uso no cotidiano com a rega de jardins e outras atividades. E também há a colocação de bicicletários pela Península, mas ainda precisamos fazer um estudo para saber os locais adequados. Enfim, a Associação, membros


das Comissões e seus colaboradores não medem esforços para que o espaço que você escolheu para si e sua família seja cuidado, protegido e ampliado em conforto e mais qualidade de vida.


ASSAPE | Conselheiros

c A

onselheiros: a forca do nosso

t r a ´b a l h o

ASSAPE tem um time e tanto, do Diretor-Geral ao servente, profissionais gabaritados e qualificados, exercendo suas atividades com excelência. A Presidência e a Vice-Presidência da Associação estão sempre presentes nas decisões e nos caminhos traçados para uma administração transparente, produtiva e de acordo com o Estatuto. Somando com esse time, temos um grupo de voluntários, moradores que ajudam na condução do pleno funcionamento da Península. Gente comprometida com o espaço em que mora, que está disponível em diversos setores: infraestrutura, meio ambiente, transportes, eventos e cultura, segurança, comunicação e esportes. A Associação Amigos da Península tem muito a agradecer a esse time de guerreiros, pela devoção, produtividade e parceria plena. A participação de cada um faz da Península um lugar muito melhor para se morar. Esse casamento da força e determinação da ASSAPE com o compromisso dos Conselheiros garante a você o que deseja: mais qualidade de vida. Nesta foto não estão todos, até porque reunir um grupo que trabalha tanto não é tarefa das mais fáceis. Mas saiba que o que cada um deles fez é sentido em diversos segmentos do condomínio. Da ASSAPE e de toda a comunidade Península, nosso muito obrigado. Sem vocês, tudo seria muito mais difícil. Maria Helena, Claudio Moraes, Marília Cavalcanti, Elmair Rangel, Emília Benemond, Carlos Gustavo, Carlos Felipe, Water Bonatis, Alexandre Amaro, Luis Eduardo e Renata Zacaro

*

Agradecemos a este time campeão:

Alessandra Seba (Saint Martin) | Alexandre Amaro (Green (Bay/Star) | Alexandre J. Xavier (Smart) | Alexandre Lima (Península Way) | Carlos Felipe Andrade de Carvalho (Carvalho Hosken) | Carlos Gustavo O. Ribeiro (Península Style) | Claudio Moraes (Atmosfera) | David Tavares N. Nunes (Royal Green) | Elmair Rangel (Excellence) | Emília Benemond (Quintas da Península) | Franklin da Silva Carvalho (Aquarela) | Gilmar Ribeiro Leite (Gauguin) | Irene Bucsan (Modrian) | Jacqueline Accioly (Monet) | Luis Eduardo A. de Vasconcelos (Paradiso) | Marcelo Gomes (Vila Privilège) | Marcelo Traitel (Evidence) | Marco Antônio Beraldo (Península Life) | Maria Helena (Cyrela) | Marília Cavalcanti (Green (Lake/Garden) | Paulo Sergio Reis (Saint Barth) | Renata Zacaro (Bernini) | Ronaldo Youle (Fit) | Rosane Drummond (Mandarim) | Tarcio José de Assis F. Barbosa (Canopus) | Walter Luiz Bomates Queiroz (Via Bella).


ASSAPE | Parque dos Atletas

o

limpíadas 2016: Parque d

a

Barra da Tijuca ganha mais um espaço de lazer: O Parque dos Atletas. O Comitê Olímpico Internacional (COI) visitou a área, localizado na Avenida Salvador Allende, onde aconteceu o Rock in Rio. Com a presença do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, do subprefeito da Barra da Tijuca e Jacarepaguá, Tiago Mohamed, membros do COI, entre outras figuras políticas, o espaço foi entregue oficialmente à população. O Diretor-Geral da ASSAPE, Joelcio Candido, e o Coordenador Setorial de Infraestrutura, Marcelo Traitel, participaram também da solenidade de inauguração. O local servirá para descanso e lazer dos atletas durante os Jogos Olímpicos de 2016. Antes e depois, poderá ser utilizado pela população. O parque vai ficar aberto das 6h às 22h e tem variadas alternativas de atividades físicas. São duas quadras poliesportivas para a prática de tênis, futebol de salão e vôlei; um campo de grama sintética; dois muros de escalada; um parque infantil; uma academia da terceira idade e uma academia para os mais jovens. Joelcio deu o exato tom da importância do empreendimento para a Península. “É uma extensão do condomínio, da nossa casa, que com certeza valoriza ainda mais a Península”. Durante a visita, o prefeito Eduardo Paes deu declarações que sinalizam a relevância do projeto para a cidade. “Era uma área abandonada, degradada, e transformamos em uma área de lazer que a população vai usar durante quatro, cinco anos antes das Olimpíadas, e depois pelo resto da vida”. Além de servir à população, o espaço também vai ser sede do Rock in Rio 2013, assim como foi em 2011. E a certeza que fica é que não só a Barra da Tijuca e o Rio de Janeiro estão sendo contemplados com essa obra, mas a nossa Península também.

20

Joelcio Candido, Diretor-Geral da ASSAPE; Tiago Mohamed, subprefeito da Barra da Tijuca e J


os Atletas já é realidade

Jacarepaguá; e Marcelo Traitel, Coordenador Setorial de Infraestrutura

21


Meio Ambiente | Península

enínsula sustentável P M

eio ambiente em pauta. A ASSAPE e o Instituto Ecológico Lagoa Viva promoveram mais uma palestra para discutir a despoluição do complexo lagunar da Barra da Tijuca e homenagear o Dia Mundial da Água. O Subsecretário Estadual de Meio Ambiente, Antônio da Hora, e o ecólogo Mario Moscatelli falaram sobre o tema. Além de vários moradores, o Presidente da Associação Amigos da Península, Carlos Felipe Andrade de Carvalho, e os Conselheiros da ASSAPE participaram também do evento, assim como o oceanógrafo David Zee e o presidente do Instituto Lagoa Viva, Donato Velloso. Momentos como esses reforçam o conceito de sustentabilidade da Península. Crescer, mas garantindo a preservação ambiental do espaço. O Presidente da ASSAPE, Carlos Felipe, falou sobre parcerias e o projeto do Estado para resolver o


problema do complexo lagunar da Barra da Tijuca. “Eu enxergo que o crescimento da Barra da Tijuca tem que estar junto com o poder público. Precisava ser feito algo para minimizar o problema ambiental já existente. E hoje serviu para explicar de forma prática todo o projeto”. Já a Coordenadora de Meio Ambiente da ASSAPE, Marília Cavalcanti, esclareceu que é nesses momentos que podemos dividir com o morador todo o trabalho ambiental que está sendo realizado. E acrescentou: “A importância dessa despoluição e drenagem de todo o complexo lagunar para a Península, que é um bairro ecológico, será fundamental para complementar o trabalho de 10 anos que já realizamos, como, por exemplo, coleta seletiva”.

Carlos Gustavo, Marília Cavalcanti, Antônio da Hora, Carlos Felipe e Delair Dumbrosck


Meio Ambiente | Península

Grandes investimentos

O Subsecretário Antônio Hora trouxe informações importantes, entre elas a de que até o início de 2013 o processo de drenagem das lagoas será iniciado. Disse ainda que, até 2016, 90% do esgoto do complexo lagunar será filtrado. Segundo ele, já foram investidos cerca de 300 milhões de reais na recuperação das lagoas da região, e já há um acordo com o Governo Federal para injetar mais 300 milhões de reais. “É o tipo de projeto em que todo mundo ganha. Inclusive o morador da Península”. Já o oceanógrafo Moscatelli deixou claro para o público: “Não tenho dúvida de que, do ponto de vista prático, é possível regular o sistema lagunar de todo o complexo”. Não só autoridades e membros da ASSAPE mostram interesse na questão ambiental, mas os moradores também são sensíveis à questão, como o casal Oswaldo e Mary Tostes. Para eles, “o meio ambiente é a coisa mais importante em um bairro. E a Península está caminhando para ser o primeiro bairro verde”.

Mario Moscatelli, ecólogo

Oswaldo e Mary Tostes, moradores da Península


Shopping | Península Open Mall

s lojistas estão c O

homespa.com O

Shopping Open Mall abrigará 38 espaços comerciais e uma grande praça central de convivência e confraternização, local adequado para um happy hour. Entre alguns serviços, o morador terá à sua disposição: centro de estética corporal e de saúde, cursos, farmácia, pet shop, cabeleireiros, livraria, papelaria, lotérica, caixas eletrônicos, minimercado com uma série de produtos, e uma forte gastronomia. A partir desta edição, começaremos a apresentar as marcas que estarão presentes no shopping. Empresários que acreditam no potencial do shopping e que levarão muito mais conforto e comodidade para o morador.

e descubra as delícias desta novidade, orporate & Offices muito em breve.

Faça se até o e rec

seu car

A form ter tod do

o a estar em nossa lista Vip. gens gratuitas, bônus na aquisição indes especiais e muito mais.

e-se para aproveitar!

miran

hom

26

A sofisticação do


hegando

27


O empresário Antonio Carlos Pinto Rodrigues contou que desde o início sempre teve vontade de colocar a loja no shopping da Península. “Mais ou menos há uns quatro anos. Depois teve a negociação, fechamos e se concretizou”. Segundo o empresário, o espaço está definido é uma loja de 500m². Vai ser padaria, confeitaria, restaurante, açougue, um mix completo. “Estou aqui no Alfa Barra desde 94, tenho outras lojas pela Barra, mas ali é mais uma oportunidade de negócio, um local seguro. Fazendo um bom trabalho, a clientela já está ali e vai gostar. Vou precisar de uns 120 funcionários. Lá há muitos moradores, fora os que circulam para prestar serviço. Vão circular umas 15, 20 mil pessoas por ali”, comentou.

28

O empresário Roberto Santos é lojista há cinco anos no Shopping RIO2. Ele conta que, quando soube da chegada do Shopping Open Mall, ficou interessado. “Eu acho aquele condomínio sensacional, os prédios são excelentes, a área é muito bonita e é realmente uma coisa de outro mundo”. Roberto acredita que o mercado de farmácia de manipulação cresce de forma acelerada em todo o mundo, principalmente no Brasil. “Eu estou muito empolgado, porque acho que vai ser sucesso total. É minha primeira loja de manipulação, e espero conseguir ter outras”.


A Lav & Cia é negócio de família, pais e filhos trabalhando e crescendo juntos. No dia da entrevista, só faltou o filho, Saulo Figueiredo. Para Carlos, a ideia de abrir a loja no shopping surgiu conversando com o pessoal da Carvalho Hosken mesmo. “Assim que soubemos que o shopping estava sendo projetado, mandamos uma proposta para ter a loja Lav & Cia dentro da Península”, disse ele. “Nós já trabalhamos com a Península desde o seu começo, panfletando nos condomínios. Depois, sempre através da Carvalho Hosken, ficávamos nos informando para saber quando iria abrir um comércio da Península”, afirmou Mônica. Para o casal, “a expectativa é que a gente consiga fazer um bom trabalho, crescer mais e mais e atender todos os clientes da Península. Porque a clientela é grande, o empreendimento é muito bem-feito, e devemos também seguir esse padrão”. “Confiamos no nosso serviço, temos já bastante cliente lá, e só facilita abrirmos essa loja por perto. A gente está querendo sempre crescer oferecendo um serviço melhor e com novas tecnologias”, concluiu Mônica. A empresa trouxe para o Brasil o sistema de lavagem a seco americano. É a única empresa carioca com tecnologia de pistola de ultrassom.

29


A VilAsecA oferece a você os melhores serviços para valorizar e conservar a sua obra de arte: da moldura mais apropriada até a maneira mais correta de pendurar seus quadros. Com duas lojas no Rio de Janeiro, na Barra e Leblon, somos especializados em restauração, iluminação, catalogação, seguro, avaliação, compra e venda de obras de arte e manutenção de coleções. São 42 anos de experiência marcados pela inovação e pela sensibilidade.

Temos um grande e variado mostruário de molduras, além das que desenhamos especialmente para nossos clientes. Nosso maior trunfo é a capacidade de materializar uma idéia através da criatividade.

Nossa loja no Casashopping, além do serviço de moldura, tem uma grande variedade de produtos como reproduções, gravuras, serigrafias, aquarelas, telas e fotografias,

a sua maioria

com o tema Rio de Janeiro, todos de excelentes profissionais de primeira qualidade.

30

Av. Ayrton Senna 2150, bloco G, loja G – Casashopping +55 21 2429-8116 – www.vilaseca.com.br


ASSAPE em Ação | Uso das Caçambas de Entulho

C

hoque de Ordem: caçambas de e

C

om a grande quantidade de empreendimentos recémlançados e ainda em fase de finalização na Península, as obras realizadas por moradores são incontáveis. Apesar de serem muitas, as obras devem seguir as normas estipuladas pelos residenciais e pela ASSAPE, principalmente quando o assunto são as caçambas de entulho. Quando posicionadas em lugares inapropriados, as caçambas atrapalham a passagem de pedestres, carrinhos de bebê e cadeira de rodas, e ainda colocam a integridade física dos pedestres em risco. Mas a ASSAPE detectou o problema e elaborou junto com a Comissão de Infraestrutura uma normativa para distribuir aos condomínios e ser colocada em prática. Segundo o Diretor Adjunto da ASSAPE, Eduardo Brito, o objetivo é “colocar esse documento para os condominios e exigir que seja cumprido; caso contrário, temos o dever de entrar em contato com a Comlurb, que fiscaliza o trabalho das empreiteiras, e comunicar”, explica. O prazo para essas caçambas permanecerem no local é de dois dias ou oito horas após chegarem ao seu limite.

Essa fiscalização fica a cargo da Comlurb, que controla o trabalho das empreiteiras. Além de serem colocadas em locais inapropriados, as caçambas costumam ser usadas além do seu limite, causando um transbordamento e, quando são retiradas, acabam deixando restos espalhados pelas ruas da Península. Por esse motivo, o diretor adjunto diz que a ASSAPE tem o dever de contatar a Comlurb. O recolhimento das caçambas realizado por caminhões também é de grande importância. “Eles só podem entrar após as 8h, mas costumam vir na parte da tarde, em horários menos movimentados, e não costumam nos atrapalhar em nada”, conta Eduardo. Para minimizar os transtornos causadospelascaçambas,anormativadedireitosedeveres informa como os condomínios devem agir. “Separamos vagas para as caçambas em frente aos condomínios, mas não as cercamos para não perdermos as vagas quando não houver obras. E quando houver obras, os condomínios nos avisam com dois dias de antecedência, e reservamos as vagas para uso exclusivo das caçambas”, conclui Eduardo.

“Antes, as caçambas ficavam em cima das calçadas; hoje, 99% já ocupam o lugar adequado.”

32


ntulho não são mais problemas

www.mkhomespa.com

Faça seu cadastro online até o dia 30 de abril e receba, em casa, seu cartão“Meu

Acesse o pré-site hoje e descubra as delícias desta novidade, que chega ao O2 Corporate & Offices muito em breve.

Spa”.

A forma mais rápida de ter todas as vantagens do cliente Vip.

Seja o primeiro a estar em nossa lista Vip. Você recebe massagens gratuitas, bônus na aquisição de pacotes, brindes especiais e muito mais.

Prepare-se para aproveitar!

miranda klein home.spa

33

A sofisticação do spa, no conforto da sua casa.


Península | Amor

Amor: a melhor terapia,

o me lhor re médio

Enfrentar o problema, buscar informação, empregar as melhores opções que a medicina moderna oferece, tudo isso é fundamental para o cuidado do portador do autismo. Acrescentando a essa receita o amor, a participação de pais e irmãos, avós, tios, amigos, o resultado é muito mais positivo. Essa rede de amor e cuidado faz a diferença. E a vida ganha novas cores, o mundo é azul.

: Jorge, Denise, Luciano, João Pedro, Keyla, Duda, Christiane, Gabriel, Ilton, Rogério e Arthur (na árvore)

Tudo azul O

sonho dos pais é sempre o mesmo. Formar famílias, ter f ilhos, educá-los, passar ensinamentos, vê-los crescer, amadurecer e começar as próprias famílias. Mas, às vezes, o destino reserva histórias diferentes para algumas pessoas. Os sonhos tomam outro caminho, e a

vida ganha uma nova realidade. São pais que têm crianças com uma condição diferente, especiais. E a lição de pais para filhos ganha nova conotação, e eles passam a aprender, e muito, com seus pequenos. Ilton Caruso e a esposa, Christiane, são pais do Gabriel,

“Você sente o chão se abrindo. Tudo aquilo que você planejou para o seu filho se torna uma grande interrogação, uma grande dúvida...”

35


Península | Amor

de quatro anos. Denise Fonseca e Luciano têm o João Pedro, com oito. Arthur, de seis anos, é filho da Keyla e do Rogério. Todos possuem a mesma história e foram unidos pela mesma situação: filhos autistas. Ao confirmar o diagnóstico, a reação de todos foi igual. Um choque inicial e mil perguntas para serem respondidas. Hoje, tentam ajudar pais que se descobrem com o problema e não sabem o que fazer, por meio da Mundo Azul, uma organização que procura informar e conscientizar sobre o autismo. Conforme eles contam, o primeiro momento é o mais difícil. Ouvir o diagnóstico e entender o que é o problema não é uma tarefa simples. “Você sente o chão se abrindo. Tudo aquilo que você planejou para o seu filho se torna uma grande interrogação, uma grande dúvida”, explica Luciano. Denise buscou informações pela internet e levou um grande golpe. “A resposta que obtive foi que era uma doença incapacitante. Isso machuca. Eu pensei que meu filho tinha acabado, que não poderia fazer mais nada”.

Gabriel e João Pedro

36

Para evitar que essas situações se repitam com outras pessoas, eles buscam expandir cada vez mais as ações da organização. O que para Ilton é um prazer. “É um desafio gostoso, levamos informação aonde não tem. Falamos para classes menores. É cansativo, mas a sensação de dever cumprido compensa”. Apesar do lado bom e de toda a positividade que eles enxergam, episódios ruins também acontecem. A falta de conhecimento sobre o autismo já fez com que todos eles passassem por momentos dolorosos. Christiane quis matricular Gabriel em uma escolinha de futebol. Mais uma tentativa de ajudar o filho na batalha diária contra a doença. “O professor não quis aceitar porque disse que ele atrapalharia o andamento das aulas. É muito triste você, como mãe, ouvir isso”. Após o incidente, ela procurou a escolinha da Península, e faz questão de ressaltar que foi muito bem recebida. “O professor Rosenberg falou que não tinha o menor problema em ter ele como aluno. Agora ele joga lá”.


Keyla e Arthur

Já o filho de Keyla, Arthur, teve problemas na própria escola. Estudando em um colégio comum, ele conta com a ajuda de uma mediadora escolar. Busca, dia após dia, ser apenas mais uma criança que estuda, brinca e se diverte com os amigos. Mas para fazer uma simples tarefa de um menino da sua idade, já precisou superar alguns obstáculos. “Uma vez a mediadora chegou atrasada, e a escola quis proibir que ele entrasse. Eu tentei conversar e mesmo assim não deixaram. A solução foi recorrer ao Ministério Público”, conta Keyla. Na vida deles, a mediadora tem papel fundamental. Cabe a ela trabalhar todos os aspectos que melhorem e facilitem a vida dos portadores da síndrome. Juliana Maia é psicóloga e psicopedagoga. Ela é a mediadora do Gabriel, e explica um pouco mais sobre o que realmente faz. “São muitas atribuições. Ensinamos a criança a participar, interagir, criar contato visual, utilizar os cumprimentos usuais, desviar das manias que ela possa ter”. Além dessas, Juliana trabalha em cima de diversas situações que melhorem e mudem o convívio social da criança. Mas as mudanças não ocorrem apenas no dia a dia. A convivência com alguém diferente, que sofre preconceitos e olhares tortos por atitudes não convencionais, também muda a cabeça dos pais. “Hoje em dia eu olho pessoas com deficiência física, mental, ou qualquer tipo de problema, de outra forma. O meu filho me mudou para melhor. Eu tento me colocar no lugar delas e imaginar que dificuldades elas enfrentam no cotidiano”, afirma Ilton. E não são somente os pais que passam por mudanças. Os irmãos também sofrem alterações na rotina e maneira de pensar. “Tem que ter mais cuidado, prestar atenção e saber lidar. Tem que ser mais superprotetor”, garante Jorge, de 13 anos, irmão de João Pedro. Para Duda, irmã de Gabriel, o relacionamento com o irmão precisa ser normal. “Eu brigo, dou bronca, trato ele como uma criança normal, porque é isso que ele é”. Duda, inclusive, passa informações aos amigos sobre a síndrome, para que todos saibam do que se trata. A reação dos irmãos gera mais orgulho ainda nos pais. Ter a certeza de que há mais uma forma de apoio pode ser o alívio quanto ao futuro. “Eu observei muito que aflorou mais responsabilidade no Jorge, mesmo que a gente não cobre. No futuro, temos a certeza de que ele vai cuidar do irmão”, garante Denise. Para Keyla, caso seja necessário, o futuro de Arthur também terá apoio da família, mas como é filho único, será por meio de outros laços. “Minha família sempre foi muito unida, muito forte. Então, se um dia não pudermos mais ajudar, ele terá primos

37


Península | Amor

e outros familiares para apoiá-lo”. Mas o apoio e cuidado não precisam vir somente do lado familiar. Com poucos profissionais que sejam especialistas no mercado, os pais fazem um apelo. “O mundo do autismo é muito grande e pequeno ao mesmo tempo. Você tem poucas opções, mas isso não quer dizer que novos profissionais não possam surgir”, fala Denise. Para se ter uma ideia, as crianças precisam de psicóloga, psiquiatra ou neurologista, psicopedagoga, fonoaudióloga e terapia ocupacional. Com tantas dificuldades e preocupações, seria natural que pais com filhos nessas condições desejassem ter filhos sem autismo. Mas para eles, os filhos são verdadeiras dádivas. “O autismo faz parte dele, e eu tenho que amar o autismo também, porque eu amo meu filho”, enfatiza Keyla. Para Christiane, o filho é mais que especial. “Eu tinha uma doença incapacitante nas costas, e me falaram Jorge, João Pedro, Arthur, Duda e Gabriel

38

que seria muito difícil ter outro filho. A gravidez foi uma surpresa. E quando ele nasceu, eu vi que era forte o suficiente para superar muitas coisas que não imaginava”. Denise completa dando a exata noção do que as crianças representam. “Perfeição é relativo. Para mim, meu filho é perfeito”. Com exemplos desse tipo, podemos perceber que o autismo inspira cuidados, mas também é capaz de mudar a vida e a cabeça de muita gente de maneira positiva. Se a sociedade diz que eles são diferentes, eles fazem questão de mostrar que são, mas para melhor. No primeiro contato com o diagnóstico, as nuvens aparecem, e tudo é escuridão. Mas quando a poeira baixa, e o entendimento e a aceitação chegam, todo mundo vê que o mundo, na verdade, é mesmo azul.


ASSAPE em Ação | Conheça o Estatuto

Q

ual a importância de o mor ador entender o Estatuto?

N

a edição passada, começamos a apresentar o Estatuto da Península, um documento que regulamenta o trabalho da ASSAPE, garantindo assim legalidade e transparência nas ações. Apresentamos, agora, o Capítulo III.


ASSAPE em Ação | Conheça o Estatuto

CAPÍTULO lll Do Quadro Social, Patrimônio e Manutenção Artigo 5o- O patrimônio da Associação será Artigo 4o- São associados todos os formado pelas contribuições e doações

proprietários ou promissários compradores de lotes e unidades residenciais ou comerciais integrantes dos PAL’s originais 38.961 e 45.209, situados na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, e outros resultantes de processos de unificação, remembramento ou desmembramento de lotes dos mesmos PAL’s, que manifestaram seu interesse no ingresso na Associação no pertinente instrumento de aquisição ou compromisso de aquisição dos lotes e/ou unidades residenciais e comerciais, assim como os incorporadores de empreendimentos, mesmo que não tenham título de promissários compradores.

40

em moeda, bens móveis ou imóveis, que lhe sejam feitas por seus associados ou por terceiros, assim como pelos bens que a Associação vier a adquirir, mediante aprovação em Assembleia. Artigo 6o - A sede da Associação, os serviços e despesas a que se refere o artigo 3o serão mantidos pelas contribuições ordinárias dos associados, na forma deste estatuto.


C

alendário de reunião de Coordenadores Setoriais

Setor

Dia

Local

Eventos/Cultura Transporte

Toda última segunda-feira de cada mês

Font Vieille

Toda última segunda-feira de cada mês

ASSAPE

Esporte

Toda última terça-feira de cada mês

Font Vieille

Infraestrutura

Toda última quarta-feira de cada mês

ASSAPE

Meio Ambiente

Toda última terça-feira de cada mês

ASSAPE

Comunicação/Segurança*

Toda última quinta-feira de cada mês

ASSAPE /Font Vieille*

*

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO De seg. a sex.: 8h às 19h (não fechamos para almoço) Sáb., dom. e feriados: 8h às 19h (fechado p/ almoço das 12h30 às 14h) Tel.: 3325-0342

www.peninsulanet.com.br


Porta-Retrato | Vivendo a Vida

O que faz você feliz? P

ode até parecer slogan de comercial, mas é a cara da Península. Neste oásis encravado na Barra da Tijuca, a vida tem outro timing, que foge completamente ao trânsito de um grande bairro e a correria do dia a dia. Nesses 780 mil m2, famílias, amigos, jovens, crianças, adultos desfrutam a natureza, o esporte, a convivência leve e feliz com o espaço onde moram.

Ricardo Szmukler, que é morador do Excellence e está em recuperação de uma pequena lesão, faz caminhadas leves na trilha e comenta com alegria: “Isto aqui é espetacular”.

Danilo Cunha, no centro da foto, aproveitou o dia de sol para convidar os amigos para uma partidinha de tênis. Ele, que mora no Bernini, disse que depois do jogo ainda fazem um churrasco. “Ter uma estrutura como esta é muito vantajoso, por não precisar pagar um clube”, exaltou.

Bater uma bolinha, pedalar pelas alamedas, simplesmente se sentir livre onde moram. Na Península, a criançada corre solta, feliz e em segurança, Como estes dois: Guilherme Ritto, morador do Via Privilège, e Victor Erruas, do Saint Martin, que comentou: “Eu gosto muito da trilha também porque lá tem animais e plantas frutíferas. É bem legal”.


Cleber Barros, do Saint Martin, e Soriano Veto, do Excelence, são os donos da bola. Segundo a dupla, o grupo se reúne todo final de semana para bater uma bolinha. “Isto aqui é maravilhoso, antes eu morava na Tijuca e ia pro Leme jogar vôlei. Hoje desço do elevador e já estou na quadra”, comentou Cleber.

Piquenique tem gosto de festa, de alegria, de carinho bom. Olha que momento mais gostoso de mãe e filha. É a Maria Izabel com a filha, Sofia. Há seis meses morando no Quintas, as duas se divertem muito e exploram cada recanto. A mãe contou que escolheu o bairro para desfrutar e oferecer à família mais qualidade de vida.


DELIV

Anuncie aqui 2 1 347 1- 6799


VERY

23


ANUNCIO Apsa


48

issu_peninsula_ed.33  

Revista Península Ed.33

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you