Issuu on Google+

Ano III - Nº 30 - Janeiro de 2012

Nossos craques

EDIÇÃO DIGITAL | www.peninsulanet.com.br

Rumo ao Mundialito

Shopping Península

Charme, bom gosto e novo conceito


O maior shopping de decoração das Américas está em liquidação. Você não pode perder.

Av. Ayrton Senna, 2.150 - Barra da Tijuca - casashopping.com


3


Editorial | Expediente

Presidente Carlos Felipe Andrade de Carvalho Vice-Presidente Carlos Gustavo Ribeiro Diretor-Geral Joelcio Candido www.peninsulanet.com.br revistapeninsula@peninsulanet.com.br (21) 3325-0342 Revista Península é uma publicação

Ahh, o verão...

O

verão é muito mais que uma estação do ano, é um estado de espírito para muita gente. É como se a alegria estivesse no ar, de forma contagiante. A vontade é de usar pouca roupa, passar o dia na praia ou piscina, encontrar com os amigos no fim da tarde para aquele papo leve. Quem ama o verão é meio cigarra. Sensação total de férias, relaxamento é a ordem, diversão total. E aqui na Península, esse calor é convite para aproveitar as áreas externas: caminhar, pedalar, fazer aquele churrasquinho, aproveitar a trilha, enfim, viver esses 780 mil metros quadrados com a energia da estação. E 2012 começa assim, temperatura alta, astral também, e a disposição do novo, do belo, da esperança. Portanto, imprima nesses primeiros dias do ano o desejo de manter quente a paz, a alegria, de buscar novos caminhos, de construir, de dar forma aos seus sonhos e os mais íntimos desejos de paz e prosperidade. Península 40 graus é vibração e energia boa para o ano que se inicia. É poder brincar, ser criança, se refrescar neste oásis, estar de bem com a vida.

Diretor-Executivo Paulo Roberto Mesquita Diretora Administrativa Rebeca Maia Assistente Administrativa Isabela Corrêa Comercial Victor Bakker | victor@utilcd.com.br (21) 7898-7623 Dir. Criação e Editora Responsável Tereza Dalmacio | terezadalmacio@utilcd.com.br Repórter Leandro Lainetti | leandro@utilcd.com.br Colaborador Cristiano Kubis | cristiano@utilcd.com.br Fotografia Juliana Castro Produção Camila Alves Revisão Tatiana Lopes Direção de Arte Riane Tovar Diagramação e Direção de Arte Sebá Tapajós

4

Avenida Armando Lombardi, 800, sala 238 Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – RJ CEP: 22640-906 contato@utilcd.com.br utilcomunicacao.blogspot.com (21) 3471-6799


Telefones úteis ABAM 2232-4580

CEG 0800-0247766

Folha Dirigida 3233-6340

Embratel 103 21

Aeroporto Internacional 3398-5050

Central de Atend. da Prefeitura: 1746

Guarda Municipal da Barra 0800-0211532

TIM 0800-741-4100

Aeroporto de Jacarepaguá 2432-7070

Correios Via Parque Shopping: 2421-1548

Polícia Civil 2332-9751 / 2332-9844

NET 4004-8844

Defesa Civil do RJ 199

Polícia Federal 194

SKY 4004-2884

Ambulância – Serviço de Remoção de Doentes 192

DETRAN 3460-4042

Polícia Militar 190

TVA 2223-6399

DETRAN – Habilitação 3460-4041

Polícia Rodoviária Estadual 3503-9000

TV VIA Embratel 106 99

Bombeiros (CBMERJ) 193

DETRAN – Disque Vistoria 3460-4040

Receita Federal 3805-2305

Bovespa (11) 3272-7373

Disque Denúncia 2253-1177

Oi 103 31

Aeroporto Santos Dumont 3814-7070 Água e Esgoto 0800-2821195 / 2332-9058

6


Sumรกrio 10

PORTA-RETRATO

12

MUNDO LEGAL, VARANDAS

16

NOSSA CASA

24 34

MUNDIALITO

PAPAI NOEL CHEGOU


Corra,

Inscrições até 13/01

vem aí mais uma

Colônia de Férias Península!

www.peninsulanet.com.br 3325 0342 Inscrições na Tenda montada em frente a assape


Porta-Retrato | A Garotada

Pedalar, palavra de ordem A

Península é conhecida pela tranquilidade. Passear por ruas e parques é um proesportes. Tudo isso ganha proporções ainda mais especiais com o grande espaço andar de bicicleta, entre muitas atividades possíveis. A Península é sempre assim:

O Marcos André Alves é morador do Atmosfera. Ele desce todo dia, às 9 horas, para andar de bicicleta. Pedalando até cansar, ele passeia por toda a Península várias vezes e depois volta para casa. “Ando sozinho e, às vezes, na companhia dos meus amigos. Aqui tem um espaço grande e dá para conhecer outros lugares”.

10

Eduarda Baldança é moradora do Fit. Ela desce quase todos os dias para andar de bicicleta acompanhada pelo papai. Mas como ele estava trabalhando, a mamãe, Josiane Baldança, foi quem a acompanhou. “Eu gosto do espaço, tem o parquinho e dá pra fazer exercícios”.

As amigas Caroline Tassi, Julia Mello e Ana Paula Faria acham muito divertido praticar o esporte juntas. Moradoras do Via Bella, elas sempre descem quando não há o que fazer em casa. “Eu prefiro andar de skate”, garantiu Caroline. “Aqui é gigante, tem muito espaço”, falou Julia.


grama para lá de agradável. O contato com a natureza, com os amigos, a prática de que o condomínio possui. E é aqui, neste ambiente incrível, que os moradores adoram oferece o maior lazer para todos, com conforto e segurança. Túlio Rocha também é morador do Evidence. “É legal, aqui tem bastante natureza, a trilha é o lugar mais legal para andar”. Ele anda de bicicleta todos os dias e adora praticar o esporte.

Outro morador do Evidence que adora dar umas pedaladas é o Caio Augusto. “Eu tento andar todo dia. Só não desço quando preciso estudar”. Ele contou que prefere andar à tarde, mas que nas férias vai pedalar o dia todo, inclusive à noite.

Morador do Evidence, o Heitor Martins só não anda de bicicleta quando está jogando bola. Mas ele sempre pratica, pelo menos, um dos esportes todos os dias. “Aqui tem muito espaço para andar, é ‘maneiro’”, falou Heitor, antes de sair pedalando pela Península.

11


Mundo Legal | Varandas

A

favor da proteção

N

o dia 1° de dezembro, foi realizada Audiência Pública na Câmara Municipal do Rio de Janeiro (CMRJ) sobre o fechamento de varandas, um anseio dos moradores da Barra da Tijuca. Os componentes da mesa foram o presidente da CMRJ, vereador Jorge Felippe (PMDB), o vereador Carlo Caiado (DEM) e o presidente da Câmara Comunitária da Barra da Tijuca (CCBT), Delair Dumbrosck. Outros vereadores também marcaram presença. Tio Carlos (DEM) e Andrea Gouvea (PSDB) estavam entre eles. O presidente da CMRJ, vereador Jorge Felippe, começou explicando a importância da Audiência Pública. “Nossa intenção é dar voz e oportunida-

Vereador Jorge Felippe

de aos moradores da região da Barra que pretendem fechar suas varandas como forma de proteção”. Ele salientou que é necessário um debate entre todos os vereadores para achar uma alternativa que atenda ao interesse de todas as partes envolvidas. Em seguida, o presidente da CCBT, Delair Dumbrosck, continuou a sessão fazendo uma breve defesa do fechamento das varandas sem o aumento de taxas como o IPTU, por exemplo. “Precisamos de uma legislação específica para varandas. O fechamento é só para proteger de ventos, chuvas e outras intempéries. Uma coisa é ampliar a área do apartamento, outra é só fechar a varanda para proteção”. Ele também agradeceu

ao vereador Jorge Felippe pela oportunidade de discutir a questão. Criador do Projeto de Lei Complementar n° 10/2005, que trata da regulamentação do fechamento de varandas, o vereador Carlo Caiado foi outro que apoiou o desejo dos moradores. “Lógico que eu sou a favor, mas acho que precisamos criar Vereador Carlo Caiado uma padronização para não virar bagunça”. A vereadora Andrea Gouvea e o vereador Tio Carlos também discursaram em prol dos moradores. No fim, o vereador Jorge Felippe se comprometeu em resolver a questão o mais rápido possível.

12

Delair Dumbrosck


A VilAsecA oferece a você os melhores serviços para valorizar e conservar a sua obra de arte: da moldura mais apropriada até a maneira mais correta de pendurar seus quadros. Aproveite a nossa liquidação dos dias 05/01 até o dia 26/02 Com

duas lojas no Rio de

Janeiro, na Barra e Leblon, somos especializados em restauração, iluminação, catalogação, seguro, avaliação, compra e venda de obras de arte e manutenção de coleções. São 42 anos de experiência marcados pela inovação e pela sensibilidade.

Temos um grande e variado mostruário de molduras, além das que desenhamos especialmente para nossos clientes. Nosso maior trunfo é a capacidade de materializar uma idéia através da criatividade.

Nossa

loja no Casashopping, além do serviço de moldura, tem

uma grande variedade de produtos como reproduções, gravuras, serigrafias, aquarelas, telas e fotografias,

o tema Rio de Janeiro,

a sua maioria com

todos de excelentes profissionais de

primeira qualidade.

13

Av. Ayrton Senna 2150, bloco G, loja G | Casashopping | +55 21 2429-8116 | www.vilaseca.com.br


Mundo Legal | Tráfego Aéreo

T

ráfego aéreo na barra da tijuca Deputado Xandrinho, Deputado Marcelo Simão, Marília Cavalcanti, Deputado Átila Nunes e Delair Dumbrosck

13 de dezembro, aconteceu AudiênNRioociadediaPública na Assembleia Legislativa do Janeiro para discutir o problema do

tráfego aéreo na Barra da Tijuca, oriundo do Aeroporto de Jacarepaguá. A mesa contou com a participação dos Deputados Estaduais Átila Nunes, Marcelo Simão e Xandrinho, com a superintendente do Aeroporto de Jacarepaguá, Maria Lucia Rocco, e com o diretor do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Carlos Fontenele. Representantes de diversos condomínios da região marcaram

14

presença, além do presidente da Câmara Comunitária da Barra da Tijuca (CCBT), Delair Dumbrosck. Como não poderia deixar de ser, a Península também esteve lá, representada pela coordenadora da Comissão de Meio Ambiente e síndica do Green Lake e Green Garden, Marília Cavalcanti. A principal reclamação dos moradores da Barra é quanto aos riscos de acidentes e barulhos causados pelas aeronaves. “Já fomos a Brasília, na Infraero, para discutir esses problemas. Precisa ser feita uma análise para saber se o aeroporto


é o local ideal para as aeronaves. E essa discussão tem que passar pela sociedade”, afirmou Delair. Quem faz coro com o presidente da CCBT é Marília Cavalcanti. Ela conta que os helicópteros passam muito perto dos prédios da Península. “Enquanto o problema não se resolve, eles continuam fazendo isso. Por que eles não mantêm a distância estabelecida pela lei? Sem contar que, às 5h30 da manhã, já começa o barulho, é um absurdo”. Funcionário de uma empresa de acústica, Marcelo Fontana se pronunciou para mostrar uma visão

mais técnica da situação. “O que pode ser feito é criar algumas regras e procedimentos para diminuir os ruídos. E monitorar esses pontos para haver controle”. O diretor do Inea, Carlos Fontenele, garantiu que jamais será a favor de situações que prejudiquem a coletividade. Aproveitou também para detalhar o trabalho de fiscalização que foi feito no Santos Dumont e que também poderá ser feito no Aeroporto de Jacarepaguá. O Deputado Xandrinho foi mais um a apoiar a reclamação dos moradores. “A Barra tem um crescimento espantoso. Realmente é necessário um aeroporto, mas ninguém gosta de acordar com susto e barulho”. Ele ressaltou que o ideal é que o aeroporto seja capaz de atender a demanda sem prejudicar os moradores da região. “Precisa ter uma estrutura de verdade, e não essa de brincadeira”, concluiu.


Perfil | Via Bella

N

ossa Casa

Nesta edição, apresentamos mais um condomínio. Atualmente são 24. Conheça as características mais marcantes, a estrutura, o perfil daquele espaço. E damos sequência traçando raio X do Via Bella. Portanto, entre e conheça mais um espaço privilegiado na Península.

O

Via Bella está localizado em uma excelente área da Península. Perto de uma das entradas e do Green Park, tem o acesso facilitado e diversão a poucos metros de distância. O Nossa Casa foi visitar o prédio e saber um pouco mais desse empreendi-

“Desligamos nossa ETE, e, no local, pretendo fazer captação de água das chuvas para lavar área externa e garagem e regar o jardim.” mento que é administrado pelo Walter Bonates desde fevereiro de 2011. Além de síndico, ele é Coordenador de Segurança da Península e Conselheiro.

O Via Bella conta com 256 apartamentos, divididos em dois blocos. São aproximadamente 700 moradores. Um desafio e tanto, mas que é muito bem realizado. “Eu tenho uma equipe muito boa. Supervisores, assistentes e os Conselhos Financeiro, de Obras e Jurídico, por exemplo”. Os conselhos, aliás, são formados por moradores do edifício, como explica Walter. “Tudo que precisamos resolver de grande, nós sentamos, conversamos e procuramos chegar à melhor solução para todos”. Além de toda essa organização, o prédio também conta com boa

16


estrutura e atrativos. “Temos salão de festa, espaço Zen, Gourmet, um SPA com sauna seca e a vapor, piscina térmica coberta e uma academia”, aponta o síndico, acrescentando que, em janeiro, começarão aulas de judô infantil e jiu-jitsu adulto na academia. Walter sempre busca melhorias para o espaço. “Estamos fazendo uma guarita na entrada para melhorar o acesso”. Como toda a Península, o Via Bella também tem suas preocupações com o meio ambiente. “Desligamos nossa ETE, e, no local, pretendo fazer captação de água das chuvas para lavar área externa e garagem e regar o jardim”. Um dos poucos problemas é a participação dos moradores. Walter comenta que é importante ter a participação de todos nos eventos do prédio. “Fazemos eventos. Queijos e Vinhos, duas festas de Réveillon, churrasco, tudo isso pra unir o pessoal, mas a gente vem enfrentando uma grande dificuldade nesse sentido”. Para concluir, Walter ressaltou o bom clima do Via Bella. “São muitos moradores, mas a maioria está com a gente. Praticamente não existe problema”, finalizou.

17


Dicas | Saúde da Mulher

G

18

rávida, cuidando bem do corpo A

gravidez é um período fascinante, em que a mulher experimenta a alegria pela vinda de um bebê e, ao mesmo tempo, acompanha as mudanças constantes em seu corpo. Essas mudanças, muitas vezes, irão exigir adaptações de músculos, tendões, articulações e todo o sistema musculoesquelético para abrigar o bebê durante 9 meses e permitir o seu total desenvolvimento. É comum o surgimento de dores e desconfortos em algumas regiões do corpo, como as articula-

ções das vértebras lombares, a articulação do sacro e dos quadris. Essas regiões podem tornar-se muito sensíveis por alguma compressão neural ou pelo próprio “alargamento” que existe nas articulações para permitir o crescimento uterino. Ainda nos primeiros meses, o crescimento das mamas pode provocar um excesso de tensão nos ombros e no pescoço, facilitando uma postura em cifose. Nesse sentido, é aconselhável incluir ou adaptar uma rotina de exercícios e alongamentos para trazer mais conforto à gravidez e ao parto. Movimentos suaves, controlados, associados à respiração promovem o bem-estar necessário ao corpo da mulher nessa etapa. Um ambiente tranquilo e acolhedor para a prática do pilates favorece a concentração da gestante na realização dos movimentos, contribuindo para uma maior consciência corporal e, por consequência, menos dores, uma melhor postura e um corpo mais


forte e preparado para o momento do parto e pósparto. Alguns músculos são priorizados no trabalho com gestantes. O abdômen exerce papel fundamental na redução da sobrecarga lombar, proporcionando maior apoio das vísceras e melhor estabilidade da

coluna lombar e gera mais espaço para o desenvolvimento do bebê. O assoalho pélvico – conjunto de músculos que cobrem o fundo da pelve óssea – é essencial para o momento do parto e auxilia no retorno das vísceras após a saída do bebê, juntamente com o abdômen. Os exercícios do pilates irão trabalhar especificamente na força e flexibilidade desses músculos, permitindo que esses músculos se estirem e relaxem durante o parto. Essa combinação torna a experiência do parto (normal ou cesárea) mais confortável. Com seu enfoque cuidadosamente controlado, o método pode aliviar ainda o desconforto vindo do aumento do peso corporal e do inchaço nas pernas pela dificuldade na circulação sanguínea. Muitos exercícios para a ativação das panturrilhas e de todo o grupamento de membros inferiores são realizados. São muitos os benefícios da prática do pilates durante a gestação, e essa pode ser uma oportunidade perfeita para fazer mudanças benéficas na sua vida. Outras informações: www.espacozao.com

19


Península | Shopping

Um novo conceito

O

Península Open Mall já é realidade. As obras do shopping caminham e, em menos de um ano, os moradores terão mais um espaço pensado e planejado para quem vive aqui. O morador da Península vai conhecer um novo conceito de shopping. Um espaço refinado e acolhedor, que servirá para estreitar ainda mais os laços de amizade entre as famílias e amigos. Serviços, produtos e ponto de encontro. Sabe aquela sensação de encontro de esquina, aquele ponto comum onde vizinhos trocam ideias, batem papo e se

20

veem todos os dias? É isso, um resgate da boa e velha vizinhança, com o toque do novo, do moderno, do plugado. Tudo num só lugar, na “esquina” da sua casa. Centro de estética corporal e de saúde, cursos, farmácia, pet shop, cabeleireiros, livraria, papelaria, lotérica, caixas eletrônicos, minimercado, com uma gama de produtos para você e sua família. Carnes, padaria, hortifruti, bebidas, enfim, tudo aquilo de que você precisa no seu dia a dia. Outro atrativo do Península Mall será a rica gastronomia. Cafés, sorvetes, sucos, sanduíches,


de shopping queijos e vinhos, pizzas, crepes, comida oriental, uma imensa quantidade de opções que estará a sua disposição. Península Open Mall, shopping de conveniência, sim, mas com muito mais charme e bom gosto. Serão 38 espaços comerciais e uma grande praça central de convivência e confraternização, local adequado para um happy hour ao entardecer, para encontrar os amigos e fazer novos, enfim, tudo para facilitar a vida das famílias da Península. Para completar, os serviços de delivery não deixarão o morador na mão. Em

qualquer necessidade, pedidos poderão ser feitos e entregues nos apartamentos. E, para a garotada, bela novidade. Haverá loja de reparos e manutenção de bicicletas, além da venda e instalação de acessórios. Enfim, o Península Open Mall virá para somar com a qualidade e excelência da Península. Aqui, essa soma se multiplicará em mais conforto, lazer, descontração e muito estilo.

21


C

alendário de reunião de Coordenadores Setoriais

Setor

Dia

Local

Eventos/Cultura Transporte

Toda última segunda-feira de cada mês

Font Vieille

Toda última segunda-feira de cada mês

ASSAPE

Esporte

Toda última terça-feira de cada mês

Font Vieille

Infraestrutura

Toda última quarta-feira de cada mês

ASSAPE

Meio Ambiente

Toda última terça-feira de cada mês

ASSAPE

Comunicação/Segurança*

Toda última quinta-feira de cada mês

ASSAPE /Font Vieille*

*

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO De seg. a sex.: 8h às 19h (não fechamos para almoço) Sáb., dom. e feriados: 8h às 19h (fechado p/ almoço das 12h30 às 14h) Tel.: 3325-0342

22

www.peninsulanet.com.br


Península | Mundialito

N

24

ova geração de craques

J

ogar futebol e participar de competições importantes é o sonho de todo menino. Realizar esses desejos nem sempre é fácil. Mas com força de vontade, ajuda dos pais e, claro, muito talento, alguns conseguem chegar lá. Como é o caso de Felipe Paim, Lucca Senna e Tiago Guimarães. Os dois primeiros são moradores do Atmosfera, e o último reside no Life. Eles vão participar do mundialito, da categoria sub-10, que acontecerá em março de 2012, na Espanha e Portugal. Orgulho dos pais, os três impressionam pelo estilo e força com que batem na bola. Parecem até gente grande. A história é simples e parecida. Todos começaram jogando desde pequenos, na sala de casa. Percebendo o potencial, os pais

levaram para escolinhas. O destino tratou de unir os futuros craques e amigos. Lucca se mudou para a Península e passou a frequentar a escolinha da Rio Sport Center Gonçalves. Felipe veio em seguida e, levado pelo pai de Lucca, Ricardo Senna, foi para a mesma instituição. O mesmo caminho tomado por Tiago. Eles já participaram de seis torneios e venceram cinco nos últimos dois anos. Mas enfrentar grandes clubes como Real Madrid, Barcelona, Vasco, Benfica, entre muitos outros, pode assustar os meninos. José Paim, pai de Felipe, até acredita que sim. “Eles podem ficar nervosos, mas vamos estar ali para apoiar. No momento bom e no momento ruim também”. Ricardo vai ao encontro das palavras de José. “Eles já têm uma certa experiência, e a gente trabalha a cabeça deles. Eles são a surpresa, não precisam ter essa pressão em cima”. Com pressão ou sem, os três meninos se mostram tranquilos e ansiosos para aprender novas habilidades no campeonato. “Vamos conhecer outros times, bons times, mas queremos ganhar”, disse o zagueirão Tiago, que acha a velocidade a principal característica dele. Felipe, que é meio-campo e driblador, vai um pouco além do amigo. “Quero aprender novas maneiras de chutar, trabalhar a bola, pensar mais rápido, se possível, até saber o que o adversário vai fazer”. A visão de jogo de Lucca, principal atributo do meiocampista, é capaz de enxergar espaços dentro de campo para enfiar a bola para os companheiros. Mas não pode ver o futuro. “Quero ganhar e fazer gols, mas não podemos prome-


25


Península | Mundialito

ter o título”. Discurso apoiado pelo pai. “O importante é chegar lá e fazer bonito, já vamos ficar orgulhosos assim”, disse Ricardo. A idolatria por Neymar é unânime entre os três, que não pensaram duas vezes em responder o nome do jovem craque como ídolo. E se o futebol já parece de gente grande, basta um movimento para saber que todos ainda são crianças. Ao ouvirem o barulho de uma embalagem de biscoito sendo aberta, todos viraram para trás e esqueceram a entrevista. Mas tudo bem. O que eles não conseguem esquecer é o campeonato que os espera. Afinal, o futuro dos craques é logo ali.

26


Barra | Metrô

A

lternativa para solucionar o trânsito de 2014 e as Olimpíadas de 2016 esAdeCopa tão causando mudanças por toda a cidado Rio de Janeiro. São diversas obras para melhorar a infraestrutura da Cidade Maravilhosa. Uma delas é a Linha 4 do metrô, que vai ligar os bairros da Barra, São Conrado e Gávea. A construção está orçada em 390 milhões de reais. As obras foram iniciadas em

27


Barra | Metrô

2010 e têm previsão de conclusão para 2015. A Linha 4 é uma reivindicação antiga da população, que anseia por uma melhoria no trânsito que passa entre a Barra e a Zona Sul. O trecho entre o Jardim Oceânico e o centro da cidade deverá ser feito em 34 minutos. O metrô é visto como a única saída para o caótico tráfego local. Claro que alguns transtornos são necessários, como a interdição de algumas faixas na Avenida Armando Lombardi, principal trecho das obras, mas tudo isso será recompensado mais à frente, com a finalização do projeto e melhoria da situação. Uma das grandes preocupações, principalmente dos órgãos de meio ambiente, é com a fauna e flora locais, tendo em vista a diversidade de espécies existentes pelo caminho. O engenheiro explicou que todas as preocupações estão sendo observadas, e as precauções estão sendo tomadas. “Estamos retirando algumas plantas daqui e levando para o Jardim Botânico. Quando tudo estiver pronto, elas serão trazidas de volta para os lugares de origem”, informou. Como o túnel está sendo escavado no maciço da Gávea, surgem dúvidas quanto à ocorrência de deslizamentos. Por isso, é importante conhecer alguns pontos das obras. Segundo Marco Antônio, a

28

encosta localizada no trecho da Barra possui muitos talos. “São árvores que podem se soltar e causar alguns deslizamentos, o que poderia gerar acidentes e interromper o bom ritmo das obras”. Esse tipo de cuidado já foi tomado no trecho de São Conrado, devido a um histórico de acidentes na região.


Península | É Festa

B

om gosto e descontração

A

soma do bom gosto e da descontração resultou numa noite de grande sucesso no Jantar de Confraternização da Península, ocorrido no Font Vieille, em dezembro. Charmoso, elegante e com bela ornamentação, o local estava aconchegante para os moradores que compareceram. O evento teve de tudo: banda tocando jazz e bossa nova, aniversariante comemorando a data no jantar, um bufê fantástico sob o comando do Chef Roland Villard, que assina o cardápio do restaurante Le Pré Catelan, e da convidada dele, Ana Florião. A festa também contou com a presença de um DJ, que colocou todo mundo para dançar na pista. A organização ficou por conta da Comissão de Eventos e foi prestigiada por diversos coordenadores da Península, que aproveitaram para falar sobre as atividades das outras comissões. Um encontro entre todos e para todos, que só a Península é capaz de proporcionar.

Roland Villard e Ana Florião

29


Tomas e Miriam Pelosi são moradores do Bernini. “A festa está muito bacana, a arrumação está legal. É uma oportunidade para conhecer os vizinhos e novos amigos”. O André Colombo e a Marina Luna têm uma história interessante. Além de moradores do Style, eles possuem uma cobertura na Península. “Nós queríamos morar em uma casa porque gostamos de espaço. Visitamos vários locais, mas nenhum se equiparava à estrutura que a Península consegue oferecer”. Na festa, o casal destacou o bufê e a oportunidade de conhecer outros moradores. Outros coordenadores que estavam presentes eram Cláudio e Elisabeth Moraes. “Está tudo muito bacana – o bufê, a música. Mas nada é melhor do que essa integração entre todos”. Membro da Comissão de Eventos, Elisabeth destacou que a ideia é esta: aproximar cada vez mais os moradores.

30

Conselheiro do Privilège e Coordenador de Transportes, Marcelo Gomes foi ao evento junto com a esposa, Jaqueline Wisnescky. “O transporte é uma necessidade fundamental. Nossa população é crescente e precisa ter qualidade, com baixo custo, no serviço de transporte”. Jaqueline aproveitou para destacar o momento de confraternização.


Mais um coordenador que estava no local era Ronaldo Youle, da Comissão de Cultura. Responsável por levar a banda, ele falou sobre a importância de valorizar a música brasileira. “Depois de 50 anos, a gente percebe que não existiu um movimento mais importante do que a bossa nova. E a festa é um conjunto de sucessos. A comida está excelente, a organização e as músicas também”.

A paisagista da Carvalho Hosken, Ana Carvalho, também compareceu. Ela aproveitou o intervalo para o jantar e falou sobre a preocupação em fazer da Península um condomínio ecológico. “Aqui é um oásis no meio da selva de pedra. Desde o desenvolvimento, nós temos essa preocupação. Aqui tem espaço para todos, inclusive para os animais”.

Morador do Atmosfera, Jorge Rosa resolveu comemorar os 58 anos na festa, junto dos amigos e familiares. “Aqui tem um ótimo astral. A ASSAPE e o pessoal da comissão estão de parabéns. Precisamos sempre de festas como estas”.

Walter Bonates é conselheiro do Via Bella e Coordenador de Segurança. Ele e a esposa, Teresa, estavam adorando a festa. “A Península é um lugar para agregar. Vou a todos os eventos e sempre vejo esse clima”. Ele ainda falou sobre o trabalho de coordenação. “Está tudo bem, estamos analisando a necessidade de mudanças ou não. A tendência é controlar mais o acesso para evitar qualquer problema”.

31


Península | É Festa

Jade Seba é moradora do San Martin. Ela foi acompanhada pela amiga Poliana Aleixo, que adorou a festa. “A decoração está linda. Gostei do DJ e da comida, que estava muito saborosa. O serviço também estava bom, não faltou nada”, comentou Poliana. Elas aproveitaram a oportunidade para tirar fotos com o chef Roland Villard e a coordenadora da Comissão de Eventos, Alessandra Seba.

32


Encontro de amigos, alegria e descontração, a soma perfeita para uma noite prá lá de especial.

33


Península | Clima de Natal toma conta da Península

P

34

apai Noel chegou

N

atal é tempo de paz, alegria, celebração. E não há lugar melhor do que a Península para reunir tudo isso em um mesmo evento. A Festa de Natal ocorreu em clima de total tranquilidade. Apesar da forte chuva que caiu pouco antes do início da comemoração, os moradores compareceram em grande número, fato ressaltado por Elisabeth Moraes, membro da Comissão de Eventos. “Mesmo com as dificuldades, as pessoas entendem e vêm prestigiar. Esse é o espírito da Península. E não podemos deixar de agradecer ao pessoal da ASSAPE. Sem eles, nada seria possível.” As famílias presentes aproveitaram o espaço e todas as opções oferecidas. Guloseimas como cachorro-quente, pipoca, refrigerante e algodãodoce foram distribuídas para os convidados. Além dessas delícias, diversos brinquedos estavam à disposição da garotada. Os sucessos foram o pulapula e o escorregador gigante. Os espaços para fazer desenhos corporais e escrever cartinhas


para o Papai Noel também tiveram destaque. A solidariedade também se fez marcante. Uma barraquinha foi destinada a recolher doações de brinquedos, que serão destinados a crianças carentes. O ponto alto da festa foi quando o bom velhinho chegou de helicóptero, causando grande alvoroço. Depois disso, a criançada pôde tirar fotos com o Papai Noel, que ainda realizou um sorteio de duas bicicletas. Para fechar o evento, a Companhia Teatral Artistando apresentou a peça “Natal dos Ursos”. Uma celebração com a cara da Península.

A Cláudia Monteiro e a Maria Fernanda adoram as festas da Península. “Sempre é legal. Tem fartura. Ela gosta muito do pula-pula e vai tirar foto com o Papai Noel. Ela gosta muito mesmo dessas festas.”

35


Península | Clima de Natal toma conta da Península

Willians Oliveira, morador do Via Bella, foi acompanhado pela esposa, Maria Goreth, e pelos filhos, Gustavo, de quatro anos, e Willians Filho, de 10. Os meninos andaram de carrinho, comeram pipoca e cachorro-quente. Também aproveitaram para doar brinquedos.

A família Nogueira também marcou presença. O Ricardo e a esposa, Zara, foram com os filhos, Rafael, sete anos, e Stephanie, de 13. “A festa está ótima. É importante essa confraternização, integração das famílias e o sentimento do Natal que não pode ser perdido.”

Morador do Atmosfera, o Decartes Oliveira foi com o filho, Victor, de três anos. “É o terceiro ano que venho participar. Sempre é bom. Mesmo com a chuva a gente vem”. O Victor estava tão animado que ainda cantou uma música de Natal.

William Cavalcante, do Green Bay, estava ao lado da esposa, Danielle, e dos filhos, Rafael, cinco anos, e Isabela, um ano e cinco meses. “Esse é o melhor evento da Península. É uma oportunidade de encontrar quem não encontramos no dia a dia.”

36

Cláudia Milanês, do Green Star, e o filho, João Francisco, aproveitaram o evento. “Foi bem organizado. A fila para as fotos foi tranquila, o helicóptero chegou legal.” Ela acha as festas ótimas porque as crianças fazem novos amigos.


Península solidária A

solidariedade é matéria-prima na Península. Em dezembro, o morador participou de doações para crianças carentes do Rio de Janeiro, de duas instituições. E a campanha recebeu também apoio dos participantes do Bazar, que doaram roupas de praia e acessórios. Um container lotado não só de presentes, mas de carinho, fraternidade e o desejo absoluto de fazer a diferença para quem mais precisa. Ponto para a ASSAPE, para a Comissão de Eventos, para a turma do Bazar e para o morador. Aqui ficou mais que comprovado que a união faz a força, faz acontecer de verdade.

37


Serviço | Saúde Infantil

V

erão - cuidado redobrado com os pequenos

V

erão, férias à beira-mar, tempo de muita brincadeira. Mas para que a criançada aproveite as férias com saúde, é preciso que os pais tenham cuidados redobrados. Sol em demasia e alimentação inadequada é uma combinação perigosa para qualquer pessoa, mas para a criança, a consequência pode ser ainda mais grave. Portanto, de imediato, adote o uso do protetor solar no seu filho desde pequeno. Toda vez que passar o produto, converse com ele sobre a importância dessa proteção. Uma forma de desenvolver a consciência e garantir que, no futuro, ele faça isso por conta própria. Tenha sempre filtro solar em casa e não se esqueça de verificar a data de validade. Além disso, se o creme esteve exposto a altas temperaturas, também pode ter perdido suas propriedades protetoras. Moderação é a palavra de ordem. Lembre-se: o banho de sol, no horário correto, faz bem à saúde. É bom, gostoso, divertido e ajuda na absorção de cálcio, fósforo e vitamina D, elementos fundamentais para a boa formação de dentes e ossos. Há também evidência de uma ligação entre exposição solar, produção aumentada de hormônios, melhora da circulação sanguínea, da disposição e do humor. Mas para desfrutar todos estes benefícios, é preciso tomar precauções em relação ao sol, à alimentação, ao vestuário e a acidentes. “A saúde e o bem-estar da criança estão em primeiro lugar”, destaca o Dr. Paulo Roberto Lopes, pediatra e especialista em Terapia Intensiva Neonatal, pela Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira. Nesta época do ano, a transpiração é maior, e, com isso, a criança perde muito líquido. Abuse da hidratação. O aconselhável é ingerir pelo menos 2 litros de água natural, sucos, chás e água de coco. Além da hidratação, a mamãe deve tomar

38

cuidados também com a alimentação e com a higienização correta dos alimentos. Uma ação preventiva e simples é nunca se esquecer de colocar os alimentos na geladeira. Leve para a praia alimentos frescos, frutas e verduras, de preferência de casa, para evitar intoxicação alimentar. Evite comidas pesadas e frituras. Observe a data de validade dos alimentos e lave-os


cuidadosamente antes da ingestão. As frutas e legumes são ricos em caroteno e em vitaminas, que deixam a pele mais protegida contra os raios solares. As frutas mais indicadas nesta época do ano são: laranja, ameixa, ameixa seca, nectarina, cereja, pêssego, melão, manga e mamão.

Se uma desidratação for constatada, o Dr. Paulo Roberto aconselha oferecer muito líquido para a criança, em pequenas doses, e a cada 10 ou 15 minutos, em vez de uma grande quantidade de uma única vez. O soro caseiro é indicado sempre que houver suspeita de desidratação, podendo ser obtido a partir de uma colher de chá de açúAtenção car e uma colher de café de sal misturadas em um A desidratação se caracteriza pela perda de líqui- litro de água. A diarreia pode ser contida com a dos e sais minerais e pode ser ocasionada por ingestão de alimentos leves, como frutas, arroz, vários fatores, como suor intenso, vômitos e diar- batatas, torradas, sopas e chás. Evite os vegetais reias, causados por vírus ou pela ingestão de ali- crus, comidas apimentadas ou gordurosas e os mentos contaminados. Apesar de grave, a desidra- produtos industrializados. No caso de vômitos, dê tação é facilmente prevenida e tratada, desde que alimentos leves à criança e procure um pediatra se reconheçam logo os sintomas e sejam tomados para indicar um remédio, se for necessário. os devidos cuidados. O principal sintoma de uma criança desidratada é a sede, mas algumas vezes, ela não se queixa. Portanto, ofereça sempre líquidos ao seu filho, sem esperar que ele peça.

*

ALERTA VERMELHO Para que o pequeno se divirta e você não tome susto, nunca o deixe ir ao mar sozinho, mesmo que saiba nadar. Mantenha a vigilância, o ideal é ficar na beirinha e de boia ou de colete salva-vidas. Não se esqueça de levar para a praia uma piscina de plástico inflável e a deixe ao seu lado, sob o guarda-sol e, se possível, encha-a de água doce. Criança que já anda deve estar devidamente identificada com uma pulseira, caso se perca. Para a meninada que já corre e brinca com amiguinhos, assim que chegar à praia, mostre alguma referência do lugar onde estão, como a cor do seu sombreiro ou o letreiro da barraca. Depois de todas essas dicas, divirta-se, aproveite as férias e o verão. Deixe seu filho ser criança, registre cada momento e brinque bastante. O tempo passa rápido e, logo logo, seu filho cresce e vai ganhar o mundo. E o desejo é que ele leve na bagagem doces e coloridas lembranças da infância. Meio caminho para se tornar um adulto saudável e feliz. Boas férias!

39


DELIV

40


VERY

18

Anuncie aqui 2 1 3068 -7 74 0

41


44


Revista Península Nº30