Page 1

Distribuição gratuita

Revista Usina da cultura - ANO 1 - número 05 -Setembro 2013 - Distribuição Gratuita

São Chico

Os brasileiros descartam cerca de 500 mil toneladas de sucata eletrônica cada ano. Pág.14 INVERNADAS ARTÍSTICAS: a alma do CTG

Conheça mais sobre esta tradição gaúcha. P.4

O CONCEITO DE CULTURA NAS CIÊNCIAS SOCIAIS P.10

MOSAICO

Técnica artística que utiliza pedaços coloridos como matéria-prima P.30

BENEFÍCIOS DOS DOS ALIMENTOS INTEGRAIS PARA A SAÚDE P.20

SOBRE O CINEMA E A HISTÓRIA NA SALA DE AULA P.34 1


Vou falar com o pessoal da Usina, com certeza eles me ajudam a promover meu produto.

2

Usina da cultura - Setembro 2013


Sumário

Invernadas artísticas: a alma do CTG

O conceito de cultura nas ciências sociais

P.04

P.10

As danças tradicionais gaúchas, revelam tradição e são patrimônio simbólico do Estado.

Já parou pra pensar no significado dessa palavra? Como ela pode influenciar na vida das pessoas?

Benefícios dos alimentos integrais para a saúde

Mosaico

P.20

P.30

Os alimentos integrais podem ser definidos como aqueles cuja estrutura não foi alterada, mantendo a integridade de seus nutrientes sem perda de valores qualitativos e quantitativos.

Nos dias de hoje, o mosaico ressurgiu, despertando grande interesse, sendo cada vez mais utilizado, artisticamente, na decoração de ambientes interiores e exteriores.

Lixo Eletrônico

Os eletrônicos rejeitados em todo o mundo somam mais de 50 milhões de toneladas de lixo anuais.

P.14

Sobre o cinema e a história na sala de aula

na escola esta aproximação tem proporcionado interessantes reflexões mediadas pelos professores que utilizam os filmes como ferramenta pedagógica.

P.34

1


Seções

Equipe:

Pé na estrada Turismo local e mundo

6

Vida ativa Esportes Tecnosapiens

12

Tecnologia 16

Sabia que? Curiosidades

Rincão poético Poesia Viver bem Saúde / Dieta

18 19

22

Click! Concurso fotográfico

25

A crônica da vez Crônicas de leitores

25

Eco motor Automóveis Veja bem...

Educação, História

Mitos & lendas Lendas, relatos e + Sal à gosto Receitas

32

36

40 42

Lá no Japão Desde Tóquio com Laura Bolze 44 Mundo Criança Passatempos infantis

46

Play Filmes e games

51

Agenda cultural 52 CAPA “ A era eletrônica sem dúvida deixa suas marcas. Assim como aproximou a comunicação nas relações humanas, também nos trouxe a grande responsabilidade social sobre o lixo eletrônico que produzimos. “ Imagem: Cecilia Sanchez

2

Usina da cultura - Setembro 2013

Cecilia Sanchez Alex D’ El Rei Mercedes Sanchez Clarines Thewes Agradecimentos: Claudia Duarte Marcio Barcelos Mariane Soares Marcelo Oliveira Fabíola Frezza Roberval Piriri Zíngara Pinto Laura Bolze Léo Ribeiro Franco Souza Nilton Sager Adão Samir Livia Duarte Rosangela Valim Traslatti E a todas as pessoas e comércios que apostam na ideia e fazem possível a realização deste projeto Para participar na revista ou enviar sugestões e críticas, escreva para info@usinadacultura.com Assinaturas/suscripciones assine@usinadacultura.com


Editorial Setembro é certamente a época mais esperada pelo povo gaúcho. Neste mês, em todos os recantos, os gaúchos reverenciam a Revolução Farroupilha, suas causas e ensinamentos. Dedicamos algumas seções à esta importante comemoração, falamos das invernadas, de Revolução Farroupilha e, como a cada mês, vários outros costumes da cultura gaúcha. Além disso, fazemos um passeio por Fernando de Noronha, com suas paisagens paradisíacas, falamos sobre alimentos integrais, rapel, lixo eletrônico, conhecemos um pouco sobre o museu de ciências e tecnologia da PUCRS, entre muitos outros assuntos interessantes. Na seção “Sal a gosto”, temos duas receitas deliciosas de Rosangela Valim Traslatti, e como nas edições anteriores vários colaboradores externos, como Fabíola Frezza, Franco de Souza, Laura Bolze, Nilton Sager, Claudia Duarte, Mariane Soares, Marcio Barcelos, Marcelo Oliveira, Roberval Piriri, Léo Ribeiro... Obrigada a todos, vocês realmente dão um toque especial à este projeto. Como sempre agradecemos à você, leitor, que com seus e-mails e comentários motivam nosso trabalho diário de proporcionar leitura de primeira à esta cidade. Para sugestões e críticas, escreva para info@usinadacultura.com. Equipe da Usina da Cultura USINA DA CULTURA. SOMOS TODOS.

Caro leitor, Sua opinião é muito importante pra nós! Se quiser nos contar sua impressão sobre a revista, escreva para info@usinadacultura.com com o assunto CARTA LEITOR ou escaneie o código abaixo com seu dispositivo móvel.

Mais uma vez parabéns a vocês por este projeto que só vem orgulhar esta comunidade.”

Marcelo Oliveira

“Primeiro, PARABÉNS!!!! A revista está muito boa! Quando fiquei sabendo sobre o lançamento da revista, fiquei muito interessado pela novidade, ainda mais por ser daqui... o nível de acabamento, a qualidade gráfica que só revistas de grande circulação utilizam me impressionaram positivamente. Claro a qualidade dos artigos também é algo a se elogiar. Tenho certeza que vocês tem um futuro brilhante, pois o profissionalismo e a dedicação a um projeto focado em local pequeno como é nossa cidade só demonstra a capacidade e o amor ao que se faz, marca dos vencedores.

A Revista Usina da Cultura é uma ótima oportunidade que São Chico recebeu para divulgar e ir mais longe com suas notícias. Parabéns aos idealizadores, é realmente um presente para a cidade e para os amantes de São Chico!!!

Zíngara Pinto

3


Peão Gabriel e sua prenda Tályta.

Foto: Dutra & Bessi

Invernadas Artísticas 4

A alma do CTG

Usina da cultura - Setembro 2013


Foto: Dutra & Bessi

E

m 28 de outubro de 1966, nasce o Movimento Tradicionalista Gaúcho e com ele os CTG’s (Centro de Tradições Gaúchas). O MTG é a união das diferentes gerações . É a entidade associativa, que congrega mais de 1400 Entidades Tradicionalistas, legalmente constituídas, conhecidas por Centro de Tradições Gaúchas ou outras denominações, que estão distribuídas nas 30 Regiões Tradicionalistas, as quais agrupam os municípios do RS. É um movimento cívico, cultural e associativo, regido pela Carta de Princípios. No CTG a nomenclatura lembra as denominações de uma estância, onde se tem patrão, patroa, capataz, peão e prenda. Na estância a invernada é um espaço onde separa-se o gado leiteiro, do de corte por exemplo. Por isso “ Invernada Artística” ( grupo de danças tradicionais) e “Invernada Campeira” ( grupo de laçadores). A invernada artística tem por finalidade manter viva nossas tradições através da dança, música e cultura gaúcha. É da inver-

nada que surgem novos cantores, pajadores, poetas, gaiteiros, etc. As danças tradicionais gaúchas revelam tradição e são patrimônio simbólico do Estado. Todas constam no Manual de Danças coletado por Paixão Côrtes e Barbosa Lessa, com partituras e explicações sobre cada uma.

Leia o artigo completo no blog! http://usinadacultura.com/index.php/reportagem/invenadas-artisticas.html Fonte: www.mtg.org.br , acesso em 28/06/2013 - Manual de Danças de Paixão Cortês e Barbosa Lessa. – 8ª edição – disponível em :http://www.vitale.com.br/sistema/produtos/produto.asp?codigo=13667 acesso 28/06/2013. Fotos: Dutra & Bessi Invernada Artística Juvenil do CTG Rodeio Serrano, show do 22º Ronco do Bugio

Texto: Mariane Soares Ex- primeira prenda da 27ª Região Tradicionalista Professora, Instrutora da Invernada Artística do CTG Rodeio Serrano, Diretora do Departamento Cultural do CTG Rodeio Serrano www.ctgrodeioserrano.blogspot.com

5


Pé na estrada

Distância: 1,5 km Tempo: 1,5 h Dificuldade: Média Localização: Parque das 8 cachoeiras O parque das 8 cachoeiras localiza-se a 3 km do centro da cidade, no Vale do Rolantinho d’areia, e seus principais atrativos são as trilhas que levam a belas cachoeiras, formadas por arroios dentro do vale profundo. Dentro do parque existe uma mata preservada com várias espécies de transição, de florestas de araucária à florestas de mata atlântica. Lugar para caminhada dentro de canyons profundos, bem pertinho da cidade. Acima: Cachoeira escondida. Abaixo, esquerda: Trilha que leva à cachoeira do Remanso e Escondida. Abaixo, direita: Cachoeira Escondida. À direita: Cachoeira do Remanso

6

Usina da cultura - Setembro 2013


Caminhada

Soluções inteligentes para o seu

sucesso!

www.hteixeira.com.br hteixeira@hteixeira.com.br

Rua Três de Outubro, nº 46. SFP.

Tel: (54) 3244-2900

Linda casa com ótima vista do Lago São Bernardo, localizada na praça Tiradentes, cozinha sob medida, suíte com closet, banheira e sacada, sala com lareira, água quente e ambientes climatizados.

Visite este imóvel, você vai gostar!!!

Fones (54)32441264 / (54)84296453

ledur@megaway.com.br - www.ledurimoveis.com.br

AGÊNCIA DE ECOTURISMO

Espaço livre

Passeios - Caminhadas - Trilhas

(54)3244-3602 - 99414044 Adão Samir Eger 7


o

un d

M o l Pe

Fernando de Noronha Fernando de Noronha é um arquipélago pertencente ao estado brasileiro de Pernambuco, formado por 21 ilhas e ilhotas, ocupando uma área de 26 km², situado no Oceano Atlântico, a leste do estado do Rio Grande do Norte. Constitui um Distrito estadual de Pernambuco desde 1988, quando deixou de ser um território federal, cuja sigla era FN, e a capital era Vila dos Remédios. É gerida por um administrador-geral designado pelo governo do estado. A ilha principal tem 17 km² e fica a 545 km de Recife. Após uma campanha liderada pelo ambientalista gaúcho José Truda Palazzo Jr., em 1988 a maior parte do arquipélago foi declarada Parque Nacional, com cerca de 8 km², para a proteção das espécies endêmicas lá existentes e da área de concentração dos golfinhos rotadores (Stenella longirostris), que se reúnem diariamente na Baía dos Golfinhos - o lugar de observação mais regular da espécie em todo o planeta. O centro comercial em Noronha é Vila dos Remédios, mas não é considerada capital por ser a ilha um distrito estadual. O parque nacional é hoje administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Em 2001, o arquipélago foi declarado Patrimô8

Usina da cultura - Setembro 2013

nio da Humanidade pela Unesco. Junto com Atol das Rochas e Abrolhos, é considerado um dos melhores pontos de mergulho do Brasil. http://pt.wikipedia.org/wiki/Fernando_de_Noronha


(54) 54 3244 1270 / 9181 9577 www.pousadadoengenho.com.br

R. Odon Cavalcanti, 330 - B. São Bernardo São Francisco de Paula - RS

RS-020 km 87, Vila Colinas. S.F.P.

(54) 3244-1095 - (51) 9364-7677

Fotos: Estela Souza Acima, Morro Dois Irmãos, na Baía do Sancho Abaixo, Morro do Pico.

Conte-nos sobre algum lugar que visitou! Envie para info@usinadacultura.com Mais info www.usinadacultura.com

Preços de baixa temporada comprando antecipado. Aproveite nossos descontos para as entradas!!

www.transneves.com

9


“De maneira extremamente simplificada, podemos dizer que “cultura” tem a ver com tudo aquilo que é produzido socialmente, ou seja, aquilo que as pessoas vão produzindo em sociedade, mediante suas interações umas com as outras ao longo do tempo. Visões de mundo, crenças, valores, costumes, gostos, vão sendo construídos, vão se transformando, à medida que o tempo passa....” 10

Usina da cultura - Setembro 2013


V

ocê já parou para pensar no significado da palavra “cultura”? Seria “cultura” uma coisa que a gente “adquire” assistindo filmes, lendo livros, ouvindo músicas? Ou seria algo que a gente “aprende” na escola, na universidade? Uma pessoa “culta” é uma pessoa que tem “cultura”? Existem pessoas que “não têm cultura”? Esta palavra é uma das mais complexas e ricas do nosso vocabulário. É marcada por uma polissemia impressionante. Na verdade, é mais do que uma palavra, é um conceito. E sendo assim, vale muito a pena refletir um pouco sobre esse conceito tão importante. Existe um grupo de ciências que busca compreender o mundo natural (física, química, biologia, etc.) e outro grupo de ciências que busca compreender o mundo social (sociologia, antropologia, ciência política, economia, etc.). Dentre as ciências sociais o conceito de “cultura” é um dos mais importantes. Mas o que significa “cultura” para as ciências sociais?

decisiva na forma como vamos enxergar o mundo. Quem nasce no Rio Grande do Sul vê de uma maneira o churrasco, chimarrão baile de fandango, etc. Já quem nasce no Rio Grande do Norte vê de outra maneira, completamente diferente. E a recíproca é verdadeira. E isso se deve, em grande medida, ao contexto cultural de cada lugar. Nesse sentido, nós não “aprendemos” cultura. Nós a vivenciamos, e sem nos darmos conta, reproduzimos o que vivemos em nosso processo de socialização. Para finalizar, é importante destacar que a ideia de “contexto cultural” está ligada de maneira indissolúvel à ideia de “contexto social”. Mas isso já é assunto para outra discussão. Texto: Marcio Barcelos Mestre e Doutorando em Sociologia pela UFRGS Integrante do grupo de pesquisa “Sociedade, Participação e Políticas Públicas” e do Centro de Estudos Internacionais sobre Governo da UFRGs (CEGOV-UFRGS)

De maneira extremamente simplificada, podemos dizer que “cultura” tem a ver com tudo aquilo que é produzido socialmente, ou seja, aquilo que as pessoas vão produzindo em sociedade, mediante suas interações umas com as outras ao longo do tempo. Visões de mundo, crenças, valores, costumes, gostos, vão sendo construídos, vão se transformando, à medida que o tempo passa. Quando viemos ao mundo, somos “mergulhados” em um determinado ambiente, ou contexto cultural. Por exemplo: se nascemos e nos criamos em uma fazenda, ou em uma pequena cidade do interior, seremos “aculturados” de uma forma. Se nascemos e nos criarmos em uma grande metrópole, seremos “aculturados” de outra forma. Esses gostos, costumes, crenças e visões de mundo já estão dados, construídos no meio social no qual nos desenvolvemos como seres humanos. E isso vai influenciar de maneira

11


Vida ativa

Rapel

perigo e emoção

O

rapel não é um esporte independente, mas sim uma técnica de descida do montanhismo. Para praticar o rapel são necessárias cordas resistentes, uma “cadeirinha” (espécie de calção que é vestido pelo praticante) e, principalmente, um bom ponto de ancoragem (uma árvore grande, por exemplo). Rapel é uma palavra que em francês quer dizer “chamar” ou “recuperar” e foi usada para batizar a técnica de descida por cordas. O termo veio da explicação do “criador” do rapel, Jean Charlet-Stranton, por volta de 1879, quando explicava a técnica. A corda do rapel, que passa pelo grampo fixo, deve ser dividida em dois segmentos e lançada ao abismo. Como a corda não fica amarrada ao grampo e apenas passa por ele, ao chegar na base da descida basta puxar um dos lados para recuperá-la. Ambas as pontas da corda passam por um tipo de freio, que fica junto à “cadeirinha” e ao alcance das mãos. O controle da velocidade de descida é feito pelo atrito da corda com o freio. Durante o rapel, as pernas devem permanecer em contato com a rocha e semiflexionadas para evitar acidentes. A atividade é praticada essencialmente em grupo, onde cada integrante se deve preocupar com o companheiro, questionando qualquer situação que possa gerar um acidente. Os iniciantes no rapel consideram a técnica perigosa e tensa, mas que ao mesmo tempo causa medo e emoção nos praticantes. De fato, se as devidas precauções não forem tomadas, a prática do rapel pode se tornar algo bastante perigoso e, não há dúvida quanto aos fatores emocionantes da atividade, seja ela de poucos ou muitos metros descida.

12

Usina da cultura - Setembro 2013


Nas fatografias abaixo, Davi Camilo praticando rapel em São Chico.

ASSESSORIA JURÍDICA, AMBIENTAL E FLORESTAL

Equipamentos do rapel Mosquetões: usados na ancoragem da corda em que é feita a descida. Os de aço são os mais recomendados por terem uma resistência e durabilidade maiores. Fitas Solteiras: São as mais aconselhadas para se fazer ancoragens, por resistirem bastante e serem mais confiáveis.

Cordas: Usadas para fazer a descida, devem ser do tipo que possuem “alma”, ou seja, que tenham um núcleo trançado independente além da capa (parte externa). De preferência deve ser de material muito resistente, como o Nylon e o Poliester. Luvas: Servem para proteger a mão do praticante contra queimaduras ao haver fricção com a corda. Capacete: Indispensável em qualquer atividade radical, protege de vários perigos, desde deslizamentos de pedras à queda acidental de um equipamento de um praticante que esteja acima de você.

- Licenciamento ambiental - Laudos, perícias - Causas jurídicas - Avaliações -Outorgas - Georreferenciamento - Topografia Tel: (54) 3244-1323 www.causaverde.com.br Av. Júlio de Castilhos, 425 sl. 202 - Centro

CRECI 23334-J

www.portobueno.com.br

Freio 8: Usado para torcer a corda, aumentando o atrito e assim reduzindo a velocidade da descida. É esta peça que lhe dá o controle da descida. Cadeirinha: Uma espécie de “cinta” que envolve as pernas e os quadris dando o aspecto de uma “cadeirinha” mesmo.

Rodrigo Koch – jornalista, graduado em Educação Física, pós-graduado em Administração e Marketing Esportivo, mestre em Educação/Estudos Culturais. Atualmente é professor da Uergs.

Rua 3 de outubro, 21 esq. Av. Júlio de Castilhos - Centro São Francisco de Paula - RS

13


LIXO ELETRONICO O que é ? Podemos definir como lixo eletrônico ou e-lixo tudo o que é proveniente de equipamentos eletro-eletrônicos, incluindo celulares, computadores, impressoras etc. Milhares de aparelhos são descartados diariamente e, com a rapidez da tecnologia, cada vez mais o consumidor quer substituir seus aparelhos por outros mais modernos, mesmo que os “antigos” ainda estejam funcionando. O lixo eletrônico causa um grave problema para o meio ambiente, pois consome uma enorme quantidade de recursos naturais em sua produção. Um único laptop, por exemplo, exige 50 mil litros d’água em seu processo de fabricação. Além disso, se considerarmos que a vida útil desses equipamentos é muito curta - a de um computador gira em torno de três anos, e a de um celular, cerca de dois anos podemos ter dimensão da quantidade de lixo que o descarte de eletrônicos significa. A parte mais grave é o conteúdo do e-lixo, que inclui metais pesados como chumbo, cádmio e mercúrio, além de outros elementos tóxicos. Por este motivo, esses resíduos precisam de tratamento adequado para não causar danos à saúde e ao meio ambiente.

14

Usina da cultura - Setembro 2013

O problema que ele causa no mundo Somente os brasileiros descartam cerca de 500 mil toneladas de sucata eletrônica todo ano. De acordo com o Greenpeace, os eletrônicos rejeitados em todo o mundo somam mais de 50 milhões de toneladas de lixo anuais. No Brasil, cerca de um milhão de computadores são jogados no lixo anualmente. Além disso, de 10% a 20% de celulares entram em inatividade no mesmo período. Estes materiais já representam 5% dos detritos produzidos pela população mundial. A estimativa do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) é de que, até 2030, o Brasil produzirá 680 mil toneladas/ano de resíduos eletrônicos, e cada brasileiro será responsável pela geração de 3,4 quilos de lixo digital. Outro dado preocupante é que, até 2020, o volume de resíduos procedentes de computadores crescerá 400% em países como a Índia e a África do Sul.


Se você quer ser ambientalmente responsável no que se refere ao seu lixo eletrônico, siga as orientações abaixo:

1. Exercite o consumo consciente. Antes de comprar um aparelho, verifique se: A. você realmente precisa dele; B. o aparelho possui sistema de economia de energia (se não tiver, não compre) C. a empresa produtora oferece sistema de recolhimento e reciclagem, quando você quiser se desfazer do equipamento (como são poucas as empresas que oferecem esse serviço, não dá para descartar todas as outras. Mas dê preferência aos produtos de empresas mais responsáveis).

2. Preserve recursos naturais. Durante o uso, siga as recomendações do fabricante para redução do uso de energia e para aumentar a durabilidade do aparelho e/ou das baterias. Não deixe os aparelhos ligados sem necessidade.

3. Amplie a vida útil de seu equipamento. Não se desfaça do aparelho por “modismos”. Troque apenas quando realmente for impossível continuar com o que você já tem. 4. Responsabilize-se pelo destino de seu lixo eletrônico. Para descartar o equipamento usado, entre em contato com instituições que possam reutilizá-lo. Se não houver como reutilizar seus equipamentos, garanta que a sucata eletrônica será reciclada adequadamente, doando seus resíduos preferencialmente para cooperativas de catadores capacitadas. Fonte: http://www.institutogea.org.br/ecoeletro/index. php/2011/03/15/o-que-e-o-lixo-eletronico.html

Jogue fora do modo correto: Em São Francisco de Paula, Recolhimento de lixo eletrônico Você pode levar diariamente na Prefeitura Municipal, onde há uma caixa de coleta. Av. Júlio de Castilhos 444. Centro/ Mais informações: 3244-3214 15


Tecno Sapiens

Você sabe para que serve o código QR? O que é um código QR e para que serve? Criados no Japão e usados em todo o mundo, QR, do inglês “Quick response”, trata de um sistema para armazenar a informação com um tipo de código de barras de última geração. Com a ajuda de um celular é possível recuperar esta informação apenas apontando a câmera para o código QR. Nos traz rapidez e facilidade na hora de buscar informações sobre algum assunto.

Por que usamos na revista? Para que o leitor possa capturar o código com o seu computador tablet, ou smartphone e ampliar a informação aqui contida. Visitar um site, enviar um e-mail, procurar alguma localização no Google Maps ou armazenar dados de contato, são algumas das facilidades que este código nos oferece, com o simples gesto de apontar a câmera do seu aparelho!

O que eu tenho que fazer? Basta abrir o leitor de código de barras no seu telefone e apontar a câmera para o código QR. Em poucos segundos você vai ver as informações na sua tela. Você não tem instalado o leitor de código de barras? Já procurou? Eles geralmente vêm pré-instalados em telefones modernos, mas se não tiver, também poderá fazer o dowload desde o centro de descargas de aplicações do seu dispositivo móvel.

Gostei, também posso criar o meu? Claro. Existem varias formas de fazer um QR facilmente. Busque no Google “gerador de código QR” e divirta-se.

16

Usina da cultura - Setembro 2013

Alex D’ El Rei, informático por natureza e amante das novas tecnologias, filho de bytes e kbytes, números preferidos 0 e 1


Tecnologia

Eletrotel Comércio de materiais elétricos e telefônicos

O que é o ‘phubbing’ ? Há aproximadamente 5 anos, todos sofremos pelo menos uma vez “phubbing” durante uma reunião de trabalho ou familiar. Esta prática massiva carecia de nome até faz pouco tempo, porém suas consequências eram percebidas por qualquer pessoa. Iniciou-se em 2007 com o nascimento do Smartphone ou telefone inteligente, que oferecia a potência de um computador, com a possibilidade de manter-se conectado à Internet a qualquer hora e lugar, e acabou generalizando-se sem que as pessoas percebessem. O “phubbing” (término formado a partir das palavras em inglês phone e snubbing) consiste no ato de menosprezar a quem nos acompanha ao prestar mais atenção ao móvel ou outros aparelhos eletrônicos que a sua pessoa. Foi recentemente batizado nos Estados Unidos e são muitas as plataformas virtuais que combatem ativamente este hábito tão descortês. Seus argumentos estão relacionados ao protocolo mais básico de convivência, por exemplo quando começamos a comer sem que todos tenham sido servidos ou ignoramos a quem temos a nosso lado. Pesquisas demonstram que quase 90% dos adolescentes preferem o contato via texto que frente a frente e que nos restaurantes existem grandes quantidades de casos de “phubbing” durante as comidas e alertam que este fenômeno pode terminar reduzindo as relações sociais ao simples intercâmbio de mensagens virtuais. Fonte: http://www.muyinteresante.es/tecnologia

Confira as novidades em Led que chegaram na Eletrotel

Refletor LED Golden 10W, 30W e 50W!!

Refletor Equiv. Economia LED comum W/h 10W 100W 90W 30W 150W 120W 50W 300W 250W

Ligue e peça um orçamento para economizar luz na sua empresa ou residência!

Av. Júlio de Castilhos, 1071 sl.01 - SFP - RS Tel: (54) 3244-3078

Cartuchos novos e usados tinta e laser Manutenção de impressoras Luciano/Cassiano

(54) 9101-0172 (54) 9982-5895 R. Pinheiro Machado 333 - Centro - S.F.P.

Marketing digital Soluções em sites Hospedagem CONTRATE EM SETEMBRO E GANHE 1 ANO DE HOSPEDAGEM GRÁTIS! www.i9art.com.br

(54) 3244-1392 / 9129-4925 17


Curiosidades

Sabia que...

...O melhor horário para tomar sol é nas primeiras horas da manhã e no final da tarde? Nesses horários, o sol irá ajudar o corpo a fixar a vitamina D, muito importante também para a manutenção de nossos ossos.

...O Açúcar da maçã não provoca cáries? A maçã é composta de 85% de água e que seu açúcar, chamado de frutose, não provoca cáries. E, por ser uma fruta que contém muita fibra, ajuda na limpeza dos dentes por meio do atrito causado na mastigação.

...A semente de girassol é uma delícia? A semente de girassol, principal alimento dos papagaios e araras, também fornece muitos nutrientes para os seres humanos. E a sua flor é sem dúvida, um espetáculo de beleza e graça.

18

Usina da cultura - Setembro 2013


Rincão poético Lembranças de outrora e tempos de agora Pensando na vida outro dia... Relembrei dos tempos de outrora A torcida emanava muita alegria Diferente dos tempos de agora. Os torneios eram enormes As pessoas aplaudiam e buzinavam Pois desfilavam gaúchos nobres Que as canchas de gado iluminavam. Sabedores da lida campeira Ginetes seguros por excelência... Do Rio Grande carregam a bandeira E transmitem a nós esta consciência. Levamos sempre no peito o afeto Das tradições que preservamos Presente em cada neto e bisneto O amor pela tradição que herdamos. É hora de montar a cavalo... Tropear o gado campo a fora Reviver a nobreza do reio e do estralo Na necessidade precisa da hora Nossas avós deixaram a semente Nas mulheres altivas e guerreiras Pois hoje elas se fazem presentes Na lida do campo, cancha e mangueira.

Algumas moças laçam muito bem... Outras participam de cavalgadas Mas esta força gaúcha vem do além Por quem foram muito amadas. Algumas lidam nos bretes Outras vacinam o gado O que é certo são os fretes É rodeio para todo o lado. Algumas assobiam no campo Se arriscam nos rasgos certeiros E assim com alegria passa o tempo... Felizes por terem raízes no Dizimeiro. O lenço no pescoço é a marca Destas soberbas e bonitas cavaleiras Grupo de Cavalgadas Arcília da Rata Reverenciando as gaúchas bandeiras. 

Cassia Maria de Castilhos Teixeira Pinto

Atenção poetas! Este é seu espaço!

Estamos ansiosos por receber seus poemas e poesias para serem publicados nesta seção. Participe! Envie e-mail para

info@usinadacultura.com para mais informação

www.usinadacultura.com

Bichos da Serra Banho e tosa

Coloração - Escova - Hidratação - Luzes Mechas californianas - Reflexos Depilação Blindagem e cauterização de fios Relaxamento de ondas - Sobrancelhas Manicure - Pedicure - Limpeza de pele

(54) 9932-8817/ 8100-0063/ 3244-1600 R. Assis Brasil, 208 sala 4 - Centro - São Francisco de Paula

Luciane Saft (54) 9149-7950

R. Barão de Santo Ângelo, 61 - Centro - SFP.19


Benefícios dos alimentos integrais para a saúde O

consumo de alimentos integrais tem sido incentivado devido às vantagens nutricionais que apresentam. Substituir os alimentos processados pelos equivalentes integrais é uma recomendação comum para uma nutrição saudável, pois possibilita melhor aproveitamento dos nutrientes que são preservados quando o processo de refino não é aplicado. A inclusão de alimentos integrais em planos alimentares para redução de peso também é importante, principalmente pela retenção do conteúdo de fibras que, entre outros benefícios, prolongam a saciedade, reduzindo a fome e consequentemente a quantidade de alimentos ingerida.

Os alimentos integrais podem ser definidos como aqueles cuja estrutura não foi alterada, mantendo a integridade de seus nutrientes sem perda de valores qualitativos e quantitativos. Sendo assim, os alimentos integrais são mais nutritivos do que os refinados, na medida em que contêm maior quantidade de fibras, vitaminas e minerais, retidos nas estruturas removidas com a refinação. Os cereais são os principais representantes dos alimentos integrais. Veja abaixo alguns exemplos de alimentos integrais com suas respectivas características nutricionais.

Arroz integral O grão de arroz é constituído de casca, película, germe e endosperma. As vitaminas e os minerais estão concentrados na película e no germe. O processo de refinação para a produção do arroz branco convencional remove essas estruturas do grão, restando apenas o endosperma, que contém basicamente amido. Por isso, recomenda-se o consumo de arroz integral, ao invés de arroz refinado.

Açúcar Mascavo É o açúcar que não sofreu processo de branqueamento com a adição de produtos químicos, sendo obtido diretamente da canade-açúcar. Por isso, os sais minerais e vitaminas, naturalmente presentes no vegetal, são

20

Usina da cultura - Setembro 2013


conservados. Apresenta somente a desvantagem da coloração escura.

Sal marinho Produto obtido pela desidratação da água do mar, sendo apenas moído e acrescido iodo, não passando por nenhum processo industrial. Contém minerais e pode ser utilizado como o sal comum.

Farinha de trigo integral A farinha integral é obtida da moagem dos grãos de trigo, contendo alto teor de fibra.

Substitui a farinha branca no preparo de bolos, pães, macarrão, bolinhos, cremes, biscoitos, tortas, tornando a receita mais nutritiva.

Cereais matinais São constituídos por um ou vários cereais misturados. Os mais frequentes são: aveia em flocos, farelo de trigo, farelo de aveia, flocos de arroz, flocos de milho. Em geral, contêm também frutas secas (uva passa, maçã desidratada) e oleaginosas (castanha, amêndoa). Podem ser consumidos no café-da-manhã ou no lanche, acompanhados de leite, iogurte, salada de frutas. Fonte: www.maisequilibrio.com.br

21


Viver bem

Psicologia do emagrecimento P or alguma razão, você engordou. Pouco ou muito. Rápido ou lentamente. Sobrepeso, obesidade grave ou apenas acima dos padrões estéticos ditados pela moda. A partir daí começa a busca pelo emagrecimento. Soluções mágicas, dietas da moda, “remédios” que resolvam o problema, “regimes”. Tudo, menos o bom senso, equilíbrio e a compreensão que emagrecer exige comprometimento, paciência, mudança de estilo de vida. Há sempre a esperança de que alguém o emagreça e logo! Normalmente, o “regime” é tão duro de seguir que precisa terminar logo! O máximo que você consegue é perder algum peso em um determinado tempo. Mas, o peso perdido só se mantém enquanto mantemos a dieta à risca e como ela é muito restrita, não aguentamos por muito tempo. Quando deixamos de lado, o peso volta e com ele a frustração do fracasso. Não comemos apenas por fome, isso já é claro. Muitas de nossas emoções e sentimentos são descontadas em nossa alimentação. Então, muito mais do que uma dieta, você precisa se concentrar em seu comportamento alimentar,

22

Usina da cultura - Setembro 2013

em seus sentimentos. A essência do tratamento para emagrecer é a modificação de hábitos alimentares. Diferentemente de “regime”, a reeducação alimentar implica em um novo aprendizado para ser seguido pelo resto da vida. Em uma reeducação alimentar você se permite comer aquilo que tiver vontade, porém com muita consciência. Quem sabe o que fazer, mas não consegue fazer aquilo que sabe, precisa de uma ajuda profissional. Um profissional que não te cobre a dieta, mas sim te ajude a superar suas dificuldades e te aconselhe neste processo de mudança. Assim é possível emagrecer e permanecer magra! Sem sacrifícios e sem passar fome!

Nutricionista Fabíola Frezza Andriola, Especialista em Psicologia do Comportamento Alimentar e Nutrição Clínica Personalizada. Atende no Espaço Holístico Solar.


Conheça alguns dos nossos equipamentos

O Chiclete O

chiclete é a goma de mascar que se obtém da seiva de uma árvore chamada sapoti (Manilkara zapota), originária das zonas tropicais da América. Quando se corta a casca do sapoti, produz um líquido leitoso que forma uma lâmina protetora. Essa substância conhecida como seiva do chiclete, tem sido utilizada ao longo da história pelos povos da América Central como goma de mascar.

CM250 (WiENER) Realiza mais que 300 exames bioquímicos /hora, com opção de entrada de amostras de urgência.

Tecnologia, qualidade e rapidez Seguimos os padrões de qualidade PNCQ com avaliação excelente em todos os anos de participação R. Dr. Frederico Tedesco 117. Centro, S.F.P./RS macan@megaway.com.br - Tel: (54)3244-2233

Os primeiros chicletes

Em 1857, o presidente mexicano Antonio López de Santa Anna, quando se exilou nos Estados Unidos mandou levar um carregamento de chiclete natural com a ideia de desenvolver uma alternativa para a borracha. Ele e o norte-americano Thomas Adams fizeram várias tentativas malsucedidas nesse sentido, até que, um dia, Adams viu uma menina comprar goma de mascar feita com cera de parafina e lembrou que os indígenas do México mastigavam a goma como se fosse chiclete. Assim teve a ideia de comercializá-lo como goma de mascar. Em 1859, foi feita a primeira goma de mascar de chiclete sem sabor. Depois foram adicionados açúcar e aromatizantes, como menta e morango. Durante muitos anos, a indústria de goma de mascar esteve baseada no chiclete natural; hoje, porém, usa produtos sintéticos em sua fabricação. A palavra “chiclete” vem do nauatle tzictli , do verbo tzic , que significa “estar grudado”. Fonte: Sabores da América, A.M.Pavez e C.Recart.Ed.UDP

Horário de funcionamento das 7:30 as 21h de segunda a sexta; sábado 7:30 as 20h

Av. Júlio de Castilhos, 530 - Centro

São Chico

Tudo a preço de fábrica!

R. Assis Brasil, 92 Centro - SFP (54) 3244-1066 8419-0805

23


Viver bem

Saúde

Câncer de mama : previna-se!

MÊS DA PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA

A

tualmente, o câncer de mama é o tipo de câncer mais incidente entre as mulheres no Brasil e a estimativa para os anos 2012/2013 é de 52.680 casos no país (ABC DO CÂNCER). Para reduzirmos a mortalidade desta neoplasia é necessário que fiquemos atentos à prevenção e diagnóstico precoce dessa doença, que inicia na mama e quando tratado antes de criar raízes ou metástases, há grande chance de cura. As causas do desenvolvimento de câncer de mama estão relacionadas a fatores internos como hereditariedade e hormônios, e a fatores externos como tabagismo, sedentarismo e má alimentação, que são hábitos possíveis de serem modificados. Mas somente isso não é o bastante, uma vez que os fatores internos não podem ser mudados, então precisamos investir na prevenção, atentando aos sinais iniciais dessa doença. Fala-se muito em autoexame das mamas, mas existem fatores que implicam na realização correta dessa técnica, um deles é que o exame das mamas não pode ser realizado no período menstrual, quando alterações nas glândulas destes órgãos são normais e frequentemente são confundidas com nódulos. O período ideal para a realização do exame é de 6 a 10 dias após o primeiro dia da menstruação. A maneira mais eficiente de você agir na prevenção do câncer de mama é observar a presença dos sinais, como os apresentados na figura ao lado. Se você identificar qualquer um desses sinais em suas mamas, procure a unidade de saúde mais perto de sua casa. Os enfermeiros são profissionais comprometidos

24

Usina da cultura - Setembro 2013

Mudança no tamanho ou formato

Vermelhidão ou coceira na pele e/ou ao redor do mamilo

Inversão ou mudança de posição ou formato do mamilo

Dor constante na mama ou nas axilas

Mudança na textura da pele, como enrugamento ou covas

Nódulo ou espessamento quepareça diferente do restante do tecido da mama

Vazamento de um ou ambos os mamilos

Inchaço da axila ou ao redor da clavícula

Fonte da imagem: http://terapiaocupacionalriopreto.blogspot.com.br/2012/11/sinais-do-cancer-de-mama.html com a prevenção da saúde e qualificados para realizar o exame das mamas de forma correta e ajudá-la a diagnosticar o câncer de mama precocemente. Não tenha vergonha nem medo de buscar informação e ajuda, busque sempre conhecer seu corpo, é a melhor maneira de preservar a sua vida. Nilton Ricardo Vargas Sager Acadêmico de Enfermagem na Universidade Feevale de Novo Hamburgo. Morador e natural da cidade de Campo Bom/RS.


Tema do mês: A água Quer participar? Envie sua foto para

info@usinadacultura.com As fotos serão postadas no facebook da Usina da cultura e a mais votada será publicada na página central da próxima revista. Se sua foto for a escolhida, você ganha uma camiseta da Usina! Também sortearemos entre os participantes outra camiseta.

Você pode enviar sua fotografia até o dia 30 de SETEMBRO e as votações serão feitas pelo facebook www.facebook.com/usinadacultura até o dia 5 de OUTUBRO. Quanto antes você enviar, mais curtidas poderá conseguir!

Requisitos mínimos da imagem: 300dpi com largura 30cm, altura 20 cm. SOMENTE IMAGENS HORIZONTAIS! Mais informações em

www.usinadacultura.com Foto:Cecilia Sanchez 25


Foto: Livia Duarte Vencedora do concurso Click! Setembro 2013


Gosta de escrever? Estamos esperando sua crônica! Escreva para info@usinadacultura.com, com o assunto “A crônica da vez” e receba mais informações!

Quando sai o sol... Texto: Marcelo Oliveira

Se todas as pessoas do mundo dessem as mãos, quem puxaria a descarga?... Texto: Roberval Piriri

D

igo e repito: o problema fundamental do mundo é o excesso de gente. O número de pessoas cresce dia a dia, e todas elas querem ficar concentradas em um mesmo lugar, todas juntas, e espremidas. Esse bairro onde moro, por exemplo. Quando vim morar aqui o lugar era bem desabitado. O vizinho mais próximo ficava a cinqüenta metros. Todo barulho que eu fazia era escutado somente por mim, e eu não escutava o barulho de ninguém. Quando queria algazarra, criava. Quando queria silêncio, criava. Era perfeito, eu tinha o domínio da situação. Mas agora muita gente mora aqui. Não sei da onde saiu todo esse povo, mas vieram se agrupar aqui. E agora moro numa vila, com vizinhos gritando, crianças chorando, carros buzinando e cachorros latindo. E cheiro de churrasco no meio da semana. É quase insuportável. Quer outro exemplo de como é maléfico pro ser humano o acúmulo de seres humanos? Faça alguma compra no Carrefour num sábado de manhã, tipo umas oito horas, logo que o supermercado abrir. Depois tenta comprar os mesmos itens no mesmo sábado, só que lá pelas seis da tarde. E então compare o nível de estresse obtido entre esses dois momentos. Não adianta, onde tem muita gente, sempre dá m... Façam o teste, e verão que tenho razão. Piriri é povão Quer trocar de emprego Virar ermitão. Assim escreveu Roberval Piriri, que não sabe a solução para os problemas do mundo, mas sabe reclamar. E se sente satisfeito com isso.

28

Usina da cultura - Setembro 2013

Q

uando abre um sol sobre São Chico, lá se vamos todos nós – ou pelo menos a maioria – para o Lago São Bernardo, este ponto Turístico para quem vem de outros recantos, já que para nós é um recanto de lazer, acessível, gratuito e sempre presente. É para onde convergem as pessoas que querem fazer suas caminhadas atléticas ou simplesmente de passeio; para lá também vão aqueles que são amantes de uma boa fotografia, pois mesmo que se vá cem vezes, sempre vai se achar uma nova cena para um book, para uma foto promocional ou simplesmente para quem curte sair por ai registrando tudo o que vê pela frente. O Lago também é uma boa pedida a quem simplesmente quer sentar à sua beira e desfrutar de bons momentos com os amigos ou com a família, talvez com um bom mate ou uma pipoca. Sim, o Lago é um ambiente familiar dos mais agradáveis. Muitas vezes penso como seria nossa cidade sem este amigo de tanto tempo. Onde nos achegaríamos naqueles dias quentes ou que simplesmente queremos sair para refrescar a cabeça. O Lago são Bernardo, além de tudo, é um grande espaço de convivência, onde todos os níveis sociais podem compartilhar o mesmo espaço sem discriminação. Lugar onde podemos encontrar amigos, quem nunca deu aquela volta no Lago e não encontrou aquela pessoa conhecida que não via a tempo? Sim, este local com suas belezas e encantos mil, com seus moradores permanentes – afinal os patos que ali habitam também não podem ser esquecidos -, um importante companheiro que merece todo nosso respeito, pois nem imponência de um grande shopping erguido em concreto poderia proporcionar tal prazer que neste recanto de natureza. Pois só me vêm à cabeça agora Cleiton e Cledir para expressar meu sentimento: Sai daqui, baixo astral! Vou pro Lago e tchau...


Rodíz io

te car

Terça a quinta e domingo à la carte Sexta e sábado, Rodízio de pizzas e à la carte

a

Noite

izza e à p l de

Tele-entrega 3244-2409

Novidades próximamente!!

São Francisco de Paula

(54)

ANUNCIE!

GANHE VISIBILIDADE E COLABORE COM O PROJETO! (54) 3244-1355

Dia de jogo

chopp em

DOBRO!

R. Assis Brasil, 166 - Centro - S. Francisco de Paula


Mosaico O

mosaico é uma expressão artística na qual o autor, no caso o artista, organiza pequenas peças coloridas e as cola sobre uma superfície, formando imagens. As peças a serem utilizadas em um mosaico podem ser pequenos fragmentos de pedras, como mármore, granito, pedaços de vidro, seixos, pedras semipreciosas e outros materiais, sobre qualquer superfície, seja ela fixa ou transportável. O termo mosaico é originário de “mosaicon”, que significa musa. Essa forma de arte já existe há milênios, pois do Oriente os sumérios, por volta de sete mil anos atrás, já revestiam pilastras com cones de argilas coloridas e fixadas em massa, formando uma decoração geométrica. Os gregos e os romanos também utilizavam a técnica do mosaico no auge de suas culturas para decorarem os pisos e as paredes das construções. A arte bizantina se desenvolveu no Império Romano Oriental e com ela, a força da produção de mosaicos. Quando o Cristianismo passa a ser oficialmente a religião do Império Romano, os novos mausoléus e templos passam a ser decorados por mosaicos, abordando os temas de histórias do Antigo e Novo Testamento. Neste período a técnica se desenvolve, os artistas se tornam mais hábeis e a qualidade das obras aumenta devido o desenvolvimento da técnica, sendo a expressão máxima na arte bizantina do período românico. Os sarcófagos decorados pelos fiéis chegavam a sofisticação de possuírem relevos em seus mosaicos. Com a revolução industrial, o aperfeiçoamento das técnicas da arquitetura e a arte sendo

30

Usina da cultura - Setembro 2013

incorporada aos produtos industrializados oferecidos ao mercado em expansão, o mosaico passa a ser produzido em lajotas ou pequenos quadrados de cerâmica, que ao se unir formavam imagens decorativas surpreendentes em painéis coloridos. No final do século XIX e início do século XX, o arquiteto catalão Antoni Gaudí (1852-1926), desenvolveu uma estética própria na sua arte. Gaudí utilizava recursos do mosaico em sua arquitetura, integrando a obra à natureza de forma harmoniosa. Ele rompeu com a forma plana nos edifícios e também passou a explorar as superfícies produzidas pela própria natureza utilizando a arte do mosaico. O Parque Güell, a Casa Milá e a Casa Batló, na Espanha, são exemplos fabulosos da multiplicidade de técnicas, incluindo o mosaico. Nos anos cinqüenta e sessenta do século XX, a moda era a utilização de pastilhas de azulejos nos pisos e paredes das construções, e na década de noventa a utilização do vidrotil na arte do mosaico. Nos dias de hoje, o mosaico ressurgiu, despertando grande interesse, sendo cada vez mais utilizado, artisticamente, na decoração de ambientes interiores e exteriores. Texto: Professor Lindomar http://www.infoescola.com/artes/mosaico/ Fotos página seguinte: Soi Meira Acima esquerda: telhado fachada casa Batló, Barcelona. Acima direita e abaixo: Parque Güell, Barcelona, Espanha. Autor todos os mosaicos: Antoni Gaudí (1852-1926)


31


Eco Motor

Carro movido a ar ?

A

lgo que parecia improvável pode virar realidade nos próximos três anos: um carro movido a ar. Na verdade é um protótipo híbrido, desenvolvido pelo grupo PSA Peugeot Citroën em parceria com a empresa alemã Bosch, e que utiliza um motor a combustão, de três cilindros, movido à gasolina, associado a um sistema de ar comprimido em vez de um gerador a eletricidade. Segundo a empresa, a tecnologia permite que veículos compactos como Citroën C3 ou Peugeot 208 emitam apenas 69g/km de CO2.

Tecnologia Hybrid Air promete economia de combustível de até 45%.

O Hybrid Air é composto por um motor convencional acoplado a uma transmissão epicíclica (composta por uma engrenagem

“A Tecnologia Hybrid Air promete economia de combustível de até 45%.” central ligada a um eixo central e com várias engrenagens planetárias ao redor da engrenagem central), assistido por um motor

32

Usina da cultura - Setembro 2013

hidráulico alimentado por ar comprimido. Um compressor e uma bomba de ar, estimulados pela frenagem regenerativa, enchem o compartimento de ar comprimido. O carro pode ser movido somente por gasolina ou por ar comprimido – ou pela união dos dois, como num híbrido elétrico. A fabricante explica que os carros podem ser impulsionados somente pela força do ar comprimido a velocidade de até 70 km/h. Contudo, o motor a combustão pode entrar em ação antes dessa faixa sempre que o ar do cilindro se esgota. A recarga é feita pelo próprio automóvel e leva apenas 10 segundos para atingir o máximo da capacidade. Os protótipos ainda contam com freios regenerativos, que recarrega a bateria sem ajuda do motor a gasolina, e sistema Start&Stop, que desliga o propulsor automaticamente em paradas curtas, como semáforos e situações de trânsito pesado. Ainda de acordo com a montadora, o modo de emissão zero, em que o carro é movido apenas pelo motor a ar, pode ser acionado em até 80% do tempo em ciclo urbano. Já na estrada, onde o veículo atinge velocidades mais elevadas, o motor a gasolina assume toda propulsão. Segundo a empresa, a potência do sistema chega a 122 cv. A montadora também alega que a tecnologia melhora o consumo de combustível em até 45% em relação aos C3 e 208 convencionais, enquanto a autonomia pode ser ampliada em até 90%. A PSA estima que os primeiros modelos de produção equipados com a tecnologia Hybrid Air serão lançados em 2016.


Automóveis

“Primeiras unidades devem chegar às ruas em 2016.”

+ de 2500 cores feitas na hora! construfacilcc@gmail.com

(54) 3244-2083

Rua Benjamin Constant, 361 - Centro - SFP

Loja de conveniência Garantia de combustível puro Motor convencional está acoplado a uma transmissão epicíclica e a um motor hidráulico alimentado por ar comprimido Fonte: http://g1.globo.com/carros/noticia/2013/01/psa-peugeot-citroen-apresenta-carro-movido-ar-comprimido.html Fonte: http://carros.ig.com.br/salaodegenebra/peugeot+e+citroen+criam+carros+movidos+a+ar+comprimido/5856.html

100% PURO

Gaspar Martins 61- Centro Musculação Personal trainer Alongamento Avaliação física

Assista este vídeo sobre o motor e entenda melhor seu funcionamento! Super promoções para planos de verão!!

Av. Júlio de Castilhos, 603 sl.39 - Centro

Escaneie o código al lado e assista o vídeo, ou acesse http://www.youtube.com/ watch?v=rjqFihLltSY thiagaoamerica@hotmail.com

Av. Júlio de Castilhos 603 sala 12,13,14. São Fco. de Paula

Quer anunciar? ligue (54) 9621-2061

33


Sobre o

cinema historia ea

A

relação entre o Cinema e a História é foco de atenção em diversos campos. Entretanto, na escola esta aproximação tem proporcionado interessantes reflexões mediadas pelos professores que utilizam os filmes como ferramenta pedagógica. Independente do gênero fílmico é possível aproveitar, na sala de aula, todos os elementos que uma narrativa audiovisual pode oferecer. Nesse sentido, já podemos pensar no quão benéfica essa prática pode ser, pois aliamos o estudo da História (muitas vezes considerado distante da realidade das crianças e jovens) com a dinamicidade e o encanto do Cinema. Quantos de nós já enxergamos a História nos gestos, nas falas, nos objetos, nos lugares e nas expressões representados em um filme? Podemos aprender História com o Cinema não só pela representação que é feita daquilo que os homens pensam ou como agem e vivem ao longo de um determinado período ou ocasião específica. Um filme é um recurso para o estudo da História também pelo testemunho que sugere da época em que foi produzido. No entanto, é importante ressaltar um aspecto que é visível em muitas práticas pedagógicas desse gênero. Quantos de nós, educadores, utilizamos um filme em sala de aula e pressupomos que os alunos façam as devidas relações históricas? Quantas vezes o filme é utilizado na íntegra, sem que se façam os devidos recortes que irão pontuar as conexões daquelas cenas com os temas a serem trabalhados? É fundamental que, ao exibir um filme para “ilustrar” determinado assunto, possamos destacar (antes, durante e depois) aquilo que é

34

Usina da cultura - Setembro 2013

na sala de aula fundamental na obra e as ressalvas que devem ser feitas devido às escolhas e posições dos seus produtores. Dificilmente, filmes completos (ou todos os seus aspectos) são completamente adequados as nossas intenções pedagógicas. E, de modo algum, isso deve tornar-se empecilho para a sua utilização. Contudo, é fundamental que o professor realize os recortes e destaque aquilo que é fundamental em cada obra. E isso pode ser o próprio enredo do filme ou detalhes mais específicos como o vestuário, as falas de uma determinada época ou, ainda, os modos como determinado grupo social é tratado naquele período abordado. Enfim, os filmes são importantes recursos pedagógicos, seja para o estudo da História ou para abordagens em tantas outras áreas do conhecimento. Entretanto, é necessário ampliar as formas de abordagem em relação a essas ferramentas, possibilitando uma verdadeira reflexão dos alunos. Dessa forma, a exibição do filme deixa de ser apenas um momento de entretenimento na sala de aula e passa a ser (além disso) mais um espaço de construção do conhecimento. DICA: No site HISTORIANET há algumas (das inúmeras) sugestões de filmes relacionados ao estudo da História. Vale a pena conferir em http://www.historianet.com.br/ conteudo/default.aspx?categoria=9. Cláudia Santos Duarte Professora de História nas redes pública e particular de São Francisco de Paula Mestranda em Processos e Manifestações Culturais


35


Veja bem...

A leitura é muito útil e importante para a vida do ser humano. Poder ler e interpretar um texto precisa do desenvolvimento da cognição, que é uma característica própria dos seres humanos em seu processo evolutivo. A leitura se adquire geralmente quando criança e se mantem durante toda a vida., ou seja , é uma capacidade que não se perde com o passar dos anos. Também é o que permite às pessoas inserir-se no processo educacional, adquirindo as competências que lhe facilitem o desenvolvimento de atitudes, habilidades e do conhecimento. A leitura precisa de atenção, concentração, compromisso, reflexão e todas as habilidades que levem a um melhor desempenho e à melhores resultados. Sem dúvida a leitura pode ser realizada de várias formas e com diversos objetivos. É diferente a leitura que fazemos pelo mero prazer de ler daquela que realizamos por um objetivo

36

Usina da cultura - Setembro 2013

educativo ou de trabalho. Mas de qualquer forma que seja realizada, sempre ativará nossa imaginação criando novos mundos em nossas mentes, refletindo sobre ideias e conceitos abstratos ou desenvolvendo o domínio do idioma materno ou de outros idiomas, melhorando a ortografia e conhecendo mais sobre outras realidades, entre outros benefícios. É importante que a leitura se realize em ambientes tranquilos que permitam a concentração, propiciam à pessoa esquecer o ambiente que o rodeia e submergir-se na historia que lê. Desde pequena a criança é estimulada para desenvolver a cognição seja através de jogos didáticos, desafios, resolução de problemas ou através da própria leitura. É muito importante os pais criarem nos filhos o hábito da leitura, estimulando-os através de histórias contadas e oferecendo-lhes um ambiente leitor no próprio lar.


Criar o hábito de ler se consegue, geralmente, através do estímulo externo, seja no lar, na escola, ou no meio social ao qual pertencemos. Em muitos países, as pessoas desenvolvem o hábito de ler vários livros por ano, são assíduos à bibliotecas e se criam espaços sociais de leitura e discussão sobre os temas tratados. Isto responde a um processo educativo direcionado a usar a leitura como meio de desenvolvimento pessoal e social. Hoje, com as novas tecnologias e a partici-

pação das redes sociais, a sociedade vem ganhando em amplitude de possibilidades, e vem perdendo no desenvolvimento da linguagem e da leitura, devido à limitação do vocabulário usado nas relações sociais e cotidianas. Está comprovado que a maior dificuldade que encontram os estudantes, inclusive os universitários, está na interpretação e produção de textos escritos. A leitura nos leva ao domínio da escrita, ao uso correto da linguagem e a desenvolver a habilidade interpretativa. É importante estimular a leitura em qualquer faixa etária, pois ela nos permite manter-nos ativos mentalmente e atualizados em relação à sociedade em que vivemos.

Mercedes Sánchez, educadora de longa trajetória na educação brasileira, com a constante preocupação de procurar meios que possibilitem o desenvolvimento do ser humano.

Climatização de ambientes

Lavagem - Polimento - Cera Espelhamento - Espelhamento de vidro higienização de ar condicionado

R$

1.150,00 Empresa credenciada

R. Pinheiro Machado, 187 Centro- São Francisco de Paula - RS

Novo ereço! end (54) 3244-4093

R. Cel Lulu Machado,195 - Centro

T. (54)9665-1888/ 9201-2104 R. Benjamin Constant 926. S.F.P.

Maria Eduarda Comin

Kelly Stank Erlo Nutricionista e Exame de Biorressonância Alergias alimentares, deficiência de vitaminas e minerais

Araponga S. Fco de Paula

(54) 3244-3082/ 9651 3390 Rua Frederico Tedesco, 172 kellyerlo@hotmail.com

Terapeuta Sistêmica Pós Graduada em Terapia Floral e Psicopedagogia Certificação Internacional em Florais de Bach Rua Tiradentes,567 São Francisco de Paula (54)91298866

32441741

37


Veja bem...

A origem da semana Farroupilha e da chama crioula

Em agosto de 1947, um grupo de estudantes do Colégio Júlio de Castilhos de Porto Alegre, liderado por João D’Ávila Paixão Cortês, fundou um Departamento de Tradições Gaúchas, junto ao Grêmio Estudantil, destinado a estimular o desenvolvimento cultural, por meio de reuniões sociais recreativas. O objetivo era o de achar uma trilha diante da perda da fisionomia regional, combater a descaracterização, reagauchar o Rio Grande. Em suma, procuravam a identidade da terra gaúcha. Num ambiente em que a sociedade negava hábitos, costumes e tradições gauchescas, ressurge o sentimento de orgulho das coisas tradicionais que, a rigor, só tinham algum destaque quando a Brigada Militar reverenciava a figura do General Bento Gonçalves da Silva.

38

Usina da cultura - Setembro 2013

No Departamento de Tradições Gaúchas, o Grêmio Estudantil decidiu realizar a 1ª Ronda Gaúcha, que logo passaria a ser chamada de Ronda Crioula, tendo início em 7 de setembro, se estendendo até o dia 20 do mesmo mês. Esta ronda foi a precursora da Semana Farroupilha, oficializada somente 17 anos depois, através da Lei Estadual 4.850, de 11 de dezembro de 1964. Paixão Cortês teve a autorização para capturar uma fagulha da chama da Pira da Pátria em 7 de setembro, e mantê-la até o dia 20, em homenagem aos líderes farroupilhas. Nessa ocasião, Paixão recebeu o convite para montar uma guarda em honra ao herói farrapo, David Canabarro, que seria transferido de


História

Produtos a partir de

R$ 5 R$ 10 R$ 13 R$ 15 R$ 18 Av. Júlio de Castilhos 498 - SFP - (54) 3244-1076 Foto: Nauro Júnior Santana do Livramento para Porto Alegre. Para atender ao honroso convite, Paixão Cortês, reuniu um piquete de oito gaúchos pilchados e, no dia 5 de setembro de 1947, prestaram a homenagem. Esse piquete é hoje conhecido como Grupo dos Oito. Estava formada a 1ª Ronda Crioula da História, com uma programação que previa o acendimento de um Candeeiro Crioulo, concursos de trajes regionais (pilchas), palestras, concurso literário e uma série de momentos equestres. A decoração do local foi feita de apetrechos campeiros (laços, guampas, pelegos, ninhos de joão-de-barro), além de um fogo de chão, onde se aquecia a água para o chimarrão e se assava a carne. Para encerrar as festividades, ocorreu o primeiro baile gauchesco, que aconteceu no Teresópolis Tênis Club. Com o passar do tempo as comemorações da Ronda Crioula tornaram-se a Semana Farroupilha. A Chama Crioula é considerada o fogo símbolo da fraternidade, ardor, paixão, hospitalidade e coragem. Representa o gaúcho idealizado no espírito heroico dos Farroupilhas, como ideais de justiça e liberdade, visando à aproximação dos povos.

Cadernos várias marcas

20%

Mochilas

50%

(54) 3244-3851

Av. Júlio de Castilhos 603 Sala 03 São Francisco de Paula - RS

SUPER 1,99

- Bazar - Brinquedos - Utilidades domésticas

(54)9903-0594

Av. Júlio de Castilhos 899

Texto adaptado a partir de texto de Léo Ribeiro, escritor e compositor.

39


Mitos A lenda do Umbú Para que a Terra sempre tivesse vida, Deus criou os vegetais. Contam que cada um dele pediu uma graça: -Senhor, quero ser forte como o ferro – falou uma árvore. -Assim seja. Terás o nome de “pau ferro” -Eu quero dar flores perfumadas e frutos saborosos -pediu outra. -Muito bem, serás a “laranjeira”. -Quero ter vida longa – pediu o jacarandá. -E eu desejo ser a poesia vegetal; enfeitar casa e jardins – pediu o “salgueiro” ou “chorão”, árvore de galhos verdes e finos. O Criador foi atendendo a todos os pedidos, o último foi o do “umbuzeiro” -Senhor, desejo dar sombra a todos os homens cansados. -Sombra, todas as árvores dão meu filho. -Sim, mas eu quero dar a mais bela e completa sombra. Quero que os homens sempre encontrem paz e proteção à minha sombra. Deus, então atendeu o pedido da árvore. É por isso que o umbuzeiro tem sempre a copa verde e espessa, e até mesmo na época da seca, oferece a mais gostosa das sombras. Esta história foi adaptada do folclore por Lucina Passos. Esta árvore é típica na vida do gaúcho, pois baixo sua sombra se protegia do sol, vento, chuva e construía sua casa perto dela para sua proteção.

40

Usina da cultura - Setembro 2013


Mitos & Lendas

Como fazíamos sem móveis?

A

s casas européias comuns, até o século 16, pareciam salões de festas: sem divisões de cômodos e com os pouquíssimos móveis que existiam até então. As roupas e os raros objetos pessoais da gente comum eram guardados em cestos. No século 19, esses cestos foram substituídos por baús, que também serviam de assentos. Mesas e cadeiras só tornaram-se comuns durante o século 18. As camas, que existiam desde a época grega, eram um luxo para poucos e, aqui no Brasil, chegavam a fazer parte do dote de moças. Pobres e ricos dormiam no chão, sobre um pouco de palha, mas visitantes tinham que ser recebidos em leitos. No Brasil, sob influência dos costumes indígenas, escravos e empregados dormiam em redes feitas de palha. http://guiadoestudante.abril.com.br

JÓIAS RELÓGIOS ÓCULOS LENTES R. Cel. Lulu Machado, 482

(54)3244-1306

Júlio de Castilhos, 411 Centro - 3244-1427

Tel: 3244-2318

Rua 3 de outubro, 51. S.F.P.

Loja Natal Cursos de Idiomas, Informática e Profissionalizante R. Cel. Lulu Machado, 449

Comércio e varejo de tecidos Artigos de vestuário e bazar. (54) 3244-1107

(54) 3244-2689

41


Lasanha de pão Ingredientes: 01 pão de sanduíche (pode ser pão adormecido) 200g de queijo mussarela; Molho branco: 02 copos de leite; 02 colheres de maisena; Noz-moscada, sal, pimenta e tempero verde, à gosto. Molho vermelho: 1/2 kg de carne moída; 02 colheres de sopa de azeite; 02 cebolas pequenas; 01 tomate; 01 caldo de galinha; 01 caldo de carne; ½ pacote de molho de tomate; Pimentão, alho, orégano, alecrim, pimenta, tempero verde e sal, à gosto;

Modo de preparo do Molho Branco: Bata o leite e a maisena no liquidificador. Leve ao fogo para engrossar e acrescente os temperos. Reserve Modo de preparo do Molho Vermelho: Em uma panela, colocar o azeite, cebola, tomate, pimentão, alho e deixar fritar. Acrescentar a carne, os caldos de carne e galinha, o alecrim, orégano e pimenta (à gosto). Refogar. Acrescentar o meio pacote de molho de tomate. Vai acrescentando água aos pouquinhos. O molho deve ficar bem consistente. Por último coloca-se o tempero verde. Como montar: Separar as bordas do pão. Forrar o fundo de um prato refratário com o pão, sem bordas. Faça camadas com o recheio de carne, o queijo, o molho branco e novamente o pão, seguindo até terminar os ingredientes. Finalizar com molho branco. Levar ao forno pré-aquecido, numa temperatura de 200 graus, até ficar dourado. Bom apetite!!

42

Usina da cultura - Setembro 2013


Receitas

dropônia HiNascente da Ronda

O alface hidropônico é cultivado em uma solução líquida nutriente. Nela são dissolvidas todas as substâncias de que a planta necessita e que normalmente retira da terra, como o nitrogênio e o manganês. A grande vantagem da folha hidropônica é o menor risco de contaminação. piterchilton@hotmail.com

(54) 9640-3172 (54) 9618-7742

Bolo de milho com goiaba Ingredientes: 01 xícara de farinha de trigo; 01 xícara de farinha de milho; 01 xícara de açúcar; 01 copo de leite; ½ copo de óleo; 01 colher de sopa de fermento em pó; 03 ovos; Pedaços de goiabada; Margarina e farinha de rosca para untar e polvilhar a fôrma; Açúcar e canela para polvilhar.

TELE ENTREGA

Aceitamos encomendas

LANCHERIA PÃES - DOCES CUCA - SALGADOS

so de verda de xpres Oe

Modo de Preparo:

Bata os ovos com o açúcar, acrescente o leite e o óleo. Acrescente as farinhas de trigo e milho. Misture bem e acrescente o fermento em pó. Untar uma assadeira com margarina e polvilhar com farinha de rosca. Despejar a massa do bolo, acrescentando pedaços de goiabada. Leve ao fogo pré-aquecido por aproximadamente 40 min.

(54) 3244-1090

Av. Júlio de Castilhos 620 Centro - São Francisco de Paula

Sob NOVA DIREÇÃO

Desenformar e polvilhar com canela e açúcar, ainda quente. Obs.: os pedaços de goiabada vão na massa crua.

Receitas de Rosangela Valim Traslatti

Aqui, aniversariante não paga! *acompanhado de 6 adultos

Tel: (54)

Espeto corrido Buffet livre Buffet Kilo Vianda

3244-1028/ 9608-3843 Av. Benjamin Constant, 582 São Francisco de Paula/RS

43


Lá no Japão Por favor, faça isso!

Laura Bolze, gaúcha, reside atualmente em Tóquio e conta cada mês aos leitores desta revista curiosidades do dia-a-dia no outro lado do mundo. Quer fazer alguma pergunta para a Laura? Envie um e-mail para

laura@usinadacultura.com

Q

Você também pode ler mais sobre este assunto em seu blog,

ue Tóquio é uma cidade super populosa, não é novidade para ninguém. São aproximadamente 13 milhões de habitantes, sendo que essa população aumenta em mais de 2,5 milhões durante o dia. A região metropolitana tem mais de 30 milhões de habitantes, é mais do que a população da Região Sul do Brasil inteira, só que ao invés de estar distribuída em 576.410km², está em 8.304km².

e respeitar o próximo é fundamental para manter as coisas funcionando, não custa dar uma reforçadinha nas regras.

Já dá pra ver o caos que é viver aqui, né? Se você consegue visualizar, provavelmente deve estar confundindo o Japão com a China. Aqui tudo funciona pontualmente, silenciosamente e com ordem. É claro que algumas pessoas quebram as regras de vez em quando, principalmente os estrangeiros e os jovens. Nada grave, mas como saber usar o espaço comum

Com esse objetivo, o Tokyo Metro – maior empresa de metrô do Japão – lança, anualmente, pôsteres para “lembrar” os usuários de manter as boas maneiras no trem. Em 2008, teve início uma campanha de 3 anos usando o tema “deixe para fazer isso em casa”, na qual o artista Bunpei Yorifuji criou curiosos pôsteres que tornaram-se um grande sucesso e divertiram muita gente.

- Entre no trem quando for a sua vez. - Ofereça o seu assento aos que precisam.

44

Usina da cultura - Setembro 2013

www.lanojapao.wordpress.com


Esse mostra o menino de fone com o volume muito alto (imagem à direita). E no Brasil, que a gente tem que aguentar o pessoal ouvindo música na caixa de som estourada do celular a todo volume? - Por favor, tenha cuidado com o som vazando dos seus fones de ouvido. As campanhas seguem, e todo mês um novo cartaz é colocado nas estações. Pode até parecer um exagero em determinadas circunstâncias, mas a medida que vamos experimentando os benefícios de utilizar trens onde as pessoas, em sua grande maioria, cumprem essas regras… passamos, nós também, a zelar por elas. Veja no blog a coleção completa dos 36 pôsteres, em inglês, chamando a atenção para comportamentos um tanto quanto bizarros que devem ser evitados, ou escaneie o código ao lado

Cursos de INFORMÁTICA pela manhã com 50% de desconto. R. Manoel Vicente Ferreira nº257 Centro - SFP - (54) 3244-1625

Cama, mesa e banho.

(54) 3244-1284

Av. Júlio de Castilhos, 477- Centro

Rações e acessórios para cães, gatos, peixes e pássaros. Farmácia veterinária. Banho e tosa com busca e entrega. Av. Júlio de Castilhos, 948 Centro - (54) 3244-1311

- refrigeração comercial - refrigeração doméstica - instalação e manutenção de ar Split

climaserra@yahoo.com.br São Francisco de Paula - RS

Móveis sob medida Avenida Benjamin Constant, 379 - Centro (54) 32442001

A farmácia da gente

Av. Júlio de Castilhos, 752 - Centro

45


munDO Palavra cruzada 1 2 1- Nome de luta importante que aconteceu no RS 3 2- É o meio de transporte do gaúcho 4 3- Comida que o gaúcho mais gosta 5 4- É a companheira do gaúcho 5- Tipo de calça usada pelo gaúcho 6 6- Dia 20 de setembro é o dia do.... 7 7- Faz parte do vestuário 8 - Usada para tomar chimarrão 8 9- É usado no pescoço 9 10- Bebida típica do RS 10 11- Nome do nosso estado

11

F A RR O U P I L H A

Labirinto: Ajude o gauchinho e a gauchinha a tomarem um mate juntos!

E aproveite para colorir!

46

Usina da cultura - Setembro 2013


Manualidades

Árvore genealógica?

Vamos fazer uma

Complete a arvore genealógica abaixo e descubra quem foram seus antepassados. Você pode pedir ajuda a seus pais! Bisavó paterna

Bisavô paterno

Avó paterna

Bisavó paterna

Bisavô paterno

Bisavó materna

Avô paterno

Bisavô materno

Avó materna

Pai

Bisavó materna

Bisavô materno

Avô materno

Mãe

Você

BOTAS BATISTA

Novos horários de ginástica Venha dançar conosco!

Botas feitas à mão,

Natália Brambilla

018629-G/RS

Galeria Caáguas, nº603. sl.29 - Centro

petmaniasaochico@hotmail.com

(54) 3244-1074 cintos e chinelos Av. Júlio de Castilhos, 948 - Centro

47


Conhecendo os museus do mundo Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS Disseminar conhecimentos sobre ciência e tecnologia, participar ativamente no processo de educação em todos os níveis e atuar na pesquisa científica sobre biodiversidade, paleontologia, arqueologia e conservação, são os principais objetivos do Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS (MCT-PUCRS). Com uma grande área de exposição pública permanente (mais de 10 mil metros quadrados), onde cerca de 700 equipamentos interativos estão expostos para visitação diária, o Museu apresenta exposições temáticas de nosso cotidiano, abordando questões atuais da sociedade. Uma equipe especializada fornece apoio pedagógico para professores de todos os níveis de ensino, a fim de que a visitação ao Museu seja um momento rico e intenso de aprendizagem. Ao mesmo tempo, a interatividade dos experimentos torna as atividades lúdicas e estimulantes, despertando em todos o interesse pelo conhecimento. Setores e Coleções Científicas A área de pesquisa do Museu está intimamente ligada a Programas de Pós-Graduação de Zoologia e de História da PUCRS. Possui coleções científicas de destaque em diversas áreas

48

Usina da cultura - Setembro 2013

como Arqueologia, Botânica, Paleontologia e Zoologia. O estudo da biodiversidade brasileira é um dos principais tópicos de pesquisa científica no MCT-PUCRS. As coleções científicas registram e arquivam espécimes representantes de nossa biodiversidade e de seu DNA, facilitando pesquisas sobre a diversidade, taxonomia, evolução, biogeografia e conservação. http://www.pucrs.br/mct/ TOUR VIRTUAL : http://www.pucrs.br/mct/museu_puc/ index.html


cantinhodospais

COLÉGIO EXPRESSÃO

Há 6 anos garantindo um futuro positivo para as crianças e jovens de São Chico!

Onde estão nossas raízes? Sabemos que no Brasil temos grande ascendência estrangeira. Mas voce sabe ao certo de onde veio sua família?

colegexpressao@gmail.com Rua Pinheiro Machado, 194 - Centro - SFP - RS (54) 3244-1232

Fazemos um convite para que junto a seus filhos encontrem suas raízes elaborando uma árvore genealógica. A medida que procuram as informações podem ir conversando sobre a família, sua, origem e ocupações ou qualquer informação que seja de interesse para seus filhos.

Instruções: Complete junto com seu filho a árvore genealógica da página anterior, começando por seu filho ou filha no médio, logo depois os pais, avôs e bisavôs. Podem enriquecer a árvore colocando o nome dos filhos de cada um, Isso dependendo da idade de seus filhos. O objetivo é que aprendam a realizar as relações básicas familiares.

Confecções · Masculino Feminino · Infantil · Bijou

Sua família sempre na moda (54) 9951-6144

R. Getúlio Vargas, 50 - Centro - SFP

TUDO PARA SEU CARRO E CAMINHÃO Oficina mecânica - Fábrica de carroceria Injeção eletrônica - Peças - Geometria e balanceamento carro e caminhão

(54) 3244-1212

Av. Júlio de Castilhos 1014 - Centro. SFP

Cama, mesa, banho Roupas adulto e infantil Tecidos Linhas e lãs Lingerie Confira nossas ofertas! Av. Júlio de Castilhos, 551. São Francisco de Paula /RS

(54) 3244-1630 49


A Xerife de Getúlio Brilhante e dourada, habitava certa lapela que passeava pelos corredores do colégio, impondo-se como símbolo de autoridade - e olha que naquele tempo, meus colegas e eu nem sabíamos, como sabem os alunos de hoje, que poderíamos nos insurgir contra as autoridades. A estrela metálica ratificava o respeito que tínhamos pela Irmã Gelma. Quem foi aluno dela sabe do que estou falando. A professora era uma figuraça. Fazíamos macarrão. Centenas de quilos de macarrão. Passávamos tardes e tardes no salão paroquial, em meio a ovos e sacos de farinha. Algumas mães faziam a massa, outras limpavam, outras colocavam no cilindro. A gente entregava as encomendas. O objetivo era angariar fundos para a excursão do final de ano do Santa Clara. No mesmo ano iniciei meu curso de datilografia – precisava investir no meu futuro profissional. O ano que morei em Getúlio Vargas (1989 – o ano em que nossos pais elegeram o Collor), me fez crer pelas últimas duas décadas que esta seria a cidade ideal para criar meus filhos. Retornei. Ainda conserva a pecha de cidadezinha pacata do interior. O que mudaram foram as pessoas. No meu imaginário adolescente, conservava a imagem que levei comigo. Voltei para lá e ficava chocado ao encontrar um antigo colega fazedor de macarrão e

50

Usina da cultura - Setembro 2013

perceber que o tempo passou também para ele. Também o comportamento agressivo e ‘nem aí pra nada’ do jovem de hoje, me choca. Éramos inofensivos. Algum tempo depois (1992), durante o segundo grau, pintamos a cara e formos para as ruas. Acreditávamos que poderíamos derrubar o presidente. Aprendemos a escrever ‘impeachment’. Foi a última vez que vi a juventude se unir em torno de algum objetivo. Derrubamos o Collor e nos acomodamos. Sem acesso ao Google e às coisas que aconteciam além do que víamos no Jornal Nacional, participávamos mais ativamente e com responsabilidade. Éramos mais responsáveis e interessados em fazer o que devia ser feito. Quando passo por lá, tento reconhecer as ruas da minha adolescência. Sinto vontade de escrever. Mas escrever alguma coisa que gostasses de ler, que te fizesse feliz e te devolvesse as alegrias da tua infância. Por isso lembrei de tanta coisa. Porque sempre que me lembro de coisas boas do passado, me lembro de Getúlio. Gostaria de saber por onde anda a Irmã Gelma e sua estrela. Nunca concluí o curso de datilografia. Franco Vasconcellos e Souza, gaúcho de Erechim, morador de São Francisco de Paula, escreve sobre o cotidiano e aceita sugestões dos leitores. Envie e-mail para franco@usinadacultura.com.


PLAY

Filmes

Vicky Cristina Barcelona (na sua locadora)

Diretor: Woody Allen Vicky (Rebeca Hall) e Cristina (Scarlett Johansson) são duas amigas que viajam à Barcelona em férias. Elas tem visões opostas sobre a vida e o amor. Vicky, que estuda a cultura catalã para o mestrado, está noiva e é muito sensata. Já Cristina, que ainda busca sua vocação, é pura emoção. Durante uma exposição de arte, as duas conhecem o sedutor Juan Antonio (Javier Bardem), ex-marido da pintora temperamental Maria Elena (Penelope Cruz). Juan as convida para uma viagem à Oviedo, para um final de semana que mudará o rumo de suas férias. Cada uma, de sua forma, se interessa por ele, dando início a um complicado “quadrado” amoroso.

Elefante branco

Diretor: Pablo Trapero Os padres Julián (Ricardo Darin) e Nicolas Jerémie Renier) trabalham em prol dos menos favorecidos na favela de Villa Virgem, periferia de Buenos Aires. Eles arriscam a vida em um local de violência e miséria, para ficar do lado dos mais pobres. Elefante Branco faz crítica à apatia dos governantes, à truculência policial, à hierarquia religiosa e ao discurso cristão-marxista, quimérico de luta e justiça social. É uma homenagem a estas pessoas que se entregam de corpo e alma para ajudar seus semelhantes.

Jogo do mês Alien Rage

Alien Rage, um jogo de ação constante, coloca-nos na pele de um comando de elite bem treinado, visando a sabotagem contra uma perigosa raça de alienígena. Distribuído por download, o jogo de tiro se passa em cenário de ficção científica e batalhas à moda antiga. Um título de ação FPS para Xbox 360, PlayStation 3 e PC, em formato digital.

PRORROGADO! Restaurante e lancheria

A la minuta Buffet Bauru

TATTOO SESSÃO R$150/ 3h

CORRE LÁ!! (54) 9966-4356

Av. Júlio de Castilhos, 302

Av. Júlio de Castilhos 603 sl.17 tiarajuls@hotmail.com

51


Agenda cultural SETEMBRO

20 - Show com Daniel Barros (18h) e bailanta

13 a 20 - Semana farroupilha, com shows

com Grupo Estilo Campeiro - CTG

e apresentações artísticas todas as noites -

21 - Banda Thiago & Duda + 2 – Taylor’s 21- Lareirau – Pousada do Engenho 21 - Um poema em cada árvore - Av. Júlio de

CTG Rodeio Serrano

14 -Show com Alemão Ronaldo – Taylor’s 14 - Baile com Jardel Borba e Brasil de

Castilhos

Bombacha – CTG Rodeio Serrano

27 - The Tex-Mex Trio (Jimi Hendrix Cover) –

15 - 21ª Cavalgada de prendas e Bailanta

Taylor’s

com Grupo Batendo na Marca – CTG

15 - Baile do Gaúcho - Grupo da Melhor

28 - Show com Bier Rock Band – Taylor’s 29 -Caminhada da Usina + info (54)3244-1355

Idade Lazer dos Sábios - Soc. Cruzeiro

OUTUBRO

19 – Baile com Zezinho e Grupo Floreio –

05 - Show com Cattarse – Taylor’s 06 - Festa São João Batista - Boa Vista 13 - Festa em honra a Nossa Senhora de

CTG Rodeio Serrano

20 - Show AlaudeRock – Taylor’s 20 - Desfile farroupilha

Aparecida - Rincão

Este espaço é totalmente GRATUITO. Anuncie seu evento aqui! Envie e-mail com os dados para info@usinadacultura.com

Bistrô Bar

petiscos lanches drinks buffet de sopas sopa no pão...

BENEFÍCIOS - Condicionamento Físico; - Defesa Pessoal; - Autocontrole; - Capacidade Cardiorespiratória; - Tonificação Muscular; - Aumento da Força e Resistência; - Alto Gasto Calórico; - Flexibilidade e Alongamento; - Disciplina; - Antistress

Dom Berto Bar no Hotel das Araucárias uma nova opção gastronômica para São Chico

pela sugestão do dia! Pergunte

eonardo Chef L lista em Especia

risotos

AEROBOXING

KICKBOXING

SUBMISSION

Faça uma aula demonstrativa sem compromisso (54) - 8143 - 6060 Rua: Lulu Machado nº 224 centro


Venha conhecer o bar do hotel! Com excelente estrutura e serviços exclusivos, o Hotel Village da Serra tem a solução perfeita para receber os mais variados eventos sociais e corporativos como reuniões, casamentos, aniversários, formaturas, batizados, entre outros. Realização de eventos à medida.

Servimos à la carte diariamente à noite e domingos ao meio dia

Para mais informações ou reservas: (54) 3244-2853 • village@villagedaserra.com.br Av. Júlio de Castilhos, 1650 • São Francisco de Paula • RS www.villagedaserra.com.br

Gostou?

Receba em sua casa e garanta seu exemplar! Este é um projeto financiado exclusivamente pelo espaço publicitário. Se você assina, contribui com que ele possa seguir se desenvolvendo por muito mais tempo.

Devido à intensa procura de números atrasados por parte dos leitores, estamos lançando o sistema de assinatura Se for de seu interesse, por favor entre para aquelas pessoas que desejem garantir sua revista e recebê-la em sua em contato através do e-mail: casa todos os meses. A través do mes- assine@usinadacultura.com mo sistema, possibilitamos que você ou pelo telefone: (54) 3244-1355 possa adquirir números anteriores.


Cada mês a revista fica disponível para leitura online, pra você ler onde, quando e como quiser! www.usinadacultura.com

Acesse Todas as edições disponíveis para consulta e descarga. Escaneie o código ao lado com alguma aplicação de leitor de código QR, e desfrute lendo a revista em seu dispositivo móvel!

Revista usina da cultura - Setembro 2013  

Revista Usina da Cultura. Uma proposta para São Chico, que une cultura e lazer, com tematica variada, agenda cultural, guia de negócios e mu...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you