Issuu on Google+

Grupo

Carlos Lyra

FolhadaCana USINA CAETÉ S/A

Ano V • N°35 • Julho 2012

INFORMATIVO

USINA VIVA

Usina Caeté promove atividades em comemoração a Semana do Meio Ambiente Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, a Usina Caeté preparou diversas atividades focadas na Educação Ambiental. Os alunos do 4º ano das escolas municipais de Delta e Conceição das Alagoas foram convidados para visitar os espaços de educação ambiental, situados na empresa. Neste espaço, um bosque foi formado com árvores típicas do cerrado brasileiro, todas identificadas com placas e informações sobre cultivo, frutos, características, entre outros dados. Durante toda manhã as crianças puderam pesquisar as árvores e ainda conhecer através de stands atividades realizadas pela Usina Caeté como práticas sustentáveis, sendo: Controle Biológico de Pragas, Estação de Tratamento de Água – ETA, Bioenergia, Artesanato de Bagaço de

Cana de Açúcar, Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN e ainda Coleta Seletiva. Após estas atividades os alunos fizeram uma visita ao parque industrial das unidades e conheceram um pouco sobre o processo produtivo da cana de açúcar. Em Conquista, a atividade foi realizada na Escola Municipal Dr. Prado Lopes durante o período da manhã. Foi montada uma mini feira com estande abordando os mesmos temas, além de um espaço para contar histórias. As atividades aconteceram nos dias 04/06 em Delta, 05/06 em Volta Grande e 06/06 em Conquista. Ao todo foram atingidas mais de 600 crianças entre 09 e 11 anos de idade, e ao final de cada comemoração foram sorteadas bicicletas para as crianças de cada unidade.

Ganhadores Unidade Delta Kauane Beatriz da Silva (Escola Municipal Ana de Castro) Unidade Volta Grande Denis dos Santos Gomes Silva (Escola Estadual Herculégio Antonio Borges) e Larissa Gonçalves da Silva Reis (Escola Municipal Azalia de Oliveira Naves) Unidade Conquista de Minas Luana Vitória Aparecida de Souza e Lucas Henrique Dutra da Silva (Escola Municipal Prado Lopes)

USINA CAETÉ S/A

FolhaDaCana-35_VersaoFinal.indd 1

FolhadaCana | 01

09/07/2012 13:36:49


USINA VIVA

Conheça o Comitê de Comunicação Interna

CCI No mês de junho, foi criado o Comitê de Comunicação Interna (CIC) que tem como principal missão melhorar a comunicação interna da empresa, garantindo a veracidade dos dados repassados aos colaboradores, no tempo necessário. Além de apoiar a Assessoria de Comunicação e Marketing e a área de Gestão de Pessoas no que se refere à comunicação com os colaboradores da empresa. As principais atividades do comitê: • Propor campanhas internas de conscientização e comunicação, a partir de observações dos comportamentos dos colaboradores; • Identificar gargalos ou falhas na comunicação interna; • Contribuir para que Assessoria de

Expediente Colaboração Comitê de Comunicação Interna: Aline Gonçalves (Administração), Ana Paula Alves (Comunicação), Camilla Lazak (Comunicação), Dilma Ferreira (Sustentabilidade), Eudenice Lourdes Melo (Agrícola), Guy Georges (Administração), Hudson Macedo (Sesmt), Karina Borges (RH), Lourenço Sena (Comunicação), Lucilene Ferreira (Gestão da Qualidade), Mariângela Amaral (RH), Robson Pacheco (Agrícola), Robson Trida (Sesmt), Samarone Pereira (Gestão de Projetos) e Úrsula Alves (RH).

Comitê de Comunicação Interna

Comunicação e Marketing e a área de Gestão de Pessoas compreendam as necessidades e anseios dos colaboradores da empresa; • Identificar ferramentas adequadas para agilizar a comunicação, levando em conta o perfil dos colaboradores alvo; • Identificar foco de “rádio-peão”, possibilitando uma ação preventiva ou corretiva; • Disseminar informações de interesse organizacional de forma ágil e direcionada a públicos ou áreas específicas; • Apoiar na divulgação dos programas realizados pela empresa, que tenha como objetivo, aumentar a satisfação dos colaboradores;

• Apoiar na aplicação de questionários e pesquisas realizadas internamente; • Apoiar no levantamento de dados e informações para o Jornal Informativo Folha da Cana. Confira quem faz parte do CIC: Aline Gonçalves (Administração), Ana Paula Alves (Comunicação), Camilla Lazak (Comunicação), Dilma Ferreira (Sustentabilidade), Eudenice Lourdes Melo (Agrícola), Guy Georges (Administração), Hudson Macedo (Sesmt), Karina Borges (RH), Lourenço Sena (Comunicação), Lucilene Ferreira (Gestão da Qualidade), Mariângela Amaral (RH), Robson Pacheco (Agrícola), Robson Trida (Sesmt), Samarone Pereira (Gestão de Projetos) e Úrsula Alves (RH).

Comitê define melhorias dos cardápios no refeitório O Comitê de Cardápio realizou uma reunião nas unidades Delta e Volta Grande para trocar idéias e propor melhorias nos cardápios dos refeitórios. Na ocasião a empresa

Aplanco foi representada por Mariana Melo na unidade Delta e Márcia Moreira na unidade Volta Grande, onde foram discutidas as opções de pratos para os próximos dois meses.

Unidade Delta: André Rodrigo (Administração), Daniel Carlos (Serviço Social), José Gualberto (Segurança Patrimonial), Estefânia Silva (Treinamento e Desenvolvimento), Karolina Hirose (Treinamento e Desenvolvimento), Sandra Martins (Topografia), Carlos Alberto (Administração Automotiva) e Fabiana Franco (Gestão da Qualidade).

Unidade Volta Grande: Alexandre Fernandes (Controladoria), Bruno Roncolato (Controle Agrícola), Celso Brait (Administração), Lilian Poliana (Serviços Gerais) e Thaís Castro (Administração).

Impressão: Gráfica e Embalagens W/S Ltda. 3.000 exemplares Folha da Cana é uma publicação do Departamento de Comunicação da Usina Caeté S/A Assessoria de comunicação Caeté: Camilla Lazak Relações Públicas responsável: Lourenço Sena Projeto gráfico: Ana Paula Alves Fone:(34)3319-6598 comunicacao@gclsud.com.br

USINA CAETÉ S/A

FolhaDaCana-35_VersaoFinal.indd 2

FolhadaCana | 02

09/07/2012 13:36:52


GIRO PELA USINA

Planseq benefecia colaboradores O Plano Setorial de Qualificação do Ministério do Trabalho e Emprego (Planseq), formou no início do ano 106 alunos da Caeté, e os resultados já estão aparecendo.

Vários alunos que concluíram o Planseq já conseguiram melhorias na sua área de atuação, muitos foram promovidos, confira os depoimentos de alguns colaboradores:

Lauricélio de Araujo Lopes “O Planseq foi uma ótima oportunidade, que possibilitou o meu crescimento profissional”, Lauricélio trabalha na usina desde Fevereiro de 2010 iniciou como trabalhador rural, no setor de Controle Biológico e posteriormente passou para a função de Atrelador, após o Planseq ele assumiu a função de Tratorista no setor de Plantio Mecanizado.”

Janiel da Silva Santos “O Planseq proporciona maior capacitação dos colaboradores e também é uma forma de motivação, com ele podemos obter maior conhecimento para nossa área de atuação”, Janiel está na usina desde Março de 2011 como apontador de transporte, após o Planseq, ele passou a atuar como Tratorista no setor de Plantio Mecanizado.“

Edivaldo Duque Barbosa “O Planseq permitiu ampliar meus conhecimentos e colocar em prática todo o aprendizado do curso.” Edivaldo iniciou na usina em Fevereiro de 2008 como Atrelador, e hoje atua como Tratorista no setor de Plantio Mecanizado.”

Coca-Cola realiza auditoria na Usina Caeté Foi realizado nos dias 11 e 12 de junho, na unidade Volta Grande, auditoria externa pela empresa ETGAR Serviços de Análise de Mercado Ltda – credenciada Coca-Cola, com o objetivo de homologar fornecedores de açúcar para o grupo The Coca Cola Company. A auditoria identifica o risco nos processos implementados pela unidade produtora de açúcar, que possam causar alguma preocupação à qualidade ou à marca da The Coca-Cola Company e também verifica se o ingrediente é produzido, estocado e embarcado sob condições sanitárias apropriadas para uso em indústria de alimentos. Os setores auditados foram Gestão da Qualidade, RH, SAC, Indústria, Armazéns, Logística e Comercial. A auditoria identificou pontos de melhoria que estão sendo trabalhados pela equipe de Gestão de Qualidade. No contexto geral a auditoria aprovou os parâmetros de produção da Caeté e concluiu que a unidade de produção atende aos parâmetros da Coca-Cola.

Usina Caeté recebe o Selo de Compromisso Nacional A Usina Caeté recebeu, no último dia 14, o Selo de Compromisso Nacional que foi criado para aperfeiçoar as condições de trabalho na cana de açúcar e visa garantir novos direitos e melhor qualidade de vida para os trabalhadores da lavoura da cana de açúcar.

USINA CAETÉ S/A

FolhaDaCana-35_VersaoFinal.indd 3

O projeto envolve a valorização de um conjunto de boas práticas empresariais, novas ou já existentes em unidades produtivas, que devem ser difundidas na atividade sucroalcooleira, e a promoção pelo governo de um conjunto de programas e políticas

públicas destinadas aos trabalhadores dessa atividade. Além da Caeté, outras 12 usinas do estado filiadas à Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (SIAMIG), receberam o selo de Compromisso Nacional.

FolhadaCana | 03

09/07/2012 13:37:04


DESTAQUE

RH mais perto de você O setor de RH vem realizando uma série de visitas em vários setores da usina, com o objetivo de aproximar cada vez mais dos colaboradores entendendo os anseios e as dificuldades do dia a dia. As visitas que antes eram realizadas aos sábados, a partir deste mês serão realizadas durante a semana, trata-se de um tempo de investimento, de ouvir, valorizar e também tirar dúvidas para passar informações. “É muito importante este relacionamento, pois é com ele que trocamos idéias para juntos criarmos um espaço de melhorias para todos nós e a empresa.” relata Ursula Hahn, coordenadora de Gestão de Pessoas. A partir deste mês o departamento de Comunicação e Marketing também irá participar das visitas, com o objetivo de identificar pontos falhos de comunicação e novas alternativas para fomentar o fluxo de informações, aumentando ainda mais o relacionamento entre o colaborador e a empresa.

USINA CAETÉ S/A

FolhaDaCana-35_VersaoFinal.indd 4

G

Vice Presidente da Caeté, Robert Lyra recebe troféu Mérito JM 40 anos Na sexta-feira (29/06), aconteceu a comemoração dos 40 anos do Jornal da Manhã, o evento foi realizado no Centro de Eventos da ABCZ, e contou com presenças ilustres como a do Governador do Estado de Minas Gerais, Antônio Anastasia. Na ocasião

o Vice Presidente da Caeté, Robert Lyra, foi homenageado com o troféu Mérito JM 40 anos, destinado àqueles que participaram da história do Jornal da Manhã e que contribuem para o desenvolvimento de Uberaba e do Triângulo Mineiro.

FolhadaCana | 04

09/07/2012 13:37:10


GIRO PELA USINA

Superação de metas Turno B da frente 4 supera a produção de colheita mecanizada No último dia 18 de Junho, aconteceu uma confraternização entre os colaboradores do Turno B da frente 4, o motivo foi para comemorar a superação da produção de colheita mecanizada. Anteriormente a meta de colheita mecanizada atingida era de 800 toneladas por hectare/dia, que foi batida pelo o turno B da frente 4, atingindo 1.364 toneladas, sendo 4,5 kg terra de cana com impureza mineral e perca de 2,5 toneladas por hectare. Com esse recorde, o antigo marco foi superado em aproximadamente 500

toneladas por hectare neste turno. Através da iniciativa do Gerente Agrícola, Joaquim Malheiros,

apoiado pelo RH, foi oferecido um lanche e um cartão em reconhecimento ao mérito.

Turno C da frente 1 supera a meta de perda de cana Quem também comemora é o Turno C da frente 1. No dia 14 de Junho, os colaboradores deste turno conseguiram superar a meta de perda de cana de 3,5 toneladas por hectare, alcançando um número bem inferior de perda, apenas 500 kg por hectare. A redução da perda de cana em 3 toneladas, não só trouxe bons resultados, mas também estímulo aos colaboradores de outros turnos que estão buscando a superação desta meta. Em forma de comemoração, foi

oferecido um lanche e um cartão de reconhecimento, pelo Gerente

Agrícola, Joquim Malheiros, com apoio do RH.

Plantio Mecanizado supera metas No último dia 15 de Junho, o setor de plantio mecanizado superou a meta estabelecida que é 10 hectares por dia, eles conseguiram ultrapassar essa meta e atingiram 11 hectares. Em uma iniciativa de reconhecimento à meta superada, José Carlos da Silva do setor de Tratos Culturais, com o apoio do RH proporcionou uma confraternização entre os colaboradores e um cartão em reconhecimento ao ótimo resultado alcançado.

USINA CAETÉ S/A

FolhaDaCana-35_VersaoFinal.indd 5

FolhadaCana | 05

09/07/2012 13:37:15


GIRO PELA USINA

CIPA elege nova comissão 2012/2013 No ultimo mês, foi eleita a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) de Delta e Volta Grande. A CIPA é um instrumento que os trabalhadores dispõem para tratar da prevenção de acidentes do tra-

balho, das condições do ambiente de trabalho e de todos os aspectos que afetam sua saúde e segurança. Ela é regulamentada pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) nos artigos 162 a 165 e pela Norma Re-

gulamentadora 5 (NR-5), contida na portaria 3.214 de 08/06/1978 baixada pelo Ministério do Trabalho. Confira os depoimentos dos presidentes da gestão 2011 e dos eleitos para a gestão 2012:

Unidade Volta Grande Celso Brait Neto, administração (Presidente da CIPA 2012-2013) “Estou muito feliz em assumir algo tão importante e desafiador quanto a CIPA, que em sua essência consiste em preservar a vida de nossos colaboradores.” Raimundo Nonato de S. Cardoso, agrícola (Presidente da CIPATR 2012-2014) “A CIPA é muito importante, pois busca melhorias para a empresa e colaboradores, além de trazer orientações em relação à segurança do trabalhador. Espero que em 2012, as metas sejam alcançadas e a prática de segurança esteja cada vez mais presente no dia-a-dia dos colaboradores rurais.”

Unidade Delta André Rodrigo Moraes, administração (Presidente da CIPA 2012-2013) “A minha expectativa é fazer com que o empregador e empregado trabalhem conjuntamente na tarefa de prevenir acidentes e melhorar a qualidade do ambiente de trabalho. A segurança faz parte da esperança de um futuro melhor, prevenir acidentes é caminhar rumo ao futuro.”

Elton Fabiano Gallo, agrícola (Presidente da CIPATR 2012-2014) “Tenho expectativa que nestes dois próximos anos da minha gestão como presidente da CIPATR, conseguir conscientizar os trabalhadores e ver a realização do trabalho sem acidentes. A cada dia notamos que os acidentes no campo estão reduzindo”

USINA CAETÉ S/A

FolhaDaCana-35_VersaoFinal.indd 6

FolhadaCana | 06

09/07/2012 13:37:20


CURIOSIDADE

Geração de Bioenergia Nesta edição, vamos descobrir um pouco mais sobre a geração de energia a partir do bagaço da cana de açúcar. As colaboradoras Fabiana Franco e Lucilene Ferreira da Gestão de Qualidade nos explicam como é o processo até que a energia seja gerada. Existem vários tipos de energia: solar, eólica, térmica, química, nuclear, etc. Todas elas através de um processo de transformação resultam em energia elétrica. Desde a década de 1980, o Brasil usa a cana de açúcar para fazer a bioeletricidade, como é chamada a eletricidade feita como bagaço e palha. Em 2010, a produção

dessa energia para o sistema elétrico brasileiro foi equivalente ao consumo de 20 milhões de pessoas. A bioenergia fornecida para o setor elétrico já representa mais de 2% da energia consumida anualmente no Brasil e 5% da energia do estado de São Paulo, o maior centro de consumo de energia elétrica do país. Segundo a coordenadora da Gestão de Qualidade, Fabiana Franco, as usinas de cana-de-açúcar são autossuficientes na geração de energia. “Toda energia consumida pela usina e seus setores, é gerada pela própria usina. E, o excedente é vendido para

as concessionárias e posteriormente, distribuído nas redes elétricas abastecendo a população”, salienta Fabiana. O processo de geração de energia nas usinas é simples: quando a cana de açúcar é mo��da é extraído o caldo que será transformado em açúcar e etanol. Deste processo sobra o bagaço que alimenta as caldeiras produzindo vapor que enviado para a casa de força dá inicio ao processo de geração de energia. O vapor com sua temperatura elevada e alta pressão, acionam a turbina que está acoplada a um gerador, resultando a energia elétrica.

Como é produzida a Bioenergia? A produção da bioenergia comprova que na indústria de cana de açúcar, tudo se transforma. E nada se desperdiça.

DEPOIS DE COLHIDA, A CANA É TRANSPORTADA PARA A USINA, PARA SER MOÍDA DURANTE O PROCESSO DE EXTRAÇÃO DO CALDO DA CANA, QUE SERÁ TRANSFORMADO EM AÇÚCAR E ETANOL.

É GERADO TAMBÉM O BAGAÇO, QUE SERÁ O COMBUSTÍVEL PARA A GERAÇÃO DA BIOELETRICIDADE. TAMBÉM TEMOS A PALHA, QUE PODE SER APROVEITADA COMO COMBUSTÍVEL.

A PALHA APRESENTA UM PODER CALORÍFICO QUASE DUAS VEZES SUPERIOR AO DO BAGAÇO. O BAGAÇO E A PALHA SÃO ENVIADOS PARA ALIMENTAR AS CALDEIRAS NAS USINAS.

A CALDEIRA GERA O VAPOR, QUE É UTILIZADO PARA PRODUZIR 3 DIFERENTES FORMAS DE ENERGIA. A ENERGIA TÉRMICA É EMPREGADA PARA AQUECIMENTO NO PROCESSO PRODUTIVO DO AÇÚCAR E DO ETANOL, ALÉM DE SER TRANSFORMADA EM ENERGIA MECÂNICA.

A ENERGIA MECÂNICA MOVIMENTA AS MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS DE EXTRAÇÃO E PREPARAÇÃO DO CALDO, ALÉM DAS TURBINAS DE GERAÇÃO DE ENERGIA, TRANSFORMANDO-SE ASSIM EM ENERGIA ELÉTRICA.

A ENERGIA ELÉTRICA, OU A BIOELETRICIDADE DA CANA, É USADA PARA O CONSUMO PRÓPRIO DA USINA E O EXCEDENTE É VENDIDO PARA O SISTEMA ELÉTRICO NACIONAL .

Fonte: http://bioeletricidade.com

USINA CAETÉ S/A

FolhaDaCana-35_VersaoFinal.indd 7

FolhadaCana | 07

09/07/2012 13:37:36


INFORMATIVO

Garimpo das Artes está entre os 100 melhores artesanatos do país

Com o bagaço de cana, o grupo Garimpo das Artes, que transforma o resíduo da indústria alcooleira e açucareira em matéria-prima para verdadeiras obras de arte, está entre as 100 melhores unidades produtivas de artesanato do país. Pela primeira vez, o grupo formado por 16 artesãs de Conceição das Alagoas, no Triângulo Mineiro, vence o Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato. Elas integram a Associação de Artesãs Garimpo das Artes, criada há oito anos, cujo nome é uma homenagem aos que garimpavam diamantes em terras de Conceição das Alagoas e acabaram fundando a cidade. Juntas por amor à arte e às coisas da terra, essas mulheres conseguiram aliar o resgate cultural da região a uma forma sustentável de geração de renda por meio do acréscimo do bagaço da cana à massa do papel machê, técnica milenar que utiliza papel picado. Os tons encontrados nas peças – preto, chumbo, mostarda, verde, vermelho e bege – são pigmentos extraídos de matéria mi-

USINA CAETÉ S/A

FolhaDaCana-35_VersaoFinal.indd 8

neral, como filito, tapiocanga, toá e argila, abundantes na região. Tudo harmoniosamente natural. Desses elementos surgiu um mix de produtos, entre os quais estão fruteiras, gamelas, tachos, bacias, baldes, cachepôs, mandalas e pratos. O garimpeiro e o cortador de cana, ícones da história da cidade, são temas recorrentes nas peças estilo “bateia” (peneira usada pelos garimpeiros para lavar a areia e separar o ouro). Para produzir cerca de 320 peças por mês, são utilizadas 12 sacas de bagaço. Nos primeiros anos de atuação, eram apenas 10% disso. Hoje, com o aprimoramento da técnica e a valorização do subproduto, já se utilizam 80% daquele material em cada peça. O faturamento mensal fica em torno dos R$8 mil. Retirando-se as despesas, o restante é dividido igualmente entre as integrantes, seguindo os moldes do cooperativismo. Atualmente o grupo vende para São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Paraná e Rio Grande do Sul.

Mas a fama das artesãs já transcendeu as fronteiras nacionais e chegou a compradores dos Estados Unidos, Alemanha, Suíça, Itália, Espanha e Índia. Desde 2002 o Garimpo das Artes participa do Programa Sebrae de Artesanato. Foi por meio de uma consultoria que o grupo encontrou seu diferencial no bagaço de cana, por meio de estudo feito por uma designer. “O bagaço foi acrescentado para identificar bem a nossa região, rica na produção de cana. Fizemos vários testes até chegar à fórmula ideal”, explica a artesã Deídes Tomain. Além da capacitação em design elas recebem orientações em gestão, associativismo e cooperativismo. O grupo também recebe apoio para participar de feiras e eventos do setor, facilitando o acesso a mercados. Como parceira na gestão das atividades desenvolvidas com o grupo o Sebrae conta com a Usina Caeté, estabelecida na cidade de Conceição das Alagoas. Fonte: Assessoria de Comunicação do SEBRAE

Caeté está nas redes sociais usinacaete @usina_Caete 0800 9 433 582

FolhadaCana | 08

09/07/2012 13:37:36


Folha da Cana nº35 - Julho 2012