Issuu on Google+

s n o b e d Certeza s negócio • Entrevista exclusiva com a dupla André e Kadu

Confira nosso Caderno de Imóveis


2


Sumário

08 Capa 10 Caderno de imóveis 16 Publi 18 Corpo e Mente 20 + Educação 26 Economia 28 + Energia 30 Vida Saudável 32 Eco Caderno 44 Entrevista 48 Espaço Animal 50 Cultura 57 Curtas 62 Comportamento 66 Horóscopo

Expediente Ano 2 • Fevereiro 2014 • nº 19 Publisher e Diretora Regina Imperatore regina@editoraimperatore.com Editor e Jornalista Responsável Yukio Haranaka - MTB 16.419 jornalismo@editoraimperatore.com Jornalista Juliana Martins - MTB 57.882 juliana@editoraimperatore.com Direção de Arte e Diagramação Cristiana Lacutissa - CLStudio design@editoraimperatore.com

4

16

08

28

44

20

Design & Publicidade | Publicação Digital Daniel Stephano daniel@editoraimperatore.com Assessoria Jurídica Dra. Benicia Hiss | contato@editoraimperatore.com Fotos Complementares Dreamstime Comercial e Atendimento ao Leitor 11 3427-7849 | contato@editoraimperatore.com Tiragem: 15.000 exemplares, com distribuição gratuita nos condomínios e comércios da Granja Viana, Cotia, Caucaia do Alto, Vargem Grande Paulista, Ibiúna e São Roque. A Revista 39Mais é uma publicação mensal da Editora Imperatore Ltda

62

Os conceitos emitidos nos artigos assinados e dos entrevistados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não expressam necessariamente a opinião da Editora. O conteúdo dos anúncios são de inteira responsabilidade dos anunciantes. O conteúdo desta publicação não pode ser reproduzido ou utilizado para quaisquer finalidades e interesses, seja impresso, digital ou em formato de vídeo, sem a consulta e devida autorização registrada pela equipe da revista. A inclusão do nome de colaboradores não implica em vínculo empregatício. Outros Títulos da Editora

26,5em revista


Editorial

2014 ano de... A

no do Cavalo no horóscopo chinês, Ano de Copa e de Eleições..... Ano de muito trabalho e expectativas. Também pode ser um ano de mudanças e realizações, e pensando nisso trouxemos para você o Caderno de Imóveis, com muitas ofertas e possibilidades de bons negócios. Para nossa capa convidamos a A E Santiago Negócios Imobiliários, empresa séria, de confiança e com muitas opções para você. Não deixe de acompanhar este trabalho. Sensacional e imperdível, veja a entrevista exclusiva com a dupla de sucesso, que fez um show inesquecível e emocionante em Vargem Grande Paulista: André e Kadu, que nos contam detalhes sobre suas vidas profissionais, sucesso e parceria com Luan Santana e Lulu Santos.... Para ler e guardar! Comprar, comprar, comprar..... esta é uma palavra que está em nosso vocabulário e em nosso inconsciente.... Mas se pararmos para pensar? Realmente preciso comprar este objeto? Sou um consumidor consciente? Meu consumo é feito com equilíbrio entre minha satisfação pessoal e a sustentabilidade do planeta? Leia no Eco Caderno, artigo sobre consumo e sobre o descarte consciente de resíduos eletrônicos.... assuntos atuais e globais para informação e conscientização..... Acompanhe o resultado da II Ação de Natal 39mais, com a entrega das doações às entidades da região, em um trabalho mútuo de solidariedade de nossos anunciantes, parceiros e leitores. Mais uma vez, um sucesso! E como sempre, aqui você encontra muito mais..... mais informação, mais entretenimento, mais cultura...... Agradecemos por sua companhia! Regina Imperatore

revista39mais.imperatore

6


Capa

Atendimento total em Neg贸cios Imobili谩rios

8


A

tuando há mais de 15 anos a AE Santiago Negócios Imobiliários iniciou seu trabalho com corretagem no Residencial Nova Paulista, em Jandira, com desempenho íntegro e excelentes negociações, consolidando-se no mercado imobiliário. Logo, sua área de atuação se expandiu por Cotia, Jandira, Alphaville, Barueri e Aldeia da Serra. Atualmente, conta com colaboradores de alta qualidade, profundo conhecimento nas regiões em que atuam e especializados nas tratativas de propostas e fechamentos, compra, venda, locação e administração de imóveis e lotes residenciais, comerciais e áreas industriais. Sua equipe é formada por profissionais comprometidos pelo trabalho, dedicação e pela captação exata do desejo do cliente para se chegar à efetivação de um negócio, valorizando os direitos de consumidores, com a prestação de informações corretas, cumprimento dos prazos acordados e oferecimento de alternativa para satisfação de suas necessidades de negócios, superando assim todas as expectativas. A AE Santiago promove orientações a todos envolvidos: cliente comprador, vendedor, locatário e locador, respondendo as dúvidas e orientando quanto aos trâmites que envolvem negociações imobiliárias, garantindo bons negócios entre as partes através da multivisão de interesses, prestando total assessoria comercial e jurídica na formalização, tramitação e legalização de contratos e escrituras, sempre com ética, seriedade, transparência e imparcialidade.  Na área de administração de locações, a empresa proporciona às partes tranquilidade e assistência total durante o período contratado, incluindo assessoria jurídica, com Departamento Jurídico próprio, com advogados especializados em

Felipe Santana, Ana Santiago e Jeilson Rodrigues

direito imobiliário, proporcionando aos compradores e vendedores eficiência e competência em todas as etapas da intermediação. Estabelecido em modernas e confortáveis instalações, a empresa está em fase de ampliação, permitindo atender os clientes de maneira dinâmica e prática e investindo na tecnologia de informação através de um moderno sistema de rede permitindo a utilização e comunicação de um programa integrado online com centenas de imóveis cadastrados, proporcionando plena agilidade. Estar na AE Santiago é estar em casa. Diretores, colaboradores e parceiros têm o mesmo objetivo: transformar os sonhos dos clientes em realizações, criando relacionamentos duradouros e a fidelização do cliente. O lema da AE Santiago é “Temos o que você procura, procuramos o que você precisa!”. Surpreender os clientes satisfazendo suas necessidades além do que previam, fazendo sempre mais do que esperavam. A AE Santiago está à disposição para recebê-lo, oferecendo todos os serviços para atender suas necessidades na área imobiliária, como um centro de Negócios Imobiliários. Confira! Vale a visita! AE Santiago – Estrada Municipal Fernando Nobre, 1.196 – pavimento térreo – sala 8 – Jandira Tel: (11) 4206-0393 – www.aesantiagoimoveis.com.br


Caderno de Imóveis

Pensando em comprar um novo imóvel? Comprar o primeiro imóvel é um dos principais itens da nossa lista de desejos, o que tem levado ao aumento da procura e muitas ofertas, fazendo com que, ao contrário de outras linhas de crédito, o imobiliário mantenha uma expectativa de crescimento considerável para os próximos anos. Ao comprar um imóvel, algumas dicas importantes devem ser seguidas: faça uma reflexão do tipo de imóvel que pretende adquirir, a faixa de preço e localização. Acompanhe nas próximas páginas ofertas imperdíveis selecionadas especialmente para nossos leitores.

10


12


14


Publi

Moda, Estilo e Atitude Trazendo uma nova opção de moda e acessórios para um público diversificado, que sabe o que quer.

C

riada em 2013 pelo casal granjeiro Cleiton e Fabricia, a marca Dona Kiara é sucesso absoluto na internet com a loja on line, e agora com o mais atual lançamento, a Boutique Dona Kiara abre as portas na região. Estabelecida em local clean, aconchegante e climatizado, a Boutique Dona Kiara oferece às clientes todo o suporte, bem-estar e conforto na escolha de roupas femininas como Blusas, Camisas, Calças, Shorts, Blazers, Jaquetas, Casacos, Saias, Vestidos, Bolsas, Cintos e Acessórios. Diferenciada no “approach”, o conceito desta loja é oferecer às clientes um ambiente intimista, personalizado, com hora marcada ao estilo VIP pelo sistema portas fechadas e regado a champanhe e vinhos. Visando proporcionar as tradicionais e as mais variadas grifes do mercado, a Boutique Dona Kiara trabalha com marcas comprometidas com a qualidade, bom gosto e elegância, voltadas para as últimas tendências e aliada ao conforto e acima de tudo, que vistam bem! Aceitamos Cartão de Débito ou Crédito em até 6x sem Juros  Boutique Dona Kiara - Estrada Fernando Nobre, 969 Sala 13 – Pq Rincão – Cotia KM 28,5 da Raposo Tavares Tel: (11) 4551-7441 / 4551-7442 / 97262-4492 Funcionamento: de segunda à sexta das 09:00 às 17:00hs ou através de agendamento, atendimento também fora do horário comercial. Estacionamento no local www.donakiara.com.br / www.facebook.com/DonaKiaraModa contato@donakiara.com.br

Cleiton e Fabricia, sócios proprietários.

16


Corpo e Mente

ANO NOVO e PILATES

Nem bem começou o ano novo e já estamos em Fevereiro.

E

todas aquelas promessas que fizemos para 2014? Nem começamos ainda a pensar nelas, não é verdade? E aposto que uma destas promessas era a de fazer mais atividade física neste ano que entra. Então não espere mais. Escolha algo que te dê prazer e mãos à obra. Não pense só em resultados rápidos. Todos sabemos que os resultados rápidos não são duradouros. Lembra daquela dieta milagrosa que em uma semana você perde 10kg? Não adianta, você provavelmente perderá mais musculatura e água do que gordura e voltará ao mesmo peso anterior rapidamente. E mais: dieta sem atividade física não levará você a bons resultados. Então porque não optar por uma atividade que,

18

além de prazerosa, é altamente eficaz? Eficaz no sentido de melhorar sua postura, sua concentração, o equilíbrio e mais importante do que tudo, eficaz na redução de dores na coluna, tanto dores advindas de má postura como aquelas relacionadas à hérnias, escolioses, lordoses ou cifoses. O Pilates também te prepara para uma atividade aeróbica mais puxada, como por exemplo a caminhada, corrida ou TRX. No Pilates, todo o exercício é feito em aparelhos que com suas molas ora nos ajudam a alongar, ora a tonificar nossa musculatura e isto sempre acompanhado por profissionais qualificados e em turmas reduzidas. Uma das regiões mais trabalhadas no Pilates é a


Aparelho TRX – Espaço Pilates

região abdominal, não para termos aquele cobiçado “tanquinho”, mas para fortificarmos principalmente a musculatura transversa e oblíqua que nos ajuda a estabilizar nossa coluna e assim evitar lesões. O Pilates é, antes de mais nada, uma atividade que promove nosso bem-estar, físico, mental e espiritual. Os exercícios são executados de forma lenta e precisa, acompanhados de uma respiração profunda. Aliás, ao lado dos benefícios acima citados, um dos maiores é o aumento da capacidade respiratória. Uma respiração cadenciada e profunda nos acalma, traz mais oxigênio aos tecidos de todos os órgãos e expulsa aquele resíduo de ar “usado” que sobra em nossos pulmões, principalmente quando estamos nervosos e inquietos. Podem reparar: quando estamos ansiosos nossa respiração fica curta e não conseguimos efetuar a troca do ar de forma plena. Parece

que não cabe mais nada dentro de nossos pulmões. Pois é, o Pilates nos ajuda até a aprender a respirar melhor e assim promover nossa saúde. Outra atividade é o TRX, fitas com manoplas presas ao teto. É uma atividade mais forte e as aulas são de 30 min. O TRX é basicamente um treinamento em suspensão, mas sempre com os pés ou as mãos tocando o solo. Você vai trabalhar alongamento e força com o peso do seu próprio corpo contra a gravidade. Ficou curiosa(o)? Então venha fazer uma aula experimental gratuita e apresentaremos as duas atividades e você escolherá a que melhor se adequar a você. Katrin – Espaço Pilates - 4148-5314 / 98183.9375


Espaço Cognos

Olá, bem vindo ao

Espaço Cognos! S

e é a sua primeira vez, ficamos felizes com sua visita, aqui você conhecerá um pouco mais do Colégio Cognos, e o que temos a oferecer. Fique a vontade para comentar na nossa página do facebook ou google+. Na edição passada mostramos como foi a Cerimônia de Formatura do Jardim II e de Encerramento do Ano, você pode consultá-la aqui http://bit.ly/1byBLjo. Iniciamos esse ano com uma super novidade: nosso transporte escolar exclusivo. Exclusivo porque somente transportamos alunos do colégio. Além disso, as rotas são otimizadas, diminuindo consideravelmente o tempo que os alunos ficam dentro do veículo e também o custo do transporte. O colégio tem contato direto com o veículo, garantindo assim mais segurança para os alunos. No berçário fizemos algumas reformas para garantir conforto e higiene para os bebês. Nosso berçário é referência na região, pois atende a todos os requisitos de segurança e higiene exigidos pela legislação vigente, além do cuidado sem comparação que oferecemos aos bebês.  Nossas aulas iniciaram-se em 03 de Fevereiro com nova grade curricular que inclui o excelente curso de Educação Tecnológica e Robótica em parceria com a LEGO, para os alunos a partir de 3 anos de idade até o 9º ano. Incluímos também, aulas de Piano, Violão, Xadrez e continuamos com Ballet e Karatê. Aguardem muitas novidades para os próximos meses!

20


+ Educação

Desenvolvimento da

Criatividade Infantil

I

nfelizmente educação no Brasil ainda não valoriza a criatividade como deveria. A criatividade é uma ferramenta crucial para a solução dos desafios cotidianos. Uma pessoa criativa é capaz de modificar situações adversas ou problemas aparentemente insolúveis, inventar novas tecnologias e ampliar o conhecimento humano. A intransigência em relação ao pensamento criativo se concretizou ao longo dos anos ao tornar o sistema educacional muito coercitivo, dando ênfase às normas de comportamento estabelecidas. Esse modelo educacional antiquado precisa ser combatido, pois os educadores devem encorajar as crianças a serem criativas em todo período escolar. Ao reconhecer o talento de uma criança criativa, o educador dará condições para que esta lide com os obstáculos que surgirão naturalmente ao longo da vida. Se tiver encorajamento para pôr em prática suas ideias, a criança encontrará o estimulo para exercer sua criatividade justamente na adversidade. A educação deve favorecer o potencial criativo em todas as disciplinas e assuntos escolares. Devemse aplicar exercícios que estimulem a criatividade com a finalidade de fazer com que a criança dese-

22

je descobrir mais de si mesma. Inclusive aconselha-se o questionamento do conhecimento passado por gerações e se estimulem atividades que produzam o maior e melhor número de ideias possíveis. O educador deve trazer uma alternativa ao ensino habitual e oferecer às crianças tarefas que as deixem estimuladas a ponto de quererem trabalhar novos desafios. Um exercício para encorajar as crianças para exporem suas idéias sem qualquer tipo de barreira chama-se “Brainstorm”. Ao verbalizarem suas idéias de forma espontânea, as crianças estarão adquirindo o poder de argumentação, autoconfiança, a aquisição de conhecimento e o desenvolvimento das atividades criadoras canalizadas para as diversas atividades do conhecimento. A informática também auxilia o desenvolvimento criatividade. O computador torna a solução dos problemas mais acessível, pois dá à criança a possibilidade de dividir com relativa facilidade um problema em vários menores. O processo de descrição do problema é bastante pedagógico, pois a criança aprende através dos próprios erros. O tablet já está sendo adotado no início da fase escolar (creches e pré-escolas) desde 2010 no Brasil. O tablet, ao contrário da lousa, proporciona uma interação com o objeto de estudo e a busca constante por respostas. Podendo, inclusive, haver a troca de experiência entre crianças do mundo todo via internet. Deve-se ressaltar, porém, que o educador deve orientar as crianças para que não haja acesso à informação inapropriada. Será necessária avaliação pedagógica por vários anos para que possamos saber o real impacto no desenvolvimento da criatividade que os tablets despertaram nas crianças no inicio do aprendizado escolar. THOMAS HOHL - Escritor, redator freelancer e formado pela Escola Superior de Propaganda e Marketing thomas.hohl@yahoo.com.br


Segundo idioma, a

descoberta de novos mundos “Não existe idade para aprender um idioma, no entanto, quanto mais cedo melhor”, é o que recomendam os cursos de línguas estrangeiras

I

sso porque uma criança no início da sua formação cognitiva ainda não possui o sistema linguístico de seu idioma nativo totalmente absorvido, dando-lhe a vantagem de se tornar mais flexível para assimilar novos sons e os seus significados. Porém, comparativamente verificou-se que ambos - crianças e adultos - têm capacidade de aprendizado, desde que estimulem o raciocínio e que tenham a motivação e conteúdos adequados. Para muitos, a saída é fazer curso de imersão no exterior, mas nem todos têm tempo ou condições financeiras. Então é aconselhável procurar uma boa escola de línguas. Aprender um segundo idioma deixou de ser apenas um diferencial no currículo profissional. Num mercado cada vez mais globalizado, a vinda de grandes multinacionais e o aumento de eventos internacionais, falar

outra língua, principalmente o inglês, é essencial, pois ele está em todo lugar: no nome de lojas, de produtos, nas músicas, nos programas de televisão e na internet, entre outros. Além de ser um pré-requisito para muitos empregos, o mundo atual está conectado por meio da língua inglesa e saber se comunicar nesse idioma pode ser decisivo para ter maior acesso à cultura e ao lazer. É a língua do mundo globalizado, o idioma mais utilizado para a comunicação intercultural. Os benefícios são muitos: profissionalmente você é mais valorizado e tem mais chances no mercado. Saber outras línguas lhe permite ler livros e revistas importados, aumentando seus conhecimentos profissionais. Permite que faça estágios no exterior. Amplia seus conhecimentos gerais e seu círculo de amizades. Aprender outras línguas estimula nossa mente, aumenta nossa inteligência e é prazeroso.


+ Educação

Educação da Nova Era Escola de Educação Integral – Necessidade contemporânea “Como Educadores da Escola Oficina Pindorama, possibilitamos aos nossos alunos acesso a todo conhecimento, saberes científicos e universais. Mas para além destes, fortalecemos a união e a paz em nosso espaço educativo, pois temos como missão , também educar o coração!”

Educação de tempo integral só tem a favorecer e maximizar o saber. A escola deve estar bem planejada, para que a educação no período integral contemple o currículo básico e possibilite, através das curiosidades dos alunos, o desenvolvimento de projetos, ampliando o que foi aprendido. A ideia é que a escola tenha mais tempo e espaços, como as oficinas de conhecimento, para que o aluno pesquise, faça experiências, descobertas, construa... enfim, realize projetos em uma linha de um conteúdo que lhe interesse e que seja abrangente e interdisciplinar. O papel do educador nesse espaço educativo é o de trilhar com os alunos o caminho para a pesquisa – fazer com, aprender a planejar, a gerir o trabalho. O educador deve ter o papel de orientar, estimular e tirar as dúvidas, sempre que for necessário. Os benefícios de educação de tempo integral começam a partir do momento em que compreendemos que a educação deve ser contemporânea, de uma sociedade contemporânea, para indivíduos contemporâneos. A partir do momento em que o aluno pesquisa o que lhe interessa, a aprendizagem passa a ter para ele mais significado.

24

Esta proposta não se restringe a um espaço apenas destinado a duplicar a jornada. Deve ser planejado com muita atenção ao contexto interpessoal, a uma educação centrada na relação entre todos. Deverá ser concebido e estimulado o reconhecimento de valores humanos fundamentais, a formação de jovens críticos, bem como oportunizar as atividades sócioeducativas, onde os alunos aprendam a resolver conflitos e se melhore a convivência. A escola inserida numa comunidade de aprendizagem possibilita a formação integral efetiva dos alunos, tanto no aspecto cognitivo como no domínio sócio emocional, ético, estético, físico-motor... educar saberes e educar o coração. Professora Claudia Correa – educadora, diretora pedagógica e idealizadora da Escola Oficina Pindorama www.oficinapindorama.blogspot.com.br

“Nossa missão é formar crianças sábias e mais felizes” Prof. José Pacheco


Economia

2014: Mais um ano para andar de lado

C

omo estamos no limiar de um novo ano, empresas e gestores estão todos com os periscópios levantados no esforço de enxergar o que vem pela frente, o que fazer e como se posicionar. No meu entender, salvo para algumas empresas e setores pontualmente beneficiados, 2014 será um ano para andar de lado, o que, diante das nossas potencialidades desperdiçadas e de oportunidades pelo mundo, significará mais um ano perdido. Para entender porque, precisamos olhar para dentro e para fora do país. Internamente, pelo menos quatro fatores continuarão deixando a desejar: a inflação crônica, a assimetria entre as políticas monetária e fiscal, o aumento do déficit público e a deterioração das contas externas, sem perspectivas de mudança por serem atreladas ao modelo político-econômico vigente. No cenário internacional, estamos diante da recuperação e melhoria dos Estados Unidos, dos principais países europeus e da própria China. E, dentro dessa mesma perspectiva, em decorrência da somatória dessas realidades interna e exter-

26

na, estamos diante da piora na percepção da economia brasileira. Fatos e percepções estarão contra nós, o que não se reverte apenas com discursos ou promessas, razão pela qual são visíveis no horizonte, a) o rebaixamento do rating de risco brasileiro, b) a apreciação do dólar e c) a diminuição do fluxo de investimento direto e não especulativo. Importações perderão a conveniência e as exportações tenderão a ser favorecidas, o que parece positivo, embora se imponha uma análise mais profunda. A desindustrialização e falta de investimentos dos últimos anos aumentaram em muito a dependência de insumos importados, o que fará com que a subida do dólar tenha um impacto direto nos custos, por decorrência, nos preços e, portanto, na inflação. Esta, sendo crescente, obrigará o governo a elevar a taxa de juro, com reflexos de aumento nos custos financeiros das empresas e de diminuição na capacidade de consumo da população, pois, mesmo que continue a política de concessão de reajustes do salário mínimo acima da inflação, os preços reais subirão mais do que isso. Em síntese, a balança comercial e de pagamentos tenderá a ser pouco favorecida pelo comportamento do dólar em alta, embora, evidentemente, o agronegócio, as commodities e os minérios deverão ser beneficiados. Pode ser esperada a continuidade da política de fomento ao consumo via subsídios, benefícios, bolsas ou mesmo desonerações tributárias pontuais para produtos ou setores específicos, mas seu uso retroalimentará negativamente os fatores internos e externos que nos afligem. A obrigatória subida dos juros terá como efeitos:


1) Retração do consumo pelo encarecimento do crédito; 2) Aceleração do esgotamento da capacidade de endividamento das pessoas físicas; 3) Aumento das taxas de inadimplência; 4) Maior dificuldade de tomada de crédito, por óbvios critérios de maior seletividade por parte dos bancos. O clássico efeito tesoura fará com que empresas tenham uma tendência a margens e resultados decrescentes. Por decorrência, a Bolsa de Valores deverá, na melhor das hipóteses, andar de lado. Quem depender de investimentos governamentais não poderá esperar reversão da lentidão ou atraso de obras, pois não haverá recursos suficientes para cumprir cronogramas. Toda essa realidade aponta para uma performance pouco satisfatória do comércio, em decorrência do endividamento das famílias ter atingido seu limite. Se somarmos essas duas constatações, que já são um fato, veremos que consumidores que compraram além da conta estão recorrendo ao crédito pessoal – com tradicionais taxas altas – para liquidar suas dívidas, o que faz antever um aumento da inadimplência. O esgotamento da capacidade popular de tomada de crédito está também já demonstrado no decrescente uso de recursos do próprio programa “Nossa Casa Melhor”. Para aquela parcela de brasileiros eternamente otimistas que acham que a Copa da FIFA trará uma injeção de ânimo nos negócios, um alerta: ela poderá favorecer, pontual e limitadamente, hotéis, companhias de aviação e restaurantes, além de impulsionar cervejas e televisores. Mas não será boa para o varejo em geral, pelo fechamento de lojas, feriados, dispersão de atenção, gastos com ingressos e correlatos etc. Como disse um empresário do ramo: “ninguém compra um tênis novo para assistir um jogo”. Sem falar que o término das obras que forem terminadas para a Copa jogará no mercado uma substancial força de trabalho que não necessariamente encontrará novas oportunidades. Toda essa realidade mostra que o ano entrante terá

mais um pibinho com evolução pífia rondando os 2%, como tem sido os últimos, muito longe de uma evolução mínima de 4% a 5% que seria necessária para manter esta nave pelo menos estabilizada, ainda que não pujante. O cenário será difícil para as empresas endividadas e com estruturas de capital desbalanceadas. Episódios como os do desmoronamento do Grupo X (Eike), mesmo que decorrentes de menor pirotecnia, poderão se repetir. Os erros de governança, planejamento, gestão e falta de realismo econômico, mais do que nunca mostrarão sua cara. Por isso, podemos esperar crescente número de recuperações judiciais e falências, com todos os efeitos daí decorrentes. Diante disso, e em síntese, cabem as seguintes recomendações às empresas: • Seja mais conservador do que nunca e preserve sua liquidez; • Postergue investimentos e decisões não essenciais; • Fique atento para boas oportunidades de aquisições, pois muitas empresas terão problemas, oportunizando ativos a baixos preços; • Evite e reduza o endividamento; • Se mesmo assim precisar de crédito, os bancos oficiais tenderão a ser melhores alternativas; • Caso recursos de longo prazo forem necessários, debêntures tenderão a ser uma boa alternativa, inclusive porque investidores internacionais serão atraídos por taxas crescentes no Brasil; • Não conte com investidores de capital de risco: será difícil achá-los, salvo em condições desinteressantes de deságio influenciadas pelo cenário brasileiro.

(*) Telmo Schoeler é sócio-fundador e Leading Partner da Strategos - Strategy & Management, fundador e coordenador da Orchestra - Soluções Empresariais, a primeira e maior rede de organizações multidisciplinares de assessoria em gestão empresarial.


+ Energia

Feng Shui

no ambiente de trabalho

Ano Novo, novos projetos, novos trabalhos. Vamos começar?

O

baguá, diagrama usado no Feng Shui que determina a energia dos espaços na planta de um imóvel seja ele residencial ou empresarial, possui nove setores. São eles: Trabalho, Espiritualidade, Família, Prosperidade, Sucesso, Relacionamentos, Criatividade, Amigos e o Centro do Baguá. Todos os setores precisam estar equilibrados para que as energias circulem harmoniosamente. Falaremos sobre o Setor do Trabalho também chamado de Setor da Carreira. Ele é regido pela água, pelo preto ou azul-marinho, pelas formas onduladas ou orgânicas, pelas pedras quartzo fumê, ametista, hematita, ônix e a maioria das pedras pretas e pelos óleos essenciais de menta e patchouli, entre outros. Para localizar o Setor do Trabalho, considere toda a parede do imóvel onde se encontra a porta de entrada social. Divida essa extensão em três. O terço central é a região correspondente ao Setor do Trabalho. É a partir do Setor do Trabalho que nos chegam as oportunidades de produzir rendimentos para podermos realizar nossos propósitos, oportunidades profissionais para investirmos em nossa carreira e obtermos assim maiores ganhos financeiros. É aqui que devemos guardar as “contas a pagar” e todas as pendências relacio-

28

nadas ao financeiro. Se você guardar as contas no setor da prosperidade, por exemplo, as contas vão prosperar e se reproduzir, assim como no setor do sucesso e, obviamente isso não é o que desejamos. A maneira mais eficiente de ativar o Setor do Trabalho é colocando uma fonte neste local. Água limpa, sempre em movimento. Você pode colocar dentro da fonte algumas pedras pretas. É fundamental manter a fonte funcionando a maior parte do tempo, ou pelo menos em algum período do dia. A água representa e movimenta a energia do dinheiro, significa dinheiro circulando, sempre entrando e tendo seus destinos. O dinheiro é apenas energia em movimento e é essencial manter esse movimento. Porém, preste atenção num detalhe importante: o sentido da queda da água da fonte deve ser sempre para dentro do imóvel, para que o trabalho e o dinheiro cheguem até você. É sempre aconselhável ter a orientação de um consultor de Feng Shui para que você possa harmonizar (ativando ou amenizando) corretamente cada setor. Então, vamos atrair as boas energias! Suzana Angi - Consultora de Feng Shui e Taróloga (11) 95319-8119


+ Autos

A importância do óleo do carro A principal função do óleo é lubrificar e proteger as partes móveis do equipamento reduzindo ao máximo o atrito, evitando o desgaste do motor do seu carro. Há um sistema responsável por tudo isso: o Sistema de Lubrificação, que armazena, faz circular sob pressão, filtra e coleta o óleo para um novo ciclo. O óleo contribui ainda para diminuir o calor gerado pelo motor, mantendo a temperatura das peças dentro dos limites. Com o tempo, além do próprio consumo, o óleo é contaminado por subprodutos gerados na queima do combustível e vai perdendo as propriedades lubrificantes tornando-se mais ácido, o que causa corrosão dos componentes do motor, esse é o motivo principal que nos leva a trocar o óleo. Assim, enquanto não chegar a hora da

troca, deve-se completar o nível. Não há nada de errado nisso. Uma dica importante: todo motor tem uma vareta que permite que você possa inspecionar o nível do óleo de seu carro. Esqueça aquela história de que óleo preto significa que está velho, pelo contrário, se está preto é porque está lubrificando corretamente. O que vale é o prazo de troca que consta no manual do proprietário. Quem não fica atento à data indicada para troca, ao nível e à qualidade e especificação correta do lubrificante, corre o risco de fundir o motor. É por isso que é tão importante fazer a substituição do óleo. Faça a inspeção e a troca de óleo com quem entende. Na Rede Bosch Service, profissionais bem treinados executam o serviço com perfeição!


Vida Saudável

Lancheira nutritiva,

criança saudável! O início das aulas traz um pouco de tranquilidade aos pais, mas ao mesmo tempo aquela indecisão: como montar a lancheira do meu filho?

P

ensando não só em alimentar, mas nutrir a criançada, seguem minhas dicas que podem ser úteis na hora de montar o lanchinho dos pequenos. Foco: prefira sempre alimentos mais naturais ao invés dos industrializados! Para beber: armazene em garrafinha térmica um chá natural de ervas, água de coco natural e sucos naturais que não oxidam facilmente (abacaxi, melancia e melão). Iogurtes: sabor natural, com mel, ameixa, cenoura e laranja, coco... mas sem os terríveis corantes vermelhos. Sanduíches: pão integral com geléia, requeijão, manteiga ou incrementados com queijo branco, blanquet de peru, alface, tomate, pepino e cenoura ralada. Porção de legumes: cenoura e pepino em palitos, cenoura baby e tomate cereja. Fruta: pode ser inteira (banana, maçã, pera...) ou já manipulada e armazenada em potinhos (gomos de tangerina, uvas, pedaços de mamão, abacaxi, melancia, melão..). Frutas secas (ameixa preta, damasco, uva passa..) também podem entrar na lista das variedades. Bolinhos: se for bolo caseiro simples, é sempre melhor! (de cenoura, laranja, maçã, banana, fubá..).

30


Biscoitos: os mais simples, sem recheios. De preferência do tipo cookies integrais. Uma garrafa com água também é importante. Evite sucos de caixinha, principalmente a base de soja; sobremesas lácteas; bolachas recheadas; bolinhos industrializados; salgadinhos industrializados e outros desta natureza. Por mais práticos que sejam, não devem fazer parte da rotina alimentar das crianças. Criança bem nutrida aprende mais, brinca mais e se desenvolve melhor! Mariana Tavares – Nutricionista mariana.nectar@hotmail.com facebook.com/NectarNutrindoResultados

A obesidade in fantil é uma da s epidemias mai crescentes em s todo o mundo. Segundo a Org ção Pan-Americ an izaana da Saúde (OPAS), existem cerca de 17,6 m ho je ilhões de crianç as obesas com inferior a cinco id ad e anos em todo o mundo. Dados da ciedade Brasile So ira de Endocrin ologia e Metab (SBEM) indicam ol og ia que 15% das cr ianças no país obesas. são Responsáveis po r efeitos indese jáveis no organi mo, o excesso de speso afeta a pr essão arterial, os veis lipídicos do ní sangue, além de ser a principal ca de diabetes tipo us a 2. Existem três perío dos críticos para o surgimento da obesidade prog ressiva:  - os 12 primeiros meses de vida; - a fase pré-esco lar;  - a puberdade.  Por consequênc ia, as crianças te rão maior dificul dade no contro le de peso corp oral na idade ad ulta.


Entrevista

ECOaderno

Por Juliana Martins

Inventar as nossas próprias respostas nomia, ciência e tecnologia e o mundo natural. E assim, na primeira década dos anos 2000, lancei a Revista Sustentabilidade que foca em inovação para a sustentabilidade e que teria se chamado Alternatec, ou seja, tecnologias alternativas.

E

ste é o caminho apontado pelo jornalista Alexandre Spatuzza para uma cidade, estado, país e mundo melhores. “O caminho se faz ao caminhar. O importante é sempre ter espaço para a diversidade cultural e pluralidade de opinião”, faz questão de frisar. Nessa entrevista exclusiva, o criador da Revista Sustentabilidade e da Agenda da Sustentabilidade fala como partiu da biologia para o jornalismo “sustentável” e afirma que se preocupar com o meio ambiente também é uma questão de cultura. Você chegou a sonhar em ser correspondente de guerra. Como partiu para biologia e, mais tarde, se tornou um jornalista “sustentável”? Foi durante o curso de biologia que comecei a escrever e fazer jornalismo (no jornal da faculdade que eu cursava, a Universidade de Edimburgo). Fiz um curso por correspondência e escrevia sobre temas que não tinham a ver com a biologia. E comecei a focar em sustentabilidade, a partir da combinação de interesses pelo jornalismo, eco-

32

Fale um pouco sobre a criação deste veículo de comunicação, que “ousou pensar e discutir o ambientalismo” numa época em que se começava a falar do assunto. Em 2007, quando foi lançada, havia no Brasil um debate muito acalorado sobre as questões ambientais. Eu, como praticava jornalismo econômico e cobria sempre o setor de energia, via que de um lado os ambientalistas usavam uma linguagem apaixonada (ainda usam), enquanto os veículos de comunicação da grande imprensa usavam uma linguagem empresarial. A proposta da revista sempre foi falar sobre inovação e pesquisa para a sustentabilidade ouvindo todos os lados, sabendo que é necessário ter políticas públicas, um debate acadêmico, uma visão empresarial ou empreendedora e um mercado, ou seja, pessoas que possam usar a tecnologia. Qual o papel dos meios de comunicação na conscientização das pessoas? Se definirmos os meios de comunicação para incluir a internet e, sobretudo, as redes sociais, então podemos concluir que o papel é dar o primeiro passo para a tomada de consciência. Os espaços editoriais, os espaços publicitários e de interatividade de qualquer veículo de comunicação deveriam fazer esta primeira inoculação e apontar para onde as pessoas possam conhecer mais. Acho que já passamos desta primeira etapa de conscienti-


zação. Hoje, a demanda por uma organização social e empresarial mais verde ou responsável está latente. Falta aos donos do dinheiro perceber isso. Mas as bandeiras continuam as mesmas: justiça social, equilíbrio no uso dos recursos naturais, inclusão e, sobretudo, diversidade cultural. O lema do portal é “Sustentabilidade é inteligência. Sustentabilidade é inovação. Surpreenda com suas escolhas”. Explique como podemos surpreender com nossas escolhas? A escolha para uma sociedade sustentável ainda não é a mais óbvia. Hoje, estou em um novo projeto chamado Agenda Sustentabilidade (www.agendasustentabilidade.com.br), que é uma plataforma online agregadora de eventos e cursos sobre sustentabilidade. Lá fizemos a promoção de um debate sobre agrotóxicos que atraiu muita atenção e falamos que a opção seria escolher orgânicos. À medida que as pessoas conhecem mais sobre o assunto e comparam vantagens e desvantagens, elas verão que não é uma escolha tão difícil hoje, já que há um movimento surpreendente a favor de hortas orgânicas urbanas. Em pouco tempo vamos ser surpreendidos pelas escolhas das pessoas. Todo mundo diz que não se recicla porque o povo não entende, mas como se explica que qualquer ecoponto fica rapidamente abarrotado de materiais logo depois de aberto? Você já se perguntou até que ponto as pessoas têm consciência de suas ações? Acredito que estamos saindo de uma era onde se passava todas as responsabilidades para os outros. O mau comportamento no trânsito, por exemplo, é sempre justificado pela culpa do outro que te fechou ou pegou sua vaga no estacionamento. As empresas sempre culpam o consumidor por não demandarem produtos mais verdes. Pensando numa sociedade em rede ou complexa, vemos que a consequência dos nossos atos é de nossa responsabilidade. Estamos, pouco a pouco, saindo da era do ‘pass the buck’, ou seja, de passar a responsabilidade para o outro.

Estamos no rumo certo para uma cidade, estado, país e mundo melhores? É difícil dizer se estamos num caminho certo, pois prioridade e urgências são tantas que não conseguimos ver a floresta além da árvore. Mas, pelas crises urbana e financeira, vemos que existem muito mais pessoas procurando alternativas. O que não podemos fazer é desistir da política e da democracia, pois este é o caminho mais seguro para termos justiça, respeito e avanço por meio de consenso. Não podemos copiar respostas prontas de outros países, temos que inventar as nossas próprias respostas. O caminho se faz ao caminhar. O importante é sempre ter espaço para a diversidade cultural e pluralidade de opinião. A ciência e tecnologia já diagnosticaram a maioria dos problemas, agora temos que aplicar. E não existe jeito de aplicar sem ter um governo forte e democrático, com um parlamento transparente a aberto para o povo. Temos que reacomodar na nossa sociedade o poder das grandes corporações; elas já passaram do limite. Você já assumiu ter uma visão romântica sobre o seu papel como jornalista. Poderia explicar isso? Como com o seu trabalho você pode contribuir com um mundo melhor? Todo o jornalista tem uma visão romântica da profissão. Queremos no fundo mudar a sociedade por meio de um debate esclarecido, baseado em fatos. Desde que o jornalismo seja praticado de forma transparente e responsável, é uma das mais nobres atividades, pois tenta desvendar no cotidiano e no presente o que a humanidade faz de errado e de certo, olhando sempre para o futuro. Acredito que eu ajudo as pessoas a pensarem sobre novas possibilidades, argumentando com fatos e dados. Por fim, qual seria mundo ideal para você? Um no qual não se pague para comer, que todos tenham acesso à moradia digna, informação e educação. A todos de acordo com sua necessidade e cada de acordo com sua capacidade.


ECOaderno

Estudo indica que telhado verde reduz temperatura e aumenta umidade

J

á é consenso entre os especialistas, que a construção verde, ou seja, que a construção de casas e prédios, usando conceitos naturais para aproveitar os serviços ambientais prestados pela natureza, aumenta o conforto interno e reduz os custos de manutenção daquela construção. Em um estudo realizado pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP ficou provado que o uso de telhado verde é eficiente para reduzir os impactos no microclima no topo de um edifício na região central de São Paulo. Telhado verde é o uso de vegetação no topo de telhados ou em laje de concreto. Esta vegetação pode ser de gramíneas, arbustos e até árvores. Os prédios analisados nesse estudo, foram o Edifício Conde Matarazzo (sede da Prefeitura de São Paulo), localizado entre a rua Dr. Falcão e o Viaduto do Chá, e que possui um amplo telhado verde; e o Edifício Mercantil/Finasa (rua Líbero Badaró), cuja laje é de concreto. Os resultados indi-

34

caram que o edifício com telhado verde chegou a ficar 5,3ºC mais frio do que o edifício de concreto; já a umidade relativa do ar foi 15,7% maior. Os dois edifícios estão no centro de São Paulo. Isso ocorre porque o telhado verde absorve grande parte da radiação solar. Desse modo, ele acaba emitindo uma menor quantidade de calor para a atmosfera. Os edifícios foram escolhidos porque estão sob as mesmas condições atmosféricas e próximos um do outro, assim os efeitos naturais são os mesmos nos dois. Em um dia de verão a amplitude térmica, que é a diferença entre a menor e a maior termperatura do mesmo dia chegou a ser 6,7º C menor no telhado verde. Isso significa que ele demora mais para aquecer e para resfriar, e isso mantém a temperatura do ar muito mais constante dentro do ambiente abaixo do telhado Desta maneira, o estudo conclui que o telhado


verde mesmo estando em plena área central, apresenta menor aquecimento e maior umidade relativa do ar, comparado com o telhado de concreto. Porque isso acontece? O concreto possui características que fazem com que esquente muito quando o sol incide diretamente sobre ele, e irradie muito calor ao mesmo tempo. Já as áreas verdes possuem característica oposta, elas demoram mais para serem aquecidas, conseguem reter o calor por mais tempo e por isso mantém a umidade também por muito mais tempo. Por isso nos sentimos tão bem à sombra de uma árvore. Com essa informação, o poder público está munido para construir um política pública ambiental de qualidade, incentivando a iniciativa privada a construir e manter telhados verdes. Assim, a sensação de bem estar dos moradores das cidades será melhor, as consequencias com problemas de saúde serão menores, o conforto interno dos prédios poderia diminuir

os custos com ar-condicionado, esses são alguns exemplos de efeitos positivos dessa técnica. E ainda, iria possibilitar a criação de corredores ecológicos sobre os telhados onde pássaros e insetos possam “migrar” entre parques e as cidades. O que aumenta a qualidade ambiental das cidades, podendo fazer parte das políticas públicas do município como forma de ampliar as áreas verdes. Em países europeus, e em algumas cidades dos Estados Unidos e da Argentina, existem leis, incentivos fiscais e financeiros dados às construções que utilizam este tipo de estrutura.

Allan Espitalette Popak Especialista em Biologia da Conservação Mestre em Tecnologia Ambiental – IPT Doutorando em Ciências Ambientais - PROCAM / USP www.ecoatlantica.com.br


ECOaderno

Banana, a fruta

indispensável A

primeira coisa que nos vem à mente quando falamos em banana, é que ela provoca uma sensação de saciedade, e por isso deve engordar. Isso é mais um mito. Na verdade, além de matar rapidamente a vontade de comer, a banana contém enzimas que aceleram a digestão, favorecendo uma rápida perda de peso. Sem contar que também tem fibras do tipo solúvel, aquelas que se ligam à água, formando uma espécie de gel que demora em sair do estômago. A banana dá uma instantânea e substancial elevação da energia. Pesquisas provam que apenas duas bananas fornecem energia suficiente para um treino de 90 minutos extenuantes. Não é à toa que a banana é a fruta número um dos maiores atletas do mundo. A banana dispensa apresentações, e uma banana por dia dispensa o médico. Mas energia não é a única forma da banana nos ajudar a manter a forma. Pode também nos ajudar a curar ou prevenir um grande número de doenças. Tornando-se uma obrigação adicionar a banana à nossa dieta diária. Apesar de estar no cardápio de todos desde a infância, poucos conhecem as múltiplas qualidades nutricionais que essa poderosa fruta guarda dentro de si. A banana tem baixo teor de gordura, possui as vitaminas A, C e do complexo B que contribuem para a saúde dos cabelos, da pele e das unhas. O potássio presente na banana ajuda no controle arterial, além de ajudar a evitar cãibras e dores musculares. Além de minerais, contém ferro, auxiliando pacientes em casos de anemia. Ela ainda contém três açúcares naturais - sacarose, frutose e

36


glicose, combinados com fibra. Possui um aminoácido chamado triptofano que é precursor da serotonina, que está relacionada à regulação dos processos bioquímicos de humor e sono. Segundo pesquisa publicada no Journal of the American College of Cardiology, o potássio presente na banana melhora a fluidez do sangue, evitando a formação de coágulos – pessoas que comem três bananas ao dia têm risco até 21% mais baixo de sofrer um acidente vascular cerebral. A banana verde é classificada como um alimento funcional, que além de nutrir ainda previne doenças. A polpa da banana verde é abundante em amido resistente, molécula muito parecida com a fibra. Estudos indicam que o consumo deste amido resistente ajuda na diminuição do colesterol, o que afasta doenças do coração. Assim, a banana é um remédio natural para muitos males. Quando você compará-lo com uma maçã, tem quatro vezes mais proteínas, duas vezes mais carboidratos, três vezes mais fósforo, cinco vezes mais vitamina A e ferro e o dobro das outras vitaminas e minerais.

Você conhece a “dieta da banana matinal”? Essa fruta tão popular entre nós está emagrecendo muita gente no Japão e nos Estados Unidos, países que reúnem um número cada vez maior de adeptos. Desenvolvida por Hitoshi Watanabe, um especialista em medicina preventiva em Tóquio, ela caiu na boca do povo. Literalmente. Pelo sim, pelo não, começar o dia comendo banana só pode fazer bem.


ECOaderno

O Descarte Consciente dos Resíduos Eletrônicos

O

s equipamentos eletroeletrônicos facilitam muito o nosso cotidiano. Quem não gosta de um café passado? De assistir a um bom programa de televisão? De um ambiente climatizado? Da praticidade de um microondas? Das facilidades e conveniências proporcionadas por smartphones e notebooks? Na vida no século XXI, estes e vários outros produtos serão cada vez mais presentes em nossas rotinas. Gradualmente eles deixam de ser supérfluos e passam ser “imprescindíveis”. A evolução tecnológica nos conduz para uma constante aquisição e substituição de equipamentos cada vez mais avançados. O ventilador foi trocado por um ar condicionado e este deu lugar a um silencioso Split. O videocassete foi

38

para a garagem após a aquisição de um DVD. Aquela enorme televisão 29 polegadas deu lugar a moderna tela de LCD. Todos estes equipamentos que não têm mais utilidade nós chamamos de resíduo eletrônico ou de lixo eletrônico. Existem duas questões centrais em torno dos resíduos eletrônicos. A primeira diz respeito aos perigos que este tipo de resíduo pode representar ao meio ambiente. Os equipamentos eletrônicos são constituídos por centenas de substâncias, como Chumbo, Mercúrio, Bário, Retardantes Bromados de Chama, etc. Uma simples lâmpada fluorescente, por exemplo, possui elevada concentração de Mercúrio, metal pesado e altamente tóxico, capaz de causar danos cerebrais e no fígado, pois se ingerido ou inalado, acumula-se em nosso corpo. Da mesma forma, aquela televisão antiga, o tubo CRT e todos os outros resíduos eletrônicos contêm diversas substâncias tóxicas agressivas não só ao organismo humano como também à natureza. A segunda questão é a forma como nós encaramos o descarte dos resíduos eletrônicos, pois geralmente o tratamos como um resíduo comum. Quem nunca colocou uma pilha velha no lixo? Ou um rádio estragado na calçada? Muitas vezes não sabemos como realizar um descarte ambientalmente correto. Os motivos que causam esta dúvida variam desde a falta de conhecimento ou de opções adequadas de descarte até o mero desinteresse em dar uma destinação apropriada. São pequenas ações e/ou dúvidas deste tipo que podem gerar situações de risco ao meio ambiente. Portanto, precisamos rever as nossas


atitudes e dar a devida importância ao descarte dos resíduos eletrônicos: a conscientização é um ponto fundamental. E como devemos fazer para mudar a nossa postura na prática? Na verdade, não existe apenas uma possibilidade. Existem diversas. Inicialmente, podemos entrar em contato com a Secretaria de Limpeza Urbana de nosso município ou com a Central de Relacionamento do fabricante e questioná-los sobre os pontos de coleta disponíveis do resíduo a ser descartado. Outra alternativa é buscar informações junto a uma empresa especializada na coleta de resíduos eletrônicos (atualmente muitas empresas se especializaram na coleta deste tipo de resíduo, pois eles contêm metais que podem ser reciclados). Há também muitas agências bancárias e supermercados que possuem caixas de coleta de pilhas e baterias, por exemplo. Existem ainda operadoras de telefonia móvel que recebem os aparelhos usados em suas lojas. Os equipamentos em condições de uso, que para nós deixaram de ter utilidade, podem ser doados para ONGs e/ou projetos que irão possibilitar o acesso a essa tecnologia a outras pessoas. Independente da alternativa buscada, o principal é a mudança de atitude que devemos ter no momento do descarte. Dificilmente alguém irá nos parar na rua ou em um estabelecimento comercial e nos perguntar se nós queremos descartar o nosso resíduo eletrônico. Precisamos agir de forma responsável. Precisamos questionar, procurar alternativas e desenvolver um comportamento proativo, consciente e comprometido com o meio ambiente. Descartar adequadamente um resíduo eletrônico é um compromisso socioambiental que começa com você! Carlos Alberto Frantz dos Santos Pesquisador do Grupo de Pesquisa em Sustentabilidade e Inovação – UFRGS / Professor de Administração de Empresas – Uniasselvi / Unirriter / Mestre em Administração de Empresas – UFRGS / Consultor de Empresas - carlosfrantz@hotmail.com


ECO ECO aderno aderno

O que escolho consumir?

A

no iniciado, promessas de ano novo ainda vivas, todos arejados e descansados das férias, ainda lembrando os bons momentos das festividades recentes, dos presentes recebidos, das pessoas queridas com quem celebramos! De repente passo em uma avenida movimentada, onde as lojas exibem de forma bem convidativa, as suas promoções “pós Natal” ou de “início de ano”. Irresistível! Lá vou eu às compras, afinal é uma oportunidade que não posso perder. Além disso, que prazer poder incluir no meu guarda-roupas mais algumas peças super bacanas! Ou talvez seja o momento de trocar o meu telefone celular, já que tenho pontos, ou mesmo meu carro, já que a concessionária está com uma proposta de financiamento super favorável, que só vale durante este mês!

40

Eu estava feliz da vida com o meu computador que comprei com carinho no ano passado, até que hoje vi, na casa de um amigo, o modelo novo recém lançado pelo fabricante. De repente o que tenho já não é tão bacana assim. Por que será? Comprei meu ferro de passar roupas há menos de 6 meses e já quebrou. Descubro que o orçamento para o conserto custa praticamente o valor de um ferro novo, isso se ainda existir a peça para o conserto. Conclusão, lá vou eu comprar um novo produto e descarto o antigo. Ontem, passei na padaria para comprar uns frios para fazer um sanduíche para o lanche à noite e acabei levando para casa 100g de muzzarella embrulhadas em uma bandeja de isopor, com um filme plástico, embrulhada em um papel com fita adesiva e, no caixa, ainda ganhei uma sacolinha plástica para facilitar o transporte até o carro, que


estava estacionado a 50 metros da saída da padaria! Cheguei em casa e, menos de 15 minutos depois, toda esta embalagem estava no lixo. No fim de semana passado, recebi umas visitas para almoçar em casa e, como uma boa anfitriã, fiz comida em abundância, para não faltar! Acabou sobrando quase metade do que eu havia providenciado. Guardei tudo na geladeira. Esta semana, acabamos passando a semana fora, atribulados com trabalho e outros compromissos e esquecemos a comida na geladeira. Acabamos tendo que descartá-la, pois depois de tantos dias, estava imprópria para o consumo. Estas situações, tão comuns em nosso cotidiano, ilustram como tem funcionado o nosso hábito de consumo na atualidade. Será que estamos refletindo sobre as nossas escolhas ao consumir? Como reagimos à grande disponibilidade de

produtos e serviços? Como nos relacionamos com a publicidade presente hoje não só nas mídias mais tradicionais, mas também nas redes sociais e até no boca a boca? Será que estamos conseguindo distinguir o que precisamos para atender as nossas necessidades daquilo que podemos classificar como supérfluo? Será que prestamos atenção na enorme quantidade de embalagens dos produtos que adquirimos e procuramos alternativas para reduzir? Como está a nossa saúde financeira? Será que gasto mais do que ganho? Temos vivido ao longo das décadas uma aceleração incessante do consumo. Um brasileiro de classe media consome hoje o dobro do que há 50 anos. Além disso, atualmente apenas 1% dos produtos comprados permanecem em uso depois de 1 ano a partir da data da compra, ou seja, 99% do que é produzido é descartado em menos de 12 meses! Os


ECOaderno

produtos são feitos para durar pouco, possuem o conceito de descartável ou são lançados equivalentes mais modernos que nos levam a buscar o “último modelo” para seguirmos inseridos nos grupos sociais. Este fenômeno é exacerbado pelos meios de comunicação. Uma pessoa hoje vê mais anúncios em um dia do que uma pessoa da década de 50 teria visto em toda a sua vida. Os anúncios nos incentivam a ficarmos infelizes com o que temos, levando-nos ao desejo de adquirir novidades como busca de satisfação e felicidade. Apesar de hoje possuirmos mais coisas (objetos) e termos acesso a muito mais serviços, não necessariamente somos mais felizes. Há pesquisas de comportamento que mostram que o maior prazer no consumo está no momento da compra e não do uso dos ítens, ou seja, é muito comum já estarmos “de olho” em adquirir algo, sendo que ainda mal começamos a usar o equivalente que já possuímos. Hoje estamos em um ciclo vicioso: trabalhar muito para ganhar cada vez melhor, ficar cansado, descansar em casa vendo TV ou acessando a internet que veiculam anúncios, sair às compras gerando despesas, e ter que trabalhar ainda mais para pagar as despesas. Com isso fica muito restri-

Tamara Rezende de Azevedo é bióloga, educadora e sócia co-fundadora da CoCriar www.cocriar.com.br, onde trabalha com educação para a sustentabilidade, processos participativos que fomentam e inteligência coletiva e ampliação da consciência, e inovação organizacional. Caso queira trocar mais idéias sobre este artigo e outros temas correlatos, contacte: tamara.azevedo@cocriar.com.br.

42

to o tempo e recursos para amigos, família, diversão e mesmo descanso, que são os tipos de atividade que efetivamente trazem felicidade. O ser humano, por natureza, é um ser comunitário, que gosta de relações, convívio e diversão simples. Há que se buscar estas formas de conviver, e com isto, estaremos mais leves e disponíveis para desfrutar com sabedoria e equilíbrio dos benefícios que a modernidade nos proporciona. Fazemos aqui um convite dentro das nossas mudanças de início de ano: Antes de consumir, avalie se realmente precisa. Verifique se há outra maneira de uma necessidade ser suprida, sem consumir, ou consumindo menos. Opte por bens de boa qualidade e mais duráveis. Opte por produtos com menor quantidade de embalagens descartáveis. Busque formas de diversão baseadas no convício simples e local, não na aquisição de bens. Além destas, há muitas outras iniciativas que você mesmo pode criar para consumir de forma mais harmônica. Para mais informações sobre este tema acesse: www.akatu.org.br.


Entrevista

ANDRÉ E KADU

a dupla que emocionou Lulu Santos. 44

Por: Marisa Romani


Dupla foi destaque nas batalhas do programa “The Voice Brasil”

A

ndré e Kadu nascidos em São Paulo e Campinas respectivamente tiveram o início de uma grande história na música em Campo Grande, quando surgiu a dupla. Os artistas participaram da segunda temporada do programa sinônimo de sucesso “The Voice Brasil” da Rede Globo. Selecionados pelo cantor Daniel para integrar o seu time, viram a vida mudar ainda mais depois da emocionante participação no programa, principalmente com a interpretação nas batalhas da música “Apenas mais uma de amor” com o outro participante Gustavo Trebien. Apesar do estilo sertanejo a dupla ao ser resgatada para o Time do Lulu Santos pode mostrar toda a versatilidade cantando no tira-teima “Só hoje” da banda Jota Quest. Possuem composições gravadas por grandes cantores do sertanejo nacional, as músicas “Coladinho” e “24 horas de você” na voz de “Luan Santana” e “Onda” sucesso com Jorge e Mateus no CD e DVD ao vivo em Jurerê. A dupla que tem três anos de carreira e vive um grande momento, com a união de dois grandes talentos: a voz marcante de André e o grande instrumentista Kadu. André concedeu uma entrevista exclusiva para a Revista 39mais com um papo descontraído antes de um dos ensaios para os projetos 2014 e nos conta um pouquinho sobre a experiência em fazer um show em uma casa na região de Vargem Grande Paulista. Confira! Cantar ou compor, o que preferem? Ah... Eu acho que não vivo sem os dois. Sou viciado em pegar e compor uma música, mas se eu não cantar acho que também vai me faltar muito. Como foi a experiência de terem participado do The Voice Brasil? Caramba! Foi um degrau gigantesco na nossa carreira. A verdade é que foi meio inesperado, porque eu sempre tive um pouco de medo desses tipos de programas, onde temos que ficar provando o talento. Estávamos fazendo um show no Rio e uma pessoa que era da produção de um programa da globo filmou uma parte e mandou para um produtor do The Voice. O pessoal do programa achou bacana e pediram que fossemos fazer todas as audições,


desde as primeiras que não são televisionadas. Fomos passando as fases, e aos poucos caindo a ficha e quando fomos ver tínhamos entrado no programa e as coisas começaram a mudar, desde a primeira apresentação, foi uma coisa absurda o que aconteceu em nossas vidas. Entramos no programa cantando uma música autoral, morrendo de medo, porque é difícil, mas já mostramos o nosso trabalho logo de cara. Foi uma mudança muito drástica, mas muito boa. Como era a relação com os técnicos? Tínhamos uma relação próxima, os técnicos nos acompanhavam, cada um tem seu produtor, que dá um acompanhamento de produção isso é importante, pois na televisão é complicado, tem que sair tudo muito perfeito. Acredita que por já terem uma carreira estabelecida isso tenha ajudado na participação no programa? Acho que nós ganhamos um pouco nisso, já estávamos a três anos ralando, fazendo alguns shows grandes lá em Mato Grosso do Sul, já tínhamos experiência, conhecimento, uma agenda, com 10 à 12 shows por mês, isso ajudou demais. Até mesmo quando saímos do programa nós não tivemos a questão de pensar o que faríamos, o que cantar? O que gravar? Para onde ir? Foi muito bom, pois pegamos o bonde andando, subimos um degrau e engrandecemos o

46

nosso nome. Qual a sensação de terem feito o Lulu Santos chorar ao ouvir vocês cantando “Apenas mais uma de amor”? No episódio do Lulu Santos foi uma choradeira dentro do estúdio, nós ainda não estávamos entendendo o que estava acontecendo. O Lulu era um cara que tínhamos como um ser intocável e estar lá e olhar para o rosto dele cheio de lágrimas e nós cantando a música dele, foi surpreendente. E ele depois ainda nos escolheu para ficarmos em seu time, apesar da fama de que não gosta do ritmo sertanejo. Acho que foi muito bom pra gente. Ainda depois com a repercussão toda, a música chegou a ser a mais baixada do iTunes no Brasil (com quase 3 milhões de acessos o vídeo da batalha até 27/01 no site da Globo). No time do Lulu, na fase do Tira Teima, com a sugestão da produção fizemos uma coisa diferente para não ficar na mesma, dar um contraste. Como temos bastante influência do pop, do rock e tivemos bandas, então caiu como uma luva a música “Só hoje”, sucesso do Jota Quest.


Luan Santana um grande parceiro da dupla

Dá para viver de música no Brasil? Dá pra viver de música no Brasil, sempre tem que dar um jeitinho, muita gente que rala ganha pouco, mas dá pra viver. Acho que vai girando a bola e cada um tem o seu lugar ao sol, cada um tem sua vez, cada um tem a sua chance, seu ano, é só ter paciência que dá sim! Tem bastante lugar pra trabalhar, o Brasil é gigantesco, apesar de ter muita dupla sertaneja rs. Devido as composições, vocês acham que acaba abrindo portas para a dupla? Acaba dando uma identidade nossa, é um jeito nosso. Eu tenho o meu jeito de compor, o Kadu tem outro, quando compomos juntos também dá uma liga, se é uma coisa boa ou ruim ninguém vai ter, é nossa! É bacana ter uma identidade. O que é sucesso para vocês? O que almejam? O que queremos se Deus quiser é chegar a nível nacional com música bombando nas rádios do nosso Brasil todo. Recentemente, vocês fizeram um show na região. Foi a primeira vez ou já estiveram aqui? Como foi a receptividade do público? Foi a primeira vez que estivemos ai nesta região, não apenas em Vargem Grande Paulista. Mas foi muito legal, o pessoal é bem animado, dança bastante, foi muito bom! Queremos voltar outras vezes, temos interesse muito grande em trabalhar nessa região.

O cantor Luan Santana tem um grande peso na carreira dos paulistas, pois tudo começou quando o sertanejo ouviu a música “Coladinho” em Mato Grosso do Sul e ligou para o André, na véspera de Natal, para elogiar a canção, dizendo que gostaria de grava lá. A dupla sentiu que as coisas estavam para mudar “Foi uma loucura, além de gravar Coladinho que é composição minha, gravou a música 24horas de você” afirma André. O apoio deste grande nome da música sertaneja atual fez com que ficassem mais conhecidos e novas oportunidades surgissem vindas por meio do próprio Luan, inclusive com o aumento de shows pelo estado, até mesmo foram convidados a participar de apresentações do jovem cantor, quando em uma delas foram surpreendidos por um recado deixado por ele “Para ter sucesso é preciso ter grandes compositores, grandes ideias, com certeza vocês serão o próximo nome da música sertaneja”.

de trabalho “Onda” que foi gravada por Jorge e Mateus. Mais para frente vamos lançar uma música inédita e até no meio do ano lançar singles na internet. Se tudo der certo no final do ano gravamos o nosso primeiro DVD. Por fim deixem uma mensagem para nossos leitores. Quero agradecer de coração mesmo a toda galera que torceu por nós lá no programa, que nos conheceu e que gostou da nossa voz, da música, da gente mesmo. Agradeço de coração esse carinho e dizer que estamos muito a fim de percorrer a região inteira fazendo shows para conhecer melhor essa galera.

www.andreekadu.com.br www.facebook.com/andreekaduoficial instagram.com/andreekadu

Quais são os projetos futuros da dupla? Plano de carreira 2014? Para esse final de verão, estamos com a música

twitter.com/andreekadu www.youtube.com/andreekadu Marisa Romani – MTB 65.374 – marisa@trycomunicacao.com.br


Espaço Animal

Tumor ósseo

em cães

e gatos

O

tumor maligno mais comum que acomete o esqueleto apendicular dos cães é o osteossarcoma. É considerada uma importante doença óssea neoplásica que acomete os cães devido à alta mortalidade que provoca. Apenas para maiores esclarecimentos, o esqueleto apendicular é composto pelos ossos dos membros superiores e inferiores e as respectivas cinturas (escapular e pélvica) que ancoram estas extremidades ao esqueleto axial. Já o esqueleto axial é formado pelos ossos que compõem o eixo do corpo e que sustentam e protegem os órgãos da cabeça, do pescoço e do tronco. O termo maligno refere-se à tendência que alguns tumores apresentam em formar metástases, isto é, a transferência do tumor primário a outros focos distantes através dos vasos sanguíneos ou canais linfáticos. O osteossarcoma não parece ser um tumor hereditário no cão, mas sabe-se que tem forte predisposição racial, sexual e com o grau de maturidade do animal. As raças de cães de porte grande e gigante, tais como: Pastor Alemão, Dog Alemão, São Bernardo, Boxer, Labrador e Golden Retriever, Rottweiller, Doberman, Collie, são raças em que a incidência do osteos-

48

sarcoma é maior. Portanto, a raça do cão costuma ser um importante fator no diagnóstico do osteossarcoma. Suspeita-se que os traumas discretos, porém constantes e crônicos que os animais de grande porte sofrem durante a vida possam propiciar o aparecimento desse tumor. Na maior parte dos relatos verifica-se que os cães machos são mais predispostos a essa neoplasia, e a proporção que se observa é ao redor de 1,2 machos para cada fêmea. Com relação à idade, o osteossarcoma é muito mais freqüente nos cães idosos ou que estão na terceira idade, porém existem alguns casos descritos em cães mais jovens acometidos, mas sua incidência é bem menor. Nos felinos o osteossarcoma é bem menos comum e quando presente tem aparentemente menor malignidade do que nos caninos. As raças domésticas de gatos de pelo curto são as descritas como as que apresentam maior incidência.  Os sintomas clínicos do osteossarcoma no cão são bastante variados, mas dentre os achados anamnésicos (princípio e evolução da doença até a primeira


observação do veterinário) mais comuns são os seguintes: • Rápido surgimento da claudicação (mancando com o membro afetado), em torno de alguns dias; • Tumefação intensa em torno da lesão, a qual se apresenta dura e dolorida à palpação; • Em alguns casos o cão pode apresentar febre e falta de apetite; • Ocasionalmente, em casos mais avançados da doença podem ocorrer fraturas patológicas.  Ao redor de 90% dos casos de osteossarcoma é freqüente a formação de metástases pulmonares microscópicas, já quando o diagnóstico é feito. A maioria dos osteossarcomas (cerca de 75%) originam-se nos ossos longos e 23% nos ossos planos. Portanto, a relação entre ossos longos ou apendiculares (isto é, membros) e ossos planos ou axiais (caixa craniana, caixa torácica e coluna vertebral) é de 4:1. Observa-se também que a maior parte destes tumores, aproximadamente 75%, surgirá na metáfise do osso afetado. A metáfise é a região do osso situada entre a epífise (extremidade) e a diáfise (região medial) de um osso longo. O osteossarcoma é mais comum no membro torácico, sendo que o local mais comum onde ele surge é na região abaixo cotovelo. Já no membro posterior, o local mais freqüente de sua incidência é próximo ao joelho. Embora seja um tumor muito agressivo e com rápida velocidade de crescimento, o ostessarcoma em seus estágios iniciais pode não ser reconhecido ou mesmo confundido com outras patologias. Mas um cuidadoso acompanhamento radiográfico revelará uma evolução

de áreas líticas (destruídas), acentuada proliferação óssea e inflamação de tecidos moles adjacentes. O diagnóstico final do osteossarcoma é confirmado pela biópsia da lesão. São fundamentais, entretanto, todos dados colhidos durante a anamnese e exame clínico, tais como: raça do cão, idade, sintomas clínicos, radiografias, etc. Infelizmente, o tratamento do osteossarcoma ainda continua sendo um desafio para a pesquisa. Existe uma estatística de que cerca de 10 a 15% dos cães sobrevivam ao redor de nove meses após o diagnóstico e mesmo com a amputação do membro afetado.   Atualmente, tratamentos quimioterápicos, imunoterápicos e radioterápicos associados com a amputação podem ser utilizados, mas ainda os dados estatísticos mostram apenas um aumento de algumas semanas a mais de sobrevida para o cão acometido. O prognóstico para a sobrevivência a longo prazo de um cão com osteossarcoma é extremamente desfavorável. Enquanto não se descobre um tratamento mais eficaz, os objetivos básicos do tratamento instituído visam o alívio da dor e do desconforto enquanto a situação não se agrava. Têm-se, entretanto, alguns relatos de cães que excepcionalmente viveram alguns anos após o diagnóstico. Mas, lamentavelmente o que se vê na prática, a despeito da modalidade terapêutica utilizada, é que os cães tendem a viver somente ao redor de alguns meses, freqüentemente menos de um ano, após o diagnóstico final do osteossarcoma. Gerson Bertoni Giuntini – CRVM – 5189/SP www.policlincaveterinaria.com.br


50


52


54


56


Curtas

Cotia terá Centro de Iniciação ao Esporte A iniciativa é do Governo Federal e busca ampliar a oferta de infraestrutura de equipamento público voltada para a iniciação esportiva. A cidade de Cotia será contemplada com um incentivo para implantação de um Centro de Iniciação ao Esporte (CIE). Trata-se de uma criação do Ministério do Esporte, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal, que visa ampliar a oferta de infraestrutura de equipamento público voltada para a iniciação esportiva. A estrutura de Cotia será construída em uma área de construção de 7 mil m², com arquibancada para 177 pessoas, 16 modalidades de esportes olímpicos, seis paraolimpícos e uma modalidade não olímpica


Curtas

Feira Noturna em São Roque Visando melhorar o acesso das pessoas que trabalham durante o dia e em muitos casos em outras cidades, a produtos naturais e de qualidade, a feira noturna acontece toda quarta-feira, a partir das 17h, nos mesmos moldes das tradicionais feiras de Terça, Sexta e Domingo. No Recanto da Cascata, localizado na Av. Antonio Maria Picena, no bairro Junqueira, em São Roque.

Inscrições para Torneio de Vôlei e Futebol de Areia de Ibiúna Dando continuidade às atividades esportivas em Ibiúna, a Secretaria de Esporte e Lazer da cidade abriu as inscrições para o Torneio de Vôlei e Futebol de Areia. Além do torneio, a secretaria está convocando também os times que desejam participar do Campeonato de Futsal. As equipes que estiverem interessadas em participar devem comparecer à Secretaria de Esporte e Lazer, localizada no Centro Olímpico, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Wi-fi gratuito em Cotia A Praça da Matriz, no centro de Cotia, e a Praça dos Romeiros, em Caucaia do Alto, já contam com o serviço. A ação visa proporcionar a população, acesso gratuito de internet para que todos possam navegar ilimitadamente através do notebook, celular, tablet, entre outros recursos. Em breve, o Projeto Praça Digital chegará também ao Jardim Sabiá e no Km 26,5. Pensando também na segurança dos moradores, foi implantado câmera de monitoramento, vinculada à Central da Guarda Civil Municipal.

58

Crime ambiental mobiliza população ibiunense O desmatamento de mais de 130 mil m² de Mata Atlântica localizados no km 67,5 da Rodovia Bunjiro Nakao mobilizou e deixou a população ibiunense indignada com a ação criminosa que provocou a destruição da fauna e da flora do local. A reação foi imediata e a SOS Itupararanga também foi procurada por seus parceiros e pela população para auxiliar no encaminhamento da denúncia e acompanhar a averiguação do caso. A Fundação Florestal emitiu os Autos de Constatação de Infração Ambiental - ACIA – e a SOS Itupararanga apresentou ao Ministério Público local uma representação denunciando o desmatamento ilegal e solicitando que sejam tomadas todas as providências de forma exemplar. A área foi embargada pela Polícia Militar Ambiental e pela equipe da atual gestão municipal, que também está acompanhando o caso e tomará as providências cabíveis.


Novo sistema de Zona Azul será implantado em Cotia O número de vagas passará de 230 para 1.100 inicialmente, entre a região Central, Granja Viana e Caucaia do Alto. Previsto para começar no final de fevereiro, o novo sistema de Zona Azul vai permitir que o usuário permaneça na vaga por uma hora podendo prorrogar por mais uma. As vagas de idosos e deficientes também deverão ter rotatividade. Diferente do parquímetro implantado em outros estados, a administração optou por colocar o sistema dentro de alguns comércios que serão credenciados. O valor cobrado por hora será de R$ 1,90. O usuário poderá pagar em dinheiro ou adquirir o cartão em um dos comércios credenciados e, assim, realizar a recarga quando necessário.


Curtas

1ª Expo Negócios em Cotia No último dia 23 foi apresentada a 1ª Expo Negócios, explanada pelo idealizador da feira, Léo Diniz, além da presença do Vice Prefeito Moisés Cabrera e o Secretário de Meio Ambiente Márcio Camargo e Tom Coelho, responsável pela grade de palestras. Criada para atender à necessidade de integração empresarial na região dos diversos segmentos da indústria, comércios e serviços, estimulando parcerias e acesso a novos mercados e geração de negócios, o objetivo da Expo Negócios é reunir clientes potenciais, abrindo portas para a empresa expositora conquistar resultados quantificáveis em curto, médio e longo prazo. O evento acontecerá nos dias 27, 28 e 29 de março de 2014, onde haverá também uma série de palestras sobre variados assuntos do meio corporativo, abordando temas como motivação, comunicação, empreendedorismo, gestão de pessoas, negociação, vendas e muito mais. www.feiraexponegocios.com.br

APA Itupararanga completa 15 anos Foi navegando sobre as águas da represa que a SOS Itupararanga festejou os 15 anos de aniversário da APA, abrindo a semana de eventos comemorativos promovida pela Fundação Florestal, órgão responsável pela gestão desta área protegida. A ação educativa foi organizada pelos alunos do curso de informática da ONG, que confeccionaram um painel de mais de 30 m², trazendo a mensagem “APA, há 15 anos fazendo a diferença em nossas águas”, fazendo referência à Lei Estadual que criou a Área de Proteção Ambiental de Itupararanga. Sandra Beu, gestora da APA, também participou da atividade e, durante a navegação, apontou aos alunos os aspectos que fazem da represa um bem tão valioso para a comunidade. Enfatizou, também, a importância da participação da sociedade na gestão deste território, que enfrenta problemas como a falta de saneamento básico, disposição de lixo de forma inadequada e desmatamento, entre outros que comprometem a qualidade das águas de Itupararanga. O evento contou com a parceria da Braskind, entidade suíça de assistência social, que patrocina o curso de informática da ONG desde 2007, formando quase 700 jovens em Ibiúna.

60


Centro Cultural Wurth é uma ótima opção para eventos empresariais O local conta com uma excelente infraestrutura na região da Granja Viana  O Centro Cultural Wurth tem como objetivo principal incentivar a cultura na cidade de Cotia, mas muito além disso, o local também conta uma infraestrutura completa para sediar eventos corporativos, disponibilizando suas confortáveis e modernas instalações. Um dos espaços disponíveis para esses eventos é um lounge de  500m² de área coberta que tem perfil “multiuso”, pois  foi desenvolvido justamente para receber eventos empresariais. Além desse, o CCWurth possui um outro espaço coberto, um moderno teatro com 260m², que conta com um palco de 20m², e uma área externa de mais 260m². O Centro ainda abriga seis salas que ficam disponíveis para locação, todas equipadas com ar condicionado e projetor,

sendo uma boa opção para workshops ou palestras. Além de todos esses espaços, o empreendimento ainda disponibiliza 40 confortáveis apartamentos duplos e triplos com governança e estacionamento próprio, garantindo maior tranquilidade e conforto aos participantes do evento que podem se hospedar no local. Em novembro de 2012,  Centro Cultural Wurth foi escolhido para sediar o consagrado projeto “Ademar Guerra”, que trouxe encenações de grupos das cidades do interior de São Paulo com o objetivo de incentivar a cultura. Este é um evento corporativo que acontece anualmente e a última edição aconteceu no CCWurth devido a essa disponibilidade de instalações com espaço para as apresentações teatrais, alimentação e acomodação para todos os envolvidos.

Rua Adolf Wurth, 557 - Jardim João Vicente – Cotia Telefone: (11) 4612-8100 - www.centroculturalwurth.com.br


Comportamento

Um sentido para a vida “Não importa o que nós ainda temos a esperar da vida, mas sim o que a vida espera de nós.” (Viktor Frankl)

T

enho acompanhado com apreensão leitores e amigos manifestando suas insatisfações para com a vida. São sentimentos diversos que transitam da frustração por conquistas não alcançadas, passando pela desmotivação decorrente da falta de reconhecimento, até a mera desilusão diante da falta de perspectivas. Refletir a este respeito levou-me a reler a obra “Em busca de sentido – Um psicólogo no campo de concentração”, de Viktor Frankl, fundador da logoterapia, considerada a terceira escola vienense de psicoterapia (as outras duas são as de Freud e Adler). Trata-se do fascinante relato autobiográfico do autor acerca de sua experiência como prisioneiro em Auschwitz e outros campos durante a Segunda Guerra Mundial. Para a logoterapia, a busca do indivíduo por um sentido na vida é a força motivadora primária para o ser humano. Frankl apresenta pesquisa feita com quase oito mil alunos de 48 universidades que perguntados sobre o que consideravam “muito importante” naquele momento, 16% declararam “ganhar muito dinheiro” e 78% afirmaram “encontrar um propósito para a vida” Outro exemplo recente foi a pesquisa realizada no início de 2013 pelas consultorias DMRH e Nextview apontando que quatro em cada dez executivos brasileiros estão dispostos a mudar de empresa porque buscam um trabalho alinhado aos seus propósitos e valores. Mas esta angústia existencial, a dúvida sobre se a vida vale a pena ser vivida, evidentemente não se restringe ao âmbito profissional. Ela assume contornos maiores, manifestando-se num estado de tédio e apatia através dos quais a pessoa vai morrendo interiormente e lentamente. Como bem pontuou Frankl, as emoções são como algo em estado gasoso. Tal como um gás preenche de

62

forma uniforme e integral todo um espaço vazio, assim a tristeza, a solidão, a angústia e o sofrimento ocupam toda a alma humana. Por sorte, analogamente, o mesmo se aplica à menor das alegrias. Por isso, não basta o mero interesse primitivo em se preservar a vida. É essencial que cada pessoa identifique sua missão e ouça sua vocação nesta busca por propósito, a qual pode ocorrer a partir de três caminhos básicos: pela necessidade de se concluir um trabalho qualquer que será legado à humanidade e que depende exclusivamente de seu protagonista; pelo sofrimento, tal qual o experienciado pelos prisioneiros nos campos de concentração ou por alguém que luta contra uma doença incurável; e pelo amor, o bem último e supremo que pode ser alcançado pela existência humana – e não necessariamente o amor físico, mas o amor espiritual, até mesmo inanimado. Em sua busca por um sentido para a vida, lembrese de que embora o sucesso seja perseguido do ponto de vista profissional, e a felicidade, no âmbito pessoal, é preciso salientar que ambos devem ser decorrências naturais. Por isso, pare de persegui-los e, quando você não mais se lembrar deles – sucesso e felicidade –, fatalmente acontecerão em sua vida. Tenha também em mente que ambos são transitórios. Afinal, se você fosse feliz o tempo todo, não seria feliz em tempo algum...

Tom Coelho é educador, conferencista e escritor com artigos publicados em 17 países. Contatos: tomcoelho@tomcoelho.com.br. Visite: www.tomcoelho.com.


II Ação de Natal 39mais “Tudo aquilo que se compartilha, se multiplica” Papa Francisco Ao entendermos que a única confraternização de fim de ano que faz sentido nos dias de hoje é dar um pouco para aqueles que nada têm, nós da Revista 39mais, pelo segundo ano consecutivo, realizamos a arrecadação de produtos não perecíveis entre nossos leitores, parceiros e amigos. E com grande satisfação, entregamos as doações junto às entidades com momentos de muita alegria, sorrisos e esperança.

ior

aria Ma

ta M cia San n ê id v o e da Pr .org Lar Mã idencia v o r p a rmaed www.la

Anjo de

Luz – A ssociaçã o de ap entes co oio a cr m cânc ianças er - ww e w.anjod eluz.or g.br

adolesc

Nosso profundo agradecimento aos leitores, amigos e parceiros que mais uma vez contribuíram para o sucesso desta campanha fazendo a diferença aos carentes mantidos por estas instituições. Nosso agradecimento especial aos pais dos alunos do Colégio Cognos que tanto se empenharam nesta empreitada, estendida também aos demais colaboradores. Esperando poder contar com este apoio humanitário em nossas próximas campanhas, nosso muito obrigado!


Horóscopo

Horóscopo Chinês

2014 o ano do Cavalo

S

ímbolo universal da força, o Cavalo significa o movimento e o poder que o homem tem de transformar a sua realidade, levando-nos muito longe. 2014 é o tempo de avanços significativos nas artes, na política internacional, na mídia, na tecnologia e na medicina, pois os anos regidos pelo Cavalo favorecem a ação, um ano de muitas transformações. Devido ao seu caráter impulsivo, o Cavalo pode provocar desgastes políticos, o que faz com que os anos regidos por ele sejam de grandes movimentos e até mesmo anos turbulentos. Porém, o ano do Cavalo não indica necessariamente acontecimentos ruins e catastróficos, mas sim um ano de mudanças. É o ano em que pessoas se unem em prol de um ideal ou objetivo comum. O que nos indica que será um ano de grandes mudanças globais, tanto nas nossas questões cotidianas quanto espirituais. Ao mesmo tempo, é um ano que guarda grande oportunidade de colocar em prática antigos projetos e ideias que não saíram do papel e fazer grandes mudanças na vida pessoal e profissional, uma vez que o cavalo é um animal forte, disposto, trabalhador e vivaz, o que nos favorece nos momentos de adversidades. O cavalo é conhecido por ser um grande aliado do ser humano, um trabalhador incansável, símbolo da força que quando bem direcionada pode nos levar muito longe. Os nativos de Cavalo são muito seletivos, pois procuram pessoas fortes com quem tenham afinidades intelectuais, que jamais deixem a relação cair na rotina ou no tédio, que eles, particularmente, abominam. São altamente independentes e fogem a toda e qualquer tentativa de domínio, não hesitando em romper um relacionamento quando se sentem ameaçados. Em tudo o que faz, o Cavalo coloca a sua marca de intelectualidade. As coisas supérfluas e desprovidas de conteúdo não o fascinam por não oferecerem nenhum desafio à sua inteligência privilegiada. Raciocina lógica e agilmente, captando o sentido oculto das palavras e mesmo os gestos e expressões das pessoas. Concentra-se no que faz com uma determinação quase religiosa e é muito crítico em relação a si mesmo e ao resultado do seu trabalho. Talvez por isso seja tão exigente com as pessoas, exigindo nada mais que a perfeição para reconhecer talentos ou mérito em subordinados e pessoas ao seu redor. Pode ser um orador por excelência.

66

25/01/1906 a 12/02/1907 11/02/1918 a 31/01/1919 30/01/1930 a 16/02/1931 15/02/1942 a 04/02/1943 03/02/1954 a 23/01/1955 21/01/1966 a 08/02/1967 07/02/1978 a 27/01/1979 27/01/1990 a 14/02/1991 12/02/2002 a 31/01/2003 31/01/2014 a 18/02/2015

Elemento: Fogo Polaridade: Yang Planeta Regente: Marte Metais: mercúrio Pedras: topázio e magnetita Erva: erva-doce Perfume: floral Cores: amarelo e ocre Flor: margarida Planta: acácia Número da Sorte: 5 Dia da Sorte: quarta-feira


68


39mais 19 site