__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Novas visitas de estudo 2020/21  1. Nós vamos às escolas

2

O PLANETÁRIO NA ESCOLA

3

O MUSEU VAI À ESCOLA

6

2. Visitas online, personalizadas e interativas

13

PLANETÁRIO VIRTUAL

14

MUSEU EM LINHA COM A ESCOLA

16

CASA-MUSEU ABEL SALAZAR ONLINE

1​8

3. Fazemos todos saídas de campo

19

EM CAMPO COM O PLANETÁRIO

20

EM CAMPO COM O MUSEU

21


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 2

1. Nós vamos às escolas Através de uma vasta seleção de atividades práticas –  laboratoriais, experimentais e/ou de campo – alinhadas com as  Aprendizagens Essenciais, o ​Planetário do Porto – Centro 

Ciência Viva​ e o ​Museu de História Natural e da Ciência da

Universidade do Porto​ viajam até à escola. Ao participar nestas atividades, os alunos poderão desenvolver conhecimento  científico, técnico e tecnológico, assim como competências  essenciais, nomeadamente o raciocínio e a capacidade de  resolução de problemas, o pensamento crítico e criativo, o  relacionamento interpessoal e a autonomia, em áreas como as  ciências naturais​, a ​biologia​ e a ​geologia​, a ​física​ e ​química​, e a  educação para a cidadania​.  


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 3

O PLANETÁRIO NA ESCOLA Atividades para alunos do Ensino Pré-escolar ao Ensino Secundário A1. Astronomia em carne e osso. Nestes encontros com astrónomos(as), os alunos podem interagir diretamente com estes especialistas, partindo de um tema previamente selecionado.

A2. Oficinas pedagógicas. Nestas oficinas pedagógicas de caráter lúdico e pedagógico, orientadas por especialistas, os alunos trabalham conceitos de astronomia.

A3. Coadjuvação em sala de aula. Através deste projeto, os alunos e professores contam com um apoio extra nas suas aulas. Os professores têm apenas de selecionar o(s) tema(s) em que gostariam de poder contar com o nosso apoio e decidir qual o seu grau de participação: no limite, toda a aula pode por nós ser assumida. A4. Programa de tutoria/mentoria. Através deste projeto, os alunos são acompanhados, ao longo de todo um ano letivo, por um dos profissionais de divulgação de ciência do Planetário do Porto – Centro Ciência Viva. Este acompanhamento tutorial pode incluir ações de capacitação para alunos que, em consequência, poderão desenvolver programas de mentoria de pares. Os professores têm apenas de selecionar as atividades que pretendem ver desenvolvidas no âmbito deste projeto para que, juntos, possamos definir um plano de ação.

A5. Observações astronómicas. Os alunos têm a oportunidade de participar em sessões noturnas ou diurnas de observação astronómica orientadas cientificamente pelos astrónomos do Planetário do Porto – Centro Ciência Viva.

A6. Sessões de planetário portátil. Os alunos têm a oportunidade de participar em sessões dinamizadas por profissionais, em que, na sequência da exploração de filmes imersivos, são desvendados, ao vivo, os mistérios do céu noturno. Temos neste momento disponíveis sequência didáticas para 18 áreas curriculares distintas, que pode consultar ​aqui​. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo​: A determinar em articulação com o professor Público​: alunos do ensino pré-escolar ao ensino secundário Duração​: 45 minutos Entidade promotora​: Planetário do Porto – Centro Ciência Viva


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 4

Atividades para alunos do Pré-escolar e 1.º ciclo do ensino básico B1. Bilhete de ida e volta à Lua. Nesta nova sessão, produzida inteiramente pelo Planetário do Porto – Centro Ciência Viva, os alunos percebem que andar com a cabeça na Lua até pode ter as suas vantagens! O Vítor e a Sofia vão com o pai ao parque ver um eclipse total do Sol. Depois do eclipse, os três decidem dormir uma sesta à sombra de uma árvore, até que a Sofia acorda o Vítor para juntos partirem numa fascinante aventura até à Lua. Pelo caminho, é ainda possível ficar a conhecer algumas das constelações mais relevantes, e, usando um simulador virtual, visitar todos os planetas do Sistema Solar.

B2. Uma viagem no sistema solar. Na sessão ​O​ ​Vítor à descoberta do Sistema Solar,​ o Vítor e os alunos fazem uma viagem à descoberta do Sistema Solar: ficam a conhecer melhor o nosso Sol, exploram todos os planetas principais e ainda encontram os planetas anões e restantes corpos de pequena dimensão, como cometas e asteróides. Usando um simulador virtual, são guiados por um astrónomo do Planetário do Porto - Centro Ciência Viva, que dá a conhecer melhor o céu noturno, as suas constelações mais relevantes e planetas visíveis. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Conhecimento do mundo e Estudo do meio Público:​ alunos do 1.º ciclo do ensino básico Duração:​ 45 minutos Entidade promotora:​ Planetário do Porto – Centro Ciência Viva

Atividades para alunos do 3.º ciclo do ensino básico C1. A Telescópio: a nossa janela para o Universo. Quando Galileu apontou o seu telescópio para o céu, a nossa perceção do Universo mudou para sempre. Descobrimos que a Terra não pode ser o centro do Universo, que existem muito mais estrelas para além das que podemos ver com os nossos olhos, e que muitas delas também têm planetas… Mas há muitas mais descobertas por fazer. Para tal, são construídos telescópios cada vez maiores e complexos, com instrumentos ainda mais sensíveis. Esta sessão tem duas partes distintas: na primeira, os alunos assistem ao vídeo adaptado “O espantoso telescópio”; na segunda, apresentada ao vivo e usando um simulador virtual, são conduzidos por um astrónomo do Planetário do Porto - Centro Ciência Viva numa viagem desde o nosso Sistema Solar até aos confins do Universo. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Ciências Físico-Químicas Público:​ alunos do 3.º ciclo do ensino básico Duração:​ 45 minutos Entidade promotora:​ Planetário do Porto – Centro Ciência Viva


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 5

Atividades para alunos do secundário D1. Vida: uma história cósmica. Nesta experiência imersiva, os alunos são transportados numa viagem ao longo da qual se desvenda a estreita relação entre a origem da vida e as caraterísticas geológicas da Terra. Entrando por um estoma de uma folha de sequoia, observam o mesófilo e penetram nas células para espreitar os seus organelos. Detêm-se depois no cloroplasto e observam a fotossíntese a decorrer. E, no final, conduzidos por um astrónomo, podem ainda deslumbrar-se com o céu que nessa noite poderão observar.

ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Biologia, Geologia Público:​ alunos do ensino secundário Duração:​ 45 minutos Entidade promotora:​ Planetário do Porto – Centro Ciência Viva


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 6

O MUSEU VAI À ESCOLA [NOTA: As atividades d'O MUSEU VAI À ESCOLA estão restritas à área geográfica do Distrito do Porto.]

Atividades para alunos do Ensino Pré-escolar A1. Aprender com a biodiversidade. Inspirando-se na biodiversidade vegetal que nos rodeia, as crianças são convidadas a imaginar a biodiversidade animal, desenhando-a, estimulando-se o contacto com seres vivos e outros elementos da natureza.

A2. Que parte da planta sou? As crianças são convidadas a observar e identificar diferentes raízes, caules, frutos, flores, folhas e sementes.

A3. O gostinho da Floresta. ​As crianças são convidadas a observar e identificar folhas dos exemplares do Jardim Botânico da Universidade do Porto e/ou dos jardins e canteiros da própria escola.

A4. Observação e identificação de seres vivos: plantas e animais. Através da observação de seres vivos, é trabalhado o conceito de ser vivo e as principais diferenças entre plantas e animais. Com base em experiências estimulantes, as crianças contactam com alguns exemplares de seres vivos e classificam-nos de acordo com critérios específicos. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Área de Conteúdo:​ Área do Conhecimento do Mundo Público:​ alunos do ensino pré-escolar Duração:​ 50 minutos Entidade promotora:​ Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto (MHNC-UP)

Atividades para alunos do Ensino Básico Atividades para alunos do 1.º ciclo do ensino básico B1. Observação e identificação de alguns seres vivos: plantas e animais. Através da observação, os alunos aprendem a identificar seres vivos, distinguindo-os de formas não vivas, e a reconhecer a existência de diversidade entre seres vivos de grupos diferentes. São também desafiados a relacionar as características dos seres vivos (animais e plantas), com o seu habitat.


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 7

B2. Recolha, limpeza, armazenamento e identificação de sementes. Através de atividades em que se explora a cor, a forma, o tamanho e a textura, os alunos conhecem a diversidade de sementes e como, em função das mesmas, estas se podem agrupar. Ficam também a conhecer o comportamento de algumas sementes na água.

B3. Que parte da planta sou? Recorrendo à observação, os alunos identificam as diferenças entre raízes, caules, frutos, flores, folhas e sementes.

B4. O gostinho da floresta. Numa atividade, focada na sistemática e classificação da flora, os alunos são convidados a recolher e identificar diferentes tipos de folhas das plantas do jardim e canteiros da escola.

B5. O meu pequeno Herbário. Os alunos constroem um herbário com folhas recolhidas nos jardins e canteiros da escola e/ou folhas de plantas do Jardim Botânico da Universidade do Porto previamente recolhidas e preparadas, sendo apresentados conceitos-chave na área da sistemática e classificação, e chamando-se a atenção para a utilidade e relevância dos herbários.

B6. Construção de um hotel de insetos e de um coletor de insetos personalizado. Através da construção de um hotel de insetos e de um coletor de insetos personalizado, os alunos aprendem a categorizar insetos de acordo com semelhanças e diferenças observáveis, e reconhecem a importância dos insetos enquanto agentes indispensáveis para o equilíbrio dos ecossistemas.

B7. Círculos de vida através da Dendrocronologia: a idade das árvores e a dos seres humanos. Recorrendo à dendrocronologia, os alunos desenham as linhas de secções de troncos de árvores, identificando marcos ecológicos relevantes na vida das árvores e marcos históricos importantes na sua própria vida. São igualmente estimulados a refletir sobre o impacto das ameaças à biodiversidade, associando-as a ações individuais e coletivas, e incentivados a desenvolver atitudes responsáveis face à natureza. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Estudo do Meio, Expressão Artística Público:​ alunos do 1.º ciclo do ensino básico (1.º e 2.º anos) Duração:​ 50 minutos Entidade promotora:​ MHNC-UP

B8. Construção de uma cadeia alimentar "viva". Através da construção de uma teia alimentar, os alunos aprendem que os seres vivos dependem uns dos outros, nomeadamente através das relações alimentares que estabelecem entre si, e do meio físico que os rodeia, reconhecendo a importância da preservação da natureza como um todo integrado.


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 8

B9. Construção de um Canteiro de Polinizadores. Os alunos contribuem para aumentar a biodiversidade da sua escola atuando ao nível da conservação de áreas verdes e da construção de canteiros de plantas que atraem insetos polinizadores.

B10. A nossa pequena Horta Biológica. Através da criação e "manutenção" de uma horta biológica escolar, são criadas oportunidades para que os alunos explorem conceitos científicos-chave e percecionem os fatores ambientais como condições indispensáveis a diferentes etapas dos ciclos de vida das plantas e dos animais.

B11. Máscara Didagur: como sou? A partir da descrição áudio de uma máscara Didagur, proveniente da Papua-Nova-Guiné, que integra a coleção de etnografia do MHNC-UP, os alunos são convidados a fazer representações plásticas destes objetos, criando-se um contexto favorável à discussão de aspetos históricos e culturais associados à utilização de máscaras.

B12. Cerâmica pré-histórica: como fazer? Através da construção de objetos de cerâmica, explorando cores e formas, os alunos tomam contacto com a história e o enquadramento cultural da utilização da argila na representação artística e produção de artefactos, sendo convidados a refletir acerca do papel desempenhado pelos arqueólogos no conhecimento e caraterização do nosso passado e na projeção do nosso futuro. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Estudo do Meio, Expressão Plástica Público:​ alunos do 1.º ciclo do ensino básico (3​.º e 4.º anos​) Duração:​ 50 minutos Entidade promotora:​ MHNC-UP

Atividades para alunos do 2.º ciclo do ensino básico C1. Construção de um Canteiro de Polinizadores. A partir da construção de um canteiro com plantas que atraem polinizadores, os alunos aprendem a caracterizar alguma da biodiversidade existente a nível local, regional e nacional, apresentando exemplos de relações entre a flora e a fauna em diferentes habitats.

C2. Invisível a olho nu. Através da exploração da estrutura, composição e função do microscópio ótico, os alunos ficam a conhecer um dos mais relevantes instrumentos de observação científica e têm a oportunidade de observar e comparar células de diferentes seres vivos.


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 9

C3. O nosso Canteiro de Ervas Aromáticas. Através da construção de um canteiro de ervas aromáticas, os alunos ficam a conhecer algumas das potencialidades e funções destas plantas e dos seus óleos no nosso quotidiano, nomeadamente no que diz respeito ao efeito repelente de insetos, uma ótima ferramenta para a agricultura biológica.

C4. Flores: tesouros escondidos. Através da dissecação de flores da época do Jardim Botânico da Universidade do Porto e das plantas dos jardins e canteiros da escola, os alunos conhecem a sua morfologia e identificam os grupos de plantas a que estas pertencem. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Ciências Naturais e área curricular de Educação para a Cidadania Público:​ alunos do 2.º ciclo do ensino básico (5.º e 6.º anos) Duração:​ 50 minutos Entidade promotora:​ MHNC-UP

Atividades para alunos do 3.º ciclo do ensino básico D1. Simulação de erupções vulcânicas. Através de uma atividade experimental em que se simulam erupções efusivas e explosivas, os alunos identificam os principais elementos de uma manifestação de atividade vulcânica, relacionando-os com o seu impacto na biodiversidade.

D2. Paleontólogo por um dia. U ​ tilizando utensílios semelhantes aos de um Paleontólogo, os alunos descobrem (réplicas de) fósseis, refletindo sobre o contributo do estudo dos fósseis e dos processos de fossilização para a reconstituição da história da vida na Terra.

D3. Vida à microescala. Através da observação de células de diferentes organismos ao microscópio ótico composto, os alunos reconhecem a célula como unidade básica dos seres vivos e distinguem células eucarióticas vegetais de células eucarióticas animais e de células procarióticas.

D4. Retrato de um predador. Através de um debate acerca do papel ecológico do lobo e da sua imagem na sociedade, seguido da análise sucinta de um artigo científico recente sobre o lobo ibérico e da visualização de um excerto de um documentário sobre este animal, os alunos são incentivados a reconhecer o nosso papel como agentes de proteção e de conservação da natureza, uma responsabilidade individual e coletiva.


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 10

D5. Construção de um Canteiro de Polinizadores. Partindo da caracterização de um ecossistema na zona envolvente da escola e recorrendo a dados recolhidos no campo, os alunos constroem canteiros de plantas que atraem insetos polinizadores, contribuindo para aumentar a biodiversidade da sua escola.

D6. Impressão Digital. Nesta atividade experimental os alunos analisam as impressões digitais que surgem da deposição de resíduos nas superfícies em que tocamos, sendo convidados a explorar a informação que estas nos podem fornecer.

D7. Estudo de caso – Alimentação: saúde individual e ambiental e promoção da sustentabilidade. Através da análise conjunta de artigos científicos sobre temas explorados nos módulos expositivos da Galeria da Biodiversidade – Centro Ciência Viva, os alunos discutem a relação entre a alimentação e o impacto da intervenção humana na Terra, sendo convidados a refletir sobre a necessidade de adoção de comportamentos de cidadania ativa e justa, coerentes com um desenvolvimento sustentável. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Ciências Naturais, Ciências Físico-químicas, Geografia e área curricular de Educação para a Cidadania Público:​ alunos do 3.º ciclo do ensino básico (7.º, 8.º e 9.º anos) Duração:​ 50 minutos Entidade promotora:​ MHNC-UP

Atividades para alunos do Ensino Secundário E1. Estudos de caso sobre diversidade biológica e dinâmica dos ecossistemas: porquê preservar a biodiversidade? O caso do lobo-ibérico. Através de uma breve análise do projeto de conservação do lobo ibérico “O lobo e o Homem” desenvolvido em Portugal e apresentado, em 2018-19, na itinerância da exposição “​UNESCO Green Citizens​ – Pioneiros da Mudança” no Jardim Botânico da Universidade do Porto, os alunos podem compreender melhor de que forma as alterações do meio podem contribuir para a evolução ou extinção de espécies, afetando desta forma a biodiversidade.

E2. Observação de células de folhas de elódea e filóides de musgo. Com recurso à utilização do microscópio ótico composto, os alunos distinguem diferentes tipos de células eucarióticas vegetais com base em caraterísticas da sua ultra estrutura e dimensão, identificando as principais diferenças microscópicas entre uma planta aquática como a ​Elodea sp. e uma briófita, como o musgo.

E3. Observação de leveduras. ​A partir da observação microscópica de leveduras, os alunos identificam estes microrganismos como seres vivos unicelulares pertencentes ao Reino dos Fungos e discutem os benefícios para


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 11

o ser humano que advêm da sua utilização na indústria alimentar, nomeadamente na produção de pão e na indústria do álcool (produção de cerveja e vinicultura).

E4. Extração e isolamento de pigmentos por cromatografia em papel. Com recurso à cromatografia, os alunos recolhem e interpretam dados experimentais sobre fotossíntese, baseando-se no espetro de absorção dos pigmentos e no balanço dos produtos das fases química e fotoquímica.

E5. Densidade de estomas e influência da luz na sua abertura (ou fatores que alteram a abertura dos ostíolos). Com base na observação de células vegetais de órgãos fotossintéticos ao microscópio ótico composto, os alunos interpretam dados experimentais sobre mecanismos de abertura e fecho de estomas e de regulação de trocas gasosas com o meio externo. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Biologia e Geologia; Física e Química A Público:​ alunos do ensino secundário (10.º ano) Duração:​ 50 minutos Entidade promotora:​ MHNC-UP

E6. Observação microscópica de figuras de mitose. Os alunos realizam procedimentos laboratoriais que lhes permitem observar imagens de mitose em tecidos vegetais, com recurso a preparações extemporâneas de vértices vegetativos de raízes de plantas do Jardim Botânico da Universidade do Porto.

E7. Observação microscópica de figuras de meiose. Os alunos realizam procedimentos laboratoriais que lhes permitem identificar os acontecimentos nucleares de meiose (divisões reducional e equacional), com recurso a preparações extemporâneas de estruturas reprodutivas de flores do Jardim Botânico da Universidade do Porto, e compará-los com os de mitose.

E8. Oxi-Luminol. Os alunos participam numa atividade demonstrativa, que visa explorar e relacionar os fenómenos de quimioluminescência e bioluminescência, discutindo as limitações e potencial da sua aplicação ao desenvolvimento de soluções científicas e tecnológicas. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Biologia e Geologia; Física e Química A Público:​ alunos do ensino secundário (11.º ano) Duração:​ 50 minutos Entidade promotora:​ MHNC-UP


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 12

E9. Análise de ADN com recurso a kits de eletroforese em gel de agarose. Com base na aplicação de uma técnica utilizada para separar fragmentos de ADN e outras macromoléculas por tamanho e carga, os alunos interpretam informação sobre processos biotecnológicos de manipulação genética, discutindo a relação entre o desenvolvimento tecnológico e o avanço do conhecimento científico.

E10. Kit ELISA - testes de imunidade biológica. Os alunos têm a oportunidade de praticar a realização de um teste de imunidade biológica, que, como intervenção biotecnológica, permite assistir no diagnóstico e controlo de doenças, discutindo a relação entre o desenvolvimento tecnológico e o avanço do conhecimento científico.

E11. Desvendar os tipos de solo e água que nos rodeiam​. Com base na realização de análises químicas da qualidade da água e do solo, os alunos abordarão diversos tipos de poluição e a sua influência no equilíbrio dos ecossistemas. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Biologia, Física e Química A Público:​ alunos do ensino secundário (12.º ano) Duração:​ 50 minutos Entidade promotora:​ MHNC-UP


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 13

2. Visitas online, personalizadas e interativas  Neste contexto, o ​Planetário do Porto – Centro Ciência Viva, ​o  Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do 

Porto​ e a ​Casa-Museu Abel Salazar​, oferecem um conjunto de sessões interativas especialmente pensadas para contextos de 

ensino não presencial, sempre assegurando o alinhamento com os conteúdos programáticos nacionais. Através destas sessões,  que podem decorrer de forma síncrona ou assíncrona, alunos e  professores viajam até aos espaços destas unidades da  Universidade do Porto, sem sair da escola.


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 14

PLANETÁRIO VIRTUAL A. Astronomia em carne e osso Nestes encontros com astrónomos(as), com uma duração típica de 45 minutos, os alunos podem interagir diretamente com estes especialistas, partindo de um tema previamente selecionado.

B. Oficinas pedagógicas virtuais Nestas oficinas pedagógicas de caráter lúdico e pedagógico, orientadas por especialistas, os alunos trabalham com conceitos de astronomia. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ A determinar em articulação com o professor Público:​ alunos do ensino pré-escolar ao ensino secundário Duração:​ 45 minutos Entidade promotora:​ Planetário do Porto – Centro Ciência Viva

C. Observações astronómicas virtuais Nestas sessões noturnas de observação astronómica orientadas cientificamente pelos astrónomos do Planetário do Porto – Centro Ciência Viva, os alunos têm acesso a dados transmitidos em tempo real por Wi-Fi a partir de telescópios digitais. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ A determinar em articulação com o professor Público:​ alunos do ensino pré-escolar ao ensino secundário Duração:​ 60 minutos Entidade promotora:​ Planetário do Porto – Centro Ciência Viva

D. Bilhete de ida e volta à Lua Nesta nova sessão, produzida inteiramente pelo Planetário do Porto – Centro Ciência Viva, os alunos percebem que andar com a cabeça na Lua até pode ter as suas vantagens! O Vítor e a Sofia vão com o pai ao parque ver um eclipse total do Sol. Depois do eclipse, os três decidem dormir uma sesta à sombra de uma árvore, até que a Sofia acorda o Vítor para juntos partirem numa fascinante aventura até à Lua. Pelo caminho, é ainda possível ficar a conhecer algumas das constelações mais relevantes, e, usando um simulador virtual, visitar todos os planetas do Sistema Solar.

E. Uma viagem no sistema solar Na sessão ​O​ ​Vítor à descoberta do Sistema Solar​, o Vítor e os alunos fazem uma viagem à descoberta do Sistema Solar: ficam a conhecer melhor o nosso Sol, exploram todos os planetas principais e ainda encontram os planetas anões e restantes corpos de pequena dimensão, como cometas e asteróides. Usando um simulador virtual, são guiados por um astrónomo do Planetário do Porto - Centro Ciência Viva, que dá a conhecer melhor o céu noturno, as suas constelações mais relevantes e planetas visíveis.


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 15

ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Estudo do meio Público:​ alunos do 1.º ciclo do ensino básico Duração:​ 45 minutos Entidade promotora:​ Planetário do Porto – Centro Ciência Viva

F. Telescópio: a nossa janela para o Universo Quando Galileu apontou o seu telescópio para o céu, a nossa perceção do Universo mudou para sempre. Descobrimos que a Terra não pode ser o centro do Universo, que existem muito mais estrelas para além das que podemos ver com os nossos olhos, e que muitas delas também têm planetas… Mas há muitas mais descobertas por fazer. Para tal, são construídos telescópios cada vez maiores e complexos, com instrumentos ainda mais sensíveis. Esta sessão tem duas partes distintas: na primeira, os alunos assistem ao vídeo adaptado “O espantoso telescópio”; na segunda, apresentada ao vivo e usando um simulador virtual, são conduzidos por um astrónomo do Planetário do Porto - Centro Ciência Viva numa viagem desde o nosso Sistema Solar até aos confins do Universo. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Ciências Físico-Químicas Público:​ alunos do 3.º ciclo do ensino básico Duração:​ 45 minutos Entidade promotora:​ Planetário do Porto – Centro Ciência Viva


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 16

MUSEU EM LINHA COM A ESCOLA A. Em Linha com o Museu Visitas orientadas virtuais em ​streaming ​à Galeria da Biodiversidade – Centro Ciência Viva, ao Jardim Botânico da Universidade do Porto e ao Polo Central do Museu​.

ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Estudo do Meio, Ciências Naturais e Biologia, História e Geografia Público:​ alunos dos ensinos básico e secundário Duração:​ 50 minutos Entidade promotora:​ MHNC-UP

B. Em Linha com um Curador Através de conversas informais realizadas em ​streaming​, os Curadores do MHNC-UP estarão

disponíveis para conversar com os alunos sobre diversos temas científicos, dando a conhecer o trabalho que se realiza nos bastidores de um museu e revelando a importância e o impacto social, científico e cultural das coleções de história natural e ciência. Pretende-se promover a compreensão do papel da ciência na sociedade, estimulando o raciocínio científico e a curiosidade dos alunos. Os temas disponíveis podem ser consultados ​aqui​. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Ciências Naturais, Biologia, Geologia e História Público:​ alunos dos ensinos básico e secundário Duração:​ 50 minutos Entidade promotora:​ MHNC-UP

C. Em Linha com a Ciência Esta inovadora oferta educativa baseia-se em apresentações informais realizadas em ​streaming,​ em que os Curadores do MHNC-UP apresentam artigos de âmbito académico e científico da sua autoria publicados recentemente, para posterior debate com professores e alunos. Procura-se, desta forma, motivar os alunos para a importância de projetos de investigação em curso e demonstrar como o conhecimento científico, independentemente da área, vai evoluindo ao longo do tempo, inovando-se, pois não é cumulativo, linear ou absoluto. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Ciências Naturais, Biologia e Geologia, História Público:​ alunos do 3.º ciclo do ensino básico e alunos do ensino secundário Duração:​ 50 minutos Entidade promotora:​ MHNC-UP

D. Em Linha com o Conhecimento Seleção de vídeos com descrição áudio cientifico-didática, através dos quais se abordam conteúdos científicos relacionados com as exposições e o acervo museológico de todos os polos do MHNC-UP, alinhados curricularmente. Os temas disponíveis podem ser consultados aqui​.


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 17

ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Ciências Naturais, Biologia e Geologia, História Público: ​alunos dos ensinos básico e secundário Duração:​ ca. 7 minutos Entidade promotora:​ MHNC-UP


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 18

CASA-MUSEU ABEL SALAZAR ONLINE A. (Re)Criar – Atelier de Gravura Abel Salazar foi um dos primeiros artistas gravadores no norte do país a encarar a Gravura de forma experimental, explorando e expandindo os limites das suas possíveis expressões gráficas.​ ​Gravadas diretamente com um buril/ ponta seca, ou através da ação dos ácidos sobre as matrizes de zinco, são dezenas as gravuras de sua autoria hoje conhecidas, sobretudo

enquadradas nas temáticas da paisagem e do retrato.​ ​Assim, a partir da obra de Gravura de

Abel Salazar, das suas matrizes e provas de estado, os alunos são convidados a conhecer todas as fases da produção de uma gravura realizada a partir da técnica de ponta seca, e a realizar, em contexto oficinal, uma monotipia. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Educação Visual e Educação Tecnológica; Expressão Artística Público:​ alunos do ensino pré-escolar ao ensino secundário Duração:​ 60 minutos Entidade promotora:​ Casa Museu Abel Salazar

B. (Re)Ver – Atelier de Desenho Anamórfico Abel Salazar considerou o Impressionismo como o primeiro e mais significativo movimento de renovação na observação do Real e sua interpretação, onde o humano, a natureza ou os objetos eram retratados segundo as impressões de cada artista. Através de camadas espessas e sobrepostas de tinta, estes autores começaram a assumir a subjetividade do olhar.​ ​Partindo dos conceitos de realidade/impressão, objetividade/subjetividade na Arte, os alunos criam desenhos anamórficos: imagens “deformadas” que “aparecem” na sua verdadeira forma quando vistas de modo “não convencional”. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Educação Visual e Educação Tecnológica; Expressão Artística Público:​ alunos do ensino básico ao secundário Duração:​ 60 minutos Entidade promotora:​ Casa Museu Abel Salazar


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 19

3. Fazemos todos saídas   de campo  O ​Planetário do Porto – Centro Ciência Viva​ e o ​Museu de  História Natural e da Ciência da Universidade do Porto 

(​MHNC-UP​) convidam professores e alunos a sair da escola e a participar em saídas de campo estruturadas com vista a  apresentar conteúdos científicos alinhados com os conteúdos  programáticos nacionais. A recolha de dados a partir do campo  promove o desenvolvimento de competências necessárias à  resolução de problemas e à tomada de decisões fundamentadas  sobre questões que afetam as sociedades e os subsistemas do  planeta Terra. 


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 20

EM CAMPO COM O PLANETÁRIO A.​ Observações astronómicas​.

Os alunos têm a oportunidade de participar em sessões de observação astronómica noturnas ou solares, orientadas cientificamente pelos astrónomos do Planetário do Porto – Centro Ciência Viva. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ A determinar em articulação com o professor Público:​ alunos do pré-escolar ao ensino secundário Duração:​ 60 minutos Entidade promotora:​ Planetário do Porto – Centro Ciência Viva


NOVAS VISITAS DE ESTUDO 2020/21 · U. PORTO​ · ​ 21

EM CAMPO COM O MUSEU A. Uma Aventura em Lavadores: bio e geodiversidade. Ao longo de um percurso pedestre pelo litoral de Gaia, com início na praia de Lavadores, os alunos são convidados a conhecer o contexto geológico e biológico da área envolvente, a compreender a interação existente entre biosfera, atmosfera, geosfera e hidrosfera, e a perceber de que forma o ser humano intervém nesta relação. Pretende-se que os alunos distingam o tipo de rochas existentes na Praia de Lavadores (sua génese, textura e composição) e compreendam a interação entre a paisagem geológica de Lavadores e os seus agentes modeladores, para além de identificarem os impactos visíveis nesta zona litoral devido às ações antrópicas.

B. Uma Aventura em Lavadores: um ecossistema litoral. Durante uma saída de campo à Praia de Lavadores, os alunos analisam ​in situ​ a interação entre biosfera, geosfera, hidrosfera e atmosfera, reconhecendo a especificidade deste ecossistema litoral. É dada particular relevância aos seres vivos adaptados aos diferentes patamares da zona costeira, de acordo com o tipo de rochas e a profundidade da água do mar, destacando-se a sua função de bioindicadores. É ainda discutida a influência antrópica no litoral como um dos principais problemas que afetam o equilíbrio destes frágeis ecossistemas. ENQUADRAMENTO DIDÁTICO Componentes do currículo:​ Biologia e Geologia, Geografia e Ciências Naturais Público:​ alunos do 3.º ciclo do ensino básico (7.º e 8.º anos) e do ensino secundário (10.º e 11.º ano) Duração:​ 120 minutos Entidade promotora:​ Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto

Para inscrever a minha turma nestas atividades utilizo o ​formulário​. 

Profile for Universidade do Porto

Museus U.Porto - Novas visitas de estudo 2020/21  

Novas visitas de estudo ao Museu de História Natural e da Ciência, Galeria da Biodiversidade - Centro Ciência Viva, Jardim Botânico do Porto...

Museus U.Porto - Novas visitas de estudo 2020/21  

Novas visitas de estudo ao Museu de História Natural e da Ciência, Galeria da Biodiversidade - Centro Ciência Viva, Jardim Botânico do Porto...

Profile for uporto
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded