Page 1

1


NOTA DE ABERTURA O voluntariado é hoje em dia uma das expressões mais importantes do fazer acontecer, da mudança e da transformação do mundo em que vivemos. Pelas responsabilidades que têm na formação de dirigentes, técnicos e cidadãos comuns, as universidades modernas em geral, e a U.Porto em particular, assumem cada vez mais a necessidade de incluir nos seus curricula espaços de experimentação da coresponsabilidade, da formação para a cidadania e da identidade pessoal e social, articulando os ensinamentos teóricos com os problemas sociais reais, formando pessoas competentes que saibam aplicar dos seus conhecimentos para a construção de um mundo melhor e mais solidário. Ao abrigo dos Princípios de Enquadramento do Voluntariado da U.Porto, a Comissão de Volun­tariado da U.Porto tem como missão a promoção da participação dos membros da comunidade académica, especialmente dos estudantes, em ações concretas de voluntariado social, cultural, humanitário e educativo, reconhecendo assim o papel formativo do voluntariado para o exercício consciente da cidadania e da solidariedade social. Apraz-nos registar o envolvimento de um número cada vez maior de alunos, docentes e outros colaboradores da U.Porto em Programas e Ações de Voluntariado nas mais variadas áreas, internas à U.Porto e em ligação com a comunidade envolvente. A Universidade do Porto, através da sua Comissão de Voluntariado, patrocina anualmente a organização do Dia do Voluntariado da U.Porto, que em 2013 terá lugar nos dias 23 e 24 de abril, incluindo uma feira de voluntariado e outras iniciativas alusivas ao tema.

A Comissão de Voluntariado da U.Porto Ana Sofia Amorim Barbosa P. Basto, FMDUP Clara Sofia Mourinho da Veiga, FEP Joaquim Francisco da Silva Gomes, Coordenador Maria Clara Martins, Reitoria Sérgio Santos Vide, ICBAS Sofia Marques da Silva, FPCEUP

2


UNIVERSIDADE VOLUNTARIADO ESTUDANTIL TUTORIAL VOLUNTARIADO EM ATIVIDADES CULTURAIS U.PORTO VOLUNTARIADO NOS MUSEUS U.PORTO VOLUNTARIADO DESPORTIVO U.PORTO VOLUNTARIADO PARA A PRODUÇÃO DE INFORMAÇÃO ACESSÍVEL (SAED)

FACULDADES GEV - GRUPO DE ESTUDANTES VOLUNTÁRIOS DA FDUP - FDUP G.I.V.E. - GRUPO DE INTERVENÇÃO, VOLUNTARIADO E ENVOLVIMENTO - FPCEUP EXUP – EXPERIENCE UPGRADE PROGRAM - FEP

GRUPOS ASSOCIADOS FEP SOLIDÁRIA G.A.S.PORTO - GRUPO DE ACÇÃO SOCIAL DO PORTO EPDAH - ENGENHARIA PARA O DESENVOLVIMENTO E ASSISTÊNCIA HUMANITÁRIA NÚCLEO DE ACÇÃO SOCIAL AEFFUP (NASA) VO.U. - ASSOCIAÇÃO DE VOLUNTARIADO UNIVERSITÁRIO

Nota: Os textos referentes a cada grupo são da responsabilidade dos mesmos.

3


UNIVERSIDADE

4


VOLUNTARIADO ESTUDANTIL TUTORIAL Combater o insucesso e o abandono escolar Missão e área de atuação A Universidade do Porto, no âmbito da sua missão de prestação de serviços à comunidade, numa perspetiva de valorização recíproca, integra o Projeto Voluntariado Estudantil Tutorial enquadrado no vetor Abandono Escolar e Promoção do Sucesso do Programa Educativo Porto de Futuro, promovido pelo Pelouro do Conhecimento e Coesão Social da Câmara Municipal do Porto. Este Projeto surge numa perspetiva de valorização dos atos de voluntariado tendo em vista o combate ao abandono e insucesso escolar nos ensinos básico e secundário.

Número de voluntários em 2011 – 66 Número de voluntários até outubro 2012 – 66 Contactos Reitoria da Universidade do Porto E-mail: voluntariado.up@reit.up.pt Telefone: 220 408 210 www.up.pt > Estudantes > Atividades Extracurriculares > Voluntariado

As atividades de voluntariado estudantil tutorial procuram contribuir para minimizar dificuldades de aprendizagem dos alunos do ensino básico, facilitando a sua integração na escola e na turma com o intuito de evitar o abandono escolar, assim como de preparar os alunos para a tomada de decisões responsáveis no presente e no futuro, quer na escola, quer na sua vida pessoal e social. Para os estudantes da UPorto, a participação neste projeto possibilita não só o exercício da cidadania no domínio da educação, como também a aquisição de competências complementares à sua formação académica. Permitirá, também, capitalizar a experiência enquanto estudante do Ensino Superior para dinâmicas promovidas pela escola, independentemente da sua área científica de formação, e sensibilizá-los para a importância das ações de voluntariado no desenvolvimento de uma sociedade mais participativa e solidária. Acreditamos que a intervenção dos voluntários se processa no desenvolvimento educativo dos alunos e não apenas no seu desenvolvimento escolar. A convivência com uma realidade distante, mas desafiadora, é para os alunos destes Agrupamentos uma mais-valia, abrindo-lhes horizontes e perspetivas futuras que desconheciam. Acresce que a atenção, dedicação e apoio que os estudantes universitários podem dar aos alunos do ensino básico é um fator decisivo para a sua autoestima, bem-estar e empenho no estudo.

5


VOLUNTARIADO EM ATIVIDADES CULTURAIS U.PORTO A Universidade do Porto pretende estimular a participação da comunidade académica e da sociedade em geral no apoio e acompanhamento voluntário às atividades promovidas a partir do Departamento de Cultura da sua Reitoria. Esta colaboração voluntária é certamente uma oportunidade para desenvolver competências, estabelecer contactos

Número de voluntários em 2011 – 8 Número de voluntários até outubro 2012 – 17

diretos com agentes culturais e para integrar uma comunidade ativa, criativa e dinâmica.

Reitoria da Universidade do Porto

Podem exercer funções de voluntariado nesta área estudantes da U.Porto, antigos estudantes e outras pessoas que se mostrem disponíveis e motivadas para estas atividades. Áreas de atuação: - Apoio nas exposições, concertos, conferências e seminários; - Apoio na divulgação das várias iniciativas; - Apoio nas Visitas Guiadas / Serviço Educativo Áreas desenvolvidas no ano de 2011: - A atividade de voluntariado durante o ano 2011 foi totalmente desenvolvida por estudantes da comunidade académica da U.Porto (Belas Artes, Letras, Ciências e Medicina). Colaboraram ativamente na montagem e desmontagem das exposições, adaptaram-se bem às propostas dos horários nas tarefas de serviços educativos e demonstraram competência no apoio aos visitantes das exposições. Para além disso, estes voluntários disponibilizaram muito do seu tempo para a realização do estudo de públicos das atividades do Departamento. O Departamento de Cultura reconhece a importância do Voluntariado na prossecução das suas atividades e deseja dar continuidade a este projeto, incentivando cada vez mais a participação dos membros da comunidade académica e da sociedade civil no apoio voluntário às suas atividades.

6

Contactos Email: cdl@reit.up.pt Telefone: 220 408 195 Informações e Inscrições www.up.pt > Estudantes > Atividades Extracurriculares > Voluntariado > Plataforma de Voluntariado > Voluntariado na Área das Atividades Culturais


VOLUNTARIADO NOS MUSEUS U.PORTO Ser voluntário num museu, para além do desafio e da valorização pessoal e profissional, constitui uma responsabilidade perante a sociedade em que estamos inseridos. Os Museus possuem um valioso acervo que está a ser recuperado, estudado e inventariado, parte do qual está já acessível através da internet. Os Museus mantêm abertas várias salas, algumas das quais com módulos interativos, que são visitadas por jovens das escolas e pelo público em geral. Com o objetivo de divulgar e promover o conhecimento, os Museus organizam exposições temporárias e outras atividades, muitas vezes em colaboração com instituições dentro e fora da U.Porto. Deste modo, colaborar voluntariamente com os Museus U.Porto é certamente uma excelente oportunidade não só de intervir diretamente na responsabilidade de conservação e transmissão da herança cultural de excelência que a Universidade possui, como também para desenvolver competências profissionais e pessoais fundamentais para a integração no mundo do trabalho.

Número de voluntários em 2011 – 30 Número de voluntários até outubro 2012 – sem informação Contactos Voluntariado nos Museus U.Porto www.up.pt > Estudantes > Atividades Extracurriculares > Voluntariado www.migos.org > Comunidade > Grupos de trabalho > Voluntariado nos Museus U.Porto

Áreas de atuação: - Casa-Museu Abel Salazar; - Fundação Marques da Silva; - Museu de Botânica e Herbário; - Museu da Ciência; - Museu de História Natural;

7


VOLUNTARIADO DESPORTIVO U.PORTO Promover o desporto na U.Porto

Durante o ano letivo passado tivemos a colaboração de voluntários em 2 das 3 áreas de atuação. Ou seja, desenvolveram tarefas de voluntariado no âmbito das modalidades desportivas (25 estudantes), 9 realizaram tarefas de acompanhamento e seleção de estudantes para as várias modalidades desportivas culminando a sua ação nas Fases Finais dos Campeonatos Nacionais Universitários e os restantes 16 colaboraram na realização de atividades pontuais com o Peddy papper. Para além dos anteriores tivemos 1 voluntário que de forma regular colaborou com o GADUP no âmbito da Gestão Desportiva desenvolvendo tarefas de planeamento, registo de inscrições e acompanhamento de equipas. Na área do Jornalismo Desportivo não tivemos qualquer voluntário. No entanto, e atendendo à organização em 2013 do 9º Campeonato Europeu Universitário de Voleibol de Praia prevemos que estes números aumentem, já que lançaremos um programa de voluntariado para este evento. Áreas de atuação: - Modalidades Desportivas; - Gestão Desportiva; - Jornalismo Desportivo;

8

Número de voluntários em 2011 – 9 Número de voluntários até outubro 2012 – 26 Contactos Serviços de Ação Social da U.Porto Gabinete Apoio ao Desporto da U.Porto Email: gadup@sas.up.pt Telefone: 222 074 164 Informações e Inscrições www.up.pt > Estudantes > Atividades Extracurriculares > Voluntariado www.migos.org > Comunidade > Grupos de trabalho > Voluntariado desportivo U.Porto


SAED

Serviço de Apoio ao estudante com deficiência da U.Porto - Produção de informação acessível Este programa de voluntariado visa a produção de informação em suporte acessível para estudantes do Ensino Superior com dificuldades de acesso ao texto impresso.

Nº de voluntários em 2011 - 7 Nº de voluntários até outubro de 2012 - 4

Produzir informação em suporte acessível significa rever texto (artigos de revistas

Contactos

científicas, obras completas de caráter científico ou de ficção) que foi digitalizado,

Informações e Inscrições: Faculdade de Letras Biblioteca Central

introduzindo adaptações diversas (descrição e legendagem de imagens, de tabelas e de elementos gráficos em geral) e ordenar a informação (introduzindo cabeçalhos e outros elementos), que permitem uma leitura mais versátil do documento. No ano de 2011 participaram no programa mais dois voluntários e pudemos contribuir

Contacto: Maria João Fernandes Email: saed@letras.up.pt Tel: 226 077 117

com mais de uma centena de registos para a Biblioteca Aberta do Ensino Superior, uma base de dados nacional de informação acessível para todos os estudantes com dificuldade de acesso ao texto impresso do Ensino Superior e que os mesmos podem pesquisar e aceder ao texto integral. Apesar do esforço que se tem vindo a fazer por várias entidades a nível nacional e internacional, a União Europeia de Cegos reportava, ainda em 2010, que apenas 5% dos livros são disponibilizados num formato acessível… Com este trabalho voluntário temos apoiado muitos estudantes no seu percurso académico, ao mesmo tempo que vamos contribuindo para que esta percentagem vá aumentando.

9


FACULDADES

10


GEV - Grupo de Estudantes Voluntários da FDUP O GEV da FDUP constituiu-se com o intuito de aproximar a Faculdade de Direito da Universidade do Porto à comunidade discente e ao contexto social que a envolve. Inicialmente, as suas atividades versavam sobre atividades associadas ao apoio pedagógico dos estudantes da FDUP e a eventos de cariz cultural e cientifico da própria faculdade, sem descurar o projeto de mediação junto das escolas secundárias no âmbito das iniciativas de esclarecimento vocacional. Atualmente, às preocupações do GEV acresce a necessidade de atender também a atividades de cariz comunitário, sem descurar as vertentes anteriormente assinaladas, pelo que os objetivos do grupo integram hoje em dia, o papel social às suas funções.

Número de voluntários em 2011 – 11 Número de voluntários até outubro 2012 – 13 Contactos Gabinete do Estudante, Empregabilidade e Alumni Faculdade de Direito da Universidade do Porto Rua dos Bragas, 223 4050-123 Porto, Portugal Email: geea@direito.up.pt Telefone: 222 041 614 / 222 041 670 http://www.fd.up.pt/geea

Atividades desenvolvidas - Iniciativas científicas e pedagógicas da FDUP – colaboração na organização e logística; - Representação da FDUP em sessões de sensibilização em escolas e na Mostra da U.Porto; - Acolhimento e acompanhamento de novos alunos (mentorado); - Organização do dia do voluntário da FDUP; Áreas de intervenção Apoio Académico na FDUP - Apoio a estudantes da FDUP ao nível da promoção do sucesso académico, de integração e de adaptação à Universidade; - Apoio na mediação entre a FDUP e as escolas; - Organização de atividades lúdicas e informativas para estudantes da FDUP e de outras unidades orgânicas da U.Porto. Comunicação GEV - Divulgação das atividades desenvolvidas pelo grupo á comunidade; - Elaboração de material de divulgação; - Gestão de recursos e mecanismos de comunicação e ligação à comunidade. Voluntariado social na FDUP - Dinamização de atividades de cariz comunitário e social; - Organização de eventos para angariação de fundos; - Visitas de estudo e ações de sensibilização

11


G.I.V.E - Grupo de Intervenção Voluntariado e Envolvimento - FPCEUP O GIVE - Grupo de Intervenção, Voluntariado e Envolvimento - é uma iniciativa no âmbito do Voluntariado da U.Porto. O GIVE pretende agregar diferentes projetos de voluntariado, procurando envolver estudantes, docentes e funcionários/as com diferentes comunidades e contextos.

Número de voluntários em 2011 – 0 Número de voluntários até outubro 2012 – 3

Os projetos são concebidos e desenvolvidos tendo como plataforma os saberes científicos e profissionais da Psicologia e das Ciências da Educação e constituirão formas de aproximação e cooperação com diferentes comunidades e contextos.

GIVE Grupo de Intervenção Voluntariado e Envolvimento

Iniciativas aprovadas pela comissão de voluntariado da UPorto.

Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação

a) Projeto de Intervenção Precoce de Matosinhos b) Concurso interescolar: “2Ex - Explorar e Expressar”

O G.I.V.E.- Grupo de Intervenção, Voluntariado e Envolvimento - foi criado em março de 2010 por iniciativa do Conselho Diretivo da FPCEUP. É uma estrutura com fins não lucrativos enquadrada no Voluntariado da U.Porto e coordenado por Filomena Jordão, docente da FPCEUP. O primeiro projeto proposto pelo G.I.V.E. intitula-se «Projeto de Intervenção Precoce de Matosinhos». Foi concebido por Ana Isabel Pinto e Catarina Grande, docentes da FPCEUP. O objetivo principal do projeto é difundir e implementar práticas de intervenção precoce inovadoras em crianças entre os 0 e os 6 anos com Necessidades Educativas Especiais (NEE) e/ou em risco social e suas famílias, utilizando como referência as recomendações internacionais para a IP. O segundo projeto, «2EX: Explorar e Expressar», da autoria de Inês Nascimento, docente da FPCEUP, procura estimular o trabalho de estudantes, docentes e voluntários em projetos de exploração vocacional. Procura-se, por um lado, estimular o comportamento exploratório de estudantes/adolescentes relativamente a dimensões críticas da(s) escolha(s) vocacional (ais) no sentido da preparação da transição do Ensino Básico para o Ensino Secundário e, por outro, procura motivar professores/as para a adoção de práticas de infusão curricular de objetivos de desenvolvimento vocacional. Para além destas iniciativas, o G.I.V.E. estimula outros envolvimentos, de que é exemplo a mobilização para o Cordão Humano na Avenida dos Aliados, no âmbito da Semana Europa Contra o Cancro em Outubro.

12

Contactos

www.fpce.up.pt


EXUP - Experience Upgrade Program O EXUP (Experience Upgrade Program) é o resultado de um processo de Rebranding sofrido pelo NEV (Núcleo de Estudantes Voluntários da FEP) em 2012. O NEV surgiu em 2003 e tem vindo a sofrer alterações ao nível da estrutura, da dimensão e complexidade dos projetos e da definição das áreas de atuação. Esta modificação de nome e imagem

Nº de Voluntários pontuais em 2011/12 (apoio em eventos institucionais, projetos e iniciativas EXUP) – 231

surge da vontade de vincar os objetivos do EXUP, de demonstrar a imperatividade e preocupação com a formação dos membros, através de formações e processos de avaliação das competências dos mesmos, mas também de justificar a polivalência dos projetos desenvolvidos pela organização, que tocam áreas como a responsabilidade social e a comunidade FEP.

65 voluntários integrados (até ao momento)

Ao nível organizativo, atualmente, o EXUP encontra-se dividido em 4 departamentos

Nº de membros EXUP em 2012/13

Contactos Informações e Inscrições EXUP - Experience Upgrade Program

E-mail: exup@fep.up.pt Site: http://www.exup.pt

(cada um com o respetivo coordenador responsável) que dinamizam projetos contínuos, que são monitorizados pelo Serviço de Relações Externas e Integração Académica da FEP. O EXUP tem vindo a (1) aumentar o número e o âmbito dos projetos que desenvolve e implementa, quer interna quer externamente, (2) a captar a atenção de um número crescente de estudantes e diplomados, interessados em participar em atividades de voluntariado e, simultaneamente, em alargar as suas competências pessoais e (3) a ganhar uma maior projeção quer interna, quer externamente. Todas as atividades e projetos implementados têm como princípio base, por um lado, a participação cívica e responsável do estudante e futuro diplomado como cidadão ativo e participativo nas comunidades onde vive e, por outro, a promoção do seu desenvolvimento pessoal. Valores e Áreas de Atuação Na base da sua atuação, o EXUP foca-se nos seguintes valores: trabalho de equipa, proatividade, profissionalismo, flexibilidade, empreendedorismo, inovação. Com o crescente desenvolvimento, quer ao nível da dimensão e continuidade quer da qualidade, o EXUP tem, atualmente, como principais áreas de atuação “Comunidade FEP”, “Responsabilidade Social” e “Escolas”.

13


No que respeita à área “Comunidade FEP”, o EXUP compreende objetivos relacionados com (1) a promoção do sucesso escolar no ensino superior, através do projeto de apoio pedagógico dirigido aos estudantes da FEP (que engloba o apoio académico em algumas disciplinas e a realização de debates, tertúlias e conferências acerca de temas abordados a nível curricular) e com (2) a promoção da integração académica, tanto dos próprios estudantes da FEP, pela identificação das zonas geográficas e escolas de proveniência dos novos alunos de cada ano letivo, como dos estudantes ERASMUS, pela realização de atividades de integração e acolhimento, especificamente dirigidas a este público No âmbito da “Responsabilidade Social”, o EXUP realiza atividades com vista à promoção de uma participação socialmente ativa e responsável por parte dos estudantes do ensino superior, numa lógica de cidadania, através da promoção de oportunidades de voluntariado em IPSS e ONG’s e através da proposta de soluções de gestão eficiente destas organizações, sob a forma de consultoria gratuita às mesmas. Relativamente à área de atuação “Escolas” o EXUP preocupa-se com (1) a prevenção do abandono escolar no ensino secundário e a motivação para a progressão nos estudos a nível de ensino superior, através do estabelecimento de uma ligação antecipada à FEP e do envolvimento ativo dos estudantes do ensino básico e secundário em atividades da Faculdade e com (2) a promoção do esclarecimento vocacional dos estudantes do ensino básico e secundário, através da clarificação de expectativas dos candidatos à FEP, acerca dos cursos desta Faculdade e do esclarecimento profissional dos estudantes da FEP, através da clarificação acerca das áreas de saída profissional dos cursos desta Faculdade. O EXUP surge, assim, como uma ponte entre o mundo pré-universitário e universitário difundindo a área das ciências socioeconómicas; como dinamizador de eventos e projetos na FEP com o propósito de aproximar os diversos estudantes e organizações da faculdade e os apoiar nas vertentes académica, profissional e social; e como uma organização promotora do voluntariado e consciência social, dentro e fora da faculdade.

14


Em resumo, os projetos dinamizados pelo EXUP são: - Comunidade FEP - Apoio Pedagógico - Fórum EXUP - EXUP Newsletter (para a comunidade interna e parceiros EXUP) - Tutoria a Estudantes ERASMUS - Caracterização da População FEP

- Responsabilidade Social - Feira de Voluntariado - Voluntário por um dia - Consultoria a ONG’s

- Escolas - Dia Aberto - FEP Stock Exchange

- Projetos desenvolvidos para os membros EXUP: - Encontros EXUP com atividades radicais e de grupo, para desenvolvimento da coesão do grupo e de

competências de trabalho em equipa, comunicação, resolução de problemas, entre outras. - Formação para membros EXUP, em áreas diversificadas tais como: apresentações em público, liderança e empreendedorismo, gestão de tempo e realização de entrevistas a candidatos. - Sistema de avaliação de competências, tendo em conta parâmetros relacionados com a qualidade da participação, a capacidade de trabalho em equipa, as competências de comunicação e relacionamento interpessoal, a participação ativa, entre outros aspetos.

Parcerias O EXUP conta com a parceria educacional da organização “Frederico Mendes e Associados”, como web partner com a “Grabmark” e como development partner a FEPFaculdade de Economia da Universidade do Porto.

15


GRUPOS ASSOCIADOS

16


FEP SOLIDÁRIA

Estimular o esforço conjunto para ajudar o outro, com pequenos gestos e muitos sorrisos. A FEP Solidária, que se insere como um departamento da Associação de Estudantes da Faculdade de Economia da Universidade do Porto é um projeto que tem como conceito a interação da comunidade académica com o exterior, estando mais próximos de quem precisa. A FEP Solidária é um projeto que tem como conceito a interação de todos nós com o exterior, estando mais próximos de quem precisa. Estimula o esforço conjunto para ajudar o outro, com pequenos gestos e muitos sorrisos. Por reconhecerem a importância desta iniciativa, pretendem dar uma nova imagem à FEP Solidária, agora institucionalizada, através da criação de um novo departamento, para responder eficazmente às necessidades de todos e estando disponível para fazer mais e melhor.

Número de voluntários em 2011 – 50 Número de voluntários até outubro 2012 – sem informação Contactos Informações e Inscrições: FEP Solidária Web: http://aefep.pt/AEFEP Email: fepsolidaria@aefep.pt Telefone: 225 025 975 Telemóvel: 963 342 481 / 963 343 534

Fazem esforços para desenvolver atividades que passam por informar e sensibilizar para várias questões que os afetam a nível individual, mas também direcionadas para a importância de pequenos contributos que poderão melhorar uma vida. Estas iniciativas estão incluídas num programa diversificado e aberto a todos os que queiram ajudar a espalhar sorrisos. A área de intervenção da FEP Solidária incide sobre a solidariedade social e por isso a maioria das atividades são realizadas com instituições externas, colaborando e integrando, no entanto, com os restantes organismos da faculdade.

17


Algumas das atividades desenvolvidas: • Recolha de donativos - Recolhemos diversos donativos como, roupa, alimentos e brinquedos que posteriormente

doamos a instituições de solidariedade social.

• Abordar problemáticas internacionais e promover este voluntariado;

- Amnistia Internacional;

- Atividades de divulgação diversas e realização de conferências apelativas ao tema.

• Visitas a instituições;

- Obra do Padre Grilo;

- Estas visitas realizam-se com carácter periódico, e a nossa intenção é fazer uma atividade

dinâmica dependendo da faixa etária.

• Feira do Livro;

- Venda de livros usados a preços simbólicos para angariação de fundos para as nossas atividades.

• Atuação de mimos;

- Durante uma tarde passearam pelos corredores da faculdade dois mimos com o objetivo de

recolher fundos para levar um grupo de crianças carenciadas ao circo;

• Rastreios de Saúde;

- Dádiva de Sangue;

- Estes rastreios serão em colaboração com a FAP Social, nomeadamente na semana da Saúde

que decorre em Março.

• Cabazes de Natal;

- Durante duas semanas estaremos a fazer uma recolha de donativos para conseguir doar cabazes

de Natal a cerca de 20 famílias carenciadas do Centro Comunitário do Amial.

• Participação na Festa de Natal da ACAPO;

- Devido á nossa parceria, participamos na Festa de Natal da ACAPO (Associação de Cegos

e Ambliopes de Portugal) com a colaboração da TAFEP (Tuna Académica da Faculdade de

Economia do Porto) para animarmos a época natalícia;

• Levar um grupo de crianças carenciadas ao Circo;

-Levamos um grupo de 28 crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos ao Circo

do Coliseu do Porto no dia 15 de Dezembro.

• Ações anti beatas;

18

-Esta atividade, que se realiza em colaboração com o Conselho Executivo da FEP tem como

objetivo melhorar a imagem e o bem-estar dos espaços exteriores comuns da nossa faculdade.


• Missão Cidadania’11

- FEP Alive

- Esta iniciativa decorre no segundo semestre durante três dias em parceria com todos os

organismos da faculdade (AEFEP- Associação de Estudantes da FEP, FJC- Fep Junior Consulting,

NEV- Nucleo de Estudantes Voluntarios, Sharing Knowledge, Cineclube, AIESEC-Associação

Internacional de Estudantes de Ciências Econômicas e Comerciais e SEREIA – Serviço de Relações

Externas e Integração Académica). Tem como objetivo principal consciencializar a comunidade

académica para o voluntariado, fazendo uma mostra de voluntariados e uma feira de artesanato.

• Reforço do Plano de Reciclagem com equipamentos disponibilizados pela Lipor;

- Durante o ano anterior iniciamos um plano de reciclagem que consiste em ter em vários pontos

da faculdade vários mini-ecopontos para posteriormente serem depositados em contentores da

Lipor e serem por estes despejados para reciclar. Este projeto surgiu da necessidade de se fazer

reciclagem na faculdade, coisa que não acontecia anteriormente. Tem tido bastante sucesso

e tencionamos manter a parceria com a Lipor com formações periódicas sobre este assunto de

forma a sensibilizar a comunidade académica para esta problemática.

19


G.A.S PORTO

Servir quem mais precisa Missão: O Grupo de Ação Social do Porto – G.A.S.Porto – é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (O.N.G.D.) vocacionada para a Ajuda e Desenvolvimento Humano, guiado pelo lema Estamos Juntos. É constituída por voluntários, desde jovens universitários a pessoas em atividade profissional, e atua de forma multidisciplinar em áreas como o apoio e dinamização sociocultural, a saúde e a educação, desenvolvendo de forma sustentável 11 projetos nacionais e 3 missões internacionais. Como atuamos: A nossa intervenção é multidisciplinar, desenvolve-se de forma profissional, íntegra, sustentável e sempre em grupo. E partindo de competências técnicas, focamo-nos na pessoa e no meio em que esta se insere. Para desempenhar este trabalho dia-a-dia, o G.A.S.Porto aposta em ser uma “Escola de Vida” onde cada voluntário possa crescer individualmente, em grupo e no Serviço aos outros. Para isso, o G.A.S.Porto promove a formação dos seus voluntários através de reuniões semanais, formações técnicas, fins-de-semana temáticos - de trabalho e de reflexão -, e uma caminhada a Santiago de Compostela. Intervenção G.A.S.Porto O G.A.S.Porto desenvolve projetos em Portugal, no Grande Porto e em áreas rurais, e em Países em Desenvolvimento, nomeadamente Timor-Leste, Moçambique e Cabo Verde. Os objetivos gerais de atuação são: 1) Responder a necessidades primárias; 2) Melhorar o Desenvolvimento Humano; 3) Desenvolver o conceito do Apoio Humanitário na sociedade;

20

Nº de voluntários em 2011 - 150 (90 voluntários do Grupo de Jovens / 60 voluntários do Grupo de Adultos) Nº de voluntários até outubro de 2012 - 245 (120 voluntários do Grupo GASJovens / 125 voluntários do Grupo GASAbrigo) Contactos Web: www.gasporto.pt www.facebook.com/gasporto Geral: infogasporto.org Telemóvel: 938 973 026 G.A.S. Porto Jovens: gpjovens@gasporto.org Telemóvel: 914 831 977 G.A.S. Porto Abrigo: gpabrigo@gasporto.org Telemóvel: 917 078 840


- Intervenção em Portugal a) Voluntariado semanal em instituições do Porto através dos seguintes projetos: - Abraço Amigo: companhia a idosos em situação de isolamento ou em lares residenciais - 100Diferenças: dinamização de atividades com pessoas portadoras de deficiência mental - Futuros: atividades com crianças de bairros desfavorecidos - Horizontes:  acompanhamento ao estudo e dinamização de atividades com jovens institucionalizados - FEUPSocial: acompanhamento de jovens universitários em situação de carência económica/material - P.O.N.T.E.S.: promoção de apoio e experiência integradoras aos companheiros de uma comunidade de reinserção.  - R.U.A.: dinamização de atividades na rua com as pessoas em situação de sem-abrigo - A.M.A.: Apoio a mães adolescentes institucionalizadas b) Realização de missões nacionais de curta duração em Vila Meã (um mês), em Seia (2 semanas) e através de Colónias de Férias (2 semanas) c) Formação de Voluntários através de reuniões quinzenais de preparação para o voluntariado, formações técnicas, fins-de-semana de reflexão, fins-de-semana de trabalho, caminhada a Santiago de Compostela. 

- Intervenção em países em desenvolvimento Os projetos em Países em Desenvolvimento, consistem em missões de dois meses até um ano e desenvolvemse em estreita colaboração com as entidades locais. Realização de missões humanitárias de 3 semanas em Cabo Verde e de 2 meses em Moçambique e TimorLeste, promovendo os seguintes projetos: - Cabo Verde: Cursos de Adultos (Informática, Inglês, Francês); Formação de monitores de Jardins Infantis; Ações de Sensibilização sobre Proteção Ambiental. - Moçambique: Apadrinhamento de crianças órfãs “Crescer de mãos dadas”; Centro de Reabilitação Nutricional “Pfuka U Famba”; Centros de Desenvolvimento e Educação Infantil “Kukula”; Desenvolvimento Rural “Muchabje Millennium”; Promoção do emprego a pessoas com HIV/Sida “Amigo Positivo” - Timor-Leste: Cursos de Português, Matemática e Informática para crianças e adultos “Juntos pela Educação”; Jardim Infantil “Sementinhas “ e ATL “Escola do Amor”; Prevenção da Tuberculose “Saúde em Movimento”.  Educação; Saúde; Apoio Social; Água e Saneamento  - Parcerias nacionais: A.P.P.A.C.D.M., Cáritas, C.A.S.A., Casa do Vale, Centro Juvenil de Campanhã, Cerporto, Comunidade de Inserção Eng. Paulo Vallada, Comunidade de Emmaús, FEUP, Lar Residencial das Fontainhas, Lar Luisa Canavarro, Lar de S. Miguel,  Paróquia de Lordelo do Ouro, S.A.O.M., Casa de Santa Isabel (Seia) - Parceria Internacionais: Câmara Municipal da Assomada (Cabo Verde); Igreja Católica da Macia (Moçambique), Igreja Anglicana da Macia (Moçambique), Cruz Vermelha de Moçambique; ISMAIK (Timor), Clinica do Bairro Pité (Timor)

21


EpDAH - ENGENHARIA PARA O DESENVOLVIMENTO E ASSISTÊNCIA HUMANITÁRIA 1) Atividades desenvolvidas (campanhas de sensibilização e angariação de fundos): a) Bifanas Solidárias - atividade de angariação de fundos, realizada na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto que conjuga lazer com uma forte componente do envolvimento da sociedade civil e académica, ao mesmo tempo que se divulgam os projetos do Núcleo; b) Baixa Solidária - atividade de angariação de fundos para um dos projetos do Núcleo, que teve como objetivo sensibilizar a população para as disparidades entre os países desenvolvidos e os países em desenvolvimento através da distribuição de panfletos e de conversas com os habitantes, turistas, trabalhadores e visitantes da zona da Baixa do Porto; c) Jantar Anual - atividade de angariação de fundos, realizada no Círculo Universitário do Porto, conjugando um momento em que todos os associados e colaboradores da EpDAH, bem como professores da U.Porto que dão apoio técnico nos projetos, estão presentes e onde é apresentada toda ação da EpDAH durante o ano transato; d) Recrutamento de voluntários - foram realizadas 2 ações de recrutamento de novos membros/voluntários nas Faculdades de Engenharia e de Economia, onde os atuais membros são convidados a partilhar a sua experiência pessoal e a apresentar os projetos do Núcleo; e) Implosão - Atividade interna que tem como principal objetivo a discussão de questões centrais dos projetos e departamentos da EpDAH, e permitir um convívio entre os diferentes Núcleos nacionais, durante um fim de semana; f) Stand Solidário na Conferência anual de Geologia: o Núcleo do Porto foi convidado a ter um stand solidário nesta conferência que decorreu na Faculdade de Ciências do Porto, onde promoveu o contacto entre os participantes da conferência e a EpDAH, mais precisamente, divulgando um dos projetos do Núcleo (Autarkeia) e a realidade vivida pela população de Malonguete.

22

Nº de voluntários em 2011 - 50 Nº de voluntários até outubro de 2012 - 42

Contactos Email: porto@epdah.pt Web: http://www.epdah.pt http://193.136.38.187/ index.php?option=com_ contact&view=contact&id=1&Itemid=59


Nas atividades desenvolvidas incluem-se ainda as reuniões gerais de voluntários e as reuniões de projeto que decorrem quinzenalmente, em semanas alternadas, estas com o objetivo de criar um espaço de contacto entre membros com os mesmos interesses, desenvolver dinâmicas de grupo e organizar debates sobre temas variados das diferentes componentes dos projetos, e como espaço de trabalho onde os voluntários trabalham em conjunto e analisam/resolvem questões relativas aos projetos a que estão alocados. 2) Áreas de intervenção Área da Engenharia, através do desenvolvimento de projetos, no âmbito da Cooperação para o Desenvolvimento. - Informação sobre programa de voluntariado - 2011

NÚCLEO DO PORTO DA EPDAH 3) Parcerias O Núcleo do Porto teve como parceiros as Irmãs Franciscanas Missionárias de Nossa Senhora, a paróquia de Vilar de Andorinho, a empresa Ambinova e a Associação de Engenharia de Ambiente da Faculdade de Ciências do Porto. 4) Outros assuntos Para além dos projetos desenvolvidos, e ainda em desenvolvimento, no Núcleo do Porto (Tectus, Hortas Urbanas, Sustentabilidade na UP, Autarkeia e Reabilitação do Internato Feminino em Vila da Macia - Moçambique), colabora em eventos na UP, promove o desenvolvimento de teses na FEUP orientadas para a concretização de temáticas no âmbito dos projetos internacionais, para a resolução de determinadas carências locais, entre outros. Foram também distinguidos 2 voluntários do Núcleo do Porto, o voluntário César Augusto e o voluntário César Águia, que ganharam o prémio de melhor voluntário em Projetos de Cooperação para o Desenvolvimento e o prémio de melhor voluntário em Projetos para Sustentabilidade, respetivamente.

23


NASA Núcleo de Ação Social AEFFUP O Núcleo de Ação Social da Associação de Estudantes da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto (NASA) consiste num grupo de estudantes que se reuniu com o objetivo de promover ações de interesse social e comunitário, realizadas de forma desinteressada, junto da comunidade académica da FFUP. Pretende-se, com este núcleo, a sensibilização e adoção de uma postura ativa face aos diversos problemas sociais através de voluntariado. OBJETIVOS: - Consciencialização dos estudantes para os problemas de cariz social; - Promoção do voluntariado e da solidariedade social; - Apoio à população mais carenciada do Grande Porto; - Desenvolvimento de competências de caráter geral e transversal úteis para a futura vida profissional dos estudantes; - Demonstração da importância da Assistência Farmacêutica; - Demonstração da atuação do farmacêutico, transmitindo uma imagem positiva enquanto profissionais de saúde. A participação em projetos de solidariedade possibilita a aquisição e desenvolvimento de competências complementares à tua formação académica, nomeadamente, uma abertura a diferentes realidades sociculturais e um maior sentido de responsabilidade social.

24

Nº de voluntários em 2011 - 29 Nº de voluntários até outubro de 2012 - 21

Contactos Email: nasa@aeffup.com Web: http://www.ff.up.pt/aeffup/index.php/ grupos-academicos/nucleo-de-acao-social Facebook: http://facebook.com/nasaffup


Assim, além de atividades pontuais, como recolhas de alimentos, roupas e brinquedos, existem atividades regulares: APOIO AO ESTUDO Tentamos ajudar, motivando e apoiando, as crianças da Associação de Solidariedade da zona das Fontaínhas para que não cresçam sem futuro na escola. “Ninguém escolhe o sítio nem o meio onde nasce, mas somos da opinião que todos merecem e podem ter as mesmas oportunidades.” - Voluntária NASA   APOIO AOS SEM ABRIGO Participamos na distribuição semanal de uma refeição aos sem abrigo da zona de Vitória, organizada pelo grupo Amor Prefeito. “Partilhar tristezas e alegrias, consolar, deixar falar e ouvir, dar sem esperar nada em troca, é como uma “lufada” de ar fresco na nossa vida.” - Voluntária NASA EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE Em cooperação com a AEFFUP, realizamos ações informativas em escolas sobre diversos temas relacionados com a Saúde. “Se temos a sorte de poder ajudar quem precisa, se podemos ensinar algo de novo a quem manifesta interesse mas não tem oportunidade, se podemos fazer alguém sorrir, porque não fazê-lo?!” - Voluntária NASA

25


VO.U - ASSOCIAÇÃO DE VOLUNTARIADO UNIVERSITÁRIO Por um Ensino Superior Solidário • O conceito unificador das ações da VO.U. é o de Ensino Superior Solidário, que acreditamos dever ser capaz de:

Nº de voluntários em 2011 - 137 Nº de voluntários até outubro de 2012 - 61

Contactos

1. Atribuir competências ao indivíduo para o correto entendimento dos diversos contextos históricos, sociais e humanos das populações; 2. Conferir autoestima, noção de valor-próprio e de capacidade de mudança; 3. Promover ideais humanos, princípios de não-agressão e tolerância.

• Apelamos assim e mais uma vez à união dos estudantes no apoio à população carenciada ou excluída, na criação de projetos resultantes da reflexão multidisciplinar e integrativa das diferentes perspetivas deste grupo heterogéneo em competências académicas, pessoais e humanas. Acreditamos que o estudante deve assim ter um contributo mais ativo na comunidade, assente em relações interpessoais mais humanas. Seja qual for o curso, o ano ou o estabelecimento de ensino, juntos conseguiremos criar mais oportunidades para a população até então negligenciada. • Os nossos projetos estão divididos em 3 planos fundamentais de ação: Plano VIDA – Promoção da Saúde, Plano PONTE – Acompanhamento Social e Plano MUNDO – Auxílio Internacional. Disponibilizamos aos voluntários projetos criados pela VO.U. (VO.U. Socorrer, Karate Kids, Pirueta, VO.U. Crescer (apoio a crianças); VO.U. Acompanhar (apoio a idosos), VO.U. ser melhor que um Prozac (apoio a doentes psiquiátricos), Albergues ON (apoio aos sem-abrigo), Gazeta Social (divulgação das associações do Porto) e projetos de associações parceiras (Liga Portuguesa Contra o Cancro(DES), GiruGaia, Médicos do Mundo, Associação Planeamento Familiar, Associação Coração Amarelo, Associação de Apoio dos Amigos do Autismo, Centro de Apoio ao Sem Abrigo, etc). • Desde agosto de 2011 recebemos 409 novas inscrições no Banco de Voluntariado Universitário sendo destas, 315 das diferentes faculdades da Universidade do Porto e, 94 de estudantes do IPP, Escolas Privadas do Porto e de Instituições de Ensino localizadas fora do Grande Porto. • Consulta os projetos em que poderás também participar em www.vou.pt.

26

Informações e Inscrições: Email: associacaovou@gmail.com Web: http://associacaovou.no.sapo.pt Telemóvel: 919 327 645 / 918 188 501


27


Ser voluntário é exercer um direito de cidadania plena e um dever de responsabilidade social, é colaborar na construção de uma sociedade mais justa, mais humana e mais solidária. Seja um Voluntário U.Porto, envolva-se no apoio a pessoas e grupos que precisam de si.

N.º VOLUNTÁRIOS POR PROJETO ENTRE 2011 E OUTUBRO DE 2012 UNIVERSIDADE Voluntariado Estudantil Tutorial Voluntariado em Atividades Culturais U.Porto Voluntariado nos Museus U.Porto Voluntariado Desportivo U.Porto Voluntariado para a Produção de Informação Acessível (SAED)

132 25 30 35 11

FACULDADES GEV - Grupo de Estudantes Voluntários da FDUP - FDUP GIVE - Grupo de Intervenção, Voluntariado e Envolvimento -FPCEUP EXUP - Experience Upgrade Program - FEP

24 3 296

GRUPOS ASSOCIADOS EpDAH - Engenharia para o Desenvolvimento e Assistência Humanitária 92 FEP Solidária 50 G.A.S.Porto - Grupo de Ação Social do Porto 395 Núcleo de Ação Social Aeffup (Nasa) 50 Vo.U. - Associação de Voluntariado Universitário 198

TOTAL

28

1341


29

VOLUNTARIADO NA U.PORTO 2011/2012  

Dossier com o balanço das acções dinamizadas pelas diferentes estruturas e grupos de voluntariado da Universidade do Porto, ao longo do ano...

VOLUNTARIADO NA U.PORTO 2011/2012  

Dossier com o balanço das acções dinamizadas pelas diferentes estruturas e grupos de voluntariado da Universidade do Porto, ao longo do ano...

Advertisement