Page 50

DE VOLTA À FORMA DEPOIS DO CANCRO

quadro de honra

Desde o início do ano letivo que um grupo de estudantes da Faculdade de Desporto (FADEUP) ajuda sobreviventes de cancro a recuperar a forma física. Fomos a uma aula e percebemos que, entre flexões e agachamentos, há muito mais a ganhar do que músculos. O programa “De volta à forma” também ajuda a tirar “minhocas” da cabeça e dá para conversar, desopilar, galhofar, rir, desabafar… Enfim, todo um convívio que se gera entre quem resgatou a esperança.

Texto Tiago Reis

As “minhocas” abandonam o cérebro de Cármen assim que a música dispara em direção ao jogo de espelhos que preenchem as paredes da ampla sala, com vista para o jardim. Na hora seguinte, o efeito repetir-se-á em Isabel, Maria Emília e Cristina. Há risos. Há balões. Há suor. Há palmas. E há muita vontade, ou não fosse essa a razão de existir do programa “De volta à forma”. Não é por acaso que “cancro” é palavra (quase) proibida à entrada da sala do Complexo Desportivo do Monte Aventino, que, todas as quartas e sextas-feiras, acolhe as sessões do inovador programa iniciado em 2015, pela Associação Portuguesa de Leucemias e Linfomas (APLL), tendo como propósito a reabilitação física e psicológica de doentes oncológicos da cidade do Porto. Perdão. Aqui falamos de “sobreviventes”… “O grupo é composto por pessoas que sobreviveram ao cancro, ou com pelo menos parte do tratamento concluído, e com autorização médica para praticarem exercício”, apresenta Maria Paula Santos, professora e resFotos Egídio Santos

50

Campus U.Porto #1  

Campus U.Porto, edição nº1. Uma revista dirigida já não especialmente aos antigos estudantes, mas a toda a comunidade académica (estudant...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you