Page 1

ANO XXVII - Nº 251 - 30 de Maio a 30 de Junho de 2017

Órgão Informativo da União Pró-Melhoramentos de Santa Inês - UPMSI

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Acesse: www.upmsi.org.br

ADULTOS TAMBÉM TEM QUE TOMAR VACINA

ARRAIAL URC 2017

Um lembrete para a turma que ignora o papel das vacinas na vida adulta PÁGINA 3

TRIBUTAÇÃO

Carga pesada brasileira São Gererê, a pentacampeã do Concurso de Quadrilhas do Arraial de Belo Horizonte prestigiou com sua dança o Arraial URC

PATRULHA ESCOLAR DA POLÍCIA MILITAR

NOTÍCIAS UPMSI/URC PÁGINAS 12

E

13

CONSUMO RESPONSÁVEL PÁGINA 14

DELAÇÃO PREMIADA:

PÁGINA 20

PÁGINA 5

PÁGINA 2

MOSTRA DE PROFISSÕES MAXIMUS 2017 SUPERA EXPECTATIVAS

Um “benefício” necessário para passar o Brasil a limpo

Alunos do Colégio Maximus têm a oportunidade de ficarem frente a frente com profissionais de diversas áreas e ampliarem o conhecimento para a escolha da profissão.

PÁGINA 15

PÁGINA 17


COMUNIDADE

TRIBUTAÇÃO: CARGA PESADA BRASILEIRA Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) neste ano, a parcela da renda dos cidadãos destinada ao pagamento de impostos aumentou, chegando a 41,80%, em média. Em 2014 e 2015 o índice tinha sido de 41,37%, segundo o estudo. Completam na sexta-feira , 02/06/2017, os 153 dias que assim como no ano passado estima que 41,80% de todo o rendimento ganho atualmente está sendo destinado a impostos, taxas e contribuições exigidos pelos governos federal, estadual e municipal. Serão cinco meses e dois dias de trabalho cujos rendimentos serão destinados aos cofres públicos. O tempo é o mesmo desembolsado no ano passado, que foi ano bissexto, mas representa o dobro do que se trabalhava na década de 70 (2 meses e 16 dias na média) para pagar a tributação, segundo o IBPT. O pior, e até inexplicável, na minha opinião, e eu não disse justificável, justificativa eu tenho certeza que eles arrumam, é que o mesmo estudo mostra que dependendo da faixa de renda, o comprometimento da renda com impostos pode ser maior ou menor. Na faixa mensal de rendimento de R$ 3 mil a R$ 10 mil (classe média), o peso dos tributos é maior, comprometendo 44,54% da renda. Na faixa mais alta, com rendimento mensal acima de R$ 10 mil, a mordida é de 42,62%. O peso dos tributos sobre o consumo e sobre a renda também muda de acordo com a classe social. A partir dos resultados do Projeto Lupa nas Compras Públicas, que monitora todas as compras realizadas pelos governos, o IBPT também estimou que a corrupção consumiu vinte e nove dias de trabalho de cada um dos brasileiros em 2017. “Assim, determinou-se que cada brasileiro trabalhou vinte e nove dias dias este ano só para pagar os rombos causados pela corrupção no País”, afirma o presidente do Conselho Superior e Coordenador de Estudos do IBPT, Gilberto Luiz do Amaral. Comparação com outros países O Brasil ocupa o oitavo lugar no ranking de tributação, estando a sua frente: - DINAMARCA ----------------------- 176 dias - FRANÇA ----------------------------- 171 dias - SUÉCIA ------------------------------ 163 dias - ITÁLIA -------------------------------- 163 dias - FINLANDIA -------------------------- 161 dias - ÁUSTRIA ---------------------------- 158 dias - NORUEGA -------------------------- 157 dias A diferença é que na Noruega a população tem retorno dos tributos em forma de saúde, transporte, educação, qualidade de vida e pode usufruir, de fato, dos serviços públicos, o que é muito diferente da nossa realidade, aqui pagamos muito e não temos praticamente nenhum retorno e ainda pagamos pelo que nos roubam. O Brasil já mostrou sua cara, agora é a vez do povo brasileiro mostrar a sua. Márcia Campos Ribeiro

Expediente Jornalista Responsável: Cristiane da Cunha Fontes - MG 06314 JP Jornalista: Márcia Campos Ribeiro Publicidade: Daniel Antônio Fontes e Márcia Campos Ribeiro Diretor Responsável: Antônio Onofre Fontes

EDITORIAL TEMPO DE HOJE Hoje é tempo de conscientizarmos que nós, como o único ser pensante do universo, somos os totais responsáveis pelo que acontece no mundo, em todas as áreas. Lamentavelmente percebemos que os irracionais, agindo por instinto, acertam mais que nós. Se eu bato sempre nessa tecla, é porque acredito que sou capaz de ser melhor um pouco a cada dia e de que todos nós somos. Comecemos pelo “nosso” país, chegamos aonde chegamos, essa corrupção desenfreada, essa imoralidade política, não de ontem para hoje, não somente em um governo, mas após vários desmandos, descasos e absurdos. E nada fizemos, até a coisa tomar esse rumo descomunal, até chegar ao ponto de esfregar na nossa cara a safadeza e nós, como gado, abaixando a cabeça e seguindo em frente. Agora vemos claramente os lobos que alimentamos. Estão aí, com sangue nos dentes e querendo mais. Somos capazes de mudar nossos pensamentos, nossa forma de agir, mas não devemos mudar nossa convicção no ser humano do bem, baseado em nós mesmos, se nos julgamos capazes de mantermos o caráter, todos são. É hora de tomarmos atitude e tirar esse lobo do nosso caminho, configurado em políticos que nos lesam, que ainda nos roubam direitos, nos fazem de fantoches, usam a mídia, de todas as formas, até mesmo forjando pesquisas de opinião e, pior ainda, podem manipular até a urna eletrônica. E o povo, como gado. Cadê a saúde, a segurança, a educação, a que os impostos que pagamos deveria nos dar direito? Todo brasileiro trabalha até 1º de junho somente para pagar impostos. (Ver matéria sobre Tributação: carga pesada brasileira) Somos todos responsáveis por fechar os olhos, fechar as portas e janelas e convivermos cada vez menos com a desculpa de estarmos nos protegendo. Pelo comodismo de termos o medo como justificativa, onde poderíamos ter a reação, a educação, a união e o dever de exercer os direitos de cidadão. Hoje somos uma nação com uma desigualdade social cada vez maior. Com empresários corruptos e cruéis. Nossa elite premiada como homens do ano, nada mais são que gatunos, desonestos, desleais com o país que os fez crescer e com o povo que trabalhou honestamente para que chegassem onde estão. Como gado, vamos andando em fila, abaixando a cabeça e nos achando pequenos e incapazes e vamos nos sentindo cada vez menores e mais impotentes. Mal informados, manipulados e tão ocupados em sobreviver que não temos tempo de lutar pelo que é certo, pelo que pagamos e pelo que merecemos. Então eu me pergunto, porque querer ter tanto, tirando o alimento do outro? Para que essa ganância? Essa ambição desenfreada e insaciável, se nada se leva dessa vida, a não ser a vida que a gente leva? Terminando com o exemplo de Alexandre, o Grande, que ficou assim conhecido por ser um dos maiores conquistadores da história. Uma lição de vida, na hora da morte. Perto de morrer, Alexandre, o Grande, fez três pedidos aos seus ministros: 1) Que seu caixão fosse carregado pelos melhores médicos da época. 2) Que os tesouros que tinha fossem espalhados pelo caminho até seu túmulo. 3) Que suas mãos ficassem fora do caixão e à vista de todos. * Por Márcia Campos Ribeiro

Os ministros, surpresos, perguntaram: "Quais são os motivos?" Ele respondeu: 1) Eu quero que os melhores médicos carreguem meu caixão, para mostrar que eles não têm poder nenhum sobre a morte. 2) Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros, para que todos possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui ficam. 3) Eu quero que minhas mãos fiquem para fora do caixão, de modo que as pessoas possam ver que viemos com as mãos vazias, e de mãos vazias voltamos. Então essa é uma verdade, aprendamos a amar as pessoas e usar as coisas e não amar as coisas e usar as pessoas. * Jornalista e redatora do Santa Inês Notícias

Redação: 3481-7413 / 99526-7836 / 99659-7007

Impressão: "Sempre Serviços Gráficos" - Diagramação: 99567-6755 E-mail: jornalsin@gmail.com jornaiss40@gmail.com Nota importante: Os diretores, conselheiros e colaboradores da UPMSI, nada recebem por seu trabalho, feito com espírito de colaboração. Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores, não representam necessariamente a opinião do Jornal. UNIÃO PRÓ-MELHORAMENTOS DE SANTA INÊS

• DIRETORIA

Presidente - Antônio Onofre Fontes Vice Presid. - Humberto Morais Castro Dir. Admin. - Paulo Cezar dos Santos Dir. Financeiro - Roberto Márcio Soares Diretor de Esportes e Eventos - Adilson Roberto Crecci • CONSELHO FISCAL Alder da Silva Borges, Aluísio Nogueira de Almeida, Lélio Luiz Tavares e Rogério Rezende • CONSELHO CONSULTIVO Edison Nascimento Silva, Gilson de

Almeida Vilela, Geraldino Teleste da Silveira, Davidson Fontes Guimarães e Paulo Cezar dos Santos • CONSELHO SUPERIOR Armindo Vale Pires, Deli José de Rezende, Helvécio Camargos de Aguiar, José Ronaldo Moreira, Paulo José Borges, Renato Fonseca, Waldemar Silva, Wilson Miguel da Silva, José Raymundo Torres, Nestor Eustáquio da Cruz, Manuel Divino Lopes, Umberto Veloso da Silva e Norma Maria da Silva

UPMSI - Rua Carmésia, 400 - Santa Inês

Razão Social: Daniel Antônio da Cunha Fontes CNPJ: 18.175.278/0001-65 Endereço: Rua Caiana, 105 - Santa Inês Distribuído gratuitamente nos comércios, residências e em Bancas de Revistas da região de Santa Inês e bairros adjacentes.

2

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

“Deus seja louvado”

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017


COMUNIDADE

ADULTOS TAMBÉM TÊM QUE TOMAR VACINAS Fazendo um trabalho na área de saúde em São Paulo, me perguntaram sobre o meu cartão de vacinas e me senti ignorante e mal informada, pois achava que estava na faixa etária que não se vacina. Todas as unidades de saúde deveriam esclarecer aos seus usuários sobre a necessidade do assunto. A intenção deve ser sempre prevenir e uma vez que o Ministério da Saúde torna isso possível, fornecendo as vacinas, só posso lamentar, que outras pessoas como eu, não sejam avisadas, parecendo um descaso das Unidades Básicas de Saúde e até mesmo dos Médicos da Família, que foram criados para acompanhar de perto os costumes e hábitos de seus pacientes. Fiquei tão agradecida e satisfeita com os cuidados prestados a mim aqui, tão longe da minha regional, que resolvi transmitir essa informação a todos os meus leitores. Se a informação não lhe é dada, busque-a.

Márcia Campos Ribeiro

Não é só na infância ou na maturidade que precisamos delas. Entenda por que a imunização nessa fase é fundamental Um lembrete para a turma que ignora o papel das vacinas na vida adulta. “O Brasil vai muito bem em estrutura vacinal quando se fala nas crianças, mas em adultos é diferente. Existe uma lacuna grande entre o que é oferecido e o que é feito de fato”, analisa a infectologista Rosana Richtmann, do Hospital e Maternidade Santa Joana, em São Paulo. “É importante que o adulto entenda que a vacinação não protege apenas a si mesmo. A coqueluche, por exemplo, mata principalmente bebês de até três meses, mas quem transmite são as pessoas mais velhas”, esclarece a médica Isabella Ballalai, presidente da Sociedade Brasileira de Imunização (SBin). Rosana destaca a importância da vacina contra a hepatite B, que deve ser tomada em três doses no esquema 0 – 1 – 6 meses, como aponta o calendário de vacinação da SBin. “Ela está disponível para toda a população gratuitamente na rede pública, e, além de proteger contra a hepatite B, resguarda o fígado contra o câncer”, explica a especialista. A prevenção contra o tétano e a difteria, fornecida pela vacina dT, também está à disposição dos adultos nos postos de saúde. “A imunização, nesse caso, deve ser renovada de dez em dez anos, sendo que geralmente as pessoas tomam a última dose aos cinco anos de idade”, comenta Rosana. Para as gestantes é recomendada a dTpa, que inclui também a coqueluche.

Vacina da gripe: o que mudou em 2017 O imunizante contra a infecção não era modificado desde 2010. Entenda as principais alterações e como elas afetam você. Após o início repentino e o crescimento no número de casos de gripe em 2016, o Ministério da Saúde resolveu antecipar a campanha nacional de vacinação contra a doença neste ano. A médica Rosana Richtmann, também do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo, fala sobre o assunto e as principais mudanças que ocorrem em 2017. Confira: - Por que a campanha de vacinação deste ano foi antecipada? Isso se deve a uma lição que aprendemos em 2016, quando o vírus começou a circular muito antes do que se esperava. O problema é que não conseguimos prever isso. O ideal é antecipar a campanha o quanto antes. Até porque o período entre tomar a vacina e estar protegido contra a infecção é de duas semanas. Então, se eu tomar a vacina quando o influenza já estiver circulando, vou estar exposto a ele. Quanto antes iniciarmos, mais a população estará protegida. - A vacina da gripe de 2017 é diferente daquela que foi aplicada nos anos anteriores? Todos os anos, a Organização Mundial da Saúde define qual deve ser a composição da vacina no Hemisfério Norte e no Hemisfério Sul. Eles fazem essa recomendação com base nas cepas de influenza que circularam nos anos anteriores. Em 2017, tivemos uma pequena modificação no H1N1 que está dentro da vacina desde 2010. - E quem deve tomar a vacina contra a gripe? As gestantes, as mulheres que tiveram um filho nos últimos 45 dias, crianças de 6 meses a 5 anos, indivíduos com mais de 60 anos e aqueles que possuem alguma doença crônica, ou seja, todas as pessoas que tomam algum remédio todo dia para tratar diabete, asma, obesidade, colesterol alto e outros. - Além deles, foram incluídos novos públicos-alvo na campanha de 2017? Sim. A grande novidade deste ano é que professores da rede pública e privada, trabalhadores do sistema prisional, prisioneiros e adolescentes que estão sob medidas socioeducativas também devem tomar a vacina para se proteger da gripe. - E quem não pode tomar? A vacina é extremamente segura. A única contraindicação formal é para quem tem alergia ao ovo. Mas essa é uma condição bastante rara. Fica aí a informação, vacine-se.

CONSULTORA JEQUITI

Tel: 031 99991-4487 Neide Maria

INSTITUTO EDUCACIONAL CANTINHO ENCANTADO EDUCAR É UM ATO DE AMOR

Colônia de Férias: Dezembro / Janeiro / Julho

Venham nos visitar e comprove!!! • • • • • • • • • • • • • • 30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017

• Bolsa Educa mais Brasil Assistência Pedagógica e Psicológica • Pintura em Lona Professoras Especializadas • Sábado Alegre Aula de Ballet e Capoeira • Aceitamos Alunos por Diária Excelente Espaço Físico • Horários Especiais Aula de Informática Sala de TV (SKY) Aqui seu Aula de Teclado filho Horário de Funcionamento: Brinquedoteca aprende 7:00 às 19:00hs. Aula de Inglês brincando! Vagas: Berçário, Maternal I, II, III Musicalização 1º, 2º Período e 1ª série Sala Lúdica Circuito Interno Tel.: 3486-4088 Esquema Corporal Chuveirão Av. Vicente Risola, 1305 - Santa Inês

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

3


COMUNIDADE

ESCOLA ESTADUAL MARECHAL DEODORO DA FONSECA QUE ALEGRIA! MAIS UMA FESTA PROMOVIDA PELA ESCOLA MARECHAL DEODORO DA FONSECA QUE SÓ DEIXOU SAUDADES E SUCESSO... Festa da Família do TURNO MATUTINO, onde foram trabalhados vários temas em relação à boa convivência, o respeito e o amor. “Sabe-se que a família não nasce pronta, constrói-se aos poucos através do amor, respeito, da fé, solidariedade, do aconchego, companheirismo e outros sentimentos”. Sendo a família nosso Bem Maior! Foram apresentados pelos 2º, 4º e 5º Anos, números feitos por eles, onde puderam mostrar aos familiares a importância de Ter e Ser uma família. Os professores escolheram as músicas e as coreografias que deixaram todos comovidos e convictos de que os filhos são mais felizes quando a família se faz presença e participa de todos os seus passos. O Diretor Lauro Wasington Maciel, iniciou a festa falando da importância da família na escola e onde a assiduidade e participação da mesma é fator primordial ao bom desempenho e sucesso dos filhos. A Equipe Pedagógica se empenhou arduamente para que fosse feito jus deste tão inusitado momento. Foi promissor!!! O sucesso se deu também através das iguarias servidas pela escola. O típico feijão tropeiro, Hot-Dog, mini pizzas, caldos, canjicas e doces dos mais variados tipos, feitos pelas mãos das nossas ASBs que mais uma vez deixaram sua marca de competência, bom gosto e amor... Continuando com as realizações feitas pela escola, vale a pena realçar o trabalho da professora Flávia da turma 203, que propôs aos seus alunos representar o espaço geográfico, dantes conhecido por eles, só o natural ou coletivo, (praças, parques, montanhas...), o espaço geográfico particular, ou seja, a casa e onde melhor se sentem na mesma. Cada um escolheu seu cantinho preferido e através de maquetes demonstraram com todo capricho e dedicação este trabalho que teve um resultado brilhante. Parabéns Professora pelo belo trabalho! A escola trabalha em todos os âmbitos para que todos que aqui estão e os que se achegam, possam sentir de fato, a competência, amabilidade e o comprometimento que toda a equipe se empenha a cumprir. Preocupada com a saúde bucal de seus alunos a escola convidou a Dra Carolina Soares Guedes, cirurgiã dentista, a fazer uma palestra com demonstração através de vídeos e atos concretos sobre “Como salvar um dente”. Foi de uma valia imensa tanto para os alunos como para os profissionais. A Dra Carolina foi bastante determinada em mostrar com precisão e competência todo o processo sobre a saúde da sua boca, através dos cuidados com os dentes. A escola que trabalha com coragem, determinação e comprometimento é uma escola que tem um resultado promissor. Esta é a E.E. Marechal Deodoro da Fonseca. Texto escrito pela professora Walmíria Sebastiana Assis Romero Diretor: Lauro Wasington Maciel - Vice: Marta Nassif Gregório Pídner

Extrato de Edital para Aquisição de gêneros alimentícios – PNAE (TC-856.566/17 ) - A Caixa Escolar Manoel Deodoro da Fonseca torna público, para conhecimento dos interessados, que fará realizar no dia 07/07/2017, às 13:00 horas, Processo licitatório nº 03/2017, Modalidade Convite para aquisição de gêneros alimentícios com recursos do PNAE. Os interessados poderão obter informações e cópia do edital completo na sede da E. E. Marechal Deodoro da Fonseca, localizada na Rua Campanário n° 495 – Santa Inês – CEP: 31.080-180 – Telefone (031) 3482-4206, e-mail: escola.230@educacao.mg.gov.br, até o dia 06/07/2017, às 17h00. ATENCIOSAMENTE, Lauro W. Maciel

4

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017


COMUNIDADE

PATRULHA ESCOLAR DA POLÍCIA MILITAR DA 23ª CIA DO 16º BPM Conversando se entende e se previne – Palestra sobre disciplina e prevenção de drogas A Patrulha Escolar da 23ª Cia do 16º BPM realizou uma palestra sobre prevenção de drogas na Escola Estadual Presidente Dutra, localizada no bairro Horto, a pedido da vice-diretora Cristine Duarte. Tendo como palestrante o Cabo Diniz e o Soldado José. Estiveram presentes aproximadamente 120 alunos do 2º e 3º turnos. Escola Estadual Presidente Dutra

Também na Escola Estadual Paulo das Graças, situada no bairro Nova Vista, o Cabo Diniz e o Soldado José falaram sobre disciplina e prevenção de drogas. O Comandante Major Alex Silva atentou para a importância dessas palestras: “Com essas palestras reduzimos o número de usuários e de furtos e roubos na área da 23ª Cia do 16º BPM. A conscientização soma muito na prevenção para jovens e adolescentes”. Parabéns pela iniciativa, nossos jovens precisam desse cuidado e dessa providência, pois muitas vezes tomam o rumo errado por falta de estrutura social e pelo contexto ao qual estão inseridos. Escola Estadual Paulo das Graças

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

5


ESTÉTICA

CINCO SEGREDOS QUE ESTÃO FAZENDO O CORPO E A CABEÇA DA MULHERADA Método 5S ajuda a eliminar peso de forma rápida, saudável e sustentável por meio da associação de cinco técnicas, entre elas a reprogramação do hipotálamo. Em apenas um mês de tratamento, o paciente pode eliminar até 15 quilos de massa gorda Belo Horizonte, maio de 2017 – A obesidade é a maior doença do século. Segundo dados recentes da Organização Mundial da Saúde, mais da metade da população brasileira, especificamente 56,9%, apresenta sobrepeso e mais de 20% está obesa. Quem convive com esse problema, em geral, tenta encontrar soluções para emagrecer rapidamente, quase como num passe de mágica, o que pode colocar a saúde em risco. Na contramão desse tipo de armadilha, um método de emagrecimento totalmente inovador e ainda pouco conhecido, o 5S, vem fazendo o corpo e a cabeça de muita gente, principalmente da mulherada. A nutricionista Viviane Soares, proprietária da Vi Corpelle – uma das únicas clínicas de nutrição e estética de Belo Horizonte habilitadas no método – explica como o programa funciona. “O Método de Emagrecimento 5S consiste na associação de 5 técnicas, aplicadas em 3 ciclos (Perda, Manutenção e Reeducação), que visam a Reprogramação Hipotalâmica. É um método completamente diferenciado, o único capaz de promover o emagrecimento de forma rápida, saudável e sustentável, sem o temido efeito sanfona. O grande diferencial do método está no acompanhamento diário em tempo real por uma Nutricionsita, em um trabalho de motivação, coaching, plantão tira dúvidas, adaptações, desabafos, receitas e dicas de saúde e bemestar.” O tratamento tem duração mínima de três meses e é indicado para pessoas obesas ou com sobrepeso, que procuram uma alternativa de emagrecer sem precisarem recorrer à cirurgia bariátrica. Viviane elucida que sobrepeso ou obesidade estão intimamente ligados à inflamação do hipotálamo, região do cérebro responsável por controlar a temperatura corporal, as emoções, o apetite, a sede e o gasto energético. “Em indivíduos obesos, o hipotálamo se encontra inflamado pelo alto consumo de gordura saturada ao longo da vida, o que faz com que suas informações sejam comprometidas. Com isso, a capacidade do cérebro de selecionar alimentos saudáveis vai diminuindo e, em contrapartida, a compulsão por alimentos inadequados vai aumentando, o que gera a perda da saciedade, por exemplo. Por isso é preciso desinflamar e reprogramar essa região do cérebro, exatamente o que o Método 5S se propõe a fazer”, afirma a nutricionista. Tal Reprogramação Hipotalâmica acontece de duas maneiras: primeiro, por meio da ação anti-inflamatória dos suplementos e da alimentação; * Viviane Gonçalves Soares Teixeira

segundo, pela reeducação dos hábitos de vida diários, como o controle do peso e o auto cuidado das emoções. Em apenas um mês de tratamento, os resultados podem chegar a perda de até 15 quilos de massa gorda, sem a obrigatoriedade da prática de atividade física. “O 5S proporciona a diminuição do percentual de gordura visceral, o controle da pressão arterial, a normalização das taxas sanguíneas, a melhoria de quadros de dores e, o principal, que é o resgate da autoestima e do bem-estar”, conclui Viviane.

Sobre a Clínica Vi Corpelle

A Vi Corpelle é uma clínica especializada em tratamentos estéticos corporais e faciais, nutrição e emagrecimento. A clínica se localiza no bairro Santa Inês, em Belo Horizonte, e é uma das únicas clínicas da cidade habilitadas no Método de Emagrecimento 5S. Após uma consulta de avaliação criteriosa são desenvolvidos planos de tratamento personalizados com objetivo de atender às exigências de cada cliente na procura por beleza, saúde e bem-estar. A clínica conta com um ambiente agradável, atendimento personalizado, moderno aparato tecnológico e equipe de profissionais altamente qualificados. À frente do negócio está Viviane Soares, especialista das áreas de nutrição, estética e emagrecimento.

Serviço:

Clínica Vi Corpelle Endereço: Avenida Contagem, 815B – Santa Inês Contatos: (31) 3082-3067 | (31) 3032-0051 | (31) 97555-1414 E-mail: vicorpelle@gmail.com Site: http://vicorpelle.com.br/ | Facebook: https://www.facebook.com/vi.corpelle Instagram: @vi.corpelle Faça nos uma visita, mande sua dúvida vicorpelle@gmail.com e no Facebook e Insta tenha acesso a todas as nossas novidades!!! 30320-0051 / 3082-3067 / 97555-1414 *Nutricionista CRN 13100 - Esteticista Facial/Corporal e Auriculoterapeuta - Terapeuta Ortomolecular Vi Corpelle Nutrição e Estética

A TRATAMENTO PARA CONDROMALÁCIA PATELAR Condromalácia patelar é um desgaste na cartilagem do joelho, numa região chamada condilo femoral, que acaba ocasionando dor e inflamação no local. Ela é mais comum em mulheres e é dividida basicamente em quatro níveis, de acordo com a gravidade do comprometimento da patela. A condromalácia patelar é conhecida como síndrome de dor patelo femural, Síndrome Rotuliana ou joelho de corredor. A condromalácia patelar consiste em uma espécie de “amolecimento” da cartilagem. Não existe uma causa exata, mas a sua etiologia pode estar relacionada com fatores anatômicos, histológicos e fisiológicos. O fator mais comum é o traumatismo crônico – traumas únicos, como pancadas ou traumas crônicos, por fricções entre a patela e o sulco patelar do fêmur. A condromalácia patelar também pode ser o resultado de uma lesão aguda da cartilagem femoropatelar, causando fissuras e provocando desconforto e dores que não vêm da cartilagem, mas dos tecidos carregados próximos da patela. Processo de lesão da cartilagem da patela por mecanismo natural: Quando flexionamos o joelho, a patela se encontra, inicialmente, “flutuante” na articulação e começa a se encaixar na tróclea do fêmur, mas conforme a flexão aumenta, o contato ósseo acaba aumentando e a pressão incidente nas facetas articulares cresce, proporcionalmente. Isso acarreta uma perda de líquido da patela e a pessoa acaba tendo um choque ósseo. Esse tipo de alteração nas forças que atuam sobre a patela bem como no formato ósseo, pode resultar no aparecimento de lesões na cartilagem. A condromalácia patelar é dividida em quatro principais graus ou níveis: • Grau 1 em que há uma pequena alteração na estrutura da cartilagem, com algumas fissuras atingindo apenas a camada superficial. Tem uma área menor que 1,5cm². • Grau 2 atinge a camada superficial e a camada de transição logo abaixo dela, com uma área total um pouco maior que 1,5cm². • Grau 3 Ela acomete mais de 50% da espessura da cartilagem, chegando a camada profunda. • Grau 4 ultrapassa as camadas e acaba expondo o osso subcondral, que fica abaixo da cartilagem. Sintomas da Condromalácia patelar. Os principais sinais da patologia são: #Inchaço por baixo da rótula do joelho; #Ardência ou dor no joelho ao ficar com a perna dobrada por algum tempo; #Dor constante no meio do joelho, especialmente ao dobrar a perna; #Dor durante uma corrida, ao descer ou subir escadas e ao ficar muito tempo sentado; #Sensação de crepitação (ter areia dentro do joelho) ou estalos no joelho. Daí a necessidade de um tratamento o mais breve possível para que a cartilagem não fique inteiramente desgastada, culminando em sua perda total. O diagnóstico da condropatia patelar é essencialmente clínico, ou seja,

6

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

guiado pela história do paciente e exame físico. Os exames de imagem, como RX e ressonância magnética, auxiliam na identificação de anomalias anatômicas e também na localização e gradação da lesão, que determina a gravidade e extensão da lesão. Os objetivos da fisioterapia para o tratamento da condroLourenço malácia patelar são fortalecimento muscular, analgesia e orienta- * Edna de Souza ções. O tratamento para condromalácia patelar é feito com uso anti-inflamatórios, fisioterapia e em alguns casos é necessário fazer cirurgia. Na Fisioterapia pode ser realizado: • Alongamentos Musculares; • Fortalecimento muscular, principalmente dos músculos da parte anterior e lateral da coxa, especialmente o quadríceps, para assim diminuir a dor, a inflamação e o atrito entre o osso da coxa, o fêmur e ao osso do joelho, a patela; • Analgesia com uso de eletroestimulação ( tens e US- terapêutico); • Crioterapia (gelo), durante 20 minutos , pelo menos 3 vezes por dia;• Técnicas de cinesioterapia, como mobilização articular da patela, ganho de ADM no joelho afetado; • Orientações domiciliares. No fortalecimento de alguns músculos e de exercícios que enfatizam o alongamento. Músculos fortes permitem que o joelho tenha boa estabilidade, além de tornar atividades muito exigentes para o joelho, relativamente, mais leves. O treinamento de força também fortalece a cartilagem, deixando-a mais resistente aos possíveis desgastes. Mas esse tratamento fisioterápico deve ser sempre baseado numa avaliação detalhada dos fatores que podem estar relacionados ao desenvolvimento da condromalácia. Orientações durante e após o tratamento: 1 Durante o tratamento é muito importante não sobrecarregar o joelho, fazendo-o descansar para evitar os inchaços e prevenir o retorno do problema; 2 Para quem se exercita fisicamente, é indispensável o investimento anterior em exercícios de alongamento e o investimento posterior em exercícios de descompressão; 3 Para corridas, usar tênis com um bom amortecimento; 4 Evitar saltos; 5 Retorno a treinos iniciais com intensidade leve; 6 Usar sapatos que apoiam bem os pés; 7 Não cruzar as pernas quando sentado; 8 Manter a boa postura; 9 Emagrecer, para diminuir o peso sobre os joelhos; 10 Evitar subir rampas ou fazer exercícios em locais íngremes, mas a correta movimentação não é referente, apenas, ao joelho. Seja em atividades domésticas do dia-a-dia, no trabalho, no lazer ou no esporte, o corpo todo deve se movimentar de forma correta. Desejo a todos um ótimo mês!!! Mandem suas sugestões para clinicaclimarg@gmail.com. * Fisioterapeuta CREFITO 4/164.689F - CENTRO FISIOTERAPICO CLIMARG LTDA

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017


SAÚDE

ÓRGÃOS DO CORPO HUMANO

(PARTE II)

Sistema reprodutivo

Sistema tegumentar

O sistema reprodutivo é o responsável pela reprodução humano. No caso de homens, este sistema inclui pênis e testículos. No caso do corpo feminino, este sistema inclui vagina, útero e ovários. O sistema tegumentar é mais conhecido, popularmente, simplesmente como pele. É o maior entre os órgãos do corpo humano e protege o corpo do mundo exterior, como uma camada protetiva contra bactérias, vírus e outros patógenos. A pele também ajuda a regular a temperatura corporal e eliminar componentes indesejados pelo corpo através da transpiração. Além da pele, o sistema é complementado por cabelos e unhas.

Sistema respiratório O sistema contém os órgãos do corpo humano responsáveis por absorver oxigênio e expelir dioxido de carbono, no processo chamado de respiração. Ele consiste em: • Pulmão • Diafragma; • Traqueia.

Sistema esquelético

Sistema urinário O sistema urinário auxilia na eliminação da ureia, um componente não desejado pelo corpo, de nosso sistema. A ureia é produzida quando certos tipos de nutrientes são quebrados para serem absorvidos pelo corpo. O sistema urinário é composto por: • Dois rins • Dois ureteres • Uma bexiga • Dois esfíncteres • Uretra, o último canal por onde a urina passa antes de sair do corpo.

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017

Nosso corpo é sustentado estruturalmente pelo sistema esquelético, que consiste em 206 ossos conectados por tendões, cartilagens e ligamentos. O esqueleto tem função estrutural, mas também está envolvido na produção de células sanguíneas e armazenamento de cálcio.

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

7


CIDADANIA

O QUE É RESPONSABILIDADE SOCIAL? A responsabilidade social é quando empresas, de forma voluntária, adotam posturas, comportamentos e ações que promovam o bem-estar dos seus públicos interno e externo. É uma prática voluntária, pois não deve ser confundida exclusivamente por ações compulsórias impostas pelo governo ou por quaisquer incentivos externos (como fiscais, por exemplo). O conceito, nessa visão, envolve o beneficio da coletividade, seja ela relativa ao público interno (funcionários, acionistas, etc) ou atores externos (comunidade, parceiros, meio ambiente, etc.). Com o passar do tempo, tal concepção originou algumas variantes ou nuances. Assim, conceitos novos – muitas vezes complementares, distintos ou redundantes – são usados para definir responsabilidade social, entre eles Responsabilidade Social Corporativa (RSC), Responsabilidade Social Empresarial (RSE) e Responsabilidade Social Ambiental (RSA). A chamada RSC é, na maioria dos casos, conceito usado na literatura especializada sobretudo para empresas, principalmente de grande porte, com preocupações sociais voltadas ao seu ambiente de negócios ou ao seu quadro de funcionários. O conceito de RSE, ainda que muitos vejam como sinônimo de RSC, tende a envolver um espectro mais amplo de beneficiários (stakeholders), envolvendo aí a qualidade de vida e bem estar do público interno da empresa, mas também a redução de impactos negativos de sua atividade na comunidade e meio ambiente. Na maioria das vezes tais ações são acompanhadas pela adoção de uma mudança comportamental e de gestão que envolve maior transparência, ética e valores na relação com seus parceiros. Por fim, o conceito de Responsabilidade Social Ambiental (RSA), talvez mais atual e abrangente, ilustra não apenas o compromisso de empresas com pessoas e valores humanos, mas também preocupações genuínas com o meio ambiente. Independentemente de que linha ou conceituação utilizar, fica evidente que empresas variam bastante – o que muitas vezes é natural e reflete sua vocação como negócio – na prioridade a ser dada a questões socioambientais, às vezes focando em certos públicos em detrimento de outras ações sociais igualmente relevantes.

Críticas em relação ao papel das empresas na responsabilidade social

É importante frisar que o conceito não deve ser confundido com filantropia ou simples assistência social. Aqui, na lógica do “é melhor ensinar a pescar, do que dar o peixe”, entende-se responsabilidade social como um processo contínuo e de melhoria da empresa na sua relação com seus funcionários, comunidades e parceiros. Não há viés assistencialista uma vez que há uma lógica embutida de desenvolvimento sustentável e crescimento responsável. A maior parte das empresas que adotam postura socialmente responsáveis auferem um crescimento mais sustentável, ganhos de imagem e visibilidade e são menos propícias a litígios ou problemas judiciais. Apesar disso, não são poucos os críticos ou céticos desse movimento, que ganhou força principalmente nos anos 70 e 80 após uma série de escândalos de imagem e uma sucessão de problemas corporativos num ambiente de capitalismo predatório e desumanizado. Um dos maiores críticos a esse engajamento crescente das empresas em causas sociais foi o economista Milton Friedman o qual sempre defendeu que o propósito de qualquer empresa é a “maximização do lucro” e geração de empregos, não devendo portanto substituir atribuições do Estado. Se é bem verdade que o conceito foi excessivamente explorado em campanhas publicitárias ou em projetos de questionável impacto social, é fato que as empresas ainda necessitam aprimorar sua relação com a sociedade de maneira a promover um desenvolvimento baseado na ideia do “triple bottom line”, ou seja, calcado em um tripé que envolve o meio ambiente, a economia e o social.

Certificações socioambientais

No intuito de estimular a responsabilidade social empresarial, uma série de instrumentos de certificação foram criadas nos últimos anos. O apelo relacionado a esses selos ou certificados é de fácil compreensão. Num mundo cada vez mais competitivo, empresas vêm vantagens comparativas em adquirir certificações que atestem sua boa prática empresarial. A pressão por produtos e serviços socialmente corretos faz com que empresas adotem processos de reformulação interna para se adequarem às normas impostas pelas entidades certificadoras. Entre algumas das certificações mais cobiçadas atualmente enumeramos as seguintes: Selo Empresa Amiga da Criança: Selo criado pela Fundação Abrinq para empresas que não utilizem mão-de-obra infantil e contribuam para a melhoria das condições de vida de crianças e adolescentes. - ISO 14000: O ISO 14000 é apenas mais uma das certificações criadas pela International Organization for Standardization (ISO). O ISO 14000, parente do ISO 9000, dá destaque às ações ambientais da empresa merecedora da certificação. - AA1000: O AA1000 foi criada em 1996 pelo Institute of Social and Ethical Accountability. Esta certificação de cunho social enfoca principalmente a relação da empresa com seus diversos parceiros, ou “stakeholders”. Uma de suas principais características é o caráter evolutivo já que é uma avaliação regular (anual). - SA8000: A “Social Accountability 8000” é uma das normas internacionais mais conhecidas. Criada em 1997 pelo Council on Economic Priorities Accreditation Agency (CEPAA), o SA8000 enfoca, primordialmente, relações trabalhistas e visa assegurar que não existam ações antissociais ao longo da cadeia produtiva, como trabalho infantil, trabalho escravo ou discriminação. - ABNT-ISO 26000: No dia 1º de novembro de 2010, foi publicada a Norma Internacional ISO 26000 – Diretrizes sobre Responsabilidade Social, cujo lançamento foi em Genebra, Suíça. No Brasil, no dia 8 de dezembro de 2010, a versão em português da norma, a ABNT NBR ISO 26000, foi lançada em São Paulo. A norma é de grande utilidade a empresas interessadas em adotar programas de RSE uma vez que oferece orientações relacionadas a sete princípios norteadores de responsabilidade social: - “Accountability”: Ato de responsabilizar-se pelas consequências de suas ações e decisões, respondendo pelos seus impactos na sociedade, na economia e no meio ambiente, prestando contas aos órgãos de governança e demais partes interessadas declarando os seus erros e as medidas cabíveis para remediá-los. Transparência: Fornecer às partes interessadas de forma acessível, clara, compreensível e em prazos adequados todas as informações sobre os fatos que possam afetá-las. Comportamento ético: Agir de modo aceito como correto pela sociedade – com base nos valores da honestidade, equidade e integridade, perante as pessoas e a natureza – e de forma consistente com as normas internacionais de comportamento. Respeito pelos interesses das partes interessadas (stakeholders): Ouvir, considerar e responder aos interesses das pessoas ou grupos que tenham um interesses nas atividades da organização ou por ela possam ser afetados. Respeito pelo Estado de Direito: O ponto de partida mínimo da responsabilidade social é cumprir integralmente as leis do local onde está operando. Respeito pelas Normas Internacionais de Comportamento: Adotar prescrições de tratados e acordos internacionais favoráveis à responsabilidade social, mesmo que não que não haja obrigação legal. Direito aos humanos: Reconhecer a importância e a universalidade dos direitos humanos, cuidando para que as atividades da organização não os agridam direta ou indiretamente, zelando pelo ambiente econômico, social e natural que requerem.

EON, Fábio.RevistaResponsabilidadeSocial.com

8

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017


VETERINÁRIO

• BANHO E TOSA

• ACESSÓRIOS E RAÇÕES

Aceitamos os cartões

Buscamos e levamos

Av. Contagem, 410 - Loja 11/12 - Santa Inês / Boa Vista

3481-9798

• Rações em geral para cães, gatos, coelhos, tartarugas, peixes e pássaros (Foster, Pedigree, Pitty, Kanina, Quatree, Pop Dog etc...) • Alpiste, painço, aveia, milho, canjiquinha, girassol, etc... • Produtos de limpeza, cloro, desinfetante, cera líquida, pasta brilho, vassouras, etc... • Produtos para jardinagens, xaxins, vasos, adubos, terra, gaiolas, etc.

3088-6385 / 99602-1616 Rua Minduri, 315 - Bairro Santa Inês

CENTRO AUTOMOTIVO SANTA INÊS

3486-5088 3488-8591 Auto Peças Troca de Óleo Reg. de Motor Diag. de Injeção Limpeza de Bicos

Alinhamento Balanceamento Suspensão Escapamento Freio

UMA VIAGEM TRANQUILA PEDE UMA BOA REVISÃO

A V . C ONTAGEM , 1386 - S ANTA I NÊS (A O

LADO DO

P OSTO A NA L ÚCIA )

Aluguel de Material, Salão e Sítio para Festas MarceloFestas to orçamen Cobrimos enor preço! om Temos

ALUGUEL DE MESA 99953-3668 Néia

www.harmoniafesta.com.br Rua Pitt, 266 - Cidade Nova - (31) 3486-9429 Rua Três Bicas, 41 - Santa Inês - (31) 3488-7768 harmoniadafesta@gmail.com

LOTES & CHÁCARAS MORADIA, CAMPO, PESCA E PRAIA GRANDE BH, LAGOA SANTA, SERRA DO CIPÓ, CANTO DA SIRIEMA, ESCARPAS DO LAGO, 3 MARIAS, IGARAPÉ, PORTO SEGURO E OUTROS

São 61 sabores de pizzas

9 9912-4030 pmiranda.gvu@gmail.com FINANC. PRÓPRIO: S/ CONSULTAS EM ATÉ 200 MESES TODOS COM: ÁGUA, LUZ, ASFALTO NA PORTA E DOCUMENTADOS

ACUPUNTURA

CLINICA COM AR CONDICIONADO

RPG

MESOTERAPIA PARA GORDURA LOCALIZADA (Lipo Enzimática)

São aplicadas inúmeras micro injeções de ativos direto na gordurinha localizada. A mesoterapia é mais segura e mais barata que uma cirurgia de Lipoaspiração e pode ser considerada como uma alternativa não cirúrgica para quem deseja reduzir a gordurinha localizada. Rua Vicente Risola, 811 - Santa Inês (Quase em frente a padaria Center Pão) 30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017

Rua Minduri, 508, Santa Inês caiorenatoa@hotmail.com (Ana Cláudia) (Meg)

@caiohairmakeup 313486-3297

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

9


10

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017


30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

11


FEIJOADA EM COMEMORAÇÃO AO DIA DAS MÃES

Elas fazem parte da Comissão de Eventos URC e prepararam a festa do dia das mães com muito zelo e carinho

Mulheres fortes, guerreiras e alegres marcaram presença no evento em comemoração ao Dia das Mães neste sábado, dia 20 de maio, no salão de festas URC. Mais de 60 associadas se reuniram e puderam usufruir da feijoada completa ao som de música ao vivo preparada cuidadosamente pela Comissão de Eventos do clube. O Diretor Administrativo Paulo Cesar dos Santos passou pelo evento para dar as boas vindas a todas e elogiou a organização impecável da festa: “Cuidamos desses encontros com muito carinho, pois nossa intenção é sempre unir as pessoas e proporcionar oportunidades para que possam compartilhar vivências, fortalecendo a comunidade”.

NOTÍCIAS DA

NOTÍCIAS DO

Textos UPMSI/URC: Carol Lara

PRESTAÇÃO DE CONTAS

Mesa Diretora que conduziu o trabalho de apresentação de contas

Em assembleia, devidamente convocada e realizada dia 30 de maio de 2017, na sede da União Pró-Melhoramentos de Santa Inês, foram aprovadas as contas (balanço financeiro) relativas ao ano de 2016. Referidas contas já haviam sido analisadas e aprovadas anteriormente pelo Conselho Fiscal. Antônio O. Fontes Associados e Conselheiros que participaram ativamente da assembleia

CONFRATERNIZAÇÃO DOS PELADEIROS DE SÁBADO

Churrasqueiros: Fernando, Alexandre e Robson

Comemorando o fim do torneio, de meio de ano, os Peladeiros de Sábado promoveram uma belíssima festa de confraternização. Tudo de bom, bom mesmo: churrascão de primeiríssima, mexidão super incrementado, tira-gostos caprichados etc... Naquele ambiente festivo, gostoso e alegre. Tudo isto animado com muita música de um repertório variado, do já famoso Jozelito (Zé do Cavaquinho), Geraldo (e seu violão) e seus coadjuvantes, Rafael e Zé Carlos.

Tunicão

O festival da família Allan´s levou para o ginásio dezenas de crianças juntamente com seus familiares no dia 28 de maio. Jogos, brincadeiras, música e guloseimas foram as principais atividades do evento. Uma grande confraternização. Confira as fotos do evento.

12

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017


FINAL DISPUTADA MARCA O II TORNEIO DE FUTEBOL URC Disputas acirradas marcaram a final do II Torneio de Futebol URC no sábado, 20 de maio. A torcida frenética gritava a cada lance, motivando a performance dos jogadores. Os “Corneteiros” levaram o troféu do primeiro lugar com muito esforço. O Time “URC” jogou bem, conquistando o segundo lugar. “Sanguinários” também se destacou nos jogos do torneio e levou o bronze. Com 17 gols, Ricardo do “Camaro FC” foi homenageado como o melhor artilheiro do campeonato. Ley dos “Corneteiros” recebeu as honrarias de melhor goleiro. O Diretor Administrativo URC, Paulo Cesar Santos enfatizou a luta e dedicação de todos os envolvidos na realização do Torneio. “Sem esse esforço, não seria possível concretizar esses trabalhos. Estão todos de parabéns!”

ARRAIAL URC 2017 O arraial URC 2017 superou as expectativas de público e movimentou a região leste de BH na noite de sábado, dia 10 de junho. Preparado com requinte, o evento contou com a participação especial do grupo Gererê, vencedor do Arraial de Belô 2016. Centenas de pessoas passaram pela festa junina do clube que, além de receber a surpreendente quadrilha, proporcionou aos convidados um ambiente agradável e uma convivência amigável entre sócios e comunidade em geral. Confira as fotos.

ESCOLINHA ALLAN´S DE UNIFORME NOVO Chegaram os novos uniformes da escola de futebol para crianças mais tradicional de BH. Os alunos exibiram o conjunto azul e preto nas últimas semanas durante as aulas no Ginásio Poliesportivo URC. O coordenador e instrutor da escolinha Sérgio “Japão” não deixou a diretoria UPMSI/URC de fora. Presenteou o supervisor Tiago Moreira e o Diretor de Esportes e Eventos Adilson Crecci com as vestimentas. Os alunos que ainda não adquiriram o uniforme, podem solicitar diretamente com “Japão”. Meias, calção e camisa fazem parte do kit no valor total de R$ 95,00.

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017

A Diretoria UPMSI/URC resgata e abre espaço para o voleibol a partir deste mês. A modalidade esportiva será oferecida para crianças a partir dos 10 anos e adultos. O instrutor Alexandre Magalhães disse que incentivará, além daqueles que nunca tiveram contato com o esporte, também aqueles que já praticaram e gostariam de retornar. Os interessados devem entrar em contato com o instrutor pelo número 31 - 71672447.

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

13


REFLEXÃO

LXXV – ESSES PROVÉRBIOS (*) Mais sujo que o último pau do galinheiro Como boas aves de caça (são muito apreciadas por raposas, lobos e outros predadores), as galinhas têm preferência por não passarem a noite no chão. Então, o sol começa a se pôr, elas procuram uma forma de subir em algum suporte que possa melhorar sua segurança. Quando criadas soltas, o que é muito comum nas fazendas, normalmente procuram aquela árvore de costume, com tronco mais baixo e com muitas galhas (uma laranjeira, ou mangueira, ou goiabeira, ou outra árvore qualquer) para onde sobem, de degrau em degrau, em suportes colocados com esse fim pelos criadores ou sobem voando e só descem quando o sol estiver nascendo. As galinhas mais novas normalmente voam melhor, são mais leves, e assim se alojam nas galhas mais altas, enquanto as com mais dificuldades ocupam as galhas mais baixas. Vale lembrar que galinha tem voo pesado e curto. Mas o provérbio não fala em galinha, e sim em galinheiro. Trata-se do nome dado ao local cercado com telas de arame ou com taquaras de bambu onde se criam galinhas presas, porém com uma adequada liberdade de movimentos, se comparado a gaiolas. Tais áreas normalmente têm uma parte descoberta e outra coberta, onde as galinhas dormem ou mesmo se abrigam das chuvas. São nessas áreas cobertas que os criadores colocam os ninhos, onde as galinhas em fase de postura põem os ovos, e poleiros, que são semelhantes a escadas com degraus feitos de paus roliços distantes uns 40 centímetros, mais compridos horizontalmente, com uma inclinação que varia de uns 30 a 40 graus na vertical, de forma que as galinhas que ocuparem os degraus mais altos estarão mais para dentro da cobertura e as que ocuparem os degraus mais baixos ficarão mais para fora. Pela própria forma que são feitos os poleiros, pela sujeira constante do chão do galinheiro, com as galinhas defecando e pisando em cima o dia todo, dá para se ter uma ideia do motivo de o último pau do poleiro ser o mais sujo. Também, não é à toa que, quando lemos um enunciado igual ao deste provérbio, a primeira coisa que vem às nossas cabeças é o comportamento de grande parte de nossos políticos entrincheirados em todos os níveis de poder: federal, estadual e municipal. E ao pensar como comentá-lo, lembrei-me de uma “história” que meus avós e principalmente meu pai gostavam de contar. Diziam eles: Estavam reunidas, jogando conversa fora, a Água, a Saúde e a Vergonha. Lá pelas tantas, perguntaram à Água se era verdade que ela, às vezes, sumia. “É verdade sim”, respondeu a Água. “Se as pessoas não se preocupam comigo, se desmatam e queimam minhas nascentes e as beiradas dos córregos e dos rios, assoreiam meus caminhos com lixo atirado por toda parte, prejudicando minha viagem e minha evaporação, eu sumo. Mas se alguém se preocupa realmente comigo, arboriza novamente minhas nascentes e as beiradas de meus caminhos ou cava mais fundo, eu reapareço. Ou seja, por enquanto, eu não sumo definitivamente.” “E você, Saúde, é verdade que você também some?” “É sim. Qualquer um que não cuidar adequadamente de seu corpo e de sua mente, não prestar atenção na qualidade do que está consumindo, comer em excesso, beber desregradamente, não descansar, está sujeito a perder-me. Porém se a pessoa procurar ajuda antes do óbito, consultar um bom médico, tomar os remédios de forma correta, fizer o repouso recomendado, preocupar-se mais com o ser que com o ter, normalmente eu reapareço. Não sou, ainda, uma sumida definitiva.” “E você Vergonha, é verdade que você também some?” “É verdade sim, meninas”, falou a Vergonha. “Quando eu sou distribuída para as pessoas, o que ocorre normalmente durante a fase de crescimento físico e formação moral, esta principalmente em casa e desde o berço, mas também nas escolas e no trabalho, sou distribuída para a pessoa como um todo. Assim, a pessoa pode ter-me de si própria, de seu corpo, de suas partes íntimas, do seu jeito de andar, falar ou se vestir, de terceiros, pode ter-me em qualquer parte de seu ser, mas me terá, principalmente, na cara. É que gosto de estar ali, na frente, para todo mundo me ver. Mas há um detalhe importante, a pessoa tem de me portar por inteiro; ter-me só pela metade sou eu que não admito. Para o bem da verdade, que muito prezo, eu até não sei o porquê de isso ocorrer, mas, até este momento, quem me perdeu uma vez jamais me recuperou. Repito, jamais. Perdeu-me uma vez, acabou. É ação, pensada ou não, de efeito definitivo, sem retorno. Já fui perguntada várias vezes se não é feio não ter a mim, como tem ocorrido ao longo do tempo com muitos de nossos políticos. Respondo que não só acho feio como deplorável a pessoa não me apresentar ali, na frente, na cara, mas hão de convir que realmente não depende de mim. A opção de ter vergonha na cara é de cada pessoa e, se a pessoa não me quer, não posso fazer nada.” Infelizmente, essa tem sido uma triste realidade brasileira, mas que precisa mudar e com urgência. * Alder Borges

O ESTADO CALAMITOSO DO BRASIL E CRISE NOS PODERES DA REPÚBLICA Quando em um impulso extemporâneo, senti-me obrigado pelas circunstâncias inerentes ao momento crítico vivido por nosso país, pensei, que momento calamitoso estamos pas- *Vicente de Paula Cruz Filho sando e com dúvida, consultei o amigo dicionário, vendo com clareza que o termo empregado se aplica como uma luva. Diz o dicionário da Lingua Portuguesa, de Francisco da Silveira Bueno, editado pela FTD, que calamitoso adj., que gera desgraça, catastrófico. O noticiário diário televisivo, radiofônico e impresso, nos revela a todo instante, os meandros envolvendo a classe política, por meio do Executivo, o Legislativo, o Judiciário e mais recente-mente a classe empresarial, onde tudo está literalmente contaminado. Com a delação um tanto estranha promovida pelos sócios da JBS, revelações bombásticas aba-laram com força devastadora a República Federativa do Brasil. Vimos com riqueza de detalhes o funcionamento paralelo da máquina organizacional implantada em todos os poderes do país, coisa que retrocede a 15 anos, segundo o delator. Em permanente troca de favores e benesses, o empresariado volúvel e corruptor, coopta simpatizantes concorrentes a cargos eletivos, e por meio de doações ditas ilegais, patrocina e financia com altos valores monetários, grupo de postulantes que turbinados pelo poder econômico, chegam ao poder Legislativo, elegendo-se Senadores, Deputados Federais, Estaduais, Governadores, Prefeitos e Vereadores. Em contra partida, estes legisladores formulam Projetos de Leis, Emendas Constitucionais, comissões dos mais variados matizes e tornam o Governo Central refém de si próprios, pois indicam Ministros que são seus pares para compor o quadro do Executivo. Fato contínuo, promovem a famosa sabatina aos postulantes indicados para exercer a mais alta magistratura, no caso os Ministros do Supremo, do STJ, do TSE, do TST e do STM. Vi e recortei matéria alusiva à composição dos Tribunais Superiores, editada pelo jornal O Tempo, às fls. 5 do caderno Política de 19.06.17 e que tem a seguinte composição: No STF são 11 Ministros indicados pelo Presidente, no STJ são 33 Ministros, no TSE são 7 Ministros, no TST são 27 Ministros e no STM são 15 Ministros. Vejam, são 93 Ministros só de Tribunais Superiores, sem contar o “staff” da Procuradoria Geral e demais Procuradores, Sub-Procuradores, Advocacia da União, todos nomeados pelo Presidente. A posição política ficou aflorada na decisão recente do TSE que absolveu a chapa Dilma/Temer após reuniões intermináveis e agora na ação do Procurador Geral que quer indiciar o atual Presidente por corrupção. Regredindo as ações ao tempo, concluímos que as eleições no Brasil estão revestidas de formalidades pouco democráticas e o poder econômico é dominante, autocrático e imutável, sem perspectiva de afastamento e aniquilamento dos senhores detentores do poder. Este círculo vicioso deverá se manter se não houver um basta do eleitorado brasileiro e mudança radical de procedimentos eleitorais e homens públicos profissionais da política, banidos para sempre por meio do voto consciente e responsável, independentemente de conotações partidárias. Em Minas Gerais, o atual Governador sacrifica a classe de funcionários públicos há mais de um ano, adotando a prática nefasta do parcelamento ou escalonamento dos salários, chegando a atrasar os benefícios dos aposentados, estes sem poder de representação junto à máquina estadual. Em mão inversa, o mesmo Governador nomeia Secretários de Estado, profissionais sem mandato parlamentar, mas ungidos pela estrela de seu partido que recebem de várias fontes a título de “jeton”, verbas astronômicas, que não sofrem escalonamento sob alegação que não são vinculadas ao orçamento do estado, mas de estatais, das quais o estado participa aciona-riamente. Aos quase 75 anos, mas com sonhos de um adolescente, peço a Deus que me conceda a graça de testemunhar uma mudança radical na condução dos destinos de nossa Capital, do Estado e do Brasil.

(*) Alder Borges - Economista

* Ex-professor da Una e PUC-MG - Ex-membro do CRC-MG e Ibracon Auditor Público Aposentado

CONSUMO RESPONSÁVEL É importante que reforcemos nossos conceitos, ações e atitudes em relação ao consumo moderno. Se pudermos reciclar e reutilizar mais e, ao mesmo tempo, ter uma postura mais crítica e consciente em relação ao que consumimos e compramos para nosso uso em casa e nas empresas e indústrias, estaremos aumentando nossa participação em medidas de conservação e preservação ambientais e contribuindo para sustentar equilibradamente nosso desenvolvimento social, econômico e tecnológico e cumprindo com o objetivo humano de tornar possível às gerações futuras o acesso à condições ambientais semelhantes às que vivemos hoje. Inicialmente conhecida como “Política dos 3 R’s” (reduzir, reutilizar, reciclar), hoje a esse conceito já foram incluídos mais dois “R’s”: refletir, recusar. Essa política pode ser explicitada da seguinte forma, de acordo com a publicação “Como cuidar do seu meio ambiente”: Uma profunda reflexão sobre o que nos é realmente necessário; Coragem de recusar o consumo dos produtos desnecessários ou supérfluos; Ponderação para reduzir o consumo dos produtos considerados necessários; Decisão de reutilizar embalagens e outros produtos, renovando seus usos tanto quanto possível, aumentando sua vida útil e retardando seu descarte; Iniciativa de encaminhar todos os produtos utilizados e, quando possível, reutilizados para a reciclagem. Fonte: PrimaPagina / PNUD / Ambiente Brasil

14

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017


ATITUDE

DELAÇÃO PREMIADA: UM “BENEFÍCIO” NECESSÁRIO PARA PASSAR O BRASIL A LIMPO

O CONSUMO CONSTRUINDO CIDADANIA O Código de Defesa do Consumidor foi criado por dois motivos: primeiro, pela necessidade de acompanhar o avanço da sociedade de massas que via no consumo uma atividade social. Era chegado o momento do “compro, logo existo”; por outro lado, já era mais do que hora da legislação brasileira se preocupar em definir os limites na relação entre as empresas e os consumidores. Até então, a Carta Constitucional de 1988 só garantia, em seu artigo 5º, inciso XXXII, que era papel do Estado promover na forma da lei a defesa do consumidor. Mas, os limites dessa relação, ninguém sabia ao certo. Demorou quase dois anos, para que o Ministério da Justiça fosse capaz de reunir um grupo para elaborar o Código de Defesa do Consumidor (CDC). Depois de aprovado, o documento impactou fortemente as relações de consumo. Agora, os consumidores não estavam entregues à própria sorte. Cabia aos fornecedores e aos prestadores de serviço o dever de buscar qualidade na fabricação dos produtos e no atendimento oferecido aos clientes. Naquele Brasil, pós-redemocratização, com sede por direitos, os brasileiros podiam se orgulhar por ter voz em mais uma arena: o consumo. Lembro-me das inúmeras reportagens nos jornais dos anos 90 mostrando consumidores insatisfeitos com os produtos comprados e buscando solução dos seus problemas. Em geral, os brasileiros daquele tempo não clamavam somente por solução, mas por direitos. “Eu quero meus direitos. Eu vou ao PROCON, heim!” – eram algumas das frases mais ouvidas nos momentos de impasse entre consumidores e empresas. Não temo em dizer, mesmo sem profundo conhecimento jurídico, que o impacto do CDC na vida brasileira no final do século passado foi similar à promulgação da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) nos anos 40. Ambas nos permitiram perceber que o Estado, apesar de ser uma abstração, tinha cara, carne e osso quando preciso. E ainda, mais do que um cerceador das liberdades individuais, principalmente quando impunha os deveres, ele podia ser um garantidor dos direitos. O trabalho formal e o consumo deram aos brasileiros o acesso a Res Pública (a coisa pública) e a percepção de que todos são iguais, independente das diferenças. Com a CLT e com o CDC, todos se viram diante das mesmas regras. Teoricamente, não importava as cifras do contracheque ou o tamanho da fatura do cartão de crédito. Era o consumo e o trabalho construindo cidadania. Até por isso, boa parte dos brasileiros conhece mais seus direitos como trabalhador e consumidor do que os princípios básicos que norteiam a nossa constituição. Hoje, os direitos e a cidadania andam cada vez mais juntos e o CDC se mantém vivo – apesar da idade. O conjunto de regras ainda persiste porque foi abraçado pela sociedade e ganha, a cada dia, novos sentidos e usos que o mantém conectado com a nossa realidade. O Código de Defesa do Consumidor foi a lei que deu certo. Tomara que por muito tempo. Para exigir seus direitos, você tem que conhecê-los. Tenha o CDC sempre à mão. Ele faz a diferença.

Prezados leitores! A “onda” agora é delatar! A famigerada Delação Premiada ou, como gostam de chamar os magistrados * João Martins e especialistas “Colaboração Premiada” tem sido um grande instrumento e, embora atenue a pena dos envolvidos na maior operação policial da história da nossa história, a LAVA JATO, tem sido de grande e fundamental importância no aprofundamento das investigações. Creio que esta seja a definição mais popular e que melhor defina este procedimento: Delação Premiada é uma expressão utilizada no âmbito jurídico, que significa uma espécie de “troca de favores” entre o juiz e o réu. De acordo com a lei brasileira, o juiz pode reduzir a pena do delator entre 1/3 (um terço) e 2/3 (dois terços), caso as informações fornecidas realmente ajudem a solucionar o crime. A grande pergunta do brasileiro talvez seja: “Quando esta história terá fim?” Ouso dizer que a “limpeza” está apenas começando e que muita sujeira ainda está escondida debaixo do tapete da corrupção, dos desmandos, da impunidade e do desvirtuamento moral da maioria massacrante da atual classe política brasileira. Confesso que gostaria de ter a oportunidade de ocupar este espaço com o que tenho de mais precioso: o bom humor e a irreverência! Contudo, diante do atual cenário político, social e econômico, creio que seria até um despropósito o fazê-lo neste momento tão delicado do nosso país. Uma coisa parece certa e previsível: os poderosos “coronéis”, que durante décadas dominam o cenário político, a cada dia que passa, diante das graves denúncias que estão sendo investigadas pelo Ministério Público, pelo Judiciário e pela Polícia Federal, estão prestes a terem findado as suas hegemonias. É o fim da mamata! Estamos prestes a exterminar, de forma estrídula, aqueles que conduziram e administraram de forma errônea, indecorosa e indecente, os cofres públicos e fizeram fortuna com o dinheiro sujo usurpado do venerável dinheiro do contribuinte. A Delação Premiada, como o próprio nome indica “premia” os maus políticos e administradores. Contudo, para que separemos o joio do trigo, para que haja a elucidação destes escândalos e, fundamentalmente, para que a sociedade brasileira seja “premiada” com o fim da roubalheira desenfreada, creio que seja um mal necessário. Afinal, todos os envolvidos neste gravíssimo e vergonhoso esquema de corrupção devem ser severamente punidos e nenhum bandido do “colarinho branco” pode ficar de fora deste encadeamento. Á água e o sabão já foram jogados no “piso” e o encardido já está mostrando a cor dos tacos! Agora só falta o “rodo” da justiça brasileira realizar a limpeza profunda, atirando no “esgoto” sem fundo e sem chaves todos os inimigos e traidores da nossa pátria! Até a próxima! João Martins F. Mello é jornalista, escritor, articulista, ombudsman e comediante stand-up. E-mail e sugestões para esta coluna: joaonetojornalista@gmail.com

*Michel Alcoforado, antropólogo e sócio fundador da Consumoteca, uma boutique de conhecimento especializada no consumo e nas tendências de comportamento do brasileiro.

13 de agosto

DIA DOS PAIS Não esqueça!!!

Volta às aulas • • • • • • • • • • • • • • • •

Fale conosco O Jornal SIN é feito para você, leitor. Portanto, nada mais justo que você nos ajude a fazê-lo. Cotamos com nossos colaboradores e anunciantes, que tanto abrilhantam este jornal e gostaríamos de contar com você, através de sugestões e ideias do interesse da comunidade. Colabore! jornalsin@gmail.com

QUEM QUER VENDER, TEM QUE APARECER!!! Para anunciar

3481-7413 999526-7836 jornalsin@gmail.com

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

15


UTILIDADE PÚBLICA

O que é RESCISÃO INDIRETA DO CONTRATO DE TRABALHO? A rescisão indireta do contrato de trabalho é mais uma das varias modalidades de rescisão do contrato de trabalho firmado entre o empregado e o empregador, esta modalidade da ao empregado o direito de receber todas as verbas como se o mesmo estivesse se desligado por iniciativa do empregado sem justa causa, inclusive da direito ao empregado ao recebimento do seguro desemprego, além do aviso prévio indenizado. Esculpido no artigo 483 da Consolidação das Leis do Trabalho, o mesmo se caracteriza sempre que o empregador exigir do empregado serviços superiores as suas forças, defeso em Lei, contrário aos bons costumes, ou alheio ao contrato de trabalho, ou seja, sempre que for exigido do empregado que este pratique determinada atividade e esta seja danosa a sua saúde ou integridade física ou moral. Outra atitude que a Lei permite a aplicação da rescisão indireta é quando o empregado é tratado pelo empregador ou seus superiores (lideres de setor, supervisores ou gerentes), com rigor excessivo, este por sua vez se

16

caracteriza quando o empregador persegue o empregado, aplica ao empregado advertências sem que este tenha dado causa, outra situação que ocorre nos ambientes de trabalho e caracteriza tal pe-

cer o reconhecimento deste direito, pois o empregador tem o dever de garantir ao empregado o desempenho de atividades em ambiente salubre e respeitar suas limitações físicas e psíquicas.

nalidade, diz respeito ao tratamento com o funcionário, pois este sempre deve ser tratado com respeito, não podendo se referir ao mesmo com palavras grosseiras, de baixo calão. Quando for exigido ao empregado o exercício de alguma atividade em que o correra perigo manifesto ou mal considerável, também estará habilitado o empregado a exer-

A Lei também garante o exercício deste direito sempre que o empregador deixar de cumprir com as obrigações do contrato, ou seja, este deixar de pagar os salários, não realizar o recolhimento de FGTS e ou INSS, não pagar as horas extras prestadas em excesso e de forma habitual. Outro ponto elencado pelo referido artigo, diz respeito à integridade física dos em-

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

pregados, pois sempre que o empregador ou seu preposto ofender fisicamente o empregado, desde que não seja em legitima defesa, este poderá intentar a rescisão indireta do contrato de trabalho. Por fim, a Lei determina que sempre em que ocorrer a diminuição do trabalho, sendo este por peça ou tarefa e acarretar a diminuição do salário estará também caracterizado o direito de sua rescisão indireta, mas deve-se ponderar que tal situação devera ser comprovada, e demonstrada que ocorrera por culpa exclusiva do empregador, não sendo considerados fatores externos para tal redução, como por exemplo a falta de demanda na empresa, ou falta de matéria prima para execução da atividade. Com relação a esta modalidade de dissolução do contrato de trabalho a rescisão indireta, devera ser proposta em juízo, com a presença de

um advogado, pois todas as alegações deverão ser provadas, por do- Danielle Guedes cumentos, e ou testemunhas no decorrer do processo. Ao ajuizar ação, fica a cargo do empregado aguardar a decisão do juízo trabalhando, ou não, no segundo caso, o empregado poderá ficar em casa sem o recebimento de salários ou trabalhar em outro emprego, caso não seja favorável ao empregado a decisão e o mesmo não estiver trabalhando será considerado seu pedido como demissão e este recebera ao final do processo as verbas correlatas a esta modalidade de rescisão contratual, sem o recebimento de aviso prévio indenizado, a multa de 40% sobre o saldo do FGTS, além de não poder receber o seguro desemprego. Drª. Danielle Guedes - Advogada

Qualquer dúvida ou perguntas sobre o tema mencionado, ou outros temas relacionados às diversas áreas do Direito, entre em contato conosco, pelos telefones, ou pelos e-mails, abaixo mencionado, teremos prazer em atendê-los. Telefones: (31)98579-3839 ou (31)98700-5234 E-mail: mansuetoeguedesadvogados@yahoo.com.br E-mail: mansuetoeguedesadvogados@gmail.com

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017


EDUCAÇÃO

...É SOBRE SABER QUE, EM ALGUM LUGAR, ALGUÉM ZELA POR TI... Vozes do Coral Maximus homenageiam as mães e emocionam o público no Minas Shopping

Data especial como o Dia das Mães é sempre motivo de muita comemoração. E quando as homenagens são feitas com música e emoção, o dia fica inesquecível. O Coral Infanto-juvenil Maximus encantou as mães, mais uma vez, na apresentação dedicada a elas na Praça Central do Minas Shopping, em 5 de maio. No repertório, belas músicas demonstraram o amor e o carinho dos coralistas a todas as mães, como Gosto de você, Trem bala e Velha infância. Os jovens cantores, conduzidos pelo maestro Vito Duarte, músico da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, e acompanhados pela flautista Militza Franco e Souza, mostraram toda a riqueza da cultura musical brasileira. A apresentação marcou a estreia de alguns alunos, iniciantes no Coral, que se uniram, com perfeição, às vozes do grupo de veteranos para homenagear as mães. O momento foi de emoção ainda maior para os novos coralistas e suas famílias. O Coral existe há mais de 15 anos e é composto por cerca de 80 alunos do Maximus Santa Inês e do Maximus Palmares. Segundo o maestro, o Coral cumpre uma importante função artística e cultural na escola: “Desenvolve nos alunos o gosto por vários estilos de música e possibilita o contato com a cultura musical de nosso país”.

MOSTRA DE PROFISSÕES MAXIMUS 2017 SUPERA EXPECTATIVAS Alunos do Colégio Maximus têm a oportunidade de ficarem frente a frente com profissionais de diversas áreas e ampliarem o conhecimento para a escolha da profissão.

Escolher o curso que definirá o futuro profissional pode ser mais desafiador para os jovens do que o próprio vestibular. Por isso, o Colégio Maximus oferece todo o apoio necessário nesse momento decisivo da vida dos seus alunos, oportunizando a eles escolhas seguras e fundamentadas. Com esse objetivo, no mês de maio, os alunos da 1ª à 3ª série do Ensino Médio das Unidades Santa Inês, Palmares e Santa Luzia participaram da 3ª edição da Mostra de Profissões Maximus. O evento foi realizado de forma unificada entre as Unidades, em 10, 11 e 12 de maio, cada dia em uma delas, o que possibilitou aos alunos, além de ampliar o conhecimento sobre a carreira profissional, vivenciar momentos de socialização, troca de ideias e diversão. Palestras, oficinas, estandes de diversas faculdades de Belo Horizonte e atrações culturais fizeram parte da programação. Palestrantes e profissionais convidados de diversas áreas orientaram os alunos sobre fatores importantes a serem avaliados e refletidos na escolha da profissão, conversaram sobre os desafios do mercado de trabalho e ofereceram um panorama sobre as universidades, cursos, grades curriculares e rotinas profissionais. A equipe Maximus, organizadora do evento, comemora o sucesso da Mostra. “As palestras motivacionais tiveram grande relevância e prenderam a atenção dos alunos. As atrações culturais também agitaram as turmas, proporcionando momentos de lazer e descontração”, afirma Bárbara Miranda, supervisora da Unidade Palmares. Fernanda Sena, supervisora da Unidade Santa Inês, concorda e acrescenta que “a expectativa do evento foi superada esse ano, os palestrantes e os estandes das faculdades criaram estratégias diferentes de apresentar os cursos, e a apresentação, em alguns deles, foi mais lúdica”. Ao final dos três dias de evento foi possível perceber a satisfação dos alunos, pois, segundo eles, tudo que vivenciaram na Mostra contribuiu para conhecerem novas possibilidades de curso e para fazerem suas escolhas com mais segurança. “A Mostra me fez descobrir áreas que eu não conhecia e não sabia que gostava. Me ajudou muito a ter uma ideia do que eu quero para o meu futuro”, avalia Amanda Alice de Souza, aluna da 1ª série do Maximus Santa Inês.

Um povo educado não aceitaria as condições de miséria e desemprego como as que temos. (Florestan Fernandes)

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

17


HOMENAGEM

VOCÊ SABE O QUE É UM SISTEMA DE ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA? Em comemoração ao Dia Mundial da Energia, os adolescentes atendidos pela LBV participaram de uma palestra educativa sobre o tema As crianças e os adolescentes atendidos pela LBV estão sempre animados e interessados quando o assunto é aprender coisas novas e eles puderam ouvir e ver como funciona o Sistema de Energia Solar Fotovoltaica. Para falar sobre o assunto, os engenheiros Mateus Armando, Paulo César, RoPor um tempo, os adolescentes se contiveram em ouvir drigo Viegas e Gabriel as orientações, fazer perguntas sentados. Mas, quando Rojo, da Áurea Solaris, puderam observar de perto os equipamentos foi maior foram até a unidade da a satisfação dos atendidos exteriorizando ainda mais suas curiosidades, inclusive sobre as profissões neste LBV palestrar para os setor do mercado de trabalho adolescentes sobre sustentabilidade, e apresentaram todos os equipamentos necessários para o funcionamento deste sistema, entre eles o painel e a bateria estacionária, que funciona de uma forma bem diferente da utilizada em veículos. “A energia solar fotovoltaica se oriunda diretamente da radiação solar e utiliza os fótons irradiados pelo sol para geração de energia elétrica, podendo ser utilizada de diversas formas na residência. Ás vezes, é confundida com aquecimento solar, que utiliza o calor para o aquecimento de água”, explicou o engenheiro Mateus Armando. Simples, sustentável, de vida longa e de fácil entendimento, como explica o adolescente Ivan Lucas, 12 anos, que fez muitas perguntas aos profissionais palestrantes: “Aprendi que a energia solar é um sistema que quando a gente coloca em casa recarrega com o sol, a bateria vai armazenando a energia e até quando está de noite a energia vai para o computador, pra televisão, pra geladeira. Isso ajuda no Meio Ambiente, e quando receber a conta de luz, nem vai precisar pagar muito”. E concluiu: “Para trabalhar com isto precisa estudar física e matemática. Eu gostei da energia solar!”, disse todo empolgado. O tema é novo, a maioria nunca tinha ouvido falar em energia fotovoltaica, mas todos ficaram muito atentos durante toda a explicação. “No decorrer da nossa apresentação criaram perguntas mostrando interesse, imaginando situações, como: ‘e se chover?’; ‘Se for somente uma placa?’; ‘Se eu quiser ligar outros aparelhos?’ Foi muito gratificante ver o interesse, o brilho nos olhinhos deles ao ver o funcionamento do sistema, falaram dos equipamentos que gastam menos energia e quiseram saber se este sistema degrada o meio ambiente. Foi muito prazeroso!”, pontuou o engenheiro Mateus. É incrível o quanto os adolescentes gostam de conteúdos que tenham utilidade prática. E quando lhes foi apresentado uma ideia nova, Êmile Vitória, 12 anos, foi a que mais se destacou com perguntas bastante pertinentes: “Achei interessante e prático, tipo: tem muitos sítios no planeta que não geram energia. Seria muito interessante colocar uma placa desta no terreiro e ter energia em casa. A conta de energia é cara. O sol é fundamental em tudo e gera energia. Se a gente aprende e pratica isso desde criança, quando a gente crescer pode ter melhorias e até trabalhar com isto. As crianças também têm que cuidar. É sabendo que a gente constrói!”. “Eles são jovens ainda e podem fazer uma escolha. É gratificante saber que estamos dando um pouquinho de inspiOs alunos aprenderam a observar, no Selo, ração, demonstrando que eles informações importantes sobre o equipamento, podem atuar neste segmento, como o nível de eficiência energética e o consumo que isso pode ser uma luz na vida deles, que eles podem se encontrar nesta profissão. E quando perguntaram o que precisa para trabalhar com isto? Poxa, foi gratificante demais. Tomara que no futuro sejam nossos colegas de classe no mercado. A Áurea agradece, de coração, a oportunidade”, concluiu o engenheiro Mateus. A Instituição procura proporcionar aos atendidos a construção saudável de seus conhecimentos em todas as áreas do saber humano, vivenciando a cidadania ecumênica e solidária para fazerem suas escolhas de forma acertada. E, ao desenvolver a campanha “A destruição da Natureza é a extinção da Raça Humana”, promove a conscientização sobre a necessidade de todos nós adotarmos atitudes em prol da preservação da natureza, visando a melhoria da qualidade de vida de todos os seres vivos. O Centro Comunitário de Assistência Social da Legião da Boa Vontade, na capital mineira, está localizado na Av. Cristiano Machado, 10.765 – Planalto. Para outras informações, ligue: (31) 3490 – 8101.

18

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

MACHADO DE ASSIS – UM CLÁSSICO SEMPRE ATUAL

"Há pessoas que choram porque as rosas tem espinhos. Há outras que sorriem por saber que os espinhos tem rosas!" A nossa homenagem ao maior escritor brasileiro e um dos maiores da língua portuguesa, Joaquim Maria Machado de Assis, jornalista, contista, cronista, romancista, poeta e teatrólogo é considerado um dos mais importantes escritores da literatura brasileira. Nasceu no Rio de Janeiro em 21/6/1839, filho de uma família muito pobre. Mulato e vítima de preconceito, perdeu na infância sua mãe e foi criado pela madrasta. Superou todas as dificuldades da época e tornou-se um grande escritor. Na infância, estudou numa escola pública durante o primário e aprendeu francês e latim. Trabalhou como aprendiz de tipógrafo, foi revisor e funcionário público. Publicou seu primeiro poema intitulado Ela, na revista Marmota Fluminense. Trabalhou como colaborador de algumas revistas e jornais do Rio de Janeiro. Foi um dos fundadores da Academia Brasileira de letras e seu primeiro presidente. Podemos dividir as obras de Machado de Assis em duas fases: Na primeira fase (fase romântica) os personagens de suas obras possuem características românticas, sendo o amor e os relacionamentos amorosos os principais temas de seus livros. Desta fase podemos destacar as seguintes obras: Ressurreição (1872), seu primeiro livro, A Mão e a Luva (1874), Helena (1876) e Iaiá Garcia (1878). Na Segunda Fase (fase realista), Machado de Assis abre espaços para as questões psicológicas dos personagens. É a fase em que o autor retrata muito bem as características do realismo literário. Machado de Assis faz uma análise profunda e realista do ser humano, destacando suas

vontades, necessidades, defeitos e qualidades. Nesta fase destacam-se as seguintes obras: Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881), Quincas Borba (1892), Dom Casmurro (1900) e Memorial de Aires (1908). Machado de Assis também escreveu contos, tais como: Missa do Galo, O Espelho e O Alienista. Escreveu diversos poemas, crônicas sobre o cotidiano, peças de teatro, críticas literárias e teatrais. Morreu de câncer, em sua cidade natal, no ano de 1908. RELAÇÃO DAS OBRAS: ROMANCES Ressurreição (1872); A mão e a luva (1874); Helena (1876); Iaiá Garcia (1878); Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881); Quincas Borba (1891); Dom Casmurro (1899); Esaú e Jacó (1904); Memorial de Aires (1908). POESIA • Crisálidas • Falenas • Americanas dentais • Poesias completas

Oci-

CONTOS • A Carteira • Miss Dollar • O Alienista • Noite de Almirante • O Homem Célebre • Conto da Escola • Uns Braços • A Cartomante • O Enfermeiro • Trio em Lá Menor • Missa do Galo TEATRO Hoje avental, amanhã luva (1860); Desencantos (1861); O caminho da porta (1863); Quase ministro (1864); Os deuses de casaca (1866); Tu, só tu, puro amor (1880); Lição de botânica (1906).

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017


DE BEM COM A VIDA

MENDIGO O mendigo chega para uma senhora e pede uma esmola. A senhora diz: - Em vez de ficar pedindo esmolas, por que não vai trabalhar? - Dona, estou pedindo esmola e não conselhos. ··· RECÉM-CASADOS De volta da lua de mel o camarada encontra um amigo. - E aí, Fernando? - Pergunta-lhe o amigo - Como está a vida de casado? - Maravilhosa! A Soninha é uma mulher divina! Carinhosa, bem-humorada.

- É mesmo? Que legal! E na cozinha, como ela se sai? - Ela é especialista em três tipos de comida: enlatada, congelada e queimada! ··· REGIÕES POLARES Joãozinho chega da escola e o pai questiona: Então Joãozinho, como foi a prova? Joãozinho responde: - Ah, pai, igual as regiões polares. Aí o pai pergunta novamente: - Como assim, Joãozinho? E Joãozinho responde: - Ah, pai, tudo abaixo de 0! ···

DESCULPA DE ALUNO Dois alunos chegam tarde à escola e justificam-se: - Acordei tarde, senhor professor! Sonhei que fui à Polinésia e demorou muito a viagem! - Diz o primeiro. - E você, qual é a sua desculpa? - Pergunta o diretor ao outro garoto. - Eu fui esperá-lo no aeroporto! - Diz o segundo. ··· NO PLANTÃO MÉDICO O sujeito vai ao hospital caindo de bêbado. Durante a consulta o médico pergunta: - Nome? - Juvenal dos Santos.

- Idade? - 32 anos. - O senhor bebe? - Vou aceitar um gole, mas só pra te acompanhar! ··· MINEIRINHOS Dois mineiros jogando antônimos valendo um copo de leite e um queijo: - Gordo? - Magro! - Hômi? - Muiê! - Preto? - Branco! - Verde? - Verde? Nada disso... verde é cor, não tem contrário não! - Craro que tem, sô!

- E quar que é? - Maduro, uai! - Ai caramba, néquemêmo? Vamo de novo valendo mais um caldicâna! Agora eu que vô cumeçá!] Pódi cumeçá! - Saúde? - Duença! - Moiado? - Seco! - Santo? - Marvado! - Fumo? - Quê? Desde quando fumo tem contrário? - Cê é burro, sô! O contrário de fumo é vortemo! ··· OITAVA MARAVILHA No chá das cinco, as duas amigas conversam: - O meu marido me disse hoje de manhã que eu sou a oitava maravilha do mundo, diz uma. - É mesmo! E o que foi que você respondeu? - Eu pedi pra ele se livrar das outras sete! ··· A ÚLTIMA DO JOÃOZINHO “... e a Professora pergunta pra classe: - Alguém pode me dizer qual o nome do filósofo grego, autor da emblemática frase: “Só sei que nada sei”? ... e o Joãozinho gritou, lá do fundão da sala de aula: - Putz, fessora, não vai me dizer que o Lula, além de ladrão, é grego?!!!” ··· ZEZINHO ATRASADO Zezinho chegou muito atrasado à escola, e a professora perguntou: - O que aconteceu? - Fui atacado por um crocodilo! - Oh, meu Deus! E você se machucou? - Machucar não, mas o trabalho de matemática ele comeu todinho.

re!

ENCHENTE Manuel, Manuel! Corre, cor-

- O que foi Maria? - A enchente tá levando o seu carro! - Claro que não Maria! A chave tá aqui! ···

CONFUSÃO NO TRÂNSITO Depois de bater na traseira de um carro, o motorista se justifica com o guarda que registra a ocorrência: - A mulher fez sinal que ia virar à esquerda... E não é que virou mesmo!

Para Refletir Não é à toa que a palavra CORAÇÃO tem uma ORAÇÃO dentro dela Pois toda oração deve ter origem no coração, e não na razão/intelecto. Não é à toa que a palavra CALMA tem uma ALMA dentro dela. Toda Alma precisa de paz verdadeira em Cristo para permanecer tranquila. Não é à toa que o verbo AMAR, tem um MAR inteiro dentro dele. Pois o amor é imenso e profundo como o mar. E também o EU precisa estar dentro de DEUS para encontrar-se e completar a si mesmo. Conclusão: É na Oração de Coração que a Alma acha a Calma e é inundada por um Mar de amor divino; e onde o Eu se submete a Deus!

Dicas COMO FAZER UM AROMATIZADOR DE AR NATURAL PARA O SEU LAVABO E BANHEIRO Este purificador de ar caseiro é igualmente eficiente quanto aos que compramos em lojas, mas este vem com 3 benefícios extras – é livre de produtos químicos, fácil de fazer e muito barato. Além disso, a fragrância é de longa duração, o que não é o caso com produtos industriais. A melhor coisa sobre esta reciclagem caseira e natural é que ela é realmente rápida e fácil de fazer. E as duas únicas coisas que você precisa para garantir o frescor de longa duração em seu banheiro são: - Um rolo de papel higiênico - Um pouco de óleo essencial de sua escolha.

Instruções:

Tudo que você precisa fazer é pingar algumas gotas de seu óleo essencial favorito na parte interna do rolo. E isso é tudo! Não podia ser mais simples. Ao fazer isso, você vai garantir uma fragrância duradoura em seu banheiro ou até que você tenha usado o rolo de papel. Opcionalmente, você pode experimentar com diferentes óleos. Seu banheiro vai ficar muito cheiroso Esta é uma combinação de dois em um. Você não só vai ter uma fragrância refrescante e natural no banheiro, como também terá um papel higiênico perfumado! E tudo natural!

WM Ferros Ltda

• Ferros e ferragens para serralheria • Corte e dobra de chapas, calhas e rufos • Fechaduras, dobradiças, eletrodos, serras, etc.

3485-1711 • 3485-1977 • 3088-5262 Rua Amélia Procópio Corrêa, 8 - Ana Lúcia 30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017

Hércules Telhados •

COLONIAL • AMIANTO • PERGOLADOS

(31) 99905-9521 / 99167-0739 Praça Argélia, 92 - Boa Vista - BH/MG

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

19


O Instituto Risque e Rabisque completa, em 2017, 25 anos de história e muito sucesso! A escola tem como principal missão contribuir, a partir de valores ético-morais, para o correto desenvolvimento pessoal e acadêmico das crianças. Visamos à criação de bases educacionais sólidas, uma vez que, como Escola Infantil, somos precursores de toda a jornada escolar dos alunos da Instituição. O Risque e Rabisque destaca-se pelo compromisso com a excelência do processo de ensino-aprendizagem, dispondo de profissionais altamente qualificados e preparados para lecionar atividades pedagógicas, lúdicas e extracurriculares. Além disso, oferece estrutura completa e adaptada às necessidades das crianças, com espaços amplos, climatizados e diversificados. A escola coloca-se como ferramenta primordial para o início da formação cidadã, apresentação dos princípios da boa convivência, integração social, desenvolvimento de senso crítico, contato efetivo com as noções de disciplina, respeito e responsabilidade e promoção da evolução cognitiva. Assim, contamos, também, com: - Atividades de recreação (ex: aula de culinária); - Aulas de dança, capoeira, Inglês e iniciação musical; - Monitoramento por câmeras, 24h por dia, interna e externamente; - Comemorações temáticas como: apresentações de Páscoa, Dia das Mães/Pais, Festa Junina, Noite do Pijama, Formatura da turma do 2º Período na Casa do Sol; - Espaço para jogos e brincadeiras; - Sala de vídeo; - Oferta de almoço, jantar, sucos e frutas frescas, com cardápios elaborados por nutricionista; - Horários flexíveis (manhã/tarde/integral); - Colônia de férias em janeiro, julho e dezembro. O Instituto Educacional Risque e Rabisque está localizado na Rua Matutina, nº 380, no bairro Santa Inês. Para mais informações, intenções de visitas e dúvidas, favor contatar: (31) 3486-3320 / 98501-3320 ou institutorisqueerabisque@gmail.com.

20

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

30 DE MAIO A 30 DE JUNHO DE 2017

Profile for União Pró-Melhoramentos de Santa Inês

Santaines 251 (1)  

Santaines 251 (1)  

Profile for upmsi
Advertisement