Page 1

ANO XXVII - Nº 252 - Setembro de 2017

Órgão Informativo da União Pró-Melhoramentos de Santa Inês - UPMSI

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Acesse: www.upmsi.org.br

POLÍCIA MILITAR LANÇA PROJETO SEGURANÇA COMUNITÁRIA EM BELO HORIZONTE

VICE-PREFEITO E SECRETÁRIO DE ESPORTES DE BH VISITAM URC E DEBATEM MELHORIAS JUNTO À DIRETORIA UPMSI

Solenidade no dia da entrega das Bases Comunitárias no Palácio do Governo

Daniel Fontes (Jornal Santa Inês Notícias), Roberto Márcio (Dir. Financeiro), Antônio Onofre Fontes (Presidente), José Henrique de Oliveira e Irma Isabel de Moura (Regional Leste), Manuel Divino Lopes (Pres. Cons. Superior), Silas Deocleciano, Paulo Lamac (Vice-prefeito), Monsenhor Lydio Murta, Paulo Cezar dos Santos (Dir. Administrativo) e Paulo Roberto de Freitas (Sec. de Esportes) Base Comunitária instalada na Praça Cel Assis Duarte (Pracinha do Pão) Av. Vicente Risola com Rua Mantiqueira - Santa Inês

Base Comunitária instalada na Rua Porto Seguro, esquina com Rua Modestino Gonçalves Nova Vista

PÁGINA 3

PÁGINAS 12

E

13

REFORMA DO ENSINO MÉDIO PÁGINA 8

PROGRAMA DE EMAGRECIMENTO 5S

CAMPANHA DA LBV EU AJUDO A MUDAR!

PÁGINA 6

PÁGINA 17

DOENÇAS CAUSADAS PELO TEMPO SECO: COMO PREVENIR E TRATAR

CAMPANHA 'SETEMBRO AMARELO' TEM POR OBJETIVO PREVENIR SUICÍDIOS

PÁGINA 7

PÁGINA 18


COMUNIDADE

EDITORIAL

SANTA INÊS RECEBE ILUSTRE VISITANTE

É PRECISO SABER VIVER O dia a dia nos traz a correria natural de muitas coisas para fazer e isso nos dá pouco tempo para pensar e tempo nenhum para refletir. As necessidades básicas com suas urgências nos consomem, mas é sempre importante repensar nossas atitudes e pensamentos, principalmente analisar o retorno que nos traz. Então é necessário refletir. Reflexão significa movimento de volta sobre si mesmo ou movimento de retorno a si mesmo. A reflexão é o movimento pelo qual o pensamento volta-se para si mesmo, interrogando-se. Não somos, porém, somente seres pensantes. Somos também seres que agem no mundo, que se relacionam com os outros seres humanos, com os animais, as plantas, as coisas, os fatos e acontecimentos, e exprimimos essas relações tanto por meio da linguagem quanto por meio de gestos e ações. A importância dos nossos pensamentos e das nossas atitudes reflete no meio em que vivemos e pelo qual todos somos responsáveis, uma vez que usufruímos. Podemos torná-lo melhor com um sorriso e com práticas conscientes em relação ao nosso convívio. Não devemos e muito menos queremos ser os mesmos o resto da vida. Aliás, uma das coisas mais interessantes em estarmos vivos são as experiências e os aprendizados que nos permitem crescer ao longo de todo o nosso caminho. Aprender com a nossa vida e com experiências de outrem é a nossa grande riqueza. Os homens agem sobre o mundo e o modificam e são, por sua vez, modificados pela consequência de suas ações. Por culpa da ganância e do egoísmo o ser humano acaba perdendo as suas principais virtudes: a dignidade, o respeito ao próximo e a sua moral. Vamos engrossar o coro dos que querem ética, seriedade e menos desigualdade nesse país de trabalhadores. E principalmente, vamos mostrar que a honestidade é importante para o desenvolvimento justo de uma nação. A falta dela gera uma grande riqueza para algumas classes e muita pobreza para o resto da população. Que mesmo pagando altíssimos impostos não tem retorno nenhum na saúde, educação e segurança, quanto mais aumenta o número de coiotes e os seus “rendimentos”, mais aumenta a pobreza do cidadão pagante. Cazuza achou que não tivesse sido convidado para a festa, ele não percebeu, nos convidaram sim, para pagar a conta. Eu acredito em um mundo melhor. “Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo. Buda” * Por Márcia Campos Ribeiro

* Jornalista e redatora do Santa Inês Notícias

Expediente Jornalista Responsável: Cristiane da Cunha Fontes - MG 06314 JP Jornalista: Márcia Campos Ribeiro Publicidade: Daniel Antônio Fontes / Márcia Campos Ribeiro / Najla Rosa Diretor Responsável: Antônio Onofre Fontes

Visita do Assessor Jurídico do Vereador Doorgal Andrada, Dr. Fernando Marcucci, as instalações do Centro Cultural Santa Inês e a União Pró-Melhoramentos de Santa Inês (UPMSI), no dia 28 de maio de 2017. Na foto, Nestor Eustáquio Cruz, Ana Carolina Fonseca Cruz, Cartur de Andrade, Antônio Onofre Fontes, Fernando Marcucci, Manuel Divino Lopes e Paulo Cezar dos Santos.

METRÔ DE BELO HORIZONTE PASSA A OPERAR ATÉ MEIA-NOITE A PARTIR DE 04/09/2017 Depois de um longo impasse que terminou até em ação Judicial, o metrô de Belo Horizonte vai começar Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press a funcionar até meia-noite a partir de 04/09, segundafeira. A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) vai iniciar, em caráter experimental, a operar até este horário. A medida será feita até 30 de setembro. Atualmente, as composições rodam de 5h às 23h. De acordo com a CBTU, os testes serão para avaliar se o serviço é viável. “Durante a fase de testes, a empresa vai realizar estudos experimentais que permitirão avaliar aspectos como: demanda, custos adicionais, intervalos entre viagens, segurança operacional, adequações necesLei que determina esse horário está sárias nas rotinas de manutenção e operação, entre oususpensa por determinação judicial tras medidas”, disse a empresa. O horário é uma demanda antiga dos vereadores da capital mineira, que alegam terem sido cobrados por usuários. O projeto de lei apresentado em 2014, estabelece que o sistema metroviário da capital deve funcionar uma hora a mais que o habitual, foi aprovado em dezembro. Porém, um mês depois teve a primeira reviravolta. Recém empossado, o prefeito Alexandre Kalil (PHS) vetou o projeto alegando que o sistema metroviário faz a ligação de BH com outros municípios, tirando, assim, a competência da Câmara Municipal para legislar sobre a situação. Outro argumento de Kalil foi em relação à CBTU. Segundo o administrador, a companhia também não teria autonomia para realizar a mudança no horário de funcionamento do metrô, devido à dependência de recursos federais para manter o funcionamento do sistema metroviário. Em março, os vereadores derrubaram o veto. Eles alegaram, no plenário da Câmara que a ampliação do horário de funcionamento das atividades no metrô representaria melhorias nas condições no transporte público de BH, além de favorecer os usuários que precisam se deslocar pela cidade no período noturno.

Justiça

Diante da situação, a CBTU entrou na Justiça para barrar a lei 11.031/17, alegando, entre outros motivos, foi a usurpação de competência, por parte do município de Belo Horizonte, para legislar sobre assunto relativo a transporte intermunicipal. Em maio, o juiz Rinaldo Kennedy Silva, da 2ª Vara de Feitos da Fazenda Pública Municipal da Comarca de Belo Horizonte, concedeu liminar à Companhia suspendendo o cumprimento da norma.

Redação: 3481-7413 / 99526-7836 / 98587-0116 Impressão: "Sempre Serviços Gráficos" - Diagramação: 99567-6755 E-mail: jornalsin@gmail.com jornaiss40@gmail.com Nota importante: Os diretores, conselheiros e colaboradores da UPMSI, nada recebem por seu trabalho, feito com espírito de colaboração. Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores, não representam necessariamente a opinião do Jornal. U NI Ã O P R Ó - M E LHO RAMEN TO S D E SAN TA IN Ê S

• DIRETORIA

Presidente - Antônio Onofre Fontes Vice Presid. - Humberto Morais Castro Dir. Admin. - Paulo Cezar dos Santos Dir. Financeiro - Roberto Márcio Soares Diretor de Esportes e Eventos - Adilson Roberto Crecci • CONSELHO FISCAL Alder da Silva Borges, Aluísio Nogueira de Almeida, Lélio Luiz Tavares e Rogério Rezende • CONSELHO CONSULTIVO Edison Nascimento Silva, Gilson de

Almeida Vilela, Geraldino Teleste da Silveira, Davidson Fontes Guimarães e Paulo Cezar dos Santos • CONSELHO SUPERIOR Armindo Vale Pires, Deli José de Rezende, Helvécio Camargos de Aguiar, José Ronaldo Moreira, Paulo José Borges, Waldemar Silva, Wilson Miguel da Silv a , J o s é R a y m u n d o To r r e s , N e s t o r Eustáquio da Cruz, Manuel Divino Lopes, Umberto Veloso da Silva e Norma Maria da Silva

UPMSI - Rua Carmésia, 400 - Santa Inês Razão Social: Daniel Antônio da Cunha Fontes CNPJ: 18.175.278/0001-65 Endereço: Rua Caiana, 105 - Santa Inês Distribuído gratuitamente nos comércios, residências e em Bancas de Revistas da região de Santa Inês e bairros adjacentes.

2

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

“Deus seja louvado”

SETEMBRO DE 2017


COMUNIDADE

POLÍCIA MILITAR LANÇA PROJETO SEGURANÇA COMUNITÁRIA EM BELO HORIZONTE Ação visa aproximar o trabalho policial da população por meio de bases móveis e reduzir ainda mais os índices de criminalidade A atuação setorizada da Polícia Militar de Minas Gerais é a mais nova estratégia da instituição para combater e reduzir ainda mais os índices de criminalidade no estado. O projeto Segurança Comunitária foi iniciado em Belo Horizonte e prevê uma maior aproximação do trabalho da PM junto ao cidadão e a comunidade, aumentando a sensação de segurança e o trabalho de patrulhamento da cidade. Todo o trabalho soma-se ao serviço de radiopatrulhamento já realizado na capital. Com a divisão dos setores, a cada quatro quilômetros haverá uma base comunitária da PM. Cada uma delas, é constituída por uma van, equipada com câmeras de videomonitoramento, rádios digitais e equipamentos de segurança.Essas bases ocuparão 86 pontos selecionados estrategicamente.

Solenidade no dia da entrega das Bases Comunitárias no Palácio do Governo

MAIS SEGURANÇA NA NOSSA COMUNIDADE

Base Comunitária instalada na Rua Porto Seguro, esquina com Rua Modestino Gonçalves - Nova Vista

Desde o dia 28 de agosto, a Polícia Militar de Minas Gerais implantou nos bairros Nova Vista e Santa Inês a Base Móvel de atendimento à comunidade, atendendo ocorrências policiais. Vinculada à 23ª Cia, da rua Conceição do Pará, a Base é coordenada por um tenente, com apoio de motoqueiros e viaturas. O veículo é equipado com notebooks, câmeras e smartfones . No Nova Vista a instalação foi feita na Rua Porto Seguro, esquina com Modestino Gonçalves e no Santa Inês na Praça Coronel Assis Duarte, além da unidade do bairro São Geraldo que foi reativada. Foram implantados 86 bases na capital. "O atendimento à esta demanda nos deixa muito feliz, já que esta é uma antiga reivindicação dos moradores, da Aprome e da UPMSI, em virtude do aumento da violência na região nos últimos anos", disse Irma Isabel de Moura, presidente da Associação Pró-Melhoramentos do Bairro Boa Vista e Adjacências que acrescentou ainda que as câmeras do Olho Vivo, conquistadas por meio do Orçamento Participativo Digital já estão funcionando e sendo monitoradas pela Polícia Militar. Irma Isabel de Moura

Base Comunitária instalada na Praça Coronel Assis Duarte, Av. Vicente Risola com Rua Mantiqueira - Santa Inês

CONSULTORA JEQUITI

Tel: 031 99991-4487 Neide Maria

INSTITUTO EDUCACIONAL CANTINHO ENCANTADO EDUCAR É UM ATO DE AMOR

Colônia de Férias: Dezembro / Janeiro / Julho

Venham nos visitar e comprove!!! • • • • • • • • • • • • • • SETEMBRO DE 2017

• Bolsa Educa mais Brasil Assistência Pedagógica e Psicológica • Pintura em Lona Professoras Especializadas • Sábado Alegre Aula de Ballet e Capoeira • Aceitamos Alunos por Diária Excelente Espaço Físico • Horários Especiais Aula de Informática Sala de TV (SKY) Aqui seu Aula de Teclado filho Horário de Funcionamento: Brinquedoteca aprende 7:00 às 19:00hs. Aula de Inglês brincando! Vagas: Berçário, Maternal I, II, III Musicalização 1º, 2º Período e 1ª série Sala Lúdica Circuito Interno Tel.: 3486-4088 Esquema Corporal Chuveirão Av. Vicente Risola, 1305 - Santa Inês

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

3


COMUNIDADE

ESCOLA ESTADUAL MARECHAL DEODORO DA FONSECA A Escola Estadual Marechal Deodoro da Fonseca, como estouros de pipocas e folguedos de crianças, fez esquentar o mês de julho com suas realizações, além dos excelentes resultados pedagógicos. A tradicional festa junina foi um verdadeiro sucesso por parte de todos: gestores, equipe pedagógica, administrativa, alunos e pais. Os alunos demonstraram que não só dentro da sala de aula são sucesso, mas fora dela também! Foram apresentadas várias danças por todas as turmas do 1º ao 5º ano, e abrilhantadas pelos pais, comunidade e toda escola. Foram servidas comidas típicas onde puderam saborear as culinárias juninas, como: canjicas, caldos, churrascos, hot dog, doces e uma infinidade de guloseimas e brincadeiras para que todos se sentissem bem recepcionados e servidos... Foi surpreendente o resultado deste evento. Houve a premiação do Rei do Amendoim e da Rainha da Pipoca que só foi sucesso... A felicidade estava estampada em todos os rostos... foi sorteado também entre os alunos um celular de última geração. A alegria se fez contagiar através dos sorrisos abertos e sinceros. Como disse William Shakespeare: “é mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que com a ponta da espada”. E assim aconteceu o grande e tradicional “Arraial da Marechal”. Os alunos do 5º ano tiveram a tão esperada formatura do “PROERD” realizada no dia 11/07 que contou com a presença dos pais que puderam assistir as apresentações de seus filhos e a entrega dos diplomas. O momento foi solene e representativo, deixando um legado valiosíssimo aos alunos, fazendoos conscientes que não se deve fazer da vida uma pequena passagem, mas sim, fazê-la valer a pena não entrando no mundo das drogas. O professor Adriano fez um excelente trabalho junto aos gestores, professores, alunos e pais. No dia 12/07, os gestores, equipe pedagógica, administrativa, junto com o Instituto Gil Nogueira, enriqueceram ainda mais os trabalhos realizados por todos com o “Projeto Ler é Viver”. Os alunos foram agraciados com vários prêmios, além de medalhas, pelo excelente trabalho disponibilizado por todos e comemorado com magnificência. Em 15/07 aconteceu a confraternização que os gestores proporcionaram à todos, e que foi celebrada com uma quadrilha e um delicioso almoço por eles, servido. A união, o brilhantismo e a responsabilidade dos que compõem esta entidade é que fez com que tudo fosse realmente válido... sabendo-se que: “O importante na escola não é só estudar, é também criar laços de amizade e convivência” (Paulo Freire). A escola Marechal estará de recesso do dia 17/07 ao dia 3O/07, retornando em 31/07 normalmente. Redação: Walmíria Sebastiana de Assis Romero Diretor: Lauro Wasington Maciel Vice: Marta Nassif Gregório Pídner

4

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

SETEMBRO DE 2017


COMUNIDADE

O QUE É O PROERD No dia 11/07 a 23ª Cia do 16º BPM realizou a formatura do PROERD, na Igreja Pública Presbiteriana do Palmares, onde foram formados 500 alunos. Coordenação: Comandante da 23ª Cia Major Alex Silva, Sgt Adriano, Cb Diniz e Sd José O Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) consiste num esforço cooperativo estabelecido entre a Polícia Militar, a Escola e a Família, tendo como missão e visão: Missão: ensinar aos estudantes boas estratégias de tomada de decisão para ajudá-los a desenvolver habilidades que os permitam conduzir suas vidas de maneira segura e saudável. Visão: construir um mundo no qual os jovens de todos os lugares estejam capacitados para respeitar os outros e para escolherem conduzir suas vidas livre do abuso de drogas, da violência e de outros comportamentos perigosos.

Os objetivos específicos do programa incluem:

Desenvolver nos jovens estudantes habilidades que lhes permitam evitar influências negativas em questões afetas às drogas e violência, promovendo os fatores de proteção. Estabelecer relações positivas entre alunos e policiais militares, professores, pais, responsáveis legais e outros líderes da comunidade escolar. Permitir aos estudantes enxergarem os policiais militares como servidores, transcendendo a atividade de policiamento tradicional e estabelecendo um relacionamento fundamentado na confiança e humanização. Estabelecer uma linha de comunicação entre a Polícia Militar e os jovens estudantes. Abrir um diálogo permanente entre a "Escola, a Polícia Militar e a Família", para discutir questões correlatas à formação cidadã de crianças e adolescentes.

FÍGADO ACEBOLADO ESPAGUETE NA CHAPA • LOMBO NA CHAPA • PEIXE FRITO • LINGUIÇA FRITA

• •

PASTÉIS FRITOS NA HORA • PIZZAS • ESPETOS • CREPES • OMELETES

LIGUE E CONFIRME O PRATO DO DIA SEXTA-FEIRA: DOBRADINHA COM FEIJÃO BRANCO SÁBADO: A MELHOR FEIJOADA DA REGIÃO LIGUE E RESERVE SUA FEIJOADA

SETEMBRO DE 2017

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

5


ESTÉTICA

Método de Emagrecimento 5S – RECEITA DA NUTRI Não precisa ser italiano para gostar de uma boa massa. No Brasil, as pessoas simplesmente amam um espaguete carregado de molho e queijo ralado, à moda italiana. Se a massa for caseira então, melhor ainda! Realmente é um prato delicioso e apreciado em muitos países. Entretanto, se você está em uma dieta do 5S, em que não é possível consumir massas e outros alimentos ricos em carboidratos, você deve evitá-las. * Viviane Gonçalves Soares Teixeira Porém, existem alternativas deliciosas, como o espaguete de abobrinha. Trata-se de uma forma de consumir o prato numa versão fit e nutritiva. No lugar da massa é servida abobrinha cortado em tiras finas, à julienne e com algum molho da sua preferência. Fica muito saudável e delicioso! Acompanhe e prepare sua receita de espaguete de abobrinha! • 2 abobrinhas italianas médias • 2 dentes de alho fatiados • cebola picadinha • 10 folhas de manjericão • 1 pitada de ervas desidratadas • Tempero verde a gosto • Sal Rosa a gosto, mas sem abusar MODO DE PREPARO: Com o auxílio de uma faca, fatie as abobrinhas em laminas finas, no sentido do comprimento e corte cada fatia em tiras bem finas, como um espaguete. Coloque-as aos poucos em água fervente com sal e cozinhe rapidamente (cerca de 1 minuto) apenas para que amoleça levemente. Escorra, transfira para água gelada (para interromper o cozimento) e reserve. Em uma frigideira grande aqueça o e refogue o alho e a cebola, pingando água. Junte o manjericão, as ervas e as abobrinhas reservadas e misture delicadamente, para incorporar o tempero e não partir as tiras . Dica: Se desejar faça as tiras de abobrinha usando um ralador de legumes, passando-as no ralo grosso no sentido do comprimento.

MOLHO A BOLONHESA CASEIRA • 5 tomates italianos bem maduros; • 1/2 kg de Carne moída magra • 1 dente de alho amassado; • 1 cebola pequena picada em pequenos pedaços; • Sal do himalaia / Pimenta do reino a gosto. Modo de preparo Molho: Lave bem os tomates, corte-os em pedaços e leve ao liquidificador para obter um molho espesso e diluir todos os pedaços. Com ou sem as sementes. Na panela, refogue a cebola e o alho até dourar, adicione um pouco do sal e então coloque o molho de tomate. Adicione a pimenta do reino, lembrando de moer na hora. Misture bem em fogo baixo e deixe meio tampado até que comece a borbulhar um pouco. Se quiser um molho mais líquido, adicione água aos poucos. Reserve MODO DE PREPARO CARNE: Na panela, refogue a cebola e o alho até dourar, adicione um pouco do sal. Adicione a carne e vá adicionando água até cozinhar. Por: Luciana Amaral Praxedes

RECEITA: Livro de Receitas Método de Emagrecimento 5s Vol. I RENDIMENTO: 03 pessoas Existem várias receitas criativas no Livro de Receitas do Método 5s como esta acima, os paciente não precisam ficar receosos. Opções saudáveis de alimentos nem sempre são sinônimo de muito trabalho na cozinha. Com um pouco de planejamento e criatividade é possível preparar refeições saborosas, saudáveis e nutritivas. Faça nos uma visita, mande sua dúvida vicorpelle@gmail.com e no Facebook e Insta tenha acesso a todas as nossas novidades!!! 30320-0051 3082-3067 / 97555-1414 *Nutricionista CRN 13100 - Esteticista Facial/Corporal e Auriculoterapeuta Terapeuta Ortomolecular - Vi Corpelle Nutrição e Estética

TRATAMENTO OSTEÓFITOS NA COLUNA VERTEBRAL Os osteófitos ou doença osteofitose, são mais conhecidos como bico de papagaio, ocorre com a calcificação dos ligamentos e cartilagens que envolvem as vértebras e estabiliza a estrutura desgastada. É uma reação do próprio organismo para ter o equilíbrio e sustentação do corpo. A doença atinge mais a região lombar, porém pode-se dar em outras partes da coluna vertebral. Os osteófitos atingem mais as pessoas acima de 50 anos e gera muita dor que pode ser amenizada com o devido tratamento. Os osteófitos aparecem com maior frequência nos calcanhares, nas bordas das vértebras, geralmente na altura dos discos intervertebrais da região do pescoço, coluna torácica e lombar, porém, qualquer articulação do corpo pode ser afetada. Como que ocorre o osteófito ou bico de papagaio na coluna vertebral! Se manifesta quando os ligamentos e as cartilagens que envolvem as vértebras se calcificam, como forma de estabilizar a estrutura desgastada. O problema tem maior incidência na região lombar, mas pode atingir outras partes da coluna. As dores são causadas pela própria rigidez da coluna, na qual as vértebras afetadas pressionam nervos e músculos. O desgaste não tem reversão e é progressivo, porém na maior parte dos casos são leves e têm fácil controle. Fatores que podem contribuir para a ocorrência de osteofitos: • Má postura; • Hereditariedade; • Sedentarismo; • Fraturas; • Doenças Reumática; • Obesidade. Diagnostico para Osteófito: • Exame clinico; • Raio X; • Ressonância Magnética. Tratamento para o Osteófito : Conservador ou Cirurgico.A fisioterapia tem como objetivo no tratamento do osteófito o alivio da dor, fortalecimento muscular e orientações quanto a postura correta. A fisioterapia pode contribuir no tratamento conservador e cirúrgico do osteófito. Na fase aguda do osteófito o

tratamento deve ter como foco repouso medidas antiflamatórias, com uso eletroestimulação (Tens e Ultrassom), CRIOTERAPIA (uso de gelo) e Termoterapia (quente). Na fase pos-aguda podem ser realizados exercícios de fortalecimentomuscular da musculatura paravertebral, alongamentos e ganho de ADM com cinesioterapia. Na fase tardia o * Edna Lourenço de Souza tratamento fisioterapeutico ser com foco no fortalecimento muscular de MMII (Membros Inferiores) com uso de caneleiras e para o tronco e a musculatura de paravertebral uso do Método Mackenzie. Prevenção para evitar o osteófito: A melhor alternativa para a prevenção do osteófito continua sendo a prevenção, o quanto antes incorporar novos hábitos, menores serão as chances de ocorrer um osteófito futuramente. • Manter uma boa postura como por exemplo; Em pé é necessário que o pescoço, ombros, coluna lombar, pélvis e quadril estejam todos alinhados. Sentado, o quadril suporta o peso do corpo e os pés devem estar totalmente apoiados no chão e a coluna deve receber todo suporte do encosto da cadeira. • Dormir adequadamente; O ideal é dormir de lado, com um travesseiro que tenha a altura exata entre o ombro e o pescoço. Colocar um pequeno travesseiro entre as pernas ligeiramente flexionadas também é aconselhável para que o repouso seja restaurador; • Usar calçados adequados; • Praticar exercícios regularmente. Desejo a todos um ótimo mês!!! Mandem suas sugestões para clinicaclimarg@gmail.com. * Fisioterapeuta CREFITO 4/164.689F - CENTRO FISIOTERAPICO CLIMARG LTDA

AV. CONTAGEM, 815B, SANTA INÊS - BH

6

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

3082.3067 3032.0051 SETEMBRO DE 2017


SAÚDE

DOENÇAS CAUSADAS PELO TEMPO SECO: COMO PREVENIR E TRATAR Baixa umidade do ar aumenta incidência de doenças respiratórias e de infecções virais e bacterianas Os meses do inverno têm tempo seco em grande parte do território brasileiro. Quando a umidade do ar cai para menos de 30% (o índice ideal, de acordo com a Organização Mundial da Saúde é de 60%), aumenta a incidência de problemas como alergias respiratórias e viroses. O maior malefício da baixa umidade do ar é a desidratação das células, principalmente da pele e das mucosas. Narinas e olhos ressecados, cansaço e dor de cabeça são sintomas que podem aparecer quando faltam água e sais minerais no organismo. Com o tempo seco cresce a prevalência de doenças como rinite e conjuntivite alérgicas, pois os agentes causadores das alergias – como poeira, poluição e pelos de animais – ficam mais tempo suspensos no ar. Quem não se hidrata corretamente também corre risco de contrair viroses e infecções bacterianas. “O vírus e a bactéria se aderem mais facilmente a uma célula ressecada”, explica a alergista e imunologista Alexandra Sayuri Watabe, diretora da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai). Pessoas com problemas respiratórios são as principais afetadas pelo tempo seco. “Na respiração, o organismo precisa de água para umedecer o ar que entra no corpo”, diz o pneumologista Alexandre Kawassaki, do Hospital 9 de Julho, em São Paulo. Sem a umidade, o muco, que ajuda a proteger o organismo de infecções, fica muito espesso e não consegue limpar as vias aéreas adequadamente. Prevenção – Beber pelo menos 2 litros de água por dia, hidratar as narinas com soro fisiológico, pingar colírio nos olhos, espalhar toalhas molhadas e bacias de água pelo quarto são algumas medidas para combater as doenças causadas pelo ar seco. A recomendação é procurar um médico apenas se os sintomas permanecerem por mais de uma semana. “No hospital a pessoa pode se expor a algum vírus mais perigoso”, diz Kawassaki. “O melhor método é fazer a prevenção em casa.” 1. RINITE ALÉRGICA Quando o organismo entra em contato com alérgenos, cria defesas para que eles não cheguem a outras partes do corpo, como o pulmão. Espirros e coriza, por exemplo, são maneiras de eliminar esses agentes. "No tempo seco, há mais substâncias tóxicas e micropartículas de poeiras suspensas no ar. Isso irrita a mucosa nasal e pode causar a rinite alérgica", explica Alberto Coimbra, pneumologista e membro da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT). Um umidificador de ar pode amenizar o problema. Se usado 24 horas por dia, no entanto, o aparelho pode causar um excesso de umidade no ambiente e provocar o aparecimento bolor e mofo, que desencadeiam alergias. "O ideal é utilizá-lo apenas na hora de dormir, por exemplo", afirma o pneumologista Alexandre Kawassaki, do Hospital 9 de Julho, em São Paulo. 2. ASMA Uma das funções do nariz é umedecer o ar que entra nos pulmões. Pessoas asmáticas têm mais dificuldade para respirar por causa do estreitamento dos

bronquíolos, que são os canais que permitem a passagem do ar no pulmão. "A falta de umidade resseca a mucosa dos bronquíolos. Os canais se contraem ou produzem muco, dificultando a respiração", diz Alexandre Kawassaki. Hidratação é a palavra-chave para os asmáticos — beber pelo menos 2 litros de água e espirrar soro três vezes por dia nas narinas ajuda a umidificar o ar que chega aos pulmões. 3. DERMATITE Coceira e vermelhidão na pele podem ser sinais de dermatite, uma inflamação ocasionada por substâncias irritantes como pólen. No tempo seco, a maior concentração de agentes alérgenos no ar eleva o risco de contato do organismo com esses elementos. Além disso, a pele desidratada perde a sua camada de gordura, uma barreira contra agressores externos. "Usar hidratantes ajuda a evitar dermatites, pois esses produtos possuem substâncias que retêm água na pele", afirma a alergista e imunologista Alexandra Sayuri Watabe, diretora da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI). Diminuir a temperatura do chuveiro também protege contra o ressecamento. 4. FARINGITE Com o tempo seco, não são apenas a poeira e a poluição que ficam suspensas no ar — vírus e bactérias também. Gripes, resfriados e faringite, uma inflamação na faringe, são mais incidentes quando a umidade do ar está baixa. Segundo Alexandre Kawassaki, o muco mais espesso também contribui para a proliferação desses micro-organismos. "Quando o ar está úmido, o muco fica líquido e é expelido com facilidade. Já o ar seco deixa o muco mais espesso, de modo que bactérias e vírus permanecem mais tempo no organismo e podem se proliferar", explica. Beber no mínimo 2 litros de água e consumir frutas ricas em água, como melão e melancia, ajudam a manter as células hidratadas. 5. CONJUNTIVITE ALÉRGICA No tempo seco, há mais probabilidade de agentes alérgenos entrarem em contato com os olhos e causarem conjuntivite alérgica. Coceira, dor, vermelhidão e aumento de secreção lacrimal são alguns sintomas da doença. Para evitar o problema, a recomendação é pingar colírios que imitem lágrimas. Antes de escolher uma marca, é importante consultar o médico, pois alguns colírios possuem corticoide, medicamento que pode danificar os olhos se usado indevidamente. 6. SINUSITE No tempo seco, as membranas que revestem os seios nasais não conseguem drenar perfeitamente o muco, que se torna mais espesso pela falta de umidade. Como o ar não circula adequadamente, vírus e bactérias se reproduzem com facilidade e favorecem a sinusite, que se caracteriza como uma inflamação nos seios da face. Seus sintomas são dor de cabeça, coriza e incômodo na região abaixo dos olhos. Colocar um balde de água ou uma toalha molhada no quarto pode ajudar a elevar a umidade do ar e diminuir o risco de a sinusite se manifestar. Fontes: Alexandra Sayuri Watabe, alergista, imunologista e diretora da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai); Alexandre Kawassaki, pneumologista do Hospital 9 de Julho, em São Paulo; Alberto Coimbra, pneumologista e membro da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT).

OS TRÊS PILARES PARA A LONGEVIDADE, SAÚDE E EQUILÍBRIO O cardiologista Dr Marcelo Bertolami ajuda a entender quais atitudes tomar para manter um estilo de vida equilibrado Para ter melhor qualidade de vida é preciso aliar alimentação equilibrada a exercícios físicos, certo? Sim. Mas, além disso, outro fator fundamental para um estilo de vida saudável às vezes é esquecido: uma boa noite de sono. Segundo estudo¹divulgado, “a privação parcial do sono causa mudanças significativas em dois importantes mecanismos de regulação da função cardiovascular, que têm grande impacto no desenvolvimento de doenças do coração”. Quem dorme menos que 5 horas por dia tem um risco maior de apresentar algum problema relacionado ao órgão, segundo o estudo. Para o cardiologista Marcelo Bertolami, do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, os chamados “Pilares da Longevidade” devem fazer parte da rotina de todos. “Praticar esporte, se exercitar, ter uma alimentação equilibrada e dormir a quantidade certa para o seu organismo é indispensável para quem busca melhorar a qualidade de vida”. A alimentação equilibrada fornece ao corpo os nutrientes importantes para o melhor desempenho nos exercícios físicos. E além disso, o descanso adequado também deve ser considerado para o bem estar individual: “Muitas pessoas passam diariamente por situações estressantes e não percebem. Preocupações diárias com problemas pessoais, excesso de trabalho e outras causas podem desencadear reações no organismo. Sem dúvida, é muito importante descansar bem à noite para a mente estar boa no dia seguinte”, completou. Por isso, concentre-se em melhorar cada um destes três pilares e anote as dicas do Dr Marcelo Bertolami, assim você estará um passo a frente para desfrutar de um estilo de vida saudável! EXERCITE-SE! O sedentarismo tem sido considerado um grande problema de saúde pública por também poder ter implicações na saúde do coração. SETEMBRO DE 2017

Portanto, pratique exercícios físicos! O que inclui andar na rua, subir escada, fazer trabalhos físicos domésticos, fazer práticas físicas de lazer. Lembre-se: procure sempre a orientação de um profissional especializado. DURMA BEM! É cada vez mais comum em nossa sociedade pessoas se privarem parcialmente do sono durante a semana, tentando recuperá-lo nos fins de semana. Essa prática pode fazer mal à saúde, causando irritabilidade e dificuldade de concentração. Por isso, para que seu dia seja mais produtivo, você precisa de uma quantidade adequada de sono. Uma noite mal dormida pode afetar negativamente a sua saúde e atrapalhar a busca por um estilo de vida saudável. FOCO NA ALIMENTAÇÃO! Uma alimentação balanceada traz diversos benefícios para a saúde. Aumentar a variedade de frutas, verduras e legumes nas refeições ajuda a sair da monotonia e deixa qualquer prato mais colorido e nutritivo. Por fim, não é preciso restringir nenhum tipo de alimento do dia a dia, inclusive as gorduras! Com moderação, as gorduras boas exercem um papel importante na saúde, inclusive na saúde do coração! Elas estão presentes em peixes, castanhas, além de óleos vegetais e produtos feitos à base deles. Para quem tem colesterol elevado, o consumo de fitoesteróis, presentes em alguns cremes vegetais, também pode ser uma estratégia para manter o colesterol dentro dos parâmetros adequados, por meio da alimentação. Referência: DETTONI, Josilene Lopes. Efeitos da privação parcial do sono no endotélio venoso e no controle autonômico em voluntários saudáveis.

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

7


FIQUE POR DENTRO

REFORMA DO ENSINO MÉDIO Os principais pontos da reforma: A maior novidade é a flexibilização das disciplinas, que permitirá aos alunos compor 40% de sua grade com um currículo complementar. O aluno terá algumas disciplinas obrigatórias, como Português e Matemática, e terá de escolher um dos cinco itinerários formativos: Linguagens e suas tecnologias, Matemática e suas tecnologias, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Ciências da Natureza e suas tecnologias e Formação Técnica e Profissional. Além das cinco opções previstas na lei, os Estados terão a opção de criar "itinerários integrados" que combinem matérias de diferentes percursos. As escolas, no entanto, só são obrigadas a oferecer um itinerário. Fica a critério de cada colégio ofertar uma ou mais opções de percurso. A carga horária obrigatória vai aumentar de 800 horas para 1,4 mil horas por ano, e o governo federal passará a estimular o ensino integral. O ensino de Língua Portuguesa e Matemática será obrigatório nos três anos do ensino médio. As disciplinas de Artes, Educação Física, Filosofia, Sociologia e Inglês também serão obrigatórias para todos os alunos, mas a lei não diz qual será a carga horária mínima, nem em quais anos elas devem ser oferecidas. Essa decisão deve ficar a critério de cada Estado e escola. A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) vai definir os conteúdos obrigatórios de História, Geografia, Biologia, Química e Física. Aulas dessas disciplinas também devem fazer parte dos itinerários formativos de Ciências Humanas e da Natureza, por exemplo, que serão opcionais. A lei também incentiva que as escolas ofereçam aulas de outros idiomas estrangeiros além do Inglês, com destaque para o Espanhol.

Tempo integral

Outro objetivo da reforma é incentivar o aumento da carga horária para cumprir a meta 6 do Plano Nacional de Educação (PNE), que prevê que, até 2024, 50% das escolas e 25% das matrículas na educação básica (incluindo os ensinos infantil, fundamental e médio) estejam no ensino de tempo integral. No ensino médio, a carga deve agora ser ampliada progressivamente até atingir 1,4 mil horas anuais. Atualmente, o total é de 800 horas por ano, de acordo com o MEC. No texto final, os senadores incluíram uma meta intermediária: no prazo máximo de cinco anos, todas as escolas de ensino médio do Brasil devem ter carga horária anual de pelo menos mil horas. Não há previsão de sanções para gestores que não cumprirem a meta.

O QUE É COWORKING? Tudo começou em 2005, em São Francisco, com Bred Neuberg. Ele herdou o termo já criado e 1999 por um designer de games, o Bernie. O designer criou a expressão para descrever algo como “extensão do trabalho no ambiente online”. Anos depois, Neuberg, junto com mais dois empreendedores criaram a “Hat Factory”, explicando a sua existência como coworking. O conceito já não se encaixava tão bem com a realidade do espaço, então a adaptação foi feita para: espaço físico colaborativo. O termo precisou ser adequado exatamente porque os empreendedores saíram do mundo virtual e passaram para o espaço físico. A ideia embrionária era realmente abrir as portas para outras pessoas que precisavam de um lugar para trabalhar. E muito mais do que isso, eles estavam afim de interação e compartilhamento de experiências. Esse modelo deu super certo na época e não para de expandir! Com isso, surgiu o termo coworking que conhecemos hoje. Ele define um ambiente de trabalho onde várias pessoas, que podem ser de diversas áreas de atuação, trabalham e compartilham suas ideias. Muito mais do que interação presencial, o compartilhamento é parte fundamental nesses ambientes.

Como funciona?

Uma das ideias do coworking é a otimização de espaço. Então não importa se você é uma empresa ou freelancer, se você precisa ocupar uma estação inteira de trabalho ou apenas uma sala de reuniões, o coworking é para você. Você pode pagar uma mensalidade ou então, apenas o tempo que utiliza o espaço. É assim, bem flexível! Dentro do escritório você tem a oportunidade de se relacionar com outros profissionais. Seja ele um empreendedor que está fundando sua startup ou está com uma ideia embrionário. Ou até mesmo com grande experiência de mercado. E lá, você terá a chance de fazer networking, compartilhar suas ideias e também ouvir o que outras pessoas tem a dizer. Como funciona? É só estar disposto! Os espaços servem também para você se reunir com clientes, com salas privativas e espaços descontraídos. E a reunião vale também para a equipe, já que coworkings investem em espaços inspiradores, o que chama muita atenção dos empreendedores.

Quais as vantagens?

Reforma do ensino médio deve levar mais de 3 anos para iniciar implantação Definição sobre itinerários opcionais depende da análise de conselhos estaduais e nacional sobre currículo

Anunciada em setembro e sancionada na forma de medida provisória (MP) em fevereiro, a reforma do ensino médio deve levar alguns anos para entrar totalmente em vigor. A implementação total da lei ainda depende da aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e da análise de conselhos estaduais de educação, que devem adaptar a lei às realidades locais. Esta é considerada a maior mudança na educação brasileira dos últimos 20 anos. O aumento da carga horária é o único ponto da reforma que já tem prazo para ser cumprido. As escolas terão até 2022 para oferecer, no mínimo, mil horas de aula por ano. Os outros prazos para a implementação da lei passam a ser contados apenas a partir da aprovação da BNCC. Segundo o Ministério da Educação (MEC), não há previsão oficial para o início das matrículas no novo formato. A equipe do ministério trabalha com os prazos previstos para a entrega e homologação da BNCC. Caso sejam cumpridos, o processo de implementação deve ter início em 2020. A data de início das aulas com o novo currículo vai depender do cronograma de cada Estado, segundo o MEC. Segundo a previsão de especialistas, na melhor das hipóteses, a implementação da reforma deve seguir o calendário abaixo: Final de 2017 – Previsão do MEC divulgar a proposta da BNCC para o ensino médio. Final de 2018 – Previsão de CNE para terminar a análise da BNCC e remeter ao MEC para homologação, caso a proposta seja entregue no prazo previsto. Final de 2019 – Conselhos Estaduais de Educação terão um ano, após a publicação da BNCC, para definir diretrizes e apresentar um cronograma de implementação da reforma. 2020 – Começam a valer os cronogramas de preparação dos Estados para a reforma. Início de 2021 – Vence o prazo de preparação dos professores para a reforma, caso a BNCC seja entregue de acordo com a previsão. Primeiras turmas de ensino médio com a BNCC são matriculadas.

8

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

Em um coworking você encontra estrutura bem planejada e pensada para o trabalho autônomo e coletivo. Tem a oportunidade de manter e aumentar o networking com pessoas de diversas áreas e estilos. Pode aumentar a sua produtividade, já que os ambientes e as trocas feitas no espaço são propícios para isso. E tudo isso de maneira mais sustentável e econômica! Além dos espaços individuais, os coworkings disponibilizam também salas privativas e infraestrutura adequada para o seu trabalho ou para que você receba seus clientes. Além da ajuda com os recados, seja por um serviço do próprio espaço ou um escritório virtual, onde a gestão das ligações e correspondências deixam de ser uma preocupação sua. O suporte é total. Dentro de uma coworking você pode encontrar diversas oportunidades de encontrar um cliente, seu futuro sócio ou até mesmo o job dos sonhos. Para isso basta que você se esforce para interagir com as pessoas. Isso vai depender um pouco além do que o do seu trabalho diário, mas o de se relacionar com as pessoas. Mas se fizer bem feito, colherá bons frutos, acredite. Se misture com as pessoas, participe dos eventos do espaço, dê uma volta para falar sobre outras coisas. Faça cursos, faça uma pausa para um café, não deixe de curtir o happy hour. Fale com as pessoas sobre o seu projeto, ouça o que elas têm a dizer, seja aberto. Faça e mantenha relações no ambiente de trabalho. Isso fará com que as pessoas te conheçam e saibam do seu trabalho. Nada melhor do que uma boa vitrine, não é mesmo? Para que você consiga interagir e ser altamente produtivo, fuja do isolamento do home office. Mas fuja também das grandes distrações que ele pode oferecer. É bem difícil que as pessoas entendam que você não está disponível só porque está trabalhando em casa. É complicado também, às vezes, o nosso cérebro perceber isso. Muitas vezes quando estamos em casa, por exemplo, nos pegamos pensando nas tarefas domésticas. Nos coworkings você não tem esse problema. E já que falamos também sobre produtividade, nos escritórios compartilhados, vai ser quase impossível você não ser. É claro que todo ambiente tem algumas distrações e todos eles vão te exigir disciplina. Mas nesses espaços é bem mais fácil manter uma rotina e ter sempre em mente seus objetivos. Procure em um coworking inspiração para trabalhar, pessoas com quem você possa dividir dificuldades e mantenha o foco! Além das inúmeras possibilidades de conexões e estrutura, o coworking tem uma grande vantagem em relação aos escritórios convencionais: o preço. Ter um escritório próprio é muito caro. E dependendo do quanto a sua empresa fatura fica completamente inviável escolher essa opção. Você gasta com móveis, limpeza, aluguel, energia, secretárias e assim vai. E faz muito mais sentido investir esse dinheiro na própria empresa, não acha?

Ufa! Agora a última palavra

O que você precisa realmente entender, além das inúmeras vantagens já citadas, é que coworkings são mais do que espaços bem estruturados. Podemos concluir que coworking são um movimento de pessoas, empresas e comunidades que trabalham e desenvolvem seus negócios e buscam um crescimento acelerado e colaborativo. Se você acredita nesses pilares, comece já a procura de um coworking ideal para você! SETEMBRO DE 2017


VETERINÁRIO

• BANHO E TOSA

• ACESSÓRIOS E RAÇÕES

Aceitamos os cartões

Buscamos e levamos

Av. Contagem, 410 - Loja 11/12 - Santa Inês / Boa Vista

3481-9798

• Rações em geral para cães, gatos, coelhos, tartarugas, peixes e pássaros (Foster, Pedigree, Pitty, Kanina, Quatree, Pop Dog etc...) • Alpiste, painço, aveia, milho, canjiquinha, girassol, etc... • Produtos de limpeza, cloro, desinfetante, cera líquida, pasta brilho, vassouras, etc... • Produtos para jardinagens, xaxins, vasos, adubos, terra, gaiolas, etc.

3088-6385 / 99602-1616 Rua Minduri, 315 - Bairro Santa Inês

CENTRO AUTOMOTIVO SANTA INÊS

3486-5088 3488-8591 Auto Peças Troca de Óleo Reg. de Motor Diag. de Injeção Limpeza de Bicos

Alinhamento Balanceamento Suspensão Escapamento Freio

UMA VIAGEM TRANQUILA PEDE UMA BOA REVISÃO

A V . C ONTAGEM , 1386 - S ANTA I NÊS (A O

LADO DO

P OSTO A NA L ÚCIA )

Aluguel de Material, Salão e Sítio para Festas MarceloFestas to orçamen Cobrimos enor preço! om Temos

ALUGUEL DE MESA 99953-3668 Néia

www.harmoniafesta.com.br Rua Pitt, 266 - Cidade Nova - (31) 3486-9429 Rua Três Bicas, 41 - Santa Inês - (31) 3488-7768 harmoniadafesta@gmail.com

LOTES & CHÁCARAS MORADIA, CAMPO, PESCA E PRAIA GRANDE BH, LAGOA SANTA, SERRA DO CIPÓ, CANTO DA SIRIEMA, ESCARPAS DO LAGO, 3 MARIAS, IGARAPÉ, PORTO SEGURO E OUTROS

9 9912-4030 FINANC. PRÓPRIO: S/ CONSULTAS EM ATÉ 200 MESES TODOS COM: ÁGUA, LUZ, ASFALTO NA PORTA E DOCUMENTADOS

CLINICA COM AR CONDICIONADO

São 61 sabores de pizzas entre tradicionais, especiais, doces e fit. Além de massas: Calzones, Lazanhas, Espaguetes e Nhoques

Na compra de

pmiranda.gvu@gmail.com

ACUPUNTURA

Sua pizza feita no forno a lenha!

1 Pizza Gigante GRÁTIS Refrigerante

(31) 3485-9405 / 3991-9660 99124-1365 Aceitamos cartões Débito e Crédito

Guaraná Antártica 1,5 lts Válida para as pizzas do nº 01 ao nº43

RPG

MESOTERAPIA PARA GORDURA LOCALIZADA (Lipo Enzimática)

São aplicadas inúmeras micro injeções de ativos direto na gordurinha localizada. A mesoterapia é mais segura e mais barata que uma cirurgia de Lipoaspiração e pode ser considerada como uma alternativa não cirúrgica para quem deseja reduzir a gordurinha localizada. Rua Vicente Risola, 811 - Santa Inês (Quase em frente a padaria Center Pão) SETEMBRO DE 2017

Rua Minduri, 508, Santa Inês caiorenatoa@hotmail.com (Ana Cláudia) (Meg)

@caiohairmakeup 313486-3297

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

9


10

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

SETEMBRO DE 2017


SETEMBRO DE 2017

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

11


NOTÍCIAS DA

NOTÍCIAS DO

Textos UPMSI/URC: Carol Lara

VICE-PREFEITO E SECRETÁRIO DE ESPORTES DE BH VISITAM URC E DEBATEM MELHORIAS JUNTO À DIRETORIA UPMSI

Por Carolina Lara

Melhorias para toda a comunidade do Santa Inês. Essa foi a abordagem durante o encontro da Diretoria da associação União Pró-Melhoramentos de Santa Inês (UPMSI) com o Vice-Prefeito Paulo Lamac e o Secretário de Esportes Paulo Roberto de Freitas e demais administradores públicos da regional leste de Belo Horizonte na sexta-feira, dia 11 de agosto. Os administradores públicos visitaram a sede recreativa da UPMSI, o União Recanto Clube (URC), de acordo com o combinado durante a primeira visita realizada pela Diretoria da UPMSI ao gabinete do Vice-Prefeito municipal no primeiro semestre desse ano.

Foto: Carolina Lara

Foto: Carolina Lara

Sr. Manuel expõe uma reportagem do ano de 2003, a qual se refere a uma promessa de solução pela (BHTRANS) em relação ao trânsito na avenida Contagem

relata o presidente. Em seguida expôs uma reportagem do ano de 2003, a qual se refere a uma promessa de solução pela Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTRANS) em relação ao trânsito na avenida Contagem.

Parceria profícua

O presidente do Conselho Superior UPMSI Sr. Manoel Divino e o Diretor ADM. Paulo Cesar se reúnem com o Vice-Prefeito Paulo Lamac pela segunda vez neste ano.

O Diretor Administrativo da UPMSI Paulo Cezar dos Santos expressou a alegria e satisfação em receber a atenção e a visita dos administradores públicos e agradeceu a presença de cada um que é peça de fundamental importância para o desenvolvimento de projetos coletivos em benefício da comunidade da associação e do bairro em geral. Após discurso de boas vindas, Paulo Cezar destacou dois grandes problemas que necessitam intervenção com certa urgência. Um deles se refere à iluminação, antiga reivindicação para melhoria da segurança dos moradores do bairro: “Com o apoio do coordenador geral Sr. Henrique e da Chefe de Gabinete Irma da regional leste, finalmente, iremos ganhar a batalha e conquistar iluminação mais eficiente para todo bairro”. A outra questão se refere ao IPTU no valor de quase 60 mil ao ano que tem sido um grande entrave financeiro para a realização de outras melhorias no clube. Soma-se a isso o fato de que o imposto começou a ser cobrado da associação sem fins lucrativos somente no ano de 2014. Antes disso, o URC era isento desse imposto. “A solução para o reequilíbrio financeiro talvez de fato não seja simplesmente não pagar o imposto, mas acredito que haja soluções inteligentes que podem ser aprimoradas em parceria com a Secretaria de Esportes”, comentou Paulo Cezar. O Sr. Manuel Divino Lopes, hoje Presidente do Conselho Superior da UPMSI, deu sequência aos diálogos relembrando o início da formação da associação há mais de cinco décadas. Relatou também a luta de vários anciões, além dele próprio, da região para construção de uma comunidade segura e solidária. O Sr. Manuel presidiu a UPMSI no último mandato da associação, mas sempre esteve presente e atuante em relação a todas as questões do bairro durante todos esses anos. O Presidente do Conselho Superior da UPMSI reivindicou soluções para o trânsito da avenida Contagem, cujo grau de periculosidade para os pedestres ultrapassou os limites do aceitável: “Muitas pessoas já morreram na avenida por causa do trânsito desorganizado e caótico e a empresa de transporte público da cidade até hoje não nos deu a solução, mesmo depois de tantas promessas de resoluções”,

12

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

Bingo. O terreno não poderia estar mais propício para a união de forças entre a Prefeitura e a associação sem fins lucrativos UPMSI. O Vice-Prefeito Paulo Lamac reforçou que de fato “estreitar os laços e avaliar o que pode ser construído em conjunto” é o caminho viável para resolver os problemas e o que o clube já desenvolve socialmente está em “sinergia total” com os projetos sociais da Prefeitura. O Secretário de Esportes Paulo Roberto de Freitas confirma sobre a sinergia citada pelo Vice e faz destaque a um decreto assinado recentemente pelo prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil, com o aval da Procuradoria do município, que abre a possibilidade de novas parcerias entre associações sem fins lucrativos e a Prefeitura. O documento trata de descontos em dívida ativa do IPTU que pode ser abatido em projetos sociais desenvolvidos em parceria com a Secretaria de Esportes. Foto: Carolina Lara

O Secretário de Esportes Paulo Roberto faz destaque a um decreto assinado recentemente pelo prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil que amplia as possibilidades de parceria com descontos no IPTU

“Vida Ativa” e “Escola Integrada” são alguns dos programas da Prefeitura que usam o espaço de clubes e outros equipamentos sociais para proporcionar à população um local adequado para desenvolvimento de atividades públicas, sociais e recreativas. O VicePrefeito é otimista: “vai dar certo. Pois vocês já realizam o que precisamos”, ou seja, o URC há anos já cede o espaço para as atividades SETEMBRO DE 2017


sociais e culturais da comunidade, atendendo a ONGs, escolas públicas e ao posto de saúde do Santa Inês. E o Secretário confirma: “o ginásio que vocês possuem é o ideal para realizarmos a parceria. Seria de grande utilidade, pois tenho visto poucas instalações corretas em todas as visitas que realizo”. Ao final do encontro, O Diretor Administrativo Paulo Cezar reforçou o agradecimento e admiração que nutre pelos fundadores da associação presentes no encontro, Sr. Manuel e Sr. Silas: “me sinto honrado de poder me associar e aprender com essas pessoas tão altruístas e dedicadas”.

Demais administradores e colaboradores

Participaram ainda da reunião o Diretor Financeiro da UPMSI Roberto Márcio Soares, o integrante do Conselho Superior da UPMSI Nestor Eustáquio Cruz, Eunice, gerente do posto de saúde do Santa Inês, Monsenhor Lydio, da Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, e Senhor Silas Deocleciano, um dos fundadores da Associação.

Parceria com o posto de saúde

O ginásio poliesportivo e a quadra de vôlei, além de serem espaços para a recreação dos associados e para os jogos de futebol dos times do clube, também acolhem centenas de pessoas, em sua maioria idosos. São os pacientes do posto de saúde do Santa Inês e de bairros adjacentes que participam da fisioterapia, caminhada e ginástica chinesa, gratuitamente, no ginásio três vezes por semana. Há anos essas pessoas são beneficiadas com a parceria entre a UPMSI, por meio do URC, e o posto de saúde.

ORGULHO DE SER UPMSI No dia 11 de agosto de 2017, recebemos em nossa sede a ilustre visita de importantes nomes da administração municipal: o Vice-Perfeito Sr. Paulo Lamarc, o Secretário Municipal de Esportes e Lazer, * Paulo Cezar - PC o Sr. Paulo Roberto de Freitas, os representantes da regional leste, o Coordenador Geral Sr. José Henrique de Oliveira e a Chefe de Gabinete, Sra. Irma Isabel de Moura. Durante a reunião com essas pessoas tão importantes, fiquei pensando sobre nossa associação, União Pro-Melhoramentos de Santa Inês, refletindo sobre tudo que essa instituição fez em prol do nosso bairro e de nossa comunidade. Fiquei imaginando o que passava na cabeça de um grupo de pessoas, determinadas e corajosas, com muitos sonhos e ideais que, há 54 anos, tiveram a ideia de fundar essa associação, com objetivo de fazer o bairro crescer, tornando-se um bom lugar para criar nossas famílias. Mais de meio século de história de muitas conquistas que se mistura com a própria história do bairro. Naquele momento, estavam todos preocupados com problemas atuais do bairro, pensando em uma forma de desenvolver parcerias entre a UPMSI e a Prefeitura, para que as soluções fossem encontradas. Já eu, tinha acabado de perceber que a nossa associação estava mais viva que nunca, que continuamos sendo uma importante referência para nossa comunidade e que podemos ainda contribuir muito para o bem-estar das pessoas. Eu que cresci nas ruas calçadas e usufrui do melhor que o bairro Santa Inês pôde me oferecer, estava feliz por fazer parte daquele momento tão singular. Para tornar esse momento ainda maior, estavam ao meu lado o Sr. Manuel Divino, Sr. Antônio Fortes (Tunicão) e o Sr. Silas Deocleciano, alguns dos fundadores da UPMSI. Eu sei que muitas outras pessoas fizeram e continuam fazendo tanto pela nossa associação e pelo nosso bairro e gostaria de deixar meus sinceros agradecimentos por toda essa dedicação. Mas sei também que estão muito bem representadas através desses três jovens senhores, verdadeiros heróis do serviço comunitário e voluntário. Desde 29 de setembro de 1963, orgulho de ser UNIÃO PRÓMELHORAMENTOS DE SANTA INÊS.

FELIZ ANIVERSÁRIO!

Centenas de idosos são beneficiados com a parceria entre o URC e o posto de saúde?

Dona Clara Lúcia, 67 anos, dona Eulina, 91 anos, e o Sr. Hermes Ferreira 79 anos (foto abaixo), são moradores do bairro há mais de cinco décadas, fazem parte da história da associação. Há quase uma década participam das atividades do posto de saúde oferecidas no ginásio URC. A diretoria do Clube serviu um café para todos os idosos como cortesia após a fisioterapia também na sexta-feira, dia 11 de agosto, antes da reunião com o Vice-Prefeito.

* Diretor Administrativo

É com muito alegria e orgulho que nós do JSIN parabenizamos a todos os representantes e colaboradores da UPMSI. A prova viva de que sonhos podem ser sonhados juntos e a competência e determinação podem trazer as realizações desejadas. Hombridade, coragem, união, trabalho e alegria, associando esses adjetivos a UPMSI segue em frente, conquistando novos adeptos, conscientizando novas gerações da importância de lutar pelo meio em que se vive. Parabéns a essa associação que tem como bandeira trazer evolução para o nosso bairro, não só lutando por melhores condições de vida urbana, mas também unindo seus moradores através de eventos e festas comemorativas e ainda oferecendo um espaço próprio de lazer para um convívio comum. Parabéns a UPMSI, essa jovem de 54 anos! Jornal Santa Inês Notícias

Relação de cotas do URC/UPMSI que serão canceladas a partir de 30/09/2017 Números das cotas 05 - 14 - 27 - 30 - 46 - 48 - 62 - 75 - 132 - 146 - 177 - 206 - 224 - 245 - 253 - 261 - 270 - 279 - 280 - 307 - 317 - 318 - 347 - 351 - 362 - 388 - 399 - 411 - 413 - 417 - 437 - 440 - 441 - 469 - 492 - 506 - 534 - 536 - 592 - 598 - 617 - 636 - 676 - 677 - 698 - 700 - 709 - 724 - 738 - 748 - 766 - 797

A diretoria

SETEMBRO DE 2017

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

13


EVENTO

FESTA DOS PAIS É COMEMORADA EM GRANDE ESTILO NO URC Harmonia total! Esse foi o clima da festa em comemoração ao dia dos pais, realizada na sexta-feira, dia 18 de agosto. Como sempre, organização impecável, regada à música ao vivo e buffet de qualidade. Confira as fotos!

14

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

SETEMBRO DE 2017


ATITUDE

A (IN)COERÊNCIA ENTRE OS AGENTES ECONÔMICOS Ruas vazias, lojas fechadas, com exceção de uma que vende eletrodomésticos e eletrônicos. Era domingo na simpática Jales, interior de São Paulo. Ali me sentia em casa; afinal de contas, é minha terra natal. Estava indo a uma padaria. Logo que cheguei, pedi um pãozinho francês na chapa e o café expresso, isso para acompanhar o bom papo com um grande amigo de infância. Pessoa muito esclarecida, bem informada, empresário, conversa vai, conversa vem, chegamos a um assunto interessante – economia do país. De pronto ele disse que não estava animado, mas sim assustado com a conjuntura e que no dia seguinte – segunda-feira – estaria demitindo o último funcionário de sua empresa. Logo perguntei: _ Por que você está fazendo isso? Seu movimento caiu dessa forma? Está ruim assim? Ele, sem pestanejar, respondeu: _ Estou vendendo, mas não quero continuar refém do nosso governo, que tem sido meu sócio majoritário. Da forma como está, produzo para pagar impostos, além de estar sendo refém de sindicatos e de uma lei trabalhista ultrapassada. Agora vou terceirizar tudo o que puder. Vai ficar mais rentável e viável meu negócio nesse novo modelo. Firme e educadamente ele pede a caneta Bic da atendente da padaria, pega um guardanapo de papel e começa a anotar valores e fazer contas. Os valores vão subindo e aparecem taxas e impostos. A rigor, o que ele mostrava na forma de números é que o custo Brasil é alto demais. E logo falou: _ Meu amigo, do jeito que está, o governo irá matar as empresas. Não há quem aguente tamanho custo para ficar de pé. Conversamos mais um pouco, tomamos mais uma xícara de café e nos dirigimos ao caixa. Pagamos, nos despedimos e cada um para o seu destino. O conteúdo da conversa me acompanhou em pensamentos. Sendo economista, lembrei-me de um ponto importante da economia – os agentes econômicos (empresas, famílias e setor público). Existe uma relação de dependência entre eles; não há harmonia, mas um suporta o outro. Na verdade, seria uma relação lógica. As empresas produzem e comercializam bens e serviços para vender ao setor público e às famílias. Compram mão de obra das famílias e pagam impostos, taxas e contribuições para o setor público. Já as famílias vendem mão de obra para as empresas e para setor público e compram bens e serviços das empresas e recebem “algo” do setor público. E pagam seus impostos, taxas e contribuições para o setor público. Agora, ao pensar o setor público dentro desse sistema, sabemos que ele compra mão de obra das famílias e bens e serviços das empresas. Deve conceder “algo” para as famílias e para as empresas, já que ele não “dá”, pois recebe pelos impostos, taxas e contribuições. Ainda pensando na conversa que tive com o amigo, o que vemos no Brasil é que o setor público tem recebido muitos impostos, taxas e contribuições – carga tributária elevadíssima – e concedido pouco e, proporcionalmente a essa elevada carga tributária, com qualidade a desejar. Talvez seja o momento de repensarmos a frase do economista John Maynard Keynes: “No longo prazo estaremos todos mortos”, uma vez que, se um agente econômico matar o outro, o sistema não funcionará mais. Marçal Rogério Rizzo: Professor do curso de Administração da UFMS Campus de Três Lagoas/MS. E-mail: marcalprofessor@yahoo.com.br

BRASIL: SOMOS TODOS IGUAIS! SOMOS TODOS UMA SÓ RAÇA!!! Queridos leitores! Tenho acompanhado com grande frequência e indignação, pelos principais sites de notícias, casos de discriminação racial. No futebol e no meio artístico estes fatos são mais evidentes e tem uma maior notoriedade e repercussão. Mas no * João Martins dia-a-dia, em todas as camadas da sociedade brasileira, estes episódios tem se tornado contumaz. Recentemente acompanhei pela mídia o caso de um advogado que foi preso no Aeroporto de Confins após entregar banana a uma atendente de uma companhia aérea. Confesso que eu não tenho palavras para definir tais atitudes. Contudo, ouso dizer que a falta de DEUS no coração das pessoas, atrelada à "cultura" dos nossos antepassados podem ser algumas razões destas atrocidades. No Brasil todos os crimes resultantes de preconceito ou discriminação de raça, cor, etnia, religião, ou procedência nacional são considerados hediondos, inafiançáveis e imprescritíveis. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), metade da população do nosso país tem a pele branca e a outra metade é formada por pardos e negros. Em uma nação de tamanha diversidade cultural, religiosa, étnica, linguística, biológica e social, a palavra “preconceito” deveria ser uma “carta fora do baralho”. Contudo, para a nossa tristeza, somos o país das “diferenças” e da intolerância. E aqui não me atenho somente à cor da pele. Já ouviram a frase “No Brasil somente pobres, putas e negros vão para a cadeia?”. Mera filosofia de boteco, mas, com toda a certeza, dotada de uma profundidade fidedigna como poucas para retratar esta “cultura” de exclusão, derrogação e proscrição que é praticada em Terras Tupiniquins. É comum ouvirmos tais frases na sociedade brasileira: “Fulano é analfabeto! Sicrana é prostituta! Beltrano é nordestino!”. Somos um país com dimensões continentais, com enormes riquezas naturais, minerais e intelectuais, mas que ainda engatinha em democracia, educação, cidadania, políticas públicas, combate à violência e, sobretudo, civilidade e respeito às diferenças. Será que é tão complicado para nós, brasileiras e brasileiros, entendermos que estamos no mesmo barco e que esta divisão não nos permite sair da condição suburbana de terceiro mundo? Não importa se somos brancos, negros, pardos, indígenas, pobres, ricos, alfabetizados, nordestinos, católicos, evangélicos ou espíritas. O que, verdadeiramente, pode nos diferenciar é o nosso compromisso e o nosso comportamento como cidadãos, como seres humanos e como eleitores. O Brasil só será uma grande nação quando estivermos unidos pela mesma causa: o fim da corrupção, dos interesses escusos e da imoralidade. Desejamos ser respeitados e precisamos fazer a nossa parte para que o grande exemplo seja seguido por quem nos representa. Até a próxima! João Martins F. Mello é jornalista, escritor, articulista, ombudsman e comediante stand-up. E-mail e sugestões para esta coluna: joaonetojornalista@gmail.com

Fale conosco O Jornal SIN é feito para você, leitor. Portanto, nada mais justo que você nos ajude a fazê-lo.

• • • • • • • • •

Tudo em até 4x em todos os cartões sem juros

• • • • • • •

Cotamos com nossos colaboradores e anunciantes, que tanto abrilhantam este jornal e gostaríamos de contar com você, através de sugestões e ideias do interesse da comunidade. Colabore! jornalsin@gmail.com

QUEM QUER VENDER, TEM QUE APARECER!!! Para anunciar

3481-7413 999526-7836 jornalsin@gmail.com

SETEMBRO DE 2017

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

15


UTILIDADE PÚBLICA

SAIBA AS REGRAS DE CADA COMPANHIA AÉREA PARA AS BAGAGENS Assim que as malas estão prontas, vem a dúvida: será que elas estão pesadas demais? Terei que pagar taxas extras? Para não ser pego desprevenido antes de embarcar, fique atento para as regras de cada companhia aérea para bagagens de mão e despachadas. Sim, pode variar bastante. Em vigor desde março de 2017, as novas regras de bagagens estabelecidas pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), são válidas para os voos domésticos e internacionais. O limite de bagagem de mão oferecido aos passageiros deve ser de no mínimo 10 kg para voos nacionais e internacionais. Antes da resolução, o peso da bagagem de mão era de no máximo 5 kg. As regras de cada empresa para bagagem de mão: Gol - A bagagem de mão deve estar dentro das dimensões: 40 x 25 x 55 cm (comprimento x largura x altura). Caso contrário a empresa não permite o voo. Azul - De acordo com o site da companhia, o peso limite é de 10kg e a soma das medidas de largura, altura e profundidade deve ser de, no máximo, 115 centímetros. Latam - Em todos os casos, as dimensões máximas devem ser de 55 x 35 x 25 cm (altura x largura x espessura), incluindo bolsos, rodas e alças. Em voos dentro do Brasil em cabine econômica, ou voos internacionais de/para o Brasil em cabine econômica, o limite é de 10 kg. Nos demais voos internacionais em cabine econômica, o limite é de 8 kg. Em voos internacionais em cabines Premium Economy ou Premium Business, o limite é de 16 kg. Avianca - Dimensões: todas as peças de bagagem, para voos nacionais e internacionais, devem ter no máximo 115 centímetros (45 polegadas) de altura, comprimento e largura. Quero levar mais bagagens, e agora? Desde de junho, as companhias aéreas podem cobrar pelo despacho de bagagens. Em caso de peso extra, é preciso checar em cada empresa as taxas e regras aplicadas. O valor e limite máximo variam de acordo com o trajeto e aeronave. Segue abaixo algumas informações básicas sobre o despacho de bagagem: Gol - A empresa oferece uma tarifa especial (Light) para os clientes que não despacharem bagagem nos voos nacionais e internacionais. Para despachar uma mala de até 23 kg nos voos nacionais, o custo é de R$ 30 (pagamento antecipado) e R$ 60 (no check-in). Nos voos internacionais, os valores são de US$ 10 (antecipado) e US$ 20 (no check-in). Na tarifa Programada e Flexível o cliente tem direito a um volume de até 23 k nos voos nacionais. Já nas rotas internacionais, o limite é de dois volumes de até 23 kg na categoria Premium. Azul - Tem tarifas com até 30% de desconto para quem que não despacham bagagens nos voos nacionais. Nos voos para América do Sul a empresa oferece gratuidade para 1 mala de até 23 kg. Nos voos para EUA e Europa, os clientes terão direito a despachar duas malas de até 23 kg cada. Latam - Tem tarifas mais baratas (Promo e Light) para quem viaja só com bagagem de mão. Nos voos nacionais o custo da primeira bagagem despachada é R$ 30 (compra antecipada); R$ 50 (canais de atendimento) e R$ 80 (aeroporto). Nas categorias Plus e Top, os clientes podem levar uma mala de até 23 kg e dois volumes de até 23 kg, respectivamente. Nos voos para a América do Sul e Caribe os passageiros podem levar uma mala de até 23 kg. Nas demais rotas internacionais, o cliente pode levar até dois volumes de 23 kg cada se custo. Avianca - Manteve a franquia de bagagem. Em voos nacionais e para a América Latina, passageiros podem levar uma mala de até 23 kg. Nos voos para os EUA a franquia é duas malas de no máximo 23 kg. Fonte: Oneworld e Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas)

NOVO APLICATIVO DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS CHEGA A BH ESTE MÊS 99POP, novo aplicativo começa a cadastrar motoristas a partir do dia 4 setembro. A modalidade para passageiros terá inicio em meados deste mês Um novo aplicativo de transporte de passageiros chegará à capital mineira. A empresa 99 lançará, este mês, o 99POP – modalidade que funciona com carros particulares e que deve acirrar a concorrência entre Uber e Cabify. Inicialmente, o app abrirá o cadastro para 5 mil motoristas. A estreia para passageiros deve ocorrer em meados de setembro. Entre os benefícios para quem pretende dirigir pelo app, segundo a empresa, estão a taxa de 19,99%. "É a menor do mercado. A concorrência cobra até 25% por corrida", disse a Ana Carla Lopes, gerente regional de relações públicas da 99. O condutor terá a opção de desabilitar a opção de pagamento em dinheiro, o que aumenta a segurança em corrida. Além disso, o app terá sistemas que alertam o motorista sobre regiões com maior número de ocorrências como roubos e furtos. Para o passageiro, a empresa promete que o valor da corrida deve ser até 30% mais barata que o valor convencional pagos para táxi. "É importante que o passageiro possa fazer essa escolha entre táxi ou carros particulares", pontua.

16

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

CURATELA A curatela é o encargo atribuído pelo Juiz a um adulto capaz, para que proteja, zele, guarde, oriente, responsabilize-se e administre os bens de pessoas judicialmente declaradas incapazes, que em virtude de má formação congênita, transtornos mentais, dependência química ou doenças neurológicas estejam incapacitadas para reger os atos da vida civil, ou seja, compreender a amplitude e as conseqüências de Danielle Guedes suas ações e decisões (impossibilitadas de assinar contratos, casar, vender e comprar, movimentar conta bancária, etc). O curador é um cuidador secundário. É o adulto capaz que se responsabiliza perante o Juiz pela pessoa do interditado, o representando e zelando por seus direitos e garantias fundamentais. É ele quem administra os bens, pensão ou aposentadoria (caso o interditado possua), protege e vela pelo bem-estar físico, psíquico, social e emocional do interditado. Os curadores podem ser seus pais; o cônjuge ou algum parente próximo, ou ainda, na ausência destes, o Ministério Público podem pedir a Curatela de um adulto com mais de 18 anos de idade considerado juridicamente incapaz. Os curatelados pode ser pessoa maior de 18 anos de idade que devido a alguma enfermidade, doença mental ou dependência química a impeça temporária ou permanentemente de reger e discernir os atos da vida civil, bem como exprimir sua vontade, ou ainda, os pródigos (pessoas esbanjadoras ou compulsivas que colocam em risco seus bens e/ou patrimônio, bem como a sobrevivência de seus dependentes e da família). Aos curadores cabe reger a pessoa do interditado, protegê-lo, zelar por ele e administrar-lhe os bens. Deve defendê-lo, prover alimentação, saúde e educação de acordo com suas condições. O curador pode ser substituído se não cumprir com as atribuições legais e judicialmente determinadas decorrentes do compromisso assumido na Justiça para com o curatelado, seja por incapacidade, ineficiência ou por negligência. Além disso, pode-se e deve-se pedir a substituição do curador se, porventura, este tenha que se ausentar, faleça, seja acometido por doença ou sofra acidente que o impossibilite de exercer suas funções. O pecúlio previdenciário é um direito, estabelecido pela lei sob a forma de pensão, aposentadoria ou benefício, visando suprir materialmente as despesas do beneficiário, contribuindo para sua manutenção. Se o curatelado a ele tiver direito, cumpre ao curador pleiteá-lo ou requerer junto ao órgão previdenciário. Este pagamento do benefício previdenciário é encerrado quando o curatelado falece. As sindicâncias são atividades de natureza psicossocial realizadas periodicamente pela Equipe Técnica do Ministério Público mediante autorização do Promotor de Justiça. Psicólogos e/ou Assistentes Sociais realizam visitas domiciliares e institucionais, além de entrevistas com as pessoas envolvidas e familiares com a finalidade de realizar o estudo psicossocial do caso, mediante emissão de relatórios. Neste estudo é abordado o cotidiano dos curatelados, bem como a qualidade de vida e seu convívio com a nova realidade familiar e a comunidade. São abordados temas como: composição da estrutura e renda familiar, saúde, educação, etc. Nos casos de interdição, antes de se pronunciar sobre a curatela, o juiz encaminha o curatelando para ser examinado por um médico especialista de sua confiança, nomeando-o como perito. Este médico, além de avaliar clinicamente o curatelando, responderá aos quesitos formulados pelo Juiz, pelo Promotor de Justiça e pelo Advogado ou Defensor Público que o representa no processo, sobre a gravidade da doença e se ela afeta a capacidade do curatelando de se determinar na vida e reger os atos da vida civil. O laudo emitido pelo médico será encaminhado para o Juiz que o anexará no processo. Os relatórios emitidos subsidiam as decisões dos Promotores de Justiça, pois retratam com imparcialidade a situação em que se encontra o curatelado e sua realidade familiar. A prestação de contas é um relatório apresentado na forma contábil e encaminhado para o juízo periodicamente pelo advogado ou defensor público que representa o curador e o curatelado, contendo a descrição dos ganhos financeiros e despesas administradas pelo curador em prol do curatelado. Na sentença de nomeação do curador também está indicada a periodicidade de apresentação deste relatório, que via de regra é anual, porém pode ser semestral, trimestral, etc, conforme a necessidade e a critério do juízo. A prestação de contas também é obrigatória quando houver a substituição do curador, levantamento da interdição ou quando o curatelado falecer, ocasião em que a curatela será extinta. No relatório de prestação de contas devem ser anexados os respectivos comprovantes de pagamento das despesas citadas, notas fiscais ou recibos. As despesas geralmente incluem os gastos realizados com alimentação, material escolar, roupas, lazer, cursos, remédios, dentista, médico, psicólogo, despesas com água, energia elétrica e/ou outros. Todos os gastos devem ser comprovados mediante a apresentação dos recibos e notas fiscais, os quais podem estar separados mês a mês (janeiro, fevereiro, março...). Caso haja irregularidades na prestação de contas ou suspeita de que o dinheiro ou recursos esteja sendo usado para outros fins que não o bem estar e os cuidados com o curatelado, o curador poderá responder a processo judicial nas Varas Cíveis ou, em caso de negligência e/ou maus tratos, responder a processo criminal. Qualquer pessoa pode realizar uma denúncia ao Ministério Público em caso de suspeita de irregularidades. Caso o curatelado cometa algum ato que cause dano a terceiro o curador será responsabilizado financeiramente pelo prejuízo. Porém, se o curador não tiver patrimônio algum, poderá ser responsabilizado o patrimônio do curatelado, desde que existente. Destaca-se a possibilidade do curador reaver do curatelado, juridicamente, o valor pago em indenização perante terceiro. A imputação de eventuais indenizações poderá ser mitigada ou até mesmo excluída se elas vierem a privar o curatelado e os que dele dependerem, dos meios necessários à sua subsistência. Em caso do cometimento de crime pelo curatelado, apenas estes responderão perante a Justiça; cabendo ao curador providenciar advogado ou defensor público. Drª. Danielle Guedes - Advogada

Qualquer dúvida ou perguntas sobre o tema mencionado, ou outros temas relacionados às diversas áreas do Direito, entre em contato conosco, pelos telefones, ou pelos e-mails, abaixo mencionado, teremos prazer em atendê-los. Telefones: (31)98579-3839 ou (31)98700-5234 E-mail: mansuetoeguedesadvogados@yahoo.com.br E-mail: mansuetoeguedesadvogados@gmail.com SETEMBRO DE 2017


EDUCAÇÃO

DESCORTINANDO MINAS GERAIS Jornalista da Rede Globo, Ricardo Soares faz palestra no Maximus Santa Inês e enriquece estudo sobre o Estado Mineiro

Minas Gerais e toda sua grandiosidade geográfica, cultural e histórica, suas belezas naturais, sua culinária, além de seu povo e como vivem, foi estudada pelos alunos do 4º ano do Ensino Fundamental do Colégio Maximus Santa Inês. O projeto, sob a coordenação da professora de geografia, Cida Henriques, teve como objetivo principal identificar e valorizar a regionalidade – costumes, culinária, “causos”, modo de falar – ou seja, a cultura do povo que vive no interior de Minas. Orientados pela professora Cida, os alunos fizeram leituras, pesquisas e debates, colheram relatos e assistiram a filmes e documentários sobre o assunto. Porém o momento mais que especial para as crianças foi a culminância do projeto com a visita do jornalista Ricardo Soares e do cinegrafista Alípio Martins, ambos da Rede Globo, autores da Série “Pelos caminhos, pelas águas e pelas montanhas de Minas”, que fez parte das atividades de estudo. Frente a frente com os autores, os alunos aproveitaram para entrevistálos e se deliciaram com as histórias contadas por eles sobre o que viram e como o trabalho foi realizado. Eles viajaram por 70 dias, percorreram 20 mil quilômetros por todas as regiões do Estado e registraram paisagens, histórias e personagens de Norte a Sul de Minas. As 18 reportagens que compõem a Série foram transformadas em material didático, em DVD, e disponibilizadas para as escolas. No final da entrevista, cada criança foi presenteada com um DVD. Terezinha Camara, supervisora do Ensino Fundamental I, avalia que “o trabalho foi muito rico e a contribuição de Ricardo e Alípio superou os objetivos propostos e ampliou a visão de mundo dos alunos”. Lívia Menezes, aluna do 4º ano A, concorda: “Achei muito interessante, pois nem sempre temos a oportunidade de conhecer os locais que vimos no vídeo, conhecer os autores e ouvir mais sobre a cultura de várias regiões de Minas.”

O REPEITO ÀS DIFERENÇAS ESTÁ EM NOSSAS MÃOS Livro O Patinho Feio estimula os alunos no aprendizado sobre a convivência com o outro e a importância de valores fundamentais Quando uma história sai das páginas de um livro e se mistura a experiências reais, nossos olhares se transformam. É como se aprendêssemos uma nova lição. E se isso mexe com nossos valores, é provável que não seja mais esquecido. Os alunos do 1º ano do Ensino Fundamental do Colégio Maximus – Unidade Santa Inês vivenciaram algo parecido ao ler um dos clássicos da literatura infantil: O Patinho Feio. O título foi escolhido pela professora Leida Prosperi Campos, que trabalhou com as crianças a reescrita do livro e propôs uma rica reflexão sobre os valores de seus personagens. A história do patinho que nasce muito diferente dos irmãos emocionou os alunos. Excluído por ser considerado feio, esquisito e desengonçado, o personagem foge para viver suas próprias aventuras. Com o passar do tempo, ele se transforma e revela que a verdadeira beleza está dentro de cada um. Para finalizar o trabalho, a turma criou vários patinhos em massinha de modelar, mostrando que o belo também está no olhar de cada um. À fantasia da leitura se misturaram as experiências de cada criança, o que possibilitou a todos pensarem sobre questões que, provavelmente, deverão lidar ao longo da vida. Para a turma, ficou o aprendizado do respeito às diferenças e da importância da empatia e do cuidado com o outro. "O projeto teve ótima aceitação e desenvolvimento bem natural. Um ponto positivo foi a possibilidade de reafirmarmos alguns valores, como o respeito às diferenças. Foi muito gratificante ver como os alunos se envolveram neste projeto que, com certeza, contribuiu para a formação de cada um deles", afirma a professora Leida.

CAMPANHA DA LBV EU AJUDO A MUDAR! Iniciativa leva amparo às famílias e promove maior conscientização sobre os recursos naturais Por meio de sua campanha Eu Ajudo a Mudar!, a Legião da Boa Vontade (LBV) está mobilizando a sociedade a contribuir para a manutenção dos programas socioeducacionais que realiza diariamente em todo o Brasil. Nesta edição, a iniciativa apresenta ações de educação ambiental, com o objetivo de sensibilizar a população ao combate do desperdício de água e à separação do lixo para reciclagem. Desde 1950, a LBV promove ações ambientais em suas escolas, Centros Comunitários e lares para idosos. São palestras, oficinas lúdicas e atividades práticas sobre a importância de preservar os recursos naturais. A separação correta do lixo, a reciclagem e a economia de água são temas constantes abordados nas unidades da Instituição. As crianças, por exemplo, ensinam por meio de ações simples, mas importantes, como preservar o meio ambiente. Vale ressaltar que os recursos angariados por essa campanha são investidos na melhoria e na ampliação das unidades de atendimento da Instituição, que diariamente promovem diversos serviços em prol das populações em situação de vulnerabilidade social. Para dar continuidade a esse amplo trabalho, a LBV conta com a ajuda do povo para mudar! Torne-se, também, parte desse time solidário. Colabore: www.lbv.org/doar. Se preferir, entre em contato com uma das unidades da Instituição acessando os endereços na página www.lbv.org/enderecos. Acompanhe também a LBV pelas redes sociais: Facebook/LBVBrasil, YouTube/LBVBrasil e Instagram/@LBVBrasil. SETEMBRO DE 2017

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

17


DIVERSOS

CAMPANHA 'SETEMBRO AMARELO' TEM POR OBJETIVO PREVENIR SUICÍDIOS

O CVV presta serviço voluntário gratuito a quem quer e precisa conversar, sob total sigilo. As pessoas podem entrar em contato pelo telefone 141 (24 horas por dia), pessoalmente (nos 80 postos de atendimento) ou pelo site. Tristeza, falta de ânimo, vontade de ficar sempre sozinho. Quem tem esses comportamentos pode estar precisando de ajuda e, às vezes, uma simples conversa resolve. Esse é o tipo de trabalho feito pelo Centro de Valorização da Vida (CVV). Neste mês é realizada a campanha “Setembro Amarelo”, de prevenção ao suicídio. O CVV tem um trabalho importante nesta área. "Doe um minuto, mude uma vida" é o tema da Associação Internacional de Prevenção do Suicídio (Iasp), que neste ano visa sensibilizar

e conscientizar a população sobre os altos índices de suicídio no mundo e que essas mortes podem ser prevenidas. Muitas mortes poderiam ser evitadas se a informação de que se pode pedir ajuda e dividir o que se sente com alguém fossem disseminadas. E é isso que a campanha “Setembro Amarelo” quer. O CVV, fundado em São Paulo em 1962, é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de utilidade pública federal em 1973. O serviço voluntário gratuito dá apoio emocional e previne o suicídio a quem quer e precisa conversar, sob total sigilo. As pessoas podem entrar em contato pelo telefone 141 (24 horas por dia), pessoalmente (nos 80 postos de atendimento) ou pelo site via chat, voip e e-mail.

FAÇA ÁUDIO NO WHATSAPP SEM PRECISAR SEGURAR BOTÃO NO ANDROID

O áudio do WhatsApp é o recurso mais seguro no momento que se tem de mandar uma mensagem enquanto outra tarefa é realizada (andar na rua com os olhos na tela do celular não é uma boa ideia) ou quando uma história é comprida demais para ser digitada em um teclado tão pequenininho.

Fica mais fácil de gravar mensagens de voz sem precisar ficar segurando um botão

O problema, no entanto, é que segurar o botão de gravação não é confortável para mensagens longas. Além disso, caso o seu celular escorregue um pouco e seu dedo deslize, tudo que você estava falando pode ser instantaneamente apagado. Para evitar essas situações, existe uma solução bem simples dentro do próprio aplicativo, em celulares Android. Na hora de mandar a mensagem, em vez de apertar direto o botão com símbolo de microfone à direita da caixa de texto, aperte o ícone de anexo (com o símbolo de clipe de papel). Uma nova caixa de opções será aberta; daí, você deve es-

18

colher "áudio" e optar por gravar com o próprio WhatsApp. No captador próprio do aplicativo, basta pressionar o botão "gravar" e falar livremente, sem precisar sequer encostar no celular. Depois, é só selecionar a opção "parar" quando o áudio estiver finalizado, ou descartar a mensagem com o botão "cancelar". Simples assim. Mas atenção: esse recurso suporta gravações de até 15 minutos. Ele interrompe o áudio nesse limite – se você não se atentar a isso, pode mandar uma mensagem gigantesca pela metade. Caso você não encontre essa opção no seu celular Android, confira se a sua versão do WhatsApp está atualizada (você pode ver isso acessando a página do aplicativo na Play Store).

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

LXXVI – ESSES PROVÉRBIOS (*) Xaxado, só dança quem sabe Por absoluta falta de experiência em danças, quan* Alder Borges do jovem, não tive chance de aprender as técnicas direito, encontro-me com um pouco de dificuldade para comentar este provérbio. Já vi gente dançando xaxado, e os movimentos da dança me pareceram ser uma coisa muito simples, mas nunca tentei aprender. No início da década de 1960, convivi com um colega de faculdade, natural de Manga, cidade do Norte de Minas, que dançava xaxado nos corredores da escola, nos intervalos das aulas. Confesso que ficava com inveja dele, apesar de não saber se ele estava dançando corretamente. Segundo o “Dicionário Aurélio”, é uma dança masculina originária do alto sertão de Pernambuco e divulgada por cangaceiros até o interior da Bahia. É dançada “em círculo, fila indiana, um atrás do outro, sem volteio, avançando o pé direito em três e quatro movimentos laterais e puxando o esquerdo, num rápido e deslizado sapateado” (Luís da Câmara Cascudo, Dicionário do Folclore Brasileiro, II, p. 786). Da forma colocada, o xaxado seria o único tipo de dança com origem no Brasil, apesar de ter quem defenda tratar-se de bailado de origem portuguesa ou mesmo indígena. Segundo os historiadores, as origens das danças mais conhecidas hoje, no mundo, são: O tango teve origem nos subúrbios de Buenos Aires, na Argentina. Já o bolero, o fandango e o sapateado tiveram origem na Espanha. O foxtrote e o rock and roll tiveram origem nos Estados Unidos da América. Na verdade, o rock só apareceu depois da invenção da guitarra eletrônica. A valsa teve origem na Áustria e Alemanha. O nosso famoso samba teve origem na África, da mesma forma que o merengue, que hoje é a principal dança da República Dominicana. O vira do Minho teve ori-

gem em Portugal. O mambo nasceu em Cuba. A rumba é uma dança afrocubana. A dança do ventre, que era essencialmente feminina (mas já vi homem participando de concurso de dança do ventre) teve origem no Oriente. É bastante compreensível o porquê de os povos do chamado Novo Continente não conseguirem zerar as influências culturais do chamado Velho Continente. Os descobridores e colonizadores vieram de lá com sua cultura e, ainda, trouxeram depois os africanos. O que é importante nisso tudo é uma coisa chamada conhecimento. Nenhuma dessas danças, seja xaxado, tango, merengue ou qualquer outra, será bem

logia à importância do conhecimento humano, necessário ao desempenho de qualquer atividade, seja ela executada com os pés, com os braços, com o cérebro ou com tudo ao mesmo tempo, seja ela uma atividade extremamente simples, como cascar uma laranja, seja ela uma atividade muito complexa, como montar os equipamentos da cabine de um avião supersônico. Assim, o provérbio está nos dizendo que ser vaqueiro é só para quem sabe. Se não tem conhecimento de como o gado se comporta, não será um bom vaqueiro. Ser presidente de uma grande organização é só para quem tem conhecimento. Quando ele chega lá pelo Q.I. (quem indicou), normalmente dá errado.

executada se o dançarino individual, ou casal, ou par não souber os passos corretos a serem dados e não souber acompanhar o ritmo da música. Quando vamos a um baile, a música que está sendo executada pela orquestra é a mesma para todos os participantes, mas se você observar, verá que cada casal dança de forma diferente. Uns são bastante exibidos, dão piruetas dançando bolero, outros simplesmente caminham pelo salão agarrados, não importando se a música tem compasso binário, ternário ou quaternário. Já outros gostam de dançar separados. Definitivamente, não há um padrão. Mesmo em concursos de dança, com instrutores profissionais, há variações de passos e de movimentos dos corpos. Então, qual é a conclusão que podemos tirar da mensagem do provérbio? Particularmente, entendo que ele está fazendo uma apo-

Ser capinador de roça é só para quem sabe. Se não tem conhecimento, vai confundir a lavoura a ser limpa com a erva daninha a ser cortada. Ser presidente de um país é só para quem tem competência e, claro, tenha sido escolhido/eleito. Sabemos que nem sempre o eleitor acerta. Ser um repentista é só para quem sabe pelo menos fazer rima. Ser um peão de rodeio campeão é só para quem sabe a arte de parar em cima do lombo do boi gordo pelo menos por oito segundos. E por aí seguem as mensagens que interpreto do provérbio. Concluindo, é, a meu ver, algo que se aplica indefinidamente para todas as possíveis atividades humanas: cada uma só será bem executada por quem a conhece bem. (*) Alder Borges - Economista

Fonte: Catraca Livre

SETEMBRO DE 2017


DE BEM COM A VIDA

DOIDOS NO HOSPÍCIO TOMANDO BANHO Um vira pro outro e fala: Te dou 100 reais se tu subir no chuveiro pela água. O outro doido indignado responde, a tah e tu pensa que eu sou doido. Aí, quando eu tiver subindo você desliga o chuveiro e eu caio. ··· TEIMOSIA O filho discutia com o pai, insistindo que um mais um era igual a 11. O pai olhou no olho do filho e disse: Vai comprar dois picolés filho; ele voltou com os dois picolés. O pai disse: Dá um pra mim e outro para seu irmão. E o filho pergunta: E o meu? O pai responde: Chupa os nove que sobraram... teimoso! ··· SOBRE TIRADENTES A professora faz prova oral e pergunta para Joãozinho: - O que você sabe sobre o Tiradentes? - Ah, professora, ele morreu enforcado. - Só isso? - Poxa, professora, ele foi enforcado e a senhora ainda acha pouco? ··· POVOS CURDOS E XIITAS Na sala de aula: Professora: Ritinha, o que significa Curdo? Ritinha: Curdo é um integrante de um grupo étnico (Curdos) que se considera como sendo nativo de uma região frequentemente referida como Curdistão, que inclui partes adjacentes de Irã, Iraque, Síria e Turquia.

Professora: Muito bem Ritinha, meus Parabéns!!! Professora: Joãozinho, o que significa Xiita? Joãozinho: Xiita é a Macaca do Tarzan!!! ··· MOÇA EMPREENDEDORA Uma moça passeava perto de um lago quando de repente apareceu um sapo dizendo: - Olhe, eu sou um PhD e fui transformado em um sapo por uma bruxa malvada. Se você me beijar, eu caso com você e seremos felizes para sempre!!! A mocinha toda contente, pegou o sapo e o colocou no bolso da jaqueta. Enquanto ela ia a caminho de casa, o sapo começou a ficar impaciente e perguntou: - Ei, você não vai me beijar??? Ela respondeu: - De jeito nenhum!!! Eu faço mais dinheiro com um sapo falante do que com um marido PhD. ··· NOME DO MOTORISTA Tinha um caminhão parado no terceiro sinal da cidade de

São Vicente, carregado de galinhas, qual o nome do motorista? R: João Manuel da Cunha Santos. Por que? R: Porque eu perguntei pra ele! ··· PESCANDO COM O CHEFE (O revide da mulherada) Um homem telefona para a esposa e diz: - Querida, o meu chefe convidou eu e alguns dos seus amigos para irmos pescar num lago distante. Vamos ficar fora uma semana. Esta é uma excelente oportunidade para eu conseguir a promoção que tenho esperado. Por isso me prepare roupas suficiente para uma semana, e também a minha caixa de pesca. Vamos partir diretamente do escritório, vou passar aí apenas para apanhar essas coisas. - Ah!... Por favor, coloque também o pijama de seda azul. A mulher acha muito estranho, mas atende ao pedido do marido. No fim de semana seguinte, ele regressa da pescaria um tanto cansado, mas, fora isso, nada de anormal. A mulher recebe-o com um beijo e pergunta-lhe se apanharam muitos peixes. Ele responde: - Sim! Muitos!!! Mas, por que é que você não colocou o meu pijama de seda azul, como te pedi?? A mulher apenas olha fixamente nos olhos dele e responde: - Coloquei sim, querido!!!!! Dentro da caixa de apetrechos de pesca. MORAL DA HISTÓRIA:

*Nunca duvide da capacidade de raciocínio de uma mulher! ** Mulher burra nasce homem...

WM Ferros Ltda

• Ferros e ferragens para serralheria • Corte e dobra de chapas, calhas e rufos • Fechaduras, dobradiças, eletrodos, serras, etc.

3485-1711 • 3485-1977 • 3088-5262 Rua Amélia Procópio Corrêa, 8 - Ana Lúcia SETEMBRO DE 2017

Para Refletir

Ou seja, se abraçarmos o fato de que não existem caminhos delimitados para fazer as coisas, seremos capazes de criar coisas inimagináveis. Dicas

“EM VEZ DE” / “AO INVÉS DE”

Errado: Ao invés de elaborarmos um relatório, discutimos o assunto em reunião. Certo: Em vez de elaborarmos um relatório, discutimos o assunto em reunião. Por quê? Em vez de é usado como substituição. Ao invés de é usado como oposição. Ex: Subimos, ao invés de descer.

“ESQUECER” / “ESQUECER-SE DE”

Errado: Eu esqueci da reunião. Certo: Há duas formas: Eu me esqueci da reunião. Ou Eu esqueci a reunião. Por quê? O verbo esquecer só é usado com a preposição de (de – da – do) quando vier acompanhado de um pronome oblíquo (me, te, se, nos, vos).

“FAZ” / “FAZEM”

Errado: Fazem dois meses que trabalho nesta empresa. Certo: Faz dois meses que trabalho nesta empresa. Por quê? No sentido de tempo decorrido, o verbo “fazer” é impessoal, ou seja, só é usado no singular. Em outros sentidos, concorda com o sujeito. Ex: Eles fizeram um bom trabalho.

“AO ENCONTRO DE"/ “DE ENCONTRO A”

Errado: Os diretores estão satisfeitos, porque a atitude do gestor veio de encontro ao que desejavam. Certo: Os diretores estão satisfeitos, porque a atitude do gestor veio ao encontro do que desejavam. Por quê? “Ao encontro de” dá ideia de harmonia e “De encontro a” dá ideia de oposição. No exemplo acima, os diretores só podem ficar satisfeitos se a atitude vier ao encontro do que desejam.

A PAR / AO PAR

Errado: Ele já está ao par do ocorrido. Certo: Ele já está a par do ocorrido. Por quê? No sentido de estar ciente, o correto é “a par”. Use “ao par” somente para equivalência cambial. Ex: “Há muito tempo, o dólar e o real estiveram quase ao par.”

Hércules Telhados •

COLONIAL • AMIANTO • PERGOLADOS

(31) 99905-9521 / 99167-0739 Praça Argélia, 92 - Boa Vista - BH/MG

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

19


20

Anuncie: 99526-7836 / 3481-7413

SETEMBRO DE 2017

Santa ines noticias 252 (1)  

Vice-prefeito de Belo Horizonte visita UPMSI/URC

Santa ines noticias 252 (1)  

Vice-prefeito de Belo Horizonte visita UPMSI/URC

Advertisement