Page 1

CONEXÃO BRASIL

-

ESTADOS UNIDOS

Workshop, paineis, negócios e exposição

CAPACITAÇÃO PARA SUSTENTABILIDADE ECONOMIA CIRCULAR

GESTÃO SISTÊMICA

MULTI-INOVAÇÕES INTERCONECTADAS ENERGIAS RENOVÁVEIS

MOBILIDADE ELÉTRICA ARQUITETURA VERDE

04, 05 e 06 de Abril de 2017

ECOEFICIÊNCIA HÍDRICA

PAÇO ALFâNDEGA

Realização:

Apoiadores:

RECIFE - PERNAMBUCO - BRASIL Patrocínio:

Parceiros institucionais:

Coordenação:

INOVAÇÃO E ECONOMIA CRIATIVA


1 NEGÓCIOS INTERCONECTADOS O Workshop “Energia Renovável e Inovações Interconectadas: Mercados Sustentáveis do Século XXI” vai reunir, durante três dias, importantes especialistas e empresas nacionais e internacionais de diversos setores (governos, empresas, universidades e organizações não governamentais) para apresentar e debater tendências, produtos, serviços, tecnologias e soluções para fomentar a economia de baixo carbono em Pernambuco e no Brasil. ENEL Brasil

ELETROBRÁS

GM

BOEING

GOL

SERTTEL

SOLAR CITY MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA - MME

COMPESA

GOVERNO DE PERNAMBUCO

Baterias Moura

secretaria de meio ambiente e sustentabilidade

Bloomberg New Energy Finance

ABSOLAR

8minutenergy renewables

CELPE

ess ENERGY STORAGE SYSTEMS

PORTO DIGITAL

RENEWABLES 100 POLICY INSTITUTE

PREFEITURA DA CIDADE DO RECIFE

Mobilidade elétrica e conectada

Gestão pública em rede com IoT e inteligência artificial

Inovações sistêmicas moldando os mercados do século XXI

Disrupções mais velozes em todos os setores

Concentração cada vez maior de problemas nas cidades

Carbono-moeda (precificação crescente)

CONSULADO GERAL DOS EUA NO RECIFE

NEOENERGIA

2 TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS Apps criando novos mercados da cultura digital

CALIFORNIA ENERGY COMMISSIONER

NREL

UCLA OSI SOFT

TMEIC

C.E.S.A.R.

Redução de combustíveis fósseis e oportunidades para energias renováveis

Florestas preservadas como maiores ativos da nova economia * PSA

Riscos crescentes de refugiados climáticos


3 uma nova economia

conectada, inclusiva, colaborativa, de baixo carbono,

para um desenvolvimento sustentável COMUNICAÇÃO, EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CAPACITAÇÃO PARA SUSTENTABILIDADE GESTÃO SISTÊMICA COM TECNOLOGIAS DIGITAIS (Internet das coisas e inteligência artificial)

ECONOMIA CIRCULAR E RECICLAGEM

MULTI-INOVAÇÕES INTERCONECTADAS MOBILIDADE ELÉTRICA EM REDE

ARQUITETURA E URBANISMO VERDE (Retrofits Integrados)

ENERGIAS RENOVÁVEIS, BIOCOMBUSTÍVEIS E ECOEFICIÊNCIA

USO DO SOLO, CONSERVAÇÃO DE ÁGUA E EFICIÊNCIA HÍDRICA


novos modelos de negócios 4 criar em pernambuco para o mundo A parceria firmada entre o Governo de Pernambuco e o Governo da Califórnia (Global Climate Leadership Memorandum of Understanding - MOU) visa trocar conhecimentos e ideias para fomentar a nova economia de baixo carbono e contribuir com a redução do aquecimento global. Implantar um inovador modelo de gestão pública e políticas sistêmicas para a ilha de Fernando de Noronha e outras regiões do Estado faz parte da estratégia de desenvolver novos negócios replicáveis em larga escala. As iniciativas estão sintonizadas com o Acordo de Paris (COP21), que motivou a criação do Comitê de Inovação e Incentivo à Economia de Baixo Carbono, que tem a missão de implantar polos de negócios sustentáveis em Pernambuco, iniciando por Recife e Fernando de Noronha.


5 Pioneirismos

RECIFE: PRIMEIRO SISTEMA DE COMPARTILHAMENTO DE VEÍCULOS ELéTRICOS DO BRASIL (2013)

Iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco- SEMAS em parceira com: PORTO DIGITAL

6

SERTTEL

ZD – XINDAYANG

PREFEITURA DO RECIFE

GOVMOBI - governo de pernambuco lança primeiro aplicativo do brasil para compartilhar veículos oficiais

Criado pela Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco em parceria com a Serttel, o pioneiro App GovMobi viabilizou a redução de 41% de combustíveis e emissões de gases estufa em 2016.


7

FERNANDO DE NORONHA carbono ZERO (2013)

Iniciativa para transformar Noronha no primeiro território a compensar plenamente as emissões de gases de efeito estufa

Já realizados

Duas usinas solares Bicicletas Educação aAmbiental Melhoria na gestão de águas Melhoria na coleta seletiva Melhoria na gestão ambiental... Redução de 12% das emissões de gases (375 mil litros de diesel/ano)

2 l 17km a p i c n i r - I l ha p biental m A o ã ç e e Prot es - Área d ha b i t a n t l i m 4 o çã l - Popula a 5,5 mi m i x á M d a de - Capaci e do Recif - 545 Km a n i d a de m u H a d ônio - Patrim ) ( U n e sc o


8

festival uplanet

Iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (SEMAS) em parceria com empresas do setor privado, a Plataforma uPlanet (Festival, App e Revista) faz parte de uma rede colaborativa de soluções inovadoras, que tem como objetivo conectar pessoas, empresas, governos e organizações, além de discutir, formular e apresentar novos modelos de negócios que contribuam para uma economia inclusiva e sustentável. A 1ª edição do Festival uPlanet aconteceu em novembro de 2016, no Recife, e reuniu, durante quatro dias, mais de 50 especialistas nacionais e internacionais, além de importantes artistas como Deborah Colker, Lia de Itamaracá e Isaar. A 2ª edição está prevista para junho de 2017.

Cláudio Assis, Luciano Siqueira, Deborah Colker, Richard Reiter, Sergio Xavier e Maria Luciana Nunes

goo.gl/83FYCA


INOVAÇÃO E ENERGIA RENOVÁVEL NOS MOVE AO FUTURO Por: Paulo Câmara, Governador do Estado de Pernambuco Quero dar minhas boas-vindas aos participantes do encontro “Energia Renovável e Inovações Interconectadas: Mercados Sustentáveis do Século XXI”. Nosso Governo, em parceria com o Consulado Geral dos Estados Unidos para o Nordeste, tem orgulho em promover essa reunião de empreendedores idealistas, que, tenho certeza, deixará sementes promissoras. Trabalhamos com entusiasmo para posicionar Pernambuco sempre na vanguarda, na construção da economia de baixo carbono. Estamos avançando, não apenas como um Estado gerador de energia limpa, mas também como polo produtivo de equipamentos, tecnologias e conhecimentos em energias renováveis. Além do parque produtor de energia eólica, o Estado já possui o mais completo polo fabricante de equipamentos para usinas eólicas do Brasil, localizado no Complexo Industrial Portuário de Suape, com grande capacidade logística. Pernambuco tem um potencial bruto de 1.000 GW de energia eólica e cerca de 5.200 GW de energia solar. Para aproveitar essas fontes, o governo criou o Programa PE Sustentável e realizou, em 2013, o primeiro leilão de energia solar do Brasil, de 92 Megawatts (MW). Fruto desse pioneirismo, foi inaugurado em 2015, no município de Tacaratu, com investimentos da Enel Green Power, o primeiro parque híbrido do País, com planta solar de 10 MW, integrada com planta eólica de 80 MW. Juntas, são capazes de abastecer 250 mil residências. Outras plantas fotovoltaicas de diversos empreendedores estão em instalação, além de uma fábrica de painéis solares. Os parques eólicos e solares instalados já possibilitaram a redução de centenas de milhares de toneladas de emissões de gases que provocam o aquecimento global. Para incentivar a microgeração de energia solar foi criado o programa PE Solar, com uma linha de financiamento específica e ampliamos benefícios fiscais para compras internas, interestaduais e importação de máquinas, aparelhos e equipamentos para as indústrias de componentes e parques eólicos e solares. Para impulsionar e fortalecer este novo mercado, o governo estadual criou uma comercializadora de energia solar e em 2016 começou a comprar energia para prédios públicos via Mercado Livre. Para avançar neste caminho, criamos o Comitê de Inovação e Incentivo à Economia de Baixo Carbono - CIIEBC, coordenado pela Secretária de Meio Ambiente e Sustentabilidade, para formular e implantar políticas inovadoras, em sintonia com os novos paradigmas da sustentabilidade. Por tudo isso, posso afirmar que Pernambuco está preparado para trilhar passos ainda mais ousados, agregando as ideias e propostas resultantes deste histórico encontro. O Desenvolvimento Sustentável, que tem no uso da energia limpa e renovável um dos seus pilares, é o que desejamos para Pernambuco, para o Brasil e para o Mundo.


Estados Unidos – Brasil: Parceria em Energia Renovável Por Richard Reiter, Cônsul Geral dos Estados Unidos no Recife

O Consulado Geral dos Estados Unidos no Recife é um dos mais antigos postos diplomáticos dos Estados Unidos no mundo, com mais de 200 anos de operação. O primeiro diplomata americano, Samuel Voorhees, chegou ao Recife em 1815, antes mesmo do Brasil se tornar uma nação independente. Os Estados Unidos foram atraídos pelas oportunidades comerciais que existiam em Pernambuco - principalmente açúcar e algodão, na época. Dois séculos depois muita coisa mudou no mundo, mas a importância do nosso relacionamento permanece. O Brasil e os Estados Unidos são as duas maiores economias do Hemisfério Ocidental. No ano passado, negociamos US $ 46 bilhões, e Pernambuco continua a desempenhar um papel importante em nossa parceria comercial. Mas, à medida que nossas economias evoluíram, evoluiram também os nossos padrões de comércio e é por isso que estamos extremamente orgulhosos de estabelecermos esta parceria com Pernambuco no setor de energia renovável - um campo no qual o Estado é líder. O Consulado Geral dos Estados Unidos está animado por organizar, em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (SEMAS) e Renewables 100 Policy Institue, o Workshop “Energia e Inovações Interconectadas: Mercados Sustentáveis do Século XXI” no período de 4 a 6 de abril. Este evento é financiado, em parte, por um subsídio de US $ 75 mil do governo americano que busca alavancar parcerias público-privadas, reunindo o governo e o setor privado para encontrar soluções aos desafios mais difíceis. O objetivo do evento é gerar projetos comerciais entre empresas e instituições americanas e brasileiras que irão atender às necessidades de um setor energético em evolução, no qual, em 2015, foram investidos US $ 290 bilhões no setor de energia renovável em todo o mundo. A energia solar também gera vários empregos nos EUA. De acordo com o Departamento de Energia dos Estados Unidos, o departamento de energia solar sozinho emprega cerca de 375 mil pessoas no País. O Workshop conta com a participação de sete empresas americanas de energia renovável, incluindo o Laboratório Nacional de Energia Renovável do Departamento de Energia dos EUA; Universidade da Califórnia em Los Angeles; Operador de Sistema Independente da Califórnia (CAISO); a Comissão de Energia da Califórnia. Este interesse de instituições americanas de alto nível tanto públicas quanto privadas, é uma indicação do potencial de participação brasileira neste campo, tanto como líder global quanto como mercado comercial. O Consulado Geral dos EUA está entusiasmado em apoiar este trabalho. O Workshop também lançará o projeto pernambucano “Noronha Carbono Zero”. Especialistas americanos e brasileiros irão trabalhar juntos para construir um plano de ação que transformará Fernando de Noronha em uma ilha que gera 100% de sua energia de fontes renováveis e da baixa emissão de carbono. Isto significa que a beleza natural da ilha será protegida e que o projeto servirá como modelo de tecnologia limpa que poderá ser usado em todo o mundo. A colaboração do Consulado Geral dos Estados Unidos com Pernambuco é um compromisso antigo. Americanos e brasileiros têm trabalhado juntos no Nordeste do Brasil por dois séculos. Estamos confiantes de que o Workshop vai ajudar a lançar mais 200 anos de cooperação comercial mutuamente benéfica.


COINVENTANDO UMA ECONOMIA SUSTENTÁVEL Por Sérgio Xavier, Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco Desigualdade, degradação ambiental, crises econômicas, mudanças climáticas... Os maiores desafios do Século 21 são complexos, interligados, urgentes e globalizados. Portanto, as soluções também precisam ser interconectadas e colaborativas, reunindo imaginação, conhecimentos e tecnologias que possibilitem simplificar caminhos e obter resultados eficientes e em larga escala, com agilidade. O encontro internacional “Energia Renovável e Inovações Interconectadas: Mercados Sustentáveis do Século 21” é um salto efetivo na construção de uma nova economia que impulsione a civilização na direção de um modelo de Desenvolvimento Sustentável local e global. Durante três dias, especialistas, inovadores, empreendedores, investidores e gestores públicos vão trocar ideias, saberes e experiências, visando formular modelos de negócios inéditos e estimular interconexões entre cadeias produtivas fundamentais. Para fazer acontecer essa economia do futuro, entendemos que é preciso incentivar e interligar, de forma ampla, planejada e simultânea, sete cadeias produtivas essenciais para a sustentabilidade: Energias Renováveis e Ecoficiência; Mobilidade Elétrica e Compartilhada; Economia Circular e Reciclagem; Uso do solo e conservação de água; BioArquitetura e Urbanismo Verde; Educação Ambiental e Profissionalização para a Sustentabilidade e Gestão Sistêmica com Tecnologias Digitais (Internet das coisas e Inteligência Artificial em Rede para gerenciar processos complexos interligados). Esses eixos entrelaçados certamente terão força para mudar percepções e comportamentos, puxando todos os demais setores da economia para um novo rumo sustentável. Acreditamos que assim é possível aquecer a economia, desaquecendo o planeta e revertendo processos poluidores. Este inspirador encontro vai aprimorar nossos insights e garantir desdobramentos concretos, a partir de inéditas parcerias multissetoriais e subsídios para formulação de políticas públicas disruptivas. Queremos de forma imediata fazer crescer a economia, gerar empregos, reduzir desigualdades e, simultaneamente, construir novos processos produtivos totalmente sintonizados com inovação, sustentabilidade e visão de futuro sustentável. Com tantas mentes brilhantes e criativas, das mais diversas especialidades, somando soluções aqui no Recife, não tenho dúvidas que os resultados serão rápidos e impactantes. Estamos convictos que a estratégia para fazer acontecer na vida real um desenvolvimento efetivamente sustentável, além de exigir incentivos às sete cadeias produtivas já destacadas, requer também ações interconectadas de cinco bases essenciais da sociedade: Cidadania (sociedade exigindo uma economia baseada em produtos saudáveis e ecológicos); Políticas Públicas (gestão inovadora dos governos); Empreendedorismo (ações disruptivas das Empresas); Conhecimento (Pesquisas e orientações científicas) e Arte (artistas inspirando mudanças de percepção e atitudes). Estamos considerando isso em todas as nossas iniciativas. O Movimento uPlanet, lançado em novembro passado, com quatro dias de ações nas ruas do Recife, reunindo artistas, empreendedores, gestores públicos, ativistas e pesquisadores é um exemplo prático da aplicação desse conceito. A parceria do Governo de Pernambuco com o Consulado Geral dos Estados Unidos no Recife e com o Governo da Califórnia (MOU Global Climate Leadership assinado pelos governadores Paulo Câmara e Jerry Brown) cria fortes bases institucionais para encorajar empreendedores nacionais e internacionais a investirem nesses novos mercados com segurança. Juntos com você e inúmeros parceiros, estamos coinventando um futuro sustentável.


EUA e Brasil colaboram para acelerar as soluções de energia do século XXI Por: Diane Moss, diretora fundadora do Instituto de Políticas Renewables 100 e Angelina Galiteva, presidente do conselho fundador do Instituto de Políticas Renewables 100

O evento "Energia Renovável e Inovações Interconectadas: Novos Mercados para o Século XXI" reunirá especialistas em energia dos Estados Unidos e do Brasil para compartilhar ideias sobre como as duas nações podem continuar a colaborar com o objetivo comum de transformar nossos sistemas de energia com a presença de recursos renováveis e sustentáveis. Além de sediar uma discussão sobre soluções de energia de ponta, o evento iniciará um projeto entre os Estados Unidos e Pernambuco de transformação de energia na ilha de Fernando de Noronha, Patrimônio da Humanidade, que pertence ao estado de Pernambuco. Este projeto ambicioso pretende ser um piloto no Brasil e um dos primeiros na América Latina de como transformar o suprimento energético baseado em combustíveis fósseis importados para um que utiliza 100% de energia renovável. Ressaltando o quanto isso é oportuno, as nações insulares compõem mais de um terço dos signatários do acordo do Fórum de Países Vulneráveis ao Clima que se comprometem a atingir 100% de energia renovável anunciado na COP 22 em novembro passado. O sucesso - e as lições aprendidas ao longo do caminho - sobre Fernando de Noronha pode ajudar a garantir que os objetivos energéticos visionários dessas muitas nações pioneiras se traduzam em realizações tangíveis. Este projeto será baseado em pesquisas conduzidas pelo Laboratório Nacional de Energia Renovável (NREL), do Departamento de Energia dos Estados Unidos em 2010, que estudou maneiras da ilha de administrar os suprimentos de água e energia de forma mais sustentável. Adam Warren, Ph.D. da NREL, que estará no Workshop, diz: "Estamos ansiosos para trabalhar com o Brasil que pretende chegar a 100% de energia limpa em Fernando de Noronha. As ilhas proporcionam oportunidades únicas de demonstrar que a alta penetração de energia renovável é possível sem afetar negativamente a estabilidade da rede ou aumentar os custos da eletricidade”. O projeto também reforça a parceria entre os estados da Califórnia e de Pernambuco, estabelecida pelo “Under 2 MOU”, um acordo internacional entre governos subnacionais em que se comprometem a reduzir a emissão de carbono por meio de investimentos em energia limpa liderado pelo Instituto de Políticas Renewables 100 e a Califórnia. O comissário de Energia da Califórnia, David Hochschild, está entre os funcionários de energia do estado que participaram dessa parceria com o Estado de Pernambuco no ano passado. Ele fará uma palestra no evento sobre as estruturas regulatórias e políticas para o avanço das energias renováveis e eficiência energética e está otimista sobre esta próxima fase da parceria. "A Califórnia está empenhada em construir um futuro com energia limpa e espera colaborar com países como o Brasil para reduzir a poluição de gases de efeito estufa e promover as tecnologias limpas que irão alimentar o século XXI".


programação energia renovável e inovações interconectadas mercados sustentáveis do século xxi 4 de Abril 8:30 – 9:00 Credenciamento e Welcome Coffee 9:00 – 9:30 Abertura e boas vindas por Paulo Câmara, governador de Pernambuco; Geraldo Júlio, prefeito do Recife; Richard Reiter, cônsul Geral dos Estados Unidos para o Nordeste; Sérgio Xavier, secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco 9:30 – 9:50 Projeto Inovador da Usina Solar de Mount Signal | Modelo de Otimização para Projetos de Energia Solar da 8minutenergy Renewables Pablo Otin – Vice-presidente, 8minutenergy Renewables 9:50 – 10:10 Geração de Energia Solar Fotovoltaica no Hawaii | Inversores fotovoltaicos TMEIC com prevenção para danos causados pela maresia Donn Samsa – Gerente Geral, TMEIC 10:10 – 10:30 Mantendo a Estabilidade da Rede com a Integração de Fontes Variáveis de Energias Renováveis | Plataforma de IoT do sistema PI da OSISoft para a coleta “big data” de energias renováveis Fábio Santos – Gerente de Contas, OSISoft 10:30 – 10:50 Armazenagem de Energia de Longa Duração: Flexível, Segura e de Baixo Custo | Energy Storage Systems (ESS) Iron Flow Battery Richard Phillips – Gerente, Energy Storage Systems 10:50 – 12:00 Crescimento das Energias Renováveis e o Impacto na Rede David Hochschild – Comissário de Energia da Califórnia Angelina Galiteva – Conselheira do CAISO Daniel Vieira – Especialista em Regulação da ANEEL Rodrigo Sauaia – Presidente ABSOLAR Guilherme Syrkis – Ministério de Minas e Energia


4 de Abril (continuação) 12:00 – 14:00

Intervalo para o almoço

14:00 – 17:00

Rodada de Negócios

14:30 – 15:30 IoT e Oportunidades de Negócios Inovadores Francisco Saboya – CEO Porto Digital Sergio Cavalcante – CEO C.E.S.A.R 15:30 – 16:10 Recife por uma economia de baixo carbono Bruno Schwambach – Secretário de Desenvolvimento Sustentável e Meio ambiente da Prefeitura do Recife Sérgio Xavier – Secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco 17:30 – 19:30

Happy Hour

5 de Abril 9:00 – 9:20 Abertura segundo dia – Parceria Estados Unidos - Brasil Paloma Gonzalez – U.S. Consul de Assuntos Políticos e Econômicos Angelina Galiteva – Renewables 100 Policy Institute 9:20 - 10:00 Fernando de Noronha FutureCity: Um modelo de desenvolvimento sustentável para o mundo Sérgio Xavier – Secretário de Meio Ambiente de Pernambuco Luis Eduardo – Administrador de Fernando de Noronha Ailton Junior – Presidente do Conselho Distrital de Fernando de Noronha

10:00 – 10:15

Intervalo

10:15 – 11:30 Energias Renováveis e Microgrids Angelina Galiteva - Conselheira do CAISO Adam Warren - Engenheiro Chefe – NREL Antônio Carlos Sanches - Presidente – CELPE


5 de Abril (continuação) 11:30 – 12:30 Eficiência Energética David Hochschild - Comissário de Energia da Califórnia Ana Mascarenhas - Gerente de Eficiência Energética – Neoenergia Renata Leite Falcão - Superintendente - Eletrobras 12:30 – 14:00

Intervalo para o almoço

14:00 – 15:15 Armazenamento de Energia Kelly Desy – Gerente de Projetos – Solar City/Tesla Spartacus Pedrosa – Diretor – Instituto de Tecnologia Baterias Moura 15:15 – 16:30 Estudo de Caso de um Negócio com 100% de Energia Renovável Gláucia Roveri – Gerente de Energia – GM Mike Lu – Presidente – CURCAS Darrin L. Morgan – Diretor da Boeing 16:30 - 17:00

Conclusões

17:00 – 19:00

Happy Hour Pernambucano

6 de Abril 9:00 - 9:20 Políticas públicas para energia renovável Eduardo Azevedo - Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do MME 9:20 - 10:05 Modelos de Negócios Inovadores para atingir a meta de 100% de Energia Renovável Angelo Bellelis - Presidente do Comitê de Energia da AMCHAM e sócio proprietário da Bellelis&Cia Bruno Cecchetti - Chefe de Inovação de Mercado, Pesquisa e Desenvolvimento ENEL BRASIL 10:05 - 10:20

Intervalo


6 de Abril (continuação) 10:20 – 11:15 Água e Energia Renovável Mark Gold - Vice-Reitor para Meio Ambiente e Sustentabilidade – UCLA – Universidade da Califórnia - Los Angeles Roberto Tavares - Presidente – COMPESA 11:15 – 12:10 Transporte com Zero Emissões de CO2 Flavio Hernandes - Gerente– GM Pedro Scorza - Diretor – GOL Empresas Aéreas Angelo Leite - Presidente – Serttel 12:10 – 12:30 Encerramento do Programa Geral John M. Andersen - Subsecretário-Adjunto de Comércio para o Hemisfério Ocidental – Departamento de Comércio dos Estados Unidos da América

Programação para Grupos de Trabalho focado no Projeto de Fernando de Noronha 100% Renovável - (Participação limitada) 14:00 – 14:15

Formação dos Grupos de Trabalho

14:15 – 15:30

Grupos de Trabalho

Participantes irão formar seis grupos para discutir os seguintes assuntos: 1. Tecnologias e Energias Renováveis 2. Armazenamento de Energia 3. Transporte com Zero Emissão de CO2 4. Microgrids e Eficiência 5. Água e Efluentes 6. Economia circular e Reciclagem Cada grupo identificará os desafios e elaborará recomendações de tecnologias, políticas governamentais e mecanismos de financiamento para o projeto de Fernando de Noronha e para o Brasil. 15:30 - 16:30

Apresentações dos Grupos de Trabalho

16:30 – 17:00

Encerramento dos Grupos de Trabalho e Próximos Passos


SPEAKERS Durante três dias, representantes das principais empresas e instituições nacionais e internacionais estarão reunidos para apresentar, debater e incentivar a criação de arranjos inovadores, fomentando uma nova economia, interconectada e de baixo Carbono, além de propor soluções para o setor. Conheça os especialistas que irão falar sobre as inovações para este mercado. Adam Warren é gerente de grupo para a equipe de Desenvolvimento de Projetos e Finanças do Laboratório Nacional de Energia Renovável (NREL) do Departamento de Energia dos EUA. A equipe ajuda as agências governamentais, empresas de serviços públicos, corporações e outras organizações a cumprir metas ambiciosas de energia limpa. Antes de ingressar na NREL, Adam apoiou os esforços da PepsiCo para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e o uso de água na América do Norte. Adam possui doutorado e Graduação em Engenharia Química e é professor adjunto na Colorado School of Mines.

Ana Christina Romano Mascarenhas é graduada em Arquitetura pela Universidade Federal da Bahia e mestre em Regulação da Industria de Energia pela Universidade de Salvador. Atualmente é gerente de Eficiência Energética do Grupo Neoenergia.

Angelina Galiteva

é uma especialista em energias renováveis com utilidade, bem como conhecimento de desenvolvimento de projetos de energia distribuídas. Ela é membro do Conselho de Sistema Independente de Governantes e Corporação Operadora da Califórnia , Presidente do Conselho Mundial de Energia Renovável e fundadora do Renewables 100 Policy Institute. É doutora e Mestra em Direito pela Pace University School of Law em NYC, especializada em Direito Ambiental e Energia.

Angelo Bellelis, sócio diretor da BELLELIS & Cia Consultoria e Presidente do Comitê de Energia da AMCHAM Recife, coordena a Plataforma de Mobilidade Elétrica Interconectadas para PE. Engenheiro Eletricista, MBA com Especializações na KELLOGG e INSEAD. Foi presidente do Estaleiro Atlântico Sul e anteriormente diretor em SP, da ABB, ALSTOM e Sulzer.

Angelo Leite

é diretor presidente da Serttel, empresa pernambucana de soluções inovadoras para a mobilidade, comodidade e segurança das pessoas nos ambientes urbanos. É engenheiro eletricista pela Universidade Federal de Pernambuco.


Antonio

Carlos Sanches é graduado em Engenharia Elétrica, pós-graduado em Administração, com MBA executivo, mestre em Engenharia de Produção e sistemas e doutorando em Supply Chain pela UNICAMP. Atualmente é diretor-presidente da Companhia Energética de Pernambuco - CELPE, do Grupo Neoenergia.

Bruno Cecchetti

é graduado em Engenharia Industrial pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com MBA em Administração pela IBMEC Business School. é diretor de Inovação na Enel Brasil.

Bruno Schwambach

Secretário de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente, é formado em ciências econômicas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Pesquisador do International Car Distibution Program entre 1997 e 2001, prestou consultoria para a Autonation USA (Fortlauderdale, FL), maior grupo de concessionárias do mundo no ano de 1999. Já trabalhou na promoção de eventos e atua há 25 anos no Grupo Parvi, onde criou o Instituto Parvi de Desenvolvimento Social.

David Hochschild trabalha na Comissão de Energia da Califórnia desde 2013. Em 2001, ele lançou uma iniciativa de U$ 100 milhões para colocar painéis solares em edifícios públicos em São Francisco. Ele é co-fundador da iniciativa Vote Solar, uma organização de defesa de 60.000 membros que promove políticas solares. Em 2007-2008, serviu como comissário na Comissão de Utilidades Públicas de São Francisco. O Comissário Hochschild é titular de um diploma em Administração Graduado pela Swarthmore College e tem mestrado em Políticas Públicas pela Harvard’s Kennedy School of Government e foi bolsista da Coro em Relações Públicas.

Donn Samsa é gerente Geral de Negócios de Energias Renováveis na América do Norte da TMEIC. Desde 2011 Donn tem liderado o crescimento do negócio de Inversores Fotovoltaicos da TMEIC, desde seu início até quase 3GW foram instalados nos EUA. Engenheiro elétrico por treinamento, sua carreira se especializou em eletrônica de potência para aplicações industriais com mais de 37 anos de experiência com a GE e agora TMEIC. Donn possui um Bacharelado em Engenharia Elétrica pela Cleveland State University e um mestrado em Ciência da Computação pela Virginia Tech.


Eduardo Azevedo

é formado em Engenharia Elétrica e mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Pernambuco e pós-graduado em Comercialização de Energia pela Universidade de Pernambuco (UPE). Foi secretário Executivo de Energia de Pernambuco e atualmente é secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia.

Fábio Santos é Gerente de Conta de Território da OSIsoft Brazil. Possui um MBA de Automação Industrial e uma graduação em Química e Ciência da Computação. São 19 anos de experiência em implementação de infra-estrutura de dados operacionais em tempo real, em clientes de áreas de energia, petróleo e gás, celulose e papel e química na América Latina, América do Norte e Ásia.

Flávio Hernandes Miguel é engenheiro elétrico formado pela Escola de Engenharia de Mauá e possui MBA em Administração de Empresas pela Universidade Getúlio Vargas. Ele tem 23 anos de experiência na indústria automotiva e trabalhou na General Motors durante 19 anos, incluindo a divisão Europa. Ele foi líder global no desenvolvimento de componentes de sistemas de cobrança e atualmente é Gerente de Engenharia de Produto da General Motors.

Francisco Saboya é graduado em Economia e possui mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Pernambuco. É o CEO do Porto Digital Technology Park. É presidente da Divisão América Latina da IASP - Associação Internacional de Parques Científicos e Coordenador da Câmara Brasileira de Tecnologia da Informação. É professor da Universidade Estadual de Pernambuco. Foi Secretário de Desenvolvimento do Cabo de Santo Agostinho e Diretor Comercial da Agência de Turismo de Pernambuco.

Geraldo Julio é prefeito reeleito do Recife. É graduado em Administração de Empresas, com especialização em Gestão Pública pela Universidade de Pernambuco e concursado do Tribunal de Contas do Estado. Foi Secretario de Planejamento e Gestão e Secretario de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco e também foi presidente do Complexo Industrial Portuário de SUAPE.


John Andersen é vice-secretário adjunto de Mercados Globais do Departamento de Comércio dos Estados Unidos. O Sr. Andersen foi o Subsecretário-Adjunto Principal da Unidade de Acesso e Conformidade com os Mercados. Ele também atuou como Diretor Sênior de Assuntos do Hemisfério Ocidental na antiga unidade de Acesso e Conformidade com o Mercado da Administração de Comércio Internacional e foi um membro-chave da Comissão de Assistência a uma Cuba Livre. O Sr. Andersen possui Mestrado em Assuntos Públicos pela Escola de Relações Públicas da LBJ, Universidade do Texas em Austin e Bacharel em História pela Universidade do Texas em San Antonio.

Maria Luciana Nunes, jornalista e empreendedora, é diretora e curadora da plataforma uPlanet, rede colaborativa de soluções inovadoras sustentáveis, que conecta pessoas, empresas e governos. Também dirige o Sinspire - Rede criativa de inovação, tecnologia, design, sustentabilidade e empreendedorismo social. - responsável pela produção colaborativa do 1° Workshop “Energia Renovável e Inovações Interconectadas: Mercados Sustentáveis do Século XXI”.

Mark Gold é o Vice-Chanceler Associado para Meio Ambiente e Sustentabilidade na Universidade da Califórnia, Los Angeles (UCLA). Sua pesquisa foca em gestão integrada de água, gestão de recursos costeiros e sustentabilidade urbana. Ele está liderando o primeiro Grande Desafio da UCLA: Prosperar em uma Los Angeles mais quente até 2050: um Caminho para 100% de Energia Renovável, 100% Água Local e Melhorar Ecossistema e Saúde Humana. Antes de trabalhar na UCLA, Mark foi o presidente do grupo ambiental, Heal the Bay (Cure a Baía), por 18 anos.

Mike Lu Biólogo e administrador de negócios, CEO da Curcas Diesel Brasil, secretário Executivo do Consórcio MacauBR, e coordenador do setor privado da Plataforma Mineira de Bioquerosene e Renováveis, Integrador da Plataforma Brasileira de Biocombustíveis e Renováveis, Colaborar na estruturação da Plataforma Pernambucana de Bioquerosene e Renováveis.

Pablo Otin

desenvolveu mais de 2+ GW de projetos renováveis na UE, EUA, América Latina e Ásia e foi pioneiro no desenvolvimento de projetos de energia solar fotovoltaica no México, Porto Rico e Panamá. Desempenhou cargos seniores em empresas de manufatura (Gamesa), empresas de desenvolvimento solar (Gestamp Solar & BP Alternative Energy) e instituições financeiras (ALLCO, Foresight, LightBeam). 8minutenergy é a maior desenvolvedora independente de PVs solares na I.S., com mais de 1,5 GW sob contrato, e operações na Índia, Bangladesh, Brasil e México.


Paloma Gonzalez

é uma diplomata de carreira do Ministério das Relações Exteriores dos Estados Unidos, atualmente servindo como chefe político / econômico para o Consulado Geral dos Estados Unidos no Recife. Ela ajudou no avanço da colaboração na área de energia renovável e mudanças climáticas com o Nordeste do Brasil. Antes do Recife, foi Assistente de Pessoal para o Subsecretário de Assuntos do Hemisfério Ocidental. Ela também atuou em Bogotá, Colômbia, e em Tijuana, no México.

Paulo Câmara

é o governador de Pernambuco. Ele é bacharel em Ciências Econômicas, com pós-graduação em Contabilidade e Controladoria Governamental e mestrado em Gestão Pública (2006), todos pela UFPE. É auditor de Contas Públicas do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) e foi secretário da Fazenda.

Pedro Rodrigo Scorza Graduado em Administração de Empresas pela PUC-RS (Universidade Católica do Rio Grande do Sul) e mestre em Administração pela UFRGS (Universidade do Rio Grande do Sul). Capitão de Linha na GOL Airlines. Diretor de Renováveis para a Aviação da Ubrabio (União Brasileira de Biodiesel e Bioquero).

Richard Phillips

é formado em Engenharia Química pela Oregon State University e pós-graduado em Administração de Empresas pela Syracuse University Maxwell School of Business. Começou sua carreira como engenheiro de aplicações, em seguida como gerente de marketing e diretor de marketing da Texas Instruments, Inc. Também passou oito anos como diretor de vendas e marketing e vice-presidente de vendas e vice-presidente geral da Planar Systems, Inc. Antes de ingressar na Energy Storage Systems, ele passou quinze anos como presidente da Lissajy Services, Inc.

Richard Reiter é um oficial de carreira do Ministério das Relações Exteriores dos Estados Unidos. Ele é o atual Cônsul Geral dos Estados Unidos no Recife. O Sr. Reiter foi Conselheiro Especial para a Ásia do Sul e Central para o Vice-Presidente Joseph Biden. Com bolsa diplomática na Universidade de Columbia, em Nova York. O Sr. Reiter atuou anteriormente como diplomata em Recife, Brasília, Canadá, Croácia, Bélgica, Afeganistão, Portugal e no Departamento de Estado dos Estados Unidos em Washington DC. Ele estudou na Universidade de Columbia, diplomado em Economia e mestrado em Negócios Internacionais na Escola de Relações Internacionais e Públicas.


Roberto Cavalcanti Tavares

é graduado pela FCAP/UPE e Master em Administração de Empresas pela Universidade Autônoma de Madri/Espanha. É presidente da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento – Aesbe e presidente da Companhia Pernambucana de Saneamento – Compesa

Rodrigo Sauaia é Doutor em Engenharia e Tecnologia de Materiais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, com mestrado em Energia Renovável com especialização em Energia Solar Fotovoltaica e bacharel em Química pela Universidade de São Paulo. É presidente da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR). É co-fundador e membro do Conselho Global Solar (GSC) e é consultor para o campo da energia solar fotovoltaica com o Greenpeace Brasil.

Sérgio Cavalcante

é doutor em Eletrônica pela Universidade de Newcastle Reino Unido. Ele é CEO do CESAR e presidente da AmCham Recife, Pitang e Joy Street. Participa também como conselheiro do Porto Digital. Foi Diretor de Relações Comerciais na Sociedade Brasileira de Computação e Diretor do Departamento de Ciência da Computação do Centro de Tecnologia da Universidade Federal de Pernambuco, onde é professor.

Sérgio Xavier é desenvolvedor de projetos inovadores de Economia Verde e ativista por um desenvolvimento sustentável. Com formação em Comunicação Social e Engenharia Eletrônica, é empreendedor de inovação tecnológica desde a fundação do Porto Digital (Recife). Licenciado das atividades empresariais, é secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (SEMAS). Em 2016, convidado pelo governo dos Estados Unidos, participou do International Visitor Leadership Program na Califórnia, Georgia e em Wasghington. É coordenador do Comitê de Inovação e Incentivo à Economia de Baixo Carbono, iniciativa pioneira do governo de Pernambuco.

Spartacus Pedrosa

é graduado em Engenharia Química e Gestão Empresarial pela Universidade Federal de Pernambuco, com MBA em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas. É diretor Executivo do Instituto de Tecnologia Edson Mororó Moura – ITEMM.


Mobilidade Elétrica Interconectada

Exemplo de Plataforma em estruturação em Pernambuco

ENERGIA EÓLICA

SMART GRID ENERGIA SOLAR

APPs DE COMPARTILHAMENTO

INTERNET DAS COISAS

ARMAZENAMENTO DE ENERGIA

VEÍCULOS ELÉTRICOS

PONTOS DE ESTACIONAMENTOS E SUPORTES URBANOS

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Realização:

Apoiadores:

rede de serviços interconectados Patrocínio:

Parceiros institucionais:

Coordenação:

INOVAÇÃO E ECONOMIA CRIATIVA

WORKSHOP ENERGIA RENOVÁVEL ABRIL 2017  

Workshop Energia Renovável e Inovações Interconectadas - Mercados Sustentáveis do Século XXI

WORKSHOP ENERGIA RENOVÁVEL ABRIL 2017  

Workshop Energia Renovável e Inovações Interconectadas - Mercados Sustentáveis do Século XXI

Advertisement