Issuu on Google+

www.universitarianews.com.br

Ano III | Edição 13 | Junho e Julho de 2009

EXAME DE ORDEM: PRIMEIRO GRANDE DESAFIO DOS ACADÊMICOS DE DIREITO APÓS SAIR DA FACULDADE CONHEÇA O PODER DA HOMEOPATIA E A EFICÁCIA DOS MEDICAMENTOS NATURAIS


ABERTURA

2

J u n h o e Ju l h o | 2 0 0 9


NESSA EDIÇÃO

EXPEDIENTE Universitária News WWW.UNIVERSITARIANEWS.COM.BR CONTATO@UNIVERSITARIANEWS.COM.BR diretores AUGUSTO BENFICA CLÁUDIO MENEZES edição EXTRA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO projeto gráfico e diagramação TERCEIRIZE PROJ. GRÁFICOS E EDITORIAIS

32 MERCADO

revisão

JOVENS QUE APOSTAM NA BOLSA DE VALORES, COMO FORMA DE INVESTIMENTO

JOÃO MARIA DE LIMA

08 SUA CARREIRA PSICOLOGA MICHELLE BRITO REVELA SEGREDOS DA PROFISSÃO

15 PERFIL

SAIBA UM POUCO MAIS SOBRE A VIDA DA ARQUITETA E DECORADORA YSNARA ALMEIDA

34 GIRO CULTURAL

fotografia

RECÉM-CONSTRUÍDO, O PARQUE DE NATAL AINDA NÃO FOI INAUGURADO. O QUE ACONTECEU?

38 FIQUE SABENDO

BRUNO PÔVOA comercial (84) 3082 4242 | 9155 4242

AQUECIMENTO GLOBAL: SAIBA EM QUE PODERÁ ACARRETAR OS GASES LIBERADOS NA ATMOSFERA

gráfica OPÇÃO GRÁFICA

40 BEM-ESTAR

CONHEÇA O PODER DA HOMEOPATIA E A EFICÁCIA DOS MEDICAMENTOS NATURAIS

AV. ENG. ROBERTO FREIRE, 2920 SALA 01A - CAPIM MACIO SHOPPING CIDADE JARDIM CEP:59080-400 - NATAL/RN

16 TÁ NA CAPA

A BATALHA DOS ESTUDANTES PERANTE O EXAME DE ORDEM

28 ON LINE

YOUTUBE: UMA FERRAMENTA QUE PODE SERVIR DE FONTE DE PESQUISA OU DENEGRIR IMAGENS

EDITORIAL A Revista Universitária News chega até você novamente. Nesta 13ª edição, traz matérias com conteúdos diversos que cercam a vida universitária. Com a matéria de capa, a Revista aborda o Exame de Ordem dos Advogados do Brasil, que aqui conta a saga de alguns advogados e suas experiências com a prova, além de uma entrevista com o presidente da OAB-RN. O Marketing Pessoal é assunto nas nossas páginas. A Revista traz uma entrevista com Jussier Ramalho, referência no assunto em todo o país. Outro assunto interessante é namoro na faculdade, 4

J u n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

DIRETORES um tema polêmico e bastante comum nos corredores das instituições de ensino. Na época em que todos estão voltados para os problemas do mundo, uma matéria sobre Aquecimento Global esclarece alguns pontos importantes. A preocupação com a saúde não poderia ficar de fora, uma matéria sobre Homeopatia explica seus princípios e eficácia da técnica. Faça um passeio por Paris e Ilhas Gregas e fique por dentro de onde comer bem, dos principais locais para serem visitados.Tudo isso e muito mais só para você. Boa leitura!

CLÁUDIO MENEZES

AUGUSTO BENFICA


NEWS

JURÁSSIKOS 95 Com a proposta de fazer um programa de rádio diferente, ousado e criativo, Jean Fernandes apresenta todas as sextas-feiras, a partir das dez da noite, o Jurássikos 95. São tocados os clássicos do passado nos variados estilos de música, como Rock, Pop e Dance, que se revezam de forma democrática e trazem à tona boas recordações musicais. Informativo e ousado, o programa é pioneiro ao convidar comunicadores de outras emissoras para apresentar histórias do rádio.

FEST BEER

BALADINHA: A FESTA QUE VAI FERVER ÀS QUINTAS Um dos mais badalados espaços de Natal ficará ainda melhor nas noites de quintas-feiras. O Olimpo, na Hermes da Fonseca, uma casa superestruturada com capacidade para 500 pessoas, irá garantir a diversão e a presença de muita gente bonita. Com música de qualidade, sempre com o DJ Raphael Correia abrindo a noite até 2 da manhã, com um set novíssimo, só de hits, fazendo um mix do novo ao antigo: Chico Science, Van Halen, Beth Carvalho, Eurythmics,Tim Maia, Jorge Ben Jor, Rita Lee,Vanessa da Mata, Monobloco, Cazuza etc... Logo após, uma Banda de Pop Rock e, para fechar a noite, um top DJ do Brasil.

Há burburinhos pela cidade que Serginho, ex- Pimenta Nativa, irá fazer uma grande participação com a Banda Pura Tentação, no dia 4 de julho, no D´Place, vizinho ao Espaço 21, a partir das 16h. Se tudo der certo, Serginho vai mostrar o seu novo trabalho, o Axé Sanfonado, um repertório que mistura axé e forró. O cantor também promete relembrar antigos sucessos, como Maria Joaquina. Outras atrações também animarão a galera como: RapazZiada S.A, Nosso Grito e Forrozão Sua Mãe é Minha Boy. Cerveja e caipirinha por apenas R$1,00.

6

J u n h o e Ju l h o | 2 0 0 9


UNP SE DESTACA NO EXPOCOM NORDESTE Os cursos de Comunicação Social da Universidade Potiguar já são conhecidos nacionalmente por conquistarem diversos prêmios. Todos os anos, o Curso de Publicidade e Propaganda conquista a maioria dos prêmios da Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação – Expocom, evento realizado anualmente e que revela talentos da área. Na etapa Nordeste, dos 12 trabalhos inscritos pelo Curso, oito foram premiados e já selecionados para representar o Nordeste na etapa nacional, que acontece no mês de setembro, em Curitiba. Já o Curso de Jornalismo enviou dois trabalhos, dos quais um foi selecionado. O vídeo documentário sobre Clodoaldo Silva, defendido na ocasião pelo egresso Tobias Neves Silva vai representar o curso na etapa nacional. A etapa Nordeste foi realizada entre os dias 14 e 16 de maio, em Teresina/ PI. A equipe foi acompanhada pelas professoras Melissa Cirne, diretora adjunta do Curso de Publicidade e Propaganda, e Cíntia dos Reis Barreto, coordenadora do programa de extensão Comunicação Integrada da UnP.

BATIDA

Com uma pegada diferente e extensa diversidade musical, a banda de pagode RapazZiada S.A caiu no gosto dos jovens natalenses. Criada em dezembro de 2008, a banda é formada por jovens universitários que trazem em seu repertório arranjos criativos que visam agradar não só o seu público potencial mas também todas as tribos com a mistura do samba, reggae, axé e forró, um show bem diversificado. A banda é composta por Diego Nobrega (Voz), Paolo Ricardo (Cavaco), Thiago Bobby (Contra Baixo), João Paulo (Pandeiro), Amaro Marques (Surdo), Pepeu (Sax), Junior Feroz (Bateria) e Victor S.A (Violão). Para contratar o show do RapazZiada S.A é só entrar em contato com o Vagner 9417-3333

FIQUE EM FORMA FESTA COM FESTA Com mais de 4.000.000 de acessos, em seis anos, o Bob Flash comemora o sucesso com A festa das férias. As atrações serão as bandas Monobloco, Nós 4, além de DJs, que irão chacoalhar a estrutura da Cervejaria Continental, no dia 18 de julho, às 17h. Para curtir a festa, os interessados podem escolher o camarote vip com Frontstage e Afterhour ou a pista. Mais informações no site www. bobflash.com.br

Emagrecer é mais do que uma questão estética. A obesidade é uma doença que, no Brasil, atinge cerca de 40% da população. Para quem quer ficar em forma e ter um acompanhamento personalizado, o personal trainer Jammil Oliveira é uma ótima opção. Vantagens de se ter um personal: adequação do profissional aos horários e rotinas do cliente, experiência e know-how em sua área de atuação, entre outras. Priorize a sua saúde e pratique atividade física. Ligue e marque uma aula experimental no telefone: 8826-3096 ou pelo e-mail jamiloliveira_personal@hotmail.com.

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

7


SUA CARREIRA

A PSICÓLOGA MICHELLE BRITO REVELA OS SEGREDOS DO DIVÃ SENSIBILIDADE, DISCRIÇÃO E DETERMINAÇÃO COMPÕEM O PERFIL DOS PSICÓLOGOS QUE ATUAM A FAVOR DA SOLUÇÃO DOS PROBLEMAS INDIVIDUAIS, ATRAVÉS DOS SABERES CIENTÍFICOS

O instinto curioso levou Michelle Brito às abordagens da Psicologia, que despretensiosamente surgiu em sua vida e sem nenhuma influência familiar. A capacidade de ajudar e desvendar os mistérios do mundo psicológico a conquistou ainda na adolescência num período que residia na Espanha. Voltar para o Brasil e optar pela carreira foi apenas o detalhe de enfrentar o vestibular, a decisão já tinha sido tomada.Aos 27 anos, formada em 2005 pela Universidade Potiguar, Michelle seguiu para São Paulo, onde se especializou por dois anos, e, de volta a Natal, hoje, trabalha como psicóloga do Natal Hospital Center e na Clínica Ser. DESDE CRIANÇA VOCÊ PRETENDIA SER PSICOLOGA? Falar que desde criança tinha essa pretensão

8

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 09

é cedo, já que não tinha familiares psicólogos e tampouco contato com profissionais da área. Considero que meu encantamento começou no início da minha adolescência, quando tive a oportunidade de conhecer profissionais da psicologia, ouvir o que se fazia e ver como era o trabalho do psicólogo. VOCÊ RECEBEU INFLUÊNCIA DE ALGUÉM? Enquanto residi em Madrid, no período da minha adolescência, acompanhei meus pais na realização do doutorado. Nesse período, recebemos um casal de amigos de Pernambuco para também realizar estudos em suas áreas. Ele, juiz; ela, psicóloga, no Recife. Foi com Nadja, profissional altamente preparada e com uma capacitação fantástica, que me

enamorei pela área. Na época tinha muitas perguntas, curiosidades, fantasias. O espelho nesta profissional fez com que, no regresso ao Brasil, me definisse para realizar o vestibular de psicologia. VOCÊ SE SENTE REALIZADA COM A PSICOLOGIA? Gosto de incentivar estudantes e profissionais da área, a realização é a chave nessa motivação. Observar e realizar leituras sobre o comportamento humano também é fonte de prazer nos meus tempos livres. Sinto-me privilegiada pelo tempo de formada e pelos espaços alcançados. É VERDADE QUE TODA PSICÓLOGA


todo o Brasil, através de um 0800 cedido pela USP para a população, sobre educação sexual. Aproveitei o período dos dois anos para me especializar em acupuntura tradicional chinesa pela Associação Brasileira de Acupuntura, cujo aprendizado, em muitos momentos, utilizo como recurso complementar no consultório. Semanalmente, através de um grupo de estudo online de São Paulo, realizo estudo de casos clínicos e faço a discussão deles. Quando vale a pena, procuro conciliar os horários do trabalho e da família para participar de congressos e eventos na minha área.

PRECISA FAZER ANÁLISE? QUAL A FINALIDADE DISSO? É muito importante, concomitantemente ao trabalho, ter um espaço seu. Dependendo da área da psicologia em que se atue, a psicoterapia é ferramenta primordial. O crescimento pessoal é o principal objetivo da psicoterapia. Não tenho como aferir uma única finalidade, já que a psicoterapia é aplicada a diversas situações vivenciais: desde transtornos psicológicos mais severos até o próprio amadurecimento pessoal. Também vale ressaltar que, como psicóloga clinica e hospitalar, o espaço de troca e comunicação com outros profissionais torna-se valioso. QUAIS AS DIFICULDADES DA PROFISSÃO? Acredito que irá depender da área de atuação. No caso da clínica privada, observo que a questão financeira ainda é muito evidente. Muitos resistem em procurar atendimento porque consideram alto o valor das sessões. Houve um melhora depois da regulamentação da ANS, que obriga as operadoras de saúde a oferecerem 12 sessões anuais ao usuário. No entanto, essa visão é bastante tímida, já que ainda existe muita “burrocracia” e dificuldades por parte dos planos de saúde. A PROFISSÃO É RECONHECIDA E RESPEITADA PELA SOCIEDADE? Observa-se, cada vez mais, o psicólogo em evidencia e a ampliação do mercado. Isso se vê e percebe-se na própria mídia. Temos como exemplo, no fim do mês de abril, o novo projeto aprovado pela Câmara dos Deputados que obriga as escolas de rede pública e ensino básico a oferecerem atendimento psicológico a alunos e professores. O QUE É PRECISO PARA SER UMA BOA PSICOLOGA? Paixão e capacitação. Acredito que o amor

SEM INFLUÊNCIA FAMILIAR, MICHELLE BRITO ESCOLHEU A PSICOLOGIA COMO PROFISSÃO

e o aprimoramento técnico cientifico são indispensáveis para exercer um trabalho ético e sábio. COMO VOCÊ FAZ PARA SE ATUALIZAR? Acredito que a atualização do psicólogo deve ser continuada.Assim me exijo cotidianamente. Após a conclusão do curso, procurei o melhor centro do país para me especializar na área em que atuo, psicologia hospitalar. Foram dois anos de formação no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, atuando como psicóloga do Instituto do Coração- InCor. Concomitantemente, nos fins de semana, aproveitava o leque de oportunidades da grande metrópole para realizar cursos do meu interesse. Poderia citar alguns deles. No Instituto 4 estações, referência nacional no estudo de luto e perdas, realizei cursos nessa área, auxiliando mais meu trabalho com pacientes hospitalizados. Já no Instituto Pieron fiz cursos voltados para área de orientação profissional e vocacional. Tive também a oportunidade de trabalhar no projeto Sexualidade, do instituto de psiquatria, realizando atendimento para

É FÁCIL SEPARAR OS PROBLEMAS DOS PACIENTES DA SUA VIDA PESSOAL? Exercito desligar meu taxímetro de psicóloga quando não estou no hospital e no consultório, caso contrário meu esposo não aguenta (risos). É necessário e saudável ter outras atividades além do trabalho, bem como outros assuntos. Não há como esquecer os pacientes fora do consultório ou do hospital, sem dúvida eles fazem parte do meu cotidiano. Existe uma reciclagem nos encontros supervisionados com outros profissionais e nas trocas teóricas, estas tornam-se indispensáveis para separar o que faz parte de mim e do outro. No hospital, lido muito com luto dos familiares e dos próprios pacientes, saio sensibilizada, sou humana, posso não demonstrar, mas a dor do outro foi compartilhada e você sente muito. Por isso, existe a importância de eu ter também o meu espaço, onde sou ouvida.As identificações fazem parte das histórias de vida de cada um, no entanto não deixo que isso interfira em qualquer que seja o atendimento. Particularmente tenho também as minhas “válvulas de escape”, seja fazendo atividades artesanais, hidroginástica, caminhadas com meu cachorro, passeios com meu filho e esposo ou no espaço onde escrevo para a coluna no site do natalpress.com.

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

9


COMPORTAMENTO

NAMORO NA FACULDADE O AMBIENTE UNIVERSITÁRIO PODE SER UM DOS PRINCIPAIS FOCOS DE RELACIONAMENTOS AMOROSOS DURADOUROS.

O convívio obrigatório entre colegas durante o período acadêmico faz com que eles compartilhem de grande parte do dia, o que gera oportunidade para paquerar e até conquistar o coração de alguém. Conciliar romance e estudo é possível, se o casal estiver realmente envolvido com sua formação. Esse tipo de relacionamento tem se tornado cada vez mais frequente nas salas de aula, visto que o ambiente é bastante propício para as pessoas que, de certa forma, já se identificam se conhecerem melhor. Segundo a psicóloga especialista em Psicologia Clínica - EPSI/PB e mestranda em Psicologia Clínica pela UNICAP-PE, Licélia Siqueira, a faculdade não é necessariamente o lugar ideal para encontrar um parceiro adequado, mas é comum que os relacionamentos iniciem na faculdade em decorrência do fato de que, durante o período acadêmico, a maior parte do tempo está destinado à universidade.Além disso, há muitas vezes uma identificação de escolhas profissionais, de planos com um(a) colega e uma empatia que favorece o estabelecimento de um

10

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

CRISLÃNE CARVALHO E MILTON LAVOR

vínculo afetivo estável e duradouro. Para compartilhar tanto tempo sem desavenças, a psicóloga aconselha que ambos preservem a sua individualidade. “O espaço de cada um deve ser respeitado. Esta, certamente, é uma dica que

contribuirá para a harmonia do casal e, consequentemente, para durabilidade do relacionamento. O ciúme e o excesso de cobranças poderão ser prejudiciais não só na vida acadêmica, mas em outros contextos também. É fundamental que o casal esteja atento a possíveis comprometimentos sociais decorrentes do relacionamento amoroso”, explica. Para que o romance não prejudique a formação acadêmica do casal, Licélia Siqueira aconselha que se tenha muito respeito. “Este, sem dúvida, é o grande segredo para que o romance não seja prejudicado, bem como para que a atividade acadêmica não seja comprometida em decorrência desse vínculo afetivo. Respeitar a individualidade, as amizades, as decisões e as possíveis diferenças é um grande desafio, porém fundamental”, revela a psicóloga, acrescentando que, para isso tudo ocorrer, é preciso que haja um mínimo de confiança entre o casal. Crislãne Carvalho ingressou na faculdade com a mentalidade de que seria interessante ter ideais em comum com a pessoa com quem fosse passar


ENTREVISTA: GISELE ARAÚJO E EUDO LEITE

GISELE ARAÚJO E EUDO LEITE SE CONHECERAM NA FACULDADE E ESTÃO JUNTOS HÁ 13 ANOS E MEIO

o resto de sua vida. De preferência, que fosse alguém que fizessem o mesmo curso, mas ela jamais poderia se imaginar encontrando sua "alma gêmea" dentro da sala de aula. Depois de conhecer Milton Lavor, ela passou a gostar da ideia de ter seu parceiro por perto. O casal se conheceu logo que começou a cursar Direito na Faculdade Câmara Cascudo. Pouco tempo depois do início das aulas, os dois já estavam de paquera. Não demorou muito para engatar um relacionamento, que atualmente está em um ano e seis meses. Os dois afirmam que essa união é o resultado de muita conversa durante as atividades que faziam em grupo. Foi na sala de aula onde os dois descobriram pontos em comum e aprenderam a respeitar o espaço do outro. Com relação ao conteúdo visto em sala de aula, o casal procura sempre revisar tudo junto, um na casa do outro ou na faculdade. “Quando combinamos de estudar é isso que fazemos. Namoramos depois que concluímos o conteúdo combinado”, revela Crislãne Carvalho.

A juíza federal Gisele Araújo Leite e o promotor de justiça do Estado do RN Eudo Leite passaram pela mesma situação e agradecem à faculdade pela união, que dura até hoje. Casados há 10 anos, os dois se conheceram na UFRN há 14 anos, quando começaram a cursar Direito. Depois de serem escolhidos para fazer um trabalho em conjunto, os dois passaram a se conhecer melhor e pouco tempo depois já começaram a namorar. A união em momento nenhum comprometeu os estudos, ao contrário disso, os dois passaram a combinar horários de estudos na biblioteca. Atualmente ela executa a atividade de Juíza Federal, e ele a de Promotor de Justiça do Estado do RN. Os dois contam um pouco da história e dão dicas para aqueles que já namoram um colega de turma e/ou que desejam namorar. ENQUANTO ESTUDARAM, VOCÊS FAZIAM TRABALHOS JUNTOS? Começamos a namorar no final do primeiro ano de faculdade, após fazermos sozinhos um trabalho em grupo da disciplina Direito Penal I, ministrada pelo professor Ivan Lira de Carvalho (que também é Juiz Federal). O professor mesmo resolveu montar os grupos e estabeleceu estes através da lista de chamadas. Como nossos nomes ficavam próximos, compusemos o mesmo grupo. Como só nos dois íamos para as reuniões designadas para discussão do trabalho, após falarmos sobre este, ficávamos horas conversando, advindo daí nossa maior aproximação e interesse um pelo outro. Cerca de um mês e meio após este trabalho, começamos a namorar.

COMBINAVAM QUANDO IAM FALTAR? Não, mas algumas vezes combinávamos de deixar de assistir à aula para estudar na Biblioteca do Campus, cada um em uma cabine de estudo individual. TEVE MOMENTOS EM QUE VOCÊS SE SENTIRAM ENJOADOS UM DO OUTRO? Houve de ambos os lados, mas foram superados. QUAL O SEGREDO PARA FICAR TANTO TEMPO JUNTO SEM BRIGAS? Brigas (discussões) e desavenças existiram, como em qualquer relacionamento saudável, pois não concordamos ou combinamos em tudo. No entanto, até mesmo nesses momentos, nunca faltamos com o respeito um para com o outro, além de mantermos a compreensão e o diálogo. Desse modo, problemas dessa natureza são contornados. VOCÊS GERALMENTE ESTUDAVAM JUNTOS? Geralmente estudávamos juntos e sempre incentivamos um ao outro, inclusive nos concursos públicos a que nos submetemos após a conclusão do Curso de Direito. QUE DICA VOCÊS DARIAM PARA UM CASAL QUE ESTUDA NA MESMA TURMA, PARA QUE ELES NÃO PERCAM O INTERESSE PELO ESTUDO E NEM PELA PESSOA? Procurem dividir bem as coisas. Não confundam a hora do estudo com a hora do namoro. Aproveitem o que há de bom em ambos, inclusive o estudo em conjunto, o qual, feito com seriedade, só traz bons frutos, estimulando ainda o companheirismo e a parceria, tão importantes quanto o respeito para a mantença de uma relação saudável.

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

11


PIPOCA

O LABIRINTO DO FAUNO O filme abre com uma pequena narração sobre uma princesa que abandonou seu reino subterrâneo para conhecer a realidade humana e as consequências de seu ato. A seguir, conhecemos a menina Ofélia, de 10 anos, fascinada por fábulas e contos, a qual viaja com a mãe para encontrar o seu padrasto, Vidal, capitão das forças fascistas do general Franco. Ao redor de sua nova casa, a menina encontra um labirinto, o qual leva a uma trilha subterrânea. Lá ela conhece o Fauno, uma criatura metade humana, metade bode, que a convence de que ela é a princesa perdida do reino subterrâneo e de que precisa realizar três tarefas para retornar para seu reino. Enquanto a menina embarca no mundo de suas fantasias, o padrasto encara a tarefa de exterminar os opositores de Franco. Esse choque entre o fantástico e o real num universo onírico e gótico dá a tônica do filme, que nos mostra o quanto, às vezes, a fantasia é a melhor realidade que podemos ter.

X-MEN ORIGINS: WOLVERINE Depois da bem sucedida trilogia dos X-Men, o novo filão desta franquia será contar a origem dos mutantes. Para o começo, evidentemente, foi escolhido o mais carismático de todos: Wolverine . O filme começa com a tragédia do assassinato do homem que o pequeno Logan conhecia como pai, e com o anúncio de que o assassino, o pai do seu, então, melhor amigo, Victor, é o seu verdadeiro genitor. Logan e Victor fogem juntos. A amizade e o rompimento desses dois conduzem a história, bem como explicam, em parte, a transformação do mutante Logan no indestrutível Wolverine. Victor Creed (Dentes-de-Sabre), Gambit e Blob são alguns dos mutantes que aparecem neste filme, no qual drama, ação e romance estão bem combinados, garantindo uma excelente diversão.

FICHA TÉCNICA Direção Gavin Hood G Elenco El

Lynn Collins, Will.i.am, Daniel Henney, Troye Mellet, Liev Schreiber, Hugh Jackman, Dominic Monaghan,

Danny Huston, Taylor Kitsch, Kevin Durand Gênero Ação e aventura

DICA

O ESCAFANDRO E A BORBOLETA

FICHA TÉCNICA Direção Guillermo del Toro

12

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

Esta bela película francesa mostra o esforço do ex-redator-chefe da revista francesa Elle, Jean-Dominique Bauby, para escrever um livro após sofrer um p acidente vascular encefálico devastador a aos a 43 anos de idade. As primeiras cenas são de JeanDominique Bauby, acordando após 21 D dias em coma, atordoado e sem saber d o que lhe aconteceu. Interessante como é filmado esse e outros momentos do filme: é como se o espectador fosse o fi

próprio enfermo. Lúcido e consciente, é impressionante a forma como Bauby, com o que lhe restou de movimento, comunica-se aprisionado dentro de um corpo inerte em consequência da rara "Locked-in Syndrome" pós-AVE. É angustiante vê-lo totalmente cônscio sem poder opinar a respeito do que agora está a sua volta. Por outro lado, é extraordinária a capacidade da mente humana de adaptar-se e de superar tais problemas, pois,

Elenco Doug Jones, Ivana Baquero, Sergi López, Maribel Verdú, Ariadna Gil, Álex Angulo, Roger

Casamajor, César Vea, María Jesús Gattoo Gênero Drama


NA ESTANTE

VOCABULÁRIO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS

AQUECIMENTO GLOBAL NÃO DÁ RIMA COM LEGAL CÉSAR OBEID

Apresentado em forma de cordel, este livro será um bom instrumento para apresentar o principal problema ambiental da atualidade. O jovem leitor ficará sabendo quais são as ações que mais agridem o meio ambiente e quais as ações que ajudam a evitar o desgaste do nosso planeta. Ações pessoais e de grupos organizados são formas de reverter essa situação de instabilidade ecológica e garantir uma existência saudável para as futuras gerações.

FICHA TÉCNICA

FICHA TÉCNICA Autor César Obeid Editora Moderna

Edição com validade internacional: incorpora a unificação das regras segundo o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado por todos os integrantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Apresentado por Cícero Sandroni, presidente da Academia Brasileira de Letras, o VOLP foi publicado integral e fielmente de acordo com as instruções da Comissão de Lexicologia e Lexicografia da ABL, constituída pelos imortais Eduardo Portella, Alfredo Bosi e Evanildo Bechara.

Autor ABL Editora Global

Nº Páginas 47 Preço sugerido R$ 27,50

Nº Páginas 976 Preço sugerido R$ 73,90

SOBREVIVA NA BOLSA DE VALORES MAURICIO BASTTER

mesmo aprisionada num corpo paralisado, mantém-se viva e dando lições de vida. Ele realmente tornou-se "preso", não pelo medo que nos aprisiona às vezes, frente aos percalços do dia-a-dia, nem pela falta de iniciativa dos que almejam alçar voos mais altos mas nem se quer dão o primeiro salto. No caso de Bauby, o corpo lhe aprisionou como consequência de um

derrame, mas, assim mesmo, ele não teve medo, saltou, voou e tem muito a nos ensinar com o que lhe restou vivo: sua memória e sua imaginação. "Vida é mais que um corpo em movimento..." Dica: o livro homônimo de Jean-Dominique Bauby, no qual o autor descreve seus pensamentos, lembranças e impressões após contrair a síndrome "locked in".

ANDRÉ MEDEIROS , POTIGUAR QUE CURSA O 6º ANO DE MEDICINA NA UDABOL, NA BOLÍVIA

Com uma linguagem clara, objetiva e sem os jargões típicos dos livros de finanças e investimentos, Bastter traz ao leitor um guia completo e recheado de dicas para quem deseja investir e conhecer melhor a bolsa de valores, suas particularidades e suas oportunidades. Com o mesmo ritmo de Investindo em opções, este livro é diferente de tudo o que você já leu sobre o assunto.

FICHA TÉCNICA Autor Mauricio Bastter

Editora Campus

Nº Páginas 234

Preço sugerido R$ 53,90

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

13


PERFIL

YSNARA ALMEIDA, UMA PROFISSIONAL DE DESTAQUE A JOVEM BRILHA NA ARQUITETURA E MOSTRA CRIATIVIDADE E BOM GOSTO NA DECORAÇÃO DE FESTAS

Jeito de menina, mas superdeterminada, a arquitetaYsnara Almeida é um dos destaques quando se fala em arquitetura e decoração de ambientes. Formada pela Universidade Potiguar,Ysnara ama o que faz e, por isso, faz tão bem. Esse amor começou desde pequena, quando visitava obras com o pai, engenheiro e seu grande espelho na profissão. Ela define, em seu perfil, que decoração está intimamente ligada à realização dos sonhos de seus clientes. NOME COMPLETO:Ysnara Almeida IDADE: 26 anos FORMAÇÃO: Arquiteta ARQUITETURA: hobby MERCADO: vejo muitas oportunidades de negócios DECORAÇÃO: Realizar sonhos PAIS: Brasil e Portugal DEUS: Essencial ADMIRAÇÃO: Meu pai

FELICIDADE: Meu estado de espírito atual LIVRO DE CABECEIRA: 1000 anos da arquitetura mundial HOBBY: Arquitetura PLANOS PARA O FUTURO: Abrir minha própria loja de decoração SONHO: Ser mãe PERFUME: Apple HOMEM IDEAL: Meu marido MEDO: Da marginalidade do mundo FILME: Como se fosse a primeira vez PRATO PREFERIDO: Massa ROUPA: De acordo com a ocasião SOBREMESA: Torta "dermantelo" manary DINHEIRO: Não é tudo, mas é essencial ARREPENDIMENTO: Não tenho AMOR: Descobri o que é, depois que conheci meu marido AMIGO (A): Poucos, mas são verdadeiros CARÁTER: É tudo

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

15


TÁ NA CAPA

JULGAMENTO DO MÉRITO AS AGRURAS DOS ESTUDANTES DE DIREITO PERANTE O EXAME DE ORDEM QUE DEFINE QUEM TERÁ DIREITO OU NÃO DE EXERCER A ADVOCACIA

Não bastasse o vestibular e os cinco anos de faculdade, o estudante de Direito ainda tem que encarar o Exame de Ordem para, então, habilitar-se ao exercício da advocacia. Enganase quem pensa que o Exame de Ordem é mera burocracia para os futuros advogados, pois o percentual de estudantes reprovados no dito cujo tem aumentado de maneira preocupante. O Exame de Ordem tem se tornado o novo filão para os cursinhos preparatórios. Deficiência do ensino jurídico? Falta de preparação dos estudantes? Elevado nível das provas? Leia a matéria e fique por dentro. Segundo o estudante do sétimo período do curso de Direito da UFRN Filipe Leandro atualmente os universitários encaram o Exame da Ordem como um verdadeiro vestibular, com cursinhos preparatórios, aulas de revisão e todo o estresse que carrega essa fase. “Minha preparação está sendo feita dentro da faculdade, com o estudo intensivo de cada disciplina e no estágio, com a prática jurídica, tão importante na segunda fase do Exame de Ordem. Além disso, pretendo no último ano de curso me inscrever em um cursinho preparatório, para revisar as matérias um pouco esquecidas e aprender aque16

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

las que não ficaram bem claras durante o período acadêmico”, disse o aluno. Filipe Wesley Pinheiro acredita que o seu estágio tem contribuído expressivamente com o seu aprendizado. “A partir do momento em que o estágio lhe permite um contato direto com a produção de peças, análise processual,

pesquisa de jurisprudência e doutrina, você acaba se acostumando com o labor jurídico e essa experiência é fundamental para aperfeiçoar o que você aprende na faculdade, além de servir na hora de prestar o exame”, revelou o estudante. Ele acrescentou que é comum os colegas procurarem estágios com objetivo de

O ESTUDANTE FILIPE LEANDRO JÁ COMEÇA A SE PREPARAR PARA O EXAME DE ORDEM


"CURSO PREPARATÓRIO É FUNDAMENTAL"

FLÁVIO HENRIQUE É ESPECIALISTA EM DIREITO PÚBLICO PELO INSTITUTO BRASILIENSE DE DIREITO PÚBLICO – IDP E ADVOGA NO RAMO DO DIREITO PÚBLICO E DIREITO ELEITORAL NO ESCRITÓRIO PROF. ESEQUIAS PEGADO CORTEZ - CONSULTORIA E ADVOCACIA. ELE É TAMBÉM PÓS-GRADUANDO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL E DIREITO MUNICIPAL. DURANTE OS CINCO ANOS DO CURSO DE DIREITO, FEZ ESTÁGIO PROFISSIONAL NO MESMO ESCRITÓRIO DO QUAL É SÓCIO. FOI APROVADO APENAS NO TERCEIRO EXAME DE ORDEM EM BRASÍLIA/DF.

se especializar em uma matéria, como, por exemplo, direito do trabalho e processo do trabalho, unas das matérias mais visadas por todos os bacharéis. Quando questionado se os cursos estão formando mal os seus alunos ou se é o Exame de Ordem que está cada vez mais difícil, Filipe Wesley afirmou que o Exame de Ordem não é difícil, o problema é a responsabilidade depositada no candidato na hora de realizar a prova. Já com relação à qualidade dos cursos de Direito existentes, ele foi além: “Sabemos que, pela facilidade de se abrir uma faculdade de Direito e de formar novos bacharéis, muitos alunos saem mal preparados. É nesse momento que se vê a importância do Exame de Ordem, que irá filtrar aqueles que saem da faculdade preparados para a atividade jurídica. Dever-se-ia adotar em todos os cursos uma prova no estilo da do Exame de Ordem”, finaliza.

CURIOSIDADE Você sabia que o nome correto é EXAME DE ORDEM DA OAB e não EXAME DA ORDEM DOS ADVOGADOS

O advogado e sócio do Escritório Prof. Esequias Pegado Cortez - Consultoria e Advocacia, Flávio Henrique Medeiros só conseguiu ser aprovado no Exame de Ordem depois de sua terceira tentativa. Ele explica que sua maior dificuldade foi a falta de preparo, já que na época as universidades não se preocupavam em preparar os formandos para a prova e nem existiam cursos preparatórios no Estado, o que para ele foi essencial. “Em se tratando de dificuldades em relação ao exame, a minha maior dificuldade foi na primeira fase, já que a matéria exigida é muito extensa, por englobar quase toda a matéria vista durante todo o curso. Já na segunda fase, eu não tive dificuldades, pois a prática judiciária sempre fez parte do meu dia-a-dia durante minha formação”, revela o advogado. Para Flávio Henrique Medeiros, as Universidades estão mais preocupadas com a aprovação dos bacharéis recém-formados no Exame de Ordem,

pois a quantidade de aprovados no exame serve de referência para a própria instituição. “Hoje em dia algumas instituições oferecem cursos preparatórios para seus alunos, quando na verdade deveriam preocupar-se mais em não deixar o aluno apenas no campo teórico” disse o advogado, acrescentando que as instituições deveriam incentivar o estágio profissional a partir do primeiro ano do curso, pois é a ferramenta essencial para que o bacharel preste o exame com maior segurança, tendo a certeza de que irá responder na prova prática. “A prática profissional e o conhecimento teórico são essenciais para a formação de um bom profissional da advocacia”, conta. A aprovação ocorreu quando Flávio Henrique resolveu se inscrever em cursos preparatórios específicos, em que se utilizava a resolução de exames anteriores e “macetes” para que os alunos se familiarizassem com a técnica utilizada pelos examinadores. Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

17


TÁ NA CAPA NISTRADO NAS FACULDADES DO PAIS? A Lei 8.906, de 4 de julho de 1994 (Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil), em seu artigo 54, XV, atribui ao Conselho Federal competência para colaborar com o aperfeiçoamento dos cursos jurídicos e opinar, previamente, nos pedidos apresentados aos órgãos competentes para a criação, reconhecimento ou credenciamento desses cursos. A OAB participa de todo o processo, inclusive fiscaliza através de instrumentos próprios, como o Exame de Ordem, a evolução dos Cursos Jurídicos, contribuindo positivamente para a evolução do ensino jurídico.

Em entrevista para Universitária News, o presidente da OAB do RN, Paulo Eduardo Pinheiro Teixeira, esclarece algumas das principais dúvidas dos universitários e bacharéis que almejam receber a carteira de advogado. O NÚMERO DE APROVADOS NO EXAME DE ORDEMVEM CAINDO AO LONGO DOS ANOS AQUI NO RIO GRANDE DO NORTE. QUE CAUSAS O SENHOR PODERIA APONTAR PARA ESTE FATO? A OAB há anos defende a necessidade de um padrão mínimo para os Cursos Jurídicos. A queda no índice de aprovação no Exame de Ordem não acontece somente no Rio Grande do Norte, porém em vários outros Estados. Posso afirmar que vários são os fatores. O número excessivo de vagas e a queda da qualidade do ensino, entre outras causas, ensejam a perda de rendimento dos cursos jurídicos no Exame de Ordem. Oportuno destacar que a média de aprovação no Estado do Rio Grande do Norte, utilizando-se os exames realizados nos anos de 2006, 2007 e 2008, é de 34,98%. A QUEDA DE RENDIMENTO DOS RECÉMFORMADOS NO EXAME DE ORDEM É UM FATOR LOCAL? Não, a queda de rendimento é uma realidade nacional. A média de aprovação nacional é de aproximadamente 35% (trinta e cinco por cento), sendo que o Estado que aprovou mais teve uma média de 46,19%, enquanto o Estado que menos aprovou atingiu a média de 17,86%. Cumpre destacar que a queda vem acontecendo em todos os Estados do Brasil, principalmente naquelas localidades em que existe uma grande

18

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

quantidade de cursos jurídicos. No Estado do Rio Grande do Norte, a exemplo de outros Estados, existem Cursos que conseguem excelente índice de aprovação. Porém, em Estados onde há um número excessivo de cursos jurídicos, a estatística vem mostrando que a queda é maior, pois existem alguns que não conseguem aprovar um único candidato.

NO RN, A EXEMPLO DE OUTROS ESTADOS, EXISTEM CURSOS QUE CONSEGUEM EXCELENTE ÍNDICE DE APROVAÇÃO A GRANDE QUANTIDADE DE FACULDADES DE DIREITO É FATOR PARA A MÁ FORMAÇÃO DOS FUTUROS ADVOGADOS? No Brasil, existem mais de 1100 (mil e cem) Cursos Jurídicos. Em nosso Estado, existem 13 (treze) Cursos Jurídicos, e são lançados por ano, no mercado, cerca de aproximadamente 1.500 (mil e quinhentos) bacharéis. O excesso de Cursos Jurídicos é com certeza uma das causas que contribui para a má formação dos bacharéis.É importante registrar que a má qualidade dos serviços jurídicos está diretamente relacionada à má qualidade dos cursos de direito, que formam não somente advogados mas profissionais que deverão atuar nas diversas carreiras jurídicas. A OAB É CHAMADA PARA OPINAR SOBRE A ABERTURA DE NOVOS CURSOS JURÍDICOS? A OAB ACOMPANHA O ENSINO MI-

O SR.ACHA QUE FALTA PRÁTICA JURÍDICA PARA OS ESTUDANTES DE DIREITO? Antes de tudo, é necessário esclarecer que os Cursos Jurídicos não formam advogados, mas, bacharéis. Portanto, o compromisso é de formar bacharéis capacitados para o desempenho das carreiras jurídicas. Como ressaltado anteriormente, o conteúdo dos cursos jurídicos necessita de uma reformulação, sendo de fundamental importância ajustar o conteúdo ministrado nos cursos jurídicos a uma realidade atual. O professor José Geraldo diz que é necessário fazer a educação superior interagir com a sociedade de tal forma que a qualidade acadêmica ganhe relevância social, devendo, no mesmo rumo, seguir os Núcleos de Prática Jurídica.O Exame de Ordem divide-se em duas fases. A primeira denominada de teórica (questões de múltiplas escolhas), e a segunda chamada de práticoprofissional. Portanto, não é somente a prática que fará o bacharel atingir a aprovação, sendo necessário o conhecimento da doutrina, e a conjugação da teoria a pratica. QUAL SEU CONSELHO PARA OS FUTUROS ADVOGADOS ENFRENTAREM O EXAME DE ORDEM SEM MEDOS? O Exame de Ordem não foi instituído para causar medo aos bacharéis, porém para contribuir na qualidade do ensino jurídico. O conselho que poderá ser dado aos bacharéis é de que escolham um bom curso.Após a escolha, que firmem um compromisso, frequentando as aulas, lendo, pesquisando e estudando bastante. Por outro lado, devem os Cursos Jurídicos apresentar projetos pedagógicos consistentes e professores bem preparados para a docência.


DICAS DOS APROVADOS NA PRIMEIRA TENTATIVA JANNA CHALITA IDADE: 22 anos; PROFISSÃO: advogada, formada pela Universidade Potiguar em dezembro de 2008 e aprovada no exame da ordem 2008.3; CARREIRA: Trabalha no Escritório de advocacia Barbalho & Santos e é estudante de pós-graduação em Direito Processual Civil da Rede de Ensino LFG

A advogada Janna Chalita passou no primeiro teste que fez e acredita que a cada Exame de Ordem o nível da prova se eleva. “Para se conseguir êxito, é necessário muito comprometimento, dedicação, organização e acima de tudo ter adquirido uma boa base durante a faculdade”. Ela se matriculou seis meses antes da data da prova em um curso preparatório do LFG para OAB, no qual tinha aula todos os sábados das 08 às 14 horas e quase todos os domingos. “Durante a semana tinha duas horas diárias de estudo, pois ainda fazia faculdade pela manhã e à tarde me dividia entre escritório e Datanorte”, disse a advogada, acrescentando que manteve esse ritmo até início de dezembro, quando então se afastou do trabalho e abdicou ainda mais dos momentos de lazer e convívio com a família. “Passei a ter de 12 a 13 horas de estudo diário, ou seja, dedicação exclusiva até o dia antes da prova”. Dedicação e comprometimento são, na visão da advogada, as ferramentas necessárias para alcançar qualquer objetivo. “Sua aprovação tem que ser o seu objetivo, não é fácil abdicar das coisas que fazem parte de sua rotina, porém é necessário. Sugiro que não deixe para estudar apenas no último mês, nele apenas intensifique o ritmo, programe-se para iniciar seis meses antes, adequando seu roteiro de estudo de acordo com suas atividades”. No ponto de vista de Janna Chatila, as Instituições de Ensino deixaram de priorizar a qualidade, assim como o nível dos alunos. “O problema não é ter várias faculdades,

mas sim o processo seletivo que não é rigoroso e que deixa de lado a seleção dos bons para alcançar números lucrativos. Desta forma, nada mais justo que essa seleção venha ao final com o Exame de Ordem”, explica. Outro exemplo de sucesso na primeira tentativa é o de Rafael Capistrano, que garante que o principal para a aprovação é

NUM AMBIENTE CALMO E TRANQÜILO, O ESTUDO FLUI NATURALMENTE. UM BOM CONSELHO É PLANEJAR OS ESTUDOS, COMECE COM DIREITO CONSTITUCIONAL, QUE É A BASE DO NOSSO ORDENAMENTO JURÍDICO, DEPOIS ESTUDE AS MATÉRIAS QUE MAIS O AGRADARAM DURANTE O CURSO fazer uma boa faculdade. “Eu particularmente comecei a fazer cursinho preparatório pra OAB, mas desisti, pois sempre preferi estudar em casa, vai de cada um. Resolvi abdicar de tudo, praia, cinema, festas, até de sair com os meus amigos – que sempre me apoiaram muito –, até mesmo de comemorar meu aniversário, das festas de natal, do ano-novo, do veraneio, enfim, voltei minha cabeça para uma única coisa – estudar”, garante.

RAFAEL CAPISTRANO IDADE: 23 anos PROFISSÃO: advogado, formado em direito pela Universidade Potiguar em dezembro do ano passado (2008.2), aprovado na OAB 2008.3. CARREIRA: Trabalha no Escritório Fonseca & Advogados, cursa pós-graduação em processo civil pela PUC/SP, visando atualizar-se para o competitivo mercado de trabalho da área jurídica.

Ele revela que geralmente começava a estudar às 9h da manhã e só parava no outro dia às 2h da manhã, comia em cima dos livros e ia dormir com o pensamento no conteúdo a ser visto no dia seguinte. Ele conta que tanto tempo de dedicação o fez adorar cada vez mais os livros e os estudos. Segundo Rafael Capistrano, o aumento dos cursos de direito em Natal faz aumentar a concorrência. Com isso, gera-se uma competição entre as faculdades, que terão de prestar um bom serviço educacional para sobressaírem. “Os alunos têm que entender que não depende apenas do curso, mas principalmente dele. Aquele que não estiver determinado e comprometido com os estudos não será aprovado, não digo apenas no Exame de Ordem, mas, principalmente, no mercado de trabalho”, afirmou. Para quem almeja sua carteira de advogado, aí vai a dica de Rafael Capistrano: “Num ambiente calmo e tranqüilo, o estudo flui naturalmente. Um bom conselho é planejar os estudos, comece com Direito Constitucional, que é a base do nosso ordenamento jurídico, depois estude as matérias que mais o agradaram durante o curso, visto que você vai passar a gostar de estudar, e aquela matéria que você detestava começará a ser vista ‘com outros olhos’, tudo vai se tornando mais fácil de assimilar. Agora saiba que não adianta enganar a si. Se perceber que o estudo não está fluindo, interrompa por alguns minutos, vá dar uma volta, esfriar a cabeça, e depois volte com mais gás, mais vontade de estudar”. Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

19


FLASH

QUEM DISSE QUE O GRAFITH NÃO É CHIQUE? SEXTA, DIA 29 DE MAIO O MARANELLO FEZ UMA SUPER PRODUÇÃO PARA SHOW DE GRAFITH E LEVOU MUITA GENTE BONITA E BACANA

JESSICA, MAIZA, MARCELLY

LARYSSA MESQUITA E THIEGO CASADO

DJ GABRIEL SODRÉ

LARISSA MEDEIROS

DAYANNE PONTES

DANI MOTA, MARCELO GUERRA E NATÁLIA BEZERRA 20

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9


DANI MOTA, JULIANA, HORÁCIO, BIA SANTA ROSA, THAYANNE FLOR, FELIPE MACÊDO

ROGÉRIA PEREIRA E THALITA MELO

THAYANNE FLOR

NARJARA MEDEIROS

BEBEL TINOCO

MARIANA PAIVA E DENISE ALMEIDA Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

21


ABERTURA

22

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9


ABERTURA

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

23


LIGA O SOM

NAS TRILHAS DO SUCESSO COM A PANKA DE BAKANA A BANDA DE FORRÓ É REFERÊNCIA EM ANIMAÇÃO PARA O PÚBLICO UNIVERSITÁRIO Sucesso desde 2005, a banda de forró Panka de Bakana é a sensação do forró universitário e canta grandes nomes da nação forrozeira. Com uma rica musicalidade, a Banda tem predileção pelas trilhas sonoras do forró pé-de-serra e está sempre renovando seu repertório para agradar um público exigente, os universitários. Com integrantes experientes e qualificados, a Panka de Bakana anima festas universitárias e tornou-se referência no Estado nos forrós universitários QUAL A ORIGEM DA BANDA PANKA DE BAKANA? A partir de um sonho, passei a reunir músicos conceituados com a proposta de resgatar o tradicional forró pé-de-serra. A maioria dos músicos é da zona norte de Natal, e já passaram por bandas como Companhia do Calipso,Terríveis, Deegrad, Montagem, Impacto Cinco, entre outras. A PANKA DE BAKANA TEM QUANTO TEMPO DE EXISTÊNCIA? A banda foi fundada em julho de 2005 e, a partir daí, temos conseguido nosso espaço junto ao público, principalmente o universitário. COMO VOCÊS DEFINEM O FORRÓ UNIVERSITÁRIO FEITO PELA PANKA DE BAKANA? Uma mistura do tradicional com o novo, que

busca sempre agradar nosso público. O forró que o Panka de Bakana toca engloba os antigos e os novos sucessos, sempre com uma musicalidade voltada para o pé de serra. COMO FOI QUE SURGIU ESSE DIRECIONAMENTO PARA O PÚBLICO UNIVERSITÁRIO? Percebemos que os universitários valorizam muito a cultura regional e sua tradição. O forró universitário trata-se de uma reorganização do universo simbólico, mediante a intensificação da participação de grupos sociais de todas as camadas. QUAL É O SUCESSO DO MOMENTO NAS FESTAS UNIVERSITÁRIAS? A musicalidade adotada pela Banda faz com que as músicas tradicionais ou as mais recentes não deixem de ser sucesso, tais como Eliane, Luiz Gonzaga, entre outros. COMO É CONSEGUIR ESPAÇO ENTRE TANTAS BANDAS DE FORRÓ? A Panka de Bakana, por ser uma banda eclética, agrupa o conhecimento adquirido ao longo dos anos e busca fazer com que o velho seja sempre novo, tentando resgatar as raízes nordestinas. Esse é o grande diferencial da banda. Além do amor e dedicação que todos os membros têm, nós buscamos um objetivo em comum, que é agradar nosso público.

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

25


PÉ NA ESTRADA

VIAJAR EM BUSCA DO DESCONHECIDO E DESFRUTAR O ENCANTO DAS CIDADES VIAJAR PELO MUNDO AFORA É O QUE TODO MUNDO QUER. CONHECER PESSOAS E LUGARES É UMA PRIORIDADE NA VIDA DE MUITA GENTE. NÃO IMPORTA O TEMPO, MAS SIM, O QUE SE VÊ, O QUE SE SENTE E APRENDE EM CADA LOCAL VISITADO Viajar é sempre uma ótima opção para quem quer esquecer um pouco as atividades do dia-a-dia e desvendar o desconhecido. Há quem goste de viajar na companhia de amigos e até mesmo na de familiares. O cirurgião-dentista, odontopediatra Cácio Paiva Duarte escolheu como destino um roteiro que teve como ponto de partida a cidade de Paris e depois a Grécia e optou por viajar com dois amigos, durante 20 dias. Viajadíssimo, Cácio já conheceu vários lugares no Brasil e no exterior, mas ficou realmente surpreendido com a beleza das Ilhas Gregas. "A Grécia é considerada o berço da civilização por suas invenções, por isso é muito rica historicamente. As ilhas Gregas são exóticas e paradisíacas pela suas águas claras e pelo contraste com as falésias de pedras escuras", ressalta Cácio. Embora já conhecesse Paris, Cácio optou por ser seu ponto de partida e primeira estada, nessa viagem. "Já tinha ido a Paris algumas vezes, mas Paris é muito grande e a diversidade cultural, gastronômica e histórica é vasta e sempre há uma coisinha que a gente não viu e quer ver". Dessa vez, a viagem foi mais tranquila, dado as idas anteriores, então optamos por explorar os cafés, principalmente os mais tradicionais como o Café des Flore, onde você vê pessoas descoladas, personalidades, além de apreciar o local pelo seu charme centenário, comendo bem, por um preço justo", 26

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

conta o dentista. De Paris, Cácio seguiu para Atenas, uma cidade que chamou atenção pelo tamanho, por possuir em torno de cinco milhões de habitantes e ter se modernizado bastante depois das Olimpíadas. "A cidade recebeu grandes investimentos em infraestrutura, turismo, transporte, portos e aeroportos, o que facilitou muito a vida do turista", complementa. Atenas é um dos maiores centros mundiais para a pesquisa arqueológica, uma vez que possui inúmeros sítios arqueológicos localizados no próprio centro urbano. Entre eles, destaca-se a Acrópolis, antigo templo sagrado, célebre em todo mundo tanto por sua relevância histórica como também pelas ruínas de edifícios clássicos como o Paternon e o Odeon, datados da era antes de Cristo. Em Atenas, os gregos são bem fiéis aos seus costumes e não abrem mão de uma boa e refrescante salada grega. “Uma salada regada a bastante azeite, seguido da Mussaka, uma espécie de torta de forno, feita com batatas, carne moída e berinjelas ao molho de tomate pode ser uma boa pedida em Atenas. Lá eu almocei no Dionísio´s, um restaurante aos pés da Acrópolis, eu recomendo”, fala o dentista. De Atenas, Cácio seguiu para as ilhas, escolheu, entre elas, as Ilhas Cíclades. Optou por ir de ferryboat e partiu pra Ilha de Mykonos, famosas por suas baladas, belas praias, águas transparentes e pelas famosas casas brancas com portas azuis, que se amontoam pela ilha, formando


FOTOS CEDIDAS

EM ATENAS, ACRÓPOLIS

ruelas charmosas, que escondem ótimos restaurantes, bares, lojas e miniboates. "Mykonos me impressionou pela simplicidade da arquitetura. As casas se espalham pela ilha, todas numa mesma forma, todas de cor branca e portas azuis, sempre adornadas por vasos de flores coloridas, muito charmoso. O céu, de um azul intenso, que se confunde como mar, emoldura o lugar deixando qualquer um de boca aberta.Fui na primavera e o clima estava perfeito, ao dia uns 30º.C e à noite um friozinho de 15º.C, perfeito”, fala o aventureiro saudoso. A melhor forma de conhecer a ilha é de scoolter ou de quadriciclo, porque as ruelas não permitem a passagem de carros, e o deslocamento para as praias fica mais gostoso e fácil. Lá Cácio teve a oportunidade de conhecer as praias Paradise, Super Paradise (onde se usa pouca roupa, ou nenhuma) e a praia de Psarou, onde pôde provar as delícias do Nammos, um excelente restaurante de frutos do mar, com uma excelente estrutura de cadeiras e espriguiçadeiras à beira mar, com um serviço impecável e musica de primeira qualidade. De Mykonos, seguiu de High Speed, um ferry mais rápido, para Santorini, outra ilha paradisíaca da Grécia."Me impressionou por ser de formação vulcânica, e ter águas cristalinas, azuis, que se confundem com o céu." Cácio relata que a primeira visão, logo no porto, foi de uma montanha rochosa, de cor escura, de mais de 270 metros

NO CARTÃO POSTAL DE PARIS, TORRE EIFFEL

de altura, que alojava milhares de casas, brancas e em tons pastel, mescladas por cúpulas azuis de igrejas, na maioria ortodoxas. “Um cenário perfeito para filmes, por sinal muitos foram rodados por lá, como Mamma Mia e a novela Belíssima. Ficamos num hotel, com um visual incrível, de frente para o mar e para um vulcão, este ainda em atividade, onde você pode ir para um passeio no local, com a oportunidade de tomar banho de lama vulcânica, quente. No final da tarde, ou melhor, já à noite, por volta das 8, 9h, ninguém pode perder o pôr do sol mais bonito do mundo, em Oya, que se pronunciaYa", complementa. As praias da Ilha de Santorini são de areias pretas, ou melhor, de pedrinhas pretas vulcânicas, o que a deixa com um aspecto feio, embora a cor e a transparência da água sejam imbatíveis. A culinária predominante é a mediterrânea, com massas e frutos do mar, embora ali esteja o mar Egeu. Por entre as ruelas, que entremeiam a cidade, Cácio falou que se deparou com muitas lojas, principalmente joalherias, cafés, excelentes restaurantes e ótimos e animados pubs. Na bagagem, Cácio lembra que não podem faltar roupas confortáveis, bermudas, camisetas, sunga e um bom jeans e tênis. Lembra que, dependendo da época, à noite sopra um friozinho e que um moletom ou um pullover resolvem. Na volta para casa, um olho grego é uma boa lembrança paras pessoas queridas, além de ser bacana, espanta mau olhado!

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

27


ON-LINE

OS DOIS LADOS DO YOUTUBE UMA FERRAMENTA PODEROSA QUE PODE REPRESENTAR LIBERDADE DE EXPRESSÃO E FONTE DE INFORMAÇÃO OU DENEGRIR IMAGENS Vivemos na era da Internet. Não podemos fugir uso de serviços da internet como o Youtube é mais disso. Ela pode ser boa ou não, dependendo de como evidente, pois qualquer pessoa independente de sua é utilizada. Ela facilita nossas vidas, na rapidez com formação ou condição social pode publicar seus víque recebemos as informações, praticamente no mo- deos nele. Já pelo lado positivo, temos o fato de os mento em que acontecem. Pagamos contas, compra- vídeos publicados serem amadores, ou seja, de pesmos, conversamos, interagimos com outras pessoas. soas “normais” como a maioria das pessoas, e isso Não precisamos estar fisicamente presente nos lugares, gera um grande interesse e curiosidade. Neste senpodemos usar as videoconferências, tanto no mundo tido, há vídeos publicados de ótima qualidade, em dos negócios, nas faculdades, em um hospital, ter o seu conteúdo, que muitas vezes revelam pessoas pela nosso blog, podcast, no qual podemos fazer nosso criatividade e pela arte, opiniões importantes sobre política, temas importantes, próprio jornal ou proetc”, complementa o profesgrama de rádio e TV. sor. André Gustavo ressalta A história doYoutuO YOUTUBE TORNOU-SE TÃO que o lado negativo existe be teve início em uma pelo fato de o youtube não garagem de San FrancisPOPULAR NOS ÚLTIMOS impor regras e limites claros co, EUA, em fevereiro MESES QUE, ATUALMENTE, para publicação dos vídeos. de 2005. Lá, os funcioEXIBE CERCA DE 100 MILHÕES “Há pessoas que utilizam o nários de uma empresa serviço para expor vídeos de tecnologia Chad eos DE ARQUIVOS POR DIA denegrindo a imagem de ouHurley e Steve Chen, tras. Algumas pessoas chegam hoje com 29 e 27 anos, am até a publicar cenas chocantes respectivamente, iniciates ram a criação de um programa de computador para (sexo, violência, drogas, etc), e isso poderá ter conondividir vídeos com os amigos. Cerca de 20 meses sequências ruins, como a exposição de pessoas, gedepois, a invenção foi comprada por US$1,65 bilhão ração de preconceitos, apologia à violência, entre tre pelo Google, que, aliás, também começou em uma outros”, finaliza o professor André Gustavo. O Youtube tornou-se tão popular nos últimos garagem de San Francisco há oito anos.A ideia de criar mos o site surgiu por conta do inconveniente de compar- meses que, atualmente, exibe cerca de 100 milhões ões de arquivos por dia. No mesmo período, os internautilhar vídeos pela web. auPara o professor de informática, André Gustavo, tas postam cerca de 65 mil novos vídeos. Segundoo a o lado positivo e negativo doYoutube está relaciona- empresa Hitwise, que monitora o tráfego na internet, et, do à liberdade de expressão. “A Internet é um meio o Youtube tem 46% de participação de mercado dos de comunicação de massa sem restrições, em que as vídeos online, contra 23% do MySpace e 10% do pessoas têm a liberdade de publicarem o que quise- Google Vídeo. Em ano eleitoral, esse tipo de comunicação transrem e cujas informações trafegam pela rede numa nsvelocidade muito grande, podendo ser lidas ou vistas borda pela quantidade de vídeos que são veiculados, os, por qualquer pessoa no mundo. E, no Brasil, país uns denigrem a imagem dos candidatos, alguns satiriiridemocrático e de grandes desigualdades sociais, o zam, outros mostram benfeitorias, etc

28

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9


Vídeos Positivos: http://www.youtube.com/watch?v=LbIAMBO5YDY&mode=related&search http://www.youtube.com/watch?v=9r7DYUlDuoM http://www.youtube.com/watch?v=4C-u6kdHuXE http://www.youtube.com/watch?v=2UhdFtjhsp8 Os vídeos passam mensagens que auxiliam não só na luta contra problemas sociais como também na conscientização do ser humano, sobre como ele lida com o planeta Terra e na reflexão sobre seu modo de vida. Ajudam a promover, portanto, a cultura para a paz. Vídeos Negativos: http://www.youtube.com/watch?v=eNR-9C1xF8w http://www.youtube.com/watch?v=DlQjYhuU-kI&mode=related&search http://www.youtube.com/watch?v=fIsOrrT_rxw&mode=related&search http://www.youtube.com/watch?v=qIIrDmkKKgg As imagens mostram desde a ridicularização de pessoas, por causa de sua baixa escolaridade, e cenas que podem ser ofensivas, até descriminação contra determinados grupos sociais ou “tribos”, como, por exemplo, os homossexuais.

ANDRÉ GUSTAVO ALERTA SOBRE OS PERIGOS DO YOUTUBE

SPAM O Brasil Br está entre os cinco países que mais enviam spam, de acordo com um relatóri relatório divulgado pela Symantec – empresa de segurança na internet. O levantamento tamento, baseado em dados de 2008, mostrou que o país foi o responsável pelo envio d de 4% dessas mensagens no ano passado. Ficam na frente do Brasil os Estados Unidos Unidos, com 25% de participação, a Rússia, com 6%, a Turquia, com 5% e a China, com 4% 4%. Se considerada a atividade maliciosa na internet, como furto de dados sigiloso sigilosos, o Brasil ocupa a quinta colocação, precedido pelos Estados Unidos, China, Aleman Alemanha e Reino Unido. De acordo com a Symantec, em 2008, o volume de spam enviado na internet cresceu 192% ante 2007, totalizando 349,6 bilhões de mensagens. rela O relatório afirma ainda que o aparecimento de países emergentes nessa lista, como Brasil e Rússia, deve-se à expansão das tecnologias de acesso à internet e a ao aumento do número dos internautas que usam banda larga.

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

29


FOTOS CEDIDAS

PORTA RETRATO

JULIANA DUARTE, 26 ANOS - BARILOCHE

APROVEITE A VIDA

JOVENS QUE QUEREM DESVENDAR OS MISTÉRIOS DO MUNDO AFORA E APROVEITAM CADA MINUTO LIVRE PARA CONHECER NOVOS LUGARES

FELIPE ALVES, 22 - CALIFÓRNIA

SEFORA CARLOS FLORES, 28 ANOS - DUBLIN

PAULA MAIA, 25 ANOS - CHICAGO

CLÓVIS VELLOSO, 23 ANOS - BUENOS AIRES

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

31


MERCADO

BOLSA DE VALORES O GRANDE NEGÓCIO

O MERCADO ABERTO TORNOU-SE O CENTRO DE INVESTIMENTO DOS JOVENS, QUE VISUALIZAM RENTABILIDADE E A POSSIBILIDADE DE SEREM SÓCIOS DE GRANDES EMPRESAS

Enquanto no Brasil muitos preferem investimentos de renda fixa, como é o caso da poupança, que no mês de maio rendeu 0,5 %, há investidores jovens, em Natal, que chegam a ter um retorno de investimentos na Bolsa de 33,3% em um mês. Isso equivale a mais do que o acumulado da poupança, de janeiro a maio, que seria 3,0% em 2009. Fatos como esse seduzem jovens entre 20 e 39 anos que ignoram as ladainhas do tipo: “ Investir na Bolsa de Valores é muito arriscado”.

32

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

E por que investir no capital aberto é arriscado e ao mesmo tempo tão rentável? Segundo Hiran Schiavon, corretor da Bolsa Valores - com mais de quinze anos de mercado - “investir na Bolsa é fácil, mas é preciso o auxilio de uma corretora para gerir seus investimentos e saber a hora certa para comprar e vender, além de ter paciência para esperar, já que os lucros são de médio a longo prazo”. No Brasil, é alarmante o desconhecimento da população sobre Bolsa deValores.Apenas 13%

conhece o mercado e investe na Bolsa, já 60% da população dos Estados Unidos tem ações da bolsa. Nesse mercado em ascensão em Natal e no Brasil, escolas de cursos de “como investir na Bolsa” ganham espaço, criam grupos de investimentos e preparam para o mercado gênios da Bolsa de Valores. O jovem André Medeiros, 20 anos, estudante de administração da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, confessa: “meu interesse pelo


O CORRETOR DE BOLSA DE VALORES, HIRAN SCHIAVON REVELA A IMPORTÂNCIA DE UMA CORRETORA

mercado aberto nasceu da necessidade de conhecer a influência da Bolsa deValores na economia”.Após compreender o sistema operacional da Bolsa em um curso de 12 horas, realizado aqui mesmo em Natal, André se tornou um investidor e alcançou resultados, até então, não conhecidos pela poupança. O conselho de André, que hoje se tornou estagiário da empresa que realiza o curso de investidor da Bolsa, é “comecem pelas ações seguras, de primeira linha e de maior liquidez, conhecidas como ‘Blue Chip’”. As “Blue Chips” correspondem às ações da Petrobras, Vale do Rio Doce, Gerdau e bancos. Segundo o jovem investidor, que trouxe o pai para a corretora de investimentos, essas são as ações mais confiáveis. As corretoras trabalham com soluções sob medida para atender às exigências e expectativas de cada cliente, iniciante ou profissional, e provam que a rentabilidade é maior do que qualquer outro investimento, basta ser qualificado para operar ou contratar alguém para gerir seus investimentos. Para o corretor Schiavon, da empresa pio-

neira em operar Bolsas e realizar cursos em Natal, “a crise não prejudicou os investidores especializados, pois a Bolsa desvalorizou a crise, possibilitou a compra de ações com preços baixos e já possibilitou uma recuperação de quase 90% da perda. A dica é não mexer, deixar quieto que depois ela volta e o valor é bem maior”. A procura é grande e as facilidades são muitas. Muitos jovens se unem com amigos e familiares e criam um Club do Investidor. Esses Clubes possuem a quantidade mínima de 15 pessoas e a máxima de 150 integrantes. O poder de compra desses grupos é o grande diferencial, um Club possui o privilégio e a vantagem do “ Poder de compra” através da redução dos custos operacionais e a possibilidade de vários investimentos. O jovem investidor precisa ter a consciência de que a rentabilidade da Bolsa de Valores é superior a qualquer investimento e que, neste mercado aberto, é permitida a participação de todo o lucro. Investir na compra de ações é tornar-se sócio de uma empresa sólida e ainda receber parte do lucro dela.

ANDRÉ MEDEIROS FEZ O CURSO E ALCANÇOU BONS RESULTADOS

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

33


SUA CARREIRA GIRO CULTURAL

A BELA PAISAGEM DAS DUNAS E SEU ARROJADO MONUMENTO COROAM O PARQUE DA CIDADE EMPREENDIMENTO ASSINADO POR OSCAR NIEMEYER ESTÁ INTERDITADO POR PROBLEMAS ESTRUTURAIS E CAUSA DISCUSSÃO DE AUTORIDADES Com traços característicos da arquitetura de Oscar Niemeyer, o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte foi inaugurado no dia 21 de julho de 2008. Conhecido popularmente como Parque da Cidade, o logradouro está localizado entre os bairros de Candelária e Cidade Nova e ocupa uma aérea de 64 hectares de um total de 130 ha, e é a primeira Unidade de Conservação Municipal. Construído sobre as Dunas, o parque chama a atenção por sua arquitetura arrojada, com dois estacionamentos, dois pórticos de entrada, cinco trilhas, quatro unidades de descanso, um memorial, uma biblioteca e um mirante, localizado no topo do monumento, de doze andares.

ATUALIDADES O Parque, hoje, está interditado por não fornecer segurança adequada aos frequentadores. No dia 3 de junho, foi realizada uma audiência pública pelo Vereador Hermano Morais, para discutir e informar a real situação do local. A

34

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

SECRETÁRIO DA SEMURB, KALAZANS BEZERRA ESCLARECE AS IRREGULARIDADES DO PARQUE

audiência aconteceu na Câmara Municipal de Natal, durante a semana do Meio Ambiente, teve a participação de procuradores, vereadores, promotores e autoridades competentes ao caso. O objetivo do encontro foi para destacar a importância da obra, esclarecer o motivo de estar fechado ao público e quando será dizponibilizado à sociedade. “ A área deve ser conservada, já que é mantida pelo poder público, e acima de tudo é preciso esclarecer os fatos e garantir a informação sobre a real situação à sociedade, além de ser uma oportunidade para atual gestão se pronunciar sobre a questão. Vamos cobrar celeridade para que os problemas sejam corrigidos e as providências sejam tomadas para devolver o Parque à população”, declarou o vereador Hermano Morais sobre a relização da audiência. O Parque da cidade possui aproximadamente 70 funcionários concursados, e segundo o integrante da parte administrativa Delmo Wilson, “ O parque precisa de reparos e se a


GIRO CULTURAL

PARQUE DA CIDADE ESTÁ INTERDITADO E AGUARDA SOLUÇÃO PARA RETOMAR ATIVIDADES

EX-PREFEITO CARLOS EDUARDO IDEALIZADOR DO PARQUE DA CIDADE, DEFENDE SUA OBRA

empresa responsável tivesse continuado sua rotina de trabalho com o mesmo número operacional, muitos danos poderiam ter sido evitados”, afirmou o funcionário. Segundo o secretário da Semurb, Kalazans Bezerra, “a preocupação com o parque começou ainda no período de transição, mas a situação se agravou no dia 2 de janeiro, quando me assustei com a situação do local, que é uma área fundamental para as questões ambientais do Natal e requer uma atenção especial”, assegurou o secretário. Durante a audiência, Kalazans fez uma explanação sobre as irregularidades do local que vão além dos conhecidos problemas com os elevadores, como falta de escritura, parte das trilhas estão localizadas em terrenos de terceiros, além de parte do prédio central está construído em área que não pertence à prefeitura. “Será feita uma idenização aos atuais proprietários e serão investidos mais R$ 5 milhões para con-

Braille e ainda desfrutar de um mirante projetado para que as pessoas desfrutem de uma visão privilegiada da cidade. Durante os seis meses de funcionamento, aproximadamente 25 mil pessoas passaram por lá, é triste saber que ele está fechado por falta de um gerador e saneamento não concluído de alguns sanitários”. Carlos Eduardo Alves, ex-prefeito do Natal e idealizador do Parque da Cidade. Contemplando belas paisagens, uma torre de 12 andares com um mirante no topo e uma série de possíveis atividades ecológicas estão fechadas para visitação. As trilhas para cooper funcionam normalmente, mas o acesso ao memorial, biblioteca e a escola está suspenso. A equipe de reportagem da Revista Universitária News entrou em contato por várias vezes com a assessoria da prefeita Micarla de Souza, mas até o fechamento desta edição nenhuma declaração sobre o parque foi enviada à equipe de reportagem.

clusão dos serviços restantes”.

DEPOIMENTOS SOBRE O PARQUE “O Parque da Cidade surgiu como um compromisso com Natal, para as futuras gerações aproveitarem um espaço verde no coração da Cidade. A preocupação com o aquecimento global tem que ser uma preocupação de todos, e as pessoas precisam ter a consciência de que praticar alguma agressão contra natureza é cometer um crime. Partindo desse princípio, preservar uma área de 130 hectares no coração de uma cidade é um patrimônio para uma vida inteira. O Parque da Cidade é um espaço onde as pessoas convivem com a fauna e a flora, possui a arquitetura de Oscar Niemeyer, conhecido por suas obras em todo o mundo. Os visitantes podem ter aula prática no contato direto com a natureza através da Escola de Educação Ambiental, conhecer o memorial de Natal, a biblioteca com livros em

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

35


FALANDO SÉRIO

MARKETING PESSOAL: FERRAMENTA DE SUCESSO SER EQUILIBRADO, TER POSTURA, BOM PAPO E SABER O QUE ACONTECE NO MUNDO SÃO ELEMENTOS FUNDAMENTAIS PARA A COMPOSIÇÃO DO MARKETING PESSOAL É normal na sociedade em que vivemos a competitividade para conseguir um emprego ou estágio. Para isso, muito jovens universitários e profissionais apostam no seu próprio marketing. Boa aparência, conhecimento e atitude contam muito, e são as pequenas diferenças que podem determinar o sucesso ou o fracasso de cada um. O universitário deve começar a se preocupar com a promoção de sua carreira o quanto antes, desde o início de seu curso. Fazer o marketing pessoal é atrair e desenvolver contatos e relacionamentos interessantes do ponto de vista pessoal e profissional, o que se torna uma ferramenta cada vez mais necessária para todos, dos mais simples aos mais sofisticados. Para Cristina de Lara Menezes, mestre em administração com habilitação em Marketing, “O mundo de hoje é das pessoas que fazem acontecer, daquelas que se comprometem, que se engajam em causas justas, das que têm vontade de aprender e de ser cada vez melhores”, confessa a mestre Cristina, que ainda complementa informando sobre a necessidade de o estudante buscar a construção autônoma do conhecimento, desenvolver a criatividade, elaborar trabalhos científicos, saber conviver em equipe e participar de ações socialmente responsáveis. “Tão importante quanto ser bom no que faz é ter uma boa postura profissional”, assegura Cristina. O autodidata no marketing pessoal Jussier

36

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

CRISTINA RESSALTA A IMPORTÂNCIA DE UMA BOA POSTURA

“O MUNDO DE HOJE É DAS PESSOAS QUE FAZEM ACONTECER, DAQUELAS QUE SE COMPROMETEM, QUE SE ENGAJAM EM CAUSAS JUSTAS, DAS QUE TÊM VONTADE DE APRENDER E DE SER CADA VEZ MELHORES”

Ramalho é conhecido nacionalmente como o Jornaleiro Palestrante, já configura entre os 100 palestrantes mais requisitados no Brasil e arrasa quando o assunto é vendas, marketing e empreendedorismo. Aproveitar as oportunidades é sempre a melhor dica, as dificuldades, segundo Jussier, são excelentes oportunidades de negócio. “O Cartão de visita é uma ótima estratégia, o meu, por exemplo, são três em um, cartão de visita, traz propaganda do meu livro e ainda serve como marca páginas de livros, deixo sempre em revistas de aviões, já fechei excelentes negócios”, afirma Jussier Ramalho, referência no MKT Pessoal e autor do livro “Você é a sua marca”, que, em São Paulo, já está na 11º edição. O marketing estratégico pode começar no estágio, tornar-se decisivo na vida profissional, uma oportunidade de adquirir experiência e, principalmente, ampliar o seu network. Essa estratégia individual, que é o marketing pessoal, é decorrente de dois fatores principais: a globalização e o desenvolvimento tecnológico. Diante deste cenário e muitas outras transformações ocorridas no meio organizacional e social, surgiu o marketing com a revalorização da capacidade e competências do homem. “É, no ambiente acadêmico, projetado para o desenvolvimento da vida intelectual e cultural, que alunos, professores e funcionários diariamente se conhecem, trocam ideias, estudam e realizam ex-


CONSTRUÇÃO DA IMAGEM JORNALEIRO PALESTRANTE É REFERÊNCIA EM MARKETING PESSOAL NO BRASIL

perimentos. E, nesse convívio diário, podem ocorrer a identificação e o aproveitamento constante das oportunidades empreendedoras, através da relação aluno-aluno, aluno-docente, docente-docente, ou, ainda, individualmente”, explica a mestre Cristina. O ambiente acadêmico pode promover o desenvolvimento do espírito empreendedor no estudante, este por sua vez inova na utilização de recursos disponíveis, modifica o meio onde atua e assume os riscos decorrentes, seja para abrir o seu próprio negócio, ou para colaborar efetivamente no desenvolvimento da empresa na qual trabalhe ou preste serviços. Para Jussier, a Universidade é como espécie de semente, precisa ser regada para crescer e germinar bons frutos. A metáfora se aplica na busca constante de conhecimento e necessidade de ler para poder entender o que acontece com

mundo. “Hoje a pessoa tem que saber muito mais do que é lecionado nas universidades, ficar restrito ao mundo profissional não ajuda na hora de conseguir bons empregos e oportunidades”, explica o palestrante. “A construção de uma boa imagem pessoal e profissional está inerentemente relacionada com dois conceitos básicos: a dualidade e a credibilidade. A dualidade significa que as pessoas têm, ou não, uma boa imagem. É construída num processo, não pode ser imposta, sendo obtida como resultado cumulativo de interações”, afirma Cristina. É importante acrescentar que a construção é composta por comportamentos, hábitos, posturas, ética, conhecimentos, habilidades e competências. A imagem que uma pessoa constrói ao longo da sua vida está diretamente relacionada ao seu comportamento no ambiente em que estiver inserida.

A imagem pessoal é construída normalmente em três momentos distintos: 1) a primeira impressão que é formada nos três primeiros segundos; 2) a imagem inicial que é formada nos primeiros contatos; 3) a imagem, propriamente dita, que é aquela imagem já formada que se deve manter e melhorar.

DICAS DO MARKETING capacidade de auto-motivação; criatividade; bom humor; relacionamento interpessoal; produção de conhecimento; liderança; capacidade de sonhar.

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

37


FIQUE SABENDO

AQUECIMENTO GLOBAL X AGENTES NATURAIS GRANDES CATÁSTROFES: NUM FUTURO NÃO TÃO LONGE, O AQUECIMENTO GLOBAL SERÁ O AUTOR DE ACONTECIMENTOS PIORES

Ondas gigantes, enchentes, tornados, aumento da temperatura, neve em pleno verão... Fatos como esses são notícias frequentes nas mídias e tornam-se preocupação para ambientalistas e governantes. Antes, a previsão do tempo era meramente ilustrativa nos jornais; agora, é uma necessidade e um alerta para desavisados que ignoram o que está acontecendo com o mundo. Mas dizer que as enchentes, chuvas e ventos fortes são resultados do Aquecimento Global é precipitação. Segundo o meteorologista da Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN - Emparn, Gilmar Bristot, “o Aquecimento Global é algo complexo e possui linhas divergentes”, afirma Bistrot, que esclarece alegando que as justificativas para os acontecimentos estão nas temperaturas dos oceanos, especificamente o Pacífico e nas Manchas Solares. “Atribuir ao Aquecimento Global a causa desses acontecimentos não é correto, pois os fatores naturais, como o El Niño e La Niña, aliados ao aquecimento e resfriamento do oceano Pacífico e influências do oceano Atlântico, podem causar todas essas alterações vivenciadas atualmente”, explica Bristot. O Surgimento do La Niña corresponde ao resfriamento das águas do Oceano Pacífico Equatorial Central que ocorre a partir do mês de dezembro até o meio do ano e pode algumas vezes se estender um pouco mais. El Nino é o inverso do La Nina, seus efeitos conseguem ser bem mais fortes e seu surgimento acontece no mesmo período e local do La Niña, no Equador. A explicação para os ventos fortes e tornados 38

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

GILMAR BISTROT, METEOROLOGISTA DA EMPARN, NÃO ATRIBUI OS ATUAIS ACONTECIMENTOS AO AQUECIMENTO GLOBAL

do sul e sudeste brasileiro, segundo o meteorologista, é a falta de registro no início do século sobre esses acontecimentos naturais e ausência de aparelhos que registrassem a velocidade dos ventos. “Dizer que o Aquecimento Global é o agente causador pode ser uma decepção para os governantes no futuro, é importante essa sensibilização das autoridades, mas a falta de pesquisas e aparelhos no Brasil não nos leva a declarar que esses acontecimentos tenham sido causados pelo aquecimento”, assegura Bristot. Toda essa conscientização é importante, pois pode desacelerar o aquecimento do planeta, que crescia de forma descontrolada através do trabalho maciço das indústrias, as quais eliminam diariamente uma quantidade absurda de gases poluentes como dióxido de carbono (CO2),

óxido nitroso (N2O) e metano (CH4). Os gases liberados na atmosfera formam uma camada de difícil dispersão que absorvem grande parte dos raios infra-vermelhos emitidos pela Terra, evitando, assim, que o calor se espalhe normalmente, causando o tão conhecido efeito estufa. Se o que acontece no mundo é causado por agentes naturais ou pelo Aquecimento Global, não sabemos a resposta, mas a iniciativa de reduzir a emissão de gases é um grande feito para a sociedade, o que em prática precisa ser feito até 2030 para diminuir os efeitos no planeta. Economicamente, segundo dados de órgãos da ONU, custaria ao PIB mundial 3%.

CURIOSIDADES Dados divulgados pelo Greenpeace revelam que o arroto do gado, na prédigestão, ou a fermentação intestinal contribuem com a maior parte das emissões globais de metano, o que equivale a 60% das emissões. Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) estima que, até o fim do século, as temperaturas na região ártica, que é mais sensível ao aquecimento global do que qualquer outra parte do planeta, podem subir até 6°C. Países como os Estados Unidos e a China estão entre os maiores poluidores do mundo. A previsão do clima para o futuro nos países emergentes não é precisa devido à falta de pesquisa e aparelhagem.


BEM-ESTAR

HOMEOPATIA TERAPIA NATURAL SEM EFEITOS COLATERAIS LIVRE DE AGRESSÕES, ORGANISMO ATINGE EQUILÍBRIO EMOCIONAL E SALVA O CORPO DE ENFERMIDADES

A ARQUITETA SABRINA AMORIM VÊ BONS RESULTADOS COM O USO DA HOMEOPATIA

40

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

Uma maneira alternativa de se tratar. É o que vem à cabeça quando se fala em homeopatia, mas, para classificá-la, é preciso entender o que de fato ela é. A homeopatia não considera uma doença por partes, se seu coração tem problemas, quem está doente é você e não apenas ele. Os sintomas são classificados como fatores externos, devido a um desequilíbrio que acontece no organismo. Grande parte das doenças é desencadeada pelo fator emocional e reflete nas partes do corpo. A partir desse pensamento, é possível compreender a filosofia homeopata que, antes de qualquer diagnóstico, precisa de um histórico do paciente. Assim, perguntas básicas são feitas pelo homeopata para poder entender o funcionamento do organismo do paciente. A homeopatia é uma técnica secular, re-

conhecida pelo Conselho Federal de Medicina e que agora ressurge como reflexo nos hábitos da população que busca uma terapia mais natural e menos agressiva ao organismo. Segundo o farmacêutico Osvaldo Noberto, “a grande procura acontece pelo estilo de vida saudável que a população adotou, antes apenas os remédios alopáticos tinham credibilidade perante a sociedade, agora a procura por uma terapia saudável, voltada para o natural, é mais uma opção”, assegura o farmacêutico que há dez anos trabalha a homeopatia em uma conceituada farmácia de manipulação. A arquiteta Sabrina Amorim acredita na eficácia da homeopatia pelos medicamentos de bases naturais e pelo bom resultado apresentado em suas amigas. “Procurei a homeopatia, a princípio, pelo aumento de peso e para


A MÉDICA HOMEOPATA MARIA ADELAIDE EXPLICA QUE A HOMEOPATIA É PARA JOVENS, ADULTOS E CRIANÇAS

O FARMACÊUTICO OSVALDO NOBERTO HÁ 10 ANOS ATUA NO DESENVOLVIMENTO DA HOMEOPATIA

regular o intestino, e o tratamento está me fazendo muito bem”, explica Sabrina, que descobriu a homeopatia através de amigos. Vale salientar que a homeopatia é uma espécie de clínica-geral indicada ao jovem, adulto e criança. A atuação da terapia para a Adelaide Guedes, médica homeopata, “é promover uma ação de equilíbrio psicossomático e estimular o sistema imunológico, sem a individualização da doença, buscando o medicamento homeopático mais semelhante”, afirma dra. Adelaide. No entanto, é preciso esclarecer que a base de produtos vegetais na qual a homeopatia é produzida não tem nada de parecido com os medicamentos fitoterápicos. A função de um remédio fitoterápico é parecida com a de um alopático comercializado nas drogarias. Os

homeopáticos possuem origens mineral, vegetal e animal. Os remédios da homeopatia podem ser classificados como únicos, devido à forma de preparo ser completamente diferente e por trabalhar a diluição e dinamização, enquanto os alopáticos são mais concentrados. Para a homeopatia, quanto maior for a diluição, maior vai ser a atuação da medicação. Já a dinamização permite o uso da energia da matéria. “A homeopatia é uma terapia de natureza energética e não bioquímica, por isso não acarreta efeitos colaterais das substâncias das quais provém” afirma a médica homeopata Adelaide Guedes. Os medicamentos de maior procura são para as áreas de alergologia, endocrinologia e ginecologia, mas, segundo o farmacêutico Noberto, diversas áreas podem ser tratadas pela

homeopatia. “Doenças como diabetes, hipertensão e colesterol, também, podem ser tratadas com a homeopatia e, após dois anos de tratamentos, alguns pacientes conseguem diminuir a dose de remédios ou até mesmo deixar o uso de medicamentos” é o que revela Adelaide. Às vezes, o uso contínuo de algum medicamento alopático pode retardar o efeito do tratamento homeopático, nesses casos é preciso fazer, antes, uma desintoxicação no organismo. Segundo a médica homeopata, o ser humano nasce geralmente em um estado de equilíbrio geral, no decorrer da vida, ele adoece e fragiliza sua reação vital pelo acúmulo de medicamentos contrários aos sintomas e doenças que ele apresenta. A terapia homeopática age nesse indivíduo para restabelecer o equilíbrio.

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

41


ROLÉ

UM PONTO DE ENCONTRO CHAMADO MARANELLO BISTRÔ MÚSICA, AGITO E RESENHA SE MISTURAM NA BALADA MAIS FAMOSA DA NOITE NATALENSE

Tudo começou em 2002, a pedido de amigos e clientes que queriam um lugar agradável para sentar, depois um lugar para beber e comer enquanto seus carros recebiam ajustes no “Maranello Auto SPA”. A ideia tomou forma, expandiu-se e virou o requintado Maranello Bistrô. O sucesso da cozinha, o público e o ambiente agradável fizeram o local tornar-se pequeno, então veio a mudança para o quarteirão ao lado, onde está hoje. Há um ano e seis meses em nova sede, o Maranello Bistrô deixou de ser bistrô e se especializou em eventos fechados, recepções, casamentos, aniversários, almoços e encontros coorporativos. Em julho do ano passado, o Maranello fez uma parceria com Mucio NT, e começaram as baladas abertas ao público, inicialmente às quintas, com muita gente bonita e atendimento de excelência que resultaram, em apenas 3 meses de balada, no título de “Melhor lugar para dançar em Natal” concedido pela revista Veja. O motivo? Segundo Múcio NT, é que “O Maranello pensa nos detalhes para deixar a balada sempre agradá-

42

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

vel e não cai na rotina para ficar semm pre animada com atrações de primeira linha como, Jammil, Netinho, Grafith, YOW!, Amigos Sertanejos, Nós 4, DJ Spin Easy (EUA) assim como atende as necessidades dos clientes, oferecendo serviços diferenciados como banheiros refrigerados, mimos no banheiro feminino, manobristas, cartão de sócio-vip e a famosa lista VIP”. Ao falar na “Lista”, é importante ressaltar a iniciativa democráti-

ca da casa, que permite que pessoas enviem m seu nome para o e-mail listamail.com até as 18h maranello@hotmail.com lor da do dia da festa e obtenha o valor entrada revertido em consumação até meia noite. A experiência nesse primeiro ano de baladas fez com que Sér-


NOVA CARA DO MARANELLO BISTRÔ EM 2010

gio Lobo e Múcio NT elaborassem estratégias diferentes para atender a um público exigente. Hoje, o Bistrô limita sua capacidade em 450 pessoas para que não prejudique a clim at i z a -

OS EMPRESÁRIOS MÚCIO NT E SÉRGIO LOBO COMANDAM AS NOITES DE SEXTA

ção da casa e o conforto dos seus frequentadores. A preocupação com o bem-estar dos clientes é motivo constante de conversas e reciclagens na casa, que tem bebidas de excelência como todos os sabores da Vodka Absolut e todos os Whiskies da JohnnieWalker, do Red Label ao Blue Label e um buffê assinado pelo Chef Arthur Coelho, apenas um dos carros-chefes do Maranello. No dia de balada, os frequentadores ainda podem petiscar uma varie-

dade de até 12 pratos salteados por filé, camarão, carpaccio e bruschetta. Quanto ao futuro? Apenas boas notícias. A meta é que para 2010 o local transforme-se no “Maranello Dining Club”, oferecendo aos clientes a opção de restaurante, bar e balada. A transformação é assinada pela arquiteta Ana Claúdia Cidi que deixará o ambiente adequado para os eventos fechados e para a balada, com a variedade de um restaurante e o charme dos bistrôs. “Nós queremos ser uma opção a mais para quem quer jantar, beber, dançar e antes de ir embora ter uma excelente refeição sem sair à rua”, confessa Sérgio Lobo. Com um ano de boas histórias, gente bonita, baladas e boa comida, o Maranello Bistrô se tornou ponto de encontro às sextas-feiras, embalados por diferentes ritmos musicais.

FAÇA PARTE DA LISTA Envie um email até ás 18h do dia da festa para o listamaranello@hotmail.com e tenha o valor da entrada revertido em consumação.

Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

43


INFORME PUBLICITÁRIO

MIRANDA AGORA TAMBÉM NO MIDWAY

Tudo começou há 22 anos, quando os irmãos Luciano, Afrânio e Paulo resolveram juntar suas economias e abrir uma loja de produtos do segmento de informática. Na época, o computador era praticamente uma relíquia, sendo também limitados os itens disponíveis para os clientes, tais como: disketes, papel, livros especializados e mesas para computador. Passaram-se os anos, e não só a oferta de produtos cresceu exponencialmente como o que era um negócio exclusivamente familiar hoje já conta com o atendimento de 300 colaboradores em suas sete lojas, sendo seis em Natal e uma em Mossoró. 44

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

A empresa não foi pioneira no Estado, pois já havia outras que atendiam no mesmo segmento, porém ela foi uma das únicas que se manteve durante todo esse tempo. O sucesso deve-se à seriedade, ao planejamento e ao trabalho honesto. “Já perdemos muita venda por não conseguir concorrer com os preços de empresas e/ou pessoas que sonegavam os impostos, mas optamos por trabalhar honestamente. Atualmente, com a redução do ICMS, PIS e COFINS, o mercado legal se fortaleceu e o paralelo deixou de prevalecer”, disse o diretor comercial da empresa, Paulo Miranda. Enquanto a maior parte das empresas

foi afetada pela crise financeira atual, a Miranda Computação se beneficiou do momento. “Durante toda a existência da empresa, o país passou por diversos planos econômicos e crises financeiras, mas nenhum deles abalou a empresa, ela continuou a crescer”, revela o diretor comercial, acrescentando que quem não tem crédito não consegue comprar, e a Miranda Computação conta com investimentos em vez de empréstimos. A Miranda Computação acaba de abrir mais uma loja, agora no mais novo piso do Shopping Midway Mall, com o grande diferencial de oferecer a degustação de todos os


DE UMA PEQUENA SALA NA CASA DOS PAIS PARA SETE LOJAS NOS MAIS CONCORRIDOS PONTOS DO ESTADO, A MIRANDA COMPUTAÇÃO CONTA AGORA COM SUA PRÓPRIA MARCA produtos disponíveis, além de um promotor pronto para orientar e um mix completo de tudo que comercializam. Além disso, a empresa é a única no Estado que compra e tem o apoio direto de fabricantes como: HP, Sony, Apple, Dell, entre outros. O grande diferencial da Miranda Computação é o pós-venda. A empresa comercializa desktops com marca própria e que têm garantia de um ano. São oito modelos e um prazo de 48 horas para resolver qualquer tipo de problema que ocorra com a máquina. “Os jovens de hoje em dia se preocupam muito com a marca e esquecem que, muitas vezes, existem produtos com a

mesma qualidade, preço mais acessível e um atendimento mais ágil. ” Segundo o diretor comercial da empresa, Paulo Miranda, o mais importante é o fato de que, ao comprar um produto na Miranda, o cliente gera imposto e emprego para o RN, uma vez que no momento em que o cliente opta por comprar um produto pela internet ele beneficiará um outro Estado e não contará com atendimento especializado, que entregará ao cliente exatamente o produto que este busca. Não há como sair da Miranda Computação sem um produto que atenda as expectativas tecnológicas e orçamentárias do

cliente. “Temos desktops com preços a partir de R$ 899,00 (oitocentos e noventa e nove reais) e notebooks, top de linha da Sony, que custam hoje R$ 12.999,00 (Doze mil, novecentos e noventa e nove Reais) com recursos gráficos de alta definição. Temos também notebooks com a tecnologia Blu-ray”, comenta Paulo. A empresa tem como meta para este ano ampliar a área administrativa e reformar a loja da Avenida. Sen. Salgado Filho. Além disso, a empresa começou a implementação de um novo site: www.miranda. com.br, no qual haverá mais informações sobre os produtos e serviços. Ju n h o e Ju lh o | 2 0 0 9

45


NOSSA LÍNGUA

O PODER DA PALAVRA JOÃO MARIA DE LIMA (PROFJOAOMARIA@YAHOO.COM.BR)

Não é de hoje (no princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus), que a palavra tem importância. No ambiente acadêmico ou profissional, a comunicação precisa ser eficiente e rápida, devendo o usuário da linguagem estar atento para as virtudes de estilo ou qualidades do texto. O conceito de boa linguagem passa pelo domínio da gramática – o que assusta muita gente – , mas não é só isso. Para escrever bem, não é necessário decorar as regras gramaticais. É fundamental saber usá-las, porque o conhecimento gramatical ou a aplicação automática das regras não garante bom texto. Quem escreve deve almejar as características básicas de um bom texto – clareza, concisão e objetividade. Na maioria dos casos, eliminar palavras é a solução. Um problema muito comum nos textos é o tamanho. Existem muitas causas para isso. Às vezes, usamos várias palavras quando uma resolve. Em outras situações, utilizamos duas orações quando uma basta. Há ainda os exageros, em que todos os tipos de inadequações se encontram. Passemos à prática, atentando aos termos destacados: Este texto visa analisar as causas das inadequações linguísticas. A FIFA deve anunciar as cidadessede no fim do mês. Nos dois casos, é simples a substituição das duas formas verbais por um verbo: Este texto apontará as causas das inadequações linguísticas. A FIFA anunciará as cidades-sede no fim do mês. Há também as locuções, duplas, trios ou quartetos de vocábulos que cumprem, juntos, uma função na frase. Diminuí-las não faz mal a ninguém: Fazer um discurso (discursar) Fazer uma viagem (viajar) 46

Ju n h o e Ju l h o | 2 0 0 9

Ver a beleza do local (admirar o local) A redundância, repetição de uma ideia de forma desnecessária, é outra forma de prolixidade. Quem nunca falou ou ouviu frases como: O gerente vai manter a mesma equipe. (Cuidado! A redundância está evidente: o verbo “manter” traz a ideia de manutenção, dispensando o vocábulo “mesma”) O preço do produto é barato. (O termo “barato” já encerra a ideia de preço. É impropriedade de linguagem dizer “preço barato” ou “preço caro”. Na verdade, produtos, mercadorias ou serviços podem ser baratos ou caros, e não os “preços”. Estes serão baixos, módicos, altos, exorbitantes, abusivos) Há várias goteiras no teto. (Não há goteiras no chão, pois seriam poças. Quem diz isso deve dizer “estrelas no céu”, “labaredas de fogo”) Existem outras redundâncias que merecem citação, são elas: acabamento final, elo de ligação, fazer o mais absoluto silêncio, vereador municipal, ultimato final, protagonista principal, monopólio exclusivo, conclusão final, multidão de pessoas, surpresa inesperada, conviver junto,

encarar de frente, previsão do futuro, melhorar mais, ganhar de graça, criar novos, erário público, todos foram unânimes. Fecharemos a lista de termos que prejudicam a qualidade de um bom texto com os jargões corporativos. Quando alguém é demitido, diz-se que foi “desligado da empresa”; se está empregado, está “posicionado no mercado”. O uso de jargões corporativos é mais dramático em determinado setores, como o de informática e novas tecnologias. Nesses casos, é importante buscar uma linguagem mais ampla, evitando o vocabulário técnico, incompreensível para os leigos. Por fim, há um jargão que constitui padrão no centro de atendimento ao cliente ou serviço telefônico, o gerundismo. São exemplos típicos de tal vício: Vou estar enviando o relatório, Vou estar checando a informação. Essas frases poderiam ter os elementos destacados substituídos por vou enviar ou enviarei e vou checar ou checarei, respectivamente. Depois de pronto, o texto merece uma revisão cuidadosa, a fim de eliminar termos desnecessários e simplificar a linguagem. A língua portuguesa agradece.



Edição 13