Page 1

www.rronline.com.br editorial@metodista.br

Rudge Ramos JORNAL DA CIDADE

São Bernardo do Campo 4 De 4 a 17 de outubro de 2013 4 Ano 334 Nº 1.007

Dia das Crianças deve trazer R$ 51 milhões para a economia Valor é R$ 12 milhões superior ao ano passado, segundo pesquisa do Observatório Econômico da Universidade Metodista. Pág.3

4CIDADE

MARISTELA CARETTA/RRJ JÔ RABELO/RRJ

São Bernardo investe R$ 570 milhões para a construção de três faixas de ônibus e mais oito corredores exclusivos. Pág. 4

4

Projeto Drenar provoca transtornos para moradores das ruas Dourados e Brasil. Pág. 2

DIVULGAÇÃO

4ESPORTES VINÍCIUS REQUENA/RRJ

5FESTIVAL - Estabelecimentos do município fazem parte do Rota dos Sabores. Pag. 13

São Bernardo Vôlei perde primeiro jogo da semifinal do Campeonato Paulista, na segunda partida de Peu como técnico. Pág. 14


POLÍTICA/CIDADE

- Rudge Ramos Jornal

6

De 4 a 17 de Outubro de 2013

DE OLHO NA CÂMARA REPRODUÇÃO/FACEBOOK

2

Vereador Pery Cartola assina filiação ao Solidariedade FERNANDA FERREIRA

q O vereador de São Bernardo Pery Cartola assinou filiação na última terça-feira (1º/10) com o Partido Solidariedade (SDD) criado por Paulinho da Força, que atualmente é deputado federal. O ex-popular-socialista disputará uma cadeira na Assembleia Legislativa

6

em 2014, e será presidente do partido em São Bernardo. “Estou procurando um novo espaço para ter um caminho para disputar a eleição de 2014 e 2016. Vou continuar firme em relação a ser oposição na cidade e terei maior liberdade nas questões municipais, onde vou ser presidente do partido, mas também existe a possi-

bilidade de ser presidente ou coordenador regional”, afirmou o parlamentar. Segundo o vereador, a saída do PPS foi cordial e tranquila. “Procurei sair da mesma forma que eu entrei, e a vida segue, nada muda. Vou continuar com a minha linha de pensamento, e a mudança é apenas para se adequar ao

projeto que vem”, disse. Pery Cartola disse que ainda tem alguns dias para tentar trazer novos amigos para o partido

Vereador sai do PPS e vai para o partido criado pelo sindicalista Paulinho da Força

e que há possibilidade de vir mais um vereador para o SDD, mas não quis citar o nome do parlamentar sondado. g

DE OLHO NA CIDADE

MARISTELA CARETTA

q Em nossa última edição, abordamos os transtornos causados pelo Projeto Drenar no bairro Vivaldi e região. Moradores dos bairros que estão passando por obras da construtora Encalso entraram em contato com a redação do Rudge Ramos para falar dos problemas que estão enfrentando com as obras. A principal dúvida era para quem reclamar, já que os moradores procuraram os responsáveis pelas obras e não receberam retorno. A população está ciente de que obras dessa dimensão não acontecem sem causar transtornos, mas os danos têm interferido na estrutura de algumas casas, com rachaduras em muros e pisos de garagens.

Dois problemas específicos foram relatados pelos moradores. Um deles, na rua Brasil, e outro na rua Dourados. Na rua Brasil, o “braço” do trator que serve de sustentação quebrou a calçada de um morador, rachou o muro e danificou a tubulação de esgoto. A Sabesp já notificou o dono do imóvel, mas como se o responsável pelo dano fosse ele mesmo. Segundo o morador, ele já conversou com os responsáveis pela obra e não obteve nenhum resposta. Isso, aproximadamente, há 60 dias. RUA DOURADOS Na rua Dourados o problema é outro. A concessionária

CONSELHO DIRETOR - Stanley da Silva Moraes Presidente, Nelson Custódio Fér – Vice - Presidente, Rev. Osvaldo Elias de Almeida - Secretário, Jonas Adolfo Sala, Aureo Lidio Moreira Ribeiro, Kátia de Mello Santos, Augusto Campos de Rezende, Marcos Vinicius Sptizer, Aires Ademir Leal Clavel, Oscar Francisco Alves Junior, Regina Magna Bonifácio de Araújo - Suplente, Valdecir Barreros - Suplente. REITORIA - Reitor - Marcio de Moraes, Pró-Reitora de Graduação - Vera Lúcia G. Stivaletti, Pró-Reitor de Pós-Grad. e Pesquisa - Fábio Botelho Josgrilberg

FOTOS: MARISTELA CARETTA/RRJ

Moradores sofrem com transtornos causados pelo Projeto Drenar Calçada danificada pelo trator da Encalso (acima e à esq.); buraco aberto e não fechado pela construtora

abriu um buraco para ligar a nova tubulação à antiga, mas não fez a ligação. O buraco está aberto e em dias de chuva a água que sai dele alcança mais de um metro e meio de altura. Toda essa água, mais lama e pedras que saem do buraco, vai

DIRETORES - Sérgio Roschel (Diretor de Finanças e Controladoria), Daví Nelson Betts (Diretor de Tecnologia e Informação), Paulo Roberto Salles Garcia (Diretor de Comunicação e Marketing), Débora Castanha (Diretora do Ensino Básico), Carlos Eduardo Santi (Faculdade de Exatas e Tecnologia), Jung Mo Sung (Faculdade de Humanidades e Direito), Fulvio Cristofoli (Faculdade de Gestão e Serviços), Luiz Silvério Silva (Faculdade de Administração e Economia), Paulo Rogério Tarsitano (Faculdade de Comunicação), Rogério Gentil Bellot (Faculdade de Saúde) e Paulo Roberto Garcia (Faculdade de Teologia). COMUNICAÇÃO - Paulo Salles (Diretor).

para as casas dos moradores. A cratera está aberta há alguns dias e a construtora disse aos moradores que ainda não sabe como resolver esse “problema”. Em nota, a Prefeitura de São Bernardo, por meio da Secretaria de Serviços Urbanos, informou que, com relação à rua Dourados, o caso relatado é de conhecimento da Cons-

JORNAL

Rudge Ramos

editorial@metodista.br

Rua do Sacramento, 230 Ed. Delta - Sala 141 Tel.: 4366-5871 - Rudge Ramos - São Bernardo - CEP: 09640-000

RUDGE RAMOS JORNAL - PUBLICAÇÃO DO CURSO DE JORNALISMO DA FAC

DIRETOR - Paulo Rogério Tarsitano COORDENADOR DO CURSO DE JORNALISMO - Rodolfo Carlos Martino. REDAÇÃO MULTIMÍDIA - Editor-chefe - Júlio Veríssimo (MTb 16.706); EDITORA-EXECUTIVA E EDITORA DO RRJ - Margarete Vieira (MTb16.707); EDITOR DE ARTE - José Reis Filho (MTb 12.357); Assistente de Fotografia - Maristela Caretta (MTb 64.183)

trutora Encalso. O problema ocorre devido à impossibilidade de término do trecho de microdrenagem em decorrência de interferência da rede da Comgás, a qual já foi informada do problema. Porém, a empresa ainda não efetuou o desvio da rede. A construtora aguarda a Comgás para finalizar o serviço e terminar a execução do trecho. Sobre a Rua Brasil, a prefeitura informou que em nova vistoria, na manhã da última quarta-feira (2), a empreiteira se prontificou a recuperar a calçada ainda nesta semana, mais tardar no início da próxima. g Equipe de Redação: Amanda Souza, Bianca Beltrame, Caio dos Reis, Deise Almeida, Felipe Calbo, Fernanda Ferreira, Italo Campos, Magda Souza, Maria Paula Vieira, Natália Blanco, Natália Petrosky, Raphael Andrade, Renato Fontes, Sérgio Neto, Vinícius Requena, Yago Delbuoni e alunos do 5º e 6º semestres de Jornalismo. Produção de Fotolito e Impressão: Diário do Grande ABC


Dia das Crianças deve movimentar R$ 51 mi na região este ano

Valor médio que o consumidor está disposto a gastar é de

R$ 137,40 POR PRESENTE

MARISTELA CARETTA/RRJ

FERNANDA FERREIRA

q O Dia das Crianças, 12 de outubro, está chegando e a expectativa para aumento de vendas anima os comerciantes do ABC. A perspectiva é que o comércio cresça 12% a mais que 2012 e movimente R$ 51 milhões na região, R$ 12 milhões a mais do que o ano passado, segundo pesquisa realizada pelo Observatório Econômico da Faculdade de Administração e Economia da Universidade Metodista de São Paulo. Para o levantamento foram ouvidas 824 pessoas nas sete cidades do ABC. O valor médio que o consumidor está disposto a gastar é de R$ 137,40 por presente. Em 2012, o preço médio era de R$ 115,20, aumento de 12%. Já o gasto total que o comprador pretende ter com a data é de R$ 255,09, aumento de 20% em relação ao ano passado (R$ 198,93). A auxiliar de escritório Jéssica Freitas comprou uma moto elétrica para o sobrinho e não colocou limites no momento de gastar. O presente custou R$ 600. “Ser tia é caro. Comprei, pois acredito que ele vai gostar muito. Só de ver a alegria dele brincando me deixa ainda mais apaixonada”. Já a auxiliar de laboratório Stephanie Rodrigues, não pretende gastar muito. “Estou sem dinheiro, vou comprar um presente para o meu irmão e outra para minha prima porque também é aniversário dela. Vou pagar no máximo R$ 50 em cada um”. A novidade que o comerciante poderá sentir é a forma de pagamento que os consumidores devem escolher. De acordo com a pesquisa, mais de 70% dos entrevistados disseram que vão optar pelo pagamento a vista, dinheiro (40,1%) ou cartão de débito (31,1%), e apenas 26,7% pelo cartão de crédito. Nenhum dos entrevis-

Rudge Ramos Jornal - 3

ECONOMIA

De 4 a 17 de Outubro de 2013

cartão. É uma questão de segurança”, completou. Dentre os fatores que influenciam na definição da compra de um presente é a qualidade (51,8%), o desejo (51,2%) e só então o preço (48,1%) e o desconto (48%), ou seja, o consumidor dá importância para o valor a ser pago, mas considera mais a vontade do presenteado. A pesquisa mostra ainda, que as crianças mais lembradas pelos consumidores são os filhos (37,5%), os sobrinhos (28,3%) e os netos (9,8%). PRESENTES PREDILETOS Os principais produtos que os consumidores pretendem comprar para os meninos são vestuário (21,9%), carro com controle remoto (11,4%) e carro simples (8,5%). Os eletrônicos, como celular e videogame, não tiveram acréscimo de intenção de compra em relação ao ano passado. Para as meninas, boneca (36,3%), vestuário (17,2%) e maquiagem (4,9%) são os presentes mais requisitados. Houve crescimento na participação dos cosméticos (maquiagem e perfume) comparado a 2012. Esse item não aparecia como um dos cinco principais presentes escolhidos. Mais de 15% dos entrevistados afirmam ainda não ter definido o presente a ser comprado, o que aponta uma parcela considerável a ser conquistada pelos vendedores nas próximas semanas.

Carros com controle remoto e bonecas são os brinquedos preferidos para presentear tados declarou a intenção de pagar as compras com cheque. Segundo o economista Sandro Maskio, o que pode explicar essa preferência “é o processo de

reorganização do orçamento dos consumidores, que não podem ou não querem assumir novas dívidas e optam por comprar a vista”. Com relação ao cheque,

Maskio afirma que a questão da credibilidade está em jogo. “O risco é maior para o comerciante que aceita cheque, o que não acontece com o

ONDE COMPRAR? O estabelecimento preferido para a compra dos presentes das crianças é o shopping (39,1%), seguido do comércio do centro das cidades (31,6%), o comércio de bairros (13,2%) e a internet (4,8%), sendo que os três municípios que mais atraem os consumidores são Santo André (23,2%), São Bernardo (20,2%) e Diadema (17,6%). A pesquisa também mostra a mobilidade dos consumidores no momento de fazer as compras. Nos municípios em que não existe centro comercial ou shopping, há maior chance do consumidor migrar para as cidades vizinhas. Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires e Mauá são as cidades que devem ter maiores números de migrações no momento da compra. Mais de 23% dos entrevistados deverão consumir fora das cidades que moram.g


4 - Rudge Ramos Jornal

De 4 a 17 de Outubro de 2013

CIDADE

Cidade faz licitação para faixas de ônibus

Prefeitura orçou a construção dessas faixas em

R$ 570 milhões

JÔ RABELO/RRJ

YAGO DELBUONI

1 nova oferta, de qualidade, para quem precisa se locomover na região. Quando se privilegia essa modalidade de transporte, há uma melhora em diversos setores, como qualidade do ar, pois o ônibus transporta mais pessoas e polui menos comparativamente ao carro individual, os números de acidentes diminuem e uma redução no congestionamento.” SÃO PAULO A faixa exclusiva de ônibus foi feita em São Paulo. Alguns motoristas reclamam dessa medida por acharem que estão perdendo uma faixa de rolamento. O engenheiro de tráfego disse que essa reclamação não procede e crê que, em São Bernardo, os motoristas também terão essa atitude. “Não tem como evitar essa sensação

{

REPRODUÇÃO/GOOGLE

q São Bernardo licita três faixas exclusivas para ônibus. A oferta começa no inicio deste mês e vai passar pelas avenidas Senador Vergueiro, João Firmino e Estrada dos Alvarenga. A previsão é que as obras durem um ano e seis meses. A prefeitura orçou a construção dessas faixas em R$ 570 milhões. Quando a obra foi anunciada, em abril de 2012, a previsão era que a licitação seria no mesmo ano, mas trâmites burocráticos impediram a conclusão desse processo, informou a prefeitura. Ainda sem data definida para implantação, além dessas três faixas serão colocados mais oito corredores nos seguintes locais: avenida Faria Lima, Jurubatuba, Montanhão, Ferrazópolis, Rotary, Capitão Casa, Castelo Branco e Galvão Bueno. Os terminais Alves Dias, Batistini, Vila São Pedro e Rudge Ramos também fazem parte do projeto. A Secretaria de Transportes e Vias Públicas de São Bernardo disse que estão sendo realizados estudos sobre a implantação do projeto, porém não há uma conclusão referente a este tema. O arquiteto e urbanista Jair Oliveira afirma que essa medida visa trazer mais velocidade para o transporte público. “É uma medida impopular pelo grande número de automóveis que tem na região, mas isso prioriza pessoas que utilizam transporte público e isto é importante.” Oliveira qualifica a utilização do recurso na cidade como um bom caminho para priorizar o transporte público. “Essas obras mudam a dinâmica de uma cidade e deve sempre privilegiar o transporte.” O engenheiro de tráfego, Horácio Augusto Figueira, falou que é importante implantar esse tipo de faixa. “Dá uma

2 3

Corredor passará pela av. Senador Vergueiro (1) , av. João Firmino (2) e Estrada dos Alvarenga (3); previsão é que as obras durem um ano e seis meses

de reclamação, mas cabe ao órgão público explicar a população que é mais democrático utilizar o meio de transporte público ao invés do particular.” Em nota, a Prefeitura de São Bernardo por meio da Secretaria de Transportes e Vias Públicas informou que os estudos para a implantação desses corredores ainda não foram concluídos. g


Rudge Ramos Jornal - 5

CIDADE

De 4 a 17 de Outubro de 2013

FOTOS: MARISTELA CARETTA/RRJ

Avenida Kennedy ganha ciclovia até o final do mês FOTO: DIVULGAÇÃO

BIANCA BELTRAME

q Os moradores de São Bernardo ganham mais uma ciclovia, desta vez na avenida Kennedy. Quando as obras forem concluídas a ciclovia vai ter 1,5 km de extensão. O projeto é uma obra de compensação pelo impacto causado por dois grandes empreendimentos que foram construídos no local, um shopping e um misto de prédios comerciais e residenciais. As ciclovias são a solução para viagens curtas, com distância de 5 até 10 km. Segundo o engenheiro de tráfego Creso Peixoto, apesar de parecer um sistema do passado, “as ciclovias são a solução para o transporte público, porque é onde existe a condição de concentrar passageiros para poder chegar em locais de acesso como pontos de ônibus ou simplesmente fazer a própria viagem de bicicleta”, disse. A ciclovia é feita em três etapas. A primeira, de acordo com a prefeitura, será entregue ainda este mês e compreende o trecho entre as ruas Continental e Vicente de Carvalho. O segundo, entre a rua Vicente de Carvalho e avenida Senador Vergueiro e, por último, a ligação entre a rua Continental até a Praça Ibrahim de Almeida Nobre.

Ciclovia vai ser construída em três etapas; shopping e complexo comercial e residencial são responsáveis pela obra

Inicialmente, os motoristas que passarem pela via podem não perceber as melhorias que uma ciclovia pode trazer, mas de acordo com Peixoto “uma ciclovia é mais estreita que uma faixa de tráfego, mas possibilita a passagem de mais pessoas por hora do que se a via fosse para carros”. E completou, “é um processo de instrução educacional continuado”. g Peixoto afirma que é importante realizar um estudo para determinar o ponto de origem e destino. “Caso o local não seja adequado, vai ser simplesmente uma via segregada das outras”, falou. Um dos responsáveis pelo projeto é o shopping Golden Square, com 31 mil m² e 1700 vagas de estacionamento disponíveis para os consumidores, e o outro um complexo re-

sidencial e comercial da construtora M. Bigucci, com cinco torres. As quatro já lançadas vão disponibilizar cerca de 1.300 vagas para automóveis. Apesar dos empreendimentos aumentarem o fluxo de veículos na avenida Kennedy, a responsabilidade de gerir o tráfego, para que não haja problemas no local, é das empresas responsáveis por esse aumento e da prefeitura.

6 FIQUE SABENDO Quantas pessoas você transporta em uma faixa de tráfego por hora usando carro?

2 mil pessoas Quantas pessoas se você usar a mesma faixa para bicicleta ou pedestres?

15 mil pessoas por hora


ECONOMIA

ABC começa processo para abertura de parques tecnológicos

De 4 a 17 de Outubro de 2013

Pedro Taddei, Arquiteto

FOTO: DIVULGAÇÃO

RAPHAEL ANDRADE

q As cidades de São Bernardo e Santo André aprovaram a criação de parques tecnológicos nos municípios. Parques tecnológicos são, por definição, empreendimentos feitos com o objetivo de ampliar o desenvolvimento da ciência e tecnologia na área em que ele está instalado. A ideia começou a ser debatida em 1990 com a fundação do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC que tinha como um dos objetivos a criação de um parque tecnológico na região. Para o Consórcio, um empreendimento deste tipo seria capaz de potencializar as indústrias e impedir a saída de empresas da região, algo comum naquele período. Em São Bernardo, a inauguração da Associação Parque Tecnológico ocorreu no dia 19 de dezembro de 2012 e tem como foco as áreas de defesa, automobilística, design, petróleo e gás. Jefferson José da Conceição, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo de São Bernardo, acredita que o parque deve ajudar a fortalecer o setor moveleiro, tradicional da cidade. “Deve existir um forte vinculo entre o parque tecnológico e o setor moveleiro, porque uma das necessidades mais importantes da indústria de móveis é a questão do projeto e do design, e nós prevemos que essas áreas estejam em nosso parque tecnológico”, disse. Entre os parceiros do parque estão a UFABC (Universidade Federal do Grande ABC) sócia-fundadora do projeto, a FEI (Faculdade de Engenharia Industrial), a Faculdade de Direito de São Bernardo, a Fundação Salvador Arena, o Sindicato dos Metalúrgicos do

Um dos grandes desafios de criar um polo tecnológico é que ele precisa ser ao mesmo tempo atraente e flexível.

6 - Rudge Ramos Jornal

ABC, o Sindicato dos Químicos do ABC, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de São Bernardo e Diadema, além do CIESP (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo). O parque tecnológico ainda possui uma solicitação do Instituto Mauá de Tecnologia para integrar a parceria. Existe a chance que a iniciativa possa atrair turistas para o município. “O turismo vai ser beneficiado porque na medida

em que nós tivermos um projeto arquitetônico arrojado, simbolizando a pujança do ABC no campo tecnológico, isso pode atrair turistas assim como em São José dos Campos e outras regiões”, explicou o secretário. Entre os planos para o polo são-bernardense estão a instalação de ao menos duas empresas de grande porte na área de defesa, petróleo e gás, adesão ao programa Inovar-Auto do Governo Federal e a disputa pela instalação de

um laboratório crash test (laboratório de colisões). A área para instalação do parque tecnológico ainda não está definida. SANTO ANDRÉ Já a Câmara Municipal de Santo André aprovou no dia 13 de setembro, com 17 votos favoráveis e nenhum contra, o projeto de lei que autoriza o governo a buscar recursos do Finepe (Financiadora Nacional de Projetos Especiais) para a

Universidade Federal do ABC é sócia fundadora do parque tecnológico de São Bernardo criação do parque tecnológico na cidade. O pedido foi protocolado no último dia 16. Em nota a Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Santo André, 4


indicou que a administração também deve buscar verba junto ao SPTec (Sistema Paulista de Parques Tecnológicos), programa do governo estadual criado em 2009 para oferecer suporte aos parques tecnológicos. As áreas para o parque tecnológico, que totalizam 200 mil m², já foram definidas. Elas devem estar localizadas na av. dos Estados e no Campo Grande, área do Parque Andreense. DESAFIOS O arquiteto Pedro Taddei, responsável pelo plano arquitetônico do parque tecnológico de São José dos Campos, também fez o projeto para o parque de Santo André. Segundo Taddei, um dos grandes desafios de criar um polo tecnológico é que ele precisa ser ao mesmo tempo atraente e flexível. “Tem que ter uma oferta de espaço e um tratamento paisagístico e urbanístico muito atraente, mas ao mesmo tempo a forma final destes edifícios depende da clientela. Há uma grande variação em função do que o cliente precisa. O maior cuidado e o maior desafio é você fazer algo atraente, verossímil, que tenha fundamento técnico e que também possa ser adaptado com facilidade, conforme os interessados”. Para o polo andreense, a ideia inicial para a infraestrutura é um edifício único implantado por etapas e que abrigaria um conjunto de atividades administrativas e de pesquisa para ensino de pós-graduação nas áreas vocacionais do município, como química, plásticos, metal e mecânica. Os polos tecnológicos, como também são conhecidos, promovem a integração entre universidades, centros tecnológicos, setores privados e órgãos públicos, além

Nós estamos atrasados neste ciclo da história, mas já estamos correndo atrás do tempo perdido. Sandro Maskio, economista

de atrair empresas que vão se aproveitar da geração de tecnologia, sejam aquelas que vão trabalhar diretamente com elas ou aquelas que vão demandar produtos com essa alta tecnologia. De acordo com o economista Sandro Maskio, os parques tecnológicos são fundamentais no desenvolvimento econômico da região. “Nós estamos atrasados neste ciclo da história, mas já estamos correndo atrás do tempo perdido. Este é um movimento que deveria ter começado algumas décadas atrás, então é claro que é um projeto importante, não só

Para saber mais notícias de

SÃO BERNARDO E REGIÃO

Rudge Ramos Jornal - 7

ECONOMIA

Setor metalúrgico, representado pelo sindicato da categoria, faz parte do grupo que apoia a iniciativa para o ABC, mas para a economia e o país como um todo, se aprimorar e ampliar sua capacidade de gerar tecnologia”. Ainda sobre o tema, Maskio afirma que os benefícios da implantação são gradativos. “Na medida em que isso se consolida, você vai ter geração de riqueza, de renda, terá mais empregos e vai movimentar

outros segmentos da economia, que é o que nós chamamos de efeito multiplicador, impulsionando a dinâmica econômica como um todo”. São vários os fatores que tornam um parque tecnológico atraente para o município, pois ele abre mercado para produtores internos e estimula a cadeia produtiva. “Os polos ajudam a região tornar-se mais moderna, mais competitiva, amplia o volume de fornecedores que tenham a capacidade de gerar produtos mais avançados do ponto de vista tecnológico e permite a área criar tecnologias que sejam concorrentes aos

De 4 a 17 de Outubro de 2013

FOTO: DIVULGAÇÃO

produtos que hoje são importados”, contou. Um ponto que deve ser considerado é que os ganhos provenientes da instalação do parque tecnológico não são instantâneos. “Esse efeito não é em curto prazo. Não adianta você imaginar que vai conseguir um efeito desses em um mês, um ano, dois ou três anos, não funciona assim. O polo precisa se consolidar, esse efeito vai se maturando ao longo do tempo. Os maiores parques tecnológicos com bons resultados estão em atividade há mais de dez anos, no mínimo”, explicou Maskio. g

ACESSE

www.rronline.com.br


8 - Rudge Ramos Jornal

ESPECIAL

De 4 a 17 de Outubro de 2013

MÊS DAS CRIANÇAS

Shoppings oferecem atividades e espaços de recreação e lazer

FOTOS:

Jogos de videogame (acima), Vila dos Smurfs (à esq.) e personagens do programa “Cocoricó” são atrações para a criançada nos shoppings da região

DIVULG

AÇÃO

6 SERVIÇO SHOPPINHO SANTO ANDRÉ Endereço: Rua Álvares de Azevedo, 99 Centro Horário: das 9h às 20h GRAND PLAZA SHOPPING Endereço: Avenida Industrial, 600 Bairro Jardim - Santo André Horário: das 14 às 20 horas SHOPPING METRÓPOLE Endereço: Praça Samuel Sabatini, 200 – Centro – São Bernardo do Campo Horário: das 12h às 20h PARKSHOPPING SÃO CAETANO Endereço: Alameda Terracota, nº 545 - Espaço Cerâmica São Caetano Horário: das 10h30 às 22h30

AMANDA SOUZA NATÁLIA PETROSKY

q Em comemoração ao Dia das Crianças, o ABC realiza várias atrações especiais para divertir os pequenos. Atividades como piquenique, mini-horta, jogo da memória, pinturas, videogame e simulador de queda livre poderão ser realizadas pela criançada nos shoppings da região. Todas são atividades gratuitas. Para quem gosta do Cocoricó, o Shopping Metrópole disponibilizou um espaço cenográfico na praça de eventos, que permite que as crianças façam um circuito de atividades com o tema do programa. Até o dia 15 de outubro, elas poderão plantar uma mudinha de tempero na mini-horta, decorar vasi-

nhos, aprender sobre preservação ambiental, colorir desenhos e muito mais. “O Cantinho do Piquenique permite que as crianças brinquem com pizzas, bolos e frutas de plástico, aprendendo sobre a importância dos alimentos saudáveis”, explicou a gerente de marketing do shopping, Maria Ferreira. No dia 12 de outubro, o shopping recebe a visita do boneco Júlio e da galinha Lilica, personagens do programa infantil “Cocoricó”. A dupla vai fazer quatro aparições, das 12h às 18h, para brincar e tirar fotos com as crianças. Segundo Maria, trazer o “Cocoricó” para a programação especial do shopping é uma maneira de aproximar as

SHOPPING ABC Endereço: Avenida Pereira Barreto, 42 Santo André Horário: das 10h às 22h

crianças do cenário rural, ensinando cultura brasileira, sustentabilidade, criatividade e educação. O ParkShopping São Caetano oferece, como tema da atração especial do mês, o filme da Disney, “Aviões”, onde as crianças passarão por um roteiro de atividades como jogo da memória, quebra-cabeça, pinturas e jogos de videogame do desenho animado. De acordo com a gerente de marketing do shopping, Renata Belardinucci,

os monitores foram treinados para realizar as atividades com as crianças. “A equipe de monitoria contratada passou por um treinamento diferenciado, feito por profissionais da Disney, específico para esse evento”. Até 14 de outubro, o Grand Plaza Shopping recria a “Vila dos Smurfs” na praça de eventos. 4


ESPECIAL

De 4 a 17 de Outubro de 2013

A visitação ao espaço é gratuita e algumas atividades têm ingressos com valores variados, a partir de “A narrativa de “Os Smurfs” representa uma forma de vida interessante, voltada ao espírito coletivo. Há grande identificação tanto do público infantil, quanto no adulto”, disse a coordenadora do evento Fernanda Alvarez. O espaço reúne uma série de atividades voltadas ao mundo das criaturas azuis, como a horta do Smurf Agricultor, onde as crianças podem plantar flores; a casa do Smurf Construtor, que ensina a montar grandes engenhocas; o espaço do Papai Smurf, dedicado à produção de incríveis poções mágicas; e o Playground do Smurf Robusto, em que a criançada pode brincar praticando diversos exercícios. Além disso, o público pode ser surpreendido ao andar pelos corredores do shopping, pois os personagens de 1,20m estarão passeando por lá.

R$ 5

O Shopping ABC fez um playground “Angry Birds”, atração que reúne atividades como acertar os porcos de pelúcia com um estilingue, jogos de videogame e a principal atração, um simulador de queda livre de 7 metros de altura. A visitação ao espaço é gratuita e algumas atividades terão ingressos com valores

variados, a partir de R$ 5. No dia 12 de outubro, o Shoppinho Santo André oferece espaço com piscina de bolinhas e cama elástica durante toda a tarde. Também haverá maquiagem artística e oficinas de fantoches. Às 16h, ocorre a “contação” de histórias. Nessa atividade, os pais e clientes do shopping também poderão participar. g

Rudge Ramos Jornal - 9

FOTOS:D

IVULGA

ÇÃO

Crianças podem aproveitar o Espaço Angry Birds (acima à esq.), o espetáculo “Peças Melhores Virão” (acima) e o simulador de queda livre (à esq.) com 7 metros

6 PROGRAMAÇÃO 4 ATIVIDADES GRATUITAS DA CIDADE DA CRIANÇA 06/10 – TEATRO DE FANTOCHE DA GUARDA MUNICIPAL DE SBC A Guarda Civil Municipal de São Bernardo do Campo apresenta a peça “Caçador e Jaguatirica”, abordando temas ambientais. Local: Auditório da Cidade da Criança – Rua Tasman, 301 – Jardim do Mar. Horário: 11h15 4 06/10 - GRUPO “CANTANDO COM AS CRIANÇAS COM ZÉ CAMPELO” Musical interativo que aborda temas do folclore, do meio ambiente e do público infantil. Horário: 14h 4 12/10 – PARADA DA CIDADE DA CRIANÇA Espetáculo teatral com participação da Fanfarra da Escola Estadual José Gonçalves. A atividade faz percurso no interior da Cidade da Criança. Quem

quiser participar deve trazer sua fantasia. Horário: 15h

Local: Auditório da Cidade da Criança. Horário: 15h

4 13/10 – CÃES ADESTRADOS DA GUARDA MUNICIPAL DE SÃO CAETANO

4 19/10 - PINTURA FACIAL “ENCANTA COR”

Apresentação pública da Guarda Municipal junto de seus cães adestrados. Local: Térreo do Planetário Horário: 14h 4 13/10 – MUSICAL “PEÇAS MELHORES VIRÃO” Musical reúne vilões da sétima arte na mansão de Dom Corleone que, de forma cômica, aborda temas como preconceito, racismo e diferenças sociais. Local: Auditório da Cidade da Criança Horário: 13h e 15h30 4 18 e 20/10 - MUSICAL “A BELA E A FERA” Peça tem como elenco as crianças do Projeto “Contando História da Fundação Criança”.

O grupo “Encanta Cor” realiza dinâmicas com as crianças, executando pinturas faciais e penteados. Horário: A partir das 10h 4 26 e 27/10 – ATIVIDADES DE LAZER A loja Ri Happy faz atividades com brinquedos novos e a montagem de um autorama com carros elétricos, especifico para o público infantil. Horário: Dia todo 4 27/10 – PROGRAMÇÃO DE EDUCAÇÃO DA GUARDA AMBIENTAL DE SÃO BERNARDO A Guarda Ambiental de São Bernardo do Campo faz atividades educacionais ambientais e apresentação de vídeo e dinâmica com as crianças. Horário: Dia todo


10 - Rudge Ramos Jornal

SAÚDE

De 4 a 17 de Outubro de 2013

Nova resolução permite que farmacêuticos possam prescrever remédios BIANCA BELTRAME

q Uma nova resolução do CFF (Conselho Federal de Farmácia) autoriza farmacêuticos prescreverem remédios que não exijam prescrição médica, como é o caso de analgésicos e antitérmicos. A medida foi publicada no Diário Oficial da União no dia 26 de setembro e já está valendo. Até agora a função deste profissional é vender e orientar o cliente sobre a prescrição médica, o que é chamado de assistência médica, dando informações quanto à utilização, aos possíveis efeitos colaterais, interações com alimentos e outros medicamentos que o paciente não tenha mencionado para o médico. A resolução 286 permite que o farmacêutico realize a prescrição de medicamentos e outros produtos com finalidade terapêutica, que não exijam prescrição médica, incluindo medicamentos industrializados e preparações magistrais alopáticas ou dinamizadas, plantas medicinais, drogas vegetais e outras categorias ou relações de medicamentos que venham a ser aprovadas pelo órgão sanitário federal para prescrição do farmacêutico. De acordo com a coordenadora do curso de Farmácia da Universidade Metodista, Rita Heloisa da Costa Yoem, a população brasileira não tem

fácil acesso ao serviço médico, tendo que esperar meses para um atendimento. Por isso, “esta resolução vem ao encontro das necessidades reais da população mais carente, que agora pode ser auxiliada pelo profissional farmacêutico”, disse. A medida já tem criado polêmica, o CFM (Conselho Federal de Medicina) divulgou em nota que vai questionar na justiça a resolução. O questionamento está baseado na legislação que regulamenta a profissão do farmacêutico (decreto 85.878/81), que em nenhum momento coloca como atribuição desse profissional a prescrição de medicamentos. Esse profissional pode conhecer tudo da composição química dos remédios, mas não estaria preparado para diagnosticar doenças. Ainda segundo o CFM, algumas doenças consideradas leves pela resolução devem ser acompanhadas por um médico, que é o único profissional que esta habilitado para poder dar diagnósticos de doenças e receitar remédios. Existe também o perigo de um sintoma simples ser um sinal de algum problema mais grave, e sem a avaliação do médico, passar despercebido. A ABCF (Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico), que representa as farmácias e as drogarias do país, divulgou em nota que também é contra a norma do CFF. Segundo as

entidades, o Conselho está legislando em causa própria. Para a farmacêutica e professora Erika Cássia Prates Cassiari, o risco ocorre quando as pessoas usam livremente medicamentos acreditando que não exista problemas nisso e isso sim pode trazer sérios prejuízos a saúde. “Agora, com o farmacêutico podendo prescrever e continuar orientando as pessoas sobre as indicações e riscos desses medicamentos, certamente só tem a contribuir para o uso correto de medicamentos, diminuindo problemas associados a utilização inadequada dos remédios”, afirmou. Outro ponto que também gera controvérsia é o fato dos farmacêuticos poderem com a nova resolução renovar receitas médicas. De acordo com a nota divulgada pelo CFM somente na conversa médico-paciente, conhecida como anamnese, em que é avaliado o histórico do doente e talvez solicitados novos exames. E

PATRICIA FERRARI/RRJ

só então é possível concluir se o remédio, considerado necessário em um momento anterior, pode ser interrompido ou ter a dosagem alterada.g

Remédios que não precisam de prescrição podem ser indicados pelos farmacêuticos

6ANOTE O QUE MUDA:

O QUE NÃO MUDA:

4 O paciente pode pedir informações sobre qual remédio tomar para o farmacêutico, desde que o remédio não exija prescrição médica 4 O farmacêutico pode indicar e prescrever uma medicação 4 Acessar e conhecer as informações do prontuário do paciente 4 Solicitar exames laboratoriais, com a finalidade de monitorar os resultados do tratamento de doenças por meio do uso de medicamentos 4 Fazer a evolução farmacêutica e registrar no prontuário do paciente 4 O farmacêutico poderá renovar a receita médica se julgar necessário

4 Os farmacêuticos não podem indicar remédios que precisem de prescrição médica. 4 Participar do planejamento e da avaliação do tratamento de doenças no sentido de que o paciente utilize de forma segura os medicamentos, nas doses, frequência, horários, vias de administração e duração adequados. 4 Analisar a prescrição de medicamentos quanto aos aspectos legais e técnicos


Rudge Ramos Jornal - 11

CULTURA

De 4 a 17 de Outubro de 2013

Dança do Ventre vem do Oriente e da Ásia

GIOVANNA NICHI

q Mística e sensual, a dança do ventre é conhecida por misturar feminilidade e religiosidade. Sua origem é controversa. Sabe-se que foi iniciada há 700 anos e que sua prática é derivada de diversas regiões do Oriente Médio e Ásia Meridional, porém não existem registros que comprovem qual o local exato de criação. Chegou ao Brasil com a população mulçumana, por volta dos anos 50. De acordo com a dançarina e professora Safirah Passos, 30, “a maior parte se concentrou no Estado de São Paulo, principalmente na capital.” Safirah, que pratica essa modalidade há 10 anos, diz que “antigamente as bailarinas encontravam dificuldade em conseguir os materiais para a dança, como roupas e CDs. O cenário começou a mudar só nos anos 90,

depois que essa arte milenar apareceu em jornais, revistas e novelas.” MASCULINO A modalidade foi criada para o sexo feminino, porém, em nosso país essa dança é tão flexível, que chegou a atrair o público masculino. É o caso de Glauco de Castro Hariri, 46, conhecido como o primeiro bailarino nacional a praticar essa arte. “Me considero um desbravador. Quando comecei a dançar esbarrei em preconceitos, mas nunca desisti.” Nascido em São Bernardo e de descendência árabe, o bailarino diz que “nos anos 90 não era comum ver homens fazendo essa modalidade, então chamei muita atenção. Apareci em jornais e abri vários festivais árabes”. O dançarino começou a dançar em 92, no Programa do Silvio Santos, transmitido pela emissora SBT. Ele era um dos bailarinos do programa, e

Região oferece cursos variados GABRIEL LIMA

q São Bernardo tem diversas opções para quem quer praticar dança do ventre, e, inclusive, pode não ter custo. A prefeitura oferece cursos gratuitos para munícipes de 14 a 29 anos no ginásio do Departamento de Desenvolvimento Social, na avenida Redenção, 271. A professora e empreendedora Kiara Yunet, dona de um estúdio na cidade, afirma: “Tem lugar que é muito barato, você paga R$15. Tem também outros lugares que cobram mais. Então podemos dizer que do gratuito até R$ 100, R$ 120, você pode aprender a

dança do ventre”, disse. A professora defende que o negócio encontra público na região. “É um mercado bom. É bem grande, tem muitas pessoas interessadas e as opções são muitas. Hoje em dia a maioria das academias tem aula de dança do ventre.” Quanto ao vestuário, para se aprender os movimentos uma roupa confortável é o ideal, segundo Elcom Otero, da escola Spazio no Rudge Ramos. “Para fazer aula, uma roupa de ginástica comum é o suficiente. Mas para dançar, existem ateliês que vendem figurinos específicos.” Mas Kiara fala que nem todas as roupas deste tipo foram feitas para a atividade. “É mais fácil de encontrar

GIOVANNA NICHI / RRJ

foi proposta uma brincadeira onde os homens tinham que fazer a dança do ventre. Desde então, não parou mais. “Eu fiz teatro e balé clássico, então resolvi aprender esse estilo como mais um exercício de ator, como se fosse dança de salão, sapateado.” Essa prática oriental se tornou tão popular por aqui que, desde 1995, é realizado o “Mercado Persa”, evento onde são feitas apresentações de amadores e profissionais. Também é possível encontrar roupas, acessórios e diversos artigos para os praticantes.g

Glauco, nascido em São Bernardo e de descendência árabe, é o primeiro bailarino a praticar dança do ventre no Brasil FOTO: DIVULGAÇÃO

Rua 25 de Março é considerada um bom local para adquirir os acessórios. Outra opção bastante procurada é a internet

fantasias. Então tem de dar uma 'peneirada', porque uma fantasia é diferente de um figurino para dançar. Os figurinos são mais elaborados, variam de acordo com a moda. A fantasia é para festas, tem material diferente. Não é feito para dançar”, disse a empreendedora que nomeia a rua 25 de Março, em São Paulo, como um bom ponto para encontrar peças de vestuário. As roupas também podem ser encontradas na internet. Os preços variam de R$150 a até R$ 500 dependendo do tamanho e do tempo de uso. g


12 - Rudge Ramos Jornal

De 4 a 17 de Outubro de 2013

CULTURA

TEATRO

FOTOS; DIVULGAÇÃO

6 ROTEIRO EXPOSIÇÃO

Irmã Selma e o Terço Insano

Toy Art

Monólogo escrito e interpretado por Octávio Mendes traz para o palco as cenas e personagens do espetáculo “Terça Insana”, como a Irmã Selma, uma freira mal humorada; Mônica Goldstein, a apresentadora de um programa sensacionalista; Maria Botânica, uma atriz e cantora, entre outros. Recomendado para maiores de 12 anos. Sábado (5), às 21h. Teatro Municipal de Mauá - Rua Gabriel Marques, 353 - Vila Noêmia. Ingressos: R$ 60 (inteira), R$ 40 (antecipado) e R$ 30 (meia-entrada para estudantes e pessoas 60 anos ou mais).

Em parceria com uma loja de brinquedos, o artista plástico e grafiteiro Rafael Lucena expõe trabalhos que retratam personagens de filmes, desenhos, games e histórias em quadrinho. Livre. Gratuito. Espaço Estação Jovem - Rua Serafim Constantino, s/nº Centro - São Caetano

AMIGOS PARA SEMPRE Gigi é uma atriz que está vivendo momentos difíceis. Na noite do seu aniversário, decide fazer um escândalo, acordando a vizinhança, para provar que nas grandes metrópoles ninguém se preocupa com o próximo. No entanto, um vizinho bate à sua porta para ajudá-la, quebrando todas as suas expectativas. Recomendado para maiores de 14 anos. Sábado (5), às 21h. Teatro Elis Regina - Av. João Firmino, 900 – Assunção – São Bernardo. Ingressos: R$ 40 (inteira), R$ 20 (estudantes, idosos e filipeta no dia) e R$ 15 (antecipado pelo site www.grupoala.com.br) q INFANTIL

Bichos do Brasil

Adaptação para o teatro do grande sucesso do cinema “Monstros S.A” conta a história dos monstros Sully e Mike, que trabalham em uma empresa que utiliza o grito produzido no susto das crianças para gerar eletricidade. Os monstros têm tanto medo das crianças quanto elas deles, pois acreditam que elas são tóxicas. Um dia, Sully entra no quarto da garotinha “Boo” e acidentalmente permite que ela entre no mundo dos monstros. Agora, os amigos terão que esconder a criança, torcendo para que ninguém descubra seu paradeiro. Livre. Domingo (6), às 15h. Teatro Municipal Paulo Machado de Carvalho - Alameda Conde de Porto Alegre , 840 - Santa Maria - São Caetano. Ingressos: R$40 (inteira), R$35 (antecipado), R$30 (promocional) e R$ 20 (meia-entrada para estudantes e pessoas com 60 anos ou mais).

O espetáculo retrata a riqueza da fauna brasileira através de músicas, coreografias e danças. São várias esquetes que trazem o cotidiano dos animais numa selva tropical, discutindo temas de preservação ambiental. Livre. Gratuito. Quinta-feira (10), às 10h. Teatro Sesi - Rua Santo André , 810 - Boa Vista - São Caetano

DANÇA

MÚSICA

Cinderela

São Caetano Tem Samba

O grupo de Ballet AD São Caetano traz o espetáculo de dança “Cinderela” como encerramento das atividades deste ano. Na história, Cinderela é uma humilde moça, que é maltratada por suas meias-irmãs e madrasta. Com a ajuda de uma fada madrinha, busca encontrar a felicidade. Livre. Quarta-feira (23) e quinta-feira (24), às 20h30. Teatro Municipal Paulo Machado de Carvalho - Alameda Conde de Porto Alegre , 840 - Santa Maria - São Caetano. Ingressos: R$15 (inteira) e R$7,50 (meia-entrada para estudantes e pessoas com 60 anos ou mais).

Os grupos Samba é Meu Dom, Amizade Perfeita, Canto da Razão e Sentido Único, apresentam uma homenagem ao músico Cartola. Gratuito. Livre. Domingo (6), às 14h. Bosque do Povo – Estrada das Lágrimas, 320 – Jardim São Caetano – São Caetano. Show Fernanda Porto

Sr. Dodói

O espetáculo conta a história de Dodói, personagem que acredita estar terrivelmente doente e se submete aos cuidados do Dr. Ganancius. Dodói decide casar sua filha Angélica com o sobrinho de Ganancius, porém, a jovem está apaixonada pelo jovem Amando. Com a ajuda da criada Giselda, Angelica e Amado tentam convencer Dodói que suas doenças são imaginárias, deixando a moça livre para se casar com seu verdadeiro amor. Livre. Gratuito. Sábado (5) e Domingo (6), às 19h. Teatro Abílio Pereira de Almeida - Praça São José , 240 - Baeta Neves - São Bernardo.

Fernanda Porto apresenta o show “O que a voz da vida vem dizer”, interpretando composições de Frejat, Samuel Rosa, Lulu Santos, Lenine e Marina Lima. Recomendado para maiores de 12 anos. Sábado (5), às 20h e domingo (6), às 19h. Sesc Santo André - Rua Tamarutaca , 302 - Vila Guiomar. Ingressos: R$ 20 (inteira), R$ 10 (Usuário) e R$ 4 (comerciário). Orquestra Filarmônica de São Caetano A Orquestra apresenta canções como “Abertura Iphigénie em Aulide” de Gluck, “Sinfonia Concertante para Violino, Viola e Orquestra” de Mozart e “Sinfonia .3”, de Mendelssohn. Gratuito. Recomendado para maiores de 7 anos. Teatro Municipal Paulo Machado de Carvalho - Alameda Conde de Porto Alegre , 840 - Santa Maria - São Caetano. (AMANDA SOUZA). g


Rudge Ramos Jornal - 13

GASTRONOMIA

De 4 a 17 de Outubro de 2013

Festival Rota dos Sabores tem terceira edição durante outubro em São Bernardo

FOTO: DIVULGAÇÃO

RENATO GERBELLI/RRJ

Panificadora Vila Inca (à esq.), Restaurante São Judas Tadeu Demarchi (acima) e Restaurante Praiano - O Rei do Abadejo são algumas opções do evento gastronômico MARISTELA CARETTA/RRJ

RAPHAEL ANDRADE

q Começa nesta sexta-feira (4), a 3ª edição do Festival Rota dos Sabores, evento da Prefeitura de São Bernardo que reúne 102 estabelecimentos comerciais da cidade, como restaurantes, lanchonetes, bares, pizzarias, entre outros. O objetivo do festival é fomentar a atividade entre os restaurantes e os consumidores, trazendo durante o período do evento uma movimentação maior nas rotas tradicionais da cidade: as Rotas do Frango com Polenta, do Peixe, do Petisco a Aperitivos, do Prato Executivo e da Comida Típica. De acordo com o diretor de fomento à atividade econômica, Ademir Gasparetto, os estabelecimentos cadastrados receberão kits com a temática da festividade. “Tem uma caracterização total com aventais, jogo americano, porta garrafas, porta copos, e etc. Também tem a publicidade dos próprios restaurantes, assim como instrumentos de comunicação da própria prefeitura, como o painel eletrônico, por exemplo”. Embora nesta edição o número de estabelecimentos participantes seja menor (102 contra os 128 da edição passada), são esperados 15 mil visitantes durante todo o mês de outubro, cinco mil a mais

do que no ano anterior. O evento acontece até dia 27 de outubro e tem uma novidade: a distribuição de um guia de receitas do festival. Cada restaurante participante deve preparar produtos especiais para o evento e cada item pode ter desconto de até 50%. Todos os clientes que pedirem pratos do festival vão receber um cupom para concorrer a outro prato. Um dos diferenciais é a

integração entre os estabelecimentos. “Esse festival não é um concurso, ele tem um caráter inclusivo, então qualquer estabelecimento, desde o menorzinho até os maiores, estando regularizados podem participar”, disse Gasparetto. Além de contar com o Sehal (Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação do Grande ABC) e o Assorth (Associação de Hotéis, Restaurantes, Turismo e Similares de São

Bernardo do Campo) para a organização da festa, também conta com o apoio do Sebrae e da Rádio ABC. A responsável pelo marketing do restaurante São Judas Tadeu Demarchi, Julia Gonçalves, disse que o estabelecimento conta com uma equipe especializada e está preparado para as festividades. “Esta já é a terceira edição consecutiva que participamos e normalmente temos um bom retorno

dele. Neste ano, preparamos um combo para os visitantes com frango à passarinho, massas e risoto”. Nesta última quarta-feira (2), ocorreu no Cenforpe (Centro de Formação dos Profissionais de São Bernardo) o lançamento do festival que contou com a participação do chef Sérgio Fidelis Rodrigues, ministrando palestra com o tema “Criatividade e Inspiração: quebrando paradigmas sobre festivais gastronômicos”. Também estiveram presentes no evento o secretário-adjunto da prefeitura, Carlos Alberto Gonçalves, o presidente da Assorth (Associação de Hotéis, Restaurantes, Turismo e Similares de São Bernardo do Campo), Juno Rodrigues Silva, e o secretário de Serviços Urbanos, Tarcísio Secoli que compareceu ao evento representando o prefeito da cidade, Luiz Marinho. A lista completa dos estabelecimentos participantes pode ser conferida no site do Departamento de Turismo da Prefeitura de São Bernardo. SERVIÇO 3ª Rota dos Sabores Data: 4 a 27 de outubro. Lista de estabelecimentos participantes: http://turismosaobernardo.com.br/downloads/restaurantes-cadastrados-roda-dos-sabores-2013.pdf. g


14 - Rudge Ramos Jornal

ESPORTES

São Bernardo perde primeiro jogo da semifinal do Paulista de Vôlei FOTOS: VINÍCIUS REQUENA/RRJ

CAIO DOS REIS VINICIUS REQUENA

q O São Bernardo Vôlei perdeu do Vôlei Brasil Kirin por 3 sets a 0 pela primeira partida da semifinal do Campeonato Paulista Masculino de Vôlei na terça-feira (1º), no Ginásio Poliesportivo. As parciais foram de 33/31, 21/12 e 21/17. A decisão da vaga é no dia 23, na casa do Brasil Kirin, em Campinas. Diferente do panorama geral do jogo, o primeiro set foi muito equilibrado. As equipes disputaram ponto a ponto. Enquanto o time campineiro contava com a experiência de André Heller, o time do ABC tinha a liderança de Léozão e Luizinho. Depois de 35 minutos, o Vôlei Brasil Kirin fechou o set em 33 a 31. A partir do segundo set, a equipe visitante conseguiu impor um ritmo de jogo. Já o São Bernardo sentiu a derrota do primeiro set e voltou mal

São Bernardo precisa vencer para provocar Golden Set na partida de volta do Paulista para a segunda parte do jogo. O segundo set terminou em 21 a 12 para a equipe campineira. No terceiro set, o São Ber-

Peu inicia carreira como treinador no São Bernardo Vôlei VINÍCIUS REQUENA

q Pedro Uehara, mais conhecido como Peu, assumiu o São Bernardo Vôlei em duas condições distintas. Uma delas é estar disputando a semifinal do Campeonato Paulista. A outra é completamente diferente, já que a equipe sofreu três derrotas na Superliga. O novo treinador, que começou sua carreira como técnico no profissional após a saída de Cézar Douglas, diz que está pronto para o novo desafio. “Sempre foi meu sonho. Trabalhava como técnico nas categorias de base e tinha a expectativa se essa oportunidade iria surgir. E agora ela apareceu”, contou Peu.

Para o treinador, aprender com todos os técnicos e jogadores que trabalhou, contribuiu muito para “construir minha ideia de como treinar uma equipe. A cada jogo e a cada dia que passa vou aprendendo mais”. Peu ainda comentou a diferença de se treinar a categoria de base e o profissional. “São exigências diferentes, comportamentos diferentes, mas está sendo uma experiência muito boa”, afirmou. O treinador também ressaltou sobre o momento da equipe de São Bernardo na Superliga. “São três derrotas, mas são contra as equipes cotadas como favoritas da competição. Ninguém gosta de perder, mas é muito difícil jogar contra equipes nesse nível”, disse Peu.

nardo entrou pressionado, já que a derrota do set determinava o fim da partida. O jogo ficou equilibrado até os oito

primeiros pontos, quando o time visitante abriu vantagem. O time do ABC esboçou uma reação e encostou no

De 4 a 17 de Outubro de 2013

placar, porém já era tarde e o Brasil Kirin conseguiu fechar o set em 21 a 17. Assim como na fase de quartas de final, quando o São Bernardo enfrentou o Taubaté, a equipe do ABC precisa vencer o jogo de volta e o Golden Set. Na fase anterior, o São Bernardo foi derrotado por 3 a 1 no Ginásio Poliesportivo e, na casa do adversário, venceu a partida por 3 a 0 e o Golden Set, garantindo vaga para a semifinal. O ponta Luizinho, do São Bernardo, acredita na reação da equipe. “A vitória na casa do adversário é o que nos resta, não tem mais outro jogo. É buscar o Golden Set e vencer”, disse. Luizinho também falou que a equipe cometeu erros na partida. “Hoje pecamos muitos nos contra ataques, tivemos oportunidades e não soubemos como aproveitar”, explicou. E completou: “Faltou concentração”. O técnico Peu lamentou as falhas no jogo e também lembrou o exemplo da semifinal contra o Taubaté. “Agora são duas semanas para trabalhar e no próximo jogo devemos ter a equipe completa”, disse. As duas baixas do São Bernardo nesta primeira partida foram Matheus e Ricardo, que servem a seleção brasileira sub-23. g

Pedro Uehara, o Peu, assumiu o time após a saída de Cézar Douglas

“Lá na frente, teremos jogos contra equipes que o confronto direto é interessante, então não podemos chegar ao nosso limite agora”, afirmou. De acordo com o Peu, o grupo não pode perder o foco do trabalho por causa dessas três derrotas. “O trabalho vinha sendo bem feito pelo Cézar e estamos continuando, mudando poucas coisas, mas seguindo o trabalho que vinha dando certo. Agora é ter paciência e trabalhar”, disse. O treinador deixou claro que o caminho para a classificação na Superliga é difícil. “Depois que a gente jogar a partida de volta da semifinal do Paulista, entramos em uma sequência de jogos contra nossos adversários diretos para a classificação para os playoffs”, explicou Peu. g


Rudge Ramos Jornal - 15

ESPORTES

De 4 a 17 de Outubro de 2013

FOTOS: CAIO REIS/RRJ

CAIO DOS REIS

q A equipe de handebol da Metodista/São Bernardo encerrou a primeira fase da Liga Nacional com 100% de aproveitamento na chave B do torneio. A equipe do ABC marcou mais de 100 gols e venceu as três partidas desta etapa da competição que ocorreu em Balneário Camboriú, em Santa Catarina. Na primeira partida, no dia 26 de setembro, o adversário foi o UNICEP/AHB/São Carlos, conhecido da equipe do ABC e do técnico José Ronaldo, o SB. As equipes já haviam se enfrentado no torneio estadu-

Metodista/São Bernardo fecha primeira fase da Liga Nacional com 100% de aproveitamento al, e assim como na nacional, a Metodista levou a melhor. O placar final desse primeiro jogo foi de 33 a 16 a favor da equipe do ABC. O destaque do jogo foi o ponta esquerda Carlito, artilheiro do jogo. “O confronto foi muito parecido com o Paulista, e conseguimos vencer até com

AZULÃO Depois de mais uma derrota e de ver a situação se complicar cada vez mais, o São Caetano volta a campo neste sábado (5), às 21h, no Estádio Anacleto Campanella. O adversário é o Paysandu, equipe que luta diretamente com o Azulão para escapar da zona de perigo do campeonato. No último jogo, o São Caetano enfrentou o Avaí , na Estádio da Ressacada, e foi derrotado por 2 a 1. Depois de sair na frente do marcador, a equipe do ABC viu o time catarinense empatar e virar o jogo aos 48 minutos do segundo tempo. Para a partida contra os paraenses, Sergio Guedes deve manter o time que perdeu do Avaí. Com a derrota, o São Caetano caiu ainda mais na tabela, e já completou cinco jogos sem vitória. Na classificação, ocupa a penúltima colocação com 24 pontos ganhos.

TIGRE O São Bernardo continua invicto na segunda fase da Copa Paulista 2013. Com sete pontos ganhos em três jogos, o time é líder do grupo 8 da competição estadual que dá vaga para a Copa do Brasil 2014. O próximo desafio da equipe é o Mirassol. No jogo de ida, o São Bernardo venceu a equipe do interior paulista por 1 a 0 jogando fora de casa. A volta é neste sábado (5), às 19h, no Estádio 1º de Maio.

certa tranquilidade”, contou SB. O técnico também destacou a defesa e a transição de jogo. No segundo confronto, no dia 27 de setembro, o rival foi o FME Campos/Goytacaz. E o resultado foi o maior desta primeira fase, goleada da Metodista por 43 a 17. O goleiro

Rick foi o destaque da partida. No último jogo desta primeira fase, no dia 28 de setembro, o adversário foi o ACEU/Univali/FME de Balneário Camboriú, os donos da casa. Na partida mais difícil desta etapa do torneio, a Metodista venceu por 33 a 26. Apesar da vantagem

Equipe da Metodista/São Bernardo muda as atenções para o Super Paulistão de Handebol; segunda fase do nacional começa apenas em novembro de sete gols, o técnico SB disse que a partida foi de superação para alguns atletas. Os centrais Diogo e Japa, que se recuperaram de lesão recentemente, foram obrigados a atuar durante parte do jogo pela expulsão do armador Henrique Teixeira. “Foi uma partida complicada, principalmente pela entrada dos atletas que voltam de contusão”, disse SB. Com as três vitórias, a Metodista agora aguarda a segunda fase da competição que acontece em novembro e ainda não tem local definido. Nesta etapa, os integrantes do grupo B (Metodista, Goytacaz, Campos e Balneário Camboriú) enfrentam os integrantes do grupo A (Pinheiros, Taubaté e Maringá). No fim, os resultados da primeira fase e da segunda são somados, e as quatro melhores se classificam para as semifinais. PAULISTA Enquanto espera o início da segunda fase do nacional, a Metodista/São Bernardo continua sua campanha no estadual. No dia 12 de outubro, a equipe do ABC enfrenta o Taubaté, às 16h, no Ginásio do Baetão. A equipe comandada por SB é líder do torneio com 28 pontos, com campanha de nove vitórias em 10 jogos. g

RAMALHÃO Após o anúncio da permanência do técnico Paulo Roberto no comando do Santo André, a reformulação no elenco andreense para o Paulistão da Série A2 continua. No total, já são sete atletas que acertaram a rescisão do contrato. Nesta semana, mais dois jogadores deixaram o Ramalhão. Os atacantes Luiz Ricardo e Dedé tinham contrato até maio de 2014, mas entraram em acordo com a diretoria e acertaram a rescisão contratual. Por outro lado, o goleiro Adilson e o lateral direito Felipe Cordeiro, que tem contrato até o fim de 2013, já estão com a renovação acertada verbalmente e devem assinar um novo contrato nos próximos dias. O elenco do Santo André está de férias desde 11 de setembro e retorna aos trabalhos físicos visando a próxima temporada no dia 14 de outubro.


16 - Rudge Ramos Jornal

De 4 a 17 de Outubro de 2013

RROnline - Edição 1.007  

Edição 1.007 completa do jornal Rudge Ramos Online.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you