Page 1

!

IV DE TEATRO

FESTIVAL NACIONAL

UNIVERSITÁRIO


e d i ç ã o e s p e c i a l  ~  2 0 1 1 ~

Diagramação : Humberto A. F. Campos Filho Revisão : NAC Impressão : 

Consuelo Nepomuceno c o o r d e n a d o r a    d o   n ú c l e o    d e   a r t e   e   c u l t u r a   e do   i v   f e s t i v a l   n a c i o n a l   d e   t e a t r o   u n i v e r s i t a r i o    patos de minas


ESPETÁCULO: A s M e l h o r e s   H i s t ó r i a s   d e   P i n ó q u i o 


sumário

Editorial

5

REITORIA

6

ESPETÁCULOS CONVIDADOS

8

E S P E T Á C U L O S S E L E C I O N A D O S 

12

PREMIAÇÕES

18

CORPO DE JURADOS

24

E N T R E G A D O S   T R O F É U S 

27


E D I T O R I A L

As experiências artísticas de diversos grupos criados em Faculdades de Artes Cênicas e a necessidade de difundir linguagens diversas fizeram com que o IV FESTIVAL NACIONAL DE TEATRO UNIVERSITÁRIO DE PATOS DE MINAS, superasse a distância das grandes metrópoles e fincasse novas estéticas em nosso fazer teatral.

Entre os 30 espetáculos inscritos, vindos de 18 faculdades de Artes Cênicas do Brasil, a curadoria do evento selecionou 16 espetáculos. E pela primeira vez grupos teatrais de outros países entraram em contato, mostrando o interesse em participar deste festival. E descentralizando o acesso á arte, a presença dos Chilenos, Maritza Alejandra Farias Cerpa e Miguel Muruas Lamas, que dirigiram uma mesa redonda sobre o teatro latino americano, foi o início do diálogo com outros artistas de países ibero-americanos.

O IV festival de Teatro de Patos de Minas criado pelo Núcleo de Arte e Cultura do UNIPAM foi assumido de forma consciente e a força coletiva do Grupo TUPAM e dos colaboradores universitários fez dele um grandioso evento que mobilizou a cidade de Patos de Minas.

5


R E I T O R I A

R a u l   S c h e r Reitor do Centro Universitário

A d r i a n a   d e   L a n n a   M a l t a  T r e d e z i n e  Pró-Reitor de Ensino, Pesquisa e Extenção

M i l t o n   R o b e r t o   d e   C a s t r o  T e i x e i r a  Pró-Reitor de Planejamento, Administração e Finanças

6


ESPETÁCULO: AS CRIADAS


E S P E T Á C U L O S C O N V I D A D O S

"AS MELHORES HISTÓRIAS DE PINÓQUIO"

"AS CRIADAS"

Grupo TUPAM

Cia teatral Confraria do Tambor

UNIPAM/MG

UFU/MG

(Infantil)

(Drama)

Pinóquio é um boneco de madeira criado por um carpinteiro chamado Geppeto que sonhava tanto em ter um filho que num determinado dia, a fada Azul decide dar vida ao boneco. No entanto, Pinóquio só seria um menino de verdade se fosse à escola e se nunca mentisse. Seu nariz cresceria a cada mentira que dissesse. Nesse contexto que Pinóquio vivencia as suas melhores e mais dramáticas histórias.

8

O espetáculo As Criadas, narra a história das criadas que planejam dia após dia a morte de sua patroa. Inocentes ou vilãs assumem o risco de escrever cartas de denúncias, que acabam por levar o amado de sua Madame para prisão. Ora servas, ora senhoras; as criadas se confundem em um jogo de poder e submissão, amor e ódio.


"RAPUNZEL"

"O VAQUEIRO QUE NÃO SABIA MENTIR"

Trupe de Truões

Grupo Cutucurim

UFU / MG

Angra dos Reis - RJ

(Infantil)

(Comédia)

O espetáculo mostra a empregada

O ganancioso Fazendeiro Sebastião aposta com

doméstica, Celestina, que transforma sua

o Fazendeiro Euzébio um saco de dinheiro que

área de serviço em cenário para o conto de

irá fazer o seu fiel Vaqueiro Chico, que nunca

fadas. Um casal de alemães: Hildegarda e

mente, contar uma mentira das brabas pra ele.

Nicolau. Ela, grávida, tem um desejo

Com o intuito de ganhar a aposta o Fazendeiro

fortíssimo de comer rabanetes. Ele, com

Sebastião junto com sua filha, Linda Flor,

medo, pula o muro da vizinha para roubar

armam um plano. Ela começa a se aproximar e

alguns. A velha impõe uma condição:

faz com que Chico se apaixone por ela. Desta

deixará ele comer todos os rabanetes, desde

forma pede que ele mate o Boi Barroso, boi de

que a criança seja dela. Assim começa a

estimação, do seu patrão. Acreditando que

história da menina de longas tranças que é

Chico irá mentir quando o patrão perguntar

mantida numa torre pela bruxa até a

pelo boi. Com muito humor, o Cutucurim vai

chegada do príncipe.

buscar na cultura de tradição popular elementos mostra esta linda estória.

9


E S P E T Á C U L O : A VISITA DA VELHA SENHORA


E S P E T Á C U L O S S E L E C I O N A D O S

"S"

"A VISITA DA VELHA SENHORA"

"O FEITIÇO"

Grupo Aberratio

Grupo TUM - Teatro Universitário de Maringá

Grupo Autônomos de Teatro

UNIRIO/RJ

Universidade Estadual de Maringá/PR

UFU/MG

(Drama)

(Comédia)

(Infantil)

O grupo propõe uma releitura

A peça apresenta a história da

O Feitiço conta a história de um

de Tchekho. Nesse formato, os

empobrecida e miserável cidade de

amor impossível entre o soldado

textos e imagens conjugam-se,

Gullen, que esta tão decadente que

Navarro e a bela dama Isabela. O

fazendo com que as sete

até os trens deixaram de parar na

casal está impedido de se unir por

histórias aparentemente

localidade. Um dia, o trem para

força de uma maldição lançada

independentes apresentem

inesperadamente na cidade e a

pelo Bispo de Áquila que nutre um

pontos de contato. Para isso,

milionária Clara Zahanassian desce

desejo possessivo por Isabela.

são explorados tanto pontos

na cidade. Ex-moradora de Gullen,

Navarro acredita que o único modo

aproximativos, quanto pontos

ela foi expulsa da cidade. Os

de quebrar esse feitiço é destruindo

contrastantes desses contos.

moradores veem nela uma

O Bispo. Pra isso contará com a

Um jogo de entradas e saídas

esperança de sair da crise, mas ela

ajuda do único homem que

de histórias e personagens, que

só dará o dinheiro se a injustiça

conseguiu escapar com vida das

oferece ao público um encontro

que fizeram com ela for reparada.

masmorras do Áquila: O Rato.

com a materialidade teatral e com a imaginação.

12


21

"SUAVE [IN] PURA BRANCURA"

"CLOWN OU PALHAÇOS SE PREFERIR...

"CINCO OU SEIS COISAS QUE SEI"

Grupo Coletivo [entre]Teatro Dança

COMO TE GUSTA?"

Grupo Pé Sujo

UFMG/MG

Grupo NUTRA Teatro

Universidade Regional de Blumenau/SC

(Drama)

UnB/DF

(Drama)

(Comédia)

O espetáculo passa pelos

Entremeada por textos e

extremos do corpo,

Dois paspalhos tentam realizar

músicas, a sequência de cenas

desenvolvidos em partituras

suas “proezas artísticas”. Entre

faz um passeio pela

individuais e coletivas das

sucessos e fracassos, vão

constituição do povo

atrizes, que perpassam do

construindo o espetáculo

brasileiro até os dias de hoje.

carinho à dor, da sensualidade à

sempre partindo da relação de

E toda a história é contada e

violência, do gozo à perda.

cumplicidade com o público. A

representada por uma “trupe”

Rediscutindo o lugar do

dupla de clowns realiza cenas

de teatro que chega, conta sua

feminino na sociedade

curtas mesclando música,

história, canta, representa, e

contemporânea, e de como estes

mágica e dança, fazendo alusão

segue sua viagem narrando, a

corpos têm, a priori, um lugar de

aos antigos números de cabaré

quem parar para ouvir, um

relação e de semelhança

de variedades.

pouco do que somos feitos

universal, e ao mesmo tempo,

nós, os brasileiros.

uma particularidade intrínseca a cada um.

"O APOCALIPSE OU O CAPETA DE CARUARU"

"A CANTORA CARECA"

Grupo de Teatro do Largo

Grupo Giz de Teatro

Faculdade de Direito do Largo de São Francisco/USP

UFU/MG

(Comédia)

(Comédia)

Um cavalo com cabeça de gente, uma mulher que não

Um casal inglês que aguardava convidados para o

para de crescer, outra que não para de engordar e uma

jantar sem comida alguma, outro casal inglês que

defunta que ressuscita para morrer de novo, são alguns

nem se reconhece, um bombeiro que procura o fogo,

dos fenômenos que estão enlouquecendo o povo de

e uma empregada intrometida, que pensa ser

Caruaru, no sertão pernambucano. As coisas pioram

detetive; dão destaque ao problema da

quando o padre e o prefeito da cidade são

incomunicabilidade levada ao extremo, da loucura

surpreendidos pela chegada de irmãos gêmeos que não

do cotidiano, da alienação, e do desgaste das

conheciam e que passam a confundir a cidade toda.

relações afetivas.

13


"MURRO EM PONTA DE FACA"

"ELAS NUM TEMPO IRROMPIDO"

Grupo Contra-Senso

Grupo Coletivo Teatro da Margem

Universidade Federal do Paraná/PR

UFU/MG

(Drama)

(Drama)

Três casais juntos por acaso, vivenciando o exílio. Já

Dentro de um espaço bem definido, as atrizes dão vida e

não se sabe o agora. Cada um, qualquer um. Todos são

voz aos seus desejos e angústias mesclados aos das

muito diferentes, principalmente eles e vocês. A

artistas citadas (a artista plástica Frida Kahlo e a

coletividade atravessada pela singularidade. Mas eles

escritora Virginia Wolf), construindo uma cena intimista

não se calam.

e sensível em que o espectador torna-se cúmplice de seus questionamentos e confissões.

"DEUS E DO DIABO NA TERRA DO SOL"

"CACO - POSSÍVEL PRODUÇÃO DE

"O LENHADOR"

Cia. Provisória

MEMÓRIA PARA O ESPAÇO DA CASA"

Cia. Espiral de Teatro

UNIRIO/RJ

Grupo Miúda

UFL/PR

(Drama)

UFRJ/RJ

(Comédia)

(Drama)

A peça narra à saga de dois camponeses, Manuel e Rosa. Perseguido pelos homens de Morais, Manuel une-se a Rosa em um calvário em busca da salvação espiritual. A partir desse momento, junto aos dois, começamos a presenciar a batalha travada pelo duo poder / religião (Santo Sebastião) e Coronéis Latifundiários. Em meio à trama, aparecem o matador de aluguel Antônio das Mortes e o cangaceiro Carisco que travam uma épica batalha. Diante desse estado de tensão, Manuel e Rosa correm na esperança de ainda viver.

14

O lenhador conta à aventura de Exibindo fragmentos reais e

um homem que encontra a árvore

ficcionais, a peça oferece ao

dos seus sonhos. Disposto a

público faíscas que buscam

derrubar a maior árvore da sua

estruturar a construção simbólica

vida, ele se depara com os

de um imaginário sobre o espaço

obstáculos e a revolta da

da casa e sua memória.

natureza. A peça propõe ao

Depoimentos, relatos, receitas,

público um mergulhar no

diálogos jogos, partituras e

universo cômico do jogo, do

paisagens audiovisuais buscam

improviso e do caos que provoca

expor e compreender evidências e

a realidade por meio de uma

dificuldades de relação para com

vivência imaginária, utilizando-se

o outro e o espaço.

da mímica e do jogo com os objetos.


"O ENCONTRO DAS ÁGUAS"

"A CARTOMANTE "

Cia. Teatral Vernáculo

Grupo Liquidificador

CEUNSP/SP

UnB/DF

(Drama)

(Drama)

A história narra um breve encontro entre duas

A Cartomante é a história de um triangulo

pessoas que vivem de maneiras completamente

amoroso. Vilela é casado com Rita. Após um

diferentes, dois opostos, duas energias distintas,

longo período reencontra seu grande amigo de

mas que naquele determinado momento tem algo

infância, Camilo e apresenta-lhe sua esposa.

em comum: a solidão. Ao longo da trama,

Este encontro proporciona mudanças

Apolônio e Marcelo se cruzam em uma ponte. Os

irreparáveis na vida dessas três pessoas.

dois jovens vão aos poucos invadindo o mundo

Paixão, traição e mistério influenciam os

um do outro, até que não se sabe mais com

eventos dessa história, que tem uma

precisão em qual dos mundos cada um deles

cartomante como personagem chave, selando

vive.

o destino dos três.

"AMOR POR ANEXINS"

"A PERSEGUIÇÃO"

Grupo de Teatro Guará

Grupo Teatro do Confim

PUC- Goiás

UNESP/SP

(Comédia)

(Drama)

A peça mostra a história de Isaías, um senhor

O espetáculo parte do jogo de uma perseguição

distinto, com situação financeira confortável, que

em que se alteram a todo o momento as

resolveu casar-se. Propôs casamento à Inês,

relações de poder, colocando até mesmo em

senhora distinta, viúva e costureira por profissão.

xeque as posições de perseguidor e perseguido.

Para desposar a viúva recatada, escreve-lhe cartas

Nessa trajetória são discutidas a invisibilidade e

contando suas intenções que são as melhores

a inexistência de determinados sujeitos,

possíveis e que esta à espera de uma resposta às

trazendo à tona questões históricas e

cartas escritas para ela.

existenciais.

15


ESPETÁCULO: O CAMINHO DAS ÁGUAS


P R E M I A Ç Õ E S

MELHOR CENÁRIO

18

MELHOR ILUMINAÇÃO

Indicados:

Indicados:

A visita da Velha Senhora

Elas num tempo irrompido

S.

S.

O feitiço

O feitiço

VENCEDOR:

VENCEDOR:

S.

S.


MELHOR DIREÇÃO

MELHOR MAQUIAGEM

Indicados: S.

Indicados:

Deus ou o Diabo na terra do sol

O lenhador

Caco: possível produção de memória

A visita da velha senhora

para o espaço da casa.

O feitiço

O lenhador

VENCEDOR:

VENCEDOR:

Caco: possível produção de memória

O feitiço

para o espaço da casa.

MELHOR TRILHA SONORA

MELHOR FIGURINO

Indicados:

Indicados:

O apocalipse ou o capeta de Caruaru

O apocalipse ou o capeta de Caruaru

Cinco ou seis coisas que sei

A visita da Velha Senhora

Deus e o Diabo na terra do Sol

Deus e o Diabo na terra do Sol

VENCEDOR:

VENCEDOR:

Apocalipse ou o capeta de Caruaru

A visita da Velha senhora

19


MELHOR ESPETÁCULO DRAMA

MELHOR ATOR DRAMA:

Indicados:

Indicados;

Caco: possível produção de memória do

Fred - Caco:  possível produção de

espaço da casa

memória para o espaço de casa

S.

Bernardo - S.

Deus e o Diabo na terra do Sol

Jefferson - Deus e o diabo na terra do sol

VENCEDOR: S.

VENCEDOR: Bernardo - S.

MELHOR ATRIZ DRAMA

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Indicadas:

Indicados:

Eluhara - A Cantora Careca

O Conjunto - Elas num tempo irrompido

Juliana - S.

Carolina - Suave(in)pura brancura

Isadora - Caco: possívle produção de memória para

Aline - S.

o espaço da casa. VENCEDORA VENCEDORA: Juliana - S.

20

Aline - S.


MELHOR ATOR COADJUVANTE

MELHOR ESPETÁCULO COMÉDIA

Indicados:

Indicados:

Joaquim Vital - Cantora Careca

O lenhador

Conjunto (o povo) - Visita da Velha Senhora

A visita da Velha Senhora

Hegon Henrique - Capeta de Caruaru

O feitiço

VENCEDOR:

VENCEDOR:

Conjunto (o povo) - A Visita da Velha Senhora

O lenhador

MELHOR ATOR COMÉDIA

MELHOR ATRIZ COMÉDIA

Indicados:

Indicados:

Maurício - Apocalipse ou o capeta de Caruaru

Melani - Apocalipse ou o capeta de caruaru

Victor Duarte - Amor por Anexins

As narradoras (Amanda Barbosa Juliana

Alexandre Zampiere - O Lenhador

Brado, Lais Batista) - O Feitiço Camila Thiago - O Feitiço

VENCEDOR:

VENCEDORA:

Alexandre Zampiere - O Lenhador

As narradoras(Amanda Barbosa, Juliana Brado, Lais Batista) - O Feitiço

21


MELHOR ESPETĂ CULO POPULAR

Indicados:

Deus e o diabo na Terra do Sol

Cinco ou Seis coisas que sei

O apocalipse o capeta de caruaru

O Lenhador

VENCEDOR:

O Lenhador

22


ESPETÁCULO: C I N C O O U   S E I S   C O I S A  Q U E   S E I


C O R P O D E J U R A D O S Cássia Maria F. Monteiro

Graduação em Artes Cênicas com habilitação em Cenografia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO. Mestrado em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Maritza Alejandra Farías Cerpa

Atriz graduada pela Escola de Teatro da Universidade das Artes e Ciências Sociais ARCIS. Pós-graduação em Dramaterapia pela Universidade do Chile

24


Frederick Magalhães Hunzicker

Graduação em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Campinas, Brasil. Mestrado em Artes Cênica pela Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Campinas, Brasil.

Romero Nepomuceno

Graduação em Direção Teatral pela Universidade DULCINA DE MORAIS de Brasília. Dramaturgo, diretor teatral e sócio fundador da FUCAP ( Fundação Cultural do Alto Paranaíba)

25


Miguel A. Murúa Lamas

É ator e diretor teatral formado pela Escola de Teatro da Universidade das Artes e Ciências Sociais ARCIS de Santiago do Chile. Mestrado em Artes Visuais (incompleto) feito na Universidade Católica do Chile.

Henrique Carivaldo de Miranda

Mestre em Didática no Ensino Superior e Docência do Ensino Superior. Aperfeiçoamento em Filosofia, Psicologia e Saude Mental, Acompanhamento Psicológico e Psicopedagógico para atores e não atores. Conhecedor e amante do teatro brasileiro.

26


E N T R E G A   D O S   T R O F É U S


PATROCINADORES

APOIADORES

REALIZAÇÃO

IV festival  
IV festival  
Advertisement