Page 1

http://semiaridomineiro.blogspot.com.br

Norte de Minas atrai aportes de R$ 10 bilhões Região enfrenta desafios

Métodos de convivência com a seca serão catalogados para servir de orientação a outras famílias

O Norte de Minas e os Vales do Jequitinhonha e Mucuri podem passar por uma grande transformação nos próximos anos em função de investimentos de, pelo menos, R$ 10 bilhões já anunciados pela iniciativa privada. Estes aportes irão gerar milhares de empregos, aumentando a renda da população e criando novas oportunidades.

Reduzir os efeitos da estiagem e aprender métodos de convivência com o problema são objetivos do projeto lançado pelo Instituto Nacional do Semiárido (Insa) e Rede de Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA), com o apoio do Ministério do Meio Ambiente.

Diversificação - Para o secretário de Estado de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e do Norte de Minas (Sedvan), Gil Pereira, haverá uma diversificação da economia regional com a entrada de novos segmentos no setor produtivo. Ele cita a implantação da Case New Holland (CNH), fabricante de máquinas do grupo Fiat, em Montes Claros e a chegada de mineradoras, devido às descobertas de jazidas significativas de minério de ferro na região. Infraestrutura - Apesar das boas perspectivas alguns gargalos ainda devem ser eliminados para o desenvolvimento do Norte de Minas. Entre eles está a necessidade de melhorar a infraestrutura da região com a implantação de estradas e ferrovias para escoar a produção. Leia mais...

A iniciativa catalogará, a partir do próximo mês de março, estratégicas e métodos já utilizados por pequenos agricultores para enfrentar e conviver, de forma sustentável, com a situação. “Essas práticas vão desde as coisas mais simples, como quantidade correta de água usada para irrigação, até estratégicas mais elaboradas, como o manejo florestal sustentável para produção de lenha e outros produtos”, explica o diretor do Departamento de Combate a Desertificação da Secretaria de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável do Ministério do Meio Ambiente, Francisco Campello. Segundo um dos coordenadores da iniciativa, Antônio Barbosa, casos de sucesso no convívio com a seca em 900 famílias de nove estados, incluindo Minas Gerais, serão analisadas e posteriormente registrados e catalogados. A expectativa do grupo é apresentar as primeiras propostas e resultados de pesquisas até o final deste ano. Leia mais...

Fonte: Diário do Comércio.

Fonte: Portal Ecodebate.

Instituto Mineiro de Agropecuária amplia parcerias para difundir a educação sanitária

A banana-prata será a nova estrela brasileira este ano

Diante da necessidade de manter o controle da sanidade agropecuária e proporcionar benefícios para o agricultor familiar, o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) ampliou, durante o ano de 2012, as parcerias público-privadas para executar o Projeto de Apoio à Saúde Agropecuária (Pasa).

A banana prata abre este ano a cortina para novos mercados de exportação. Desde novembro, a fruta recebe tratamento especial de monitoramento da qualidade e é alvo de testes de tecnologia de armazenamento e preservação para embarque ao exterior, através de convênio firmado com a japonesa JICA, Agência de Cooperação Internacional.

Criado há 10 anos com o objetivo de promover a vacinação de animais contra doenças, como Brucelose, Febre Aftosa e Clostridiose, o Pasa já capacitou mais de 1.800 trabalhadores de comunidades rurais de várias regiões de Minas Gerais.

O gerente da Emater / Projeto Jaíba, André Caxito, afirma que “o objetivo do trabalho é melhorar a competitividade dos produtores a partir da melhoria da qualidade da fruta. Se a qualidade melhora o produtor recebe melhor remuneração”.

Para o diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto, o projeto tem colaborado para promover conhecimento e capacitações no campo, além de ajudar a manter o calendário de vacinações em dia. Leia mais… Fonte: Agência Minas.

Fonte: http://www.pulsarimagens.com.br/details .php?tombo=38DM036&search=mostviewed

Testes do processo para proporcionar o melhor custo / benefício aos produtores, começa em fevereiro nos laboratórios da Unimontes. Fonte: Abanorte.


Projeto de Adequação Socioeconômica e Ambiental das Propriedades Rurais deve diagnosticar 420 propriedades

Aluno da UFMG vê uso veterinário do barbatimão

Em 2013, o Projeto de Adequação Socioeconômica e Ambiental das Propriedades Rurais irá diagnosticar e elaborar planos de adequação em 420 propriedades mineiras.

O trabalho de pesquisa realizado pelo aluno Diego Bardal, do mestrado em Ciências Agrárias da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), demonstrou que o barbatimão (Stryphnodendron adstringens), planta bastante comum no cerrado norte-mineiro, pode ser boa alternativa para combater a mastite bovina.

O projeto é da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) e executado pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária (Epamig).

Esta doença é uma a inflamação da glândula mamária das vacas que causa impactos econômicos na atividade leiteira devido à queda na produção leiteira e perda na qualidade do produto.

A iniciativa tem como objetivo orientar os produtores para a adequação de suas propriedades, mantendo o equilíbrio entre rentabilidade financeira de sua atividade, com respeito à legislação ambiental, e à adoção de práticas ambientais sustentáveis. Em 2012, as metas previstas para o projeto foram atingidas. Foram realizados diagnósticos em 420 propriedades e elaborados 120 planos de adequação. “O primeiro ano foi muito positivo. Além de avaliar e mensurar os impactos da ação antrópica no meio ambiente, a metodologia utilizada (ISA) nos ajudou a orientar a ação do extensionista na propriedade...”, diz o gestor do Projeto, José Ricardo Roseno.

Fonte: Emater.

Mais Irrigação em Minas Gerais: Codevasf investe R$ 394 milhões Lançado em novembro de 2012 pela presidenta Dilma Rousseff, o Mais Irrigação prevê investimento de R$ 10 bilhões – R$ 3 bilhões em recursos públicos, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), e R$ 7 bilhões em recursos privados. O programa – executado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Secretaria Nacional de Irrigação (Senir) e pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) – atende 66 projetos em 16 estados. Em Minas Gerais a irrigação de perímetros públicos recebe R$ 394 milhões deste programa. Os recursos do governo federal serão investidos para gerar desenvolvimento, emprego e produção de alimentos nas regiões dos projetos Jaíba - Etapa I, Jequitaí e Gorutuba. Os três projetos de Minas Gerais incluídos no programa ocupam 48 mil hectares. Os agricultores beneficiados estão nos municípios de Jaíba, Matias Cardoso e Verdelândia (Projeto Jaíba); Claro dos Poções, Engenheiro Navarro, Francisco Dumont, Jequitaí, Lagoa dos Patos e Várzea da Palma (Projeto Jequitaí); e Nova Porteirinha (Projeto Gorutuba). “O Mais Irrigação é de extrema importância para Minas Gerais, especialmente para a região norte do estado. Os projetos atendidos estão perto de grandes centros, e isso vai ser importante para a fruticultura, a piscicultura e até para o turismo”, diz o secretário estadual de Desenvolvimento dos Vales Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas, Gil Pereira.

Fonte: Codevasf.

antimicrobiana veterinária atual, carente de princípios ativos sintéticos eficientes, em função da crescente seletividade de microrganismos e potencial geradora de resíduos nos alimentos cárneos e lácteos”. Fonte: Jornal de Notícias.

Liberados R$ 500 milhões de crédito

Leia mais...

Leia mais...

O objetivo do estudo, segundo Diego, foi pesquisar efeitos in vitro de bioativos do barbatimão em microrganismos associados à mastite bovina. O acadêmico explicou que a investigação pode “criar opções dentro da terapêutica

O Governo Federal autorizou repasse de mais de R$ 500 milhões para os agricultores e empreendedores atingidos pela estiagem nos Estados do Nordeste e em parte de Minas Gerais, na região do semiárido brasileiro. O total de recursos disponibilizados pela linha emergencial de crédito chegará à marca de R$ 2,4 bilhões até fevereiro. A informação é do Ministério da Integração Nacional. Os recursos fazem parte de uma linha emergencial de crédito operada pelo Banco do Nordeste (BNB). O limite de crédito varia de R$ 12 mil a R$ 100 mil, com juros de até 3,5% ao ano. A maioria dos créditos contempla pequenos produtores rurais enquadrados no Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), em operações com juros de 1% ao ano e prazo de 10 anos para pagamento, com até três anos de carência. Em 2012, 125 municípios mineiros decretaram situação de emergência junto à Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec-MG) por causa da pior seca dos últimos 40 anos. Entretanto, a Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) reconheceu 99 decretos de 83 municípios do Norte de Minas, já que alguns foram atingidos por enchentes e enxurradas na virada de 2011 para 2012 e depois pelo rigor da estiagem. Montes Claros, por exemplo, teve dois decretos reconhecidos pela enchente em 30 de dezembro de 2011 e pela seca de 16 de abril do ano passado. Também tiveram dois decretos reconhecidos pela Sedec em razão dos dois desastres naturais os municípios de Bocaiúva, Brasília de Minas, Buritizeiro, Claro dos Poções, Ibiaí, Icaraí de Minas, Jequitaí, Luislândia, Pedras de Maria da Cruz, Santa Fé de Minas, São Francisco e Ubaí, sendo que Capitão Enéas teve dois decretos reconhecidos por causa da seca. Fonte: Jornal de Notícias, 9 de janeiro de 2013, Montes Claros.


Novo sistema de Controle de Agrotóxicos está disponível no site do IMA Já está disponível no site do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) o novo Sistema de Controle do Comércio de Agrotóxicos e Afins (Sicca). Os revendedores mineiros deverão enviar o relatório de controle de estoque referente ao 2º semestre de 2012 (1º de Julho a 31 de dezembro) a partir de 14 de janeiro. Ainda não foi estipulado o prazo final para entrega deste relatório, bem como dos anteriores ao 2º semestre de 2012. O Sicca substitui o antigo Sistema de Controle Semestral de Agrotóxicos (Sisagro) e tem como objetivo monitorar o comércio e o uso de agrotóxicos em Minas Gerais, tendo por base informações que propiciem um diagnóstico sobre a realidade dessas atividades no Estado de forma mais ágil e segura. Para o diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto, é necessário investir constantemente na modernização dos processos. “A expectativa é facilitar o repasse de dados, tornando-os mais fidedignos e detalhados para que o controle do comércio e do uso de agrotóxicos em Minas seja cada vez mais eficaz”, comenta.

Chapada Gaucha, Riachinho, Urucuia e mais quatro municípios mineiros são beneficiados com a implantação de barraginhas pela Codevasf A Codevasf implantou mais de onze mil barraginhas distribuídas em sete municípios de Minas Gerais. As ações foram iniciadas em outubro de 2010 e concluídas em agosto de 2012. Foram investidos cerca de R$ 2,6 milhões de reais oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), beneficiando quase 14 mil pessoas. A construção de barraginhas visa aumentar a infiltração das águas pluviais no solo, abastecendo o lençol freático, melhorando a qualidade e aumentado a oferta hídrica da região. Os sete municípios beneficiados são: Riachinho com1.230unidades; Urucuia (1.440); Chapada Gaúcha (1.810); Bonfinópolis de Minas (1.430); Formoso (1.480); Buritis (1.835) e Arinos (2.205). Leia mais... Fonte: Codevasf.

Leia mais... Fonte: Agência Minas. Curso de Irrigação: Sistemas, manejo e gestão em condições de campo Convidamos o leitor a acessar o Blog do Centro de Estudos de Convivência com o Semiárido (CECS) e apreciar outras reportagens e produções técnicas e científicas desenvolvidas na área de abrangência do Semiárido Mineiro.

Data: 25 a 27 de Janeiro de 2013. Local: Viçosa - MG. Organização: CPT Cursos Presenciais Maiores informações: http://www.cptcursospresenciais.com.br/cursos/agricultura-eirrigacao/curso-de-irrigacao-sistemas-manejo-e-gestao-em-condicoes-decampo-

Para acessar o Blog do CECS clique aqui:

http://semiaridomineiro.blogspot.com.br Algumas Notícias... •

Cadastro obrigatório do novo Código Florestal pode ser liberado em maio

Bico da Pedra perde dois centímetros por dia

O lado B dos Transgênicos

Publicações... •

Cinética da degradação ruminal de dietas contendo farelo de casca de pequi.

Consumo, digestibilidade, produção de leite e análise econômica de dietas com diferentes volumosos.

Caracterização físico-quimica de micro-relevo de montículos “murundus” na região de Janaúba no norte de Minas Gerais.

Processos socioambientais nas matas secas do Norte de Minas Gerais: políticas de conservação e os povos do lugar.

Sistemas agroflorestais: potencialidades para produção de forrageiras no Norte de Minas Gerais.

Uso de leguminosas no Semiárido Mineiro.

Endereço: Campus da UNIMONTES – Anexo do Prédio CCBS – Projetos Especiais - Vila Mauricéia - Montes Claros – MG - Tel: (38) 3229 8130 E-mail: cecs.semiarido@gmail.com SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR DE MINAS GERAIS - SECTES

Curso de Manejo Nutricional de Gado de Corte Data: 28 a 30 de Janeiro de 2013. Local: Viçosa - MG. Organização: CPT Cursos Presenciais . Maiores informações: http://www.cptcursospresenciais.com.br/cursos/bovinos/curso-demanejo-nutricional-de-gado-de-corte-alimentos-e-alimentacao

7° Encontro de Zootecnistas Data de início: 11 a 13 de Abril de 2013 Local: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – Montes Claros - MG. Organização: Grupo de Estudos em Nutrição Animal (GENA) Maiores informações: www.encontrozootecnistas.com

No dia 20 de Dezembro de 2012 foi realizada a inauguração do Museu da Cachaça em Salinas – MG. O museu é o primeiro do Brasil destinado à valorização cultural e histórica da bebida produzida de forma artesanal. A sua implantação envolveu investimentos da ordem de R$ 4,5 milhões, sendo fruto da parceria entre o Governo de Minas e a prefeitura de Salinas, com participação da Unimontes.

Produção: Equipe de BOLSISTAS do Projeto CECS – Fase II Coordenação: Professor Expedito José Ferreira Apoio : Professor Renan Laughton Milo

UNINOVIDADES FEVEREIRO  

Informativo Uninovidades Fevereiro 2013