Page 1

QUARTA-FEIRA, 14 DE MAIO 2014

IG (14/05) Brasileiro compra mais carro de luxo Venda de modelos de mais de R$ 100 mil cresce 6,2% até abril; para montadoras e concessionários, mobilidade social permitiu a entrada de novos consumidores no mercado de carros caros Quem produz e vende carros de níveis superiores não tem motivo para reclamar. Os carros mais caros e luxuosos estão acumulando alta nas vendas, mesmo quando o mercado aponta um cenário pouco favorável para as montadoras. Falta um consenso sobre o que é um verdadeiro carro de luxo – o peso das marcas e as estratégias de marketing fazem toda a diferença na composição do preço e no perfil do público comprador. A Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (Abeifa) divide categorias por faixa de preço. Já a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) prefere dividir os veículos por motorização. De um jeito ou de outro, o fato é que os carros mais caros – sejam os acima de R$ 100 mil ou aqueles com motorização acima dos 2.0 – tem mostrado um comportamento de vendas bem diferente da média. Confira o ranking das marcas que mais venderam carros até abril, segundo levantamento da Abeifa. Nos primeiros quatro meses do ano, as vendas de veículos com motorização superior aos modelos 2.0 foram 23,1% superiores ao mesmo período de 2013 –, enquanto os 1.0 perderam 12,1% em número de emplacamentos. Nos números da Abeifa, a diferença também é expressiva. Enquanto as vendas de carros que custam até R$ 100 mil caíram 14,1% no primeiro quadrimestre, os emplacamentos de veículos de R$ 100 mil a R$ 300 mil cresceram 6,2% – acima de R$ 300 mil as vendas subiram 5,5%. Na avaliação dos fabricantes e vendedores de carros mais caros, esse é um claro sinal de que o brasileiro enriqueceu. Para Marcel Visconde, presidente da associação Abeifa, é inegável a evolução do brasileiro nos últimos anos. “É absolutamente perceptível que há mais novos milionários todos os anos por aqui”, diz. “Antes você tinha um universo pequeno de clientes que poderiam adquirir um carro acima de R$ 300 mil, mas essa população cresce.” Visconde ainda não está satisfeito e lembra que já houve anos com ritmos melhores que os últimos dois. No entanto, o executivo afirma que a mensagem que um carro de luxo agrega faz com que esses modelos estejam menos à mercê das oscilações de mercado. “São compras mais emocionais que racionais”, aponta. “O mercado de nicho no Brasil é evolutivo, nas faixas mais altas o brasileiro continua adquirindo bens. O mercado de outros segmentos para essa faixa de renda também cresce.”


O TEMPO (14/05) União Européia reconhece o direito de "ser esquecido" na internet

O Tribunal de Justiça da União Europeia (UE) reconheceu nesta terça-feira (13) o direito dos cidadãos de serem “esquecidos” na internet e de pedirem ao Google e a outras ferramentas de busca para retirarem informações pessoais da rede. A decisão, tomada depois de uma queixa de um cidadão espanhol, aplica-se a informações “inadequadas, não pertinentes ou excessivas em relação ao objetivo pelo qual foram processadas, tendo em conta o tempo decorrido”. O tribunal baseia a decisão na conclusão de que, segundo as atuais normas de proteção de dados na UE, “uma ferramenta de busca na internet é responsável pelo processamento que faz de dados pessoais”. A Google se disse decepcionada com a decisão e ressaltou que ela contradiz um parecer dado em 2013 por um dos principais advogados do tribunal europeu. “É uma decisão decepcionante para as ferramentas de busca e para os editores online em geral”, afirmou a empresa em um comunicado. “Estamos muito surpreendidos com a enorme diferença em relação à opinião do advogado-geral e aos alertas e consequências por ele referidas”, acrescentou. A empresa Google argumentou no processo que é responsável unicamente por encontrar a informação que, desde que seja correta e legal, não deve ser apagada, o que constituiria “censura”. No ano passado, o advogado-geral do Tribunal de Justiça da UE, Niilo Jaaskinnen, considerou que a Google não é responsável pelas informações de páginas que aparecem na sua ferramenta de busca e que os cidadãos europeus não têm um “direito a ser esquecido” ao abrigo da legislação atual.


O processo foi aberto por um espanhol, Mario Costeja González, que apresentou queixa depois que a Google recusou um pedido para eliminar informações pessoais - um leilão de imóveis para pagamento de dívidas à Previdência Social - que apareciam na versão online de um jornal espanhol vários anos depois de a disputa legal ter sido resolvida. A Agência Espanhola de Proteção de Dados (AEPD) considerou que o jornal não estava em falta porque a informação estava correta quando foi publicada, mas aceitou a queixa contra a Google e pediu à empresa que apagasse a informação. A Google recorreu para a Audiência Nacional (a mais alta instância judicial da Espanha), que pediu assistência ao Tribunal de Justiça da UE.

O TEMPO (14/05) MEC autoriza 420 vagas de medicina em universidades federais

O Ministério da Educação autorizou a abertura de 420 vagas para oito novos cursos de medicina em universidades federais. As vagas são para campi das universidades localizados em cidades do interior de seis estados das regiões Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste. A autorização está em portaria publicada na edição desta terça-feira (13) do Diário Oficial da União. Os estados contemplados são Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rio Grande do Norte e Bahia. A autorização de vagas faz parte da Política Nacional de Expansão das Escolas Médicas das Instituições Federais de Educação Superior, no âmbito do Programa Mais Médicos. O programa prevê a criação de 11.447 vagas em faculdades de medicina até 2017 com foco na melhor distribuição da oferta de profissionais no país, e nas regiões onde há necessidade de ampliar a formação de médicos. O maior número de vagas, 80, foi autorizado para o bacharelado em medicina na Universidade Federal do Sul da Bahia, no campi de Teixeira de Freitas (BA). Serão abertas 60 vagas em cada uma das seguintes instituições: Universidade Federal de Goiás (UFG), em Jataí (GO);


Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, em Teófilo Otoni (MG); e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, em Três Lagoas (MS). Três instituições foram autorizadas a abrir cursos com 40 vagas em unidades do interior: Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco, Paulo Afonso (BA); Universidade Federal do Piauí, em Parnaíba; Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em Caicó e Universidade Federal do Oeste da Bahia, em Barreiras. Em dezembro de 2013 o Ministério da Educação havia autorizado a abertura de 560 vagas em cursos de medicina de universidades federais das regiões Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste.

O TEMPO (14/05) Inscrições para o Inglês sem Fronteiras vão até junho O Programa Inglês sem Fronteiras vai aplicar 430 mil testes de proficiência de inglês em 2014 para alunos de graduação e pós-graduação das universidades federais participantes. As inscrições podem ser feitas gratuitamente no site do programa até o dia 24 de junho. O prazo terminaria no dia 20 de abril, mas foi ampliado. O teste que será aplicado é o Toefl – Test of English as a Foreign Language, um dos exames exigidos por universidades estrangeiras. VEJA TAMBÉM No primeiro semestre, as provas serão aplicadas até o dia 30 de junho. O Inglês sem Fronteiras tem como prioridade a formação de estudantes que podem participar do programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras. Segundo o Ministério da Educação (MEC), os resultados vão auxiliar o governo federal a definir políticas públicas específicas com relação à língua estrangeira, além de ajudar no dimensionamento de investimento a ser feito nas universidades. Os estudantes poderão usar o resultado do teste em editais do Ciência sem Fronteiras e em outros programas de intercâmbio. O exame tem a validade de dois anos contados a partir da data do teste. Além disso, os estudantes poderão usar o resultado para nivelamento. O aluno que tiver a nota do Toefl também terá prioridade para participar de cursos presenciais de língua inglesa nas universidades federais. Segundo informações no Portal Brasil, posteriormente, o candidato que quiser poderá refazer a prova. Dessa forma, saberá o que deve estudar para atingir níveis mais altos. No portal do programa, está disponível o edital e a lista de universidades participantes. As provas aplicadas aos estudantes das universidades federais constituirão uma primeira fase do diagnóstico. Em uma segunda etapa, poderão participar do teste os alunos de graduação e pós dos institutos federais e universidades estaduais, bem como servidores, técnicoadministrativos e docentes das universidades e institutos federais. O Inglês sem Fronteiras surgiu para suprir a carência do ensino da língua inglesa no país, que levou muitos estudantes a escolherem Portugal como destino no Ciência sem Fronteiras. Até 2012, um em cada cinco estudantes que participaram do programa optou por cursar parte do


ensino superior em uma instituição lusitana. Em uma medida extrema, o governo suspendeu, no ano passado, a parceria com o país.

G1/GRANDE MINAS (14/05) Abertas inscrições para o curso de instrumentação cirúrgica em Montes Claros

Assista a entrevista no link http://goo.gl/Fy1lPZ

G1/GRANDE MINAS (14/05) Janaúba sedia ciclo de seminários sobre emprego formal Evento é realizado pelo Observatório do Trabalho da Unimontes. Janaúba ocupa o 2º lugar na geração de empregos no Norte de Minas A cidade de Janaúba, Norte de Minas, sedia nesta quinta-feira (15) o I Ciclo de Seminários sobre a geração e os detalhes dos empregos formais na macrorregião norte-mineira. O congresso será realizado pelo Observatório do Trabalho da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), às 19 horas no Centro Cultural Marly Sarney. A região janaubense é caracterizada como o segundo maior município gerador de empregos formais no Norte de Minas, comenta o coordenador do observatório, Roney Versiane Sindeaux. Os setores do comércio e da agropecuária são destaques.


Setor industrial lidera o ranking de geração de empregos formais em Pirapora, diz Sindeaux. (Foto: Prefeitura de Pirapora) “É importante que essas regiões, como Janaúba, possam prosperar e gerar mais empregos formais, para que o Norte de Minas cresça como um todo. Com isso, as pessoas param de deixar suas regiões para conseguir emprego em outras cidades maiores, como Montes Claros. Resultando na diminuição de problemas nestas cidades maiores, como a superlotação, e propiciando o desenvolvimento nas menores”, aponta. Segundo Sindeaux, a terceira região norte-mineira na oferta de empregos formais é a região de Pirapora, caracterizada pela forte demanda do setor industrial. Essas e outras características serão debatidas durante o ciclo de seminários. “Vamos apresentar as características das atividades que mais empregam, como os setores e os subsetores. Nos grandes municípios existe a predominância do comércio varejista e agropecuária, enquanto a administração pública predomina nas cidades de pequeno porte”, completa. Observatório do Trabalho Coordenado pelos professores do Grupo de Estudos e Pesquisas em Administração (GEPAD), o "Observatório do Trabalho da Unimontes", tem como principal objetivo a discussão do mercado mineiro, formas de alavancar o emprego formal na região. “Pretendemos divulgar esses dados para auxiliar as políticas públicas de incentivo do emprego formal na região Norte Mineira”, comenta o professor Roney. “O seminário também tem como objetivo analisar as políticas públicas e as iniciativas do setor privado para potenciar o crescimento do emprego formal nos municípios norte-mineiros”, completa Sindeaux.

G1/GRANDE MINAS (14/05) Vídeos sobre personalidades negras garantem prêmios a estudantes de três escolas de MG


Ministério da Educação premiou aluno do ensino fundamental e médio que fizeram vídeos de 60 segundos sobre os que se destacaram na vida e na cultura do país

Sessenta segundos e o desafio de contar em um vídeo tão curto histórias e feitos de negros conhecidos pela força, o talento e a diferença que um dia fizeram na vida e na cultura do país. Estudantes de escolas públicas toparam o desafio para fazer bonito na premiação Curta Histórias, voltada a alunos do ensino fundamental e médio. Oito saíram vencedoras da disputa, incluindo três de Minas Gerais. De Belo Horizonte, ganharam a Escola Municipal Deputado Renato Azeredo, no Bairro Maria Helena, em Venda Nova, e a Escola Estadual Pedro II, no Bairro Santa Efigênia, na região hospitalar. Do Alto Paranaíba, a campeã é a Escola Estadual Dom José Gaspar, de Araxá. Em sua segunda edição, o prêmio do Ministério da Educação (MEC) teve como tema “Personalidades negras”. A iniciativa incentiva novos talentos e estimula o desenvolvimento de atividades pedagógicas e audiovisuais de cunho educativo e cultural. No fim do mês, alunos e professores viajarão a Brasília por uma semana para a premiação. Medalha, visita pela cidade e uma oficina de cinema estão na programação. Na mala, expectativa e o frio na barriga da primeira viagem de avião para a maioria desses meninos. Ontem, as alunas da Escola Municipal Deputado Renato Azeredo não contiveram a alegria. O vídeo usou a animação de objetos para falar do centenário de nascimento da escritora Carolina Maria de Jesus, moradora de uma favela de São Paulo que fez história na literatura brasileira. A aluna Isabella Anunciação Mendes, de 15 anos, resume o significado do prêmio para ela, a irmã gêmea, Isadora, e as amigas Stéfany de Souza, também de 15, Gabrielle Santos e Luísa Lima, de 14, alunas do 9º ano do ensino fundamental: “Sabemos agora que podemos conquistar qualquer objetivo desde que haja dedicação”. Para o professor de artes João Vítor Xavier Dantas, responsável pelo trabalho, é um reconhecimento à disciplina que leciona. “Fica claro que esse tipo de trabalho tem valor. Não é hobby nem brincadeira. É profissional”, ressalta. A diretora da escola, Marisa Campos Coutinho Vicopulos, destaca a importância da vitória para a autoestima dos estudantes. “É uma escola de periferia, localizada entre BH e Ribeirão das Neves. É o reconhecimento de um trabalho que temos feito de resgate desses meninos e mostra a eles que são capazes quando incentivados e motivados”, diz.


Estudantes da Escola Municipal Deputado Renato Azeredo, de Venda Nova, ganharam prêmio com vídeo sobre escritora Carolina de Jesus (GLADYSTON RODRIGUES/EM/D.A PRESS ) Estudantes da Escola Municipal Deputado Renato Azeredo, de Venda Nova, ganharam prêmio com vídeo sobre escritora Carolina de Jesus Poesia Na Escola Estadual Pedro II, os alunos recitam no vídeo poesia feita coletivamente. Em rimas e versos, falam de personalidades da música brasileira. O orgulho de sair vencedor está na fala de cada um. “Entramos com sede de vitória, mas queríamos, sobretudo, levar o nome da escola para fora”, conta Cássio Augusto Rocha Reis, de 13, aluno do 8º ano do fundamental. Com os amigos Maria Eduarda Carvalho e João Pedro Santos, de 12, Abraão Fagundes e João Vítor Maia, de 13, estudantes do 7º e 8º anos, eles aguardam agora a coroação do trabalho. O professor de história Fernando Rosa do Amaral, responsável pelo grupo, afirma que essa é uma das maiores alegrias de sua vida: “Somos chamados à educação por ideal. Esse resultado mostra a força do professor por uma sociedade mais justa e igualitária”. O diretor do colégio, Tiago Dias, relata que se trata de reconhecimento de um trabalho feito anualmente na instituição sobre a questão dos negros. “Temos agora a oportunidade de mostrar de forma diferente, e para mais pessoas, o que fazemos aqui. Animação As questões raciais do país também foram o tema da Escola Estadual Dom José Gaspar, vencedora na categoria ensino médio. Os estudantes Rafael Menezes, de 16 anos, do 1º ano, Wesley Costa, de 18, João Vitor Porto, Leonidas Olivie, Alex Sander Lima, também de 16, alunos do 2º ano, usaram o recurso da animação para contar a história de João Cândido, que liderou uma rebelião na Marinha brasileira, conhecida como Revolta da Chibata. “A premiação é importante para dar visibilidade aos alunos do setor público, dando a oportunidade de eles mostrarem sua competência”, afirma o professor Órfilo Honorato Fraga, responsável pelo grupo. Confira os vídeos vencedores no www.em.com.br.


CONECTE-SE A UNIMONTES

www.facebook.com/unimontesmg www.twitter.com/unimontesmg www.youtube.com/unimontesmg

Clipping 14. 05.2014  
Advertisement