Page 1

abril / maio / junho 2009 | nº 2 | ano 1

Com Tato Hospital e Maternidade

022.2

Revista

Portabilidade

Unimed

Nota Fiscal Paulista

Saiba mais sobre esse benefício

Destaque nacional em recursos próprios

Unimed recebe R$ 25 mil em créditos na Nota Fiscal Paulista


editorial

Nossos 38 anos de vida

Caro cooperado e colaborador

Estamos na segunda edição da nossa Revista Com Tato. A primeira edição foi muito elogiada, principalmente pelo estilo inovador e criativo das matérias. Acredito que nosso primeiro objetivo foi alcançado, que era de despertar este sentimento, já que este será um ano de muitas inovações, e queremos vocês envolvidos em nossos projetos. Maio é muito importante, historicamente, para nossa Cooperativa. Em 1º de Maio de 1971, nascia uma cooperativa médica, fundada por 58 médicos, na qual os serviços eram prestados em uma simples sala cedida pelo Centro Médico de Franca. Alguns cooperados chegaram a desistir, não acreditaram no desafio, mas a perseverança de nosso primeiro presidente, Newton Novato, foi recompensada. Hoje, 38 anos depois, nossa sede é uma das maiores entre as singulares da região, temos um dos hospitais mais completos do Estado de São Paulo e somos em 283 cooperados, das mais diversas especialidades. Temos 700 colaboradores, além de diversos recursos próprios e inúmeras certificações e reconhecimentos pela qualidade de nossos serviços. Tudo para atender os mais de 75 mil clientes que possuímos. Temos muito de agradecer aos fundadores desta Cooperativa que nos enchem de orgulho, honraria aplicável também a todos os cooperados e colaboradores, sem os quais o sonho não seria, hoje, uma bela realidade.

O mês de maio também nos leva a uma reflexão, pois é quando lançamos a campanha que virou tradição na Unimed, a Campanha do Agasalho. Esperamos que todos os agasalhos e cobertores doados possam aquecer muita gente neste inverno e que consigamos influenciar outras pessoas a praticarem o mesmo, despertando o verdadeiro amor ao próximo e a consciência social. Destacamos também o SOS Unimed, que ganha sua primeira campanha publicitária após um ano de integração nos serviços prestados pela Unimed Franca. Ela que tem foco institucional, neste primeiro momento, deve seguir até o mês de julho, com mídias convencionais e patrocínios de eventos. Nesta edição, aproveitamos para apresentar o mais novo mascote da revista, ele se chama Tato, e o mesmo terá uma coluna especial dentro da revista. Confira as novidades da nossa cooperativa. Temos muita coisa para contar, mas você pode nos ajudar, dê sua sugestão, participe da Revista Com Tato, basta procurar nossa equipe de Marketing ou Gestão de Pessoas. Tenham uma excelente leitura. Dr. Elson Rodrigues Diretor Presidente

03 – Editorial Revista Com Tato é uma publicação trimestral da Unimed Franca,

Núcleo de criação - BZ Propaganda e Marketing

direcionada aos seus cooperados e

Núcleo de desenvolvimento- Marketing e

colaboradores.

Gestão de Pessoas

18 – Qualidade

Diretoria Executiva: Presidente - Dr.

Revisão Ortográfica - Nathalia Maria Soares

Elson Rodrigues

Jornalista Responsável - Augusto de Campos -

20 – Controladoria

Diretor Superintendente - Dr. Marco

MTB 39.780

Antonio Benedetti Filho

Contato: marketing@unimedfranca.com.br

10 – Pessoas

21 – Reconhecimento 22 – Saúde 27 – Responsabilidade Social 28 – Artigo 29 – Novidade

Diretor Financeiro - Dr. Ricardo de Oliveira Bessa

gestaodepessoas@unimedfranca.com.br

Diretor de Mercado – Dr. Otto Cézar Barbosa Jr.

ou 3711-6670

Diretor Hospitalar - Dr. Lúcio Cossi Filho

Tiragem: 1.200 exemplares

Unimed Franca - Rua General Carneiro, 1595, Centro. CEP: 14.400-500 - Franca-SP

É autorizada a reprodução de artigos publicados

Medicina Preventiva - Rua Edward Teixeira

nesta edição, desde que citada a fonte.

Scarabucci, 1691, Jardim Célio Cerqueira. CEP:

A revista não se responsabiliza pelos conceitos

14.403-411 – Franca-SP

emitidos em artigos assinados, mesmo sob

São Joaquim Hospital e Maternidade - Rua

pseudônimo, que são de inteira responsabilidade

Abílio Coutinho, 331, bairro São Joaquim.

de seus autores.

CEP: 14406-355 – Franca-SP

32 – Pessoal

Com Tato 3

índice

04 – Marketing


marketing

Unimed lança campanha para o SOS Unimed O SOS Unimed, sistema de atendimento de emergências da Unimed, pode ser considerado um sucesso. Desde sua implementação conquistou uma significativa participação no faturamento da nossa cooperativa, mesmo sem uma campanha de marketing específica para sua divulgação, apenas com a eficiência da equipe comercial. Agora, no entanto, a situação deve mudar: uma campanha exclusiva para o SOS foi criada e teve seu início no mês de maio. A equipe de marketing da Unimed, juntamente com a agência BZ Propaganda e Marketing, desenvolveu uma campanha de marketing para ampliar o conhecimento da marca na população. A campanha iniciou em 1º de maio, com spots nas rádios Hertz e Difusora, além de anúncios no jornal Comércio da Franca. Nos outdoors, a divulgação começou em 9 de maio, e, via internet, a propaganda acontece continuamente. A campanha segue até o final de junho, onde algumas ações inusitadas serão também aplicadas.

Conheça o conceito e a criação da campanha

Com Tato 4

Conceito: Uma linha faz toda a diferença. Nos dias de hoje, todos procuramos ter o máximo de segurança. Seja em casa, no trabalho, na escola, no shopping. Queremos estar tranquilos e contar sempre com serviços médicos que vão nos auxiliar em momentos críticos. A criação dessa campanha consiste em deixar claro que sua segurança e de sua família pode estar dividida apenas por uma linha, fazendo uma alusão entre a vida e a morte. E só você pode escolher o que fazer.


Verde é nossa cor. Economizar está em nossos planos. Desde a primeira semana de junho, a Unimed Intrafederativa Nordeste Paulista tem envolvido todas as suas Singulares em um tema mais do que importante: a conservação do meio ambiente. Para isso, encaminhou, durante toda a Semana do Meio Ambiente, e-mails com dicas e sugestões sobre como cooperar com a saúde do planeta. Entre as dicas, estavam listadas informações para economizar energia elétrica, um dos recursos mais utilizado e, muitas vezes, desperdiçado nos dias de hoje. Pensando em unir o útil ao agradável, a Unimed lançou uma Gincana Ecológica, intitulada Verde é nossa cor. Economizar está em nossos planos. A ideia é incentivar os colaboradores e

cooperados da Unimed Intrafederativa Nordeste Paulista a se reeducarem quanto ao consumo de energia elétrica nos prédios da Unimed, em todas as 17 Singulares. A Gincana, que premiará a Singular que mais economizar energia elétrica dentro de um período, teve início na segunda semana de junho. A Unimed Franca já está inscrita e conta com o empenho e comprometimento de todos, tanto pela redução de custos dentro da cooperativa quanto pelo peso ambiental que a campanha representa ao planeta. Para saber mais sobre a campanha, acesse: h t t p : / / w w w. p l a n e t a u n i m e d . c o m . b r / gincana-ecologica

Equipe de vendas participa de encontro nacional em SP A equipe de vendas da Unimed Franca participou, em 29 de maio, do 16º encontro Nacional Unimed de Vendas. No total, 14 pessoas da equipe participaram do evento, que aconteceu no Novotel Jaraguá, em São Paulo. Entre outros temas, o encontro destacou o panorama atual do mercado no segmento de cobertura de saúde, tema explanado por Mohamad Akl, diretor presidente da Central Nacional Unimed, além de mesas redondas que abordaram aspectos como publicidade e marketing, além da portabilidade entre os planos de saúde e mecanismos que aumentam o sucesso em vendas. A participação foi importante, de acordo com a Gestora de Vendas, Isabel Capel, para verificar novas experiências e dividir exemplos de sucesso, que poderão, inclusive, ser aplicados em Franca. “Buscamos sempre o crescimento nas vendas e estarmos atentos aos novos mecanismos e às boas experiências é fundamental para o sucesso”, disse.

Com Tato 5

marketing

Gincana Ecológica


marketing Com Tato 6

Unimed comemora 38 anos com lançamento da campanha do agasalho Comemoração com Responsabilidade Social. Assim a Unimed Franca celebrou seus 38 anos, comemorados no dia 1 de maio. Para festejar a data, a cooperativa realizou o lançamento da campanha do agasalho 2009. O evento aconteceu às 10h no anfiteatro do São Joaquim Hospital e Maternidade. A intenção é arrecadar mais de 5 mil peças de roupa e pelo menos 3 mil cobertores com os colaboradores, cooperados e fornecedores e repetir o bom resultado conseguido em anos anteriores.“A Unimed Franca tem concentrado, nos últimos anos, esforços para o incentivo cada vez maior da participação de nossos cooperados, colaboradores, fornecedores e clientes em ações voltadas para a Responsabilidade Social”, disse Élson Rodrigues, presidente da Cooperativa. A campanha é uma espécie de gincana interna onde os colaboradores doam

agasalhos e cobertores, e os setores, internamente, competem entre si para ver quem fica com o “Troféu Solidário”, espécie de Oscar de Ação Social Interna da Unimed. Os colaboradores da equipe que conseguir mais doações são premiados com uma confraternização e o colaborador que mais conseguir agasalhos, esse ano, deve ganhar um micro computador. E o incentivo a ações de Responsabilidade Social já deu resultado. Foi o caso da Campanha do Agasalho 2008, iniciada em 6 de maio e encerrada em 30 de maio. Com uma adesão intensa dos cooperados e colaboradores. Mais de 6,6 mil doações foram registradas, sendo 3,3 mil peças de roupas diversas e 3,3 mil cobertores. As doações foram entregues ao Fundo de Solidariedade e Ação Social da cidade de Franca, e instituições cadastradas na Unimed. “Esperamos conseguir repetir e até ultrapassar esses números e, com isso,

ajudar muitas pessoas”, disse Rodrigues. Além da campanha do agasalho, outra atividade marcou o aniversário da Unimed Franca. Foram distribuídas cem mudas de árvores para colaboradores da Cooperativa, mudas que serão plantadas por eles na própria cidade. As mudas foram doadas pela Macboot, empresa de calçados da cidade de Franca, que possui forte atuação nas questões ambientais. Segundo Otto César, diretor de mercado, trata-se de um evento que, além de marcar o aniversário, contribuirá para o meio ambiente. “A Unimed valoriza esse tipo de ação. É muito importante, tem tudo a ver com a nossa filosofia, tornar o mundo melhor”, disse.


Com Tato 7


marketing

Promoção interna leva colaboradores para a

Expoagro 2009

O departamento de Marketing da Unimed Franca realizou, durante a Expoagro 2009, uma série de ações para reforçar a marca e divulgar a Cooperativa. Além de estar presente no evento com o SOS Unimed, garantindo a saúde de todos os que participaram da festa, foi criado uma campanha interna chamada “Unimed, me leva pra Expoagro”. Os ingressos disponíveis foram para curtirem os shows de Maria Cecília & Rodolfo, no dia 22 de maio; Jammil, em 28 de maio e O Rappa, no dia 29. Os colaboradores foram escolhidos através de uma promoção. Para participar, tiveram que enviar fotos nas quais se caracterizaram como o artista escolhido, ou ainda escolheram uma música para retratar na imagem. Com muita criatividade,

pelo menos oito pessoas acabaram selecionadas e curtiram, na faixa, os shows de seus ídolos no camarote da Expoagro. Segundo Eduardo Bachur, assessoria de marketing, a iniciativa pode ser considerada um sucesso. “A Unimed Franca tem a cara da cidade, o que ficou claro na Expoagro. Foi uma excelente oportunidade para premiar nossos colaboradores e reforçar ainda mais a marca da Cooperativa”, avalia. GUERRILHA - Outra ação específica foi a atuação do grupo responsável, no primeiro quadrimestre, pelo marketing de guerrilha nas ruas de Franca. O grupo deu as caras na Expoagro e, de uma forma bem humorada, não perdeu a oportunidade para demonstrar o quanto é importante ter um plano de saúde que esteja presente em todos os momentos.

Vencedora Angélica Formiga (show Maria Cecilia e Rodolfo) Vencedora Samanta Negrijo (show Jammil)

Com Tato 8

1º lugar Olivia Correa (show O Rappa)

2º lugar Tais Lacerda Relacionamento com cliente (show O Rappa)

3º lugar Miller Souza (show O Rappa)

Vencedor Elder Matos (show Jammil)


tem participação da Unimed

A Unimed Franca esteve presente, com estande, no primeiro Simpósio do Agronegócio Café da Alta Mogiana (Simcafé), evento realizado pela Cooperativa de Cafeicultores e Agropecuaristas (Cocapec) nos dias 27 e 28 de maio. A intenção foi aproveitar os mais de 850 presentes para divulgar o Plano de Saúde da Cooperativa, além das ações de Medicina do Trabalho e serviços como o SOS Unimed e a Farmácia Coopersumo. O Simcafé reuniu representantes de mais de 40 empresas ligadas diretamente ao agronegócio, com tecnologias inovadoras e membros das Faculdades de Agronomia de Lavras (MG), ESALQ-USP de Piracicaba e Faculdade “Francisco Maeda”, de Ituverava. De acordo com Marcel Bonassi, Gestor de Relacionamento com Cliente da Unimed, a parceria com a Cocapec, já presente em outros eventos e atividades realizadas por ambas as cooperativas, mostrou-se, mais uma vez, eficiente. “Foi um evento importante no qual a Unimed Franca e a Cocapec mostraram, mais uma vez, o espírito de parceria que une as duas instituições. Além disso, o saldo foi extremamente positivo, com uma divulgação fantástica dos nossos serviços”, disse. Já Maurício Miarelli, agrônomo presidente da Cocapec, destacou que o objetivo do Simpósio, que era oferecer aos participantes informações sobre a evolução do agronegócio, gestão, manejo e planejamento das propriedades cafeeiras com foco especialmente na cafeicultura na região de atuação da cooperativa, foi alcançado com sucesso. “A participação maciça dos cooperados e o interesse deles pelos temas tratados mostram que a Cocapec atingiu o resultado desejado”, disse o presidente.

Com Tato 9

marketing

1º Simcafé


pessoas

Unimed cria novas regras para atestado Uma nova norma da Unimed determina que os atestados sejam entregues pelos colaboradores ao Departamento de Pessoal/ SESMT no prazo máximo de 36 horas. O colaborador que precisar utilizar o atestado deverá ter especial atenção com o preenchimento do documento, em especial com aspectos como rasuras, correta indicação da CID, período de afastamento e carimbo do médico. O prazo de 36 horas deverá ser cumprido mesmo que o colaborador esteja impossibilitado de levá-lo. Nesse caso, é essencial que outra pessoa, especialmente membros da família, entregue

o documento. Já para tratamento médico superior a 15 dias, é necessário realizar o agendamento para perícia no Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) para requerer o afastamento e o conseqüente benefício. Os afastados pelo INSS deverão comparecer periodicamente (conforme orientação do médico do trabalho) ao departamento de SESMT para acompanhamento médico e social. Os colaboradores afastados pelo INSS e que apresentarem divergências de conduta médica em relação à alta do tratamento, serão submetidos ao parecer de junta médica indicada

pela empresa. Outro ponto importante é que, após a alta do INSS, licença maternidade ou de qualquer cirurgia, o colaborador deverá antes de voltar ao trabalho, passar por avaliação do médico do trabalho trazendo a alta do INSS e de seu médico para realizar o exame de retorno ao trabalho. Já atestados emitidos pela Unidade de emergência serão apenas das horas, exceto traumas e outras patologias que impossibilitem exercício de suas funções. O médico de plantão irá fornecer o encaminhamento para o especialista se necessário, que então, emitirá o atestado do prazo suficiente para o repouso.

o n a l p m tê s e r o d a da a v i Colabor r P a i ênc d i v e r P de

Com Tato 10

O colaborador e cooperado da Unimed têm agora a opção de realizar, com vantagens especiais, um plano de previdência complementar privada. Graças a uma parceria com o Bradesco, o plano de previdência privada Uniprev oferece ao colaborador e cooperado taxas, juros e rendimentos diferenciados e, além disso, é extensivo aos cônjuges e filhos dependentes. O benefício é oferecido a todos os colaboradores e cooperados com desconto em folha de pagamento. Mais informações podem ser obtidas no setor de RH, nos fones (16) 3711-7709 /7617 ou pelo e-mail rh@unimedfranca.com.br.


Os colaboradores do São Joaquim já poderão contar, nos próximos dias, com novos e seguros armários. Um projeto de revitalização dos vestiários foi iniciado em 11 de maio e deve ser entregue ainda no primeiro semestre. A reforma atende às determinações da Norma Reguladora 32 e atenderá a todos os colaboradores nas 24 horas de funcionamento do São Joaquim Hospital e Maternidade. O uso dos armários será rotativo.

CIPA vistoria o uso de equipamentos de proteção A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) do São Joaquim Hospital e Maternidade, em sua gestão 2009, realizou, nos meses de março e abril, visitas aos setores do hospital para a verificação e prevenção de acidentes, em parceria com o SESMT. A iniciativa teve por objetivo a verificação do uso correto dos Equipamentos Individuais de Proteção (EPI), além do uso dos Descartex e a orientação quanto à prevenção de acidentes de trabalho. Ainda no mês de abril, foi realizado também o curso de formação de cipeiros, presidido pelo técnico de segurança do trabalho Claudinei Bonfim, que é colaborador do São Joaquim, e pelo enfermeiro do SOS Unimed Wesgler Jacinto.

Com Tato 11

pessoas

Vestiários do São Joaquim são revitalizados


pessoas

Grupo Unimed recebe treinamento para Brigada de Incêndio

Capacitar os colaboradores das empresas do Grupo Unimed Franca a desempenhar a função de Brigadista de Incêndio, seguindo as recomendações e regras estipuladas pelo Corpo de Bombeiros e garantindo, assim, a segurança de colaboradores e clientes. Esse foi o objetivo de um treinamento, realizado em 16 de maio de 2009, com equipes da Unimed Franca e São Joaquim Hospital e Maternidade. A capacitação é requisito indispensável para que sejam aprovados os autos de vistoria do Corpo de Bombeiros. A Brigada de Incêndio, formada e capacitada para atuar no Grupo Unimed, consiste basicamente de um grupo organizado de pessoas que são especialmente capacitadas para que possam atuar numa área previamente estabelecida, na prevenção, abandono e combate a um princípio de incêndio, e que também estejam aptas a Conheça os participantes da Brigada de Incêndio Unimed Franca Ana Luisa Valim da Silva Arlete Helena de Morais Bruno Henrique Martins Eduardo Raymundo Eliana Helena Marques Silva Franci Rose Aparecida Mendonça Itamar de Azevedo Júnior Jacqueline Vieira Martins Julio Ferreira de Melo Monique Retucci Guaraldo Sani Ley Sarroche Terezinha Silvana Machado Passos São Joaquim Hospital e Maternidade Alcides Garcia Berdu Ana Carolina Silva Antaniee M. Marques Zago Claudinei Donizete Bonfim Denise Aparecida Gonçalves Gabriel Ivo José do Prado Jocilene Rezende Peres Luis Carlos Fernandes Luis Donizete Roncoleta Luis Gonzaga Campanari

Com Tato 12

Makerli Freitas Marques Maria Célia Bernardo da Silva Nilza Cristina Gabriel Pedro Henrique Teixeira Rafael Henrique Lourenço

prestar os primeiros socorros a possíveis vítimas. Com o treinamento, ministrado por instrutores do próprio Corpo de Bombeiros, a Unimed capacitou sua própria Brigada de Incêndio. As instruções focaram basicamente a prevenção e combate ao incêndio, em especial os elementos da combustão, classes de incêndios, sistemas de prevenção e combate a incêndio, além de explanação sobre os tipos de extintores e aula prática na operação e manuseio de extintores, mangueiras e comportamento dentro de ambiente em chamas. Com a capacitação, os brigadistas serão capazes de identificar situações de emergência, acionar alarme e fazer contato com o Corpo de Bombeiros, além de cortar energia quando necessário, realizar primeiros socorros, controlar o pânico da multidão, guiar a saída das pessoas para abandono da área e combater princípios de incêndio.


mais saúde para os colaboradores Com o objetivo de cuidar da saúde de quem cuida dos nossos clientes, o setor de Gestão de Pessoas, em parceria com a Medicina Preventiva e diversos profissionais e áreas do Grupo Unimed Franca, desenvolveu o Programa de Qualidade de Vida – Quali e Vida, que visa oferecer ao colaborador avaliações clínicas e coletivas, dentre outras atividades, que promovam sua saúde, qualidade de vida e bem estar. O primeiro

passo dado na implantação do Programa foi o início do Levantamento epidemiológico, com exames realizados no começo de maio. O objetivo é propor orientação quanto à saúde atual do colaborador, assim como, prever seu acompanhamento. Os próximos passos já estão em andamento e incluem atividades esportivas, palestras e dicas de alimentação, que modificam a rotina e a vida do colaborador.

Programa incentiva humanização e o se to r d ri a e n tr e e rc a p e a Um U n im d nos da a m u H s a R e c u rs o si c o lo g ia d c u rs o d e P o e a r c a n Fra Mud e n o p ro je to u o lt su re o. U n if ra n u m a n iz a ç ã a lh a n d o a H b ra T r, e v sc ti C re ic ia a ti v o d a in je b o l a ip c des O p ri n p o ss ib il id a ta r a s n e m u a l oa e é e n to p e ss im lv o v n se de de b o ra d o re s, d o s c o la l a n io ss fi p ro im e n to a n o a te n d ri o lh e m a o a lé m d p ú b li c o -a lv n ic a ç ã o. O u m o c e u a q n e re s c o la b o ra d o s o o sã o ã ja da aç im e n to, se c o m a te n d m a l. lh a ia c b a n tr ss is te te rn o o u a x e , o rn te n tr o s e le in se is e n c o o rã se N o to ta l, o s te m a s a b a lh a d o s tr o rã se ó ri c o s onde n te ú d o s te o c m o c s p ro p o st o s. e d in â m ic o

Com Tato 13

pessoas

Quali e Vida:


pessoas

Motivação na Lavanderia

Com Tato 14

O São Joaquim Hospital e Maternidade, em 19 de maio, um trabalho pioneiro no setor de Lavanderia. A intenção é trabalhar temas como motivação, desenvolvimento profissional e pessoal, além de trabalho em equipe e comunicação, todas as ferramentas fundamentais para o sucesso dos colaboradores. Com a iniciativa, além de aproximar o colaborador do setor de Recursos Humanos, a intenção é demonstrar, com ações, que a Cooperativa está profundamente interessada em conhecer e ajudar no desenvolvimento de seus colaboradores. O trabalho, coordenado pelo setor de RH, deve chegar em breve a mais setores da Unimed e do São Joaquim Hospital e Maternidade.


Aconteceu na Unimed e no São Joaquim Hospital e Maternidade entre os dias 5 e 8 de Maio, a Semana das Mães. O evento contou com atividades como decoração com fotos das mães e seus filhos, nos corredores principais das empresas, massagem e palestra com a psicóloga Maria Ricci Maia com o tema “Cuidando de Quem Cuida” no anfiteatro do São Joaquim Hospital e Maternidade.

Com Tato 15

pessoas

Mamães colaboradoras recebem homenagem


pessoas Com Tato 16

AFHUF realiza a Festa do Trabalhador Aconteceu no dia primeiro de Maio, na Chácara do Curtume Toinzinho, a tradicional festa em comemoração ao Dia do Trabalho promovida pela Associação dos Funcionários do Hospital e da Unimed Franca (AFHUF). Ao som da Banda Kzual, os presentes puderam aproveitar um delicioso almoço, sol, piscina e muita diversão. Se você ainda não se tornou sócio AFHUF, procure a equipe de Gestão de Pessoas. Vale à pena conferir os benefícios!


A equipe de Gestão de Pessoas da Unimed Franca, em parceria com a consultora Beth Freixes, desenvolve um treinamento de lideranças com toda equipe de supervisores e coordenadores do Grupo Unimed. Participam do treinamento 60 colaboradores, distribuídos pelo São Joaquim Hospital e Maternidade, Unimed Franca e Farmácia Coopersumo. A intenção do treinamento é desenvolver habilidades nos colaboradores para o melhor desempenho do papel de líder, bem como desenvolver a comunicação da liderança com a equipe e o relacionamento interpessoal, entre outras ferramentas importantes para o bom andamento das carreiras e até da vida pessoal dos colaboradores. Hermes Braga, supervisor da Manutenção do São Joaquim, é um dos participantes. Ele avalia que, com as ferramentas aprendidas durante o evento, haverá modificação, para melhor na relação dos líderes com suas equipes. “O curso prima por fornecer ferramentas para que possamos ser líderes de verdade, em todos os sentidos da vida. O impacto que está tendo em minha vida, tanto pessoal quanto profissional certamente refletirá sobre minhas atitudes e vão deixar minha equipe e eu mais felizes, e com certeza impactar nos resultados”, avalia. O programa é desenvolvido dentro de uma perspectiva participativa e vivencial, através de jogos, dinâmicas de grupos, estudos de caso e filmes e consiste em oito encontros. Dois grupos fazem o treinamento. Ao final dos encontros os participantes receberão um certificado de participação. Clésia Cintra, coordenadora do Departamento Financeiro da Unimed, é outra a aprovar a iniciativa. “Considero as atividades indispensáveis. A presença contínua de treinamento nas organizações é fundamental, pois é uma ferramenta importante que busca a excelência e a qualidade nos resultados. Isto pode ser verificado através dos índices de desempenho, motivação e atitudes”, salienta.

Clésia Cintra, coordenadora do Departamento Financeiro

Investimento na equipe técnica é destaque na Unimed Investimento na equipe técnica, com a realização de cursos de especialização profissional. Essas são algumas iniciativas do setor de Provimento, que tem investido e apostado na educação continuada das lideranças para a melhoria dos serviços prestados pelo Grupo Unimed Franca. Entre os destaques deste ano está a realização do MBA de Auditoria Médica e de Enfermagem, um curso voltado para o sistema Unimed em parceira com a Federação Nordeste. Participam deste MBA três colaboradoras relacionadas com a área de auditoria, que além do embasamento teórico e técnico, realizam uma troca de experiências importante com as demais Unimeds da nossa região. Outro investimento importante foi o curso de capacitação em Reabilitação Pulmonar, Realizado na Escola Paulista de Medicina, na capital paulista, com duração de três meses e prazo de término para maio. A mesma colaboradora também participa de uma especialização em Reabilitação Cardiorespiratória no Instituto Dante Pazzanesi de Cardiologia. Através dos dois cursos, a fisioterapeuta Luciane Tristão, a beneficiada, que já atua em fisioterapia respiratória na empresa, deve ajudar na implantação do programa de Reabilitação Pulmonar em Franca no segundo semestre deste ano. “Acreditamos que é um investimento importante e que irá trazer benefícios importantes para os serviços da Unimed Franca. Investir no colaborador é essencial”, disse Fernanda Matsuzaki, que responde pela área de Provimento.

Com Tato 17

pessoas

Treinamento para formar líderes


Qualidade

o ã s s Obse e d a d i l a u pela Q

Com Tato 18

forma. o momento”, in é at s o d ça n a alca estão , os esforços cia e tornar, 9 n 0 0 lê 2 ce e ex d o a an Buscar uim Para o equação os do São Joaq preparação e ad ss a ce a ro ar p p s s o o , ad ia lt no cada d Unimed Franca vo mpreendidas e co e ad es id n ad er id at iv ar, que ternas das at Hospital e M itação Hospital exigências, in ed às cr s A o a d d ra 3 g te el as ade nív mais in do, segundo es de Qualid ça n rõ ca ad al p s r o se d , e externas Grupo deverá perativa, o objetivo do das pela Coo é la u se p ti Es . es o h as al et , sua ve m no trab 2010 para abalha, inclusi tr e d e u o q ir , re ca ve an com a Unimed Fr spitalar até fe “Trabalhamos creditação Ho . A a ão ir aç u iz g et se cr n n ,e às co para co stante desafio rido apenas n fe co n e co d e u ad ra d g guem necessi Nível 3, el 3 em ares que conse reditação Nív al ac it a sp o ir h u g es õ se n iç s co s”, o institu dimento e n um dos maiore é en o at p m o n te a co u ci tão po a excelên Diretor Lúcio Cossi, édicos. m r. s D to a it en d im re d o ac proce cil e, mesm Unimed. lência não é fá o Hospitalar da çã n Atingir a exce te izadas, u an m a exige tivo, foram real , je b lá o ar se es eg m ch o e C após além d rias internas suas práticas, e maio, audito l ri ab a em m u constante de ráticas do ram as p ovação, crian ca in fi ri e ve o çã e u va reno manual lobais não q no informações g dadas en m co re am h n ara, cultura onde as te acreditação p que as pessoas e e d as d o ra ir o le n si ig ra o b sejam vidas. É n il, preparar e de serem ou a prática e ág rm fo e e d d ra a oportunidad to es ospital setores do h azê Américo, g s in D so a er it iv d d re s e ac o que nção da “O Hospital São Joaquim. ta de manute si vi a ar o p d an Qualidade do trilh stituição o Joaquim vem ificação pela in rt , 4 ce 0 0 2 Maternidade Sã e d es d ituto esta cultura adora, o Inst it d re o ac m co o caminho d ade o. A visita r da Qualid alisa de Gestã u , a” Q ad tendo o Seto rn jo ta er em condução des isa deve ocorr al u Q a a d sc u b apoio para a era a ê, que consid deste ano. salienta Dinaz nível de agosto al u at o a par fundamental horar, mas da iremos mel in “A . ão aç it d inho acre a par te do cam o b a m u s o percorrem s foram que os objetivo er iz d s o em d o ep


Diretoria investe na expansão da equipe Outro ponto de fundamental especialmente na questão dos processos e importância para o setor das correções dos eventuais problemas com de Qualidade foi a adesão rapidez e criatividade”, afirma o doutor Júlio. do Médico da Qualidade à Já Dinazê Américo, gestora de Qualidade equipe. Trata-se do doutor do São Joaquim, acredita que a aquisição Júlio César Batista Lucas, é um passo fundamental para melhorias cujas atribuições fazem parte concretas no atendimento ao cliente. “É de um conjunto de ações na essencial e mostra a busca pela Qualidade. busca da interação entre o À medida que se conquista a qualidade corpo operacional e o corpo da assistência à saúde e direcionamos as clínico do hospital, com foco estratégias das instituições para a satisfação na melhoria do atendimento dos clientes/pacientes, identificamos ao cliente. uma real contribuição dos modelos de Com a adição do doutor avaliação da Qualidade para a melhoria da Júlio César à equipe, a intenção é competitividade das instituições de saúde”, promover uma maior participação dos cooperados na busca pela Qualidade, Confira as ações do Setor de além da atuação em gerenciamento de risco e protocolos clínicos, a Qualidade do São Joaquim realização de treinamentos internos e Acompanhamento do Manual Brasileiro de o estabelecimento de normas para o Acreditação; setor, corrigindo as não conformidades Auditorias internas e externas; e ajudando na busca pela excelência Apoio aos setores na preparação para no nível de Acreditação. Acreditação Hospitalar; “A interação entre os setores é Assessoria à Diretoria quanto às ferramentas da essencial e acredito que, com a Qualidade e disseminação da Qualidade; iniciativa da Unimed em buscar a excelência, muito poderá ser feito, Assessoria para a adequação à legislação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária; Apoio aos setores quanto à elaboração e atualização de normas e rotinas dos processos; Assessoria na elaboração e monitoramento de indicadores; Apoio ao setor de atendimento ao cliente quanto ao desenvolvimento de instrumentos para avaliação da satisfação dos clientes e registros de ações de melhorias; Promoção de interação entre os setores

Equipes da Qualidade Dinazê Américo, Sheila Silva, Eduardo Souto, Isabel Tasso, Carmen Moreira, Lígia Tozati e Luciano Cícero; Equipe 2 Laila Mellem, Juliana Oliveira, Karina Andrade, Micheli Figueiredo, Aline Pucci, Roberta Cazarini e Cristiane Silva.

Com Tato 19

Equipe 1


Controladoria

Unimed recebe R$ 25 mil em créditos na Nota Fiscal Paulista

Com Tato 20

A Unimed Franca conseguiu juntar, de março de 2008 até fevereiro de 2009, cerca de R$ 25 mil em créditos no programa Nota Fiscal Paulista. O dinheiro pode ser utilizado pela entidade de forma livre e existem projetos em estudo para escolher a melhor destinação dos recursos. Segundo Ede Carlos Pereira Alves, contador da Unimed, o valor é expressivo e mostra que a equipe da Unimed está antenada com as novidades que podem ajudar na captação de recursos. “Somos uma das únicas empresas médicas do País a aproveitar a Nota Fiscal Paulista e conseguir um total tão expressivo de créditos”, ressalta. O Programa Nota Fiscal Paulista é um programa do governo José Serra (PSDB) que devolve 30% do ICMS efetivamente recolhido pelo estabelecimento a seus consumidores. Ele é um incentivo para que os cidadãos que adquirem mercadorias exijam do estabelecimento comercial o documento fiscal. Os consumidores que informarem o seu CPF ou CNPJ no momento da compra poderão escolher como receber os créditos e ainda concorrerão a prêmios em dinheiro. Desde o início do programa, em 2007, já foram devolvidos quase R$ 1 bilhão em créditos. Os recursos já estão disponíveis para a cooperativa, que conseguiu o crédito graças a ações internas simples, como o cadastramento no programa e uma campanha de intensificação da necessidade de, além de continuar a fazer compras com nota fiscal, informar aos fornecedores o registro da empresa para a verificação do crédito. “São ações simples, mas mostram que a Unimed está combatendo a sonegação e investindo no caminho correto”, afirma Ede Carlos Pereira. O presidente da Unimed Franca, Élson Rodrigues, classifica a iniciativa como “extremamente válida”. “Mostra que estamos antenados com a necessidade de controle fiscal e que, ao fazer isso, podemos ser recompensados com créditos que serão convertidos para a própria cooperativa”, disse.


reconhecimento

Unimed Franca é destaque em evento nacional O Encontro foi marcado pela apresentação de casos bemsucedidos, mesas-redondas e debates. Também estiveram em pauta a importância das certificações, a evolução e os desafios diante das atuais necessidades tecnológicas que envolvem o universo da saúde.

A quarta edição do Encontro Nacional ocorreu entre 7 e 9 de maio, no Novotel Center Norte, na capital paulista, e contou com a presença de cerca de 400 profissionais de Unimeds de todo o país. O encontro, promovido pela Central Nacional Unimed, teve como missão disseminar as boas práticas da verticalização em todo o Sistema e, também, de debater as últimas tendências do mercado.

Outro a participar, foi o supervisor do Centro de Documentação (Cedoc), Marcus Levi Nunes. Em sua explanação, ele mostrou a importância de se investir em organização de documentos e arquivos. “Um arquivo organizado, além de otimizar tempo de resposta, ele agiliza processos, favorece nas tomadas de decisões, e ainda preserva a história de uma empresa”, disse. O diretor da Unimed Franca, Élson Rodrigues, acredita que a participação da Cooperativa em eventos nacionais, em especial como referência, é um demonstrativo de que o trabalho em Franca vem sendo bem executado. “Estamos entre as melhores, como exemplo para todo o país. É mais uma forma de mostrar ao nosso cliente e ao próprio cooperado a qualidade do trabalho”, afirma.

Com Tato 21

A Unimed Franca foi o destaque no Encontro Nacional de Recursos e Serviços Próprios, evento realizado em São Paulo e que reuniu experiências de sucesso implementadas nas Unimeds de todo o País. Os destaques da Cooperativa foram o sucesso no recebimento do seguro obrigatório a que acidentados têm direito (DPVAT), que serviu de modelo nacional, além da expertise no arquivamento de informações (Cedoc).

A Unimed Franca participou do espaço “Experiências de sucessos, insucessos e como eu faço?”. O superintendente hospitalar do São Joaquim, Alexandre Durante, falou sobre a experiência da cooperativa para garantir o recebimento dos sinistros em decorrência de acidentes automobilísticos, por meio do DPVAT. Segundo Durante, os resultados observados em Franca são, hoje, referência nacional. “Hoje, nossos pacientes são orientados sobre seus direitos e, nossos colaboradores treinados para executar o melhor atendimento possível”, disse.


saúde

Medicina Preventiva: tratamento para corpo e mente

Valores de pressão arterial elevados, sobrepeso, labirintite, stress. Esses males, infelizmente, normais no dia a dia conturbados da modernidade, levaram o casal Maurício Teixeira, 60, e Maria Aparecida Teixeira, 66, a procurarem o serviço de emergência da Unimed Franca por pelo menos quatro oportunidades em 2006. Durante os atendimentos, foram encaminhados para consultas a especialistas e devidamente medicados. Em dois dos casos, Maria Aparecida teve que receber tratamento emergencial e ser internada.

Com Tato 22

A situação, no entanto, mudou para melhor nos últimos anos. E ambos são unânimes em afirmar que a grande mudança na vida do casal aconteceu depois que eles entraram para o serviço de Medicina Preventiva da Unimed. Maurício perdeu dez quilos desde que começou o atendimento, em 2006. Além disso, começou a desempenhar atividades físicas que, além de ajudar a prevenir males

como hipertensão, ajudaram na melhora de sua auto-estima. “Posso dizer que hoje, graças à Medicina Preventiva, minha situação melhorou muito”, disse. E os números comprovam: de 2006 até hoje, Maurício não teve um único atendimento de emergência, nem teve que ser internado. Maria Aparecida vive situação semelhante. Com sobrepeso e problemas de pressão arterial, ela começou a acompanhar o marido em 2007 e, de lá pra cá, também não teve mais que passar pela emergência. Em 2007, antes de aderir ao programa, teve que ser atendida às pressas com pressão alta em duas oportunidades. Hoje, sete quilos mais magra, relata melhoras na labirintite que a atormentava há décadas e o monitoramento da pressão arterial mostra índices normais, sem alteração. “Cheguei a ter um pouco de depressão, mas a Medicina Preventiva me fez conhecer novas pessoas, me socializar mais. Hoje, está tudo bem”, disse.


Com Tato 23

O doutor Luiz Alfredo, que atende aos dois, concorda. Segundo ele, a melhora na saúde geral dos pacientes é geralmente acompanhada por outros fatores importantes, como aumento da vida social e das relações interpessoais, o que colabora para a melhora no quadro geral de Saúde. “O corpo é onde se agrupam uma série de fatores, tanto físicos quanto psicológicos, e é a junção de todas essas situações que determina a saúde da pessoa. Na Medicina Preventiva, tratamos as duas vertentes, a física e a psicológica, o que torna o tratamento mais eficaz e reduz significativamente os problemas”, disse. O diretor da Unimed, Élson Rodrigues, concorda. Ele afirma, ainda, que o sistema tem outra vantagem: diminuição dos gastos com atendimentos de emergência e com procedimentos que são evitados. “É uma melhora para o paciente, que fica menos doente e mantém uma saúde melhor, e para a Unimed, que, além de preservar a saúde dos pacientes, reduz gastos com o atendimento emergencial, que são infinitamente maiores que na medicina preventiva”, disse.


saúde

Saúde ocupacional garante mais produtividade e qualidade de vida

Garantir mais saúde e qualidade de vida aos colaboradores, aumentando a produtividade e diminuindo os custos da empresa. Juntar essas duas vertentes parece impossível, mas é justamente o que o setor de Saúde Ocupacional da Unimed Franca oferece ao cliente. O serviço, oferecido na cidade desde 1994, consiste no oferecimento de uma série de serviços pela Unimed que, além de adequarem o atendimento à lei federal, proporcionam o diagnóstico antecipado de moléstias nos colaboradores e fazem com que os afastamentos e faltas ao trabalho, por consequência, sejam menos frequentes. Essa é a opinião do doutor Osvaldo Nascimento, responsável pelo setor de Saúde Ocupacional da Unimed. “Além da melhora na produtividade, o serviço garante a qualidade no atendimento, que conta com médicos capacitados, e a adequação dos horários dos exames laborais de forma a não prejudicar as atividades da empresa, que fica totalmente legalizada e dentro das determinações federais”, salienta. Ainda segundo Nascimento, outros benefícios são a realização de exames complementares e o atendimento via internet. “O cliente conta ainda com o atendimento em intercâmbio com outras Unimeds e o apoio de mais de 280 médicos cooperados da Unimed Franca”, salienta.

Com Tato 24

As palavras do doutor Nascimento podem ser observadas

na prática. O apoio da Unimed foi considerado fundamental pela Labareda Agropecuária, empresa que atua na produção de café, cana e eucalipto. Com cem funcionários, a empresa começou, há quatro anos, um processo de certificação. A Unimed ficou responsável pela área de medicina ocupacional e segurança do trabalho. “Essa parceria além de inovadora trouxe inúmeros benefícios tanto para a empresa como para os colaboradores”, disse Flávia Lancha, proprietária da empresa. Ainda segundo Lancha, os exames, além do admissional, passaram a ser periódicos, com todos os exames complementares exigidos por cada função, também incluídos no plano. “Isso cortou em pelo menos 40% as faltas médicas e aumentou a produtividade”, disse. Outras melhorias foram as palestras de alcoolismo e tabagismo feitas na empresa. A partir do trabalho direcionado pela Unimed, a empresa começou a fornecer café da manhã para todos os funcionários. A ação fez com que o rendimento aumentasse e diminuísse também a ingestão de álcool logo pela manhã. A segurança do trabalho também teve um papel fundamental dentro da empresa. Hoje temos pouquíssimos acidentes. “Formamos um técnico em segurança e através de uma assessoria da Unimed mantemos nossa empresa e funcionários conscientes da importância de trabalharem evitando acidentes”, finaliza Lancha.


SERVIÇO Para adquirir a assessoria da Unimed Franca em Saúde Ocupacional, basta solicitar uma visita do consultor de vendas através do telefone (16) 3711 6677 ou (16) 9214 3121. Ele fará uma visita personalizada e elaborará um plano que se adéque perfeitamente à necessidade de cada empresa.

Sabia mais sobre os produtos oferecidos PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional); PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais); PCMAT (Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção Civil) LTCAT (Laudo Técnico Condições Ambientais Trabalho) CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) Curso de Brigada de Incêndios, Primeiros Socorros Contestação do NTEP (Nexo Técnico Epidemiológico) PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário) Palestras

Com Tato 25

Laudo Ergonômico


saúde Com Tato 26

Programa Respirar: mais qualidade de vida e menos internação

As doenças pulmonares estão entre as causas principais de morbidade e mortalidade em todo o mundo. Delas decorre, inclusive, um impacto econômico e social que é substancial e crescente. Para reduzir os danos, tanto nos aspectos de saúde quanto financeiros, a Unimed Franca desenvolve o Programa Respirar, um conjunto de ações, cuja finalidade é o atendimento eficaz aos pacientes com alterações respiratórias. O princípio básico envolve o conceito de reabilitação pulmonar, com um programa de tratamento que visa devolver a independência do paciente com disfunção respiratória frente às atividades de vida diária, melhorando sua qualidade de vida, além de valorizar a participação efetiva da família. O programa compreende o treinamento físico das extremidades superiores e inferiores, educação e intervenção psicossocial e comportamental. O atendimento é coordenado por uma equipe composta por médico pneumologista, fisioterapeuta, nutricionista e psicóloga. Inicialmente, é realizada uma avaliação completa da função pulmonar, da musculatura respiratória, da capacidade física, da condição nutricional e dos aspectos emocionais do paciente. Além do treinamento diário, o programa compreende o componente educacional, em que o objetivo é fornecer subsídios para o paciente exercer maior controle sobre a doença, aumentar a compreensão sobre sinais e sintomas, auto cuidado e técnicas de conservação de energia. As aulas são ministradas pela equipe multidisciplinar aos pacientes e seus familiares. Entre outros, sendo os tópicos abordados a farmacoterapia, a nutrição, o relaxamento, a fisioterapia respiratória, o exercício, o tabagismo e a oxigenoterapia. A duração do programa é de 24 sessões, sendo realizadas três sessões semanais com duração diária de 1h30. Ao final do programa é necessário o paciente ter orientação e monitoramento, com reavaliação mensal por toda equipe. “É necessário que os pacientes tenham consciência de que os benefícios alcançados não se perpetuarão, isto é, se o treinamento for descontinuado, seu efeito desaparecerá. Uma das razões para o sucesso da Reabilitação Pulmonar baseia-se no fato de que os pacientes crônicos possuem componentes que não são apenas o pulmonar e os mesmos são tratáveis”, disse Luciana Tristão, fisioterapeuta responsável pelo projeto. Entre os benefícios estão a dessensibilização da dispnéia,

o aumento da capacidade física, redução da ansiedade e depressão, maior facilidade para realizar as atividades de vida diária, melhora na qualidade de vida e diminuição nos dias de hospitalização. Em paralelo à Reabilitação Pulmonar, o Programa Respirar integra a fisioterapia respiratória, dando a possibilidade dos pacientes receberem atendimento quando por motivo de agudização da doença, não puderem participar do treinamento físico. O objetivo é evitar o agravamento da doença e a hospitalização destes pacientes, sabendo-se que há um declínio considerável da função pulmonar, além de perda do condicionamento físico.


Contribuir significativamente para melhorar a educação nas escolas públicas, além de ensinar novos valores para a vida, melhorar a interação entre os alunos e professores e mobilizar a comunidade escolar para ações de cidadania. Eis algumas das possibilidades enxergadas pelos educadores através do programa Cooperjovem, iniciativa apoiada pela Unimed Franca que já atinge praticamente dez mil alunos na região. Implantado em Cristais Paulista, Itirapuã e Franca, através de uma parceria entre as Secretarias Municipais de Educação e as cooperativas Cocapec, Credicocapec, Coonai, Credicoonai e Unimed Franca, o programa se propõe a formar educadores para desenvolver projetos nas escolas amparados no cooperativismo e na união de esforços. No total, são pelo menos cem professores treinados. Os educadores participam de um curso que tem como principais conteúdos o cooperativismo, práticas cooperativas e projetos educacionais cooperativos. Após a capacitação, em conjunto com os alunos, os professores criam projetos para colocar a cooperação em prática. Nos seis anos

de atividades do Programa foram desenvolvidas hortas nas escolas, campanha de arrecadação de alimentos, visitas a asilos e creches, plantio de árvores, exposição de desenhos inspirados nos ensinamentos do cooperativismo, conscientização ambiental, ampliação do acervo de livros na biblioteca da escola, entre outras ações. Um exemplo de como o projeto pode modificar a realidade dos envolvidos vem de Cristais Paulista. Graças aos ensinamentos do Cooperjovem e da liderança da educadora Sônia Berteli Pelizaro, que comanda o programa na Escola Municipal de Ensino Básico Jarcy Araci de Mattos, a comunidade ganhou uma sala de leitura com decoração personalizada, além de livros paradidáticos. “A vontade de criar uma sala de leitura que tivesse a magia dos contos e a alegria das fábulas, sempre esteve presente nos planejamentos a serem desenvolvidos durante vários anos letivos, mas nunca se concretizou. Foi através da parceria da Secretaria de Educação do município de Cristais Paulista com o programa Cooperjovem, que enxergamos a possibilidade de tornar nosso sonho em realidade”, disse a

educadora. Segundo ela, foram organizadas as etapas do projeto no encontro semanal dos professores e, após a aprovação da comunidade escolar, o projeto saiu do papel. “Através de uma promoção onde todos estavam envolvidos, desde gestores até alunos, conseguimos levantar um valor considerável para a compra de livros paradidáticos”, disse. Na iniciativa, professores, mães, voluntários e parceiros organizaram e decoraram uma sala já existente na escola e que serviu de base para o projeto. “Foi inexplicável a emoção que sentimos. O projeto só foi possível porque foi desejado por todos. Construir uma sala de leitura foi construir acima de tudo um caminho para as conquistas de respeito, superação, parcerias e cooperação, na certeza de que aquilo que é desejado por todos é mais belo, e que somos muito mais quando nos permitimos ser um”, avalia.

Com Tato 27

Responsabilidade social

Cooperjovem equipa sala de leitura em Cristais Paulista


artigo

“Células – Tronco:

Uma revolução da medicina regenerativa”

Por Dra. Maria Helena Nicola - Coordenadora de Pesquisa da Cryopraxis

Com Tato 28

A Cryopraxis é uma empresa de criobiologia, cujo objetivo é oferecer serviço de coleta, transporte, processamento e armazenamento de longa duração das células-tronco (CT) de sangue de cordão umbilical e placentário (SCUP). As Células-tronco apresentam capacidade de autorenovação (garantindo a reserva de células para o reparo tecidual) e potencial de diferenciação em diversas categorias funcionais. As CT podem ser embrionárias - obtidas de embriões ou adultas cujas principais fontes são a medula óssea e o SCUP. As CT do SCUP apresentam vantagens importantes com relação a outras CT adultas. Comparadas as da medula óssea essas CT apresentam ausência de risco para o doador, devido seu método de coleta não invasivo; disponibilidade imediata para transplante; risco menor de infecção por Citomegalovírus e vírus Epstein-Barr e maior capacidade de proliferação e diferenciação. O transplante de SCUP é hoje uma prática usual em doenças hematológicas em crianças e adultos. O uso de SCUP, antes indicado quase exclusivamente para transplantes alogênicos (sendo o doador outra pessoa) já é realizado com as CT autólogas (da própria pessoa). Entre os alogênicos, entretanto, os melhores resultados são sempre os obtidos de transplantes realizados com o SCUP de aparentados (preferencialmente irmãos) compatíveis. O SCUP contém CT hematopoéticas (formadoras do sangue), mesenquimais (formadora de ossos,

cartilagem) e endoteliais (formadoras de vasos sanguíneos). Essa diversidade permite que elas sejam usadas em terapias celulares em um número cada vez maior de doenças como: na reconstituição da medula óssea, em doenças hematológicas e tumores sólidos; em doenças auto-imunes, como esclerose lateral amiotrófica, esclerose múltipla, artrite reumatóide, lúpus e diabetes tipo I; na reconstituição de tecidos íntegros; nas doenças do envelhecimento, como as neuronais e cardíacas e em laboratório (bioengenharia). Os estudos com animais usando CT de SCUP, já estão muito avançados e têm demonstrado a possibilidade dessas células se diferenciarem em osteoblastos, condroblastos, adipócitos e neurônios. A coleta de SCUP é um procedimento seguro, rápido, indolor e que não causa nenhuma interferência com os procedimentos médicos no parto. O armazenamento é feito em tanques de Nitrogênio líquido a ultra-baixas temperaturas (-196ºC). Na Cryopraxis este armazenamento é feito com auxílio do exclusivo Sistema L.A.R. – Linha de Abastecimento Remoto, o qual garante o controle de todos os parâmetros do banco proporcionando maior garantia, segurança e eficiência. Esse tipo de armazenamento permite que as células possam permanecer armazenadas, sem perder suas características, por um longo período.


novidade

Gerenciamento de Doenças Crônicas começa em junho Melhorar a qualidade de atendimento com diminuição de custos. Com esse objetivo, foi criada, em 2008, a área de Gerenciamento de Casos e Doenças Crônicas (Gecad), que conta com equipe multidisciplinar composta por enfermeiro, nutricionista, psicólogo, assistente social, fisioterapeuta, técnico de enfermagem e assistente administrativo e, tem como missão monitorar e gerenciar os pacientes que necessitam de procedimentos de alto custo e com doenças crônicas. O primeiro passo, iniciado ainda em 2008, foi o gerenciamento de casos, que consiste no acompanhamento sistemático dos pacientes que necessitam de cuidados mais intensos, ou seja, plano de cuidado individualizado para cada caso. Eles representam aproximadamente 1% do total da carteira de clientes e, por apresentarem necessidades de atenção específica e constante, a Unimed busca viabilizar a organização da assistência deste paciente, bem como a capacitação do auto cuidado através da orientação sobre a doença para o paciente e para a família. Com isso, é elaborado um plano de cuidado juntamente com o paciente e o cuidador, com metas de melhoria que variam de acordo com cada caso. A busca principal é pelos resultados assistenciais, melhorando e proporcionando uma melhor qualidade de vida para nossos pacientes, e consequentemente, resultados econômicos. Para a operacionalização e capacitação da equipe, houve o assessoramento da Nagis, empresa que possui expertise em gestão de carteiras de operadoras de saúde e o projeto, que já tem seis meses, terá seus primeiros resultados divulgados nos próximos meses. “É possível adiantar, no entanto, que, pelas observações que fizemos, acreditamos na confirmação de

números positivos”, avalia o doutor Marco Benedetti, diretor da área de Provimento. A expectativa é tão positiva que a Unimed Franca coloca em operação, em junho, a segunda etapa do projeto, que é o gerenciamento de doenças, metodologia sistematizada de acompanhamento dos pacientes que possuem doença crônica identificada, e necessitam de orientação para evitar o agravamento dos riscos. Outro ponto importante neste programa é a fidelização do paciente ao médico assistente, destacando ainda a valorização do atendimento no consultório do especialista. A categoria de pacientes que dará início ao processo é a de pacientes com Risco Cardiovascular. Estarão envolvidos neste primeiro momento do programa dez médicos assistentes, entre as especialidades de endocrinologia, cardiologia e clínica médica, juntamente com a equipe do Gecad para dois meses de programa piloto. A novidade é a tecnologia envolvida, um sistema informatizado que poderá ser utilizado por todos os envolvidos, inclusive o paciente, criando uma história clínica e de cuidado do paciente. Esta iniciativa representa o marco da mudança no modelo de assistência médica na Unimed Franca, estimulando o conhecimento e a promoção da sinergia no cuidado. Após a fase piloto, que chamamos de maturação e ajustes, o modelo será estendido para os demais médicos, com a expectativa de que todos participem. Os resultados dessa iniciativa serão colhidos no médio e longo prazo, mas a percepção do cliente será imediata, pois este tipo de ação é que faz a diferença na decisão do cliente.

Saiba mais sobre Portabilidade No mês de abril passaram a vigorar as normas referentes à portabilidade dos planos de saúdes – RN 186/2009 e IN DIPRO 19/2009. Assim como ocorreu na telefonia celular, a portabilidade também é possível aos usuários de planos, observadas as exigências legais. A definição de portabilidade é a contratação de um plano privado de assistência à saúde com registro de produto na ANS na mesma ou em outra operadora, concomitantemente, à rescisão do contrato referente a um plano privado de assistência à saúde contratado após 1º de janeiro de 1999, ou adaptado, em tipo compatível, observado o prazo de permanência, na qual o beneficiário está dispensado do cumprimento de novos períodos de carência ou cobertura parcial temporária. Trocando em miúdos, é a troca de plano ou de operadora, para aqueles que contrataram planos regulamentados individuais sem a obrigatoriedade de pagar carências ou coberturas

parciais temporárias. Os requisitos para que o beneficiário se enquadre na possibilidade de portabilidade são: ter contratado plano individual ou familiar, estar adimplente no plano de origem, ter prazo de permanência de pelo menos dois anos, sendo que, em caso de doenças e lesões preexistentes, o prazo mínimo passa a ser de três anos, o plano de origem deve ser em tipo compatível com o de destino (em segmentação, abrangência e faixa de preço) e, a solicitação deve ser feita no período compreendido entre o 1º dia do mês de aniversário do contrato e o último dia útil do mês subsequente. A notícia da edição da norma pela ANS, recebida com entusiasmo pelos consumidores, não parece trazer muitos efeitos práticos ou mercadológicos, uma vez que foram impostas tantas condições para sua realização, que raramente o consumidor se enquadrará nas hipóteses de portabilidade.

Com Tato 29

Por Juliana Russo – Assessora Jurídica da Unimed


novidade

Remuneração por Performance é a novidade na Unimed

A questão da remuneração médica é um assunto que vem sendo discutido e pesquisado há mais de dois anos na cooperativa, já que o modelo adotado em 2004 para remunerar os médicos, denominado bonificação, tornou-se desalinhado com o decorrer do tempo e com as mudanças no modelo de assistência. Baseada nessa realidade, o Provimento de Saúde estudou no decorrer de 2008, o modelo de Remuneração por Performance. O projeto teve a assessoria do doutor Cesar Abicalaffe, médico consultor estudioso do assunto e o representante deste modelo no Brasil. A principal novidade nessa modalidade é a busca continua da valorização dos profissionais de acordo com seu desempenho, medido por indicadores de qualidade. O novo sistema é dividido em cinco agrupamentos de indicadores - utilização, custo, resolubilidade, atenção à saúde e satisfação do cliente e da operadora. O modelo foi testado paralelamente em cinco especialidades durante seis meses, de junho a dezembro de 2008, para amadurecimento e ajustes no modelo a ser aplicado, bem como mensurado o impacto econômico-financeiro no orçamento

da operadora. Para estender o modelo nas demais especialidades e como se trata de um modelo de premiação e não de punição, todas as questões foram discutidas e acordadas em reunião específica com cada especialidade, no decorrer do primeiro trimestre de 2008. O modelo foi implantado em março de 2009 e conta grande aceitação por parte dos cooperados. “O próximo passo será a realização de novas reuniões com as especialidades após três meses de programa implantado, pois acreditamos que a construção de um modelo ideal deva ser compartilhada com os envolvidos”, afirma o doutor Marco Benedetti, diretor do Provimento de Saúde. O objetivo do programa é o princípio da equidade, que trata diferente os diferentes, lógica essa que não ocorre quando se remunera através de uma tabela de honorários médicos engessada. “Isso é importante porque o médico está muito desvalorizado no seu processo de prestação de serviços. Na soma de todos os custos com a saúde, o que vai para ele é menos de 20%. No entanto, é a partir dele que todo o gasto com assistência é gerado”, avalia Benedetti.

Com Tato 30

Medicina Nuclear: nova especialidade da Unimed Desde o dia 15 de maio, a Unimed ganhou uma nova especialidade médica: Medicina Nuclear. Tratase do doutor Semir Daher Filho, o mais novo especialista no setor, a integrar os quadros da Cooperativa. A Medicina Nuclear é uma especialidade médica que se ocupa das técnicas de diagnóstico e terapia baseadas em imagens. Para gerar as imagens, ela utiliza partículas ou nuclídeos radioativos, em doses muito baixas e que não causam nenhum tipo de reação ao paciente. Uma das técnicas mais modernas da medicina, a técnica nuclear pode ser aplicada nas mais diferentes áreas médicas, entre elas: oncologia, cardiologia,

neurologia, urologia, nefrologia, pneumologia, ortopedia, pediatria, ginecologia e cirurgia. Como resultado das técnicas avançadas, é possível observar o estado fisiológico dos tecidos de forma não invasiva, através da marcação de moléculas participantes nesses processos fisiológicos com isótopos radioativos. “A Medicina Nuclear é um setor de alta complexidade e tecnologia. A chegada do doutor Semir, que é altamente capacitado, é um ganho para a Unimed e para os nossos clientes”, diz Elson Rodrigues, diretor da Unimed, que deseja, ainda, as boas vindas ao recém chegado.


Ocorrência no Poliesportivo teve 52 feridos; atendimento da Cooperativa foi completo. A Defesa Civil de Franca realizou, no dia 28 de maio, uma grande simulação de atendimento a uma ocorrência de terrorismo no ginásio Poliesportivo. Bombeiros, Polícia Militar, Exército e a Unimed Franca, entre outras instituições, estiveram presentes no treinamento, que teve o objetivo de integrar todas as equipes de atendimento de emergência da cidade para eventuais catástrofes. O cenário da simulação foi um jogo de basquete, também simulado. Durante o evento, quatro bombas de alto potencial explodiram e fizeram com que o teto do ginásio desabasse, deixando 52 vítimas, sendo 15 pessoas com ferimentos de natureza leve, 17 com ferimentos graves, 15 com ferimentos gravíssimos e 5 mortos. A Unimed Franca participou do evento disponibilizando as unidades do SOS Unimed para atendimento de emergência e suporte avançado de saúde. Em 50 minutos, todas as vítimas foram examinadas pelas equipes da Unimed, sendo que as mais graves foram mandadas imediatamente ao São Joaquim Hospital e Maternidade. De acordo com o doutor Eduardo Olivieiri, médico que coordenou todo o trabalho do SOS Unimed no local, o evento serviu para simular um grande atendimento e mostrou que a Unimed Franca tem todas as condições de atender bem, mesmo nas grandes tragédias. “Nossa equipe mostrou que está preparada e que a cidade de Franca, além dos nossos clientes, pode ter a certeza de um excelente atendimento mesmo nos piores casos”, disse. EMERGÊNCIA - Depois dos primeiros socorros aplicados no Poliesportivo, sete vítimas em estado gravíssimo foram levadas ao São Joaquim Hospital e Maternidade, o que consistiu em um treinamento para a equipe da Unidade de Emergência. A atividade foi surpresa e, no caminho, a equipe do SOS Unimed teve que reverter uma parada cardíaca e foi obrigada a entubar dois pacientes. No São Joaquim, houve o acionamento da equipe de plantão à distância, que é composta por um neurologista, um cirurgião e um ortopedista, além dos três médicos emergencialistas que cumprem plantão no próprio hospital. Para Wesgler Jacinto, supervisor do SOS Unimed, o treinamento foi positivo. “A parceria com o Corpo de Bombeiros já existe e foi intensificada com o treinamento. Quase 100% dos colaboradores foram treinados e isso é um diferencial muito importante na hora de atender emergências”, disse. Com Tato 31

novidade

Defesa civil e SOS Unimed simulam atendimento em atentado


pessoal

Wesgler, do SOS Unimed, economizando a água de casa. Aproveitou o treinamento da Brigada de Incêndio para tomar banho.

Coluna d

Arlete Um sonho! Arlete, ainda dá tempo de realizar.

Sr. Berdu Isso é que é exemplo. A experiência fazendo a diferença no treinamento da Brigada.

Passeio Franca x Restinga Olha a turma vestida de Unimed no passeio Franca a Restinga, até o SOS Unimed este presente

Com Tato 32

Dr. Gói, ministrando palestra em comemoração ao mês da Enfermagem. O tema “Obesidade Mórbida e Cirurgia” atraiu pessoas até de fora. Ao lado dele, a toda sorridente Cintia Ribolla, responsável pelo R.H., o presidente da AFHUF Sebastião Solimar e a novata Lídia Oliveira, também do R.H.

Dra. Renata Rennó Schiavetto Haber, é a mais nova cooperada da Unimed. Esposa do Dr. Daniel Haber, ela compõe o grupo de especialistas em otorrinolaringologia. Seja bem vida.

O Tato é o mais novo contratato da revista Com Tato. Tato é um jovem jornalista recémformado que está em ascensão devido seu grande profissionalismo. Sua função dentro da revista Com tato será em administrar sua própria coluna, onde terá informações diversas dos cooperados e colaboradores da Unimed Franca e São Joaquim Hospital e Maternidade.


Tato a Tato com Dr. Marcelo Bittar

Especialidade: Pediatra, Intensivista, Endocrinologista E-mail para contato: marcelobittar@netsite.com.br Formação: Faculdade Medicina Marília Idade: 46 anos Altura: 1,79 Cor preferida: azul Comida predileta: italiana Lazer: jazz e leitura Amor: minha esposa Passado: a época do colegial e da faculdade Presente: meu trabalho Futuro: ter saúde O que é mais importante na sua vida: Deus, família e amigos Uma tristeza: o falecimento do meu pai Uma alegria: meus filhos Um sonho: uma sociedade mais justa Filme predileto: gostaria de ressaltar a consistência dos filmes do Clint Eastwood Programa de TV: Futebol e notícias Torce por algum time: Palmeiras Uma frase: “Se algo não é obviamente impossível, então deve haver alguma maneira de fazê-lo” Nicholas Winton Unimed é: Um bom local de trabalho Quanto tempo é cooperado: 17 anos (desde 1992) Profissional 1) Ser médico significa? É uma alegria trabalhar promovendo o bem estar das crianças. 2) O que mais o realiza na profissão?

1º O momento de um diagnóstico difícil em endocrinologia; 2º O momento da alta de um paciente que esteve grave na UTI pediátrica. 3) O que falta na profissão? Mais tempo para a vida pessoal. 4) Qual a maior dificuldade em ser médico? Lidar com a dor das pessoas ao enfrentar as doenças. 5) Porque escolheu a medicina? É uma profissão digna e que ajuda o próximo. 6) O que o levou a se especializar em Pediatria? Decidi fazer pediatria, pois o pediatra faz medicina geral, atendendo as crianças; as duas subespecialidades são áreas importantes para a saúde das crianças. 7) O que esperava da profissão ao se formar? Que houvesse o mesmo atendimento para pacientes de todas as classes sociais. 8) Como vê a medicina hoje? O profissional que sabe utilizar os meios eletrônicos para atualização científica, consegue oferecer um atendimento de qualidade a seus pacientes mesmo fora de um grande centro. 9) Comente sobre a última atualização profissional A minha pós-graduação em endocrinologia, na FMRP – USP aconteceu depois da minha compreensão da importância da biologia molecular no diagnóstico das doenças, especialmente em endocrinologia. Esse estudo que desenvolvi por 4 anos me ofereceu uma visão mais ampla das doenças ligadas aos genes, tornando-me um médico mais completo.

Com Tato 33

a do TATO:


pessoal

Equipe de TI busca atendimento generalista Investir na formação de uma equipe generalista, capaz de atender à demanda dos negócios do São Joaquim Hospital e Maternidade. Eis o objetivo do setor de Tecnologia de Informação da Unimed Franca. A equipe de suporte TI do São Joaquim é formada por seis profissionais divididos em duas categorias: Suporte a Sistemas e Infra-estrutura. Para atingir os objetivos, as atividades relacionadas à conectividade, cabeamento, hardware e ativos de rede, entre outras, passam a ser direcionadas a parceiros, que detém o Know-How e possuem equipe multidisciplinar para atender às diversas demandas exigidas. Outra novidade importante é a realização de reuniões semanais com todos da equipe, em que cada um expõe ao grupo as atividades que estão em andamento. Esta dinâmica ajuda a tornar públicas as metas e dificuldades, de forma que todos possam contribuir com a necessidade, bem como criar o entendimento comum do que acontece na empresa através das demandas direcionadas a TI: implementações, suportes, projetos, treinamentos e oportunidades, entre outras. Dessa forma, segundo Mauro Carneiro, gerente de projetos do São Joaquim, os diversos setores tem impacto no resultado final, o que ajuda a mostrar que não existem processos isolados entre as áreas. “Qualquer implementação, rotina adotada ou mudança de processo são ações que terão representatividade em algum ponto do fluxo hospitalar. Assim como os módulos do sistema de gestão são integrados; os processos de cada área deverão ter seus impactos medidos”, avalia.

Com Tato 34

Ainda de acordo com Carneiro, a ideia desse processo é manter uma equipe generalista, deixando para parceiros externos o que de fato tem caráter específico, como customizações, estrutura de rede, estrutura de dados, backup, servidores, cabeamento, segurança e serviços de e-mail, entre outros. “A equipe própria trata as demandas originadas pelos usuários, bem como também é cliente dos serviços que envolvem a disponibilidade dos sistemas; dedicando assim mais tempo ao conhecimento e necessidades relacionadas ao core da empresa”, disse.


Com Tato 35


Revista Com Tato - Junho 2009  

Revista Com Tato - Unimed Franca