Issuu on Google+

JORNAL

UNIFRA

Detalhe do Prédio 7, administração central

ano 11 | nº 49 | Santa Maria - RS | outubro/novembro 2011 | Distribuição gratuita

Mais Unifra Lançado novo ambiente de aprendizado

p. 13

Reabilitação Estudantes resgatam autoestima dos pacientes

p. 11

p. 09

Conheça os cursos de graduação e técnico que a Unifra oferece na Mostra das Profissões que acontece no dia 08/10, sábado, Conjunto I da Unifra. Professores e funcionários vão auxiliar a desvendar suas vocações e motivações para escolha da profissão. Visite!

p. 06 e 07

Cristian Cunha

Casa de Saúde Memória do hospital começa a ser resgatada

da


Carlos Spall

intercâmbio

O Curso de Letras recebeu no mês

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11

de setembro uma delegação de uruguaios de aproximadamente 40 pessoas que durante três dias assistiram aulas e visitaram a Instituição. Na foto, duas alunas estrangeiras representam o grupo que se reuniu com a reitora, Iraní Rupolo.

2

espaços institucionais para assimilação, socialização e produção do conhecimento refletirão, concretamente, a realidade sociocultural nacional, perpassada pela realidade internacional para uma formação profissional consistente diante dos desafios do mundo contemporâneo.” A dinâmica do ambiente universitário demanda a integração de novos conhecimentos e práticas aos currículos já existentes, os quais possibilitem aos estudantes aperfeiçoarem sua formação, na construção do necessário embasamento teórico-científico para o seu futuro profissional. Construírem conhecimento e habilidades para lidar com o desenvolvimento sustentável do mundo, o qual somente poderá ser alcançado com visão de longo prazo e capacidade de posicionar-se no contexto da realidade mundial,

integrando o seu conhecimento com outras áreas do saber. Para isso, é necessário apropriar-se de saberes e habilidades, engajando-se na acepção do aprendizado para toda a vida. Seja nas atividades cotidianas, seja em eventos acadêmicos, importa tratar as questões do mundo real a partir de abordagens com base ética e científica para a formação de pessoas comprometidas com os valores humanos, que possibilitem desenvolver melhor compreensão da sociedade. Nesse viés, o ensino, a pesquisa, a reflexão, as interrelações darão sua contribuição para geração de conhecimento em áreas essenciais, auxiliarão na redução dos conflitos, no cultivo da paz, no respeito à diversidade cultural, de forma a transferir conhecimento para preservar e cuidar do ambiente em que todos vivemos, tornando melhores as condições de vida.

Sejam bem-vindos

positivamente o indivíduo alinhado às exigências do mundo moderno. Hoje, a Unifra oferece 33 cursos de graduação divididos em quatro áreas do conhecimento: saúde, humanas, sociais e tecnológicas. Além de estar atenta às novas tendências do mercado de trabalho, no próximo vestibular será ofertado o Curso de Engenharia Química, a Unifra valoriza, em especial, profissões fundamentais para o desenvolvimento da sociedade, priorizando a formação contínua de novos professores. Assim como os profissionais da Unifra foram bem recebidos durante a divulgação da Mostra nas escolas, a Unifra espera atender a todos os estudantes na tradução de seus gostos e interesses, indicando a possibilidade de realização pessoal e profissional para cada jovem.

editorial

Laura Fabrício

Integração de saberes

Como instituição de ensino superior, a UNIFRA exerce nos contextos local, regional e nacional sua contribuição para o avanço cultural, científico, tecnológico, tendo em vista o desenvolvimento da sociedade. Nesse entendimento, o XV Simpósio de Ensino, Pesquisa e Extensão, que aborda o tema: Educação e Ciência na Era Digital, é uma mostra da identidade institucional em que se apresenta e se expõe uma multiplicidade de resultados de estudos, investigações e práticas acadêmicas. É, também, expressão da concepção acadêmica institucional que envolve conhecimento, metodologia, reflexão e diálogo materializados em uma construção coletiva com a finalidade de tornar o conhecimento relacionado à vida, ao trabalho diário. As diretrizes curriculares institucionais orientam esse posicionamento acadêmico ao afirmar que “os

Entre as missões institucionais da Unifra, está a promoção do saber e do conhecimento técnico-científico gerado na academia. Este estudo, por sua vez, é direcionado aos avanços culturais, científicos e tecnológicos para sociedade em geral, tendo em vista o respeito às diversidades para construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Assim, a Mostra das Profissões da Unifra, que acontece no dia 08 de outubro, foi projetada para ser um evento capaz de apresentar, para os estudantes de ensino médio e suas famílias, que a formação superior tem a capacidade de transformar

Expediente Reitora: Iraní Rupolo Pró-reitora de Administração: Inacir Pederiva Pró-reitora de Graduação: Vanilde Bisognin Pró-reitora de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão: Solange Binotto Fagan Chefe de Gabinete: Orlando Agostta

Assessoria de Comunicação Unifra Reportagens: Caroline Cechin e Carlos Spall Projeto Editorial e Gráfico: Carlos Spall e Maurício Lavarda Diagramação: Maurício Lavarda Apoio Fotográfico: Laboratório de Fotografia e Memória Unifra

Ilustrações: Tiago Cristo Relações Públicas: Kelly Schuster Jornalista Responsável: Carlos Spall divulgar@unifra.br | @unifraonline www.facebook.com/Unifra

Iraní Rupolo - Reitora


on-line

Rádio Unifra tem novo site

fotos: Hieih Coletto

Está on-line mais uma plataforma de informação e entretenimento para jovens universitários apreciadores de boa música, a Rádio Unifra. Além de estilos variados de som, que on-line no endereço: passam por clássicos do www.radiounifra.org rock, jazz, MPB, até a popularidade do sertanejo, a programação pluralista da rádio visa interagir e levar ao ar as ideias dos universitários em benefício da sociedade e da instituição de ensino. “Somente compreendendo a sociedade que os cerca é que os

Acesse a rádio

estudantes vão se tornar bons profissionais. Assim, a rádio serve para dar visibilidade e ampliar a produção acadêmica diante de um pensamento crítico e transformador”, explica o professor de jornalismo, Maicon Kroth. O site que dá suporte à Rádio Unifra foi criado pelos profissionais do Laboratório de Produção Radiofônica, do Curso de Comunicação Social da Unifra. Através do Twitter, Facebook e e-mail, você pode interagir com o pessoal da programação que atende ao seu

pedido musical, o qual garimpa e divulga informações de interesse dos acadêmicos. O endereço on-line da rádio é: www.radiounifra.org. Durante a semana o programa “Só pra Variar”, das 14h às 17h, é um dos mais ouvidos da programação. Lá você deixa seu recado no mural, assiste aos vídeos da Unifra, confere a previsão do tempo e ainda pode sugerir pautas para equipe de futuros jornalistas que, além da rádio, trabalham na Agência Central Sul de Notícias.

bem como o setor de segurança do trabalho para que sejam tomadas as providências corretas. “Se estiver ao meu alcance, eu realizo os primeiros socorros, depois encaminhamos para Unimed, se for necessário. Depois disso, nós temos 24 horas para fazer o registro da comunicação de acidente de trabalho, o Cat”, destaca Cynthia. Quando não for possível avisar a técnica imediatamente, deve-se entrar em contato com o SOS Unimed que fará o atendimento. O telefone é 0800 516600. A cada edição você conhece um ou mais setores da instituição.

- Ao fim de duas horas no computador, levante-se e descanse de 10 a 15 minutos. - Estique o corpo ou dê alguns passos. Se puder, pratique exercícios de alongamento e relaxamento. - Feche os olhos por alguns segundos e foque ocasionalmente paisagens ou objetos distantes (a 6 metros ou mais) - Aos professores: evitar a ingestão de alimentos e bebidas geladas ou quentes em excesso. - Tomar água em abundância é fundamental para manter a garganta umedecida.

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11

Você sabe o que o setor de Segurança do Trabalho faz em uma empresa? Ele é responsável pelas medidas de controle de prevenção de acidentes e doenças ocupacionais. “Zelamos pela integridade física e mental dos funcionários e professores da instituição, e isso envolve toda parte de segurança e medicina”, enfatiza a Técnica em Segurança do Trabalho, Cynthia Soares. A funcionária adverte que, quando houver um incidente de percurso ou acidente de trabalho, deve se avisar o mais rápido possível ao diretor ou coordenador de curso,

Caroline Cechin

Segurança do Trabalho

conheça o setor

Acompanhe a Rádio Unifra nas redes sociais: @RadioUnifra http://on.fb.me/radiounifra

3


Egressos da Unifra Este espaço é reservado para vocês.

Eu entrei no Curso de Design da Unifra no segundo ano do seu funcionamento, em 2000. Na faculdade tive bons professores, que me incentivaram a pesquisar e melhorar, foram mestres e amigos. Durante toda a faculdade, observei o quanto era instigante ser professor, principalmente na área do design, uma área pouco conhecida na época. Fui atrás do meu sonho, fiz cursos, comecei uma especialização. Durante a pós-graduação, tive a primeira oportunidade na carreira docente, passei no concurso de professor substituto na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, hoje sou mestranda de Design na mesma instituição. Não tem como olhar para os meus alunos sem lembrar do quanto foram importantes os mestres e a formação que eu tive na Unifra. O designer avalia as necessidades do cliente e elabora produtos que ofereçam qualidade e funcionalidade. Esses devem responder às necessidades e exigências do usuário no contexto socioeconômico-cultural e às possibilidades de produção, contribuindo para a sociedade, na qual o designer está inserido. Esse profissional deverá ser capaz de pensar, criar, analisar, criticar e realizar projetos de modo consciente e sensível.

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11

ensino

4

Novas patologias têm surgido no mundo, tais como epidemias virais, microrganismos resistentes a antibióticos e cabe ao biomédico apresentar um bom direcionamento no combate às doenças. No meu caso, aprendi muito com a Biomedicina, fui incentivada pelos professores para atuar em pesquisas e meu trabalho de conclusão do curso foi uma pesquisa voltada para detecção de HPV, Papiloma Vírus Humano, em mulheres assintomáticas. O resultado traz benefícios, pois já no início da patologia é permitido o tratamento, possibilitando um percentual de cura maior. Atualmente sou mestranda em Nanociências na UNIFRA onde continuo fazendo experimentos, agora na área de imunologia, com a intenção de futuramente ajudar a população infectada no tratamento do Vírus da Aids. O curso de Biomedicina da Unifra é diferenciado devido à estrutura que a Instituição fornece aos seus acadêmicos, apresentando mais horas de estágios curriculares. O biomédico é capaz de se integrar com os demais profissionais da área da saúde, com competência para a promoção de saúde e prevenção de doenças, para execução técnica dos ensaios, interpretação, análise crítica dos resultados e gestão de serviços laboratorial, sempre orientado pela conduta ética e pelos interesses da sociedade. Formou-se na Unifra? Envie seu depoimento pelas redes sociais oficiais da Unifra

Abertas inscrições para iniciação científica Os Programas de Bolsas de Iniciação Científica, à Pesquisa, à Extensão e à Inovação Tecnológica estão com as inscrições abertas para projetos a serem executados em 2012. A ideia é fomentar através das atividades de pesquisa acadêmica inovações alinhadas as necessidades tecnológicas atuais. Podem concorrer a bolsas

Probic, Probex, Probit estudantes matriculados nos cursos de graduação. Além de se tornar um bolsista da Unifra, o discente tem a oportunidade de aprimorar seus estudos visando um futuro profissional qualificado junto ao dia a dia acadêmico. Inscrições: de 03 a 17 de outubro Edital: www.unifra.br

Probic | Programa de Bolsas de Iniciação Científica à Pesquisa Tem o objetivo de iniciar o estudante na produção do conhecimento e permitir sua convivência com o procedimento científico em suas técnicas, organização e métodos. Probex | Programa de Bolsas de Iniciação Científica à Extensão Objetiva estimular a participação dos estudantes nos programas de extensão e desenvolver a sensibilidade dos estudantes para os problemas sociais e para diversas formas de manifestações culturais da população. Probit | Programa de Bolsas de Inovação Tecnológica Tem por objetivo proporcionar ao bolsista o desenvolvimento do pensamento científico, crítico e a aprendizagem de métodos e técnicas de pesquisa, originando produção acadêmica e inovação tecnológica. Este programa busca integrar atividades acadêmicas em relação a demandas tecnológicas.

Exame da OAB

Unifra é a que mais aprova entre as particulares no RS

O resultado preliminar do último Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) indicou o Curso de Direito da Unifra como o mais bem posicionado entre as instituições particulares de Ensino Superior do Rio Grande do Sul. Com índice de 30.30% de aprovados na prova, a Unifra figura na quarta colocação geral no Estado e na 61° posição em nível Nacional. Esses percentuais se referem ao primeiro Exame da Ordem em 2011. Por ano são realizadas três provas. Segundo a Coordenação do Curso de Direito, os números refletem o esforço, a dedicação, o zelo e a responsabilidade de todos os professores,

funcionários e alunos com a causa jurídica. “Nosso curso está estruturado por uma matriz curricular que apresenta um elenco de componentes articulados entre si, permitindo uma formação crítica e reflexiva do Direito”, enfatiza a coordenadora adjunta, Carla Souza da Costa. Para além do Exame da Ordem, esse comprometimento, segundo o corpo docente, já proporcionou a inserção dos egressos do Curso de Direito nas carreiras de Delegado de Polícia, Procurador do Trabalho, Procurador da Fazenda Nacional, entre outras colocações.


multimídia

Espaço Cores

Filmes

Confira algumas oficinas gratuitas oferecidas pela Unifra para o 2º semestre de 2011. As inscrições são feitas na Cores das 8h30 às 11h e 13h30min às 18h. Serão disponibilizadas 40 vagas para cada oficina.

Morangos Silvestres

Este filme é uma das obras máximas do mestre Ingmar Bergman. Esta Edição de Colecionador traz a magnífica versão, restaurada e remasterizada, do longa-metragem, além de extras preciosos, como uma galeria de fotos raras dos bastidores. No caminho da Universidade de Lund, onde receberá um prêmio pelos 50 anos de carreira, o professor de medicina Isak Borg (interpretado pelo cineasta Victor Sjöstrom) relembra os principais momentos de sua vida, temendo a morte que se aproxima. Morangos Silvestres é um dos mais belos filmes sobre a velhice e a memória.

Oficina: Elaboração de resumo para trabalho acadêmico Dia: 13/10/2011 Horário: 17h às 18h30 Local: Salão Azul – Conjunto I Oficina: Técnicas de estudo e memorização Dia: 24/10/2011 Horário: 14h às 16h Local: Salão Azul – Conjunto I Oficina: Atendimento: a arte de encantar o cliente Dia: 30/11/2011 Horário: 14h às 16h Local: Salão Azul – Conjunto I

Livros Nascidos na era digital: entendendo

direção Ingmar Bergman cham: DV 82-3 B499m

Golpe do Destino Conta a história

de dois amigos de infância que levam uma vida fácil, viajando pelo país, aplicando golpes em mulheres ricas e carentes. Em uma de suas investidas, Taylor acaba se apaixonando pela filha de uma de suas vítimas. Nesse momento, Ashley fica perturbado e começa a perceber o quanto esse romance pode pôr em risco a amizade que sempre existiu entre eles. Isso desperta em Ashley sentimentos nunca imaginados como ciúmes, possessividade e traição. Direção Jay Alaimo Cham: DV 82-3 A317g 2008

a primeira geração de nativos digitais O livro contrapõe-se aos “imigrantes” digitais, ou seja, pessoas para quem a informática é uma novidade. Os “nativos” digitais são crianças, adolescentes e jovens adultos que nasceram a partir da década de 80 e que sempre conviveram com o mundo informatizado. Autores: Urs Gasser, John Palfrey Cham: 37.015.3 P159n

Confira as sugestões de filmes que recebemos pelo Facebook oficial da Unifra - Terráqueos, direção de Shaun Monson, dica do Jâneo Venturini Dos Santos - Cisne Negro, direção de Darren Aronofsky, dica da Fabiana Porto Porto - Um Conto Chinês, direção de Sebastián Borensztein, dica da Simone Minuzzi

O livro trata de um fenômeno que toca milhares de usuários ao redor do mundo, as redes sociais na internet. O leitor terá oportunidade de aprender como os atores sociais criam conexões e aumentam o seu capital social, e tudo que está disponível através das redes sociais Autor: Raquel Recuero cham: 316.77:004 R311r 2009

Novos vídeos da TV Unifra no canal Unifra On-line

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11

Redes sociais na internet

5


futuro

Unifra apresenta Mostra das Profissões No dia 08 de outubro, será apresentado à comunidade o universo dos 33 cursos de graduação que a Instituição oferece Fernanda Almeida, 18 anos, sempre chamou atenção por suas características. Não só as físicas, pois é loira, tem olhos verdes, e, desde os quinze anos, possui mais de um metro e oitenta de altura, mas também pela certeza de suas escolhas. A jovem decidiu desde cedo que o caminho do conhecimento a ser estudado passa pelo ramo da genética. “Sempre quis conhecer mais o corpo humano, sua formação e transmissão de genes. Pensei em fazer biologia, mas descobri o Curso de Biomedicina e vou fazer

vestibular na Unifra”, comenta a estudante do 3° ano do Colégio Manoel Ribas, Maneco. Para clarear as atribuições de cada profissão e apresentar a Instituição como uma opção de qualidade no ensino superior para Santa Maria e região, é que a Unifra realiza a 1° Mostra das Profissões, no Conjunto I, 1614. No dia oito de outubro, sábado, os estudantes de Ensino Médio e suas famílias poderão passar o dia na Unifra, conversando com os professores, em um ambiente lúdico de música, teatro e aulas temáticas (confira a

“Busco

programação), no qual apresenta um universo de conhecimento que transpassa os 33 cursos de graduação. “Traduzir seus gostos e interesses conforme as potencialidades de cada jovem é o nosso objetivo. Nossa equipe está preparada para auxiliar, aproximar, acolher o estudante em seu futuro. Afinal, o impacto da escolha de cada um é transformador”, pontua a coordenadora geral da Mostra, professora Janilse Fernandes Nunes.

“Gosto de cálculo, quero uma

minha satisfação pessoal, quero ser feliz e trabalhar com crianças. Na Mostra das profissões espero decidir se vou ser psicóloga ou pedagoga”, Marjana Moraes Rosa, 16 anos, estudante Manoel Ribas.

estabilidade financeira pessoal e para família. Só preciso descobrir o curso. Acredito que a Unifra vai me ajudar”, Gabriela Dickel, 17 anos, estudante Manoel Ribas.

Fique ligado!

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11

É na adolescência que o indivíduo se posiciona diante dos seus conflitos de identidade, é justamente nesse período que ele afirma a responsabilidade por si mesmo e pela vida em sociedade. Compreendendo o desafio da escolha da profissão, a professora da Unifra e psicóloga, Caroline Rohde, faz algumas considerações para o estudante tomar a decisão correta. Não existe uma única maneira ou algo definido que o jovem deva seguir. A dica é que, para

6

aqueles que sentem alguma dúvida ou estão inseguros diante de sua escolha, que procurem por auxílio antecipadamente ao vestibular. Através da orientação profissional, pode-se trabalhar com o jovem algumas questões como: o autoconhecimento, autoestima, desejos e motivação; bem como, informações, conhecimentos e expectativas diante das profissões. Com certeza, o jovem que passa por todo esse processo poderá aumentar suas chances de acertar na hora de decidir por uma profissão.

Mostra das Profissões da Unifra Quando: 08 de outubro, sábado. Onde: Conjunto I da Unifra, Andradas 1614. Horário: a partir das 9h às 17h. Conheça os Cursos de Graduação da Unifra através de bate-papo por áreas temáticas, aulão Enem, showroom dos 33 cursos, teatro, macroginástica, mostra de vídeos institucionais, repórter por um dia, e demais atividades.


Galeria de fotos

Você quer ganhar um Tablet? Então participe do concurso cultural “O Curioso” O Curioso é o mascote da 1ª Mostra das Profissões Unifra. Durante o mês de setembro ele visitou as escolas de Ensino Médio de Santa Maria para divulgar a Mostra e registrar momentos com a galera. Na promoção do “Curioso”, os interessados em ganhar um Tablet devem descobrir o “enigma da mostra” que será uma frase. Para que o estudante chegue à frase final, serão distribuídas pistas on-line, via site da mostra, Facebook e Twitter da Unifra. Leia no site (www.mostra.unifra.br) o regulamento e fique por dentro dos passos que você deve seguir. No dia da Mostra, tire suas dúvidas no estande da Assessoria de Comunicação.

cantinhodocurioso Neste espaço, questionamentos sobre os cursos da Unifra poderão ser respondidos pelos professores, visando explorar, relacionar o conhecimento acadêmico com o dia a dia dos estudantes. Mande perguntas aos professores da Unifra, eles respondem para você! divulgar@unifra.br, Facebook ou pelo Twitter @unifraonline com a hashtag #cantinhocurioso

Sabia que a cerveja é conhecida há cerca de 6000 anos? Confira mais fotos no Facebook oficial da Unifra e no site: mostra.unifra.br

Programação da Mostra das Profissões 9h15 9h45 10h 10h20 10h45 11h 11h15 13h 13h20 13h40 14h 14h15 14h40 15h 15h20 15h40 16h10 16h20 16h45

Bate-papo – Fisioterapia, Nutrição, Terapia ocupacional, Odontologia Curso de Letras – Poemas de Fernando Pessoa, Carlos Drumond Andrade e Adélia Prado Bate-papo – Pedagogia, Psicologia, Serviço Social “Acordes para a Saúde” – Música – Curso de Enfermagem Bate-papo – Ciência da Computação e Sistemas de Informação “Circo dos Saberes” – Teatro – Curso de Pedagogia Bate-papo – Técnico de Enfermagem, Enfermagem, Farmácia, Biomedicina Bate-papo – Engenharia Biomédica, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia de Materiais e Engenharia Química “Grupo Musical Tríade” – Música – Curso de Letras Bate-papo – Filosofia, Geografia, História e Letras Show de Flair – Curso de Turismo Bate-papo – Arquitetura e Urbanismo e Design “Teatro – Lavagens das mãos” – Teatro – Curso de Enfermagem Bate-papo – Física Médica, Matemática e Química Música sobre o curso de Terapia Ocupacional Bate-papo – Direito, Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas Curso de Fisioterapia “Macroginástica” Bate-papo – Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Turismo Show de encerramento – Banda do Curso de Psicologia – Entrega do Prêmio “O Curioso”

Os sumérios foram os primeiros a fazê-la de forma sistemática e, inclusive, usavam-na como forma de pagamento dos salários dos trabalhadores. Alguns chamavam a cerveja de pão líquido, e o pão (em cuja massa a cerveja entrava como fermento) era a cerveja sólida. Nikelen Witter Professora do Curso de História.

Você sabia que os Ambientes Inteligentes utilizam sistemas de automação para oferecer às pessoas suporte inteligente nas atividades diárias? Em Ambientes Inteligentes há uma mudança de paradigma em relação a automação predial/ residencial: as pessoas deixam de lado o fato de apenas controlarem dispositivos de automação e partem para um cenário em que esses mesmos dispositivos estão cientes do contexto, comunicando-se uns com os outros e cooperando com o objetivo de realizar determinadas atividades que auxiliam as pessoas diariamente. Como exemplo de Ambientes Inteligentes, é possível considerar que uma pessoa saiu de casa para o trabalho e deixou a janela da sala aberta. Após alguns instantes, um sensor do Ambiente Inteligente detecta que iniciou a chuva e relata esse fato aos demais dispositivos de automação instalados na residência. Nesse instante, todas as janelas que estão abertas são automaticamente fechadas, inclusive, as janelas da sala. Reiner Perozzo Curso de Sistemas de informação

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11

fotos: Núcleo de fotografia

7


igoartigoartigoart

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11 8

O medo da violência urbana: o que mudou a cidade ou o comportamento dos jovens? Algumas notícias

sobre violência urbana nos têm feito refletir sobre a juventude, seu comportamento, a impiedade que muitas vezes demonstra, ainda que esteja apenas iniciando a vida adulta. Penso que devemos tentar entender o que mudou nesses anos, o que fez com que tenhamos medo de sair às ruas para um passeio e encontrar pessoas violentas, jovens que, na grande maioria das vezes, parecem nada ter a perder, que batem, e, por vezes matam sem qualquer demonstração de arrependimento. Esses jovens, conforme o curso natural da vida, deveriam estar reunidos para conversar, estudar, passear, namorar, mas jamais para agredir pessoas inocentes ou praticar ilícitos. É claro que um dos fatores do aumento da violência urbana é o crescimento das cidades. A nossa é universitária. Muitos jovens deixam suas casas em outros municípios e vêm morar em Santa Maria, buscando uma formação profissional, apostando no futuro de suas vidas. Ocorre que também temos presenciado um aumento de jovens que crescem sem a presença efetiva da família, isso porque hoje tem sido comum a prática de os filhos “ se criarem sozinhos” ou, muitas vezes, irmãos mais velhos (ainda crianças ou adolescentes) cuidarem dos demais irmãos e os responsáveis trabalharem para garantirem-lhes o sustento. Não se afirma aqui que essa situação seja errada, apenas deve ser trabalhada de modo que essas crianças não se sintam abandonadas. Entende-se que a vida urbana tornou-se mais complicada e que

as pessoas tenham que trabalhar cada vez mais para conseguirem se manter, bem como sua família. Entretanto, a correria do dia a dia não deve ser motivo para o desapego, para o distanciamento nas famílias, de modo que a ausência de uma palavra de incentivo possa representar um fator negativo para a vida daquele jovem. Isso não seria um problema se todos mantivessem vivos os valores da família (seja qual for a formação dessa família), se continuassem passando aos filhos que respeitar o próximo ainda é uma das leis da vida, principalmente da vida em sociedade. Não haveria problema no fato de os jovens aglomerarem-se nas ruas para conversar, namorar, se tivessem bem presentes aqueles valores que nos foram passados, se carregassem no coração a paz. O crescimento urbano por si só não gera violência, o que gera pancadaria, ameaça, brigas

nas ruas, mortes, é a carência de objetivos bem definidos, de propósito de continuar vivendo e plantar boas sementes. Isso, penso, só se aprende em casa, com pai, mãe, avós, seja quem for que crie esses jovens. Isso, também, se perpetua na escola, mas para o jovem valorizar a escola, o professor, há de haver a indicação dessa necessidade. É importante que possamos refletir sobre o aumento do comportamento agressivo, questionando se intolerância às diferenças surgiu por si só ou é apenas o reflexo de uma humanidade que vem se preocupando muito com a vida fora de casa? A sociedade de consumo não tem feito algumas pessoas esquecerem a “lição de casa”? Acredito na possibilidade de começarmos a plantar novamente a semente da paz, mas essa não se planta na rua, se planta em casa. Camila Machado Umpierre, professora do Curso de Pscicologia da Unifra.


fotos: Fernanda Ramos

Casa de Saúde

Acervo do Hospital está sendo restaurado com auxílio dos internos da Unidade de Desintoxicação

Memória do hospital começa ser resgatada Carlos Spall

Mesmo tratando-se da preservação do acervo histórico do Hospital Casa de Saúde, inaugurado há quase 80 anos, a expressão “revitalizar o passado é projetar o futuro” transcende a importância acadêmica e histórica desse material. Isso, porque, além de garantir a higienização, acondicionamento e organização dos livros que

retratam o perfil dos funcionários da Viação Férrea, o Curso de História da Unifra proporciona uma oportunidade para que jovens internados hoje na Unidade 100 (desintoxicação do crack) possam ocupar o tempo ocioso de internação na limpeza do acervo. “Os internos têm a consciência de que estão fazendo algo

positivo para sociedade, logo eles se sentem valorizados, aos poucos ficam curiosos e, assim, distraem a mente, podem não pensar nas drogas”, comenta a acadêmica de história, bolsista responsável pelo trabalho, Adriéli Gabardo, esclarecendo que os meninos participam do primeiro momento da restauração, a limpeza.

Limpeza |Na etapa preliminar de higienização dos livros, são usadas luvas de elastano, máscaras cirúrgicas e um pincel.

Encarado como projeto de salvamento da história e da memória da Casa de Saúde, o projeto de extensão tem como autora a professora Roselaine Casanova Correa, com colaboração da professora Nikelen Acosta Witter. Entre os materiais históricos que estão sendo restaurados e catalogados, estão prontuários,

fichas de internação e livros de registros de enfermidades, com nome do paciente, idade, moléstia, data de internação e alta médica. “A documentação do hospital é única para entender não apenas a saúde das pessoas atendidas, mas também os modelos de assistência e o impacto deste centro de atendimento na

região central, em uma época em que a malha ferroviária era fundamental para todo o interior do estado”, esclarece Casanova. No Rio Grande do Sul, merecem destaque duas fontes históricas da medicina gaúcha: Museu da Santa Casa de Misericórdia, Pelotas e Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul.

4º processo Disponível para consultas e pesquisas históricas.

1º processo

2º processo

3º processo

Higienização dos livros com auxílio dos internos da Unidade 100.

Remoção das sujidades mais profundas. Limpeza com espátulas e esponjas.

Registro do material com Lápis 6B das características e funções do livro.

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11

Importância da restauração acervo

9


Sepe 2011

Educação e Ciência na Era Digital

divulgação

“Educação e Ciência na Era Digital”, este foi o tema escolhido para a edição deste ano do XV Simpósio de Ensino Pesquisa e Extensão da Unifra. O evento acontece entre os dia 5 e 7 de outubro e teve 987 trabalhos aceitos para apresentação nas áreas de ciências tecnológicas, sociais, saúde e humanas. Segundo a Pró-reitora de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão, Solange Binotto Fagan, o tema escolhido busca que os participantes reflitam sobre qual o papel que o

Oswaldo Rays,

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11

ex-professor e vice-reitor da Unifra.

10

profissional e o estudante têm na sociedade digital, ou seja, como aprendemos, nos relacionamos e como desenvolvemos novos conhecimentos em uma era onde tudo gira em torno da informação e no compartilhamento de ideias. “Esperamos que este seja novamente, o grande evento de divulgação dos trabalhos desenvolvidos na Unifra e em outras instituições”, enfatiza Solange. O Sepe deste ano foi antecipado para o mês de outubro de forma a flexibilizar as atividades

de final de semestre que são desenvolvidas no mês de novembro na Instituição. E neste ano, a Unifra presta homenagem de reconhecimento ao ex-professor e vice-reitor da instituição, Oswaldo Alonso Rays, pela clareza do seu pensamento pedagógico e coerência com a prática, pelo saber educativo, o qual muito contribuiu com os preceitos e a missão da Unifra. Confira entrevista concedida ao Jornal da Unifra pelo professor Oswaldo Rays sobre sua trajetória na instituição.

Quanto tempo você colaborou para construção do projeto pedagógico da Unifra?

O que a Unifra representou na sua vida profissional durante os anos que trabalhou aqui?

da Irmã Irani, a Reitora, como ela tem

Trabalhei na Unifra por, aproximadamente,

Minha vida profissional passou por uma

em uma Universidade”. Hoje, mesmo

doze anos. Mais precisamente de março de

série de transformações positivas. Hoje

afastado da Instituição, continuo pensando

1996 a julho de 2008. Antes desse período,

percebo o quanto cresci, convivendo em

nas palavras de Dom Ivo.

trabalhei em um curso de pós-graduação

um ambiente educacional e científico que

lato-sensu na Faculdade de Filosofia,

me foi proporcionado pela Unifra. Passei

Ciências e Letras Imaculada Conceição

a pensar e a agir no mundo educacional e

– FIC, no ano de 1977. A FIC, como

no mundo científico de forma concreta.

sabemos, com a FACEM (Faculdade de

Passei, também, a valorizar de modo mais

Como você se sente ao ser homenageado pela Unifra pelo trabalho realizado na instituição?

Enfermagem Nossa Senhora Medianeira)

intenso, a pessoa humana e suas relações

Sensibilizado e agradecido. Dever

alicerçam as bases para a criação da Unifra.

com a sociedade.

cumprido dentro de minhas limitações.

Como você avalia a importância da Unifra para o desenvolvimento de Santa Maria e região?

Há alguma história ou fato que marcou o período em que esteve na Unifra?

universitária franciscana, do apoio e

São inúmeros os fatos que me marcaram

homenageado.

Por manter por mais de meio século a

no período em que trabalhei na Unifra.

excelência acadêmica e administrativa,

Vou destacar um que me emocionou

difundindo o conhecimento técnico-

amplamente. Foi em uma das visitas que

Quais são suas atividades regulares hoje em dia?

científico e a cultura em suas múltiplas

Dom Ivo fez a Unifra, quando tive a grata

Para me manter intelectualmente ativo,

manifestações, a Unifra sempre se

satisfação de conhecê-lo pessoalmente.

continuo participando de alguns Conselhos

preocupou com a formação de profissionais

Em um dos intervalos de nossa reunião,

Editorias de revistas brasileiras na área

competentes e de cidadãos comprometidos

Dom Ivo, em sua modéstia, simplicidade

de educação, participando de bancas de

com o desenvolvimento social e humano

e visão de futuro, se aproximou de mim

cursos de pós-graduação e orientando

a partir dos princípios cristãos e éticos.

e reservadamente disse: “Tu, como

uma ou outra dissertação de mestrado e

Assim, não me restam dúvidas sobre a

vice-reitor, tens que te comprometer e

tese doutorado.

importância dessa Instituição para Santa

colaborar com a Unifra para transformá-

Maria e sua região de abrangência.

la em uma Universidade. Ouviste a fala

O Sepe caracteriza-se por

ser um espaço de multiplicidade de estudos e práticas acadêmicas na construção do conhecimento

entrevista a convicção que a Instituição apresenta todas as condições para se transformar

No entanto, sem o auxílio da comunidade estímulo que sempre me foram dados pela reitoria da Instituição eu não estaria sendo


Conciliação a serviço da vida

cursos

@carolcechin

Fisioterapia

A Terapia Ocupacional auxilia nas atividades e movimentos que possam facilitar o dia a dia do paciente. O profissional desta área é responsável por atuar com pessoas que apresentam alterações nas áreas de desempenho ocupacional. As alunas do 6º semestre, Ariane Moraes e Francine Guimarães, atendem a Ellen todas as sextas-feiras no laboratório de práticas do curso. Segundo as estudantes, elas realizam um levantamento para ver as atividades que Ellen tem dificuldade. “Fizemos treino de vestuário para que ela reaprenda a trocar de roupa sozinha, também a sair da cadeira e ir para cama por meio das transferências, usar o banheiro, as atividades diárias que ela precisa executar” analisa Ariane.

T

resgata a autoestima e qualifica o atendimento ao paciente.

rabalhar em conjunto, está é a ordem dos cursos da saúde. Cada profissão tem um objetivo que se completa quando o trabalho é feito de forma interdisciplinar. Nos cursos de Terapia Ocupacional e Fisioterapia, não é diferente. Estes profissionais atuam na área da saúde de maneiras distintas, mas se complementam na busca de uma melhor qualidade de vida para o paciente. A estudante de 14 anos, Ellen Paz dos Santos, é atendida pelas Clínicas de Sáude da Unifra. Aos sete anos, ela teve diagnóstico de uma doença chamada Mielite Transversa, causada por um vírus que se alojou na coluna. A partir desta idade, ela passou a depender da cadeira de rodas, pois perdeu os movimentos dos membros inferiores. Segundo sua mãe, a dona de casa Ana Luiza Paz, a caminhada para a reabilitação é longa. No início da doença, elas passaram em torno de um ano viajando para Porto Alegre duas vezes por semana, para

fazer tratamento na Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD). Hoje, Ellen está em tratamento nos cursos de Fisioterapia e Terapia Ocupacional. “Ela já havia recebido alta da TO, mas como realizou uma cirurgia na coluna este ano, teve que retornar para o atendimento” destacou a coordenadora do curso Daniela Tonús. Para dona Ana os atendimentos prestados na instituição são completos. “O pessoal desenvolve

a autoestima dela, ajudam na expectativa de melhora”. Para a coordenadora do Curso de Fisioterapia, Alecsandra Pinheiro Vendrusculo, a fisioterapia em conjunto busca a prevenção de deformidades, a manutenção da amplitude de movimento, a melhora da força muscular, a consciência corporal. “Focamos sempre estimular a busca da realização pessoal de Ellen, estimulando nas suas atividades diárias”, ressalta Alecsandra.

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11

Terapia Ocupacional

Trabalho interdisciplinar

fotos: Fernanda Ramos

O fisioterapeuta estuda, previne, e trata os distúrbios dos movimentos funcionais que atingem órgãos e sistemas do corpo humano. Esses problemas podem ser gerados por alterações genéticas, traumas e/ou doenças adquiridas. No caso de Ellen, a fisioterapeuta e professora Nadiesca Filippin, destaca que a fisioterapia faz um trabalho com a musculatura. “Buscamos desenvolver os membros, para que não ocorra o encurtamento, isso dificultaria as atividades de vida diária” complementou Nadiesca.

11


informática

Jéssica Martini

Mais Unifra está on-line

Diferencial do Mais Unifra > Conteúdos multidisciplinares > Textos curtos | Ênfase na interação > Museu Virtual | Tour Literário > Suporte para educação a distância (EAD) > Plataforma livre | Popularização do conteúdo > Jogos, palestras e vídeos didáticos

De pé, da esquerda para direita: Miguel Pacheco, prof. Iuri Lammel, prof. Rodrigo Fioravanti Pereira, Adriano dos Santos, prof. Henrique Pereira. Sentados, da esq. para direita: prof.ª Leila Brondani Pincolini, Luana Iensen Gonçalves, prof.ª Valeria Bortoluzzi, prof.ª Jussane Rossato, prof. Anderson Ellwanger

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11

Como despertar o caráter investigativo dos estudantes na promoção do conhecimento? Resposta: Mais Unifra. O suporte on-line está disponível para os acadêmicos em um ambiente digital que conta com materiais didáticos diferenciados e de qualidade para fins pedagógicos. Os conteúdos digitais voltamse para três áreas em especial, Letras, Física e Matemática e

12

para os cursos de graduação e pós-graduação. No Mais Unifra, palestras, jogos e variados objetos de aprendizagem são apresentados de uma forma mais atraente como extensão das matérias estudadas em sala de aula. “O diferencial do projeto é que tudo é autoexplicativo, forçando o jovem a agir e reagir com o conteúdo”, pontua o professor de

Matemática, Rodrigo Fioravante. Outro benefício importante da plataforma destacado pelos professores, é que o estudante pode montar seu perfil de interesse e se conectar através do chat e das redes sociais com outros estudantes. Assim, conforme os docentes, o ritmo e a forma de aprendizado de cada aluno são respeitados.

Acesse: www.maisunifra.com.br

Unifra apresenta o Curso de Engenharia Química

Vestibular de Verão

Para o Vestibular de Verão da Unifra, que ocorre no dia 05 de dezembro, a Instituição oferece como nova opção de curso de Engenharia Química. Na avaliação da Pró-reitoria de Graduação, o curso prioriza a transformação do aluno como indivíduo e agente de transformação social. “Nossa estrutura e corpo docente são ótimos. Agora vamos estimular a propriedade intelectual e tecnológica visando formar

Prova única: dia 05 de dezembro. Na Unifra são oferecidos 33 cursos de graduação, divididos em quatro áreas do conhecimento: Saúde, Humanas, Sociais e Tecnológicas. Faça sua escolha e garanta sua vaga. Mais informações: www.unifra.br

um aluno capaz de atender às necessidades de mercado com excelência”, pondera a próreitora, Vanilde Bisognin. O engenheiro químico pode atuar em empresas petroquímicas, alimentícia e farmacêutica, por exemplo. Entre as suas funções, o caráter sustentável está fortemente presente, visto que uma de suas atribuições é garantir menor custo de produção com menor impacto ambiental.

Inscrições: 1° a 25° de novembro Na Mostra das Profissões, 08 de outubro, a inscrição para o Vestibular da Unifra é R$ 40. Teste seus conhecimentos e garanta sua vaga no ensino superior.

Siga a Unifra no Twitter: @unifraonline Curta no Facebook: www.facebook.com/Unifra


estudo

Stress causa gordura abdominal Pesquisa do Curso de Nutrição conclui que as mulheres são as principais vítimas da obesidade do organismo, podendo ocasionar acidentes vasculares, infartos e certos tipos de câncer.

Mulheres são as principais vítimas do stress A idade média do universo pesquisado foi de 35 anos. Levando em consideração os percentuais apresentados, a acadêmica concluiu que o nível de stress dos profissionais é preocupante, estando eles mais expostos aos fatores que influenciam a saúde, o desempenho pessoal e profissional. “A mudança no papel da mulher na sociedade atual, que se desdobra nas funções profissionais, domésticas e pessoais elevam a vulnerabilidade para patologias como perda de memória, mudança de apetite, tontura, cansaço e mal-estar generalizado”, pontua Gilvane dos Santos. Vale ressaltar que o modelo de pesquisa identificou a maioria dos casos como estando na “fase de resistência”. Nesse estágio, a imunidade diminui, o organismo fica mais vulnerável a infecções e, consequentemente, produz mais o cortisol. Como o aumento da produção do hormônio está relacionado tanto à presença do stress, como depósito de gordura abdominal, fica claro que a obesidade é gerada por fatores emocionais e psicológicos. Por isso, são indicadas sempre ações preventivas de cuidados com a saúde para evitar tratamentos integrados com nutricionistas, psicólogos e endocrinologistas, os quais, em casos extremos, é o indicado.

As múltiplas

funções da mulher na sociedade acarretam o stress.

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11

A

pesquisa realizada pelo Curso de Nutrição da Unifra indicou que a relação stress e gordura abdominal são diretamente proporcionais. Sob orientação do Professor Thiago Mussoi, a acadêmica Gilvane dos Santos comprovou em seu trabalho final de graduação que o cortisol, hormônio que aumenta nos estados de stress, é causador de inúmeros distúrbios no organismo, entre eles, o acúmulo desproporcional de gordura na região abdominal. O TFG intitulado “Relação entre níveis de cortisol sérico e livre, stress e estado nutricional” relatou a pesquisa diante de um universo de 68 pessoas que trabalham em um laboratório de análises clínicas. Nesse universo, foram analisados colaboradores dos setores administrativos e os profissionais que prestam atendimento direto aos pacientes. Foi constatado que 74,3% dos indivíduos com stress possuem contato direto com doentes, o que lhes proporciona um maior desgaste físico e mental e tem como consequência fatores que podem elevar o índice de gordura abdominal, além de indicar problemas crônicos que se acentuam com o sedentarismo como pressão arterial, colesterol alto e diabetes, por exemplo. A pesquisa ainda indicou que, aproximadamente, 45% dos entrevistados estavam com sobrepeso ou estavam obesos. Essa gordura visceral, que se acumula não somente na região abdominal, pode, ao longo do tempo, desestabilizar as funções

13


aconteceu

XI InLetras – Seminário Internacional momento, conforme os participantes, foi a palestra do professor José Luis Fiorin, que discutiu o poder da linguagem na sociedade. Nos dias do seminário, foi apresentado, na Sala de Exposições Angelita Stefani, IMAS, o trabalho intitulado, “A arte como prática sociocultural”, com as artistas Ceres Zago, Edir Bisognin, Círia Moro, Salete Marchi, Janea Kesler.

Alice Bollick

O Curso de Letras da Unifra realizou, entre os dias 13 e 16 de setembro, a décima primeira edição do Seminário Internacional em Letras (XI InLetras), com o tema “Linguagens e práticas socioculturais”. Entre os destaques da programação, o jornalista Juremir Machado ministrou palestra de abertura, abordando a discussão da literatura de não ficção, permeada pela visão jornalística dos fatos sociais. Outro expressivo

Egeo reúne administradores de todo Estado

Ana Carolina Grützmann

Egressos e acadêmicos do curso falaram sobre sua experiência nas empresas familiares. O Encontro Gaúcho de Estudos Organizacionais, promovido pelo Curso de Administração da Unifra, aconteceu este ano nos dias 15 e 16 de setembro. O evento mobilizou estudantes, empresários, executivos e profissionais de Santa Maria e região com o intuito de aprimorar seus conhecimentos em assuntos atuais da administração. O tema discutido foi “Competências rumo à empregabilidade”. Segundo a coordenadora do

evento, professora Greice Noro, esse tema busca discutir novos conhecimentos, bem como o desenvolvimento de novas e importantes habilidades inerentes ao mercado de trabalho e ao convívio profissional e social. “Tudo isto é embasado em atitudes comportamentais que auxiliem os profissionais no desenvolvimento de sua empregabilidade”, destaca Greice.

Na noite de abertura do evento, ocorreu o lançamento do Projeto Estágio Empreendedor, uma parceria entre Curso de Administração, Associação dos Jovens Empreendedores de Santa Maria – AJESM e Associação dos Estudantes de Administração de Santa Maria – AEAD. Participaram mais de 250 estudantes da Instituição, além de executivos e empresários da região.

Oficina de criação de roteiros

14

é professor e diretor do Curso de Cinema na Universidade da Beira do Interior (UBI) em Portugal, possui graduação na área de Comunicação Social e doutorado na área de Cinema.

Ana Carolina Grützmann

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11

Luís Nogueira

Entre os dias 13 e 15 de setembro, os cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Unifra receberam o professor português Luís Nogueira que ministrou uma Oficina de Roteiro para os acadêmicos interessados na área de criação e roteiros cinematográficos. Na oficina, Nogueira trabalhou três etapas: aula teórica com os principais aspectos da criação

de roteiro, elaboração de uma sinopse de um curta ou longametragem e, por último, a criação de um roteiro de uma página. No final de semana, o professor ministrou aulas no curso de Especialização em Cinema da Unifra. “Os alunos demonstraram potencial e muito interesse sobre as novas tendências do Cinema mundial. Foi gratificante” relatou Nogueira.


aconteceu

Nos dias 22 e 23 de setembro, a Unifra foi sede do 6º Encontro da Rede Nacional de Pesquisa em Nanotubos e o 3º Encontro do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Nanomateriais de Carbono – INCT. Pela primeira vez o evento foi realizado no Rio Grande do Sul e contou com a presença de pesquisadores renomados de todo o Brasil, os quais desenvolvem pesquisas na área de Nanomateriais de Carbono. O evento buscou disseminar e qualificar as pesquisas na área de Nanomateriais de Carbono realizadas por pesquisadores brasileiros de diferentes instituições, com vistas ao desenvolvimento científico e

tecnológico dessa área. Na abertura das atividades, a Próreitora de Pós Graduação, Pesquisa e Extensão e coordenadora do evento, Solange Binotto Fagan, ressaltou a importância dessas discussões para estreitar relações entre os pesquisadores. “O grande número de trabalhos inscritos mostra a qualidade da pesquisa realizada no nosso país”, exaltou Solange. Esteve presente também, o coordenador do INCT de Nanomateriais de Carbono, Marcos de Assunção Pimenta, que exaltou a importância da diversidade, de estados participantes, que proporcionou a discussão de diferentes temas, gerando interdisciplinaridade. É um

Fernanda Ramos

Unifra reúne pesquisadores em Nanotecnologia

momento de grande importância para os estudantes, no qual podem interagir, ter ideias, porque eles são o futuro da ciência do nosso país” observou Pimenta. O

Faça um intercâmbio linguístico-cultural na Irlanda Estude inglês e conheça os atrativos culturais que Dublin oferece A Assessoria de Assuntos Acadêmicos Interinstitucionais da Unifra e a Novah – Agência de Turismo estão organizando, em parceria, um programa de intercâmbio linguístico-cultural, a ser realizado na cidade de Dublin, Irlanda, no período de 01 de janeiro a 04 de fevereiro de 2012. Serão cinco semanas de estudo

de língua inglesa na Eden School of English, associado a inúmeras atividades culturais, em meio ao frio intenso da Irlanda. Poderão participar desse intercâmbio alunos e professores da Unifra, que têm interesse em aprimorar seus conhecimentos de inglês e conhecer um pouco mais sobre a cultura e o povo irlandês.

encontro contou com a presença de pesquisadores dos estados de Minas Gerais, Ceará, Pará, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Goiás e Rio Grande do Sul.

Espetacular circuito de pubs e igualmente bons clubes de Jazz e casas de Rock. O guia “Lonely Planet” elegeu a Irlanda o país mais amigável do mundo. A alegria dos moradores está estampada logo nas ruas.

É terra natal de escritores mundialmente famosos como Bram Stoker, James Joyce e o polêmico Oscar Wilde, além da banda U2. Capital Europeia do entretenimento: é uma metrópole moderna e recebe mais de um milhão de turistas por ano. Inspira ecléticos festivais de rua, música, cinema, teatro, artes alternativas ou esportes. O mais famoso deles é o “Saint Patrick’s Day”, Dia de São Patrício, o santo padroeiro do país.

Jornal da Unifra | nº 49 | Ano 11

O povo é hospitaleiro e simpático, tornando Dublin um capital vibrante, uma cidade cheia de alegria, tem tudo o que você desejar: história, cultura e noite agitada.

15


coluna eco

Ser sustentável é ser on-line Biblioteca aprimora no atendimento e aposta na sustentabilidade

A

ntes mesmo de perceber que o suporte on-line da Biblioteca Unifra mudou, o aluno que chega ao balcão de atendimento para retirar ou renovar algum livro observa que os tradicionais “papeizinhos” de comprovante ficaram no passado. O novo sistema Pergamum que gerencia o setor, além de melhorar o atendimento, garante economia financeira e dos recursos naturais, visto que agora os comprovantes são enviados por e-mail. Em média eram impressos por mês de 15 a 20 mil comprovantes. Um gasto mensal de duas caixas de papel A4 aproximadamente. Segundo a diretora da Biblioteca, Paula

Patta, a economia gerada não é só de papel, mas também de recargas para impressora e custo com a gráfica, que realizava o corte do material. “Hoje só imprimimos os comprovantes necessários quando existe pagamento, ou quando a pessoa solicita o comprovante impresso” exalta Paula. Para a professora do Curso de Serviço Social, Isabel Graciela Padoin, a racionalização no uso do papel é um indicativo de conscientização acadêmica diante da preservação dos recursos naturais. “O novo sistema avisa quando está para vencer os livros e também evita o desperdício de papel que acontecia com o método antigo”, pontua Isabel.

Conheça o Pergamum

Dicas novo sistema da Biblioteca No site da Biblioteca, consta um manual com instruções de como renovar livros no novo sistema Pergamum. Acesse http://www.unifra. br/biblioteca/

O novo sistema adotado proporcionou um avanço para o setor com melhoria na pesquisa de livros, que se tornou mais acessível, assim como a inserção das fotografias das capas que auxiliam na identificação pelo leitor. “O envio dos comprovantes por e-mail facilitou, porque assim os alunos não perdem os comprovantes e a biblioteca fica com tudo armazenado em um banco de dados”, esclarece Paula Patta. A auxiliar da biblioteca, Tatiana Sagrillo Marchi, pondera que o sistema de reserva também ficou

melhor. “As pessoas recebem o aviso que o livro reservado já está disponível, isto facilita muito”. Segundo Tatiana, no início, o sistema pareceu ser complicado, mas assim que os alunos aprenderam a lidar com ele, perceberam que é bem mais prático. Outro destaque do novo software é que os usuários têm um prazo de dias úteis para fazer a entrega ou renovação dos livros, sábados e domingos não são mais contados e não geram multa. A diretora da Biblioteca enfatiza que

ainda estão em fase de adaptação. “Ainda estamos fazendo ajustes e detectando problemas que surgem para poder resolver, mas o objetivo final é um melhor atendimento aos nossos clientes”, finaliza Paula.

Na Unifra todos têm atitude Neste mês de outubro, a Unifra está lançando uma campanha de sustentabilidade, tendo como slogan “Na Unifra todos têm atitude”. Entende-se que toda a comunidade acadêmica se constitui por meio de ações proativas, capazes de construir não só o conhecimento acadêmico, mas também uma convivência social, altruísta e solidária. No entanto, isso é possível somente quando se estabelecem inter-relações sustentáveis.


Jornal da Unifra - edição 5