Issuu on Google+

FORMAÇÃO

N 01 ANO 01 2016 – DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Sem Crise!

Economista dá dicas para empreender em tempos de turbulência. Confira na reportagem especial. Pág.16 #Partiu Intercâmbio Saiba o que é preciso para realizar o sonho de estudar fora. Pág. 26


SUMÁRIO

Feminismo e os movimentos sexistas 06 - ENTREVISTA

FAZENDO HISTÓRIA NA TERRA DO TIO SAM 08 - ACONTECE

#PARTIU INTERCÂMBIO 26 - MOCHILÃO

A BARBIE É BRASILEIRA 10 - GERAL


04

EDITORIAL

05

ÂNGULO

06

ENTREVISTA

Feminismo e os Movimentos Sexistas 08

O MUNDO ESTÁ CHATO?

ACONTECE

Fazendo história na terra do Tio Sam 10

21 - FALA AÍ

GERAL

A Barbie é Brasileira 12

EGRESSO

13

PERFIL

Rodrigo Zen 14

CULT+TREND

16

ESPECIAL

Sem Crise! 21

FALA AÍ

22

RADAR

24

COMO FUNCIONA

26

MOCHILÃO

28

GALERIA

32

GERAL

Sai Zika

SEM CRISE

16 - ESPECIAL

34

GERAL

Separados por um esquecimento

36

ACONTECE

38

ARTIGO


EDITORIAL

TUDO NOVO, DE NOVO Ou você domina a onda, ou ela te leva. É mais ou menos essa a definição do período em que vivemos atualmente. Com a crise a toda lá fora, é preciso encontrar soluções para não se tornar mais um náufrago em alto mar. Para nos auxiliar nesse momento, o economista Wagner Dantas dá dicas de como transformar a crise na oportunidade perfeita para um renascimento pessoal e econômico. Confira mais dicas em nossa reportagem especial, na página 16. Falando nisso, também passamos por um período de renascimento por aqui. A “Revista UNIFEBE”, que você conhece, encerrou sua jornada em 2015. A partir desta edição, iniciamos a trajetória de nossa nova revista institucional. A publicação, como você vai conferir na sequência, está toda repaginada: ganhou novo nome, estilo, formato, mais páginas e muito mais conteúdo. Tudo isso para te manter por dentro das novidades da universidade comunitária brusquense e do mundo. Por isso, ela se chama INFORMAÇÃO, pois sabemos que pessoas bem informadas estão por dentro de tudo! Esperamos que você aprecie a leitura e se prepare. Ainda temos muitas novidades para compartilhar. Até a próxima edição! Suellen Pereira Rodrigues

EXPEDIENTE Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE Mantida Fundação Educacional de Brusque - FEBE Mantenedora Reitor Günther Lother Pertschy Vice-Reitor Alessandro Fazzino Pró-Reitora de Ensino de Graduação Heloisa Maria Wichern Zunino Pró-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Edinéia Pereira da Silva Betta REVISTA INFORMAÇÃO Reportagem Suellen Pereira Rodrigues Reg. Profissional 4911 SC Edição Thayse Helena Machado Reg. Profissional 3085 JP Diagramação e Projeto Gráfico Regina Alpini Rosa Revisão Luana Franciele Fernandes Alves Tiragem - 4 mil exemplares / Periodicidade Bimestral / Impressão Tipotil Distribuição Gratuita Rua Dorval Luz, 123 - Bairro Santa Terezinha Brusque/SC - CEP 88352-400 Caixa Postal 1501 - Fone: (47) 3211 7000

FALE CONOSCO Assessoria de Comunicação Social imprensa@unifebe.edu.br Fone: (47) 3211 7223 REVISTA DIGITAL issuu.com/unifebe

unifebe.edu.br


ÂNGULO

Foto: Suellen Pereira Rodrigues

abraçar a vida com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve. E a

Bom mesmo é ir à luta com determinação,

vida é muito bela para ser insignificante. - Charles Chaplin -


ENTREVISTA

Feminismo e a polêmica dos movimentos sexistas SILVIA MENDES Silvia Mendes é uma mulher contemporânea: jornalista, professora, pesquisadora e feminista. No campo das Ciências Sociais, as questões de gênero se transformaram em um dos seus principais objetos de estudo e reflexão. Para se assumir feminista, bastou apenas conhecer o assunto. Por consequência desses estudos, começou a receber convites para palestrar sobre o tema. — Nas palestras, gosto de reforçar a solidariedade que precisamos ter umas com as outras. Acredito que se sentir ouvida, acreditada e apoiada pode ser o grande diferencial entre se reerguer ou simplesmente desistir de ser feliz — afirma. O que é feminismo? O feminismo é um movimento político, social e filosófico, que busca igualdade entre homens e mulheres. É social porque exige que as mulheres se reconheçam enquanto classe historicamente oprimida e sejam solidárias umas com as outras. É político porque convida que elas conheçam o papel que ocupam na sociedade, e estimula a participação nas decisões. E é filosófico por questionar a organização social como um todo, buscando maneiras de promover um mundo mais justo e igualitário.

Foto: Suellen Pereira Rodrigues

06

É o contrário de machismo? Não, isso é um grande equívoco. Enquanto o feminismo é um movimento que busca a igualdade de


direitos, deveres e possibilidades, o machismo é um comportamento expresso em opiniões e atitudes, que perpetua a ideia de que homens são superiores às mulheres. Machismo é coisa de homem e feminismo é coisa de mulher? De jeito nenhum. Na verdade, tanto o machismo quanto o feminismo dizem respeito a ambos. Mulheres com atitudes machistas ajudam a perpetuar um sistema desigual. Talvez, até mais. Além disso, o homem que foge das “regras da masculinidade”, pode sofrer consequências e punições, assim como as mulheres que não aceitam se submeter ao patriarcado. Por que o feminismo ainda é tão mal visto? Para mim, isso é uma questão de ignorância. As pessoas não conhecem o tema, só sabem pelos estereótipos e piadas que se acostumaram a ouvir e repetir. E também ignoram o fato de que existe uma grande desigualdade para evitar o incômodo de reconhecer seu papel como opressores, ou oprimidos. Além disso, é comum que todo movimento de mudança na dinâmica social cause desconforto nos grupos mais conservadores, que preferem manter as coisas como estão. Recentemente, o assunto foi tema da redação do ENEM 2015. Isso é sinal de que estamos avançando? Acredito que sim. A busca por igualdade entre os gêneros está na pauta da ONU há anos, foi um dos oito objetivos do milênio traçados em 2000 e agora entra como

objetivo para o desenvolvimento sustentável. A igualdade entre homens e mulheres é boa para o desenvolvimento econômico e social de uma nação: produz mais gente com acesso à educação, trabalho e poder de compra. Mas essa igualdade não se limita ao plano legal, deve se materializar na cultura, com oportunidades oferecidas ao longo da vida. Por que movimentos como o feminismo ainda causam discórdia? Porque são movimentos revolucionários. Imagine só: até agora os líderes das famílias, do estado, e de todas as esferas da sociedade eram quase exclusivamente figuras masculinas. O feminismo luta para que essas lideranças existam em nível de igualdade. Existem privilégios em ocupar essas posições, e ninguém está disposto a abrir mão disso. O feminismo vem mudando a sociedade pouco a pouco, e sempre enfrentando muita resistência das forças mais conservadoras. Qual o papel da universidade em mudar esse panorama? Fundamental. A universidade abre suas portas para que o futuro entre em forma de conhecimento, e educa os profissionais que ajudarão a construir isso. Enquanto agente de inovação, é preciso manter o diálogo e o aprendizado. Ignorar essa reflexão e a necessidade de encontrar soluções deixou de ser conservadorismo: é atraso. A grande arma contra a ignorância continua sendo a educação. 07


ACONTECE

Fazendo história na terra do tio Sam PARCERIA ENTRE UNIFEBE E UNIVERSIDADE POLITÉCNICA DA FLÓRIDA PROMETE RENDER BONS FRUTOS PARA ACADÊMICOS E COMUNIDADE “Universidade local, comprometida em proporcional conhecimento global”. A frase do reitor Günther Lother Pertschy resume o novo momento da UNIFEBE. Trabalhando cada vez mais para derrubar os muros que envolvem a universidade, o reitor, a relações internacionais Ana Paula Bonatelli e o coordenador do Centro de Tecnologia e Inovação em Fabricação (CTIF), Denis Boing, foram até os Estados Unidos, em Lakeland na Flórida, para oficializar o acordo de cooperação internacional entre a instituição e a Universidade Politécnica da Flórida (Florida Poly). A parceria entre as duas universidades visa criar oportunidades internacionais, possibilitan-

08

do a realização de intercâmbios, troca de professores, estágios e pesquisas em cooperação. — Com a parceria, nossos acadêmicos serão beneficiados com intercâmbios, onde poderão adquirir uma experiência riquíssima, tanto pessoal, quanto acadêmica, e investir todo esse aprendizado em sua comunidade local — afirma o reitor. A novidade também abrange o CTIF da UNIFEBE. Segundo Boing, esse acordo certamente é um diferencial para a universidade brusquense e para o Centro de Tecnologia. — Essa novidade marca um grande passo em busca do nível de excelência que desejamos. Se até então trabalhávamos em


Fotos: Divulgação

A arquitetura ousada do prédio principal da Universidade Politécnica da Flórida é reflexo de sua missão como instituição de ensino. Com abordagens inovadoras no ensino e pesquisa em ciência, tecnologia, engenharia e matemática, a Florida Poly é considerada referência no segmento, mesmo tendo sido fundada recentemente, em 2012. Um dos diferenciais da universidade é sua biblioteca com mais de 135 mil livros, mas nenhum impresso em papel, todos digitais.

parceria com universidades locais, para solucionar problemas industriais e contribuir com o desenvolvimento de novos produtos, agora temos essa grande aliada nos Estados Unidos — conta Boing. TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA Além da parceria firmada com a Florida Poly, durante a viagem, a comitiva também visitou duas empresas locais, consideradas referência em suas áreas de atuação: a Saddle Creek, de logística, e a brasileira Cutrale, produtora de suco de laranja. — Além da colaboração internacional, futuramente também será possível desenvolver parcerias de negócios e transferência de tecnologia com as indústrias do Brasil e dos Estados Unidos, considerando que ambas as instituições de ensino trabalham diretamente com empresas locais de suas regiões — esclarece Boing.

O convênio foi assinado na Flórida Poly, nos EUA.

Visita a Saddle Creek

04


GERAL

A Barbie é brasileira ÚNICA BONECA BRASILEIRA EXPOSTA EM PARIS, ESCOLHIDA EM CONCURSO, É CRIAÇÃO DE DUAS ALUNAS DA UNIFEBE A Barbie que conhecemos está mais brasileira do nunca. A boneca mais famosa do mundo vestiu as cores da fauna e flora e agora está em exposição em Paris no Musée des Arts Décoratifs (Museu de artes Decorativas) até setembro. A “Barbie Flora Sul” é assinada por duas alunas da UNIFEBE, de Design de Moda e pós-graduação em Negócios da Moda e Vestuário, Amanda e Jaqueline Brasil. As irmãs venceram o concurso promovido pela Mattel e pelo Museu, que selecionou 12 bonecas representantes da cultura de suas regiões pelo mundo. Além de ficar exposta até o dia 18 de setembro, a boneca também será comercializada durante 10 anos pela empresa, levando o nome das designers e da universidade comunitária brusquense. Para as irmãs, o resultado foi recebido com muita emoção. — Foi surpreendente, não esperávamos que seríamos as únicas do Brasil selecionadas. A sensação é inexplicável e é algo que nos dá inspiração para continuar seguindo carreira no mundo da Moda. A ficha ainda não caiu, parece que foi um sonho o que aconteceu — contam. PRODUÇÃO

Foto: Edinéia Pereira da Silva Betta

10

O curso de Design de Moda da UNIFEBE recebeu o convite para o concurso devido à parceria com o museu no projeto “Euro Fashion”, que a cada dois anos leva estudantes a Paris. Para concorrer, foram desenvolvidos dois looks: um criado pelas irmãs e outro idealizado pela acadêmica Yasmin Reis. — Foi uma correria, pois recebemos o


— Como estávamos com um prazo super curto, passamos três dias inteiros nos dedicando a criação e produção. E como ela é pequena, então tudo foi feito com muita delicadeza para se encaixar nas medidas da Barbie. Assim, colocamos em prática os processos de história da moda, com a criação de um traje típico que representasse a América Latina — conta Amanda.

Foto: Suellen Pereira Rodrigues

convite dias antes do término do ano letivo de 2015. As bonecas foram entregues poucos dias depois, pessoalmente, na sede do museu, anexo ao Louvre, em Paris — conta a pró-reitora de pós-graduação, pesquisa, extensão Edinéia Pereira da Silva Betta, coordenadora do curso de Moda na época do concurso. Para as alunas, o processo foi cansativo, mas recompensador.

“Passamos três dias inteiros nos dedicando à criação e produção. E como ela é pequena, então tudo foi feito com muita delicadeza para se encaixar nas medidas da Barbie” Amanda Brasil

ESCOLHIDA O concurso contou com a participação de 299 looks, apresentados por 27 escolas de Moda. As selecionadas, por júri composto por representantes da Moda e da empresa Mattel, são dos seguintes países: Brasil, México, França, Itália, Emirados Árabes e Bélgica. — Estou muito orgulhosa, mas não surpresa. Nossos estudantes podem muito mais do que imaginamos! Estar entre os melhores alunos de Moda do mundo é realmente muito gratificante — afirma a pró-reitora Edinéia. Segundo o atual coordenador, Rodrigo Zen, o curso continuará com novidades projetando os acadêmicos internacionalmente. — Mostramos mais uma vez que temos qualidade! No próximo ano, levaremos

mais uma turma para Paris e Londres, pois o movimento não pode parar. A Moda não para — adianta Zen.

SERVIÇO Exposição Barbie - Mattel Onde: Museu Les arts Décoratifs, rua Rivoli, 107 – 75001, Paris, França. Quando: até 18 de setembro Site da Exposição: www.lesartsdecoratifs.fr/barbie

11


EGRESSO

Egresso,

Egresso,

SITE EGRESSO:

unifebe.edu.br

site o n s o d a seus d e z i l a u t A entro d r o p e u e fiq E B E F I N U da os e s r u c , s o t s even dos nosso he um n a g a d n i .Ea palestras ição. u t i t s n i brinde da te de r a p z a f cê Afinal, vo tória! s i h a s s o n


PERFIL Tudo começou – mesmo antes de ter começado – ainda nos tempos de escola. Ligado a tudo o que acontecia ao seu redor, o brusquense Rodrigo Zen recebeu de um professor o apelido de “antena”. Não pela altura, mas por estar no centro das informações. Naquela época ele nem fazia ideia, mas no futuro isso se tornaria sua profissão. Já na infância, as possibilidades do mundo da Moda começaram a despertar o seu interesse para o universo fashion. Neto de tecelão e bisneto de costureira, tudo leva a crer que o envolvimento com a área foi repassado pelo DNA. Na faculdade, optou por Administração, mas nunca deixou a Moda de lado. — Eu tinha muitos amigos que trabalhavam com Moda e eles foram me influenciando cada vez mais. Depois de formado, surgiu a oportunidade de fazer pós-graduação em Criação e Gestão de Produtos de Moda, aqui na UNIFEBE. Não pensei duas vezes e foi aí que me encontrei de vez — conta. Desde então, o talento identificado pelo professor na infância se consolidou na prática em sua vida profissional. Ser “antena” foi fundamental

para abrir a Rodrigo as portas do sucesso. — Me considero um observador. Gosto de olhar ao meu redor, perceber o que está acontecendo, nas artes, design e outros movimentos para, a partir disso, ajudar a propor a Moda. Por isso eu viajo bastante, tudo é referência — explica. A fórmula deu certo. Com talento nato para a área e um jeito perspicaz de olhar as coisas, Rodrigo deslanchou na carreira. Em 2013, começou a dar aulas na UNIFEBE e em 2016 foi convidado a assumir a coordenação do curso de Design de Moda. Persistente e cheio de planos, é de se esperar muitas novidades para o futuro. Seja no mundo da Moda, em sala de aula ou em suas viagens. Parece que nem o céu é o limite para Rodrigo Zen.

RODRIGO ZEN DA ADMINISTRAÇÃO AO MUNDO DA MODA Foto: Suellen Pereira Rodigues

2006

2009

2013

“A minha formatura no curso de Administração da UNIFEBE. Foi um marco, um momento de vitória”

“Minha primeira viagem para o exterior, para Paris. Era um sonho meu desde criança”

“Esse ano me marcou por ter começado a dar aulas na UNIFEBE. Foi o início de um novo ciclo profissional”

2015 “Ter passado no mestrado em Design na Universidade Federal de Santa Catarina”


CULT+ TREND

Foto: Divulgação

O melhor despertador do mundo Acabaram-se os cinco minutinhos da soneca. Agora, o negócio são os três segundinhos para acordar. A ideia é do norte-americano Winson Tam. Cansado de perder a hora, ele criou um despertador-tapete “Ruggie” que só silencia quando o usuário fica de pé em cima da criação. — O corpo tem muita resistência durante a manhã. Então, criei esse desperta-

Foto: Reprodução

dor para me ajudar a sair da cama e ser mais produtivo — contou ao jornal The Huffington Post. Para financiar o projeto, ele recorreu à internet. Em 25 dias, mais de U$ 327 mil foram arrecadados. O Ruggie será comercializado a partir de setembro e virá com bateria e cabo USB. O tapete também pode ser utilizado como relógio. Confira: http://ruggie.co/

Uma mãozinha eletrônica Já se passaram cinco anos desde o acidente nuclear de Fukushima e as salas do prédio onde ficava o reator 3 continuam contaminadas. Os altos níveis de radiação do local impedem que a limpeza seja feita por humanos, por isso, um robô auxiliará na descontaminação. O principal trabalho do robô é cortar as mais de 500 barras de combustível danificadas, e depositá-las em piscinas de resfriamento. O auxiliar de limpeza eletrônico – em forma de guindaste - também é equipado com câmeras, para que os operadores acompanhem todo o trabalho realizado no reator, evitando novos acidentes.


CULT+ TREND

Foto: Divulgação

Realidade virtual Se antes parecia coisa do futuro, aos poucos a realidade virtual tem se tornado... ”realidade”. Dos primeiros dispositivos caros e pouco acessíveis, agora já existem opções que permitem vivenciar experiências de imersão aproveitando o seu smartphone. É o caso do Google Cardboard: óculos feito de papelão e lentes especiais, pronto para receber o celular. Para assistir vídeos em realidade virtual, basta baixar o app do Google Cardboard disponível em Android e iOS e acoplar o smartphone ao visor dos óculos. Simples assim. A divisão de realidade virtual do Google anunciou que já foram comercializadas mais de cinco milhões de unidades do Google Cardboard e estão disponíveis mais de mil aplicativos no Google Play.

Embora os cursos de libras estejam se popularizando, ainda é difícil encontrar ouvintes fluentes e intérpretes na língua brasileira dos sinais. Para facilitar a comunicação com deficientes auditivos, a tecnologia pode ser uma importante aliada. No mercado digital, existem várias opções gratuitas de aplicativos que traduzem o português para a língua dos sinais. Confira alguns deles: Prodeaf Móvel: Tradutor de voz e texto em português para Libras. Disponível para na Apple Store, Google Play e Loja do Windows Phone. Com esta ferramenta de bolso pode-se traduzir automaticamente pequenas frases para Libras. Hand Talk: Eleito o melhor aplicativo

Foto: Divulgação

Tradutor de Libras

pela ONU, o hand talk está disponível para Android, iOS e Windows Phone. O app traduz simultaneamente texto e áudio para a linguagem dos sinais e pode ser implementado em sites. Uni Libras: Disponível para smartphones com o sistema operacional iOS. Suporta fotos, vídeos e também oferece a opção de buscas na Internet.

15


ESPECIAL

16


PROFISSIONAIS DÃO DICAS DE COMO ENCONTRAR ALTERNATIVAS E NÃO SE DEIXAR AFUNDAR NO TURBILHÃO ECONÔMICO QUE ESTAMOS ENFRENTANDO

Suellen Pereira Rodrigues

Era para ser só uma marolinha, mas a onda foi crescendo, ganhou proporções inesperadas, perdeu o controle e quase se transformou em um verdadeiro tsunami, destruindo tudo pela frente. Se antes havia controvérsia nos discursos, hoje todos concordam que o mar está passando por pelo menos uma ressaca, e esse aumento na atividade marítima tem um nome: crise. Mesmo com o mar agitado é importante manter a calma, afinal de contas, o oceano continua cheio de oportunidades. O economista Wagner Dantas, coordenador dos cursos de Gestão da UNIFEBE, lembra que é tradição do brasileiro se reerguer nos momentos de dificuldade e encontrar a solução para os problemas em talentos adormecidos. — Somos culturalmente um povo muito criativo. Olhando o contexto histórico do país, sabemos que um momento de crise também pode ser ideal para o surgimento de excelentes negócios. Já nasceram grandes empreendedores em crises anteriores — conta. Dantas explica que o movimento econômico é estudado por ciclos.

Essa não é a primeira e dificilmente será a última crise por qual passamos. A previsão é que a partir do fim deste ano a situação comece a melhorar e que em 2017 a economia encontre sua estabilidade. O crescimento, tão aguardado por todos, deve dar sinais mais evidentes de sua força em 2018. — Para ser bem realista, toda essa situação econômica parou o Brasil em uns cinco anos em termos de crescimento. Retornar ao ritmo em que estávamos não vem de uma hora para outra. Isso vai acontecer gradativamente, mas é importante estar preparado, vamos voltar a crescer em breve — adianta. DA MAROLA AO TSUNAMI Muito já se falou sobre o assunto e ainda restam dúvidas. Afinal, o que aconteceu com as finanças do país? É importante ressaltar que o conturbado período atual não atinge apenas o Brasil. De modo geral, outros países em desenvolvimento também estão passando por esse momento de estabilidade na economia. Aqui, o agravante foram as crises nos se-

17


tores político e ético que ganharam grandes proporções e, consequentemente, refletiram nas contas. — Digamos que 20% da crise atual é fruto da economia, mas 80% é resultado de uma crise de confiança que enfrentamos. Os investidores estrangeiros, por exemplo, olham para o nosso país e, diante a tantos casos de corrupção e descaso com as contas públicas, não confiam mais no Brasil como fonte de investimentos — esclarece o economista. Uma coisa leva a outra, como se fosse o efeito de uma bola de neve. Por isso, o psicólogo Ademir Bernardino da Silva, coordenador do curso de Psicologia da UNIFEBE, faz um alerta para que esse clima de insatisfação não acabe transbordando para a vida privada dos brasileiros. Ele explica que situações como esta, afetam o orgulho de pertencimento das pessoas, é isso que deve ser trabalhado. — Eu posso até não estar em crise, mas, de uma forma ou de outra, estou inserido em um clima de crise. Vivenciamos uma sensação de insegurança, de impotência, e isso mexe diretamente com a autoestima. Acabamos desacreditados com o todo, e

o pior, com nós mesmos. O segredo é não se deixar acomodar. É preciso focar no “eu”. Se eu acreditar em mim, vou entender que eu posso ser a diferença — aconselha o psicólogo. Para fugir dessa nuvem de insegurança, Silva orienta a estabelecer metas a curto, médio e longo prazo para reencontrar o caminho da motivação. — Uma das principais dicas é: alimente o sentido da vida. Provoque a diferença! Trace metas, defina objetivos gerais em diferentes áreas. O que eu quero para minha vida social? Para minha vida espiritual? Intelectual? Meu aspecto físico? Familiar? O que eu espero para a minha vida financeira? Afetiva? Transforme esse período em um momento de transformação e mudança — afirma. ENCONTRE SEU PORTO SEGURO O atual coordenador de Psicologia da UNIFEBE fala com propriedade sobre o assunto, afinal, ele já passou por essa situação. Antes de começar a graduação na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Tuiuti (atual Universidade Tuiuti do Paraná), em Curitiba, estudou por nove anos em um seminário. Quando desistiu de ser padre, aos 20 anos,

Foi vendendo bombons como estes que Ademir encontrou segurança em seu momento de crise.

Descobri que eu tinha talento para vender bombons na faculdade e investi nisso. Cheguei a vender 450 unidades por dia. Era força de bombom!

Ademir Bernardino

04 18


encontrou do lado de fora uma realidade completamente diferente do que estava acostumado. — Eu nunca tinha trabalhado, nem carteira de trabalho eu tinha. Fui morar com uma família e tive que começar a ajudar nas contas. Procurava emprego, mas não tinha experiência em nada. Até brincava, dizia que tinha bastante experiência com oração e que isso poderia ajudar — recorda. Aos poucos, as oportunidades foram aparecendo. Trabalhou como auxiliar de pedreiro, vendedor, bancário, passou em concurso e, mais tarde, se viu desempregado novamente. Foi aí que ele usou a criatividade e encontrou no empreendedorismo criativo a solução para sua crise particular. — Descobri que eu tinha talento para vender bombons na faculdade e investi nisso. Cheguei a vender 450 unidades por dia. Era força de bombom! Comecei com poucas unidades, e depois já estava até repassando para outras pessoas.

REI DA COZINHA Já notou que tem habilidades no fogão? Que tal usar isso a seu favor? Muitos empreendedores começaram na cozinha de casa e conquistaram o sucesso. Invista na produção de salgados, doces, ou alimentação funcional e saia da crise!

Tornou-se meu foco de negócio, e foi o que me manteve na época — conta Silva. Segundo Dantas, o segredo é identificar a âncora salvadora do negócio. O brasileiro é muito criativo, e momentos de adversidade podem revelar grandes empreendedores. O importante é identificar suas qualidades e transformá-las em negócios rentáveis. —Nessas horas aparece muito o empreendedorismo por necessidade, mas como temos uma relação muito forte com o empreendedorismo criativo, este é o momento para o surgimento de excelentes negócios. Então, avalie suas habilidades individuais e as transforme em negócios de sucesso — recomenda o economista Wagner Dantas. Por segurança, Dantas aconselha: não coloque todos os ovos na mesma cesta, nem aposte todas suas fichas no mesmo segmento. Ter um “plano B” é extremamente válido para qualquer pessoa.

MAGO DA FOTOGRAFIA Uma imagem vale mais do que mil palavras. Se você tem talento para a coisa, talvez seja o momento de se profissionalizar no ramo da fotografia. Mas lembre-se, além do jeito pra coisa, a qualificação é indispensável para o sucesso profissional.

SUPER LIGADO Os youtubers estão com tudo! Se você sabe tudo sobre uma área, ou possui outros talentos que possam ser filmados, por que não investir na internet? Dedicação e um pouco de sorte podem tornar seus vídeos rentáveis.

04 19


KEEP CALM AND

SPEAK ENGLISH Mantenha a calma e fale Inglês. A UNIFEBE em parceria com a VOXY, proporciona a você esta oportunidade. Curso de Inglês on-line com aulas personalizadas de acordo com as necessidades e área de interesse do aluno. Tudo isso com investimento acessível. Para mais informações acesse: www.unifebe.edu.br.

04

unifebe.edu.br

INSCRIÇÕES ABERTAS:

UNIFEBE.EDU.BR


FALA AÍ

O MUNDO ESTÁ CHATO? Recentemente, a “Pepsi” provocou em uma de suas propagandas, afirmando que o mundo está chato. No diálogo, os limões da Pepsi Twist trouxeram várias citações populares sobre a fruta, dizendo como elas seriam embaraçosas em um mundo chato. A frase “Você está mais azedo que um limão” foi um dos exemplos. O comercial foi denunciado por alguns consumidores que acreditaram que a propaganda desmerece movimentos e ações em defesa de minorias. O Conar julgou e absolveu o processo. E você, o que você acha disso?

Caio Testoni, 21 Ciências Contábeis, 4o fase Antigamente, a gente tinha mais liberdade para fazer certas brincadeiras. Hoje, dependendo da brincadeira, já corro o risco de ser denunciado, processado, ou alguma coisa do tipo. As pessoas estão levando muito a sério algumas coisas que não precisava.

Gisela Sabrina Fraga, 23 Direito, 9o fase Não é o mundo que está chato, mas algumas pessoas que estão ao redor da gente. Acho que precisamos rir mais, sorrir mais e buscar um pouquinho mais de felicidade. É preciso dar um pouco mais de visão para quem está convivendo com a gente e aceitá-los. O nosso preconceito deixa o mundo chato, ele vai parar de ser chato quando a gente conseguir reconhecer o próximo e perceber que as diferenças não mudam nada entre a gente.

Leandro Júlio, 25 Educação Física, 90 fase Eu acho que o mundo está chato sim. Hoje, as pessoas se sentem ofendidas por tudo, qualquer coisa que você fale é motivo para ofensa, processo e muito “mimimi”. Elas estão frescas. Ninguém pode fazer mais nada que é motivo de briga. Precisamos ser mais “mente aberta” e deixar as coisas acontecerem.

21


RADAR por

Thayse Helena Machado

Preconceito A menstruação feminina ainda é vista com maus olhos em alguns lugares. No Irã, segundo pesquisa da Unicef 48% das meninas creem se tratar de uma doença e no Quênia, nem os absorventes mais baratos são acessíveis. A maioria das mulheres utiliza jornais, plantas e forros de colchão.

Deu zika Descoberto em 1947 em macacos africanos, o Zika Vírus se alastrou rapidamente no Brasil transmitido pelo mosquito Aedes aegypti (também responsável pela transmissão da dengue e febre amarela). Considerada uma epidemia mundial, uma das questões preocupantes e ainda sem explicações científicas claras são os casos de microcefalia em bebês. Cerca de 2 mil casos já foram notificados e 45% estão em Pernambuco.

Corpos Reais A Aerie, principal concorrentes da Victoria’s Secret no mercado de lingeries aposta no real para impactar seu público. Em 2014, lançou uma campanha publicitária “livre de Photoshop” nas fotos das modelos. Agora, a marca volta a explorar este terreno e investe em mulheres de diferentes padrões, incluindo a modelo plus size Barbie Ferreira. O vídeo “Real Talk With Barbie” caiu nas graças do público na Internet e registrou aumento de 21% em suas vendas no último trimestre.


BEM PASTEL Já conferiu a cor do Pantone 2016? Para substituir o Marsala do ano passado (uma mistura de rosa, vermelho, vinho e bordô – não exatamente nessa ordem) pela primeira vez a cor do ano não é uma e sim duas: Rose Quartz e Serenity, uma versão pastel de rosa e azul. Eu adorei!

É o bicho Para quem achou 2015 agitado e cheio de surpresas, 2016 vem em dose dupla. É o que indica o Horóscopo Chinês desse período que será regido pelo Macaco de Fogo. O ano-novo chinês começou em 8 de fevereiro e segue até 27 de janeiro de 2017. Dizem que será de muita sorte, bons fluídos e boas oportunidades a quem planta o bem. O ano de 2016 também é regido pelo Sol e pelo número 9.

Mais plástico do que peixe Em 2050 os oceanos vão ter mais plástico do que peixes, alertou o Fórum Econômico Mundial de Davos, que reuniu líderes mundiais e bilionários. Segundo o relatório, a proporção entre as toneladas de plástico e as toneladas de peixe registradas nos oceanos era de 1 para 5 em 2014. Em 2025, será de 1 para 3 e em 2050 irá evoluir de 1 para 1.

Tendência O uso de sobras de comida é a nova aposta dos grandes chefs brasileiros, seguindo a tendência mundial slow food, movimento que defende o direito ao prazer da alimentação, utilizando produtos produzidos com respeito ao meio ambiente e aos produtores. Nessa tendência, devem-se reaproveitar as sobras do dia anterior, mas transformá-las em novos pratos.


COMO FUNCIONA?

o corpo durante a corrida O PROFESSOR ALMIR SCHMITT NETTO, MESTRE EM CIÊNCIAS DO MOVIMENTO HUMANO, EXPLICA O QUE ACONTECE QUANDO CORREMOS. Se dependesse exclusivamente do nosso corpo, estaríamos sempre em movimento. Fomos feitos para nos exercitar, e não ficar a maior do tempo parados, como geralmente acontece. O professor do curso de Educação Física Almir Schmitt Netto, mestre em ciências do movimento humano, explica que a atividade física tem papel fundamental no bom funcionamento do corpo humano. Então, é melhor deixar a preguiça de lado e começar a correr atrás do prejuízo. — O exercício é indispensável para a manutenção das funções vitais, fortalecimento dos ossos e na diminuição do risco de doenças cardiovasculares. Além disso, ainda previne a depressão e aumenta a criatividade, entre tantos outros benefícios— explica Schmitt Netto. Para começar a ver os resultados, basta ter vontade e fazer um esforço. Depois de 29 dias de atividade contínua, o professor explica que será o próprio corpo que não te deixará mais ficar parado. — Costumo dizer que temos que fazer um esforço extra e tentarmos manter a prática, após isso seu corpo vai pedir e sentir falta de se mexer — conta. O primeiro passo é fazer uma avaliação cardiológica e procurar a orientação de um profissional de Educação Física. Com a meta estabelecida (cada pessoa busca objetivos diferentes), basta cuidar do sono, da alimentação e procurar qual atividade mais te deixa feliz. Com o par de tênis adequados e boa alimentação antes e após o treino, escolhemos a corrida. Vamos ver como funciona?

24

Comece com aquecimento, para seu corpo se acostumar com a atividade

Começando o exercício você tende a sentir o seu coração um pouco mais acelerado

Depois de aproximadamente 50 minutos, o corpo já perdeu quantidade significativa de eletrólitos. Então, reponha bebendo isotônicos ou água

A prática regular faz com que os nossos ossos e a musculatura se fortaleçam


Enquanto você corre, ajuda a prevenir o aparecimento de doenças psicológicas como a depressão

Durante a corrida, movemos aproximadamente 70% dos nossos músculos

A atividade auxilia na redução da glicose circulante e faz que aumente a sensibilidade da insulina, auxiliando no tratamento da diabetes

Enquanto corremos, o coração bombeia mais sangue para suprir as necessidades dos nossos músculos e órgãos

Para evitar lesões, encerre com um alongamento

25


MOCHILÃO

#PARTIU INTERCÂMBIO RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA UNIFEBE DÁ DICAS DE COMO SE PREPARAR PARA UMA EXPERIÊNCIA DE ESTUDOS NO EXTERIOR

Novas experiências, algumas lembrancinhas e muito conhecimento. É assim que retorna a bagagem de quem participa de um intercâmbio de estudos. Além de ser muito bom conhecer outros países, o aluno volta com outra visão de mundo e um grande diferencial no currículo. Mas, como começar a planejar um intercâmbio. Na UNIFEBE, a relações internacionais Ana Paula Bonatelli orienta os estudantes no passo a passo para realizar o sonho de estudar fora. — Na assessoria de relações internacionais, fornecemos todo o suporte para quem busca uma experiência no exterior. Auxiliamos com a análise e tradução de documentos escolares, candidaturas

26

on-line, e também fornecemos informações sobre destinos e as universidades que a nossa instituição possui parceria — conta. Contudo, ela faz um alerta: é preciso levar em consideração que um intercâmbio de estudos não se resume apenas a conhecer um novo país e novas culturas, essa experiência representa um período de mudanças, novos desafios e muitas oportunidades. — Primeiro, o acadêmico deve ter consciência de que terá que ficar longe da família e dos amigos, se adequar a costumes e culturas diferentes e a novas metodologias de ensino. São muitas mudanças, mas esse período deve ser visto como uma oportunida-


de única para refletir sobre aquilo que já foi vivido, além de ser uma preparação para o futuro, tanto na vida pessoal quanto profissional — explica Ana Paula.

NETH

PARCERIAS Para incentivar que os acadêmicos vivam essas experiências, a UNIFEBE possui diversas instituições parceiras no exterior, como: as portuguesas Universidade do Porto e Universidade do Algarve e a americana Universidade Politécnica da Flórida, além de parcerias com Centro de Línguas de universidades dos Estados Unidos, Canadá e Irlanda, para descontos em cursos de inglês.

COMO ESCOLHER?

ERLAN

GER

M U I G L E B

DEN

DS

FRANCE

SPA

SWEDEN IRELAND

PO

ITA

Há diversos tipos de intercâmbios à disposição, como cursos de idiomas, trabalho remunerado, períodos de estudo, entre outros. A duração pode variar de duas ou três semanas até seis meses ou um ano. Para escolher o melhor destino, é importante primeiro ter clareza nos objetivos que motivaram a busca pela experiência no exterior. Depois, é só começar a se preparar para a viagem:

Estabeleça prioridades para esse período

Estude e pratique o idioma do país de destino Prepare o orçamento Pesquise sobre os costumes e as culturas do lugar Converse com outros acadêmicos que já fizeram intercâmbio Procure a assessoria internacional de sua universidade

27


GALERIA


RECEPÇÃO DE CALOUROS Nossa galeria de imagens está especial. Para dar as boas-vindas aos calouros da UNIFEBE, preparamos uma seleção de imagens para você conferir como foi a recepção dos nossos novos acadêmicos do primeiro semestre de 2016! Confira aí!


GALERIA


GERAL

Foto: Divulgação

M E S O TOD BATE COM EDES AO A Sai Zika! SAIBA COMO FAZER A SUA PARTE E ENTRE NO COMBATE CONTRA O MOSQUITO AEDES AEGYPTI, TRANSMISSOR DA DENGUE, DO VÍRUS ZIKA E DA CHIKUNGUNYA 32


O vilão, infelizmente, já é velho conhecido nosso. A diferença agora é que além da Dengue, o mosquito Aedes aegypti também pode transmitir doenças como o vírus Zika e a Chikungunya. Por isso, é preciso redobrar o cuidado com os focos de água parada afim de não facilitar a reprodução do mosquito e, mais do que nunca, mostrar que juntos somos mais fortes do que o Aedes aegypti. A UNIFEBE abraçou a causa e mobilizou a comunidade para também mostrar sua força nos cuidados de prevenção contra o proliferador destas doenças. Segundo a coordenadora do Programa Controle Dengue/Endemias de Brusque Fernanda Lippert, é responsabilidade de cada cidadão observar o ambiente em que vive, dentro e fora, eliminando toda água parada que possa servir de criadouros do mosquito.

— Pensando na facilidade de reprodução do mosquito, a proximidade entre as cidades infestadas e a quantidade de chuvas e fatores climáticos favoráveis para proliferação, temos que pensar se estamos realmente eliminando todas as possibilidades do mosquito chegar e ficar em nossa localidade. Temos que pensar se realmente estamos fazendo nossa parte enquanto cidadãos — afirma. A prevenção deve ser feita regularmente. Como ainda não existem vacinas 100% eficazes contra o mosquito, a solução é cada um fazer a sua parte mantendo seus domicílios limpos e impedindo que locais suspeitos acumulem água limpa. E não se esqueça, caso apareçam sintomas como febre, dores nas articulações, manchas avermelhadas pelo corpo, coceira ou vermelhidão nos olhos, procure a unidade de saúde mais próxima.

DENGUE

Chikungunya

ZIKA

A Dengue é uma doença viral transmitida pelo Aedes aegypti. No Brasil, foi identificada pela primeira vez em 1986. Estima-se que 50 milhões de infecções por dengue ocorram anualmente no mundo.

A Febre Chikungunya é transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. No Brasil, a circulação do vírus foi identificada pela primeira vez em 2014. Chikungunya significa “aqueles que se dobram” e refere-se à aparência curvada dos pacientes que foram atendidos na primeira epidemia documentada, na Tanzânia (África), entre 1952 e 1953.

O Zika é um vírus também transmitido pelo Aedes aegypti, identificado pela primeira vez no Brasil em abril de 2015. O vírus Zika recebeu a mesma denominação do local de origem de sua identificação em 1947, após detecção em macacos sentinelas para monitoramento da febre amarela, na floresta Zika, em Uganda. * Fonte: Ministério da Saúde

TODOS EM COMBATE AO AEDES

Mais Informações sobre como se prevenir e quais os sintomas das doenças, acesse: http://combateaedes.saude.gov.br/

33


GERAL

Separados por um esquecimento GUARDA-CHUVAS E CADERNOS LIDERAM RANKING DOS MAIS ESQUECIDOS NA UNIFEBE Vocês já dividiram vários momentos juntos. Dias de sol, de chuva, de estudos e lazer, mas por ironia do destino, acabaram se separando. Agora, restam as lembranças e a esperança de um reencontro. Ou não. Você pode simplesmente não se lembrar mais daqueles óculos de sol que gostava tanto, ou do guarda-chuva que te salvou de algumas! O pen drive antigo? Esse deve estar em alguma mochila, guardado em casa. Pois é, a maioria desses objetos – perdidos no campus Santa Terezinha da UNIFEBE – está à espera de seus donos na central de Achados e Perdidos, na sala do Serviço de Orientação e Atendimento ao Estudante – SOAE. Itens como cadernos, óculos, pen drives, estojo de lápis (ou seria penal? #risos), chaveiros, garrafinhas, celulares e até um capacete de motocicleta já foram regatados 34

pelo setor. Os objetos devolvidos ficam ali durante três meses, após esse prazo são doados, como explica a assistente social Flávia de Brito Souza. — Nós fazemos o máximo para devolver os objetos, mas muitos donos nem procuram seus pertences esquecidos. De qualquer forma, ressaltamos a importância de sempre entregar ao SOAE qualquer item encontrado na UNIFEBE. Desta forma, concentramos a busca em apenas um local — explica. Enquanto alguns nem se lembram de ter perdido, outros já criaram até vínculo com as colaboradoras do setor, de tanto que passam no local para ver se foi encontrado algo de novo. — Tem aluno que entra ali e já conhecemos até por nome, em virtude das reincidências. Algumas pessoas esquecem sempre os mesmos


Fotos: Divulgação

objetos, e quando isso acontece já recorrem diretamente ao nosso serviço — conta Flávia.

espécie de buraco negro, mas, se você encontrar, por favor, comunique ao SOAE.

FICA A DICA Para evitar a perda de objetos e documentos, é importante tomar alguns cuidados. Fique sempre atento aos itens que estão sendo transportados e observe se todos continuam com você ao deixar ambientes como salas de aula, auditórios, e principalmente banheiros. Caso você já tenha histórico com perdas, ou tendência a esquecimentos, coloque alguma identificação em seus materiais para facilitar o caminho do reencontro. De qualquer forma, é importante lembrar que por mais que a gente procure – já pedimos até para São Longuinho – infelizmente ainda não conseguimos localizar as canetas emprestadas, nem os prendedores de cabelo. Acreditamos que esses itens estejam escondidos em uma

RANKING Os mais esquecidos da UNIFEBE

Guarda-chuva Documentos Caderno Carregador de celular Notebook

35


Calouros arrecadam DONATIVOS para a AVOS Mais uma vez os calouros esbanjaram solidariedade no trote solidário “Ajudar faz bem”. Os alunos vestiram a camisa e arrecadaram mais de três mil e trezentos itens de higiene pessoal e limpeza, que foram entregues à AVOS - Associação de Voluntários de Saúde do Hospital Infantil Joana de Gusmão de Florianópolis. A turma que mais arrecadou foi a de Ciências Contábeis, com 1094 produtos . Os alunos de Gestão Comercial, Processos Gerenciais e Logística ficaram em segundo e Educação Física terminou em 30 na competição de solidariedade. Se-

gundo a coordenadora de eventos Luana Alves, os números surpreenderam a comissão organizadora do trote. — Já esperávamos o comprometimento com esta importante causa, mas fomos surpreendidos com o resultado das doações. As turmas demonstraram que estão engajadas com o desenvolvimento de nossa comunidade regional — afirma. Para a AVOS, as doações chegaram em boa hora. Essa doação irá nos auxiliar e muito a manter o padrão que nossas crianças precisam — diz a gerente administrativa Regina CechettoTellini.

Coordenador vence Prêmio Stemmer de Inovação 2015 O comprometimento da UNIFEBE com a tecnologia ficou mais uma vez evidente com a premiação recebida pelo coordenador, Denis Boing, no Prêmio Stemmer de Inovação 2015. Boing ficou em 10 lugar na categoria Protagonista da Inovação, com o trabalho no Centro de Tecnologia e Inovação em Fabricação (CTIF) da UNIFEBE. Além do troféu, ele foi presenteado com R$ 60 mil como estímulo para o desenvolvimento de novos projetos. A entrega da 60 edição do prêmio, promovido pela Fapesc, foi realizada no mês de março, em Florianópolis, com a presença do governador João Raimundo Colombo, o presidente da Fapesc Sergio Luiz Gargioni e o reitor Günther Lother Pertschy. Foto: Suellen Pereira Rodrigues

36

Foto: Suellen Pereira Rodrigues

ACONTECE


UNIFEBE inicia PROJETO DE mestrado nete do reitor Günther Lother Pertschy e contou com a participação de representantes do INPEAU e membros da Administração Superior da UNIFEBE. O projeto inicial foi aprovado e as equipes começaram a trabalhar na proposta do curso de mestrado para apresentação à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Foto: Suellen Pereira Rodrigues

A UNIFEBE e o Instituto de Pesquisas e Estudos em Administração Universitária – INPEAU da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) iniciaram no mês de abril as conversas de parceria para o desenvolvimento do primeiro mestrado da UNIFEBE: o programa de pós-graduação em Empreendedorismo e Inovação. A reunião foi realizada no gabi-

INAUGURADO Núcleo de Atendimento Contábil Foi inaugurado no campus Santa Terezinha mais um espaço prático, destinado ao desenvolvimento de atividades de extensão do curso de Ciências Contábeis: o Núcleo de Atendimento Contábil (NAC). O laboratório beneficiará os estudantes de todas as fases. Segundo o coordenador Edilson Sidnei Padilha, o NAC deve firmar parcerias com entidades representativas da classe contábil, entidades públicas e da sociedade civil organizada, com intuito de trocar informações e experiências — A ideia é a de que essas parcerias promovam o aprimoramento profissional dos estudantes — conta o coordenador. Contudo, é importante ressaltar que o NAC da UNIFEBE não se destina à prestação de serviços técnicos de contabilidade.

— Tal atividade é inerente às empresas de serviços contábeis. Nossa atuação será voltada a atividades menos completas — explica Padilha.

Foto: Suellen Pereira Rodrigues

37


ARTIGO

O CONSUMIDOR E A OFERTA SAIBA COMO EXIGIR SEUS DIREITOS

38


Diariamente, o consumidor se depara com várias ofertas no mercado de consumo e muitas delas são extremamente atrativas e vantajosas. Porém, após o uso do produto ou serviço, os consumidores podem se deparar com diversos problemas. Estes problemas são classificados pelo Código de Defesa do Consumidor como “vícios”, que podem estar relacionados desde ao mau funcionamento, o não funcionamento, divergência entre o peso e as medidas constantes na embalagem, entre outros. No entanto, para regular as relações de consumo e os abusos encontrados no comércio, a Lei no 8.078/90, denominada de Código de Defesa do Consumidor, tem por finalidade proteger e restabelecer o equilíbrio nestas relações, ajustando os conflitos existentes entre consumidores e fornecedores de produtos e serviços. Todavia, o Código de Defesa do Consumidor não prevê somente os direitos, mas também estabelece deveres. Um deles é o de comunicar ao fornecedor, formalmente sobre a constatação de vícios. Esta comunicação pode se dar de várias formas: reclamação na central de atendimento ao consumidor com o registro do respectivo protocolo, e-mail, etc. Lembre-se: a prova da reclamação é fundamental, pois é a partir dela que surgem os direitos dos consumidores, desde que esteja dentro do prazo. O Código de Defesa do Consumidor estabelece no artigo 26 que “o direito de reclamar pelos vícios aparentes ou de fácil constatação caduca em: I – trinta dias, tratando-se de fornecimento de serviço e de produtos não duráveis; II – noventa dias, tratando-se de fornecimento de serviço e de

produtos duráveis”. Por outro lado, se o produto adquirido for, por exemplo, um refrigerador, que é um produto durável, e o fornecedor conceder uma garantia de 12 meses ao produto, a qual é denominada de “garantia de fabrica”, esta será somada ao prazo de 90 dias estabelecido no artigo 26, inciso II, do CDC e, ao final, o consumidor contará com uma garantia total de 15 meses. Por isso, é importante sempre guardar a Nota Fiscal e o termo de garantia do produto. Com a prova da garantia em mãos, o consumidor poderá reclamar por qualquer vício que o produto, atentando-se sempre ao prazo da garantia legal somada a contratual, se houver. Assim, o fornecedor será obrigado a adequar (consertar/ajustar/reparar) o produto ou o serviço, no prazo de 30 dias, contados da data da reclamação, conforme estabelece o artigo 18 do CDC. Daí a importância de se registrar a reclamação formalmente junto ao fornecedor (lojista). Isto significa dizer que, o produto ou serviço deverá passar pela assistência técnica, do próprio fornecedor ou aquela por ele indicada (empresa especializada) e o conserto deverá ser realizado em até 30 dias. Caso contrário, o consumidor poderá fazer uso das alternativas previstas no §1º do artigo 18 que são: a substituição do produto, restituição imediata ou abatimento proporcional do preço. Lembre-se: em caso de dúvidas, consulte sempre um advogado ou procure o Procon da sua cidade o mais breve possível, pois cada dia que passa é um dia a menos na contagem do seu prazo para fazer valer o seu direito!

Por Schirleni Ristow, professora do curso de Direito

39


SELEÇÃO PELO HISTÓRICO VAGAS ABERTAS

curta ensino de qualidade compartilhe conhecimento

15 OPÇÕES DE CURSOS

INSCREVA-SE NO SITE

www.unifebe.edu.br

VAGAS PELO ENEM | INTERCÂMBIOS | BOLSAS DE ESTUDO | CURSOS DE EXTENSÃO | PÓS-GRADUAÇÃO

unifebe.edu.br


INFormação UNIFEBE 01 Ano 01