Issuu on Google+

MOÇÃO

MOÇÃO À JOHNSON & JOHNSON AO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

O ANDES-SN exige a imediata reintegração dos dirigentes sindicais: Wellington Luiz Cabral, José Natalino Landim, Lidia Louzada Cardoso, Silvio Antonio Pereira e Paulo Lourenço, demitidos arbitrariamente no dia 27/2/2012 pelas empresas do grupo Johnson & Johnson.

Também condena o ataque aos direitos dos trabalhadores e o uso da tropa de choque da segurança pública do estado de São Paulo e de seguranças privados para impedir as greves e as assembleias democráticas dos trabalhadores.

Essas vergonhosas e ilegais atitudes por parte da Multinacional Americana só comprovam o desprezo ao povo brasileiro e a sua legislação, uma afronta à soberania nacional, já que burla as leis do Brasil, onde constitucionalmente, vigora a Liberdade e a Autonomia Sindical e o país é signatário das Convenções 135 e 98 da OIT que tratam da proteção contra atos anti-sindicais.

Exige que cessem imediatamente os ataques por parte da Johnson & Johnson e exorta às outras empresas do ramo a não seguirem a lamentável e desprezível conduta da Johnson & Johnson contra o livre-direito de Organização Sindical garantido na Constituição Federal Brasileira.

Solicita às autoridades públicas a procederem a defesa dos trabalhadores e de seus representantes agredidos pelas arbitrárias atitudes das empresas do grupo Johnson & Johnson amparadas por seus sindicatos patronais SIMPROQUIM, SINDPLAST e SIPATESP.

Ensino Público e Gratuito, Direito de Todos: Dever do Estado


jornal_panfleto