Page 1

Eleição 25 e 26 de fevereiro

UNIDOSPODEMOSMAIS

OPOSIÇÃO No Sindicato do Asseio e Conservação do Rio de Janeiro Diretoria do Sindicato: Presidente: Celio Viana; Vice-Presidente: Lino Alves; Secretário Geral: Antônio Carlos; 1° Secretário: Eduardo Custodio; 2° Secretário: Felipe Carneiro; 1° Tesoureiro: Anderson Luiz; 2° Tesoureiro: Ricardo José; Diretor de Social e Patrimônio: Paulo Eduardo; Procurador: Alcides Baptista; Suplentes: Agnaldo Oliveira; José Carvalho, Walmir Bernardino; Gilberto da Silva; Wagner Barbosa; José Durães; Marco Antônio; Denis Barbosa; Joseli Machado. Conselho Fiscal: Gilmar Vieira; Andison de Lima e Luiz Sergio; Suplentes: Paulo Sergio; Damião Becker e Adilson do Amaral. Delegados junto à Federação: Luiz Claudio e André Barbosa; Suplentes: Elma Paiva e Nilson Peçanha.

2 CHAPA


CAMPANHA SALARIAL 2015 Organizar a luta nas gerências! Por aumento de salário e melhores condições de trabalho! Até agora o prefeito Eduardo Paes e a COMLURB não chamaram a categoria para negociar, nem responderam à pauta votada na assembleia de 15/01. A gente sente no bolso os aumentos do trem, ônibus, energia. A grana tá curta e a geladeira vazia. Para piorar, tão tirando nosso couro na varredura e na coleta, e desrespeitam horas-extras, domingos/feriados. As gerências estão sucateadas, faltando até papel higiênico. Muito trabalhadores estão expostos a doenças, pegando Hepatite. E a galera que não entrou no acordo de 2014, por traição do sindicato, segue com o salário achatado. Enquanto isso, o presidente e diretores da COMLURB mantêm seus privilégios e salários absurdos. Se não tiver negociação temos que protestar. Exigimos que o sindicato e a comissão de negociação parem de fazer corpo mole e chamem uma nova assembleia no dia 12/02 com passeata até a prefeitura. Se o sindicato e a comissão não fizerem nada a categoria vai ter que passar por cima da pelegada. UNIDOS PODEMOS MAIS!

Pra cima deles! Em 2014 tivemos uma grande vitória com a greve. Derrotamos a traição da direção do sindicato e o prefeito. Arrancamos 37% no salário, 67% no vale, 40% de insalubridade e revertemos 300 demissões. Agora em 2015 a luta vai ser muito mais dura. Dilma, Pezão e Paes estão aplicando um ajuste fiscal contra o povo. Estão restringindo abono-salarial, seguro-desemprego, aumentando impostos e tarifas, cortando verbas das áreas sociais e arrochando salários. Atacam os trabalhadores para manter os lucros dos empresários do transporte e os negócios corruptos na Petrobras. Por isso, temos que fortalecer nossa campanha salarial e unificar nossa luta com outras categorias.

U Fala, Bruno! “Para ter vitórias na campanha salarial 2015 precisamos organizar a luta na base. Precisamos nos organizar em cada gerência e lutar como fizemos na greve de 2014 com piquetes, assembleias e passeatas gigantes, conquistando apoio popular. Seguir o exemplo dos Metalúrgicos da Volks em São Bernardo, no ABC em São Paulo, que venceram a patronal fazendo greve contra ataques aos seus direitos. Seguir o exemplo da juventude que voltou a se mobilizar contra o aumento das passagens e os acidentes nos trens. Esse é o caminho para ter vitórias. Nossa chapa está a serviço do interesse da categoria. Unidos Podemos Mais!” Bruno é Cipeiro da Unidade de Piedade, impulsionador da Chapa 2 -Oposição UNIDOS PODEMOS MAIS e Integrante da Comissão de Greve de 2014.


MUDANÇA NO SINDICATO PARA TIRAR A PELEGADA, VOTE NA OPOSIÇÃO! No dia 04/02 foi publicada a homologação da chapa 2, Unidos Podemos Mais, de Oposição à atual pelegada que controla o sindicato do Asseio e Conservação. Foi um grande avanço, já que sempre teve eleição com chapa única. Os pelegos querem ganhar na marra Estamos na disputa para valer, mas a atual gestão é capaz de tudo para se manter no poder. Como tudo é controlado por eles, os caras podem fraudar o processo eleitoral. Para ter eleições limpas, a categoria tem que ficar de olho e acompanhar de perto, em primeiro lugar exigindo que o sindicato entregue a lista de associados para Chapa 2 - Oposição e garanta urnas fixas nos maiores locais de trabalho, conforme manda o Estatuto do sindicato.

UNIDOS PODEMOS MAIS! Depois da última greve ficou claro que a atual direção não tem condições de continuar à frente do sindicato. Traíram a base, fecharam um acordo rebaixado sem consultar a categoria. Tudo por conta dos interesses políticos do grupo que comanda o sindicato, que é ligado ao governo Eduardo Paes. Agora, é preciso que os trabalhadores nos ajudem a derrotar os pelegos do mesmo modo que realizamos a maior greve da história da Comlurb. Nossa chapa é formada e apoiada pelos trabalhadores que não se venderam para o governo e nem pegaram cargos com a direção traidora do sindicato. Por isso, nos dias 25 e 26 de fevereiro pedimos seu voto! Vote e Lute com a Chapa 2 – Oposição. Pode votar todo trabalhador com mais de 6 meses de sindicalização e que tiver mais de 6 meses ininterrupto na categoria.

U Fala, Célio! “A pelegada que controla o sindicato sempre realiza eleições às escondidas, sem divulgar nada, de costas para a categoria. Além disso, inventaram um monte de artigos absurdos num estatuto burocrático para excluir a maior parte da galera que fez a última greve. Por isso, muita gente que estava nos piquetes de 2014 não pôde se inscrever oficialmente na nossa chapa, mesmo assim estão na campanha e seguem na luta apoiando a Oposição. O certo é que depois da última greve a atual gestão está desesperada com a garizada de luta da COMLURB. Unidos Podemos Mais!” Célio é Candidato a Presidente da Chapa 2 - Oposição - UNIDOS PODEMOS MAIS e Integrante da Comissão de Greve de 2014.


A BASE DO ASSEIO E CONSERVAÇÃO PRECISA SEGUIR O EXEMPLO DA COMLURB No ano passado a rebeldia da base garantiu o melhor acordo salarial da história da COMLURB. Porém a maior parte das empresas de Asseio e Conservação ficou apenas com a reposição da Inflação. Isso ocorreu porque, à frente do sindicato tem um bando de traíras vendidos para a patronal. Sem mudar a atual direção do sindicato, a categoria vai continuar amargando perdas. Felizmente os trabalhadores das terceirizadas começaram a lutar pelos seus direitos, como no caso da Limpeza da UERJ. Esse é o caminho. Nessas eleições, pedimos seu voto para construir uma nova direção democrática e de luta no sindicato e garantir uma campanha salarial unificada de todo Asseio e Conservação do Rio de Janeiro. UNIDOS PODEMOS MAIS!

UNIDOS PODEMOS MUDAR O SINDICATO A última greve da COMLURB mostrou o tipo de sindicalismo que nos leva até a vitória. Vamos seguir o caminho que milhares de garis escolheram nas ruas durante a greve. Por isso pedimos seu voto para transformar o sindicato: 1. Sindicato pra lutar! Por melhores salários e condições de trabalho! Plano de Carreiras, Cargos e Salários digno! Contra assédio moral e avaliação que prejudique o trabalhador! 2. Fim do salário extra e das mordomias para os diretores do sindicato! Rotatividade nas liberações sindicais, garantindo diretores trabalhando! Fim dos acordos secretos e indicações de parentes dos diretores do sindicato no alto escalão da COMLURB! 3. Assembleias permanentes onde se decida os rumos do sindicato e se cobre os compromissos da diretoria! Comissões de negociação e comando de greve abertos para a base! Revogabilidade dos mandatos, destituindo os diretores que não cumprirem os compromissos assumidos com a categoria! 4. Transformação dos delegados Sindicais e dos Cipeiros em comissões de Unidade para organizar a luta nas gerências! Luta permanente, não só em períodos de campanha salarial! 5. Independência dos governos, dos patrões e das demais instituições do Estado! Fim da cobrança obrigatória do Imposto Sindical, debatendo esse ponto numa assembleia geral!

Gari 001  

Boletim de campanha

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you