Page 1

BOLETIM DA UNIDOS PRA LUTAR – Construindo uma Nova Direção Sindical (DF) No 51 Março de 2012

Ato Político em Águas Claras mostra força dos Professores (14/03/2012)

EDUCAÇÃO DE BRAÇOS CRUZADOS

GREVE PROFESSOR@S RESPODEM AO DESCASO DO GOVERNO AGNELO-FELIPPELLI (PT-PMDB) COM UMA FORTE E COMBATIVA GREVE EM DEFESA DA EDUCAÇÃO PÚBLICA, GRATUITA E DE BOA QUALIDADE


SEM LUTA NÃO HÁ CONQUISTAS: Em atitude heroica professore@s radicalizam o movimento e decretam greve por tempo indeterminado e se enfrentam contra o Governo dos irmãos siameses Agnelo-Filippelli \(PT-PMDB). O desrespeito e a mais completa falta de compromisso do Governo do PT-PMDB, provocou com que @s pprofessor@s fossem obrigados a radicalizar o movimento e decretar a greve por tempo indeterminado, uma greve que não pedimos e não queremos, mas que em defesa da educação pública, gratuita e de boa qualidade foi a única alternativa ao descaso generalizado por parte do GDF. É muito importante lembrar que o atual Secretário de Estado de Educação do Distrito Federal Denilson Bento da Costa, foi diretor do Sinpro-DF e também diretor da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), ou seja, até esses dias ele estava do lado de cá da pista. É completa ingenuidade acreditar que a atual direção do sindicato não teve absolutamente nada a ver com a decisão de quem deve ser o Secretário de Educação e por tanto quem decide sobre nosso salário. CARTA-“COMPROMISSO” DE AGNELO-FILIPPELLI (PT-PMDB) * Equiparar o Auxílio-Alimentação com o valor pago na área federal (de R$ 199 para R$ 304), sem a contrapartida, e dobrar o valor do Auxílio-Creche: de R$ 95 para R$ 190; * Implantar o plano de saúde dos servidores e tornar realidade o programa habitacional da categoria; * Garantir o pagamento das pendências financeiras, encaminhar projeto à Câmara Legislativa estabelecendo um cronograma de pagamento para os precatórios, renegociar as dívidas das educadoras e educadores com o BRB; * Promover cursos de capacitação e o acesso da categoria à pósgraduação, mestrado e doutorado; * Garantir a participação de professores(as) e orientadores(as) educacionais na discussão e elaboração dos projetos pedagógicos da rede; * Reconhecer a legalidade e a legitimidade do plano de carreira do magistério, garantindo nele a carreira única; * Instituir uma Mesa permanente de Negociação, com a participação de representantes do Sindicato; * Nomear os concursados e realizar novos concursos públicos dentro do número de vagas, enquanto isso garantir o pagamento do piso salarial da carreira para os profissionais contratados temporariamente; * Instituir a gestão democrática no ensino público e reduzir o número de alunos em sala de aula; * Garantir a isonomia de tratamento entre ativos e aposentados e o gozo da Licença-Prêmio para toda a categoria.

COMPARE OS EIXOS DA A PAUTA DA COMPANHA SALARIAL COM A “PROPOSTA” DO EX-DIRETOR DO SINPRO-DF EIXOS DA PAUTA DE REIVINDICAÇÕES PARA A CAMPANHA SALARIAL DE 2011 EIXOS PRINCIPAIS: I – Reajuste Salarial: Isonomia com a Carreira Médica, mais a inflação do período e o índice de reajuste do fundo Constitucional do Distrito Federal. II – Auxílio-Alimentação de R$ 595, 00 mesmo valor pago aos servidores da Câmara Legislativa sem a contrapartida dos professores e também o pagamento do retroativo. III – Implantação imediata do Plano de Saúde, integralmente pago pelo GDF. IV – Implantação imediata de um Programa de Habitação que atenda as necessidades da categoria. V – Garantia de gozo da Liçença-Prêmio para toda a categoria, imediatamente . VI – Gestão Democrática do Ensino Público conforme deliberado na Conferência Nacional de Educação – CANAE –m 2010, com eleições diretas. VII – Pagamento de todas as pendências financeiras.

O QUE O GDF CHAMA DE “PROPOSTA” PARA A CATEGORIA DOS PROFESSORES 1) dar continuidade ao grupo de trabalho, responsável pelos estudos p a reestruturação do Plano de Carreira da categoria.O grupo terá o prazo de até 30 de abril p a finalização da nova estrutura do plano; 2) finalizada as novas discussões sobre a nova estrutura do plano de carreira, o GDF estudará os impactos financeiros de sua implementação e os cenários possíveis diante da LRF.O prazo deste item será até 30 de setembro de 2012, fechamento do segundo quadrimestre fiscal, p o estudo dos cenários. 3)em relação à implantação do plano de saúde dos servidores, o GDF informa que estão sendo viabilizados os recursos orçamentários e financeiros p garantir a implementação do mesmo no segundo semestre desse ano. 4) mais uma vez, reafirmamos nosso propósito de ao final de cada quadrimestre deste ano, avaliar o alcance das medidas de contenção de gastos e o comportamento da receita corrente líquida, p a conclusão das discussões da reestruturação da carreira do magistério público. CAMPANHA NACIONAL CONTRA A DEMISSÃO DOS COMPANHEIROS DA JOHNSON&JOHNSON À Johnson & Johnson Ao Ministério Público do Trabalho Por meio desta, exigimos a imediata reintegração dos dirigentes sindicais: Wellington Luiz Cabral, José Natalino Landim, Lídia Louzada Cardoso, Silvio Antônio Pereira e Paulo Lourenço, demitidos arbitrariamente no dia 27/02/2012 pelas empresas do grupo Johnson & Johnson. Também condenamos o ataque aos direitos dos trabalhadores e o uso da tropa de choque da segurança pública do estado de SP (sem nenhum mandato judicial) e de seguranças privados para impedir as greves e as assembleias democráticas dos trabalhadores. Essas vergonhosas e ilegais atitudes por parte da multinacional Americana só comprovam o desprezo ao povo brasileiro e a sua legislação, uma afronta à soberania nacional, já que burla as leis do Brasil, onde constitucionalmente, vigora a Liberdade e a Autonomia Sindical e é signatário das Convenções 135 e 98 da OIT que tratam da proteção contra atos anti-sindicais. Exigimos que cessem imediatamente os ataques por parte da Johnson e exortamos às outras empresas do ramo que não sigam a lamentável e desprezível conduta da Johnson & Johnson contra o livre-direito de organização Sindical garantidos na Constituição Federal brasileira. Solicitamos as autoridades públicas proceder à defesa dos trabalhadores e de seus representantes agredidos pelas arbitrárias atitudes das empresas do grupo Johnson & Johnson amparadas por seus sindicatos patronais SIMPROQUIM, SINDPLAST e SIPATESP. Contatos: Adriano Dias– 81441978 - drico20042002@yahoo.com.br Angelo Balbino – 99771738 - angelobalbino@bol.com.br Cida Borges – 85711911 - cidaborgesdf@hotmail.com Darley- 85507522- darlleyu2@gmail.com Ester – 92422201 - estercleane@yahoo.com.br Fábio Félix– 81687889 - fabiofelix50@yahoo.com.br Idalina – 84022961- idalinabon@gmail.com João Moreira - 93585063 – jomo8.10@gmail.com Luciano – ucianorosa@hotmail.com Osmar Tonini – 84568499 - osmartonini@yahoo.com.br Unidos prá Lutar - unidospralutardf@gmail.com Associação Nacional de Sindicatos Independentes e entidades Congêneres Unidos Pra Lutar – CNPJ: 13446.233/0001-64. SEDE NACIONAL: Rua Mauricio Diamante nº 48 – Centro - Cep: 12.209.570 - São José dos Campos – SP - e-mail: unidospralutar@ymail.com – visite nosso blog: http://unidospralutar.blogspot.com/ - Contato: São Paulo: Davi (12) 9744-6340 - Marcos (11) 8684-0543 – Pará: (91) 3210-0930 ou 08002808989 – Rio de Janeiro: Pedro Rosa (21) 9362-0403 – Amapá: Dorinaldo (96) 8813-6255 – Espírito Santo: Waleska (27) 8124-4974 – Minas Gerais: Rubens (31) 9389-5633 – Rio Grande do Sul: Diego (51) 9867-2614 – Brasília: Ângelo (61) 9977-1738

jornal  

jornal da greve brasilia

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you