Issuu on Google+

Boletim 4 – julho 2011

desesperada

CHAPA DO PSTU PARTE PARA A

baixaria Percebendo, mais uma vez, que a po-

forças políticas.

lítica divisionista será rechaçada pela

Apesar da incontestável lisura do pro-

categoria petroleira, os integrantes da

cesso, da honradez e do compromisso

chapa 2/pstu infelizmente, apelam para

dos membros da Comissão Eleitoral, a

mentiras e buscam, novamente, enga-

chapa divisionista lança dúvidas sobre

nar a categoria.

a eleição devido a não ter mesários em

A eleição tem sido realizada sob o

todas as urnas de apuração.

mais transparente processo, seguindo à risca o que determina o Estatuto do Sindicato e a convivência democrática de

Em relação a isso, a CHAPA 1 – UNIDADE NACIONAL declara:

► De acordo com o Estatuto das eleições, TODOS os mesários devem ser sindicalizados. São 14 locais de votação, se a chapa 2/pstu/fnp NÃO CONSEGUE QUATORZE pessoas da base que se disponham a ser seus mesários, como quer representar toda a categoria petroleira? ► Por não ter quem a apoie na base, a chapa 2/pstu/fnp macula a honra dos atuais mesários, petroleiros que não são militantes, mas compreendem a importância do fortalecimento do sindicato. Colocar em dúvida a honestidade dos mesários é passível de processo. ► Apesar da falta de representatividade da chapa divisionista, a Comissão Eleitoral, com a concordância da CHAPA 1, permitiu que fiscais da chapa 2 acompanhassem o trajeto das urnas dentro do automóvel que seria destinado apenas aos mesários. A Comissão Eleitoral, assim, garantiu o deslocamento dos fiscais da chapa 2, obrigação que seria da própria chapa (o Estatuto só prevê a obrigação de transporte para os mesários).


► Durante todo a eleição, fiscais da chapa 2 – em sua maioria pessoas de fora da base, militantes do agrupamento político e estudantes – acompanharam a coleta de votos, o fechamento das urnas e sua guarda em local seguro, rubricando as atas e o lacre das urnas. ► Se o pstu não tem transparência e lisura nas eleições – como ocorreu em São José dos Campos, Rio de Janeiro, Sergipe/Alagoas e outros locais – não venha colocar em dúvida a honestidade da classe trabalhadora. ► Sem representatividade entre os petroleiros, sem propostas, sem capacidade de mobilização, sem inserção social e apostando na despolitização da categoria, a chapa 2/pstu demonstra claramente para que deseja ser direção do Unificado: para usar o sindicato como apoio material e financeiro de seu agrupamento político, como acontece em outros sindicatos, onde militantes do pstu se travestem de “assessores” sindicais para embolsar o dinheiro da categoria. ► A CHAPA 1 – UNIDADE NACIONAL/FUP – repudia veementemente a prática e as mentiras do pstu e desafia esse agrupamento a mostrar um único voto que não tenha sido recolhido de maneira absolutamente transparente. ► A CHAPA 1 convida toda a base a estar presente nesta sexta-feira pela manhã na sede regional Mauá do Sindicato para acompanhar a apuração dos votos e dizer um basta ao divisionismo e às mentiras. Aproveitamos para agradecer novamente a todos que participaram da eleição, independentemente de qual chapa votaram, agradecer ao trabalho dos mesários de ambas as chapas e à competência e sobriedade da Comissão Eleitoral. MUITO OBRIGADO, PETROLEIRO/A POR MAIS ESTE VOTO DE CONFIANÇA!

Estes são os petroleiros sindicalizados que a chapa 2 acusa MESÁRIOS INDICADOS PELA CHAPA 1 1 SEDE REGIONAL SÃO PAULO – João Carlos Rodrigues/ Nicanor Jacinto da Silva / Edson de Oliveira Martins / Edson Polido 2 EDISP/RSPS/TIC – Rômulo de Souza Almeida / Mauricio José Tosi Ferreira Lemos /Irginia Maria Zorzi De Miranda /Isaias Dos Reis Vieira 3 TERMINAL DE SÃO CAETANO – Domingos Elimir Pinelli Junior/ Paulo Cesar Valeri Walker 4 TERMINAL DE BARUERI – Jovino Gomes de Freitas / Rogerio Ribeiro 5 URNA TERMINAL GUARULHOS – Irineu Apparecido / Carlos Augusto de Andrade /João Alves dos Santos 6 TERMINAL GUARAREMA – Nelson Ferreira Raposo / Bruno Daniel Kaneko de Brito 7 SEDE REGIONAL MAUÁ – Amandio Dias Povoa / João Felix de Moura 8 RECAP – Efigenia Aparecida Severino / Severino Onofre da Silva 9 SEDE REGIONAL CAMPINAS – Pedro Luís de Cam-

pos / Paulo Honório / Geraldo Rodrigues da Silva 10 SUBSEDE DE COSMÓPOLIS – Nilson de Campos / José Ribamar de Sá 11 Urna REPLAN – Eduardo Augusto Pelin / Kleber Zocal Fernandez / Humberto Philipe Caselli Franco / Hugo Ferreira Aragão 12 URNA TBG/3 LAGOAS/R. PRETO – Lidiane Ribeiro Gomes / Joney Henderson Seabra Capelasso 13 BRASÍLIA/GOIÁS/UBERABA/UBERLÂNDIA – Gildésio Machado / Jorge Alberto Borges Nascimento 14 URNA CCO/EDISE – Carlos Eduardo Salazar Salgado MESÁRIOS INDICADOS PELA CHAPA 2 Maurício Fonseca Samuel Frank do Nascimento Vandecarlos Soares Santos Cirilo José Sindarsic Luis Afonso de Vasconcelos


Boletim eletrônico