Page 88

Marx & Engels David Riazanov

é impossível compreender a importância como organizador em 1848 e 1849 e na Primeira Internacional. Depois da viagem de Moll a Bruxelas, quando teve a certeza de que a maioria dos londrinos havia se livrado da influência de Weitling, resolveu, provavelmente com a iniciativa do comitê de Bruxelas, convocar o congresso em Londres, a cidade mais indicada naquelas circunstâncias. Foi então que começaram a debater e lutar contra diversas tendências. Em Paris, sobretudo, onde trabalhava Engels, a disputa era muito acirrada. Ao ler suas cartas, pode-se acreditar ter se transportado ao ambiente russo dos últimos anos. A luta de facções que descreve, lembra de um modo surpreendente nossas discussões sobre os diferentes programas. Uma corrente estava representada por Grün, que defende o comunismo alemão ou comunismo “verdadeiro”, do qual se encontra uma crítica mordaz no Manifesto Comunista, enquanto Engels sustentava outro programa. Como é de se esperar, cada um dos adversários se esforçava para conquistar apoio, porém Engels acreditava ter alcançado a vitória não só por ter convencido os vacilantes como comunicara ao comitê de Bruxelas, mas porque foi mais astuto que seus adversários, os colocando contra a parede. O congresso de Londres se reuniu no verão de 1847. Marx não assistiu. Wolf representou Bruxelas e Engels representou os comunistas parisienses. Os delegados eram poucos, porém nenhum permaneceu calado. Tampouco em 1898, quando se fundou o Partido Social-Democrata Operário Russo, o congresso de Minsk reunia oito ou nove pessoas que representavam a três ou quatro organizações. Ficou deliberada a integração à Liga dos Comunistas. De nenhum modo trata-se da Liga dos Justos reorganizada,

Profile for União Reconstrução Comunista

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

Advertisement