Page 24

Marx & Engels David Riazanov

Mais ou menos em 1769 começam a se modificar as próprias bases técnicas da produção. As antigas ferramentas dos artesãos são substituídas por máquinas. Esta inovação se dá sobretudo no principal ramo da indústria inglesa, a têxtil. A aplicação sucessiva de uma série de invenções transforma a técnica do tecido e fiação. Não enumerarei todas essas invenções; bastará saber que até 1780 os teares, para tecer e fiar figuravam entre elas. Em 1785, Watt inventou sua máquina a vapor aperfeiçoada, que permitiu instalar as fábricas nas cidades, que até então eram estabelecidas exclusivamente nas margens das correntes de água que proviam a energia necessária. Daí as condições favoráveis para a concentração da produção. A partir de 1785 começam as tentativas para aplicar o vapor como força motriz nos diversos ramos da indústria. Porém o progresso da técnica não foi tão rápido como aparece às vezes nos textos atuais; o período desta grande revolução industrial se estende de 1760 até 1830. A máquina de fiar automática, hoje muito difundida em nossas fábricas, não esteve suficientemente aperfeiçoada até 1852; a de tecer adquiriu sua forma atual em 1813, sendo que os primeiros teares haviam sido inventados antes de 1760 (o de Cartwright em 1785), isto é, muito anteriormente a esta data. Estamos considerando, pois, um país em que desde 70 anos atrás as invenções se sucedem sem cessar, a produção se concentra cada vez mais e as pequenas oficinas de tecido e fiar desaparecem progressivamente. Os artesãos são substituídos por proletários a cada dia em maior número. Em lugar da antiga classe de operários que havia começado a se desenvolver nos séculos XVI e XVII e que na segunda metade do XVIII representavam, todavia, uma pequena parte da população, ao fim deste século até meados do XIX, se registra

Profile for União Reconstrução Comunista

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

Advertisement