Page 234

Marx & Engels David Riazanov

queriam garantir o meio de continuar dando saída a sua bebida alcoólica para o povo, Engels, em um folheto intitulado A vodka prussiana e o Reichstag alemão, desvelou os apetites dos junkers e aproveitou a oportunidade para mostrar o papel histórico da grande propriedade rural e dos “junkers” prussianos. Todos esses trabalhos, como também outros artigos sobre a história alemã, proporcionam a Kautsky e a Mehring a possibilidade para popularizar as ideias fundamentais de Engels em seus trabalhos sobre a história alemã. Mas o auge de Engels são seus trabalhos de 18761877. Em 1875, lassallianos e eisenachianos se uniram em torno do Programa de Gotha, que foi um mal compromisso entre o marxismo e essa deformação do marxismo que ficou conhecido como lassallismo. Marx e Engels protestaram energicamente contra tal programa, não porque estivessem contra a união ou quisessem a todo custo a modificação do programa segundo suas indicações, mas porque consideravam, com razão, que se a união era necessária, de nenhuma forma era preciso dar-lhe como base teórica um programa ruim. Opinavam que mais convinha esperar e limitar-se então a uma plataforma geral para o trabalho prático diário. Bebel e Bracke compartilhavam deste ponto de vista, mas não Liebknecht. Alguns meses mais tarde, Marx e Engels puderam se convencer que quanto a preparação teórica, a dos fracionistas do bloco estava no mesmo nível. A doutrina do filósofo e economista alemão Eugen Dühring havia alcançado grande popularidade no partido, entre os membros jovens, os intelectuais e ainda entre os operários. Dühring, como professor adjunto na Universidade de Berlim, havia conquistado ali a simpatia geral, tanto por sua personalidade como pela audácia de suas opiniões. Cego,

Profile for União Reconstrução Comunista

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

Advertisement