Page 230

Marx & Engels David Riazanov

Mas então, pelo ano de 1872, essas fofocas eram difundidas com zelo entre os operários alemães de tendência lassalliana chegados a Londres, e sobretudo entre os jovens revolucionários que haviam escapado depois do esmagamento da Comuna e nada conheciam da história do movimento. O Conselho Geral provinha ajuda material aos emigrados, mas por mais que Marx e Engels empreendessem grandes esforços para organizar a ajuda aos communards, estes nunca estavam satisfeitos e os incriminavam. Mas não foi somente em Londres onde a participação de Engels no Conselho Geral acentuou a divisão. Bakunin e seus seguidores atuavam principalmente na Rússia e nos países latinos: na Itália, na Espanha, no sul da França, em Portugal e na Suíça romana e italiana. Bakunin apreciava de forma destacada a Itália, porque o elemento dominante ali era o lumpemproletariado, no qual via a principal força revolucionária, pois existiam numerosos jovens “sem classe” absolutamente incapazes de ter uma carreira na sociedade burguesa, e porque a pilhagem era naquela região a forma com a qual se manifestava o protesto dos camponeses pobres. Em uma palavra, a Itália tinha elevada quantidade de conterrâneos famintos, mendigos, bandidos, elementos todos aos quais Bakunin concedia tão grande importância na Rússia. Era Engels quem mantinha correspondência com esses países e, como pode ser visto em alguns rascunhos que ainda se pode ter acesso, combatia de forma implacável aos bakuninistas. O célebre folheto sobre a Aliança de Bakunin, que era o informe da comissão do congresso de Haia, no qual se denunciava e combatia a política dos bakuninistas, foi escrito por Engels e Lafargue. Este último, depois da derrota da Comuna, se refugiou na Espanha, onde travou uma encarniçada

Profile for União Reconstrução Comunista

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

Advertisement