Page 165

Marx & Engels David Riazanov

a apoiar os candidatos radicais? Em outros termos: é necessário separar-se distintamente da oposição burguesa e intervir com uma plataforma específica ou se deve marchar a reboque dos partidos burgueses? Essa questão foi arduamente discutida no fim de 1863 e começo de 1864. Se resolveu intervir separadamente e sustentar a candidatura de Tolain. Também ficou decidido expressar os fundamentos dessa ruptura com a democracia burguesa em uma plataforma específica que, de acordo com o número de assinaturas, recebeu o nome de Manifesto dos Sessenta. Em sua parte teórica, em sua parte crítica ao regime burguês, este manifesto responde inteiramente ao espirito proudhoniano. Mas, ao mesmo tempo, se aparta claramente do programa político do seu mestre, ao preconizar a formação de uma organização política específica dos operários e reclamar o lançamento de candidaturas operárias ao parlamento, para ali defender os interesses do proletariado. Proudhon aprovou vivamente o Manifesto dos Sessenta e escreveu a este respeito um livro, que é uma de suas melhores obras. O redigiu nos últimos meses de sua vida, mas morreu antes da sua publicação. Se intitula Da Capacidade Política da Classe Operária; ali Proudhon reconheceu aos operários o direito de possuir uma organização de classe independente. Aprovou o novo programa dos operários de Paris, no qual se via a melhor demonstração da grande capacidade política que possui a classe operária. Ainda que mantenha seu velho ponto de vista sobre as greves e as associações de ajuda mútua, seu livro, por seu espírito de protesto contra a sociedade burguesa e sua tendência proletária, lembra sua primeira obra sobre a propriedade. Esta apologia da classe operária chegou a ser um dos livros preferidos dos operários franceses. E quando se fala da influência das doutrinas de

Profile for União Reconstrução Comunista

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

Advertisement