Page 164

Marx & Engels David Riazanov

aprovação das trade unions de Londres. Foi escrito principalmente por Odger, quem, provavelmente, se inspirou até certo ponto na mensagem de simpatia enviada por Haron aos revolucionários franceses no fim do século XVIII. Nessa época a insurreição polonesa acabara de ser reprimida, com uma ferocidade até então inédita, pelo governo czarista. A mensagem quase não falava dela. Para ter uma ideia do seu caráter, leiamos a seguinte passagem: “A fraternidade dos povos é extremamente necessária dentro do interesse dos operários. Cada vez que tentamos melhorar nossa situação por meio da redução da jornada de trabalho ou do aumento dos salários, os capitalistas nos ameaçam com a contratação de operários franceses, belgas e alemães, que realizariam nosso trabalho por um salário menor. Desgraçadamente, esta ameaça se cumpre muitas vezes. A culpa, é verdade, não é dos camaradas do continente, mas exclusivamente da ausência de toda inteligência, entre os assalariados dos distintos países. Há que esperar, porém, que esta situação terminará logo, pois com nossos esforços para conseguir que os operários mal pagos se ponham no nível dos que recebem salários elevados, impediremos que os empresários possam usar de alguns de nós contra nós mesmos para fazer diminuir nosso nível de vida conforme seu espírito mercantil”. Essa mensagem foi traduzida ao francês pelo professor Beesley e enviada a Paris em novembro de 1863. Em Paris, serviu de base para a agitação nas oficinas. Mas a resposta dos operários franceses ainda demorou algum tempo. Se preparavam então para as eleições complementares do corpo legislativo que seriam realizadas em março de 1864. E nessa ocasião, um grupo de operários, onde figuravam Tolain e Perrachón, colocaram uma questão muito importante: Os operários devem ter seus próprios candidatos ou devem se limitar

Profile for União Reconstrução Comunista

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

Advertisement