Page 106

Marx & Engels David Riazanov

criminosos por nossos cidadãos “honrados”; suas mulheres e seus filhos serão jogados na mais absoluta miséria; seus representantes sobreviventes do massacre, desterrados para além dos mares... é o privilégio e o direito da imprensa democrática de ter em sua fronte uma coroa de louros”. Este artigo foi escrito em 28 de junho de 1848. Não pode pertencer a pluma de um democrata: somente um comunista poderia ser seu autor e, por sua tática, Marx e Engels não enganavam ninguém. Assim o jornal deixou de receber qualquer subsídio da burguesia democrática e se transformou no verdadeiro órgão dos operários de Köln, do proletariado alemão. Durante esse tempo, outros membros da Liga dos Comunistas esparsos por toda a Alemanha prosseguiam seu trabalho. Considero necessário mencionar especialmente a um: Stephan Born, tipógrafo. Engels o julgou de forma desfavorável em um prefácio de um livro de Marx. Born seguia uma tática distinta. Em sua chegada a Alemanha, radicou-se em Berlim, centro operário de importância, e se entregou à tarefa de criar uma grande organização operária. Com a ajuda de alguns camaradas fundou um pequeno órgão, Fraternidade Operária, e realizou uma metódica agitação entre as distintas categorias de trabalhadores. Não se limitou, como haviam feito anteriormente Gottschalk e Willich em Köln, a organização de uma sociedade operária puramente política. Empreendeu a organização de diferentes sociedades destinadas a defesa dos interesses operários, e dedicou tanta energia à obra que logo sua organização se estendeu a algumas cidades vizinhas e a outras regiões da Alemanha. Todavia, esta organização apresentava uma lacuna. Era puramente operária e, tal qual mais tarde o “economicismo” russo também defenderia, insistia demasiadamente sobre as

Profile for União Reconstrução Comunista

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

Advertisement