Page 105

Marx & Engels David Riazanov

partido republicano, a divisão da nação francesa em duas partes: a dos possuidores e a dos proletários. Daqui por diante, a república tricolor terá somente uma cor, a cor dos vencidos, a cor do sangue. Se transformou na república vermelha. A Revolução de Fevereiro foi uma revolução magnífica, a revolução que contou com a simpatia geral porque as contradições que surgiram nela mais tarde estavam ainda em estado latente, e a luta social, que era sua base, era unicamente verbal. A Revolução de Junho, pelo contrário, foi uma revolução repugnante, porque a ação substituiu a frase, porque a mesma república descobriu a cabeça do monstro arrancando a coroa que o mascarava. O profundo abismo que se abriu perante nossos olhos vão desencorajar a nós, democratas, e nos fazer acreditar que as lutas pelas formas de governo são ilusórias e a nada conduzem? Apenas os espíritos débeis, acomodados, podem responder assim. Há que lutar para vencer os conflitos que nascem das próprias contradições da sociedade burguesa e que não podem ser derrotadas a partir de sonhos quiméricos. A melhor forma de Estado é aquela na qual os antagonismos sociais não são apagados e nem suprimidos pela força, ou seja, artificial e superficialmente. A melhor forma de governo é aquela na qual tais antagonismos se chocam livremente na luta e por essa mesma encontram sua solução. Contudo, nos dirão, não teremos uma lágrima, um suspiro, uma palavra, para as vítimas do furor popular, para a guarda nacional, a guarda móvel, a guarda republicana, as tropas? O Estado se ocupará das viúvas e dos órfãos, decretos os elevarão as nuvens, receberão grandes funerais solenes, serão proclamados como imortais pela imprensa oficial, de leste a oeste a reação europeia glorificará seus nomes. Porém, os plebeus torturados pela fome, ridicularizados pela imprensa, abandonados pelos médicos, chamados de ladrões, incendiários e

Profile for União Reconstrução Comunista

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

[RIAZANOV] Marx & Engels  

www.novacultura.info

Advertisement