Page 1

INVERNO 2016


CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA Instituto de Comunicação e Artes Raíssa Manso Bahia

As várias faces da mulher: Anos Loucos

Belo Horizonte 2015

1


2


CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA Instituto de Comunicação e Artes Raíssa Manso Bahia

As várias faces da mulher: Anos Loucos

Trabalho de conclusão de curso apresentado à disciplina de Projeto Experimental como requisito para a obtenção de título de bacharel em moda. Professor Orientador: Mariana Rodrigues Área: Criação Produto: Coleção

Belo Horizonte 2015

3


4


Agradecimento Agradeço aos meus pais Edson e Andréia, que sempre estiveram ao meu lado, me apoiando e incentivando a ir sempre atrás dos meus sonhos. Ao meu irmão Raí, por ser tão companheiro e amigo, e ao meu namorado Jardel, por ser tão compreensivo e dedicado. E a todos que de uma forma ou outra, torcem pelo meu sucesso. E acima de tudo a Deus, por me dar força para continuar.

5


Resumo O trabalho aqui apresentado tem como propósito transformar uma pesquisa teórica em prática, trabalho esse de Conclusão de curso com o tema A ascensão da mulher nos anos 20. Foram feitas pesquisas teóricas e imagéticas para se tomar informação e inspiração para a coleção apresentada pela marca Mahia, criada especificamente para o trabalho. Os anos 20, foi um período muito importante para a independência feminina, pois com com a ida dos homens para guerra as mulheres começaram a ser requisitadas nas indústrias, mudando hábitos estéticos e comportamentais. A partir da pesquisa realizada, foi criado uma coleção com quarenta e cinco croquis com bordados, estampas, mix de tecidos, e texturas que ilustram toda a riqueza desses anos loucos. Palavra chave: Moda, Mulher, Anos 20.

6


abstract The work presented here aims to transform a theoretical research into practice, the study of the course Conclusion with the theme “The rise of women in the 20s.� Theoretical and image research Has Been done to make information and inspiration for the collection presented by Mahia brand, created Specifically for this study. The 20s was a very important period for female independence, because During The departure of men to war, women Began to be requested in the industries, changing aesthetic and behavioral habits. From this Survey, it was created a collection of forty five sketches with embroidery, prints, fabrics mixes, and textures That illustrate the richness of those crazy years. Key words: Fashion , Female, 20 Years

7


sumรกrio 1. C u r r i c u li m

10

2. brifing de negรณcios

12

3. i d e nti da d e da m a rc a

19 8


4. b r i e f i n g da co le ç ão

31

5. Co le ç ão

68

6. B i b li o g r a f i a

86 7.

a n e xo s

88 9


curriculum

raĂ­ssa Manso bahia

1.

22 anos, Belo Horizonte - MG

10


curriculum

Formação acadêmica Bacharel em Moda Centro Universitário Una (2015) Atividades Assistente de Estilo |Patogê Ind. e Com. (2010 até o momento) interesses Desenho técnico digital Corel Draw Pesquisa de tendências Amplo conhecimento em tecidos habilidades Criação Visual Merchandising Produção de Eventos Mídias sociais

11


2.

briefing de negรณcios

(dna da marca)

12


briefing de negócio

3. conceito de marca

Mahia surge com o propósito de trazer para as pessoas, algo que vá além do vestir. Com peças alegres, modernas e especiais. Dedicada a mulheres que buscam se expressar através das roupas, com feminilidade e criatividade.Em cada criação, a atenção e carinho ao confeccionar as peças, e atenção para sempre trazer o novo. Nascida em Belo Horizonte, com o jeitinho mineiro e acolhedor, buscamos passar para os clientes todo nosso carinho em cada peça.

Estilo Dominante Criativo. Com cores alegres, estampas divertidas e modelagens novas.

Estilo Complementar Moderno. Com o olhar para o novo, com peças modernas.

Elementos de estilo Objetivos/ físicos Estampas alegres e coloridas, inovação em modelagens e tecidos, perfume único nas peças.

Estilo de criação dominante Etnô e Sociô

Nicho prét-a-porter de difusão

Segmento Subjetivos/ espirituais

casualwear / streetwear

Divertida, moderna, aroma.

Gênero feminino

13


briefing de negócio

concorrentes

Dress to Marca que busca trazer aos clientes o espírito lyfestyle carioca. O ponto de partida da marca vem da mistura de temas, cores, estampas e shapes. A vocação da marca é a união de silhuetas femininas e estampas e cores bem humoradas. São mais de 70 pontos de vendas no Brasil, entre lojas próprias e franquias, e uma loja virtual.

Farm Marca carioca, que começou na feira hype, no Rio de Janeiro. Com estampas, cores e muita descontração, que se tornou a marca da menina carioca, e desde então surgiu o estilo de vida Farm. Possui loja própria, e e-commerce.

Cantão Marca do Rio de Janeiro, que se traduz em conforto e casualidade. Referência em estamparia. O resultado está nas 44 lojas próprias, e nas mais de mil multimarcas em todo Brasil, além de exportação para vários países.

14


briefing de negócio

Canais de Distribuição Inicialmente os produtos da Mahia serão vendidos em uma loja própria, e no site pela loja online www.mahia. com.br. Com planos futuros de abrir filiais em outras cidades.

Margem de Preço As peças variam de preço de acordo com os materiais e beneficiamentos que terão, por exemplo, peças básicas como blusas e saias R$119,90, e as peças mais elaboradas e exclusivas como vestidos e trench coat R$699,90.

Diferenciais da Marca Por ser um segmento muito disputado a Mahia tende a inovar em estampas exclusivas, modelagem diferenciada e qualidade sempre. Apesar de as marcas concorrentes investir e ser reconhecida principalmente pela estamparia é um ponto que abre espaço para novos desafios, buscando sempre novas tecnologias e abrir leque para a criatividade.

15


briefing de negรณcio

Identidade da marca

16


briefing de negócio

descrição de público-alvo A Mahia busca atingir mulheres jovens, entre 18 a 30 anos, das classes A e B. Estudantes e também já bem sucedidos profissionalmente, com faixa salarial a partir de R$2.000,00, geralmente ligados ao mercado das artes como: Design, Moda, Publicidade, Marketing. Gostam de ler revistas de moda, notícias, livros de arte, moda, e gastronomia. Vão a teatros, shows, curtem ir a bares e bistrôs, mas não abrem mão de um fim de semana de descanso no campo. Buscam sempre conhecimento, e estar atualizado de tudo, seja na moda, tecnologia, música. Viajar é um hobby, absorver cultura de outros lugares, apreciar novos sabores.

17


briefing de negĂłcio

pĂşblico-alvo

18


identidade da marca

3.

19


identidade da marca

20


identidade da marca

Nome O nome foi criado a partir de uma brincadeira de junção de nomes, até que surgiu Mahia. Após a criação, buscamos o real significado da palavra. Tem origem grega, e quer dizer: confiança, liderança e expressão.

Conceito e defesa A MAHIA carrega em seu dna elementos que rementem a personalidade da mulher brasileira. O seu desenho remete a uma assinatura única, rica em expressão artistica.

Tipografia A criação da marca gráfica partiu de estudo e pesquisa das características do dna da marca. Seu desenho transmite exclusividade e modernidade, conceitos presentes na definição da marca.

Cores O preto contrasta com a feminilidade do rosa coral, criando assim cores que expressam a personalidade da mulher MAHIA.

21


identidade da marca

Monocromia (P&B) A versão P&B positiva deverá ser utilizada com a impressão em uma cor preto sobre fundo branco, ou quando o processo de impressão impeça o uso de mais de uma cor. A versão P&B negativa deverá ser utilizada com a impressão em uma cor: branco sobre fundo preto. O uso de retícula em casos específicos.

Escala de Cinza

PANTONE BLACK C C 0 / M 0 / Y 0 / K 100 R0/G0/B0

Policromia

Pantone 487 u C 0 / M 57 / Y 44 / K 100 R 246 / G 139 / B 126

22


identidade da marca

Tipografia Institucional Tipografia que acompanha os materiais grĂĄficos e digitais da marca.

Uma fonte elegante e clara, de boa legibilidade. Ela deve ser utilizada em todo material corporativo, tanto para tĂ­tulos e mensagens prioritĂĄrias como para massas de texto.

23


identidade da marca

Área de proteção A área de proteção da marca deve respeitar a mesma regra, considerando a linha de base da assinatura, conforme no diagrama acima. Independentemente do alinhamento, a área de proteção deve ser mantida.

Redução Máxima O logotipo nunca deve ser reduzido a um tamanho menor que 30mm de largura. Em proporções mais reduzidas, não se consegue fazer uma boa leitura da marca.

24


identidade da marca

Grade de Construção O grid de construção da marca delimita sua proporção baseada no módulo x. A largura corresponde a 12x módulos e a altura, a 10 x módulos. Esta proporção deve ser mantida, independentemente do tamanho em que a marca for aplicada.

25


identidade da marca

Uso indevidos A marca Mahia nunca deve ser alterada, seja na letra, na cor ou na forma, salvo exceções aprovadas pelo departamento de comunicação da empresa.

26


identidade da marca

papelaria

1

2

3 2

5

4

1.Papel carta: papel apergaminato 120g | 2.Envelope: papel apergaminato 150g (carta e ofício)|3.Seda:papel vegetal 90g |4.Cartão de visita: couchê 300g 5.Tag: papel couchê 300g

27


identidade da marca

embalagem

Sacola M 35,5x 25 x 10 cm (alt.x comp.xlarg.) papel duplex e verniz localizado. Sacola G 35,5x 25 x 14 cm (alt.x comp.xlarg.) papel duplex verniz localizado

28


identidade da marca

site

29


identidade da marca

brinde

O brinde é um aromatizador de ambientes, com embalagem personalizada e moderna. A proposta é que cada cliente leve para casa, o cheiro da Mahia, que também é o perfume das roupas, tornando o aroma marcante e que os clientes sempre vão se lembrar da marca.

30


briefing de coleção

4.

31


briefing de coleção

Memorial descritivo INTRODUÇÃO Para se chegar às formas atuais a mulher passou por vários períodos históricos onde em cada um teve sua característica comportamental e visual marcantes. Algumas mais conservadoras outras mais ousadas ou até mesmo extravagantes. No início do século XX a moda feminina era baseada em mostrar menos curvas do corpo, com recortes retos e pouca valorização da feminilidade tendo somente tornozelos e canelas à mostra. Logo após a Primeira Guerra Mundial, além de reestruturação dos países afetados, inicia-se então um processo de emancipação feminina tanto no exterior quanto no Brasil, marco na história que reforçou as mudanças comportamentais e da indumentária feminina. Com a ida dos homens para guerra as mulheres começaram a ser requisitadas nas indústrias, se tornando mais independente se inserindo maciçamente no mercado de trabalho, mudando hábitos comportamentais como fumar, dirigir automóveis, tudo por influência internacional.

32


briefing de coleção Segundo Braga e Prado (2011, p. 89) Esse

novo

papel

exigia

que

fossem

menos

embonecadas e que trajassem vestes que lhe dessem mais liberdade... os vestidos perderam volumes e as anáguas excessivas; as sais subiram; deixando a silhueta da canela aparente .

Com tal transformação e independência por se sentir parte da sociedade junto ao sucesso na indústria têxtil, a mulher começa a experimentar um corpo transformado, uma aparência moderna livre dos espartilhos que comprimia o corpo valorizando os seios abrindo espaço às cintas elásticas, experimentando transparências, reduzindo o tamanho dos cabelos, ícone que marcou a época. Era o início de uma divulgação da moda com maior intensidade. Inicia-se então o período conhecido como “Anos Loucos” que, segundo Braga e Prado (2011) foi um “período que vai do final da Primeira Guerra Mundial até 1930 marcado por fortes rupturas políticas, comportamentais e formais”. (p.102) Portanto, o presente projeto tem como objetivo abordar a moda feminina na década de 20 que teve como figurinista principal e especial Coco Chanel além de outros que, além de subirem as saias com ligas rendadas criaram cortes retos, blazers, roupas esportivas dentre outros acessórios marcantes da época. Para elaboração do projeto serão utilizadas referências bibliográficas e métodos experimentais que expliquem o processo de industrialização e modificação da moda na década de 20.

33


briefing de coleção As tendências que há anos atrás pareciam deixadas de lado, atualmente encontramos em toda parte seus traços. Uso de acessórios que deixam as mulheres mais femininas, a ousadia nos cortes de cabelo, uso da maquiagem e pequenos detalhes nos tecidos que valorizam seus traços. Logo, a escolha desse tema visa manter a inserção, traços e peculiaridades da década de 20, uma época que foi responsável por essas mudanças, e que diante da necessidade fez com que mulheres mudassem a maneira de se comportarem na sociedade.

2. REFERENCIAL TEÓRICO A profissão de alfaiate é uma das mais antigas sendo executada exclusivamente por homens até o século XVII na Europa. Após esse período foi criado na França um grupo de mulheres costureiras com autorização do governo. Tanto na Europa quanto no Brasil, a maior parte das confecções derivou de pequenos ateliês de costura e alfaiatarias familiares. Essas confecções até então além de exclusivas, funcionavam com os poucos recursos que o período oferecia. Muitos desses profissionais atendiam seus clientes em suas próprias residências sem nem mesmo ter cursado um ensino técnico, pois sua escola era sua própria oficina de trabalho. O dicionário de moda conceitua a profissão de alfaiate, segundo Sabino afirma que Profissional especializado na confecção de calças, coletes, paletós e ternos masculinos sob medida. O alfaiate pode trabalhar exclusivamente em seu ateliê, contando com uma clientela selecionada

34


briefing de coleção ou pode ser pode ser empregado na indústria e confecções que produzam roupas masculinas sob medida. A alfaiataria tradicional é uma das atividades mais respeitadas no universo da moda, sendo os ingleses e italianos os mais renomados profissionais, por sua técnica e apuramento. No Brasil, desempenharam um papel desde o século XIX e, antes de surgir o prêt- à- porter e o comércio de boutiques, era comum jovens brasileiros, nos anos 60 buscarem os alfaiates para confecção de suas calças. (SABINO 2007, p. 34)

Em meados de 1870 surge a primeira máquina de costura que permite, além do maior avanço da história indumentária. Isto revolucionou a confecção dos trajes masculinos e femininos sem mudar a aparência.“A moda ficou cada vez mais dividida entre a respeitável alfaiataria masculina e a frívola “moda” das mulheres”. (p. 88) As atividades artesãs sempre foram desenvolvidas pelas classes menos favorecidas da sociedade. Na Inglaterra, por exemplo, alguns desses ofícios, como os sapateiros, carpinteiros e alfaiates ganharam destaque e por voltada década de 1840 quando começaram a se organizar. Por terem sido uma classe organizada, foi criado um sindicato que reunia todos os nomes dos artesãos em exercício, caso alguém necessitasse de um profissional da área. Através do sindicato também conseguiram aumentos de salários e prestígio na sociedade, se autodenominavam “Cavaleiros da Agulha”, pois desenhavam, cortavam, costuravam e reformavam roupas.

35


briefing de coleção Após a Revolução Industrial, que alastrou no mundo o poder da produção em grande escala, houve um pequeno comprometimento desta profissão, pois muitos profissionais perderam parte de seu espaço do trabalho manual para a eficiência das máquinas, mas a atividade não se tornou extinta, pois prevalecia chamada alta costura, cortes com requintes e mais exclusividades, ou seja, poucas tiragens de peças. Era necessário, portanto, que os alfaiates aprimorassem suas técnicas e habilidades, pois eram valorizados pelo conhecimento nas diversas operações que lhe permitia a confecção de uma peça completa do vestuário. Começaram a passar por um período de longa aprendizagem das técnicas de modelagem, corte e costura, tanto à mão quanto à máquina. Com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo o profissional se via obrigado a explorar ao máximo de seu potencial e buscar sempre informações sobre as mudanças nos feitios que ocasionalmente ocorriam fora do país. Era usual nessa conjuntura o desenvolvimento de técnicas muito aprimoradas, que confirmavam profundas

raízes

e

reminiscências

dessa

operosidade. Pelas características do trabalho, esses artesãos executavam todas as operações, conheciam os materiais e manuseavam instrumentos distintos.

Os

conhecimentos

e

habilidades

adquiridos permitiam-lhes praticar o ofício na exatidão do termo. Os rituais de trabalho guardavam relações construídas ao longo de gerações. De outro lado, a especialização e a concorrência impunham modificações e alterações constantes no ofício. Na verdade, a trajetória do ofício da costura durante a primeira metade do século XX

36


briefing de coleção imbrica-se ao espetáculo da cidade em construção, onde costureiras e alfaiates, encorajados pelas oportunidades de trabalho, buscavam assegurar seu espaço profissional, algumas vezes ocupado nas condições mais precárias. Impunham-se a seu modo do trabalho, encarando-o como profissão, o que revelava um esforço permanente de inserção na cidade. (Maleronka, W, p.38)

Após o período compreendido pela Primeira Guerra Mundial, eram comuns as cenas de destruições e a economia dos Estados Unidos tinha se tornado a mais poderosa do mundo. Já na década de 20 a indústria neste país era responsável por quase 50 % de toda produção industrial do planeta. Para os Estados Unidos essa época foi chamada de “anos felizes”, pois viviam períodos de entusiasmo e euforia pela prosperidade econômica. Foi nesse momento que surgiu a expressão American Way of life, ou seja, “estilo de vida americano” caracterizado pelo consumismo de produtos que iam de eletrodomésticos a automóveis. Para eles, viver bem era sinônimo de consumir mais. Como conseqüência dessa prosperidade norte americana, países da Europa como Inglaterra, Alemanha e França reduziram o número de importações vindas dos Estados Unidos, sendo em 1929, vindo a enfrentar uma forte redução da atividade econômica durante certo período, com efeitos negativos em vários indicadores da economia, como emprego, produção e investimentos,a chamada Crise de 1929. Tal crise além de atingir diversos países da Europa, o Brasil, que vivia os períodos entre 1905 e 1921 de intensa prosperidade no setor da cafeicultura, também reduziu suas exportações sendo obrigado a desfazer de suas

37


briefing de coleção sacas de café. Mesmo aumentando preço do produto, não havia compradores. Mesmo com a crise no setor agrário, o setor têxtil não foi atingido. O número de fábricas de tecidos chegou a mais de 350, chegando a alguns estados a empregar cerca de quase 25 por cento da população do Rio de Janeiro, por exemplo. As atividades eram distribuídas em cortes, costuras, bordados, e incrementos diversos. Muitos cargos técnicos especializados que vinham de diversos países, como Portugal, Alemanha, Itália e sem contar as máquinas que eram encomendadas da Inglaterra, segundo Prado e Braga (2011). É nesse período que entra em cena o papel feminino na sociedade, onde as mulheres, além de conquistarem a figura de cidadãs, começam a fazer parte da economia e conquistar uma maior independência em relação aos anos anteriores. Na Europa nos finais do século XIX e início do XX a industrialização trouxe um período de prosperidade e os avanços tecnológicos provocaram ambições e sonhos grandiosos, pois usufruíam um período chamado de Belle Époque, período de “profundas

transformações

culturais

que

se

traduziram em novos modos de pensar e viver o cotidiano. Inovações tecnológicas como o telefone, o telégrafo sem fio, o cinema, a bicicleta, o automóvel, o avião, inspiravam novas percepções da realidade. Considerada uma era de ouro da beleza, inovação e paz entre a França e seus vizinhos europeus.”( Bersten e Milza, 2007)

38


briefing de coleção Esse período no Brasil foi possível percebê-lo somente a partir do final da década de 20. A França sempre foi vista por outros países como, por exemplo, o Brasil, um modelo de base de novas idéias, inovações, liberdade e tendências.Foi através desse país, junto a seus movimentos, que iniciou com maior impacto a emancipação feminina, que já se via inserida em grande parte dos setores sociais. Lutas por melhores condições de salários, de trabalho, inserção na política como o direito ao voto e também no que diz respeito a sua função na esfera social vindo a ser reconhecida também como provedora. Essas transformações nos comportamentos femininos tiveram maior visibilidade com o chamado “Anos Loucos”, período compreendido entre o final da Grande Guerra até 1930, extensão da Belle Époque, marcado por mudanças na esfera política, social e comportamental da vida européia e americana, uma vez que, os cinemas mostravam maior ousadia principalmente feminina, por fumar, dançar, praticar esportes, ter uma vida com maior liberdade e usar roupas de última tendência. As mulheres começaram a mudar indumentariamente, deram fim aos espartilhos, diminuiu o tamanho das saias, as cinturas começam a perdem forma com o rebaixamento das roupas e se habituaram ao uso do sutiã. Os cabelos longos deram origem aos cortes chamados a la garçonne, liso e curto, e os rostos adquiriram espaço para maquiagem que combinava com os acessórios como brincos, colares e outros que as enfeitam. Tais comportamentos podem ser justificados também pelo período da Primeira Guerra Mundial, pois, como um grande número de homens participava dos combates,

39


briefing de coleção uma considerável parcela de mulheres precisou ingressar no mercado de trabalho, especialmente na Inglaterra, na França, na Itália e na Alemanha. Elas passaram a desempenhar funções que lhes eram incomuns como motoristas de ônibus e caminhões, operadoras de máquinas e muitas outras atividades na indústria e no comércio. A Grande Guerra gerou o início do processo de emancipação a

mulher

feminina.

percebeu

sua

Terminado

o

capacidade

conflito de

auto

provedora e, a partir de então não deixou o mercado de trabalho. Mesmo após o término da guerra, as mulheres continuaram a ampliar a luta por seus direitos, conquistando, por exemplo, o direito do voto em diversos países além de sua participação na política. No Brasil, tal conquista chegou um pouco mais tarde, em 1933. (Prado e Braga, 2008, p. 102)

Como mais uma influência nasce na França em 1883 uma nova visão de moda e sofisticação. Aos 20 anos, tentou inserir-se na dança, teatro e música, mas foi somente aos 27 que abriu sua primeira loja de chapéus. Gabrielle Chanel inicia uma longa carreira de sucesso na moda que se espalhou por vários países inclusive o Brasil. A moda na década de 20 também teve participação importante nesse processo de emancipação das atitudes femininas, período em que se produzia muito neste setor que movimentou a economia em diversos países mesmo em épocas de crise. As mulheres, ao deixar a ditadura dos espartilhos, tiveram maior liberdade para se vestirem e ousar na composição de sua produção. Tudo com uma contribuição bem peculiar dos diversos estilistas da época.

40


briefing de coleção Baudot (2002) atribui grande parte da emancipação e revolução da moda feminina nos Anos Loucos, à Gabrielle Chanel, fundadora da marca Chanel, filha de simples camponeses, acreditava na igualdade através do trabalho. No Brasil, a divulgação de suas inovações e produções se deu por meio da revista FonFon, que publicava com exclusividade croquis franceses, que são esboços feitos à mão. Suas produções eram bem peculiares, ela inspirava em si mesma para criar os trajes de tecidos xadrez e a moda escocesa, com blusas de malha fina, as calças boca-de-sino, as jaquetas curtas e os casacos cruzados na frente e acinturados em estilo militar e o famoso vestidinho preto além de seu sucesso com o perfume criado em 1921 por Ernest Beaux a seu pedido, que foi um sucesso em vendas. Foi Chanel quem impôs a moda dos cabelos cortados e utilizado outras matérias primas inferiores na alta costura,que estavam em falta pelas conseqüências da Primeira Guerra. Foi também ela quem lançou mais tarde a capa de chuva e a famosa bolsa com correntes de ouro para ser usada sobre o ombro. Ela também criou o famoso terno preto (La petite robe noire), em vários modelos. Todas suas criações foram divulgadas em quase todas as revistas de moda vindo a chegar ao Brasil tendo uma grande aceitação. Não podemos nos esquecer do conjunto que Chanel lançou em 1925 e se tornou a estrela da empresa: combinando com um terno de saia e casaco de mangas

41


briefing de coleção

compridas, sem gola e afiação. Chanel, convicta de suas atitudes e de suas exuberantes e perfeitas criações, declarou em meados da década de 20 que Eu criei um estilo para um mundo inteiro. Vê-se em todas as lojas “estilo Chanel”. Não há nada que se assemelhe. Sou escrava do meu estilo. Um estilo não sai da moda; Chanel não sai da moda.”

Coco Chanel

42


briefing de coleção

CONCLUSÃO Neste trabalho, buscamos relacionar as mudanças comportamentais femininas na década de 20, e todo o processo de evolução da moda no período. Sendo assim, percebe-se que foi um período muito importante para essas mudanças, as mulheres conseguiram se impor diante a sociedade e começaram a ganhar espaço em várias áreas. Para a criação da coleção inspirada na década de 20, foram feitas pesquisas teóricas e imagéticas, extraindo o máximo de informações para que o resultado final seja o mais completo possível. A partir daí, foram feitas vários painéis e cartelas, entre elas cartela de cor e materiais que foram utilizadas nas criações. A coleção consiste em 45 looks, sendo dividida em 5 famílias de 9 looks cada. Serão confeccionados 6 looks para apresentação em forma de desfile off. Sendo assim, podemos concluir que o objetivo do trabalho foi atendido, onde, verificamos a riqueza de informações, elementos, e inspirações que a década de 20 traz em sua história, transcendendo uma linguagem contemporânea e atual, podendo perfeitamente ser enquadrado nas coleções de moda.

43


briefing de coleção

Painel de inspiração

44


briefing de coleção

Macrotendência A tecnologia hoje de fácil acesso a todas as pessoas, faz com que todo tipo de informação chegue a massa de forma simples, desfiles são vistos ao vivo, e dali mesmo já está disponível para compra, filmes já estão disponíveis na rede, antes mesmo de ser lançado, o mesmo acontece com as músicas. É mais fácil viajar para o exterior. Tudo está ligado, e dessa forma, as pessoas se enchem de informação, e buscam cada vez mais interligar tudo a sua volta.

45


briefing de coleção

Painel de macrotendência

46


briefing de coleção

Tendência Na coleção Inverno/2016, vemos muita pele a mostra, como nos detalhes em cut out e transparências. As cores vem em tons fortes e coloridos, e o preto clássico. Em texturas, temos em diferentes localizações plissados e franjas. Os comprimentos vem de todas as formas, mas continuam fortes os croppeds tanto em tops, quanto nas calças e saias, e o comprimento midi. Os trench coats que andavam um pouco sumidos, voltam contudo, estando presentes em diversos desfiles.

47


briefing de coleção

Painel de tendências cut out

Sass and Bide

Philipp Plein

Tom Ford

Marchesa

Roberto Cavalli

f r a n ja s

Roberto Cavalli

48


briefing de coleção

p li s sa d o

Roberto Cavalli

Philipp Plein

Blugirl

Gucci

Roberto Cavalli

tr a n s pa r ê n c i a

Gucci

49


briefing de coleção

To p C ro p p e d

Moschino

Philipp Plein

Blugirl

Gucci

Roberto Cavalli

Tr e n c h Coat

Fausto Puglisi

50


briefing de coleção

Cartela de Cores As cores apresentadas na coleção foram retiradas do painel de inspiração, e de toda pesquisa apresentada. Cores dominantes aparecem na maioria das familias, como o preto, denim e laranja queimado. O azul piscina e cinza vem como cores intermediárias para se agrupar aos tons base. E a cor tonalizante uva, vem para dar pontos de luz na coleção.

51


briefing de coleção

Denim Pantone 19-4127 TPX

Cinza Pantone 15-4702

to n a li z a nte

Azul Piscina Pantone 16-4525 TPX

i nte r m e d i á r i a s

D o m i n a nte s Laranja Quiemado Pantone 15-1147 TPX

Uva Pantone 19-3526 TPX

Black

52


briefing de coleção

Cartela de tecidos Para a coleção inverno/2016 os tecidos foram escolhidos a partir do nosso clima, já que não encontramos invernos rigorosos no Brasil. Trabalhamos com o jeans mais leve em modal, que dá uma cara de alfaiataria a peça, a viscose acetinada traz uma leveza, e a organza traz transparência e sensualidade a roupa. O sarjado de poliéster, nos permite maiores beneficiamentos e trazem o peso do inverno. Também temos o prene mais trabalhado, e a tela na linha esporte.

53


briefing de coleção

Painel de tecidos MOLETON MESCLA 96% CV 4% PUE LAR: 1,85 1,65 M/KG R$ 28,90 MARLES

MALHA 100% CO LAR: 1,42 R$ 36,90 VISUAL TECIDOS

JEANS 100% MODAL LAR: 1,36 5 OZ R$ 18,96 CANATIBA

CREPONADO DE POLIÉSTER 100% PES LAR: 1,45 R$ 13,45 FOCUS

CHIFFON 100% PES LAR: 1,45 R$ 9,60 VISUAL TECIDOS

SARJA PT 99% CO 1% PUE LAR: 1,46 8,5 OZ R$ 11,95 TAVEX

54


briefing de coleção

TELA SPORT 100% PES LAR: 1,53 R$ 8,43 LUCIN

VISCOSE ACETINADA 100% CV LAR: 1,50 R$ 11,60 FOCUS

ORGANZA 100% PES LAR: 1,40 R$ 9,80 FOCUS

VISCOSE SARJADA 100% CV LAR: 1,45 R$ 12,50 FOCUS

MALHA PRENE 97% PES 3% PUE LAR: 1,38 1,96 M/KG R$ 26,90 PROMEX

55


briefing de coleção

Cartela de Matérias A coleção vem muito trabalhada em bordados, transfers, que dependendo da aplicação dão o mesmo efeito. As estampas exclusivas serão tanto corridas quanto localizadas. As lavanderias vem no jeans em forma de estonagem, nos outros tecidos lavangens a seco e aplicação de biomofo, deixam a peça com um toque de inverno. O plissado além de seu beneficiamento de remodelagem, ainda levará estampa exclusiva. Além do uso do laser na remodelagem, e estamparia.

56


briefing de coleção

Painel de Matérias Superficie

Estampa

Biomofo

Tingimento

Tingimento

a seco

Sulfuroso

Pregas

Plissadp

Corte a laser

REMODEL AGEM

Bordado

B e n e f i c i a m e nto

Transfer

57


briefing de coleção

Estampa Corrida Piscina

58


briefing de coleção

Casais

59


briefing de coleção

Cartela de Aviamentos Os aviamentos vem para várias finalidades, linhas e elásticos são utilizados ainda no início, para a costura, mas também para os bordados com linha, zíperes invisíveis para saias, macacões e vestidos, botões para as calças, bermudas, casacos. Vidrilhos e chatóns para os bordados com pedra. Os aviamentos dão os detalhes e acabamentos para as peças.

60


briefing de coleção

Painel de Aviamentos LINHA 100% CO 5000 M R$ 7,90 COATS

ELÁSTICO R$ 0,80/M VERSATTI AVIAMENTOS

ZÍPER INVISÍVEL R$ 0,55 YKK

COLCHETE R$ 0,15 ALTERO

VIDRILHO R$ 1,50/100GR GALERIA OUVIDOR

CHATON R$ 0,30 DIAMOND

BOTÃO DE MASSA R$ 0,30 ALTERO

BOTÃO DE METAL R$ 0,80 ALTERO

61


briefing de coleção

DESCRITIVO COLEÇão A coleção de inverno/2016 da Mahia, traz como inspiração a década de 20, e como foi importante esse período para a emancipação feminina. Dividido em cinco famílias de nove looks cada, sendo oito femininos e um masculino, inspirado na personalidade dessas mulheres. A família Dream girls, retrata a menina que apesar de toda a conturbação daquela época, ainda buscava tornar seus sonhos reais, é a menina que freqüentava os bailes para ver os rapazes da cidade, e que ainda estava no seio da sua família, com estampa icônica de um casal dançando, e um fundo aquarelado, além do plissado que traz o romantismo e a transparência da sensualidade. A família Sporty, que são as jovens mulheres, que resolveram enfrentar o preconceito e fazer a prática de esportes, são as nadadoras, tenistas e ciclistas. Com uma estampa clássica porém atualizada das típicas nadadoras da época, em tons laranja e fundo azul, além do uso do tecido telado que é tipicamente usado em roupas esportivas. A família Arty retrata as mulheres que se introduziram nas artes, são roupas mais atuais, com fortes referências da art decó, recortes, modelagens diferenciadas, além da aplicação de bordados e tranfers. A família Having fun, que é inspirada nas famosas melindrosas, quem ousaram e assim eram consideradas pela época, por usarem desacatarem as tradicionais condutas femininas. Com

62


briefing de coleção

peças mais trabalhadas, cheias de bordados e franjas. E a família Working women, que traz referências das mulheres que por causa da guerra, tiveram que se introduzir no mercado de trabalho, ir para as indústrias. Com tecidos jeans, e cores mais sóbrias como o cinza, traz toda a serenidade e garra da mulher que passou por tanta coisa para conseguir se emancipar. Em todas as famílias a silhueta reta que é característica da época.

63


briefing de coleção

Mapa de Coleção FAMÍLIA

ARTY

FAMÍLIA

HAVING FUN

FAMÍLIA

MAPEAMENTO DE  COLEÇÃO  -­‐  INVERNO/2016 CLASSE CORES TECIDOS FORMAS PRETO   VISCOSE   VESTIDO COMERCIAL LARANJA   RETA ACETINADA ROXO LARANJA   VISCOSE   ROXO   RETA MACAQUINHO FASHION CREPONADA PRETO ROXO   SARJADO   RETA VESTIDO FASHION PRETO POLIÉSTER VISCOSE   ROXO   QUIMONO  +  BLUSA   ACETINADA   RETA CONCEITO PRETO   +  SAIA SARJADO   LARANJA POLIÉSTER ROXO   VISCOSE   RETA MACACÃO FASHION PRETO ACETINADA LARANJA   VISCOSE   VESTIDO COMERCIAL RETA PRETO ACETINADA ORGANZA   JAQUETA  +   ROXO   VISCOSE   RETA COMERCIAL VESTIDO PRETO CREPONADA SARJADO   ROXO   POLIÉSTER   TOP  CROPPED  +   RETA CONCEITO LARANJA   VISCOSE   CULLOTE PRETO ACETINADA MALHA  DE   ALGODÃO   ROXO   RETA T-­‐SHIRT  +  CALÇA COMERCIAL SARJA  DE   PRETO ALGODÃO LOOKS

LOOKS

MAPEAMENTO DE  COLEÇÃO  -­‐  INVERNO/2016 CLASSE CORES TECIDOS FORMAS

MACAQUINHO

FASHION

PRETO

MACACÃO

COMERCIAL

PRETO

VESTIDO

COMERCIAL

PRETO

BLUSA +  SHORT

COMERCIAL

PRETO

BLUSA +  CULLOTE

FASHION

PRETO

PANTALONA +   BODY

CONCEITO

PRETO

VESTIDO

CONCEITO

PRETO

CASACO +  TOP   CROPPED  +  SAIA

FASHION

PRETO

CAMISA +  CALÇA

COMERCIAL

PRETO

LOOKS

SARJADO DE   POLIÉSTER VISCOSE   ACETINADA   ORGANZA VISCOSE   ACETINADA VISCOSE   ACETINADA   CHIFFON   VISCOSE   CREPONADA CHIFFON   VISCOSE   ACETINADA PRENE   SARJADO  DE   POLIÉSTER PRENE   SARJADO  DE   POLIÉSTER SARJADO  DE   ALGODÃO   PRENE   POLIÉSTER   CREPONADO ALGODÃO   SARJADO  DE   ALGODÃO

RETA

RETA RETA

RETA

RETA

RETA

RETA

MATÉRIA

LINHA

RECORTE TRANSFER

FEMININO

RECORTE BORDADO

FEMININO

RECORTE BORDADO

FEMININO

RECORTE BORDADO

FEMININO

RECORTE BORDADO RECORTE   TRANSFER

FEMININO FEMININO

RECORTE TRANSFER

FEMININO

RECORTE TRANFER

FEMININO

SILK

MASCULINO

MATÉRIA BORDADO DE   LINHA  +   PEDRARIAS BORDADO  DE   LINHA  +   TRANSFER RECORTE   TRANFER

LINHA

BORDADO DE   LINHA BORDADO  DE   LINHA  +   PEDRARIAS BORDADO  DE   LINHA  +   PEDRARIAS BORDADO  DE   LINHA  +   PEDRARIAS

FEMININO

FEMININO FEMININO

FEMININO

FEMININO

FEMININO

FEMININO

RETA

BORDADO DE   LINHA  +   PEDRARIAS

FEMININO

RETA

BORDADO DE   LINHA

MASCULINO

MATÉRIA

LINHA

MAPEAMENTO DE  COLEÇÃO  -­‐  INVERNO/2016 CLASSE CORES TECIDOS FORMAS

64


HAVING FUN

FAMÍLIA

MACAQUINHO

FASHION

PRETO

MACACÃO

COMERCIAL

PRETO

VESTIDO

COMERCIAL

PRETO

BLUSA +  SHORT

COMERCIAL

PRETO

BLUSA +  CULLOTE

FASHION

PRETO

PANTALONA +   BODY

CONCEITO

PRETO

VESTIDO

CONCEITO

PRETO

CASACO +  TOP   CROPPED  +  SAIA

FASHION

PRETO

CAMISA +  CALÇA

COMERCIAL

PRETO

LOOKS

BLUSA +  SAIA

SPORTY SPORTY

VISCOSE ACETINADA   ORGANZA VISCOSE   ACETINADA VISCOSE   ACETINADA   CHIFFON   VISCOSE   CREPONADA CHIFFON   VISCOSE   ACETINADA PRENE   SARJADO  DE   POLIÉSTER PRENE   SARJADO  DE   POLIÉSTER SARJADO  DE   ALGODÃO   PRENE   POLIÉSTER   CREPONADO ALGODÃO   SARJADO  DE   ALGODÃO

RETA

RETA RETA

RETA

RETA

RETA

RETA

BORDADO DE   LINHA  +   PEDRARIAS BORDADO  DE   LINHA  +   TRANSFER RECORTE   TRANFER

FEMININO

briefing de FEMININO coleção

BORDADO DE   LINHA BORDADO  DE   LINHA  +   PEDRARIAS BORDADO  DE   LINHA  +   PEDRARIAS BORDADO  DE   LINHA  +   PEDRARIAS

FEMININO

FEMININO

FEMININO

FEMININO

FEMININO

RETA

BORDADO DE   LINHA  +   PEDRARIAS

FEMININO

RETA

BORDADO DE   LINHA

MASCULINO

MAPEAMENTO DE  COLEÇÃO  -­‐  INVERNO/2016 CLASSE CORES TECIDOS FORMAS LARANJA   FASHION PRETO   PRENE  TELADO RETA AZUL

MATÉRIA

LINHA

ESTAMPA CORRIDA

FEMININO

BUSA +  SAIA

COMERCIAL

LARANJA MOLETON   PRETO PRENE  TELADO

RETA

ESTAMPA CORRIDA   LAVANDERIA  A   SECO

FEMININO

CALÇA +  BODY

CONCEITO

PRETO LARANJA

PRENE TELADO   VISCOSE   CREPONADA

RETA

ESTAMPA CORRIDA

FEMININO

CASACO +  BODY  +   SHORT

CONCEITO

RETA

ESTAMPA CORRIDA   LAVANDERIA  A   SECO

FEMININO

QUIMONO +   MACAQUINHO

FASHION

RETA

ESTAMPA CORRIDA

FEMININO

VESTIDO

COMERCIAL

RETA

ESTAMPA CORRIDA  +   LOCALIZADA

FEMININO

JAQUETA +   VESTIDO

FASHION

RETA

ESTAMPA CORRIDA

FEMININO

VESTIDO

COMERCIAL

RETA

ESTAMPA CORRIDA

FEMININO

JAQUETA +  REGATA   CONCEITO +  BERMUDA

FAMÍLIA

SARJADO DE   POLIÉSTER

LOOKS VESTIDO

VESTIDO

CREPONADO DE  POLIESTER   PRENE     TELADO LARANJA   TELADO   AZUL   CREPONADO   PRETO DE  POLIESTER TELADO   AZUL   CREPONADO   PRETO DE  VISCOSE TELADO   MOLETOM   PRETO   CREPONADO   AZUL DE  VISCOSE PRETO   SARJADO  DE   LARANJA   POLIÉSTER   AZUL TELADO SARJADO  DE   AZUL   ALGODÃO   LARANJA   MOLETOM   PRETO MALHA AZUL   PRETO

RETA

MAPEAMENTO DE  COLEÇÃO  -­‐  INVERNO/2016 CLASSE CORES TECIDOS FORMAS ORGANZA   PRETO   RETA VISCOSE   FASHION ACETINADO VISCOSE   FASHION PRETO RETA ACETINADO   ORGANZA

VESTIDO

CONCEITO

PRETO

SARJADO DE   POLIÉSTER

RETA

CASACO +  BLUSA  +   SAIA

CONCEITO

PRETO LILÁS

SARJADO DE   ALGODÃO   VISCOSE   ACETINADO

RETA

VESTIDO

FASHION

LILÁS PRETO

CHIFFON VISCOSE   CREPONADO

RETA

DREAMS GIRLS

LAVANDERIA A   SECO  ESTAMPA   MASCULINO CORRIDA

MATÉRIA ESTAMPA CORRIDA   PLISSADO ESTAMPA   CORRIDA   PLISSADO ESTAMPA   CORRIDA   BORDADO  DE   PEDRARIA ESTAMPA   CORRIDA   PLISSADO   BORDADO  DE   PEDRARIAS PLISSADO   ESTAMPA   CORRIDA   PREGAS

LINHA FEMININO

FEMININO

FEMININO

FEMININO

FEMININO

65


briefing de coleção

SPORTY

JAQUETA +   VESTIDO

FASHION

PRETO AZUL

VESTIDO

COMERCIAL

PRETO LARANJA   AZUL

JAQUETA +  REGATA   CONCEITO +  BERMUDA

FAMÍLIA

LOOKS VESTIDO

VESTIDO

ESTAMPA CORRIDA

FEMININO

RETA

ESTAMPA CORRIDA

FEMININO

RETA

LAVANDERIA A   SECO  ESTAMPA   MASCULINO CORRIDA

MATÉRIA ESTAMPA CORRIDA   PLISSADO ESTAMPA   CORRIDA   PLISSADO ESTAMPA   CORRIDA   BORDADO  DE   PEDRARIA ESTAMPA   CORRIDA   PLISSADO   BORDADO  DE   PEDRARIAS PLISSADO   ESTAMPA   CORRIDA   PREGAS PLISSADO   ESTAMPA   CORRIDA

LINHA FEMININO

FEMININO

VESTIDO

CONCEITO

PRETO

SARJADO DE   POLIÉSTER

RETA

CASACO +  BLUSA  +   SAIA

CONCEITO

PRETO LILÁS

SARJADO DE   ALGODÃO   VISCOSE   ACETINADO

RETA

VESTIDO

FASHION

LILÁS PRETO

CHIFFON VISCOSE   CREPONADO

RETA

VESTIDO

COMERCIAL

LILÁS

VISCOSE ACETINADO

RETA

BLUSA +  VESTIDO

COMERCIAL

PRETO

ORGANZA VISCOSE   CREPONADO

RETA

ESTAMPA CORRIDA

FEMININO

VESTIDO

COMERCIAL

PRETO

ORGANZA VISCOSE   ACETINADO

RETA

ESTAMPA CORRIDA   BORDADO   LINHA

FEMININO

CAMISA +   BERMUDA

COMERCIAL

PRETO

ALGODÃO SARJADO  DE   ALGODÃO

RETA

ESTAMPA CORRIDA

MASCULINO

LOOKS

MAPEAMENTO DE  COLEÇÃO  -­‐  INVERNO/2016 CLASSE CORES TECIDOS FORMAS

CAMISA +  CULLOTE

FASHION

AZUL

JEANS MODAL  

RETA

COLETE +  SAIA

CONCEITO

AZUL CINZA

JEANS MOLETINHO

RETA

VESTIDO

FASHION

CINZA AZUL

JEANS MODAL   SARJADO   ALGODÃO

RETA

JEANS MODAL   SARJADO   ALGODÃO JEANS   BLUSA  +  SHORT COMERCIAL AZUL  CINZA MOLETOM JEANS   SARJADO   TRENCH  COAT CONCEITO AZUL  CINZA ALGODÃO CASACO  +  BLUSA  +   JEANS   COMERCIAL CINZA  AZUL CALÇA MOLETOM CAMISA  +  SAIA

WORKING WOMEN

RETA

MAPEAMENTO DE  COLEÇÃO  -­‐  INVERNO/2016 CLASSE CORES TECIDOS FORMAS ORGANZA   VISCOSE   RETA FASHION PRETO   ACETINADO VISCOSE   FASHION PRETO ACETINADO   RETA ORGANZA

DREAMS GIRLS

FAMÍLIA

AZUL LARANJA   PRETO

TELADO MOLETOM   CREPONADO   DE  VISCOSE SARJADO  DE   POLIÉSTER   TELADO SARJADO  DE   ALGODÃO   MOLETOM   MALHA

FASHION

AZUL CINZA

RETA

MATÉRIA BIOOMOFO LASER LASER   BIOMOFO TINGIMENTO  A   SECO   LAVANDERIA   LASER LAVANDERIA   TINGIMENTO  A   SECO  LASER

FEMININO

FEMININO

FEMININO

FEMININO

LINHA FEMININO FEMININO

FEMININO

FEMININO

RETA

LASER

FEMININO

RETA

LASER BIOMOFO

FEMININO

RETA

LASER

FEMININO

66


briefing de coleção

Formas e silhuetas H

A silhueta apresentada é a “H”, também conhecida como reta. A forma é característica da época.

67


Anos loucos coleção

68


coleção

Família

Having Fun

69


coleção

Família

Sporty

70


coleção

Família

working woman

71


coleção

Família

dream Girls

72


coleção

Família

Arty

73


coleção

Fichas Técnicas CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA - Faculdade de Comunicação e Artes FICHA TÉCNICA - DESENHO DE MODA Disciplina: PROJETO EXPERIMENTAL

Curso: MODA Nome: MAHIA Coleção: ANOS LOUCOS - INV/2016 Ref.: MC 001 Grade: PP M P

G

GG

Descrição:

Artigo:

Mix Coleção: CONCEITO

MACAQUINHO BORDADO

Cod. Molde:

Tecidos e Consumo Código

Descrição

CREPONADO DE POLIÉSTER

Cor

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

PRETO 1,15 M

METRO

R$13,45

MC 001

Aviamentos / Posição / Consumo

ZÍPER INVISÍVEL COLCHETE VIDRILHOS CHATON CHATON

R$15,46

Código

Descrição

-

Cor

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total: R$0,55

1

UNIDADE

GRAFITE

2

UNIDADE

PRETO

100

UNIDADE

R$1,50 / 100 GR

R$0,37

PRETO

35

UNIDADE

R$0,30

R$10,50

GRAFITE

35

UNIDADE

R$0,30

R$10,50

PRETO

DESENHO TÉCNICO DA PEÇA COSTAS

FRENTE B

U X

Data: _01__06_/_2015_

MACAQUINHO

R$0,55

R$0,30

R$0,15

MEDIDAS

A

1 - CORTAR FRENTE E SEPARAR PARA ENVIAR PARA BORDAR;

2 C

1

2 - COLOCAR COLCHETE PARA FECHAMENTO DA PARTE DE CIMA DAS COSTAS; F

3 - FECHAMENTO DO SHORT COM ZÍPER INVISÍVEL;

D G

3

E

I J K Medidas (cm) A 25 B 4,5 C 22 D 53 E 37 F 26 G 18 H Descrição de detalhes da peça: MACAQUINHO BORDADO COMPUTADORIZADO E COM CHATONS.

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

U

Etapas de processo: 1- MODELAR; 2 - CORTAR O TECIDO; 3- SEPARAR FRENTE PARA BORDAR; 4- COSTURAR;

74

V

X


coleção

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA - Faculdade de Comunicação e Artes FICHA TÉCNICA - DESENHO DE MODA Disciplina:

Curso: MODA Nome: MAHIA Coleção: ANOS LOUCOS - INV/2016 Ref.: TP 001 Grade: PP M P MALHA PRENE MALHA PRENE

G

GG

Descrição:

U X

TOP CROPPED

TOP CROPPED COM RECORTES

Tecidos e Consumo Código

Descrição

Cor

0,150 KG

KG

R$26,90

R$4,03

UVA

0,100 KG

KG

R$26,90

R$2,69

1

Mix Coleção:

Cod. Molde:

--

Código

Descrição

LINHA LINHA

Cor

UVA LARANJA

DESENHO TÉCNICO DA PEÇA COSTAS

1

1

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

32 M 25 M

METRO METRO

R$0,05056 R$0,0395

R$7,90 R$7,90

MEDIDAS

1

1 - MALHA PRENE NA COR UVA;

H A

2 - MALHA PRENE NA COR LARANJA; 1

1

C

CONCEITO

TP 001

Aviamentos / Posição / Consumo

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

LARANJA

FRENTE

B

Artigo:

Data: _01__06_/_2015_

PROJETO EXPERIMENTAL

3 - BARRA Á FIO

1

G

E 2

2

F

2

2

D

3

C 12 D 9 E 5 F 4,5 G 8 Medidas (cm) A 12 B Descrição de detalhes da peça: TOP CROPPED COM RECORTES

H 18 I

J

K

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

U

V

9

Etapas de processo: 1- MODELAR; 2- DESCANSAR TECIDO; 3- CORTAR O TECIDO; 4- COSTURAR;

75

X


coleção

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA - Faculdade de Comunicação e Artes FICHA TÉCNICA - DESENHO DE MODA Curso: MODA Nome: MAHIA Coleção: ANOS LOUCOS - INV/2016 Ref.: MC 002 Grade: PP M P

Disciplina: PROJETO EXPERIMENTAL

G

GG

Descrição:

Artigo:

MACAQUINHO

MACAQUINHO COM RECORTES

Tecidos e Consumo

--

Código

Descrição

U X

VISCOSE ACETINADA VISCOSE ACETINADA

Cor

METRO METRO

R$11,60 R$11,60

Mix Coleção:

Cod. Molde:

FASHION

MC 002

Aviamentos / Posição / Consumo

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

0,50 CM PRETO LARANJA 0,80 CM

Data: ____/____/______

ZÍPER INVISIVEL LINHA LINHA

R$5,80 R$9,28

--

Código

Descrição

Cor

PRETO PRETO LARANJA

DESENHO TÉCNICO DA PEÇA COSTAS

FRENTE

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total: 1 45 M 60 M

R$0,55 R$7,90 R$7,90

UN METRO METRO

R$0,55 R$0,0711 R$0,0948

MEDIDAS 1 - SEPARAR FRENTE E COSTAS DO SHORT PARA APLICAR TRANSFER; 2 - RECORTE NAS MANGAS;

A

3 - ZÍPER INVISIVEL; G

B

1

2

F

3

D E

1

C

I J K Medidas (cm) A 46 B 16 C 28 D 6 E 10 F 24 G 22 H Descrição de detalhes da peça: MACAQUINHO COM RECORTES E APLICAÇÃO DE TRANFER;

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

U

Etapas de processo: 1- MODELAR; 2- CORTAR O TECIDO; 3- COSTURAR; 4- APLICAÇÃO DE TRANSFER NO SHORT;

76

V

X


coleção

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA - Faculdade de Comunicação e Artes FICHA TÉCNICA - DESENHO DE MODA Curso: MODA Nome: MAHIA Coleção: ANOS LOUCOS - INV/2016 Ref.: BE 001 Grade: PP M P

G

GG

Artigo: BERMUDA CICLISTA Descrição: BERMUDA CICLISTA

U X

Cor

PRETO

Aviamentos / Posição / Consumo

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

0,107 KG

Mix Coleção: CONCEITO

Cod. Molde:

Tecidos e Consumo Código

Descrição

MALHA PRENE

Disciplina: PROJETO EXPERIMENTAL

--

Código

Descrição

R$2,87

R$26,90

KG

LINHA BOTÃO DE METAL

Cor

PRETO GRAFITE

DESENHO TÉCNICO DA PEÇA COSTAS

FRENTE

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total: 64 M 1

R$0,10112 R$0,80

R$7,90 R$0,80

METRO UNIDADE

MEDIDAS

1 - BRAGUILHA FALSA; 2 - BOLSO SEM FORRO; C B

3 - BAINHA COM 1,5 CM;

D

1

2 E

A F

3

Medidas (cm) A 34 B 4 C 3 Descrição de detalhes da peça:

D 6

E 13,5 F 13 G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

U

V

BERMUDA CICLISTA EM MALHA PRENE

Etapas de processo: 1- MODELAR; 2- DESCANSAR O TECIDO; 3 - CORTAR O TECIDO; 4- COSTURAR;

77

X


coleção

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA - Faculdade de Comunicação e Artes FICHA TÉCNICA - DESENHO DE MODA Curso: MODA Nome: MAHIA Coleção: ANOS LOUCOS - INV/2016 Ref.: VE 001 Grade: PP M P

Disciplina: PROJETO EXPERIMENTAL

G

GG

U X

Tecidos e Consumo Código

Descrição

Artigo: VESTIDO Descrição: VESTIDO COM FRANJAS

CREPONADO DE POLIÉSTER MALHA PRENE

Cor

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

PRETO 1,15 M

PRETO

0,107 KG

METRO

KG

R$13,45 R$26,90

R$15,46 R$2,87

Mix Coleção: CONCEITO

Cod. Molde:

LINHA

-

Código

Descrição

CHATON CHATON

Cor

PRETO

PRETO GRAFITE

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

64 M 30 50

METRO

UNIDADE UNIDADE

R$7,90

R$0,30 R$0,30

R$0,10112 R$9,00 R$15,00

MEDIDAS

B

1 - SEPARAR FRENTE E COSTAS PARA FAZER AS FRANJAS NO LASER;

2

2 - BORDAR TOP DEPOIS DA PEÇA FECHADA;

A

1

VE 001

Aviamentos / Posição / Consumo

DESENHO TÉCNICO DA PEÇA COSTAS

FRENTE

C

Data: _01__06_/_2015_

1

E F G H I J K M N Medidas (cm) A 13 B 15 C 80 D L Descrição de detalhes da peça: VESTIDO COM FRANJAS FEITAS À LASER, E BORDADO COM CHATONS NO TOP.

O

P

Q

R

S

T

U

V

X

Etapas de processo: 1- MODELAR; 2 - CORTAR O TECIDO; 3- SEPARAR FRENTE E COSTAS PARA FAZER FRANJAS NO LASER; 4- COSTURAR; 5- BORDAR O TOP;

78


coleção

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA - Faculdade de Comunicação e Artes FICHA TÉCNICA - DESENHO DE MODA Curso: MODA Nome: MAHIA Coleção: ANOS LOUCOS - INV/2016 Ref.: QM 001 Grade: PP M P

Disciplina: PROJETO EXPERIMENTAL

G

GG

Artigo:

QUIMONO

QUIMONO ESTAMPADO

CETIM LEVE ( ESTAMPADO) CETIM LEVE

Cor

OFF-WHITE AZUL

METRO

R$22,50

R$27,00

0,50 M

METRO

R$11,50

R$5,75

CONCEITO

QM 001

Aviamentos / Posição / Consumo

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total: 1,20 M

Mix Coleção:

Cod. Molde:

Tecidos e Consumo Código

Descrição

Descrição:

U X

Data: _01__06_/_2015_ ____/____/______

-

Código

Descrição

LINHA

Cor

AZUL

DESENHO TÉCNICO DA PEÇA COSTAS

FRENTE

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total: 64 M

R$0,10112

R$7,90

METRO

MEDIDAS

1 - CINTO PARA AMARRAR, É SOLTO, COLOCADO APENAS NAS PRESILHAS; 2 - SEPARAR TECIDO PARA ESTAMPAR (ESTAMPA CORRIDA);

B

2 A

3 - PRESILHA COM 1CM;

1

D

3

C

F G Medidas (cm) A 92 B 22 C 4 D 4 E Descrição de detalhes da peça: QUIMONO ESTAMPADO

H

I

J

K

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

Etapas de processo: 1- MODELAR; 2- SEPARAR TECIDO PARA ESTAMPAR; 3- CORTAR O TECIDO; 4- COSTURAR;

79

U

V

X


coleção

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA - Faculdade de Comunicação e Artes FICHA TÉCNICA - DESENHO DE MODA Curso: MODA Nome: MAHIA Coleção: ANOS LOUCOS - INV/2016 Ref.: BD 001 Grade: PP M P

Disciplina:

G

GG

Artigo:

BODY

MALHA PRENE (ESTAMPADO) TELA SPORT CREPONADO DE POLIÉSTER

Cor

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total: R$36,90

R$11,07

METRO

R$8,43

R$1,26

METRO

R$13,45

R$1,34

OFF-WHITE

0,300 KG

KG

PRETO

0,15 CM

PRETO

0,10 CM

Mix Coleção:

BODY MAIÔ

Cod. Molde:

Tecidos e Consumo Código

Descrição

Descrição:

U X

Data: _01__06_/_2015_ ____/____/______

PROJETO EXPERIMENTAL

CONCEITO

BD 001

Aviamentos / Posição / Consumo

--

Código

Descrição

LINHA LINHA

Cor

PRETO AZUL

DESENHO TÉCNICO DA PEÇA COSTAS

FRENTE

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total: 15 M 50 M

R$0,0237 R$0,079

R$7,90 R$7,90

METRO METRO

MEDIDAS

1 - VIVO NO TECIDO PRETO;

A

2 F

D

B

1

H

2 - ALÇA NO TECIDO CREPONADO; 3 - RECORTE NA TELA SPORT;

G

I

3

C

E K M Medidas (cm) A 14 B 21 C 33 D 12 E 30 F 12 G 24 H 15 I 5,5 J L Descrição de detalhes da peça: BODY MODELAGEM MAIÔ COM ESTAMPA EXCLUSIVA E DETALHE TELA.

N

O

P

Q

R

S

T

Etapas de processo: 1- MODELAR; 2- SEPARAR TECIDO PARA ESTAMPAR; 3- CORTAR O TECIDO; 4- COSTURAR;

80

U

V

X


coleção

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA - Faculdade de Comunicação e Artes FICHA TÉCNICA - DESENHO DE MODA Curso: MODA Nome: MAHIA Coleção: ANOS LOUCOS - INV/2016 Ref.: CL 002 Grade: PP M P

Disciplina: PROJETO EXPERIMENTAL

G

GG

Artigo: CALÇA Descrição: CALÇA JOGGING

Tecidos e Consumo Código

Descrição

U X

CREPONADO DE POLIÉSTER TELA SPORT

Cor

PRETO PRETO

METRO METRO

ZÍPER INVISIVEL LINHA

R$4,03 R$7,58

R$13,45 R$8,43

Mix Coleção: CONCEITO

Cod. Molde:

CL 002

Aviamentos / Posição / Consumo

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

0,30 CM 0,90 CM

Data: _01__06_/_2015_

--

Código

Descrição

Cor

PRETO PRETO

DESENHO TÉCNICO DA PEÇA COSTAS

FRENTE A

1 64 M

R$0,55 R$7,90

UN METRO

R$0,55 R$0,10112

MEDIDAS

2

F

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

1 - RECORTE LATERAL COM TECIDO CREPONADO; 2 - FECHAMENTO COM ZÍPER INVISÍVEL;

C

1

3 - FRENTE E COSTAS NO TECIDO DE TELA;

3 B

E D H Medidas (cm) A 3,5 B 114 C 97 D 14,5 E 3,5 F 16 G Descrição de detalhes da peça: CALÇA JOGGING COM RECORTE.

I

J

K

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

U

Etapas de processo: 1- MODELAR; 2- CORTAR O TECIDO; 3- COSTURAR;

81

V

X


coleção

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA - Faculdade de Comunicação e Artes FICHA TÉCNICA - DESENHO DE MODA Disciplina: PROJETO EXPERIMENTAL

Curso: MODA Nome: MAHIA Coleção: ANOS LOUCOS - INV/2016 Ref.: CL 001 Grade: PP M G P Descrição

GG

U X

Artigo: CALÇA Descrição: CALÇA CULOTTE

Mix Coleção: CONCEITO

Cod. Molde: CL 001

Tecidos e Consumo

VISCOSE ACETINADA VISCOSE ACETINADA

--

Código

Cor

PRETO UVA

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

0,90 CM 0,50 CM

METRO METRO

R$10,44 R$5,80

R$11,60 R$11,60

Data: _01__06_/_2015_ ____/____/______

Aviamentos / Posição / Consumo

ZÍPER INVISIVEL LINHA

--

Código

Descrição

Cor

PRETO PRETO

DESENHO TÉCNICO DA PEÇA COSTAS

FRENTE

D

1 64 M

R$0,55 R$7,90

UN METRO

R$0,55 R$0,10112

MEDIDAS 1 - PENCE NAS COSTAS

3

F

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

2 - RECORTE LATERAL

1

3 - FECHAMENTO COM ZÍPER INVISÍVEL 4 - TRANSFER APLICADO NO RECORTE LATERAL.

A C

2 4

B

E

H I J K N M Medidas (cm) A 84 B 35 C 53 D 18 E 17 F 13 G L Descrição de detalhes da peça: CALÇA CULOTTE COM RECORTE LATERAL E APLICAÇÃO DE TRANSFER.

O

P

Q

R

S

T

Etapas de processo: 1- MODELAR; 2- CORTAR O TECIDO; 3- COSTURAR; 4- APLICAÇÃO DE TRANSFER NO RECORTE LATERAL;

82

U

V

X


coleção

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA - Faculdade de Comunicação e Artes FICHA TÉCNICA - DESENHO DE MODA Disciplina:

Curso: MODA Nome: MAHIA Coleção: ANOS LOUCOS - INV/2016 Ref.: BD 002 Grade: PP M P MALHA PRENE MALHA PRENE TELA SPORT

G

GG

Descrição:

U X

Código

Cor

Mix Coleção:

Cod. Molde:

KG

R$26,90

R$4,03

0,100 KG

KG

R$26,90

R$2,69

0,15 CM

METRO

R$8,43

R$1,26

0,150 KG

LARANJA PRETO

CONCEITO

BD 002

Aviamentos / Posição / Consumo

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

PRETO

--

Código

Descrição

LINHA LINHA

Cor

PRETO LARANJA

DESENHO TÉCNICO DA PEÇA COSTAS

FRENTE

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

32 M 25 M

METRO METRO

R$0,05056 R$0,0395

R$7,90 R$7,90

MEDIDAS 1 - TELA SPORT PRETO;

A

B

BODY

BODY COM TELA

Tecidos e Consumo

Descrição

D

Artigo:

Data: _01__06_/_2015_ ____/____/______

PROJETO EXPERIMENTAL

2

F

2 - ALÇA NA MALHA PRENE PRETO;

E

3 - TELA SPORT PRETO;

3

1

C

Medidas (cm) A 14 B D21 C 20 D 12 E 12 F 24 G Descrição de detalhes da peça: BODY COM DETALHE TELA.

H

I

J

K

D

L

M

N

O

P

Q

R

S

T

Etapas de processo: 1- MODELAR; 2- DESCANSAR TECIDO; 3- CORTAR O TECIDO; 4- COSTURAR;

83

U

V

X


coleção

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA - Faculdade de Comunicação e Artes FICHA TÉCNICA - DESENHO DE MODA Disciplina: PROJETO EXPERIMENTAL

Curso: MODA Nome: MAHIA Coleção: INV/2016 Ref.: SH 001 Grade: PP P MALHA PRENE

M

G

GG

Artigo:

SHORT

HOT PANTS

Cor

PRETO

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total:

0,107 KG

KG

R$26,90

R$2,87

Mix Coleção:

Cod. Molde:

Tecidos e Consumo Código

Descrição

Descrição:

U X

Data: _01__06_/_2015_ ____/____/______

Aviamentos / Posição / Consumo

ELÁSTICO CHATON CHATON

Código

Descrição

-

LINHA

Cor

PRETO PRETO GRAFITE

PRETO

DESENHO TÉCNICO DA PEÇA COSTAS

FRENTE

A

CONCEITO

SH 001

Qtde Unidade Preço Unitário Preço Total: R$0,80 R$0,30 R$0,30

0,80 CM METRO 30 UNIDADE UNIDADE 50

64 M

R$7,90

METRO

R$0,64 R$9,00 R$15,00

R$0,10112

MEDIDAS

1 - ELÁSTICO EMBUTIDO NO CÓS;

1

2 - APLICAÇÃO DE CHATONS NA FRENTE;

B 2

C D

F G H I J K N O M Medidas (cm) A 4 B 20 C 26 D 5 E L Descrição de detalhes da peça: SHORT HOT PANTS DE MALHA PRENE, COM APLICAÇÃO DE BORDADO A MÃO.

P

Q

R

S

T

U

V

Etapas de processo: 1- MODELAR; 2- DESCANSAR O TECIDO; 3 - CORTAR O TECIDO; 4- COSTURAR; 5- APLICAÇÃO DE BORDADO COM CHATONS NA FRENTE;

84

X


coleção

painel de segmentação FEMININO TIPO CONCEITO FASHION VESTIDO 2 6 MACAQUINHO 0 3 MACACÃO 0 1 BLUSA 2 2 TOP CROPPED 1 1 BODY 3 0 CAMISA 0 2 QUIMONO 1 1 JAQUETA 0 1 CASACO 2 1 COLETE 1 0 TRENCH  COAT 1 0 CALÇA 3 2 SHORT 1 0 SAIA 3 3

TIPO T-­‐SHIRT CAMISA REGATA JAQUETA CALÇA BERMUDA

MASCULINO CONCEITO FASHION 0 0 0 0 1 0 1 0 0 0 1 0

COMERCIAL 9 0 1 5 0 0 1 0 1 1 0 0 1 2 2

COMERCIAL 1 3 0 0 3 1

85


Bibliografia BAUDOT, François. A moda do Século. Tradução: Maria Theresa de Resende. Editora Cosac Nayf, 2002. BERSTEIN, Serge e MILZA, Pierre ( Dir) História do século XX, 1900 – 1945, o fim do mundo europeu. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2007, v1. BRONWYN, Cosgrave. Historia da Indumentaria e da Moda - Das Antiguidades Aos Dias Atuais. Tradução: Ana Resende. Editora GG Moda, 2002. FOGG, Marnie. Tudo Sobre Moda. Universidade Wales. Editora Sextante. HOLLANDER, Anne. O Sexo e as Roupas: A evolução do traje moderno.Tradução: Alexandre TORT.Rio de Janeiro: Rocco, 2003. LAVER, James A roupa e a moda: uma história concisa. São Paulo. Companhia das Letras, 1990.

86


PRADO, Luiz Andre do. BRAGA, João. História da Moda no Brasil. Das influências às autorreferências. São Paulo, Disal Editora, 2011. SABINO, Marco. Dicionário Moda/ Marco Sabino. Rio de Janeiro: Elsevir, 2007. SOUZA, Octávio Tarquínio. Bernardo Pereira de Vasconcelos. Belo Horizonte, Itatiaia; São Paulo: Edusp, 1988. http://ffw.com.br/ http://www.wgsn.com/pt/ http://almanaque.folha.uol.com.br/anos20.htm http://modahistorica.blogspot.com.br/2013/05/as-melindrosas-decada-de-1920.html http://www.areliquia.com.br/artigos%20anteriores/26mulher.htm

87


Anexos

88


89


90


91


92


93


94


MAHIA - Raissa Manso Bahia  
MAHIA - Raissa Manso Bahia  
Advertisement