Page 1


INSTITUTO DE COMUNICAÇÃO E ARTES CURSO DE GRADUAÇÃO EM MODA

TAILÂNDIA: FAUNA E FLORA DAS ILHAS PHI-PHI

ALUNOS: Bianca Duarte de Almeida PROFESSOR(A) ORIENTADOR(A): Izabel Hadad ÁREA DE PESQUISA: Comunicação e artes LINHA DE PESQUISA: História, da imagem e cultura.

BELO HORIZONTE 2017 / 2°


Bianca Duarte de Almeida

TAILÂNDIA: FAUNA E FLORA DAS ILHAS PHI-PHI

Artigo apresentado como requisito de avaliação do Curso de Graduação em Moda do Centro Universitário Una para aprovação parcial na disciplina TIDIR VI (PRÉ-TCC). Professora: Izabel Hadad Produto final TCC: Desenvolvimento de coleção

BELO HORIZONTE 2017 / 2°


RESUMO

O presente artigo aborda a grandiosidade da Fauna e da Flora das Ilhas Phi-Phi, situada no Oceano Indico, sul da Tailândia, com objetivo de analisar qual o estilo de vida das pessoas que frequentam o lugar. É um dos destinos mais populares e procurados por mergulhadores, justamente por sua variedade da fauna e flora marinha. Os métodos usados para a pesquisa são documentários, entrevistas com turistas, livros. O Objetivo geral é a partir da conclusão desenvolver uma coleção de moda praia/resort, inspirada nas formas, texturas e cores do local. A escolha desse seguimento deve-se a valorização do mercado qual o Brasil é referência mundial.


SUMÁRIO

Pág 10-11-Curriculum com dados relevantes para moda + foto (obrigatória) Pág 12- Briefing de negócio (DNA da marca) Pág13- Descrição geral da marca Pág 14- Estilo (Dominante - Complementar) Pág 15- Elementos de estilo (Subjetivos/ espirituais e objetivos/ físicos – 3 de cada em relação à sua marca) Pág 16- Nicho Pág 17- Segmento Pág 18- Gênero Pág 19- Concorrentes (citar e descrever 3 e apontar os diferenciais de cada um) Pág 20- Canais de distribuição Pág 21- Margem de preço (maior e menor preço praticado e tipo de peça) Pág 22- Diferenciais da marca no produto Pág 24-25-Painel de Estilo da Marca Pág 26-27Público-Alvo (descrição de Hábitos de Consumo, renda, classe, estilo de vida, profissões, ídolos, sonhos). Pág 28-29-Painel de público-alvo Pág 30- Identidade da marca


Pág 31- Logomarca Pág 32- Justificativa do nome, cor e fonte Pág 33- Monocromia (P&B) Pág 34- Tipografia Pág 35- Escala de cores com Pantone e CMYK Pág 36- Área de Proteção e redução mínima Pág 37- Malha de ampliação (grade) Pág 38- Usos Indevidos (prever pelo menos 06 situações) Pág 39-41- Aplicação em papelaria (cartão, tag, papel de carta, envelope, 02 modelos de embalagem – maior e menor, 02 brindes) Pág 42-43- Briefing de coleção Pág 44-45- Release Pág 46-47- Painel de inspiração Pág 52-55- Texto e painel de macrotendência 10.3.3 Texto e painel de tendências da estação (mínimo de 03 marcas diferentes para cada tendência pesquisada) Pág 56-5- Texto e cartela de cor (com nome fantasia, número pantone, CMYK, divisão entre dominante, tonalizantes e intermediárias) Pág 58-59- Texto e cartela de tecidos (nome, preço, rendimento, fabricante, composição) amostra de 15 cm Pág 60-61-- Texto e cartela de Aviamentos (nome, preço, rendimento, fornecedor)


Pág 62-65- Texto e Cartela de matérias (ou materiais) 06 opções de transformação têxtil (superfície, remodelagem, opções de beneficiamento) amostra de 15 cm Pág 66-65- Descritivo de processo criativo das famílias (descrever a divisão de famílias da coleção) Pág 76-77- Mapa de Coleção (tabela com descritivo das famílias e tipos de peça de cada uma) Pág 78-79- Texto e painel de Formas e Silhuetas Pág 80 Descritivo do desenvolvimento da coelção Pág 82- Coleção (capa) Pág 84 - Croquis ampliados (um por folha, 45 croquis) Pág 134 Painel artístico (45 looks em miniatura em um único painel dobrável) Pág 136 Looks confeccionados Pág 142 Desenhos Técnicos Pág 146Apêndice 1 (artigo)


CURRÍCULO

BIANCA DUARTE DE ALMEIDA Brasileira solteira, 21 anos

Rua Gorceix, número 1011 Niterói – Betim– M Telefone: (31) 96019260/ E-mail: biancaalmeida_2@yahoo.com.br

FORMAÇÃO Ensino Superior –Bacharelado em Design de Moda- Em Andamento Centro Universitário UNA- Noturno Previsão de Conclusão- Dezembro /2017. • Ensino Médio –Colégio Educare – Concluído em 2013. •

10


EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL 2012-2013 – Regiane da Conceição Almeida –ME Estágio em Auxiliar Administrativo, remunerado. • 2014 – Loja Boundless Cargo de vendedora, vitrinista e estoquista. • 2015-2017– Loja Farm Cargo de vendedora, visual merchandising e vitrinista. •

QUALIFICAÇÕES E ATIVIDADES COMPLEMENTARES •

• • • • • • •

Inglês – básico Espanhol – básico Curso Complementar em Corte e Costura. Curso Complementar de Modelo e Manequim. Curso complementar de Customização de roupas. Curso complementar de pesquisa de tendências de moda Curso de Remodelagem e Estamparia Farm – Perestroika Curso de estamparia brasilidades

11


B R I E ND F E I N G

12

N É G O C I O S


DESCRIÇÃO GERAL DA MARCA

A marca Areia foi criada com o objetivo de desenvolver uma coleção de moda praia resort, o projeto é oferecer conforto e leveza para o cliente, diferencial em produzir peças sofisticadas e estampas exclusivas , no estilo criativo.

Usar tendências mite olhar para

Next Nature, a natureza

que de

forma

perespiritual.

13


ESTILO

•ESTILO CRIATIVO •ESPORTIVO NATURAL •SEXY

14


ELEMENTOS DE ESTILO

ESPIRITUAIS/SUBJETIVOS

FÍSICO/OBJETIVO

TAILÂNDIA

MODELAGEM LEVE, CULTURA, INSPIRAÇÃO

RESORT

LEVEZA, MATERIAIS

NATUREZA

ESTAMPAS DE ELEMENTOS DA NATUREZA, TEXTURAS.

SUSTENTÁVEL

TECIDOS E CORTES NATURAIS

15


16

NICHO

PRET-Á-PORTER DIFUSÃO


SEGMENTO

COMERCIAL, CASUAL.

17


18

GÊNERO

FEMININO


CONCORRENTES

Tem como inspiração o Rio de Janeiro, busca referencias na natureza , a temperatura ,as cores . Busca uma forma mais natural, contemporânea e autentica. Traduz suas inspirações em modelagens leves e estampas, em seu estilo criativo.

A Água de coco produz roupas de praia para mulheres e homens exigentes, que exigem muito conforto e alta qualidade nas confecções de moda praia. Seus biquínis, maiôs, sungas, vestidos, roupas de fitness e agora também acessórios e sandálias, são reconhecidos pela beleza e pelo diferencial.

A marca trabalha com moda praia e está ligada nas últimas tendências nacionais e internacionais, inovando nos modelos, confeccionando belíssimas peças de biquínis, saídas de praia, maiôs, além de outros produtos. São produzidos com os tecidos da mais alta tecnologia para que a mulher se sinta confortável tanto na praia quanto no dia a dia.

19


CANAIS DE DISTRIBUIÇÃO

LOJA ON LINE

20


MARGEM DE PREÇO

MENOR PREÇO: R$ 100,00 MAIOR PREÇO: R$ 1.000,00

21


22

DIFERENCIAIS DA MARCA NO PRODUTO

O projeto da marca ĂŠ o cliente, diferencial de te

Usar olhar

a

oferecer conforto e leveza para produzir estampas exclusivas.

tendĂŞncias Next para a natureza

Nature, que permide forma espiritual.


ESTILO DA MARCA

23


Pag 24 24


25


PÚBLICO ALVO

26


O público alvo da marca é de classe alta, tem o estilo de vida natural, gosta de viajar para lugares tropicais , tais como praia , ilhas , cachoeiras . Profissões ligadas a esse segmento são as biólogas, medicas veterinárias, psicólogas. Gostam de esportes como escalada, mergulhos, trilhas. É destinada a mulheres que gostam de peças leves, porem sofisticadas traduzidas em modelagem e estamparia.

27


28


29


IDENTIDADE DA MARCA


31


32

JUSTIFICATIVA (NOME, COR E FONTE)

O nome da marca referencia um dos ambiente de maior conexão com a serenidade, é na areia que o público se equilibra com o sol e o mar, pacifica seu interior e recarrega suas energias para continuar a prosperar. Na areia ele consegue sentir e aplaudir a vida natural com todas as suas belezas litorâneas. A logo traz uma fonte orgânica e simples, como deve ser o singelo ato de escrever o nome na areia. O símbolo da concha, que é famoso por levar a crença do barulho do mar, aparece no nome para estimular os sentidos e trazer em voga os prazeres naturais.


33


TIPOGRAFIA

34


ESCALA DE CORES

35


36

ÁREA DE PROTEÇÃO E REDUÇÃO MÍNIMA


MALHA DE AMPLIAÇÃO

37


38

USOS INDEVIDUOS


APLICAÇÃO EM PAPELARIA (SACOLA)

39


40

APLICAÇÃO EM PAPELARIA (TAGS)


APLICAÇÃO EM PAPELARIA (BRINDES)

41


B R C I O E D L N E E F Ç I Ã N O G


TAILÂNDIA ILHAS PHI-PHI

43


RELEASE

O tema da coleção sera “ A Fauna e flora da Thailandia” , e tem como inspiração as Ilhas Phi-Phi que estão localizadas no sul do pais ,um ar quipélag De praias paradisíacas, formando uma cartela de cores tropicais e será desenvolvidas estampas exclusivas, baseadas nas formas, flores, fauna, frutos da região. A união de silhuetas femininas coordenadas a estampas e cores vibrantes trazem um conceito criativo para a coleção de moda praia risort. Maiôs com silhuetas ampulheta e recortes traduz uma forma mais sofisticada, contemporânea e autentica presentes na marca. Serão usados bordados para enriquecer as peças e uma das famílias conta com a presença do novo artesanato, o crochet que é a tendência do feito a mão. Os tecidos a serem usados serão mousseline que da caiment o leve para peças, as viscose, a malha, a lycra que contem poliamida e elastano que de certa forma proporcionam conforto, a fibre de poliamida tem baixa capacidade de absorção de umidade e a principal característica do elastano é sua alta elasticidade, por isso a lycra é um dos tecidos mais indicados para moda praia. 44


A marca criada tem a identidade que a coleção quer passar, Areia traz no nome a conexão com a serenidade, na areia é possível sentir e apreciar as belezas litorâneas.

45


46


47


MACROTENDÊNCIA

FASCÍNIO BOTÂNICO A macrotendência Fascínio botânico busca tons exóticos, enérgicos, vibrantes unidos a um ar de mistério encontrado nas flores, folhas e vegetais. Se busca através das formas e cores da natureza interpretações estéticas diferentes, variando desde o romantismo até a modernidade.

48


49


MACROTENDÊNCIA

NOVO ARTESANATO A macrotendência Novo artesanato vem trazendo opostos à moda, juntando tramas rústicas e artesanais com fibras modernas e tecidos sintéticos. É um resgate de uma raiz hereditária e quase folclórica, com fibras como macramê, corda, tricô e bambu. Nesse encontro do manual e do industrial, superfícies lisas de cores vibrantes casam com tons terrosos. Para essa macrotendência, é apresentada uma tabela de cores que une as cores da terra com o vinho, azul escuro, salmão e verde musgo. Nesse jogo de opostos, é claro o encontro do sofisticado design contemporâneo com o artesanato popular passado para cada geração ao redor do mundo.

50


51


52

TENDENCIAS DA ESTAÇÃO

Cor Nude: Biquíni na cor nude será uma das tendências mais fortes da moda praia 2018. Segundo um levantamento da Racked, as pesquisas aumentaram 145% em sites de compras como Polyvore. A intenção é usar as peças mais próximas ao seu tom de pele, ou então em suaves tons terrosos. Amarrações laterais: Os biquínis strappy são peças que compõem os looks de mulheres mais ousadas, porem nessa estação a tendência é optar por amarrações laterais. Que dão um toque de sensualidade na medida certa tanto para os conjuntinhos quanto para os maiôs. Tops esportivos: Os tops esportivos aparecem na moda praia com um novo status, eles são uma das maiores tendências da estação. A onda é atlheisure e escolher a parte de cima combinando com roupas de academia.


53


54


55


56

CORES As

cores

dominantes

da

coleção

serão

:

Azul 306c que será nomeado “azul fundo do mar” que remete a cor da água das ilhas inspiradas Petch Echo será nomeada “rose natural” que é a cor que esta presente nas estampas de forma delicada. Pink 226 cp O rosa marcante tem esse nome porque ele entra para fazer contraste com outras cores. Verde ferencia

3561c será na horta

o “verde horta” flutuante usada

As

cores

tonalizantes

da

Azul Roxo Vibrante

PMS PMS Orange

294

– roxo laranja

2597 16-

1364

porque tem recomo inspiração. coleção: azulão frutinhas frutinhas


AZUL FUNDO DO MAR 306 C

AZULÃO PMS 294

ROSA MARCASNTE 226CP

ROXO FRUTINHA PMS 2597

VERDE HORTA 3561C

LARANJA FRUTINHA 16- 1364 57


58

TECIDOS As peças de moda praia devem ser confeccionadas com tecidos leves e com baixa capacidades de absorção de água e que possibilite boa aderência ao corpo, por este motivo srá usada a lycra que tem em sua composição poliamida e elastano. O musseline será usado para trazer leveza em algumas peças e um pouco de transparência. O linho estará presente para sofisticar e dar estrutura em alguns looks presentes na coleção.


LYCRA PRAIA

MUSSELINE

LINHO 59


60

AVIAMENTOS Os aviamentos são materiais necessarios para a conclusão das roupas no que diz respeito à funcionalidade de cada peça. O tipo de tecido determina o aviamento a ser utilizado. Nas peças serão usados os aviamentos que complementam como zíper, botões, elásticos. Estarão presentes também aviamentos decorativos como por exemplo os tassels , pom pom , franjas .


POM-POM

ESLÁSTICO

FRANJAS

ZÍPER

BOTÕES

TASSELS

61


62

SUPERFÍCIES

Como superfície será usada a estamparia que é uma característica da marca, aplicação de bordado e o crochet que será predominante em uma das famílias.


ESTAMPARIA DIGITAL

CHOCHÊ

63


64

FUNDO DO MAR A primeira família, intitulada “Fundo do Mar” será inspirada nos elementos e animais marinhos, com aplicação de estampas na maioria das peças. Apresentara maiôs e biquínis com modelagem confortável e leve, também contam com a presença de sobreposições e transparências. A Paleta de cores dessa família será com tons de azul e verde, os materiais selecionados serão lycra, musseline e viscose.


65


FLORA A segunda família apresentará inspirações da flora e folhagem das ilhas, com bastante movimento e transparência. O plissado e a assimetria serão elementos de destaque entre as peças, a modelagem mais ampla e a estamparia, serão combinadas com maiôs mais ajustados no corpo. A paleta de cores será com cores mais vivas,verde e rosa. Os materiais a serem usados será lycra, linho, viscose,musseline.

66


67


A FAUNA A terceira família tem como inspiração a fauna das ilhas, a estamparia é abstrata e colorida, são peças mais decotadas . A paleta conta com a presença de cores mais sóbrias, diferente das outras famílias, . Os materiais propostos são crepe, lycra, linho e malha fria e viscose

68


69


SER LEVE A quarta família foi pensada em peças que possibilitem a pratica de atividades físicas ao ar livre, inspirada no estilo de vida dos frequentadores das ilhas é interessante que possa praticar esportes como mergulho, surf, escalada, stand up, porem contem também peças sofisticadas. As peças dessa família são mais ajustadas ao corpo, biquínis e maiôs mais confortáveis e versáteis, a estamparia também estará presente em algumas peças. Os materiais propostos são lycra, neoprene e viscose.

70


71


72

A HORTA

A quinta e última família, tem como objetivo se inspirar nos frutos tropicais do pais, existe um mercado flutuante, os frutos e vegetais são vendidos em canoas, nos rios que cortam a cidade. Serão criadas estampas e modelagens com embasamento nas formas e cores da feira, nessa famílias esta presente o crochet. Os materiais a serem usados são viscose, lycra, crochet.


73


74

FA MÍLIAS

FUNDO DO MAR

FLORA

A FAUNA

TIPOS DE PEÇAS Conceitual: Maiô vazado + Kimono Conceitual :Calça ampla +Sutiã Fashion: Macacão Fashion: Saia envelope longa + cropped Fashion: Pantalona + Sutiã faixa Comercial: Macacão pantacourt Comercial: Biquini + Kimono Comercial: Biquini Hot pants Comercial: T-shirt + short (masculino) Conceitual : Saia midi gode + Sutiã faixa Conceitual : Maio decotado + pantalona fenda Fashion: Maiô manga flare Fashion : Biquini + maxi colete Fashion: Maiô recortes + bomber Comercial: Biquini + saída de praia Comercial: Camisa + short curto (masculino) Comercial: Biquini + short alto Comercial : Biquini + Pantacourt Conceitual: Maiô decotado Conceitual : Macacão fenda lateral amplo Fashion: Calça amarrações + cropped Fashion : Hot pants + bomber Fashion: Macaquinho Comercial: Sunga + short ( masculino) Comercial: Biquini + saia midi Comercial: Maiõ cavado+ short alto Comercial: Maiô recortes


CORES

TECIDOS

FORMAS

MATERIAIS

Azul ,petch echo

Lycra , musseline,crepe

A H X

Estamparia , Bordado

Verde , rosa

Lycra , crepe, Linho, musseline A X

Estamparia , bordado

Azul marinho, petch echo, branco

Lycra, linho, crepe

Estamparia,franja

A X

75


76

SER LEVE

A HORTA

Conceitual: Vestido longo com recortes Conceitual: Macacão pantalona Fashion: Vestido curto com drapeado Fashion: Maiô + shoker + saia midi Fashion : Biquini hot pants Comercial: Maiô + saída de praia Comercial: Biquini ombro a ombro Comercial: Biquini frente única Comercial: Regata + short (masculino) Conceitual: Biquini asa delta + kafta Conceitual: Macacão pantacourt Fashion: Saida de Praia de crochet + biquini Fashion: Maio de crochet Fashion: biquíni hot pants de croche Comercial: calça pantacourt + body cavado Comercial: Biquini crochet + kimono Comercial: Maio crochet + maxi colete Comercial : Camisa + sunga (masculino)


Laranjado , azul

Lycra, Linho , crepe

A H X v

Estamparia , drapeado

Verde, rosa, laranjado, roxo

Lycra , crepe, musseline .

A X

Estamparia , crochet

77


78

FORMAS E SILHUETAS As

formas

e

silhuetas

presentes

na

coleção

serão:

A silhueta ampulheta que são peças marcadas na cintura, estará presente em looks com short alto, biquínis hot pants e vestidos. A silhueta retângulo que são peças mais retas, sem marcar o corpo. Os kimonos e macacões trazem essa característica. A silhueta A conhecida também como triangular com a idéia de dar volume na parte de baixo do corpo, presente nos looks com saia midi godê. E por ultimo a silhueta triângulo invertida também conhecida como V, são os biquínis ombro a ombro, valorizando a parte superior do corpo.


79


80

DESCRITIVO DO DESENVOLVIMENTO DA COLEÇÃO

As idéias iniciais da coleção seria composta por peças leves e confortáveis e seriam usados tecidos sustentáveis, porem ao decorrer do desenvolvimento foi concretizado que os tecidos não aderiam a estamparia, visto que era preciso ser composto por poliéster que é uma fibra sintética. Optei por usar as fibras sintéticas mesmo, porque o diferencial da marca seria estamparia. Alem dessa alteração, modifiquei também os últimos looks a serem confeccionados, pelas considerações feitas na banca, que sugeriram peças com estilo sexy, porem sofisticados. A parte da confecção foi preciso terceirizar duas costureiras, uma responsável por moda praia e a segunda por moda festa, além disso, contei com ajuda de uma design para me dar suporte com as estampas, tirar duvidas e fazer correções. A avaliação pessoal do trabalho como um todo não é positiva, desenvolvi com dificuldades e senti que houve pouco suporte para solucionar alguns problemas. Contudo a coleção foi desenvolvida e a marca foi criada, foi como eu planejava, apesar das dificuldades.


81


82

FAUNA E FLORA DA TAILÂNDIA


FAUNA E FLORA DA TAILÂNDIA

83


FAMÍLIA 1: FUNDO DO MAR

84


LOOK 1: CONCEITO 85


LOOK 2: CONCEITO 86


LOOK 3: FASHION 87


88

LOOK 4: FASHION


LOOK 5: FASHION


LOOK 6: COMERCIAL 90


LOOK 7: COMERCIAL 91


92

LOOK 8: COMERCIAL


LOOK 9: COMERCIAL 93


FAMÍLIA 2: FLORA


LOOK 1: CONCEITO 95


96

LOOK 2: CONCEITO


LOOK 3: FASHION 97


LOOK 4: FASHION 98


LOOK 5: FASHION 99


100

LOOK 6: COMERCIAL


LOOK 7: COMERCIAL 101


LOOK 8: COMERCIAL 102


LOOK 9: COMERCIAL 103


FAMÍLIA 3: A FAUNA

104


LOOK 1: CONCEITO


LOOK 2: CONCEITO 106


LOOK 3: FASHION 107


LOOK 4: FASHION 106


LOOK 5: FASHION 109


LOOK 6: COMERCIAL 110


LOOK 7: COMERCIAL 111


LOOK 8: COMERCIAL 112


LOOK 9: COMERCIAL 113


114

FAMÍLIA 4: SER LEVE


LOOK 1: CONCEITO 115


LOOK 2: CONCEITO 116


LOOK 3: FASHION 117


LOOK 4: FASHION 118


LOOK 5: FASHION 119


120

LOOK 6: COMERCIAL


LOOK 7: COMERCIAL 121


122

LOOK 8: COMERCIAL


LOOK 9: COMERCIAL 123


FAMÍLIA 5: A HORTA

124


LOOK 1: CONCEITO 125


LOOK 2: CONCEITO 126


LOOK 3: FASHION 127


128

LOOK 4: FASHION


LOOK 5: FASHION 129


LOOK 6: COMERCIAL 130


LOOK 7: COMERCIAL 131


132

LOOK 8: COMERCIAL


LOOK 9: COMERCIAL 133


134


135


LOOKS CONFECCIONADOS

136


LOOK 1 137


LOOK 2 138


LOOK 3 139


LOOK 4 140


LOOK 5 141


142


143


144


145


146

INSTITUTO DE COMUNICAÇÃO E ARTES CURSO DE GRADUAÇÃO EM MODA

TAILÂNDIA: FAUNA E FLORA DAS ILHAS PHI-PHI

ALUNOS: Bianca Duarte de Almeida PROFESSOR(A) ORIENTADOR(A): Izabel Hadad ÁREA DE PESQUISA: Comunicação e artes LINHA DE PESQUISA: História, da imagem e cultura.

BELO HORIZONTE 2017 / 2°


Bianca Duarte de Almeida

TAILÂNDIA: FAUNA E FLORA DAS ILHAS PHI-PHI

Artigo apresentado como requisito de avaliação do Curso de Graduação em Moda do Centro Universitário Una para aprovação parcial na disciplina TIDIR VI (PRÉ-TCC). Professora: Izabel Hadad Produto final TCC: Desenvolvimento de coleção

BELO HORIZONTE 2017 / 2° 147


148

TAILÂNDIA: FAUNA E FLORA DAS ILHAS PHI-PHI 1

Bianca Duarte de Almeida RESUMO O presente artigo aborda a grandiosidade da Fauna e da Flora das Ilhas Phi-Phi, situada no Oceano Indico, sul da Tailândia, com objetivo de analisar qual o estilo de vida das pessoas que frequentam o lugar. É um dos destinos mais populares e procurados por mergulhadores, justamente por sua variedade da fauna e flora marinha. Os métodos usados para a pesquisa são documentários, entrevistas com turistas, livros. O artigo tem como objetivo pesquisar e analisar as características das ilhas. Apresenta a dificuldade de pesquisa, pois não há intensão de aprofundar em religiões do pais, o que predomina na cultura dos nativos. A escolha desse segmento deve-se a valorização do mercado qual o Brasil é referência mundial. Palavras-chaves: Fauna. Flora. Arquipélago. Tailândia. Moda. * Trabalho apresentado como requisito parcial de avaliação para obtenção do título de bacharel no curso de moda, do Instituto de Comunicação e Artes do Centro Universitário UNA. Graduando em moda , no Instituto de Comunicação e Artes - ICA. E-mail: biancaalmeida_2@yahoo.com.br


INTRODUÇÃO A Tailândia conhecida como “Terra da liberdade”, está situada no Sudoeste Asiático. Paisagens variadas chamam a atenção de turistas do mundo todo. Ilhas tropicais, praias virgens, as montanhas cobertas por uma verdadeira selva de vegetação, as quedas de agua, rios, planícies férteis cobertas por plantações de arroz. Um destino turístico apreciado por seu charme natural. O tema desenvolvido é sobre a Fauna e a Flora da Tailândia, especificamente o sul do país, as ilhas Phi-Phi, localizadas no oceano indico. O artigo tem como objetivo primordial pesquisar e analisar as características das ilhas alinhando questões turísticas com sua biodiversidade da fauna e da flora. Apresenta a dificuldade de pesquisa, pois não há intensão de aprofundar em religiões do pais, o que predomina na cultura dos nativos. A Tailândia um país rico de biodiversidade exótica e um cenário turístico surpreendente mostra a cada ano mais atrativo para turistas de todo o mundo, contudo nem todos conhecem as belezas que este país possui, nesta concepção este artigo justifica-se em sua plenitude em mostrar como um país da Ásia pode concentrar riquezas naturais, e turísticas, criando um paralelo para a criação de uma coleção. Como objetivos secundários busca-se conhecer a Tailândia, algumas características territoriais, políticas e geográficas, por conse 149


150

guinte fazer um descritivo das ilhas Phi-Phi enquanto ponto turístico, seguindo por uma compreensão e descrição da fauna e da flora destas ilhas, os elementos, cores e propriedades da moda e por último analisar o estilo de vida dos frequentadores das ilhas Phi-Phi. O levantamento bibliográfico foi feito a partir do levantamento de referências teóricas já analisadas, e publicadas por meios escritos e eletrônicos, como livros, artigos científicos, páginas de web sites. Na parte da criação, pesquisas imagéticas e a utilização das informações coletadas dão embasamento para a criação e o desenvolvimento da coleção. Após a conclusão do artigo será desenvolvida uma coleção de moda, inspirada na temática pesquisada, formando uma cartela de cores tropicais, desenvolvendo estampas, modelagens confortáveis e leves, baseada no “life style” do público alvo. 1. A TAILÂNDIA A Tailândia está localizada no Sudeste da Ásia, cobrindo uma área de duas penínsulas - Mallaka e Indochina. No leste, a terra do Reino banhada pelo Golfo do Mar da China Meridional Tailândia, no leste - o mar de Andaman. O território da Tailândia estende-se de norte a sul. É devido a uma extensão tão grande e localizado no Sudeste Asiático, que o país tem diversas variedades de clima em diferentes regiões. Portanto, a terra oferece colheita várias vezes por ano,


e o fluxo de turistas não se limita a uma temporada, como o clima favorável permite relaxar durante todo o ano. (GROUP,2014) Conforme concepções de Porto (2016) A política tailandesa se baseia em uma monarquia, que por sua vez se configura como o um regime onde o título é definido como rei ou rainha, e seus dirigentes são escolhidos através de sucessão, e o primeiro ministro é designado por ele dentre os participantes da casa dos representantes. O país sofreu, ao longo dos anos, vários golpes de Estado e longos períodos de domínio militar. Após um período de estabilidade, em 2006 sofreu novo golpe de Estado que provocou a queda do governo afastando do poder o então Primeiro-Ministro Thaksin Shinawatra. Apesar do protesto da União Europeia, que considerou a atitude do exército tailandês antidemocrática, o general Sonthi Boonyaratklin, líder do golpe, declarou a necessidade de acabar com um governo corrupto e nepotista, criador de conflitos sociais. O monarca nomeou Boonyaratklin chefe do Executivo até às eleições seguintes. (PORTO,2016, p 64)

O Rei da Tailândia, Bhumibol Adulyadej em outubro de 2016, ele era o decano dos cio no mundo, havia 70 anos que ocupava o tus de semideus, fruto de décadas de culto

morreu aos 88 anos monarcas em exercítrono e tinha um staa sua personalidade.

Conforme G1 (2016) A morte do Monarca Adulyadej desestabilizou o país gerando um período e movimento de incertezas para os moradores, haja vista que o mesmo ficou por 70 anos no poder e tinha um Status de Deus, gerando um tabu que permeia os parâmetros e critérios para sua sucessão, na linha de suce151


152

-ssão do trono o filho do monarca , o príncipe herdeiro Maha Vajiralongkom, o sucederá no trono Diante da morte do Monarca tailandês e os movimentos políticos de instabilidade que cercam devido a sua morte, o pais acaba ficando em um cenário de incertezas, ou seja, quem irá governar, quem irá fazer a sucessão do rei anterior, fazendo com que a política econômica, mercadológica e turística do país caia devido a tais incertezas. Esse acontecido é um grande teste para os generais do pais, os militares tem ligações profundas com o palácio e pessoas dentro do reino encaram o golpe como um movimento para garantir que os generais pudessem minar qualquer instabilidade durante a sucessão. (G1,2016). 1.1 AS ILHAS PHI-PHI Situada no Mar de Andaman, no nordeste do Oceano Indico, as Ilhas Phi-Phi fazem parte do arquipélago do sul da Tailândia, formado por seis ilhas de calcário. A região está dentro da reserva natural do Parque Nacional Phi-Phi Hat Nopparat, e é responsável por grande parte do mercado turístico do País. (EPOCH TIMES,2014). Impressionam os visitantes por sua paisagem grandiosa, os rochedos e falésias de calcário e das florestas tropicais suspensas nas paredes chama atenção nas belíssimas ilhas. Uma das praias do local é a Maya Beach, conhecida por ser cenário do


do filme “A Praia” estrelado por Leonardo DiCaprio, em 2000. Após a estreia houve um crescimento significativo do número de visitantes nas ilhas. Esse aumento desordenado do fluxo turístico, causou problemas e foi fonte de preocupação com o futuro do arquipélago, um ambiente frágil. As poucas vilas espalhadas pela região tem infraestrutura para receber um número moderado de pessoas atualmente. (MAZZILLI,2012). Em char a chai, o preciso

outubro de 2016 o governo da Tailândia decidiu fevisitação em uma das ilhas do arquipélago a Koh Taexcesso de turistas prejudicou a fauna e flora do local, é deixar que a ilha se recupere dos danos. (VEJA,2016).

O país sofreu, ao longo dos anos, vários golpes de Estado e longos períodos de domínio militar. Após um período de estabilidade, em 2006 sofreu novo golpe de Estado que provocou a queda do governo afastando do poder o então Primeiro-Ministro Thaksin Shinawatra. Apesar do protesto da União Europeia, que considerou a atitude do exército tailandês antidemocrática, o general Sonthi Boonyaratklin, líder do golpe, declarou a necessidade de acabar com um governo corrupto e nepotista, criador de conflitos sociais. O monarca nomeou Boonyaratklin chefe do Executivo até às eleições seguintes. (PORTO,2016, p 64)

Thon Thamrongnawasawat, professor da Universidade Kasetsart, no país, afirmou que a ilha suporta apenas 70 pessoas por vez, mas o número de visitantes chega a mais de mil em épocas de alta temporada. (VEJA,2016) Em 26 de dezembro de 2004, um tremor de 9,3 na escala Ritcher atingiu o Mar de Andaman, criando ondas fortíssimas, devastaram zonas costeiras, entre elas as Ilhas Phi-Phi foram uma das mais afetadas. O saldo de mortos chegou a 250mil. (JOHNNY MAZZILLI,2012). 153


154

Conforme Uchoa (2010) neste cenário havia grandes destruições, um cenário muito marcado por sangue e destruição, pessoas procurando corpos de seus entes queridos, a cidade revirada, carros e prédios destruídos, um grande sofrimento e drama passados pelos cidadãos. A destruição foi enorme, pois não existia nenhum sistema de prevenção contra esse fenômeno natural. Conforme Rattakul, (2012) posteriormente a catástrofe, diversos sistemas de prevenção foram estudados e analisados, objetivando reduzir as incertezas dos desastres, como exemplo foram instalados alarmes que disparam ao menor sinal de desastre, ameaçar ou possíveis desventuras, foi investido dinheiro para a aquisição de equipamentos para monitorar movimentos sísmicos, objetivando também prevenção de terremotos, maremotos e tsunamis. Apesar da catástrofe o conjunto de ilhas é considerado um dos lugares mais paradisíacos do mundo, devido a riqueza da Fauna e Flora. 1.2 FAUNA E FLORA Um quinto da Tailândia é coberta com florestas tropicais ou selvas, que são caracterizadas por uma grande variedade de arvores de fruto, bambu e plantas tropicais. Nas florestas do pais conta com a presença de mais de 300 espécies diferentes de animais e mamíferos, aproximadamente 3.000 selvagens elefantes asiáticos. Existem também reserva de pássaros e borboletas que contém mais de 2.000 espécies. (GECONT, 2015)


A vegetação natural é composta por florestas. A cobertura florestal, no ano de 1960, era de 75% a 80% do território. Este valor está, atualmente, entre 18 a 26%, o que é devido ao rápido crescimento da população, as medidas para aumentar a qualidade de vida e a construção de estradas estratégicas associada a outras questões, ocorridas especialmente durante a Guerra do Vietnã. (HEINZ, 2003) Ainda na visão de Heinz 2003): No Sul da Tailandia predominam florestas tropicais ricas em espécies, que estão sendo utilizadas devido à sua elevada biodiversidade. No entanto, elas têm um alto potencial para a indústria farmacêutica. As espécies de plantas que são usadas são as árvores de óleo e árvores de frutos, como o durião. Nas áreas montanhosas também predominam florestas ricas em espécies, mas tem uma certa proporção de espécies caducifólias, além da ocorrência de pinheiros, carvalhos e espécies de castanheiros. As florestas de mangue que se desenvolvem em áreas costeiras da Tailândia, são espécies pobres e consistem principalmente de Rhizophoras.(HEINZ, 2003, p.43)

Em florestas densas as videira crescem estreitamente entrelaçadas, vários mangues e bambus fazem com essa natureza torna-se um lugar singular. No país há um grande número de flores e as mesmas crescem em diferentes configurações em quase todo o território. Além disso um grande número de animais silvestres (GECONT, 2015).

Uma redução no número de animais selvagens na Tailândia vem acontecendo em decorrência da caça e da perda de habitats naturais. No entanto, em algumas áreas 155


156

remotas e protegidas são encontrados elefantes, tigres, leopardos, o urso malaio, búfalo entre outros animais raros. (GECONT, 2015). Nesta concepção da extinção de animais percebe-se que deve haver uma maior preocupação com a fauna tailandesa, o desequilíbrio ambiental e o ciclo de vida dos animais silvestres estão a cada dia sendo diminuídos devido a caça ilegal e tráfico de animais. Conforme afirma Efe (2016) a caça ilegal de espécies protegidas por lei continua a ser um grande problema no país. Populações de tigres, leopardos e outros grandes felinos foram dizimadas por suas peles valiosas. Muitos animais, como ursos, crocodilos e a cobra-real, são caçados por sua carne, que é considerada uma iguaria, e por suas supostas propriedades medicinais. Embora este comércio seja tido como ilegal, a venda de peles e carnes de espécies ameaçadas de extinção é comumente encontrada, principalmente no mercado Chatuchak, em Bangkok. No pais existem aproximadamente 80 parques nacionais e 32 reservas cobrindo 13% da área. Tentativas contra o corte das florestas e a exportação ilegal de espécies raras não resistiu devido funcionários corruptos que aceitam interceptar por dinheiro extra, e também os turistas que, por vezes, conseguem contrabandear pela alfandega. O tigre, por exemplo, um dos mamíferos raros na Tailândia tem uma demanda grande sobre os órgãos internos do animal, em particular a China, que torna a caça uma profissão muito lucrativa. (GECONT, 2015)


No Sul do pais existe um conjunto de ilhas que contam com vários pontos de snorkel, chamados de “sharks points”. Uma das espécies de tubarões do local é Blacktip reef. No Sul da Tailandia predominam florestas tropicais ricas em espécies, que estão sendo utilizadas devido à sua elevada biodiversidade. No entanto, elas têm um alto potencial para a indústria farmacêutica. As espécies de plantas que são usadas são as árvores de óleo e árvores de frutos, como o durião. Nas áreas montanhosas também predominam florestas ricas em espécies, mas tem uma certa proporção de espécies caducifólias, além da ocorrência de pinheiros, carvalhos e espécies de castanheiros. As florestas de mangue que se desenvolvem em áreas costeiras da Tailândia, são espécies pobres e consistem principalmente de Rhizophoras.(HEINZ, 2003, p.43)

Conforme Muang Krab (2014) a fauna tailandesa sofre ameaças constantes de extinção]ao, como exemplo disso, tem-se os tubarões jovens que são presas e alvos fáceis dos pescadores e de peixes maiores. O mercado de tráfico de tubarões cresce a cada ano na Tailândia, cerca de 100 milhões de tubarões são abatidos e enviados para este cruel mercado em todos os anos. Este cruel mercado faz comercialização das barbatanas dos tubarões, óleo do fígado que por sala vez é rico em ácidos graxos e ômega 3, os dentes que são vendidos para comerciantes fazerem pulseiras, colares, suvenires em geral para turistas o que agrava mais ainda a questão da extinção da fauna e gerando um desequilíbrio no oceano, haja vista que tubarões tem uma função de suma importância que é manter o equilíbrio do oceano e de seu ciclo de renovação. 157


Estes tubarões além de ser os predadores do mar e corroborarem para a manutenção e preservação da biodiversidade e ciclo de vida dos mares, são também utilizados como fonte de renda para diversos comerciantes, ou seja, para aqueles que buscam adrenalina, podem nadar entre os tubarões com equipamento especializado e gaiolas, objetivando ficar mais próximos e conhecer os animais. 2. O ESTILO DE VIDA DOS FREQUENTADORES DAS ILHAS PHI PHI Ko Phi Phi Don é muito interessante geograficamente. Com um formato peculiar, possui pequenas ruelas cheias de restaurantes dos mais variados, hotéis e agências de turismo. Raquel Ludgren é uma blogueira de viagem, brasileira e nasceu em Recife. A nordestina residiu no país, durante cinco meses, junto de seu namorado. Ela relatou sobre sua viajem e o perfil de frequentadores de cada ilha do arquipélago. Ko phi phi é sem dúvida o destino mais badalado da Tailândia. Todo mundo é louco para poder ver com os próprios olhos e viver sua experiência nessas águas cristalinas, rodeadas por paredões rochosos, que com certeza, é um dos paraísos da Terra. (RAQUEL LUDGREN, 2015)

Sobre Ton Sai Bay, é a vila principal onde a maioria dos nativos locais moram, fica o principal píer da ilha, tem hotéis, supermercados e restaurantes. 158


“É mais calmo e você consegue ter uma tranquila noite de sono sem escutar o barulho das músicas eletrônicas que acontecem toda a noite nos bares da praia em Ao Lo Dalam. Mas ao mesmo tempo ela fica logo ao lado [...] A praia não é tão legal, porque como fica o píer a água é mais suja, porém você pode andar no sentido a direita olhando para o píer e curtir um banho de mar mais gelado, com boa profundidade, ao lado dos paredões rochosos e com quase ninguém. A Ao Lo Dalam é a região de maior agito na ilha onde a grande maioria dos jovens se hospedam, pois é nessa praia que acontece as festas todas as noites, bebidas em baldinho, passar por debaixo da corda, show pirotécnico”. (RAQUEL LUDGREN, 2015)

Ainda na concepção de Raquel Ludgren (2015) “E é nessa praia que todos os jovens passam a manhã e tarde lendo livro, curtindo o mar e curando a ressaca da noite anterior. Long Beach é onde fica a maioria dos casais e famílias que querem curtir a ilha, porém com mais tranquilidade, e longe do agito.Com uma praia exclusiva para os hóspedes, já que quem se hospeda em Ton Sai Bay e Ao Lo Dalam tem que andar 1 hora de trilha para curtir esse mar ou pagar um barco táxi para levar e trazer. Como isso não é comum, a praia é bem tranquila e com poucos turistas. Eu fiquei em Ton Sai Bay e gostei, fiquei no meio da vila com os nativos e com 5 minutos caminhando (ou menos que isso) eu estava na areia de Ao Lo Dalam com todos os outros gringos.” (RAQUEL LUDGREN, 2015)

Além das praias, a ilhas atraem turistas por lugares como Viewpoint que é o lugar de evacuação da ilha se houver tsunami. Como ele é o ponto mais alto de Ko Phi Phi Don, com 186 metros acima do nível do mar se tornou um ponto turístico por sua vista ampla a agradável a paisagem. O Arquipélago conta também com outras formas de entretenimento como por exemplo cursos de mergulho e escalada. 159


160

3 MODA NA TAILÂNDIA “A Natureza é um tema abordado frequentemente por vários estilistas, entretanto a marca Maria Filó buscou inspirações e em suas flores para compor sua coleção de verão em 2014. Com destaque para camisaria e alfaiataria.” (ZANADREA, 2014) Nesta concepção conforme Embacher (1999) a moda vai se apropria não apenas dos conceitos tradicionais das passarelas, vitrines e do consumismo, a moda é um fenômeno sociológico, e cultural capaz de revelar muito sobre a história, sociedade, cultura, estética, natureza, nesta perspectiva busca-se apropriar dos conceitos da natureza para revelar novas formas de se fazer a moda. A indústria da moda não é um setor na definição tradicional do termo, mas sim composto por várias atividades ao longo da cadeia de valor, desde a concepção à varejo, através da fabricação, comércio por atacado e fabricação de dois produtos têxteis e couro, calçados e acessórios. (ICEX, 2013) A Tailândia é um país com uma indústria têxtil totalmente desenvolvida, que varia de fabricação de tecidos para a produção de peças de vestuário. A sofisticação de sua indústria e o nível de desenvolvimento deste, mostra o diferencial que a Tailândia possui de outros países que são competitivos material têxtil direta, como Laos,


Camboja, Vietnã, Filipinas e Bangladesh. esses países com menor capacidade e processamento de matérias-primas de produção devem ser importados tecidos e transformado. (ICEX, 2013) Cultura tailandesa atribui grande importância aos símbolos externos e apresentação pessoal. Além disso, a localização geográfica da Tailândia torna o destinatário de muitas tendências moda Ocidental e do Leste Asiático. (ICEX, 2013) Nesta concepção a Tailândia e as ilhas Phi-Phi são ricas em pluralidade, biodiversidade, natureza e belezas exóticas que são incorporadas a moda e aos costumes locais. 3.A COLEÇÃO A partir do estudo e das informações sobre a fauna e a flora das Ilhas Phi-Phi , localizadas na Tailândia ,foi pensado a criação de uma coleção de moda praia/resort inspirada nas cores e formas presentes nas ilhas , traduzindo esses elementos através de matérias , texturas, estamparia e modelagens . A preferência por moda praia/resort é devido ao fato de que o beachwear no Brasil é reconhecido internacionalmente por sua qualidade, considerando o pais como referência e principal exportador do seguimento. 161


162

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil (ABIT), os brasileiros são os que mais consomem moda praia no mundo, movendo cerca de US$ 1,5 bilhão anualmente - um número significativo quando considerado o contexto do mercado internacional de moda praia que movimenta cerca de U$ 12 bilhões por ano, segundo levantamento do Global Market Review of Swimwear and Beachwear. (TERRA, 2012)

O Brasil tem uma extensa área litorânea e um clima quente, o que justifica o alto índice de consumo pelo produto ao longo de todo o ano. A boa atuação do país nesse segmento pode ser percebida em eventos promovidos pelo setor, como por exemplo São Paulo Fashion Week e Fashion Rio. O intuito da coleção é focar pincipalmente nas peças de moda praia, como biquínis, saída de praia e maiôs, que podem também ser usados em outras ocasiões, pensadas em ambientes litorâneos, serão desenvolvidos produtos mais casuais chic resort, que juntamente com maiôs serão as peças com mais peso na coleção. Com foco na modelagem e estamparia, a malha lycra será a matéria prima principal da coleção, uma vez que é um dos tecidos com melhor caimento, para que as peças sejam moldadas no corpo de forma confortável. Serão criadas estampas características para cada família que compõem a coleção, devido ao DNA da marca que segue um estilo mais criativo. A primeira família, intitulada “Fundo do Mar” será inspirada nos elementos e animais marinhos, com aplicação de estampas na maioria das peças. Apresentara maiôs


biquínis com modelagem confortável e leve, também contam com a presença de sobreposições e transparências. A Paleta de cores dessa família será com tons de azul e verde, os materiais selecionados serão lycra, musseline e viscose. A segunda família apresentará inspirações da flora e folhagem das ilhas, com bastante movimento e transparência. O plissado e a assimetria serão elementos de destaque entre as peças, a modelagem mais ampla e a estamparia, serão combinadas com maiôs mais ajustados no corpo. A paleta de cores será com cores mais vivas,verde e rosa. Os materiais a serem usados será lycra, linho, viscose,musseline. A terceira família tem como inspiração a fauna das ilhas, a estamparia é abstrata e colorida, são peças mais decotadas . A paleta conta com a presença de cores mais sóbrias, diferente das outras famílias. Os materiais propostos são crepe, lycra, linho e malha fria e viscose. A quarta família foi pensada em peças que possibilitem a pratica de atividades físicas ao ar livre, inspirada no estilo de vida dos frequentadores das ilhas é interessante que possa praticar esportes como mergulho, surf, escalada, stand up, porem contem também peças sofisticadas. As peças dessa família são mais ajustadas ao corpo, biquínis e maiôs mais confortáveis e versáteis, a estamparia também estará presente em algumas peças. Os materiais propostos são lycra, neoprene e viscose. A quinta e última família, tem como objetivo se inspirar nos frutos tropicais do pais, existe um te, os frutos e vegetais são vendidos 163


164

em canoas, nos rios que cortam a cidade. Serão criadas estampas e modelagens com embasamento nas formas e cores da feira, nessa famílias esta presente o crochet. Os materiais a serem usados são viscose, lycra, crochet . CONSIDERAÇÕES FINAIS As ilhas Phi-Phi que se localizam da Tailândia é um ponto turístico conhecido, mas não tanto pelos viajantes e demais interessados em turismo, esta possui uma gama de diversidade cultural, fauna e flora, e paisagens lindas a serem exploradas, nesta região ainda que se encontre uma das praias mais famosas do mundo a Maya Bay. As ilhas sos filmes e tas buscam ilhas e sua

ficaram mundialmente conhecidas após divercurtas metragens, nesta concepção muitos turisconhecer, procurando festas e diversão que as pluralidade de entretenimento pode proporcionar.

Com uma fauna e flora bem exóticas e concentradas as ilhas Phi-Phi, reúnem cores, texturas e uma mixagem que eleva os sentidos, plantas nativas que crescem tipicamente em florestas tropicais, um pequeno número de elefantes, rinocerontes e antas selvagens habitam o país gerando uma exuberante paisagem única. O propósito deste artigo foi o de apresentar o estilo de vida de frequentadores da Ilhas Phi-Phi, que são atraídos pela fauna e flora do local. Através deste estudo


abrangente, será desenvolvida uma coleção de moda praia/ resort, inspirada nas formas e cores do local, que traduz através de texturas, estampas e modelagens. ABSTRACT This article discusses the greatness of Fauna and Flora of the Phi-Phi Islands, located in the Indian Ocean, southern Thailand, in order to analyze the lifestyle of the people who frequent the place. It is one of the most popular and sought after destinations by divers, precisely because of its variety of marine fauna and flora. The methods used for the research are documentaries, interviews with tourists, books. The article aims to research and analyze the characteristics of the islands. It presents the difficulty of research, because there is no intension of deepening in religions of the country, which predominates in the native culture. The choice of this segment is due to the appreciation of the market which Brazil is a world reference. Key

words:

Fauna.

Flora.

Archipelago.

Thailand.

Fashion.

165


166

REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS COSTA, Ingredi. A MODA COMO FATOR DETERMINANTE NAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING. Lins. Unissalesiano, 2009. SILVEIRA, Eltom. As ilhas Phi-Phi na Tailândia: Um paraiso para todos os gostos. Disponível em <http://www.bemparana.com.br/giramundo/as-ilhas-phi-phi-e-phuket-na-tailandia-um-paraiso-para-todos-os-gostos/ > Acesso em 07 de julho de 2017. EPOCH TIMES. Ilhas Phi-Phi paraiso tailandês com grande biodiversidade. Turismo,2014. Disponível em <https://www.epochtimes.com.br/ilhas-phi-phi-paraiso-tailandes-com-grande-biodiversidade/#.WEWNvNIrLIU> Acesso em 01 de Nov de 2016. ZIG, Felipe. Phi Phi, a ilha mais famosa da Tailândia. Disponível em http://abraceomundo.com/phi-phi-a-ilha-mais-famosa-da-tailandia/ Acesso em 07 de julho de 2017. GECONT, Geografia da Tailândia: relevo, clima, minerais, flora e fauna. São Paulo ,2015. Disponível em <http://materiale-didattico.info/index. php?newsid=39682&news_page=2>Acesso em 03 de Novembro de 2016. HEINZ, Karl .Thailand: Naturpotenzial – Nutzung und Gefährdung.. Studium Generale – Thailand. Tübingen 2003 (ISBN 3-88121-066-0), S. 2.


ELFE, Angélica. Tailândia abriga maior mercado ao ar livre do mundo. G1 Notícias - Mundo. Disponível em <http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/02/tailandia-abriga-maior-mercado-ao-ar-livre-do-mundo.html > Acesso em 19 de Junho de 2017 KRAB, Muang. Relógio de tubarão. Tailândia. 2014. Disponível em < http:// www.diving-in-thailand.net/package/shark-watch/>Acessoem:15-Nov-2016 LUDGREN, Raquel. Ko Phi Phi: O Guia Definitivo.Tailândia .2015. Disponível em < http://www.prefiroviajar.com/ko-phi-phi/> Acesso em: 15-Nov-2016. MAZZILLI, Johnny. Tailândia pós-tsunami. Planeta, edição 483, 12, 2012. Rei da Tailândia, Bhumibol Adulyadej, morre após 70 anos no poder. São Paulo,2016.Disponívelem<http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/10/rei-da-tailandia-bhumibol-adulyadej-morre.html>. Acesso em: 1-Nov-2016. Tailândia in Artigos de apoio Infopédia. Porto: Porto Editora,2013-2016. Disponívelem<https://www.infopedia.pt/$tailandia>.Acessoem:1-Nov-2016. UCHOA, Marcos. Tsunami na Ásia. Memória Globo ,2010. <http:// memoriaglobo.globo.com/programas/jornalismo/coberturas/tsunami-na-asia/fontes.htm> Acesso em 3 de Junho de 2017.

167


168

VEJA.COM, Tailândia fecha ilha turística degradada pela superlotação. Veja.com, Mundo ,2016. Disponível em <http:// veja.abril.com.br/mundo/tailandia-fecha-ilha-turistica-degradada-pela-superlotacao/> Acesso: em 3 de Junho de 2017. ZANADREA, Andressa. Análise: Maria Filó foi buscar inspiração na Tailândia. Disponível em: < http://revistaquem.globo.com/Fashion-Rio-Verao-20132014/noticia/2013/04/analise-maria-filo-foi-buscar-inspiracao-na-tailandia.html> Acesso em 3 de Junho de 2017.


AREIA_Bianca Duarte  
AREIA_Bianca Duarte  
Advertisement