Page 1

Informativo OFICIAL DA UNIÃO NACIONAL DE ANALISTAS TRANSACIONAIS - BRASIL

N° 79 MAIO 2014

Artigo: Síndrome do pânico - Uma abordagem transacional reichiana

Entrevista com o Presidente José Silveira Passos PÁG. 16

PÁG. 22

VIII Fórum Brasileiro de Análise Transacional PÁG. 08

Artigo: Uma classificação de oito partes para carícias e desqualificações PÁG. 20


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N° 79 MAIO 2014

EDITORIAL PREZADOS! Esta é a última edição do OPÇÕES que faço como Diretora de Comunicação da UNAT-BRASIL gestão 2011-2014, lembrando que assumi a Diretoria em 2013, em substituição à Maila Flesch, atendendo pedido dela e da Diretoria da UNAT-BRASIL. Quero agradecer a confiança em mim depositada e a oportunidade de crescimento que esta Diretoria me proporcionou. Foi um prazer enorme! Concretizando os anseios desta atual Diretoria, iniciamos nesta edição, uma das ações do projeto Comunicação Integrada: O Jornal Opções está sendo apresentado aqui em novo projeto gráfico, mais arejado, de forma a privilegiar os conteúdos e tornar a leitura mais interessante. Além de proporcionar maior divulgação das notícias da nossa Associação, este novo formato está acarretando redução de custos da edição como um todo. Também estamos em fase de desenvolvimento de novo portal da UNAT-BRASIL onde este informativo estará disponibilizado em formato digital permitindo fácil e rápido compartilhamento dos conteúdos específicos nas redes sociais. Teremos então duas possibilidades de leitura: este formato revista, que vocês estão recebendo e o formato que estará dentro do portal da UNAT-BRASIL brevemente.

02

Estas e outras ações que ainda estão por vir têm o principal objetivo de ampliar a visibilidade da nossa Associação e do trabalho dos Analistas Transacionais, de tal forma que tenhamos como resultado o crescimento da associação e as vantagens de ser a ela associados. Desejamos, portanto que todos desfrutem da alegria de poderem compartilhar suas ideias, textos, trabalhos

desenvolvidos, cursos a serem ministrados, com lucro para todos os envolvidos. Nossa associação merece ocupar um patamar honroso no cenário nacional e no mundo, acompanhando a tecnologia digital e proporcionando a participação de adeptos potenciais da Análise Transacional. Em termos de conteúdo, nesta edição, continuamos com os depoimentos dos participantes e do facilitador do Módulo 303 último, ocorrido em São Paulo-SP. De forma descontraída, Ana Paula Saad, Mary Melazzo (Membros Didatas em formação) e Rosa Krausz (Membro Didata facilitadora do Módulo) compartilham a experiência vivida. Temos a produção de texto de Vitor Merhy MDF e a tradução de artigo científico por Luciana Pereira, revisado por Marília Pereira MDF. Estão nesta edição as atualizadas informações da programação do evento deste ano da UNAT-BRASIL: o VIII FÓRUM BRASILEIRO DE ANÁLISE TRANSACIONAL em Foz do Iguaçu-PR que já é sucesso garantido pelas excelentes oportunidades de encontro pessoal e profissional. O Presidente da UNAT-BRASIL, José Silveira Passos, concedeu-nos entrevista de balanço de gestão, tendo em vista que na nossa próxima edição deste informativo, em dezembro de 2014, não o teremos nesta função. Meu muito obrigado a todos. Boa leitura!

Kátia Ricardi de Abreu Diretora de Comunicação, Membro Didata Clínico em formação da UNAT-BRASIL


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N° 79 MAIO 2014

ÍNDICE 02

Editorial

04

Fala do Presidente

08

VIII FÓRUM BRASILEIRO DE ANÁLISE TRANSACIONAL EM FOZ DO IGUAÇU

DIRETORIA TRIÊNIO 2011-2014 PRESIDENTE JOSÉ SILVEIRA PASSOS (RJ) MD presidente@unat.org.br VICE-PRESIDÊNCIA REGINA BERARD (SP) MDF vicepresidente@unat.org.br DIRETORIA DE DOCÊNCIA E CERTIFICAÇÃO LUIZ PAIVA FERRARI (RJ) MD docencia@unat.org.br DIRETORIA CIENTÍFICA ADRIANA MONTHEIRO (RJ) MDF cientifica@unat.org.br DIRETORIA DE ÉTICA ANTÔNIO PEDREIRA DE OLIVEIRA (BA) MD etica@unat.org.br DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO KÁTIA RICARDI DE ABREU (SP) MDF comunicacao@unat.org.br SECRETÁRIA MARIA CLARA RAMOS GROCHOT (RS) Certificado Clínico unat@unat.org.br

ENTREVISTAS

05 16 18 20

ANDRÉA LINDNER JOSÉ SILVEIRA PASSOS DEPOIMENTOS ARTIGO de Terry Cooper, PhD. E Taibi Kahler, PhD.

TESOUREIRA FERNANDA NOGUEIRA RODRIGUES (MG) MDF tesouraria@unat.org.br CONSELHEIROS TRIÊNIO 2010-2013 PRESIDENTE DO CONSELHO VITOR MERHY (RJ) MDFC Conselho@unat.org.br MEMBROS Vanessa Mara De Carlis (MG) MDFC Miriam Cibreiros de Souza (DF) MDFC Ercília Silva (PR) MDFO Maila Flesch (SP) MCC Andréa Lindner (PR) MDFO Andreia Cechin (PR) MCE Maria Inês Corso Silveira (PR) MCO Jeffersonn Moraes (PR) MCO OPÇÕES Informativo da União Nacional dos Analistas Transacionais UNAT - BRASIL Av. Getúlio Vargas, 489 sala 204 Porto Alegre - RS CEP 90160-003 Fone/Fax: (51) 3233-6355 email: unat@unat.com.br www.unat.org.br

24

COMUNICADOS INSTITUCIONAIS

24

ACONTECEU

22

ARTIGO de

26

Vitor A. Merhy – Mdf Clínico – Unat-Brasil

MENSAGEM FINAL

EDIÇÃO E PRODUÇÃO Market! Av. Carlos Gomes, 141/1202 Porto Alegre - RS - Brasil CEP 90480-003 55 XX 51 2102 0320 market@marketcomunicacao.com.br www.marketcomunicacao.com.br Os artigos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião da UNAT-BRASIL. Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores.

COMO SE ASSOCIAR NA UNAT-BRASIL

Entre no site www.unat.org.br e clique em inscrição, preencha a ficha, faça o pagamento e envie uma cópia do depósito com uma foto para a secretaria no endereço – unat@unat.com.br


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N° 79 MAIO 2014

FALA DO PRESDENTE muitos trabalhos científicos que serão apresentados.

M

eus amigos, estamos nos preparando para mais um evento científico em Foz do Iguaçu-PR, no período de 16 a 18 de outubro de 2014, sob a batuta de nossa querida Andréa Lindner e sua equipe.

“Convido

José Silveira Passos

todos os associados a prestigiarem o nosso Fórum.”

Trata-se do VIII Fórum Brasileiro de Análise Transacional, cujo tema é “Conectando e Inspirando Pessoas”, realmente inspirador pelo próprio tema em si. Convido todos os associados a prestigiarem o nosso Fórum e, além disso, ter a oportunidade de conhecer as belezas naturais da cidade de Foz do Iguaçu. Estaremos lá aguardando vocês para compartilhar momentos agradáveis, rever os amigos e participar dos

04

Quero aqui compartilhar com vocês alguns projetos que estamos dando continuidade em nossa gestão: O projeto Ensino à Distância (EaD) já se encontra em andamento, com a estrutura técnica. Este projeto, cujo desenvolvimento encontra-se ligado à Diretoria de Comunicação, tem como Coordenadora nossa colega Ercilia Silva, que prontamente atendeu ao convite da diretoria da UNAT por sugestão da Kátia Ricardi de Abreu, para nos auxiliar nesta empreitada. Dentro de um contexto do mundo cada vez mais globalizado, sentimos necessidade de tornar a UNAT com visibilidade mais abrangente, de tal modo que possamos fazer-nos presentes nos rincões mais longínquos desse nosso país continental. E porque não, alcançarmos outros países da língua portuguesa. Assim sendo, contratamos a empresa, Market! Comunicação, para desenvolver e implementar o projeto de Comunicação Integrada. Cremos que, com isso, poderemos galgar novos espaços com o Ensino à Distância (EaD) e tornar cada vez mais forte a nossa instituição. Abração a todos e nos veremos em Foz do Iguaçu em breve.

José Silveira Passos Presidente da UNAT-BRASIL.


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N° 79 MAIO 2014

ENTREVISTA com Andréa Lindner

Um dos propósitos do grupo com este encontro é entrar para o cenário da AT e a AT entrar para no cenário de Foz e região. O que já está se tornando uma realidade! Estar com este grupo, muitas vezes semanalmente, em reuniões virtuais e presenciais, tem sido uma bela experiência de conexão e inspiração!

Como você está se sentindo, como organizadora do evento?

Andréa Lindner, você está Coordenando o VIII FÓRUM BRASILEIRO DE ANÁLISE TRANSACIONAL da UNAT-BRASIL, que será realizado em Foz do Iguaçu nos dias 16, 17 e 18 de outubro próximo. Quem está fazendo parte desta Comissão Organizadora?

Andréa Lindner

Andréa Lindner é Psicóloga, Analista Transacional Organizacional, membro didata em formação certificada pela UNAT-BRASIL e está coordenando a organização do VIII FÓRUM BRASILEIRO DE ANÁLISE TRANSACIONAL.

Somos uma comissão de 23 voluntários, os quais estão em diferentes cidades do Paraná, como Foz do Iguaçu, Curitiba, Cascavel, Medianeira, além de São Paulo. Estamos organizados em três comissões, listadas a seguir. Comissão Administrativo-Financeira: Ana Paula Simões, 
Cecília Oderich, Emilia de Paula, Geonice Nunes Zibetti, Jarbas Durso e 
Silvana Gomes. Comissão de Comunicação e Marketing: Andréia Cechin, Aracelli Bianchin, 
 Daniela Piaggio
, Jeffersonn Moraes, 
Joice Roncaglio, 
 Márcio Schünemann, 
Maria Elena Cunha, 
Meriete Cardoso,
 Michelle Thomé, Renata Gava, 
Rodrigo Felismino e 
Stefania Guedes. Comissão Científica: Ercília Silva
, Jussara Ramos, 
Laucemir Silveira, Maila Flesch. Além dos voluntários diretamente envolvidos, contamos com vários analistas transacionais e alunos de AT que estão atuando como multiplicadores, mobilizando seus grupos de AT de diversos estados.

Sinto-me bastante feliz em poder contribuir com a Análise Transacional e também com a região da tríplice fronteira, trazendo nomes importantes da AT para cá. Está sendo uma experência muito rica, de aprendizado e construção coletiva. Desde o estudo inicial, sobre nossa decisão em sediar o Fórum, a escolha do slogan e dos eixos temáticos, do local e dos convidados, tudo tem sido feito de modo bastante participativo. A comissão organizadora é muito comprometida, dinâmica e criativa. Contamos com pessoas com experiência em outros eventos da UNAT, e também novos integrantes, que estão chegando agora na instituição, trazendo suas experiências em

“Sinto-me bastante feliz em poder contribuir com a Análise Transacional.”

05


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N°79 MAIO 2014

outras caminhadas. A sinergia resultante desta troca tem sido o principal alavancador de nosso trabalho. Este Fórum tem também uma característica especial, está aberto a não associados, o que está permitindo com que mais pessoas possam acessar os conhecimentos da AT e se beneficiar com esta oportunidade. A cidade já está se mobilizando, estamos percebendo o interesse crescente pelo encontro.

Quais os principais desafios para organizar este evento? Recebemos mais de 20 inscrições de trabalhos, além dos excelentes nomes de profissionais para serem convidados. Conciliar tantos talentos em apenas três dias de atividades, está sendo um grande desafio. É muita gente boa para mostrar seus trabalhos!

Até agora, qual o momento mais marcante no que diz respeito aos preparativos? Foram vários momentos marcantes que vale compartilhar. Desde o dia 23 de agosto em Uberlândia, quando confirmamos a sede do Fórum em Foz. Passando pela primeira reunião geral da comissão de voluntários, em 20 de setembro, quando definimos o propósito do Fórum para nós e nossos combinados enquanto grupo. Outro marco foi dezembro, após várias conversas animadas de brainstorm, chegamos ao slogan e eixos temáticos. Foi aquela

06

sensação de eureca, nos identificamos muito! Depois em meados de março, quando encerram-se as Inscrições de Trabalhos e o primeiro prazo de inscrição com desconto, e pudemos verificar um número bastante expressivo de pessoas já confirmadas para o evento. Foi muito recompensador verificar o Fórum se consolidando, toda a equipe comemorou!

“Estamos aguardando de 120 à 150 participantes. Já temos mais de 60 pessoas confirmadas.” Quantas inscrições o evento já possui e qual é a expectativa numérica de participantes? Estamos aguardando de 120 à 150 participantes. Já temos mais de 60 pessoas confirmadas e novas inscrições chegando a cada semana. Isso para um evento que irá ocorrer daqui há 5 meses. É muito bom poder contar com esta antecipação. Conseguimos o apoio de instituições importantes na divulgação, como ABRH, SBDG, CRP-

-Paraná, além de outros prováveis parceiros que estão em negociação. Como este Fórum também será aberto para não associados, a expectativa é que tenhamos casa cheia!

Quais são as outras atividades que irão acontecer antes, durante e depois do VIII FÓRUM? (reunião de didatas? Eleições? Exames de membros certificados e didatas? De 2a a 4a feira temos previsto as Bancas de certificação (Katia, sugiro aqui ver diretamente com a Diretoria de Docencia, pois não estou a par se está confirmado, qtas provas recebidas, etc). Na 5a feira, no Pré-Forum, teremos quatro cursos ministrados por analistas transacionais. Pela manhã, em paralelo com a reunião de Membros Didatas e Didatas em Formação teremos o curso Conceitos Fundamentais de Análise Transacional, com Jeffersonn Moraes (MC Organizacional). No período da tarde os cursos com ênfase educacional, organizacional e clínico, respectivamente: Aprendizagem Transformadora: Novas Fronteiras no Mundo da Educação com Carmem Sant´Anna (MC Organizacional), Tendências do Desenvolvimento Humano nas Organizações com Rosa Krausz (MD Organizacional e Educacional) e Neurociências, Emoções e Autonomia com Jane Costa (MD Clínico). A abertura do Fórum será na 5a feira às 19h, com a Palestra Magna: Conectando e Inspirando, com Márcia


Bertuol (MD Clínico), seguida de Cerimônia e Coquetel de Abertura. Estamos preparando uma atração especial para este momento! Na 6a feira o Fórum começa cedo, com Mesa Interativa, e mais de 20 apresentações, entre artigos, seminários e oficinas. Convidados do Brasil e da Argentina brindarão os participantes com seus conhecimentos de AT e também de outras linhas correlatas. Finalizaremos este dia na Argentina, para desfrutarmos juntos de um belo jantar, com boa música e vinho. No sábado pela manhã teremos a Assembléia Geral, com o resultado das eleições da nova diretoria e temas de interesse dos associados (Katia, sugiro aqui confirmar com quem está a par). Também teremos a Palestra Jogos de Poder, Estresse e Qualidade de Vida, com Antonio Pedreira – MD Clínico. Mesa Interativa, oficinas e atividade final Construindo um Legado Coletivo, onde os participantes terão a oportunidade de consolidar vínculos estabelecidos no encontro, bem como novos projetos. O encerramento será

às 13 horas. Pensamos neste horário alternativo para que os visitantes possam ter um tempo maior dedicado aos inúmeros passeios que a região oferece, sem perder nenhum momento da programação do evento.

Deixe sua mensagem para os analistas transacionais que já fizeram e para os que ainda não fizeram inscrição no VIII FÓRUM BRASILEIRO DE ANÁLISE TRANSACIONAL DA UNAT-BRASIL

“O significado

Conectando e inspirando pessoas, este slogan tem sido uma realidade constante nestes meses. O significado deste evento é algo que une e dá sentido ao nosso trabalho enquanto comissão organizadora. Para mim, poder atuar com pessoas que voluntariamente disponibilizam seus talentos para construir algo conjunto é sem dúvida uma oportunidade evolutiva.

deste evento é algo que une e dá sentido ao nosso trabalho enquanto comissão organizadora.”

Tenho certeza de que cada um de vocês irá perceber o reflexo deste trabalho, seja na qualidade das apresentações, nos detalhes da organização, nas atividades sociais e em cada conexão que irá estabelecer nestes dias em Foz, seja com os demais participantes, com a natureza exuberante e acima de tudo, consigo mesmo. Conexões estas que lhe trarão novas inspirações para seguir e construir seu legado na Análise Transacional.

DICAS: - Não deixe sua inscrição para a última hora, pois temos vagas limitadas e estamos com a expectativa de casa cheia! - Confira a programação completa no site www.unat.org.br/forum2014. - As novidades estão sendo divulgadas semanalmente no facebook www.facebook.com/analisetransacional e em breve no youtube. Fique ligado e compartilhe!

07


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N°79 MAIO 2014

VIII FÓRUM BRASILEIRO DE ANÁLISE TRANSACIONAL

F

oz do Iguaçu será o destino dos Analistas Transacionais do país de 16 a 18 de outubro no VIII Fórum de AT. O tema “Conectando e Inspirando Pessoas” está atraindo interessados em dialogar, com o suporte da teoria da Análise Transacional, sobre aspectos que podem contribuir para a saúde integral do indivíduo e seus relacionamentos, construindo um legado social que estimule interações construtivas baseadas na Oqueidade.

A programação geral “O pré-fórum, no dia 16, está com uma programação diversificada e atraente”, afirma Andréa Lindner, coordenadora do Fórum. Serão realizados cursos voltados para as áreas: clínica, organizacional e educacional e o curso Conceitos Básicos da Análise Transacional. O curso “Conceitos Básicos da Análise Transacional”, será aberto a todos os Analistas Transacionais que queiram relembrar conceitos da teoria ou a iniciantes em AT. “Serão abordados

08

os conceitos mais aplicáveis ao tema Conectando e Inspirando pessoas”, explica Jeffersonn Moraes, o facilitador que conduzirá o curso. Ele é psicólogo com especialização em Neuropsicologia e formação em Coaching, coordenador em Dinâmica dos Grupos e Membro Certificado Organizacional pela UNAT-BRASIL, além de consultor e empresário. No período da tarde, o participante poderá escolher um entre os três cursos oferecidos, todos dentro da temática do Fórum. O curso ofertado com foco na área clínica será “Neurociências, emoções e autonomia”, com Jane Costa. “Somos seres relacionais e sobrevivemos graças a isto. A aceleração e ampliação tecnológicas constituem desafios que nos convidam a superações para es-

tarmos vivos e presentes, interagindo”, afirma Jane, que abordará, na oportunidade, como o desafio relacional e sua crescente complexidade influenciam nossas conexões neurais e fisiologia como um todo, facilitando ou dificultando-as. A função das emoções e dos sentimentos nestas conexões, sob a perspectiva da AT também estará em pauta. Jane Costa é médica, psicoterapeuta, mestre em Educação. Especialista em Análise Transacional e especialista em Medicina Social. Membro Certificado Clínico da ITAA, Membro Didata Clínico da UNAT-BRASIL. Integrante da Academia Brasileira de Educação Emocional, é autora de livros, entre os quais o “Das Emoções aos Sentimentos”. Na área organizacional, o tema do curso será “Tendências do desenvolvimento humano nas organizações”,


Jeffersonn Moraes

Rosa Krausz

Carmem Santana

e Educacional da UNAT-BRASIL. Full Member da Worldwide Association of Business Coaches. Recebeu o Prêmio Eric Berne 2012, por sua contribuição ao desenvolvimento da AT nas organizações. É autora de artigos e livros, entre os quais “Trabalhabilidade” e “Poder nas Organizações”.

Jane Costa com Rosa Krausz. Serão abordadas as perspectivas globais no desenvolvimento organizacional, as mudanças e seu impacto na gestão de pessoas, aprendizagem e desenvolvimento e os efeitos para consultores, profissionais de gestão de pessoas, gestores e colaboradores. Rosa convidará os presentes a questionar “Que legado construir para as próximas gerações? O que inspirar, na visão da Análise Transacional?”. Rosa Krausz é socióloga, doutora em Saúde Pública, mestre em Ciências Sociais. Analista Transacional Membro Didata Organizacional

“Aprendizagem transformadora – novas fronteiras no mundo da educação” será o tema do curso na área educacional, com Carmem Santana. As mudanças no papel do educador, a educação para autonomia x educação para dependência, as relações multigeracionais em sala de aula, as diferenças entre a Aprendizagem Pedagógica x Aprendizagem Andragógica e a aplicação da Análise Transacional à educação contemporânea são os subtemas deste curso. Carmem Santana é mestre em Educação, Especialista em Gestão de Empresas e Gestão de Pessoas. Didata pela Sociedade Brasileira de Dinâmica dos Grupos. Membro Certificado Organizacional da UNAT-BRASIL. Consultora e Coach, é também professora de pós-graduação. O Fórum começa na noite do dia 16 com uma palestra magna com Márcia Bertuol, seguida de um coquetel. Márcia é psicóloga e psicoterapeuta.

Márcia Bertuol Especialista em Análise Transacional, Membro Didata Clínico da UNAT-BRASIL. Tem diversas formações no Brasil e exterior, entre elas em Psicoterapia Integrativa (com Richard Erskine, EUA) e em Experiência Somática (IBT/BR). Desenvolve pesquisa sobre Script de Vida e processos criativos e é diretora da SINTESE - pesquisa, formação e psicoterapia em AT. No dia seguinte, a programação será dinâmica com mesas interativas, oficinas e seminários. No sábado, até às 13h a programação oficial inclui palestra e outras mesas interativas.

09


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N° 79 MAIO 2014

programação pré-fórum 16.10.2014

Quinta-feira

08h30 – 09h00

Credenciamento e entrega de materiais Curso: Conceitos Básicos da Análise Transacional Aberto a todos os participantes, com o objetivo de fornecer ao público em geral conhecimentos básicos sobre a Análise Transacional para que possam acompanhar/ dialogar sobre os temas do Forum.

09h00 – 12h00

Jeffersonn Moraes - Psicólogo, com especialização em Neuropsicologia e formação em Coaching (ABRACEM), Coordenador em Dinâmica dos Grupos (SBDG) e Membro Certificado Organizacional da UNAT-BRASIL. Consultor e empresário, atua através da QUIRON Desenvolvimento no desenvolvimento de instituições e pessoas nas áreas de liderança, equipes e empreendedorismo. Valor já incluso na inscrição do Pré-forum ou Fórum. Informar na ficha online interesse em participação.

09h00 – 12h00

Reunião de Membros Didatas e Membros Didatas em Formação (atividade interna)

12h00 - 13h30

Almoço Curso na área educacional: APRENDIZAGEM TRANSFORMADORA – NOVAS FRONTEIRAS NO MUNDO DA EDUCAÇÃO

13h30 - 18h30

• O que muda no papel do educador. • Educação para autonomia x educação para dependência. • Relações multigeracionais em sala de aula. • Aprendizagem Pedagógica x Aprendizagem Andragógica. • Aplicação da Análise Transacional à educação contemporânea Carmem Maria Santana – Administradora, Mestre em Educação, Membro Certificado Organizacional da UNAT-BRASIL, especialista em Gestão de Empresas, de Pessoas e em didática do ensino superior. Didata em Dinâmica dos Grupos pela SBDG, onde coordena grupos de formação. Consultora em desenvolvimento organizacional, Coach e professora de pós-graduação. Diretora da Sant´Anna&Kafrouni – Educação e Aprendizagem Organizacional.

10


Curso na área organizacional: TENDÊNCIAS DO DESENVOLVIMENTO HUMANO NAS ORGANIZAÇÕES

13h30 – 18h30

• Perspectivas globais no desenvolvimento organizacional. • Mudanças e seu impacto na gestão de pessoas, aprendizagem e desenvolvimento. • Efeitos para consultores, profissionais de gestão de pessoas, gestores e colaboradores. • Que legado construir para as próximas gerações? O que inspirar, na visão da Análise Transacional? Rosa Krausz - Socióloga. Doutora em Saúde Pública, Mestre em Ciências Sociais. Membro Didata Organizacional e Educacional da UNAT-BRASIL. Full Member da Worldwide Association of Business Coaches. Recebeu o Prêmio Eric Berne 2012, por sua contribuição ao desenvolvimento da AT nas organizações. Autora de artigos e livros entre os quais “Trabalhabilidade” e “Poder nas Organizações”.

Curso na área clínica: NEUROCIÊNCIAS, EMOÇÕES E AUTONOMIA

13h30 – 18h30

• Somos seres relacionais e sobrevivemos graças a isto. A aceleração e ampliação tecnológicas constituem desafios que nos convidam a superações para estarmos vivos e presentes, interagindo. • Como o desafio relacional e sua crescente complexidade influencia nossas conexões neurais e nossa fisiologia como um todo, facilitando ou dificultando-as? • Em que contamos com a compreensão e evolução da Análise Transacional para facilitar tais conexões? Qual a função das emoções e dos sentimentos nisto? Jane Maria Pancinha Costa - Médica, psicoterapeuta. Mestre em Educação. Especialista em Análise Transacional e especialista em Medicina Social. Membro Certificado Clínico da ITAA, Membro Didata Clínico da UNAT-BRASIL. Integrante da Academia Brasileira de Educação Emocional e autora de livros, entre os quais o “Das Emoções aos Sentimentos”. Diretora da Síntese: psicoterapia, formação e pesquisa em Análise Transacional.

fórum 16.10.2014

Quinta-feira

19h00 – 19h30

Abertura do Fórum Palestra Magna: Conectando e Inspirando

19h30 – 20h30

20h30 – 21h30

Márcia Beatriz Bertuol – Psicóloga e psicoterapeuta. Especialista em Análise Transacional (FATEP/DF), Membro Didata Clinico da UNAT-BRASIL. Diversas formações no Brasil e exterior, entre elas em Psicoterapia Integrativa (com Richard Erskine, EUA) e em Experiência Somática (IBT/BR). Desenvolve pesquisa sobre Script de Vida e processos criativos. Diretora da SINTESE - pesquisa, formação e psicoterapia em AT.

Cerimônia e Coquetel de Abertura

(valor incluso na inscrição do Fórum, ou inscrição avulsa via taxa de acompanhante)

11


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N° 79 MAIO 2014

Parque Nacional do Iguaçu

17.10.2014

Sexta-feira

8h00 – 8h30

Credenciamento e entrega de materiais

8h30 – 9h00

Recepção “Bom dia”

9h00 – 10h30

Mesa Interativa: A diversidade de talento em ambientes multiculturais

10h30 – 11h00

Intervalo

11h00 – 12h30

Artigos Científicos fundamentados na Análise Transacional Atividades simultâneas Serão apresentados trabalhos científicos publicados, que abordam as áreas clínica/ saúde, educação e trabalho.

12h30 – 14h00

14h00 – 16h00

16h00 – 16h30

Almoço Oficinas - Atividades simultâneas Atividades vivenciais baseados na Análise Transacional. Intervalo Seminários - Atividades simultâneas

16h30 – 18h30

19h30

12

Serão debatidos temas vinculados aos Eixos Temáticos, nas áreas: clínica/ saúde, educação e trabalho. Modalidade: expositivo-participativa. Jantar por adesão na Argentina (valor não incluso)


18.10.2014 8h00 – 9h30

Sábado Assembléia da UNAT-Brasil (para associados da UNAT) Palestra: Jogos de Poder, Estresse e Qualidade de Vida

08h00 - 09h30

As capacidades de influir e ser influenciado nas interações humanas estão relacionadas com o poder pessoal e em conexão com os princípios Transacionais, estabelecidos por Berne. Elas nos habilitam a obter a devida fluidez nas relações interpessoais. Atentos ao risco dos danosos Jogos de Poder, salientados por Steiner, enfocaremos os estressores presentes em nosso cotidiano que afetam a saúde mental. Antonio Pedreira - Médico, especialista em Análise Transacional (FATEP/UNATBRASIL). Psicoterapeuta individual, grupal e de casais. Membro Didata da Área Clínica da UNAT-BRASIL e ALAT - Asociación Latino Americana de Analisis Transaccional . Diretor de Etica da UNAT-BRASIL. Ex-Presidente ALAT (2007-09) e atual Diretor Científico ALAT. Autor de mais de 10 livros sobre temas de AT.

9h30 – 10h00

Intervalo

10h00 – 11h30

Mesa Interativa: Redes de influência e trabalho colaborativo

11h30 – 13h00

Atividade: Construindo um Legado Coletivo

18.10.2014

Sábado à tarde e Domingo

(Tarde)

19.10.2014 LIVRE Para passeios (Cataratas, Parque das Aves, Itaipu, etc) e compras (Paraguai, Argentina, FreeShop) * Esta programação poderá ser ajustada até o evento.

13


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N° 79 MAIO 2014

Ampliando as conexões Além da troca de experiência profissional, o Fórum é uma oportunidade de encontrar ou reencontrar colegas e amigos em um ambiente de descontração. “Teremos um coquetel na cerimônia inicial de quinta-feira que também será aberto aos familiares, com inscrição especial para esse momento, à parte. E estamos organizando um jantar na Argentina na noite de sexta-feira”, avisa a coordenadora do Fórum.

Parque Nacional do Iguaçu

Inscrição de trabalhos O Fórum contou com número expressivo de inscrições de trabalho, nos formatos de Artigo Científico, Seminário e Oficina. Os participantes do VIII Fórum terão diversos espaços para diálogos e trocas de experiências nutritivas ligando áreas específicas à linguagem da AT. Ganham todos: a AT, os profissionais, as pessoas beneficiadas, a UNAT-BRASIL e a Comissão do Fórum, que agradece a cada autor de trabalho sua inscrição.

14

Hotel oficial do evento

www.hoteltarobafoz.com.br O evento ocorrerá no Hotel Best Western Tarobá localizado na Rua Tarobá, 1048 - Centro - Foz do Iguaçu.


Templo Budista

Aproveite Foz A programação do Fórum termina às 13h de sábado. “A partir daí, convidamos nossos visitantes a aproveitar o final de semana em Foz do Iguaçu”, diz Andréa. Que tal tomar café da manhã em um país, fazer compras à tarde em outro e divertir-se no jantar ou em uma balada em um terceiro país? Somente na tríplice fronteira - que une Brasil, Paraguai e Argentina - isso é possível. Ao pensar nos pontos turísticos de Foz, nada diferente das Cataratas poderia vir à mente. A cidade tem diversos atrativos, mas não é preciso nem pensar duas vezes para saber que são as cachoeiras as grandes responsáveis pelo turismo na região. Há muito o que fazer em Foz do Iguaçu, destino de aventura e também de compras, cidade que há décadas atrai mochileiros solitários, famílias inteiras

e turistas de todas as partes do mundo e idades. Sim, porque percorrer as passarelas (com conforto e segurança) diante das cataratas e visitar a hidrelétrica de Itaipu são atividades de lazer e diversão para todas as idades. Aproveite manhãs e tardes para desbravar o Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, e, na cidade vizinha de Puerto Iguazu, na Argentina, para conhecer também o Parque Nacional Iguazú. Ambos são áreas de proteção ambiental, declarados Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco. Do lado brasileiro enxerga-se ao longe o parque argentino, e vice-versa. Eles têm trilhas, passarelas e ângulos distintos para ver o aguaceiro. Visite os dois, em dias diferentes, e reserve tempo e dinheiro para aventuras especiais como passeios de lancha, arvorismo, rafting e trilhas na mata. Também na parte do dia, o circuito multicultural e histórico em Foz do

Iguaçu inclui o Templo Budista, a Mesquita Muçulmana, o Ecomuseu de Itaipu. Quando surgir aquela vontade incontrolável de ver e ouvir os bichos na mata novamente, lembre-se que o Parque das Aves fica ao lado do Parque das Cataratas e abre diariamente. Para as compras, os shoppings da Argentina e Paraguai ficam abertos até a noite, sendo possível aproveitar ao máximo a experiência da tríplice fronteira.

Se inscreva no Fórum

www.unat.org.br/forum2014 e tenha a oportunidade de desfrutar de Foz do Iguaçu. Associados em dia com a UNAT têm descontos.

15


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N° 79 MAIO 2014

ENTREVISTA com José Silveira Passos, Presidente da UNAT-BRASIL

José Silveira Passos, atual presidente da UNAT-BRASIL, encerra o período de gestão em outubro de 2014. Esta é, portanto a última edição do JORNAL OPÇÕES na qual ele nos fala como presidente. O JORNAL OPÇÕES fez algumas perguntas ao Silveira sobre este período (2011-2014) e vejam o que ele nos disse: José Silveira Passos na abertura do último CONBRAT (Uberlândia-MG)

Como se sente nos últimos meses de sua gestão? Sinto-me muito bem. Estou cumprindo a minha missão de presidente da UNAT em parceria com toda a diretoria. Com essa diretoria trabalhando em sintonia tudo ficou mais fácil.

Como você conciliou suas atividades de trabalho com a presidência da UNAT-BRASIL? Em termos de tempo cronológico, teve que diminuir suas atividades profissionais para exercer sua gestão? Foi questão de planejamento e reorganização, assim não foi difícil conciliar as minhas atividades. Deixei de abrir algumas outras frentes de trabalho sim, é verdade. Mas nada que comprometesse as minhas metas profissionais e pessoais. Outro ponto importantíssimo que não posso deixar de ressaltar foi o legado que recebi da presidência anterior. A presidente que me antecedeu deixou tudo “redondinho”. Foi questão de seguir em frente com o que já vinha sendo feito. Deixo aqui o meu agradecimento a minha querida Ede.

Qual o projeto mais significativo, que possa ser considerado um marco nesta gestão? Sem dúvida está sendo a criação do Ensino à Distância (EaD). Creio que

16


José Silveira Passos em momento de descontração

sem este projeto ficaríamos defasados em termos de abrangência e novas oportunidades que se apresentam diante da globalização.

O que não foi possível realizar dentro do planejamento estratégico elaborado no início da gestão 2011-2014? Certamente algumas coisas não foram possíveis serem realizadas, uma das que me lembro foi a indexação da nossa revista REBAT.

Quais dificuldades teve para conduzir a UNAT-BRASIL? Sinceramente nenhuma dificuldade que pudesse dizer que foi significativa. O que mais tomou tempo, por incrível que pareça, foi registrar as primeiras atas de meu mandato. Mas foi por falta de experiência mesmo. Falando assim parece que é uma coisa simples, registrar uma ata. Mas se não tiver as devidas atenções nos detalhes, a coisa fica complicada. Mas agora já entrou no ritmo e não dá mais tanto trabalho.

Como considera o desempenho das Diretorias? Considero o desempenho de todas as diretorias excelente. Todos comprometidos com os objetivos. A cooperação tem sido o diferencial desta diretoria. Estou muito feliz, com isso.

O que acrescentou na sua vida, ser presidente da UNAT-BRASIL? Acrescentou experiência, vivência em termos de representar a UNAT onde e quando necessário. E acima de tudo o apoio recebido por todos, sem exceção, durante a minha gestão. Isso é uma experiência muito importante que levarei comigo.

Qual a melhor lembrança que você vai levar desta etapa da sua vida? Acho que o fato de ter podido contribuir para a UNAT, como instituição, continuar mantendo a sua missão, que é: “Formar e congregar analistas transacionais com o propósito de promover o desenvolvimento e a divulgação da Análise Transacional e seus asso-

“Sinto-me muito bem. Estou cumprindo a minha missão de presidente da UNAT em parceria com toda a diretoria.”

ciados”. Acrescento aqui a estratégia da Diretoria de Comunicação em desenvolver um projeto de Comunicação Integrada. Isso facilitará, em muito, a UNAT levar a cabo a sua missão. Espero poder continuar contribuindo, neste sentido, como Membro Didata e como associado.

Deixe uma mensagem para os associados, como despedida, (mesmo que precoce) da sua gestão. Quero agradecer a todos os associados que de uma maneira ou de outra me confiaram a presidência da UNAT-Brasil neste período de 2011-2014. Convido todos a continuarem sendo fiel à AT, tanto no seu dia-a-dia como profissionalmente. Continuem estudando AT, pois nunca estaremos prontos a para dizer: não preciso mais estudar AT. Sempre haverá o que aprender, seja da teoria, seja da prática. Estudem outras teorias também e comparem, relacionem com a AT. Tenham consciência critica da teoria e da prática com AT. Só assim poderemos evoluir e atualizar a teoria da AT que até então aprendemos. O meu muito obrigado a todos.

17


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N° 79 MAIO 2014

DEPOIMENTOS Em fevereiro, Rosa Krausz recebeu em São Paulo um grupo de Analistas Transacionais que estão participando do curso 303 de membros didatas em formação. Alguns participantes prepararam depoimentos sobre o encontro.

Da esquerda para a direita: Marília Pererira, Mary Melazzo, Vitor Merhy, Maku Mollmann, Rosa Krausz, Ercília Silva Roy Abrahamyan, Ana Paula Saad. Foto de Kátia Ricardi de Abreu.

Rosa Krausz, Membro Didata Organizacional e Educacional da UNAT-BRASIL

C

oordenar encontros do curso 303 é simultâneamente uma satisfação e um desafio. O número de participantes define-se num período bem

18

próximo a data da realização, a troca de e-mails é intensa entre participantes e coordenador já que atribui-se a ele a responsabilidade sobre questões de logística que, a nosso ver, extrapolam seu papel focal de facilitador do processo de aprendizagem e desenvolvimento dos membros didatas em Formação.

Na minha percepção, criou-se um clima de participação, aprendizagem , permissão para crescer e demonstrar suas competências, debater, questionar e trocar experiências e conhecimentos, usufruir da companhia dos colegas nos momentos de lazer e praticar os princípios da oqueidade.

Estes aspectos, a primeira vista desfavoráveis, tiveram um papel interessante neste encontro. Criaram oportunidades ímpares de trocas, de uma certa agitação interna saudável e curiosa que contribuiu para elevar não só a participação, mas também demonstrar a adaptabilidade e a flexibilidade dos membros do grupo,fruto do estimulo tanto o seu EEgo A quanto do EEgo Criança.

Para mim foi um especial prazer receber os colegas em minha casa e usufruir da companhia deste grupo que representa o futuro da Análise Transacional no Brasil. A todos vocês que participaram deste encontro agradeço esta oportunidade de convivência e os bons momentos que passamos neste fim de semana produtivo, sereno e divertido.


com profissionalismo, carinho, dedicação e extrema sabedoria.

Ana Paula Saad, Analista Transacional Membro Didata Clínico em Formação

I

ntenso, profundo, reflexivo, alegria, produtivo, amadurecimento, acolhedor, crescimento, aprendizagem, compartilhar, intimidade, “delicioso” – essas foram algumas das falas dos participantes do 303, respondendo ao seguinte estímulo: “falem com 3 palavras, como foi o dia de hoje” – essa pode ser uma fotografia, do nosso último encontro no 303. Fomos recebidos em fevereiro, pela Didata Rosa Krausz, que nos acolheu

Feitos os contratos iniciais, trabalhamos com as apresentações dos temas propostos, que desencadearam diversas reflexões e aprofundamentos na teoria dos Estados de Ego e Transações. Cada aula foi um presente compartilhado com o grupo, demonstrando terem sido previamente preparadas com interesse e envolvimento, diante do desafio de trabalhar o nosso crescimento como Didatas. Tivemos contribuições interessantíssimas, através de uma diversificação de modelos de como trabalhar com um grupo – apresentação, exercícios práticos, exploração da teoria, supervisão e feedbacks preciosos para cada um de nós. Além do crescimento profissional intenso, fomos recebidos pela Rosa, num ambiente gostoso e acolhedor, recheados por lanches deliciosos e “lindos”, preparados pessoalmente por ela, e servidos numa mesa lindamente decorada com uma toalha bordada e xícaras delicadíssimas, transformando nossos intervalos em experiências encantado-

M Mary Luce Melazzo, Analista Transacional, Membro Didata Clínico em Formação

ras. Tivemos também os cuidados da Marisa, que deu cobertura para toda essa estrutura, e a alegre e indispensável presença das brincadeiras da Belinha (uma linda pastora alemã). Além das horas dedicadas ao 303, também compartilhamos enquanto grupo, de momentos de ótima convivência. Combinamos, dentro do possível, ficarmos hospedados no mesmo hotel, o que possibilitou ótimas conversas no café da manhã, e garantiu as divertidas gargalhadas nos lanches e jantares. Em um desses momentos, tive a oportunidade de conhecer e conversar com nossa colega Mayla Flesch, que nos presenteou com uma visita. Tivemos a chegada ao grupo 303 das queridas colegas Mary e Maku, e lembramos dos novos Didatas em Formação que estarão no próximo encontro. O que falar sobre a oportunidade de estar com a Rosa? Um exemplo precioso de Ditada, de como trabalhar com AT e de “ser AT”. Muito obrigada, Rosa, por essa oportunidade.

eu ingresso no 303 não poderia ter sido melhor. O encontro foi maravilhoso, me senti extremamente acolhida. O grupo é composto de pessoas lindas, inteligentes e assertivas.

volvimento teórico e também oportunidade de criar laços profundos com pessoas muito especiais. Cada um dos participantes tem uma característica única e bela, esse é exatamente o grupo que quero fazer parte neste momento de minha vida profissional e pessoal.

O encontro ter sido na casa da Rosa proporcionou aconchego e conforto, as horas do lanche foram nutritivas e nutridoras como disse nosso amigo Roy.

Motivada e animada, confirmo presença no próximo 303 em Porto Alegre com a Didata Márcia Bertuol, quem admiro muito. Obrigada querida Rosa, Obrigada queridos colegas do 303, vocês já fazem parte da minha história. Para vocês que vão fazer o Seminário de Endosso de Didatas - SED, saibam que vale a pena fazer parte desse grupo, sejam bem vindos. Beijos carinhosos a todos.

A direção do trabalho foi realizada com competência e eficiência contemplando minhas expectativas. Para mim, participar do 303 em São Paulo significou crescimento / desen-

19


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N° 79 MAIO 2014

Uma Classificação de Oito Partes para Carícias e Desqualificações Terry Cooper, PhD. e Taibi Kahler, PhD. Texto original: TAJ. 4:3, July 1974.

T

radicionalmente na Análise Transacional, Carícia é conceituada como uma unidade relevante de reconhecimento. Schiff sugeriu quatro tipos de Desqualificação, estímulos irrelevantes ou respotas1: do self, do significado, do problema e da solução. Carícias são divididas em positivas, condicionais, incondicionais e negativas. Alguma confusão, contudo, trouxe à tona a questão se Desqualificações são também Carícias negativas. Esse artigo propõe uma taxonomia para resolver o problema.

Desqualificações, diferencia aquilo que é relevante (Carícias) daquilo que não o é (Desqualificações). Por exemplo, “Gosto de você” é uma Carícia. “Claro que gosto de você, eu gosto de homens altos” é uma Desqualificação, porque é irrelevante sugerir que uma pessoa pudesse gostar de alguém só porque ele é alto. “gosto de homens altos” é, contudo, uma Carícia, se a pessoa endereçada é, de fato, alta. Outro exemplo que distingue Desqualificações de Carícias é: “Eu te amo” (Carícia); “Claro que te amo, eu amo todo mundo” (Desqualificação).

Um sistema tridimensional de classificação é sugerido para enfatizar as diferenças entre Carícias e Desqualificações e projetar as possibilidades resultantes em uma escala de não–OK a OK.

A segunda dimensão, positiva versus negativa, diferencia aquelas que são agradáveis (positivas) daquelas que são dolorosas (negativas). Por exemplo, “Gosto de você” é positivo. “Não gosto de você” é negativo.

A primeira dimensão, Carícias versus

A terceira dimensão, incondicional

20

versus condicional, diferencia aquelas que são resultado do que a pessoa que recebe a Carícia é (incondicional) daquelas que são resultado do que a pessoa que recebe a Carícia faz (condicional). Por exemplo, “Gosto de você quando lava a louça” é condicional. “Gosto de você por você” é incondicional. Considerando que problemas e soluções não podem ser acariciados, mantêm-se um paralelo ao colocar em foco o self ou a significação de outros. Para ambos, Carícias e Desqualificação do self – ou significação de outros – oito combinações são possíveis (veja figura 1): • Desqualificações incondicionais negativas (DIN); • Desqualificações condicionais negativas (DCN); • Desqualificações incondicionais po-


Desqualificações = destroem vidas Não estou OK (self)

DIN

DCN

DI

Não estou OK (significado dos outros)

DCP

Carícias = constroem vidas Estou OK (self)

CIN

CCN

CCP

CIP

Estou OK (significado dos outros)

Figura 1. Escala de Carícias e Desqualificações

sitivas (DIP); • Desqualificações condicionais positivas (DCP); • Carícias incondicionais negativas (CIN); • Carícias condicionais negativas (CCN); • Carícias condicionais positivas (CCP); • Carícias incondicionais positivas (CIP). Figura 1. Escala de Carícias e Desqualificações Exemplos: Significação dos Outros (self) (CIP): “Gosto de você [eu] por você [eu]”. (CCP): “Você [eu] fez um bom serviço no trabalho”. (CCN): “Você [eu] fez um serviço ruim no trabalho”. (CIN): “Não gosto de você [eu] por você [eu]”.

(DIP): “Claro que gosto de você [eu], eu gosto de todos [eu]”. (DCP): “Você [eu] fez um bom serviço no trabalho, afinal, todos disseram isso”. (DCN): “Você [eu] fez um serviço ruim no trabalho, afinal, todos disseram isso”. (DIN): “Basicamente, você [eu] não é tão bom quanto os outros”. Até mesmo Carícias negativas condicionais e incondicionais constroem vidas, pois são relevantes. Todo e qualquer Desqualificação destrói vidas. Carícias negativas são melhores que absolutamente nenhuma Carícia (Desqualificações).

Transacional. Referências: 1. Schiff, J. Comunicações Pessoais

Texto original publicado no TAJ. 4:3, July 1974, traduzido por Luciana Santos Pereira. Revisado por Marília Márcia Santos Pereira – Membro Didata Clínico em Formação – UNAT BRASIL e Marien

Terry Cooper, Membro Regular da ITAA, é filiado à Universidade Purdue. Taibi Kahler, Membro Educacional Provisório, está na faculdade do Instituto Halcyon e é atualmente diretor do Instituto de São Diego para Análise

21


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N° 79 MAIO 2014

SÍNDROME DO PÂNICO – UMA ABORDAGEM TRANSACIONAL– REICHIANA Vitor A. Merhy – Mdf Clínico – Unat-Brasil

A

síndrome do pânico é uma condição que faz com que o paciente tenha ataques de pânico intensos e muitas vezes frequentes. São crises súbitas, com ou sem fatores desencadeantes e, muitas vezes, incapacitantes. Depois de várias crises de pânico a pessoa pode desenvolver fobias, como a agorafobia. Os principais sintomas são: palpitações ou taquicardia, tremores, sufoco, desconforto torácico ou dor torácica, asfixia ou dispneia, sudorese, tontura, sensação de fraqueza, náuseas ou desconforto abdominal, engasgos, sensações de despersonalização ou falta de contato com a realidade, rubores e ondas de calor ou calafrios, medo de perder a consciência, medo de perder o controle e agir descontroladamente, medo de enlouquecer, sensação de morte iminente.

22

O aumento da frequência cardíaca e respiratória, a fim de melhorar a oxigenação muscular; e o aumento da frequência respiratória (hiperventilação) são os principais motivos do surgimento dos sintomas físicos. Outro sintoma bastante freqüente são as parestesias (formigamentos) que começam da periferia para o centro do corpo. O indivíduo se queixa de formigamento que acomete as pontas dos dedos e se estende para o braço (em luva, nas mãos; em bota, nos pés), adormecimento da região que compreende o nariz e ao redor da boca. Como terapeuta com formação Reichiana em Vegetoterapia, além de Análise Transacional, tenho uma leitura e uma visão psicofísica, comuns às pessoas que desenvolvem Síndrome do Pânico, como a desorganização do anel visual, a contração crônica do diafragma e o pouco contato com a parte

inferior do corpo. O desenvolvimento do olhar está relacionado às primeiras experiências da Criança (C1) no ambiente que a cerca, em suas buscas de satisfação, contato e orientação o que determina uma fase visual do desenvolvimento emocional. Com poucos recursos internos para se proteger das agressões e das frustrações e como forma de proteção possível nesta época a Criança (C1) responde com a contração do anel visual, levando a uma dissociação entre as vivências corporais e psíquicas, entre sensação e percepção. O anel visual tem a função de integração destes níveis de vivência. Além desta função, está relacionado também à organização da consciência, orientação espaço-temporal, atenção, auto percepção, contato e expressão emocional e discriminação de limites; todas estas funções sofrem algum tipo de alteração quando há encouraçamento do anel visual. Em linguagem transacional, as primeiras e incipientes decisões de A1 e o início de formação de P1. A contração energética do anel visual traz conseqüências importantes, presentes em diversos problemas emocionais como as psicoses e o pânico. Há um fluxo intenso de energia (emoção) em direção à cabeça, desorganizando a auto percepção da pessoa (A2). Na crise, o movimento da energia é ascendente; sobe, sai das pernas causando tremor, medo de cair e insegurança e vai em direção à cabeça. O diafragma se contrai, por medo, determinando falta de ar, dificuldade de expirar e, náuseas, acentuando o movi-


mento ascendente. O coração dispara, há estreitamento da garganta com sufocamento e inundação da cabeça com confusão, rubor na face, despersonalização, desorganização da percepção - contração profunda do anel visual (refluxo da catexia de A2 para C2). Existem três pilares do trabalho corporal no tratamento da Síndrome do Pânico: o desenvolvimento do contato com a base (pés, pernas, quadril), a soltura do diafragma e a mobilização ou desbloqueio do anel visual. E podemos relacioná-los ao planejamento teórico-metodológico da Análise Transacional. A passagem do estado de contração crônica do cerne do anel visual para o de pulsação é dinamizado pela utilização de técnicas específicas de ativação deste anel. Utiliza-se de uma luz que o cliente deve primeiramente olhar fixamente e a seguir acompanhar com os olhos, que se afasta e se aproxima da ponta de seu nariz, ativando simultaneamente a convergência binocular, a visão macular, a concentração da atenção e o centramento de sua energia, contato com a realidade (A2). Neste processo pode ocorrer também a liberação de emoções e memórias trazidas pela mobilização do olhar. Esse é um dos caminhos para restaurar a pulsação desse anel e suas funções, onde estaremos catalisando a integração entre o psiquismo e o somático. É um trabalho que busca registros psíquicos precoces de maternagem relacionados a vivências simbióticas, trabalho realizado em nível de C1. A liberação do diafragma é alcança-

da através de exercícios de respiração abdominal, ampliação da capacidade expiratória. O contato com a base é desenvolvido em exercícios de contato com as pernas, pés e quadril que permitam maior mobilidade energética e sensibilidade. Um dos objetivos do tratamento é ajudar a pessoa a retomar sua identificação com o corpo, reintegrando as suas sensações e emoções. Estamos trabalhando neste momento com a retomada da auto percepção, integrando as vivências corporais e psíquicas, descontaminando A2, mobilizando o anel visual.

O paciente com Pânico, inundado por emoções em C2 precisa de recursos em A2 para lidar com esta situação e poder trabalhar os conteúdos contidos em C2 e P2. Acrescentamos ao trabalho acima descrito, um aporte intenso em nível de P2 do paciente através da Parentalização e de C2 através do acolhimento, aceitação e permissão do P2 do terapeuta. Por último, em minha experiência, utilizo inicialmente e por curto período a administração de antidepressivo e ansiolítico.

23


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N° 79 MAIO 2014

COMUNICADOs institucionais Conselho deliberativo da UNAT-Brasil convoca eleições de membros da diretoria Nos dias 12 a 16 de Outubro de 2014 seráo realizadas as eleições para a nova Diretoria da UNAT-RASIL a ser empossada durante o FORUM de Foz de Iguaçu.

das eleições, portanto até 12 de Julho de 2014, indicando o cargo para o qual é candidato e fornecendo curriculum vitae reduzido (no máximo cinco linhas)

A eleição dos membros da Diretoria será efetuada por cargos, podendo candidatar-se qualquer membro com direito a ser votado e que esteja quites com a Tesouraria da UNAT-BRASIL.

A inscrição por carta registrada deverá ser dirigida a VITOR A. MERHY Presidente do Conselho Deliberativo da UNAT-BRASIL Rua Andrade Pertence 26 ap. 403 – Catete – Rio de Janeiro CEP 22220-010 A inscrição por e-mail poderá ser dirigida a VITOR A. MERHY Presidente do Conselho Deliberativo da UNAT-BRASIL vitoragra@terra.com.br

Os cargos a serem eleitos são:

VICE-PRESIDÊNCIA DIRETORIA DE DOCÊNCIA E CERTIFICAÇÃO DIRETORIA DE ÉTICA DIRETORIA CIENTÍFICA DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO SECRETARIA TESOURARIA

Os candidatos aos cargos deverão inscrever-se mediante carta registrada ou por e-mail dirigido ao Presidente do Conselho Deliberativo, no máximo até três meses antes da data

Atenciosamente Vitor A. Merhy Presidente do Conselho Delierativo da UNAT-BRASIL

Diretoria de Docência e Certificação informa Prezados (as) Membros Didatas e MDFs da UNAT-Brasil Nos dias 14 e 15 de outubro deste ano, antecedendo o Fórum em Foz do Iguaçu, realizaremos nossas Bancas para Exames de Certificação. Favor avisar seus alunos dos prazos para inscrição: 1- Prova escrita até dia 14 de junho 2- Prova oral até dia 14 de agosto 3- Exame para Didata até dia 14 de julho As provas escritas, com cópia impressa em papel, assim como os documentos para inscrição nos Exames, devem ser enviadas para meu endereço : Rua do Imperador, 288 sala 917 - Petrópolis - RJ - Cep 25.620.000 Os documentos necessários e todo o regulamento que orienta os exames estão nos artigos 19 a 36 de nosso Regulamento de Formação. Um abraço Luiz Ferrari

ACONTECEU Comunicação ao vivo - O curso Realizado nos dias 14 e 15 de Março de 2014, em Uberlândia-MG, com a Analista Transacional Membro Certificado Clínico UNAT-BRASIL Aniângelis C. R. Guimarães e Fabiana C. Vitorino, especialista em Análise Transacional. Participantes do curso Comunicação ao Vivo.

24


ACONTECEU

Turma de Pós-graduação reunida em Uberbândia-MG, coordenada por Mary Melazzo, Membro Didata Clínico em Formação UNAT-BRASIL

Seminário para Endosso de Didatas SED – AGOSTO DE 2014 Caros amigos, Realizaremos, nos dias 29, 30 e 31 de Agosto de 2014, nosso próximo Seminário para Endosso de Didatas, provavelmente em UBERLÂNDIA, em virtude do número de interessados nesta cidade. O SED se constitui num espaço para apresentações, reflexão, discussão e partilha, facilitado por três Didatas da UNAT-Brasil. É dividido em cinco momentos que contemplam orientação, ensino, supervisão, propostas de treinamento e entrevistas individuais. A conclusão satisfatória do SED é pré-requisito para a assinatura do Contrato para Formação como Analista Transacional Didata da UNAT-Brasil. Para o participante, é uma oportunidade de envolver-se com os compromissos exigidos para iniciar o processo de trei-

namento e supervisão para Analista Transacional Didata.

-aula de dez minutos sobre Teoria Avançada de AT, a ser apresentada no evento.

Os Membros Certificados da UNAT interessados, devem enviar à Secretaria, para sua inscrição:

-resposta ao Questionário de Preparação para o SED, que está no Manual de Normas e Procedimentos da UNAT-Brasil, em quatro vias.

-carta de recomendação: do Supervisor (Didata com o qual pretende fazer sua formação) apoiando sua participação no SED. -carta de intenções: informando o motivo pelo qual deseja fazer o SED e quem será seu Didata Supervisor. -comprovante de pagamento da taxa de inscrição (R$540,00), que pode ser dividida em três cheques de R$ 180,00 (Obs: os comprovantes poderão ser os próprios cheques). Material a ser levado para o SED:

Todas as orientações para o SED estão no Manual de Normas e Procedimentos da UNAT- Brasil. Aguardo confirmação de participação de voces, com envio do material solicitado para inscrição até o dia 30 de maio. Espero que nos encontremos em breve. Um carinho, Jane Maria P. Costa Coordenadora do SED Docência e Certificação – UNAT-Brasil

25


Informativo OPÇÕES | UNAT-BRASIL N° 79 MAIO 2014

MENSAGEM FINAL

N

ão sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas. Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silêncio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo

26

que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina. Cora Coralina


Profile for UNAT-BRASIL

Opções UNAT-BRASIL nº79 Mai/2014  

Opções Informativo Oficial da União Nacional de Analistas Transacionais - Brasil Edição nº78 Maio 2014

Opções UNAT-BRASIL nº79 Mai/2014  

Opções Informativo Oficial da União Nacional de Analistas Transacionais - Brasil Edição nº78 Maio 2014

Advertisement