Page 1

Nยบ 86 OUTUBRO DE 2016

IX Fรณrum - os analistas transacionais se encontram aqui!


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

EDITORIAL Desde o início, Berne usava seus seminários clínicos regulares das noites de quinta-feira, em Monterey, como um espaço para experimentar sua nova teoria e métodos. Nestes seminários, temas eram apresentados, dúvidas resolvidas, casos e intervenções supervisionadas e, após às 22 horas, celebrações aconteciam. Registros de pessoas que participavam destes seminários dão conta que Berne não misturava os eventos: trabalhar na hora de trabalhar, celebrar na hora de celebrar. Esta edição vai apresentar uma versão 2016 dos seminários do Berne: o Fórum de São José do Rio Preto. Organizado em regime de colaboração pela diretoria da UNAT-BRASIL, o encontro dos analistas transacionais do Brasil foi oportunidade para aprendizado profundo e para momentos Criança Livre espontânea, feliz, sorridente.

No último trimestre de 2016 teremos o primeiro EMAT - Encontro Mineiro de Análise Transacional, o módulo do AT 303 em Salvador (BA) e os preparativos para o Conbrat de Porto Alegre e do Conglat continuam. 2017 promete!.................................. O que podemos perceber é que a alegria das construções de conhecimento permeia estes eventos, encontros e formações de AT. E, ainda mais, que esta alegria de aprender facilita o processo de transporte dos conhecimentos para aplicação. Desejamos a você um compartilhamento prazeroso de conhecimentos e celebrações neste passeio pelo nosso "Opções".

As bancas, no exercício de oqueidade e serenidade, validaram a preparação de mais quatro analistas transacionais, que agora certificadas, estão prontas para disseminar esta filosofia de vida que tanto nos mobiliza. No Brasil, AT 101 e AT 202 ocorrem em vários cantos. Podemos acompanhar pelas redes sociais as fotos, as notícias e, principalmente, os relatos de expansão de consciência dos facilitadores e alunos. Os didatas e didatas em formação reunidos em São José do Rio Preto fortaleceram seu repertório de conteúdo e dialogaram sobre visões e desejos para o futuro. Neste número, também encontraremos um trabalho do grupo de AT 202 de Curitiba, conduzido pela Didata em Formação, Maku de Almeida. Após estudarem a Teoria dos Jogos, seus alunos elaboraram um fluxo de manejo de conflito, aqui descrito.

02

Maku de Almeida e Michelle omé Diretoria de Comunicação


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

ÍNDICE

IX FÓRUM

15

AT PELO BRASIL

21 AT PELO MUNDO 24 ARTIGO MAKU DE ALMEIDA (PR) MDF

Maku de Almeida & Michelle omé

CONSELHEIROS TRIÊNIO 2016 - 2019 PRESIDENTE DO CONSELHO DELIBERATIVO MARIA CLARA RAMOS GROCHOT Membro Didata Clínico em Formação e Especialista em AT conselho@unat.org.br MEMBROS ADRIANA MONTHEIRO ANDREIA CECHIN DÉBORA PEREIRA MACHADO ERCÍLIA SILVA ÉRIKA NEVES PATRÍCIA RENADO DA SILVA PRISCILA BALTHAZAR CHRISPIM TÂNIA ELIZABETH CAETANO ALVES

RaioZ Soluções para Internet Ltda Rua Carlos Huber, 580 Sala B CEP 91330-150 Porto Alegre/RS contato@raioz.com http://www.raioz.com


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

FALA DA PRESIDENTE Prezados associados, Após intenso trabalho de Coordenação do IX FÓRUM BRASILEIRO DE ANÁLISE TRANSACIONAL, a diretoria respira aliviada, com a sensação de missão cumprida. Em plena época de crise econômica no nosso país, tivemos uma frequência de qualidade e o evento recebeu avaliação positiva, com lucro financeiro e muitas boas lembranças na memória de quem participou. Não nos cansamos de agradecer a todos que se envolveram nesta empreitada e colaboraram para que a Análise Transacional fosse divulgada na região noroeste paulista. Tivemos grande divulgação da UNAT-BRASIL na mídia falada, escrita e digital. Cumprimos nosso papel de disseminar e ampliar o conhecimento científico e certificar novos membros que participaram dos exames orais.

Damos boas-vindas aos Membros do Conselho Deliberativo que foram eleitos e empossados na Assembléia Geral no dia 30 de setembro, durante o IX FÓRUM. Maria Clara Grochot (conselho@ unat.org.br), que agora é a atual presidente do Conselho, está se entrosando com os trabalhos da diretoria atual. Vamos continuar com nossa contribuição voluntária para o crescimento e desenvolvimento da UNAT-BRASIL, fazendo a transição para a gestão que se iniciará em 2017, em Porto Alegre, quando o presidente eleito Vitor Merhy será empossado. Abraço carinhoso a todos!

Agora, o foco da diretoria 2014-2017 é o planejamento do nosso último ano de gestão. Vamos nos reunir e, em consenso, decidir quais ações terão prioridade, dentro do planejamento estratégico elaborado em Foz do Iguaçu, em 2014, alinhavando estas ações com as necessidades que a nossa associação demanda no nosso dia a dia. Queremos a participação constante dos associados em todos os momentos. Fiquem à vontade para falar conosco através dos e-mails corporativos, divulgados no site, e canais informais de comunicação. Nossas reuniões de diretoria são abertas à participação de qualquer associado, basta entrar em contato com antecedência para o incluirmos na chamada via Skype.

04

Kátia Ricardi de Abreu Presidente, Membro Didata Clínico em Formação


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

IX FÓRUM ÁLBUM FOTOGRÁFICO

05


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

IX FÓRUM ÁLBUM FOTOGRÁFICO

06


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

IX FÓRUM ÁLBUM FOTOGRÁFICO

07


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

IX FÓRUM ÁLBUM FOTOGRÁFICO

08


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

IX FÓRUM ÁLBUM FOTOGRÁFICO

09


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

IX FÓRUM ÁLBUM FOTOGRÁFICO

10


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

IX FÓRUM Um encontro inesquecível em 2016 - por Kátia Ricardi de Abreu Com satisfação e alegria está a Diretoria da UNAT-BRASIL e a Comissão Organizadora em relação à participação do público e aos resultados concretos do IX FÓRUM BRASILEIRO DE ANÁLISE TRANSACIONAL, realizado em São José do Rio Preto (SP) nos dias 30 de setembro e 1 de outubro. Tivemos produtiva reunião de Membros Didatas e Didatas em Formação durante o dia 28 de setembro com fechamento cheio de amorosidade. Em seguida, na pérgula da piscina do Ipê Park Hotel, aconteceu espontânea e informal confraternização seguida de jantar. No dia 29 de setembro, mais uma vez a Diretoria de Docência e Certificação (Maria Regina) trabalhou intensamente para a realização dos exames de Certificação, e terminamos a tarde com as comemorações de 100% de aprovação. Uma festa, com exclamações de alegria, fotos, pulos, abraços e muita emoção. A UNAT-BRASIL recebeu seus novos Membros que contribuirão para seu crescimento e desenvolvimento. O futuro da Análise Transacional está nas mãos de quem está chegando com novas ideias, na esperança de que permaneçam na associação e não apenas façam dela um meio para a Certificação.

O dia 29 de setembro foi coroado com a Palestra do Membro Didata Clínico Antonio Pedreira, no Rio Preto Shopping, com o tema "Jogos de Poder", após a qual, muitos analistas transacionais que foram prestigiar este evento, permaneceram em clima de confraternização enquanto saborearam a tradicional cozinha trazida pelos imigrantes árabes instalados na terrinha.

coquetéis de frutas e um cardápio especial, foram chegando de mansinho os sorrisos emoldurados por colares de flores, trajes com estampas típicas do Havaí. Surgiram papos animados, até que as músicas saídas do túnel do tempo impediram que a maioria permanecesse sentada. Anos 60, 70, 80, 90... e a festa "bombou" com a alegria saudável, estimulando até mesmo coreografias divertidas e improvisadas.

No dia 30 de setembro, tivemos a abertura oficial do IX FÓRUM e o dia fluiu com o compartilhamento de conhecimento e com a integração do grupo de participantes nas dependências do Ipê Park Hotel. No final da tarde, a Assembléia Geral transcorreu com uma pauta objetiva, com a posse do Conselho Deliberativo e apresentação oficial do presidente eleito para 20172010, Vitor Merhy. Após a aprovação da cidade de Porto Alegre como sede, tivemos o lançamento do 26º CONBRAT, com informações da Coordenadora Márcia Bertuol sobre a estrutura do evento.

Encerramos o IX FÓRUM na tarde de sábado em estado de graça e as despedidas entre os participantes deixaram aquele gostinho de "quero mais".

Após a Assembléia, o clima de descontração e intimidade culminou com a Festa Havaiana à beira da piscina, ao som do DJ Formiga, considerado o "maestro da orquestra invisível", tendo a temperatura suave da primavera misturada com o cenário bucólico do Ipê Park Hotel. E entre tochas,

A Comissão Organizadora, que acumulou esta tarefa com as atividades da Diretoria, ficou mais fortalecida em seus vínculos, ciente de que o exercício do trabalho em equipe foi praticado de forma saudável e agregador. Somamos nossos talentos, habilidades, criatividade, experiência.

Mas no dia seguinte, todos estavam novamente dispostos. Na programação, a Diretoria Científica caprichou e inovou, com o World Café e também com a atualização sobre como está a Análise Transacional nos outros continentes, além de gravação de entrevista com Fanita English.

11


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

Aprendemos a respeitar nossas diferenças vendo-as como oportunidades para conviver e crescer na diversidade. Mobilizamos nossa energia para atender às demandas do evento em clima de espontaneidade e intimidade. Como presidente da UNAT-BRASIL E Coordenadora do IX FÓRUM posso dizer que estou escandalosamente grata a estas pessoas que se organizaram para participarem deste evento, aos patrocinadores que acreditaram na potência da marca UNAT-BRASIL agregada às suas marcas, aos parceiros e prestadores de serviços que nos atenderam em cada detalhe, aos palestrantes que prepararam seus trabalhos e deram sua contribuição científica, a todos que vibraram positivamente pelo sucesso do evento, mesmo não estando presentes fisicamente nele. Alguns se manifestaram nos grupos de WhatsApp e transcrevo abaixo alguns comentários para deixar registrado o quanto podemos realizar juntos. A UNAT-BRASIL precisa da contribuição de todos. Juntos, somos fortes!

Mensagens recebidas após o final do encontro: parabéns a todos.’’ Mazinha Ventura, Membro Didata Clínico em Formação UNAT-BRASIL

‘‘Conferências, jabuticabas, gaita de boca, sorrisos... que delícia! Bateu uma saudade. Obrigada por partilhar o Fórum aqui! Mesmo de longe aproveito a convivência do grupo. Beijos a todos!’’ Andréa Lindner, Membro Didata Organizacional em Formação UNAT-BRASIL

‘‘Parabéns Kátia e equipe. Um encontro inesquecível... Até o final, um compartilhar de afeto e amorosidade. Foi lindo!!!’’ Sonia Nogueira Pedreira, Membro Didata Clínico em Formação UNAT-BRASIL

‘‘Amei nossa convivência, obrigada. Toda vez que encontro com vocês, saio mais enriquecida do afeto, conhecimento. Foi realmente uma delícia de encontro. Abraço a cada um.’’ Margarete De Boni, Membro Didata Clínico e Organizacional UNAT-BRASIL

‘‘Parabéns Kátia pelo sucesso do Fórum e a todos que compartilharam deste encontro amoroso e de partilha! Senti por não poder estar com vocês! Estou curtindo os vídeos e fotos e saboreando os momentos de trocas de conhecimento e alegrias. Na torcida de logo poder encontrar este povo tão OK.’’ Maria Clara Grochot, Membro Didata Clínico em Formação UNAT-BRASIL

‘‘Que grupo lindo! Parabéns Kátia,

‘‘Que vídeos fantásticos!

12

Expressam o calor humano que reinou no Fórum! Mostram nossa felicidade e o fato de que somos parte de uma mesma família! Assim é que eu me sinto. Saudades de todos!’’ Roy Abrahamian, Membro Didata Clínico em Formação UNATBRASIL ‘‘Obrigada Kátia e equipe! Foram momentos de abundância... Festa linda, despedida acolhedora e amorosa. Obrigada a todos pelas partilhas.’’ Ercília Silva, Membro Didata Organizacional em Formação e Membro Certificado Clínico UNAT-BRASIL ‘‘Retornando e agradecendo mais essa grande oportunidade de crescimento e compartilhamento. Kátia, parabéns pela coordenação e condução desse ótimo evento.’’ Mary Melazzo, Membro Didata Clínico em Formação UNATBRASIL


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

IX FÓRUM ‘‘Pessoal querido e, em especial, Kátia e equipe organizadora do Fórum. Minha gratidão pelo cuidado, competência e carinho de vocês, que fizeram deste evento um momento de partilha de conhecimento, encontros, diversão e fortalecimento de nossos laços. A comunidade de AT que esteve presente, certamente sentiu-se abençoada.’’ Jane Costa, Membro Didata Clínico UNAT-BRASIL ‘‘Bom demais!!! Obrigada Kátia.’’ Andréia Cechin, Membro Didata Organizacional em Formação UNAT-BRASIL ‘‘Eu já estava triste por não ir ao Fórum e não compartilhar com vocês....Quanta coisa boa, alegria e diversão.’’ Vera Ourique, Membro Didata Clínico em Formação UNATBRASIL ‘‘Já estou com saudades...’’ Regina Silva, Membro Didata Clínico e Organizacional UNATBRASIL ‘‘Grato Kátia e todos os amigos por este momento tão importante em minha vida.’’ Vitor Merhy, Membro Didata Clínico em Formação UNATBRASIL ‘‘Delícia! Momento inesquecível!’’ Laucemir Silveira, Membro

Didata Organizacional UNATBRASIL ‘‘Sinto gratidão e tenho a confirmação de ter feito uma escolha certa, que é a de conviver com vocês e com a AT. Obrigado.’’ Jeffersonn Moraes, Membro Didata Organizacional em Formação UNAT-BRASIL ‘‘Jabuticaba... minha fruta preferida! Fomos abastecidos durante nossa reunião inicial! Que gostoso! Agradeço por momentos tão importantes que passamos juntos, nos aprimorando, estudando, conversando e nos divertindo. Parabéns à UNATBRASIL.’’ Flávia Testa Bernardi, Membro Didata Clínico em Formação UNAT-BRASIL ‘‘Queridos colegas, já estamos retornando para o Sul, levando conosco a alegria do nosso encontro!! Muito bom estar com o grupo da AT nos vários momentos: reuniões, bancas, aulas, partilhas e festa! Parabéns à toda Diretoria da UNAT pelo Fórum! Esperando todos vocês em Porto Alegre, no CONBRAT 2017!’’ Márcia Bertuol, Membro Didata Clínico UNAT-BRASIL ‘‘Kátia querida, você realizou um evento seis estrelas. Acompanhei tudo, portanto, de alguma maneira estive presente. Estou bem e gostei

do teu carinho. Abraço.’’ Monica Levi, Membro Didata Clínico UNAT-BRASIL ‘‘Oi Kátia, estou bem sim. Sei que foi um sucesso o Fórum. Parabéns!!! Estou em uma formação e a data coincidiu com o Fórum. Foi uma pena.’’ Regina Berard, Membro Didata Clínico em Formação UNATBRASIL ‘‘Gratificante trabalhar com pessoas bem resolvidas e de bem com a vida.’’ DJ Alcides Alves - Formiga Som ‘‘Primeiramente gostaríamos de agradecer pela oportunidade de podermos prestigiar o vosso IX Fórum, certamente aprendemos muito e aprimoramos nosso conhecimento simplesmente por estarmos próximos de pessoas maravilhosas, ficamos lisonjeados e gratos! Aproveitamos para parabenizá-los pelo Evento magnífico!! É muito bom saber que nos dias de hoje existe profissionais altamente capacitados para aliviar tensões não só do corpo, mas sim da alma. Temos a convicção de que ter passado por essa experiência com cada um de vocês foi fundamental para ter condições de seguir enfrentando novos desafios. Sucesso a todos!’’ Equipe Hinode

13


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

IX FÓRUM Conheça as novas analistas transacionais certificadas em São José do Rio Preto

Da esquerda para a direita: as analistas transacionais certificadas para a área Clínica: There Moura, Paola Pasquotto, Ercília Silva e Juliana Riccioppo Rossetti


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

AT PELO BRASIL Presidente da UNAT-BRASIL lança livro de artigos Palestras temáticas semanais compuseram o projeto "Rio Preto Shopping Cultural", desenvolvido no Rio Preto Shopping Center, em São José do Rio Preto (SP), que está completando um ano. Para comemorar, uma forma de compartilhar e disseminar conhecimento, a Pericoco Mídias & Ideias decidiu transformar os artigos de alguns palestrantes constantes do projeto, e que são também articulistas da revista Bem-Estar (do jornal Diário da Região), em livros. Foram convidados quatro articulistas para esta série. A psicóloga e Analista Transacional, Membro Didata Clínico em Formação Kátia Ricardi de Abreu, é uma das articulistas convidadas. No último 25 de setembro aconteceu no shopping o lançamento do seu livro "Intuições", que reúne 20 textos com ilustrações do artista plástico Eduardo Bittencourt. Escritora experiente, anteriormente Kátia havia publicado "Na Intimidade da Alma - história de uma vencedora", "CLIENTE, a busca da qualidade nas relações interpessoais", em co-autoria, uma trilogia de crônicas com tema natalino em co-autoria, "Caminhos para o Bem-Estar - essência articulada". O livro "Intuições", portanto, é o sétimo da sua carreira.

Kátia escolheu este título para o livro como uma forma de divulgar a Análise Transacional e Eric Berne, abordando em sua palestra na manhã do lançamento do livro, os estudos sobre a intuição realizados por Berne, que deram origem à metodologia por ele criada. Em uma linguagem coloquial, Kátia aborda temas que envolvem relacionamento humano, conflitos, comportamento, tendo como base a AT. "Aos poucos fui desenvolvendo meu próprio estilo de escrever. É uma oportunidade de atingir pessoas que estão além do meu consultório e convidá-las à reflexão". O livro pode ser adquirido diretamente com a autora pelo e-mail katiaabr@terra.com.br, pelo valor de R$ 35,00.

Kátia Ricardi de Abreu ministrando a palestra "Compreendendo o ser intuitivo" na sala Vip do Cinema no Rio Preto Shopping

Exemplares do livro podem ser encomendados com a autora

A autora e o artista plástico Eduardo Bittencourt, no lançamento do livro

15


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

AT PELO BRASIL AT 202 em Curitiba Está começando neste mês a formação AT 202 Organizacional em Curitiba, coordenada por Andréia Cechin, Ercília Silva, Jeffersonn Moraes e Laucemir Silveira. Emoções em São Paulo Dia 26 de setembro aconteceu em São Paulo um evento sobre Emoções sob a perspectiva da AT. Conduzido pelo MDF Organizacional Jeffersonn Moraes, o evento de cerca de quatro horas contou com 28 participantes com variados níveis de conhecimento da Análise Transacional. A partir de uma edição de cenas do filme Divertidamente, o grupo refletiu sobre a abordagem da AT em relação às Emoções Naturais e Aprendidas e sobre a Educação Emocional.

O grupo de analistas transacionais do Paraná organizou em agosto o III RelacionAT, em Curitiba

Membros Didatas em Formação - 303 - UNAT-BRASIL

Jane Costa e Tânia Alves coordenaram, nos últimos três meses, em Curitiba, o curso Educação Emocional com um grupo de profissionais de Santa Catarina e do Paraná

16

Encontro da turma AT 303 em Uberlândia


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

AT PELO BRASIL Formação AT 202 UNAT-BRASIL - Uberlândia - MG

Turma AT 202 Uberlândia, coordenada por Flávia Testa Bernardi, Membro Didata em Formação

Olha o registro do encontro do grupo de estudos "Carmelândia", em Uberlândia, coordenado por Ede Lanir Ferreira, Membro Didata

Este convite vem do grupo de analistas transacionais de Uberlândia

17


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

AT PELO BRASIL

Em Curitiba, no seu segundo módulo, o novo grupo de formação AT 202, conduzido pela Didata em Formação Maku de Almeida, se aprofunda nas influências científicas na obra de Eric Berne

Em Gaspar (SC), este grupo AT 202, no seu primeiro módulo, conduzido pela Didata em formação Maku de Almeida, celebra a recepção dos certificados do AT 101. Esta formação ocorre nas instalações do Parque Aquático Cascanéia, proporcionado um cenário exuberante para o aprendizado de AT

O grupo AT 202 de Curitiba, coordenado pela Didata em Formação Maku de Almeida, tem seu modulo vivencial conduzido pela Didata em Formação Sônia Nogueira Pedreira e alavanca seu desenvolvimento com a utilização da caixa de areia

18


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

AT PELO BRASIL Normas orientam sobre divulgação e publicidade

As diretorias de Ética e de Comunicação elaboraram um manual com normas de divulgação e publicidade dirigido aos Membros Didatas, Membros Ditadas em Formação e Membros Certificados. Estas informações foram enviadas por e-mail, publicadas em nossas redes sociais e também estão disponibilizadas no site www.unat.org.br.

"Quanto à publicidade ou divulgação, por qualquer mídia ou meio,

de eventos, cursos e formações relacionados à Análise Transacional, lembramos as recomendações do Estatuto da UNAT - BRASIL: 1. Atenda à legislação vigente e ao Código de Ética do conselho que rege sua formação acadêmica; 2. Não anuncie curas ou resultados miraculosos ou infalíveis, ou apelos sensacionalistas ou intervenções ilícitas, ilegais ou antiéticas. 3. Utilize os títulos por extenso: Analista Transacional Didata Clínico, Analista Transacional Didata Organizacional, Analista Transacional Didata em Formação para área Clínica, Analista Transacional Didata em Formação para área Organizacional, Analista Transacional Certificado para área Clínica,

Analista Transacional Certificado para área Organizacional. 4. Divulgue os cursos de formação com os títulos oficiais: Curso AT 101 - Introdutório de Análise Transacional ou Curso de Introdução à Análise Transacional, Curso AT 202 - Formação em Análise Transacional, Curso AT 303 - Formação de Didata em Análise Transacional e Curso de Pós-graduação Latu Sensu em Análise Transacional. 5. Explicite a certificação da UNAT-BRASIL nas peças de divulgação e publicidade, o que pode gerar a ampliação da rede de contatos e a validação do peso da marca."

Eleitos presidente da UNAT-BRASIL e Membros do Conselho Deliberativo O Membro Didata em Formação Vitor Merhy acaba de ser eleito presidente da UNAT-BRASIL para o triênio 2017-2020. Também houve eleição para os integrantes do conselho deliberativo, com início imediato da gestão. A nova presidente do Conselho Deliberativo é a Maria Clara Ramos Grochot, Membro Didata Clínico em Formação e especialista em AT. O grupo de conselheiras é 100% feminino. São elas:

ADRIANA MONTHEIRO ANDREIA CECHIN DÉBORA PEREIRA MACHADO ERCÍLIA SILVA ÉRIKA NEVES PATRÍCIA RENADO DA SILVA PRISCILA BALTHAZAR CHRISPIM TÂNIA ELIZABETH CAETANO ALVES Presidente eleito

19


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

AT PELO BRASIL Vem aí o Conbrat 2017

20


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

AT PELO MUNDO

21


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

AT PELO MUNDO

22


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

AT PELO MUNDO

23


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

ARTIGO MANEJO INTEGRATIVO DE CONFLITOS: FASES E FLUXOS Beatriz Moeckel Cavalli (Membro Regular - UNAT BRASIL) Daniel Mathias Otto (Membro Regular - UNAT BRASIL) Nery Frederico Sardá (Membro Regular - UNAT BRASIL) Rubens Correa Filho (Membro Regular - UNAT BRASIL) Suelen de Azevedo Kuretzki (Membro Regular - UNAT BRASIL) Supervisão: Maku de Almeida (Membro Didata em Formação - UNAT BRASIL)

Jogos Psicológicos e Conflitos Eric Berne, ao escrever sua Teoria dos Jogos, conseguiu deslindar movimentos humanos na busca da homeostase do sistema, ou seja, a estabilização biológica e psicológica, que, de acordo com sua própria narrativa e dos analistas transacionais que o sucederam, auxiliam o profissional na com-preensão das decisões arcaicas do cliente, como posição existencial, predominância da catexia, relação com toques e carícias, dentre outros aspectos da dinâmica de funcionamento do ser humano. As estruturas modeladoras de comportamento, a comunidade familiar ou a comunidade educacional, refinam o conhecimento e a perícia da criança para estruturar o tempo. Os jogos que escolhe, a conduzem através de oportunidades e impactos nas suas experiências de vida. Um dia, já crescida, esta criança, ingressa para uma empresa. A empresa, com sua arquitetura vertical hierarquizada, se assemelha com a comunidade familiar ou escolar onde este

24

indivíduo aprendeu e registrou suas manobras de sobrevivência. O discurso que muitas vezes repete falas e celebrações com conotações de "família", proporciona ambiente bastante adequado para a manutenção dos jogos tão eficientemente aprendidos. Por consequência, os eventos conflituosos nos quais o indivíduo se envolve, tão conhecidos para ele, - o tiram da plenitude do aqui-agora e das possibilidades de comportamento produtivo e criativo. Segundo Dorothy Jongeward (1978), os jogos psicológicos realizados em ambiente organizacional, não muito diferentes daqueles realizados onde quer que as pessoas se encontrem, geram, em algum nível, comportamentos razoavelmente previsíveis. Além dos impactos nas pessoas, os jogos fragilizam ou até neutralizam muitos dos vetores de sucesso da empresa, tais como a capacidade de solucionar problemas, a produtividade, o comportamento criativo, o trabalho em equipe, a gestão do tempo, dentre outros. Essencialmente, ao jogar os colaboradores focam sua atenção

em aspectos do passado e não para os dados concretos da realidade objetiva. Os prazos não são cumpridos, os erros acontecem com mais frequência, o fluxo paralelo de informação, comumente chamado de "rádio peão" se avoluma, as acusações cruzadas poluem os processos de comunicação, a terceirização de responsabilidade e uma competição predatória se instalam na esteira dos jogos, gerando, na atmosfera da equipe tal toxicidade, que manejar conflitos ocupa a agenda do gestor. Os gestores atendidos pelos autores estimam que de 20 a 50% do seu tempo é ocupado com questões advindas de jogos psicológicos, incluído aí o jogo escalado, que emerge como conflito. Este é um tema recorrente nas demandas dos profissionais da Gestão de Pessoas, ao solicitar intervenção de consultores ou mentores em equipes ou em grupos de gestores. A concepção mais comum de conflito aponta para situações onde há desacordo, discórdia, dissonância, controvérsia, antagonismo, divergência de interesses ou oposição de objetivos na ação coletiva,


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

ARTIGO coletiva, causando uma ação/ reação determinada, provocando um bloqueio................................ O conflito, em si, não é danoso, suas consequências poderão ser positivas ou negativas, destrutivas, em decorrência do grau de aprofundamento e intensidade, da duração, do contexto, da oportunidade e do modo como ele é manejado................................. Houve época e mesmo hoje em dia, encontramos gestores que consideram os conflitos como algo a evitar e acreditam que nada mais geram além de ambiente negativo e sentimentos desagradáveis. Na nossa prática, temos percebido que o conflito pode ser tratado como um sintoma e como uma oportunidade. Assim como a febre no corpo humano, o conflito surge como algo explícito indicando ruído no sistema, sintomatizando que algo não vai bem. Algumas variáveis que encontramos são: ambiguidade na definição de papéis e responsabilidade, ausência de autonomia, falta de reconhecimento tempestivo, recursos escassos, necessidades individuais não atendidas, processos não definidos ou definidos precariamente, relacionamento simbiótico com o superior hierárquico, gestão inapropriada, dentre outras algumas destas já abordadas por

Kurt Lewin (1948). Logo, o sintoma se transforma em oportunidade ao mobilizar a energia latente do sistema, desafiando a acomodação de ideias e posições, desvendando os problemas escondidos, podendo aguçar a percepção e o raciocínio, estimulando criatividade, soluções originais e mudança............................ Para os autores deste trabalho, a ausência do conflito é também preocupante, e, a partir da nossa observação gera apatia, acomodação, estagnação e improdutividade. O sistema precisa da entropia para evoluir. O ruído promovido pelo conflito gera a entropia no sistema. Para nós, a ausência de conflito parece indicar a presença de Jogos de Poder. O que parece ser um objeto interessante para exame no futuro. Contudo, neste momento, nossa proposta é examinar o conflito sob a ótica da Teoria dos Jogos Psicológicos e fazer do manejo integrativo um exercício adequado de gestão....................................... Pensando um instrumento de gestão..................................... Ao final do módulo AT 202 no qual estudamos os Jogos Psicológicos, o pensamento que predominava é que este conhecimento, em conjunto com aqueles já

apropriados pelo grupo, pode apoiar o entendimento e uma intervenção adequada em episódios conflituosos. O conhecimento da teoria gerou a possibilidade de um manejo integrativo do conflito de modo a resolver o problema manifesto e gerar possibilidade para que os problemas latentes, possam, se não resolvidos, ser mitigados................. Estudamos, em conjunto, a questão. Utilizando como cenários os ambientes profissionais de todos nós. Somos um grupo heterogêneo, um dentista, uma gestora de RH, uma gestora de finanças, um educador corporativo, um economista, uma consultora empresarial. Após animado brainstorming, ideação e prototipação, geramos o fluxo que apresentaremos, que propõe um manejo de conflitos, que possa integrar as demandas humanas e as demandas organizacionais. Nossa intenção foi gerar uma estrutura na forma de fluxo, com fases bem definidas, que pudesse dar um escopo de checklist àquele que faz o manejo. Embora o conhecimento que lastreou a produção do fluxo de manejo, optamos por utilizar termos e expressão mais comuns na área organizacional. Incluímos ao fim do fluxo as letras P, D, C, A 1comumente utilizadas em

25


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

ARTIGO planejamentos de ação. O ciclo PDCA (Plan, Do, Check, ACT) como é chamado, tem como objetivo principal tornar os processos da gestão ou os processos de tomada de decisão de uma empresa mais ágeis, claros e objetivos. Pode ser utilizado em qualquer tipo de empresa, como forma de alcançar um nível de gestão melhor a cada dia, atingindo ótimos resultados dentro do sistema de gestão do negócio. O pensamento predominante no grupo é o aproveitamento eficaz do momento difícil gerado pelo conflito, criando oportunidade de conscientização aos envolvidos, de estabelecimento de novos parâmetros de relacionamento e mesmo de revisão de aspectos que envolvem os diversos processos do cotidiano organizacional. No entendimento do nosso grupo, os jogos podem ser a heurística 2 para identificar situações potencialmente conflituosas. Entender quais e como os jogos se desenrolam e fazer intervenções equilibradas podem aumentar a atmosfera de confiança das equipes na organização. Que o gestor, parte ou não do conflito, poderá utilizar estas oportunidades para desenvolvimento de si mesmo e do seu time............................................................................

Os 5 P's do Manejo Integrativo de Conflitos Adaptando os conceitos apresentados por Jean Clarke (1997) para a prática educacional, sugerimos que o cenário onde se desenrolará o presente fluxo sejam os cinco P's:

❖ P de Permissão: Focada nos objetivos do manejo e oferecida todos os envolvidos. Permissão para pensar a respeito dos eventos, dos problemas manifestos ou latentes tratados. Permissão para decidir o que, o quando, com quem e como falar. ❖ P de Proteção: Quem faz o manejo do conflito propicia condições de confidencialidade e sigilo em todas as etapas do fluxo................................................................................................................................. ❖ P de Potência: quem faz o manejo demonstra organização cognitiva para a condução do processo, se apresenta nos encontros preparado e munido de fatos e dados objetivos, cumpre acordos e horários; não se compromete a fazer o que não é possível; potencializa a participação dos envolvidos quando for o caso. ❖ P de Percepção: Quem conduz o manejo de conflito, se mantem sintonizado com os envolvidos, observa realmente o que ocorre. Esta percepção significa: alterar objetivos, não salvar, não induzir soluções ou encaminhamentos inadequados e suspender o processo quando identificar jogo ou manipulação, ou mesmo cansaço físico ou mental dos envolvidos. ❖ P de Prática: Quem maneja o conflito, faz do momento oportunidade de aprendizado através da experiência direta, cria oportunidade para que novo comportamento tenha condições de ser testado, encoraja os envolvidos a construir soluções conjuntas e alinhadas com todas as partes e promove a auto-organização no sistema 2

Fio Condutor

26


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

ARTIGO Fluxo do Manejo Integrativo de Conflitos

27


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

ARTIGO

28


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

ARTIGO

29


INFORMATIVO OPÇÕES | UNAT-BRASIL Nº 86 OUTUBRO DE 2016

ARTIGO Aplicações Neste momento, os autores e alguns executivos e gestores de pessoas estão aplicando o instrumento. Os relatos dão conta de importante aproveitamento e resultados, até aqui, proveitosos para todos os envolvidos. Nossa percepção é que há um campo para aplicação e expansão para aprimoramento do instrumento. A conclusão, que se consolida e fortalece a cada modulo estudado, é que a Análise Transacional é um respaldo teórico relevante para a gestão do ambiente organizacional. A teoria proporciona a gestores e subordinados, de qualquer área ou nível hierárquico, um vocabulário simples que permite o entendimento de fenômeno complexo.

Referências Bibliográficas BERGAMINI, Cecília Whitaker. Motivação nas Organizações. São Paulo: Atlas, 1997. CLARKE , Jean (REBAT Ano VII, no. 1, junho 1997) CONTRERAS, Juan Manoel. Como trabalhar em grupo. São Paulo: Paulus, 1999. COVERMAN, S. Role Overload, Role Conflict and Strss: Adressing Consequences of Multiple Role Demands, 1989 KRAUSZ, Rosa R. Trabalhabilidade. São Paulo: SCORTECCI, 2012. MARTINELLI, D. Negociação e solução de conflitos. São Paulo: Atlas, 1998. BERNE, Eric. Estrutura e Dinâmica das Organizações e dos Grupos. UNAT: Circulação Restrita, 2011. BERNE, Eric. O que você diz depois de dizer olá? A psicologia do destino. São Paulo:NOBEL, 1988 BERNE, Eric. Os Jogos da Vida. São Paulo: NOBEL, 1995. BERNE, Eric. Princípios do Tratamento em Grupo. UNAT: Circulação Restrita, s/d. JONGEWARD, Dorothy & SCOTT, Dru. Mulheres Vencedoras. São Paulo: BRASILIENSE,1980. JONGEWARD, Dorothy et alli. Somos Todos Vencedores - Análise Transacional aplicada à organizações. São Paulo: BRASILIENSE, 1978 OLIVEIRA, Marco A.G. & SHINYASHIKI, Roberto, et alli. São Paulo: NOBEL, 1985. OLIVEIRA, Marco A.G. Análise Transacional na Empresa. São Paulo: ATLAS, 1980. STEINER, Claude (com PERRY, Paul). Educação Emocional - um programa personalizado para desenvolver sua Inteligência Emocional. Rio de Janeiro: OBJETIVA, 2001.

30


Revista Opções - Outubro/2016