Page 1

FAPES realiza eleições para Conselhos Deliberativo e Fiscal A REVISTA DA FAPES  FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA SOCIAL DO BNDES JANEIRO DE 2017  Nº 68


As eleições para os Conselhos da FAPES

05 HORIZONTE À VISTA

Plano de Equacionamento foi tema de evento

06 POR DENTRO DO PAS

FAPES recebe nota máxima no IDSS

08 TOME NOTA

Tenha em mãos nossos canais de atendimento

08 TOME NOTA

Fundação celebra 42 anos

09 SAÚDE EM FOCO

Evento aborda cuidados para todas as idades

10 SAÚDE EM FOCO

Dicas para aproveitar o verão

11 BOM PASSEIO

Cidades que valem a pena visitar

Editada pela Gerência de Comunicação (GECOM) da FAPES, a Revista Bene-Dito é uma publicação encaminhada gratuitamente aos participantes da Fundação de Assistência e Previdência Social do BNDES e aos beneficiários do Plano de Assistência e Saúde – PAS. Produção editorial: Nós da Comunicação Jornalista responsável: Jaíra Reis Edição: Jaíra Reis Coordenação: André Bürger Textos: André Bürger, Camilla Rua e Sânia Motta Revisão: Lourdes Pereira Direção de arte: Gina Mesquita Fotos: Divulgação Impressão: gráfica Ultra Set Tiragem: 1.300 exemplares

A seção Gente que Inspira é um espaço para apresentarmos experiências de vida de pessoas do BNDES e da FAPES que sirvam de inspiração para todos os leitores da Revista Bene-Dito. Se você conhece alguma história para esta seção, envie um e-mail para comunicacao@fapesbndes.org.br, informando o nome e a história.

2

EDITORIAL

03 EM DESTAQUE

Um 2017 com mudanças e desafios

Este ano, a FAPES realizará eleições para seus Conselhos Deliberativo e Fiscal. Os participantes do PBB aptos a votar receberão o kit eleitoral em fevereiro e poderão escolher suas chapas no mês de março. O voto deverá ser feito pela internet ou pelos correios. Fique atento às datas e participe. Em 2017, a Fundação também dará início ao seu Plano de Equacionamento de Déficit do Plano Básico de Benefícios (PBB). O valor a ser equacionado é de R$ 953,52 milhões. Para esclarecer dúvidas dos participantes em relação à estratégia adotada, foi realizado um encontro na primeira semana de dezembro. Saiba mais em Horizonte à Vista e leia também a Revista Bene-Dito Especial sobre o tema. A FAPES conquistou pelo quarto ano consecutivo a pontuação máxima no Índice de Desempenho da Saúde Suplementar 2016. A seção Por Dentro do PAS traz informações sobre o IDSS, que leva em consideração itens como a satisfação dos beneficiários e a estrutura da empresa. Em Tome Nota, registramos os 42 anos da Fundação e destacamos os canais disponíveis de atendimento. Sempre que precisar, fale conosco. A seção Saúde em Foco traz a cobertura da Semana da Saúde, que este ano abordou dicas de prevenção para acidentes domésticos e a Síndrome da Conectividade Permanente. Além disso, listamos também dicas e cuidados para sua saúde durante o verão. A estação mais quente do ano só termina em março. Até lá, dá tempo de fazer uma viagem com a família. Confira os destinos mais procurados em Bom Passeio. Boa leitura!


A FAPES iniciou o processo de eleição para membros dos Conselhos Deliberativo e Fiscal. De acordo com o Regulamento Eleitoral, poderão votar todos os participantes do Plano Básico de Benefícios que tenham aderido à FAPES até dezembro de 2016 e que tenham a sua primeira contribuição descontada até o dia 25 de janeiro de 2017.

EM DESTAQUE

Saiba mais sobre a eleição para os Conselhos Deliberativo e Fiscal a caixa postal especial da agência dos Correios utilizada pela FAPES, constante do envelope carta-resposta, com porte-pago pela Fundação. A Comissão Eleitoral recolherá os envelopes recebidos pelos Correios no dia 13 de março e fará a apuração. A eleição contemplará a escolha de três chapas distintas. Cada eleitor poderá votar em três chapas. A votação será realizada pela internet, das 8h do dia 6 de março até as 15h do dia 13 de março. Para isso, os participantes receberão, no mês de fevereiro, um kit eleitoral contendo as instruções e a senha personalizada para o voto eletrônico. Os participantes assistidos terão, ainda, a opção de votar por meio de cédula impressa, que deverá ser enviada para

A primeira chapa se destinará ao preenchimento da vaga, no Conselho Deliberativo, reservada aos candidatos que são participantes ativos. A segunda chapa é voltada para preencher vaga de participantes assistidos no Conselho Fiscal. Nesses dois casos, os mandatos terão validade de abril de 2017 até abril de 2021. A terceira chapa, por sua vez, é reservada aos candidatos que são participantes assistidos e que complementarão mandato no Conselho Deliberativo até abril de 2019, em decorrência da renúncia de conselheiro e de seus respectivos suplentes. As chapas, os programas e os currículos dos candidatos poderão ser vistos no Portal FAPES, na área restrita ao participante, a partir do dia 2 de fevereiro. Acompanhe todas as informações sobre as Eleições 2017 no Portal FAPES, na área restrita ao participante.

3


EM DESTAQUE

Exigências da PREVIC para os candidatos Os candidatos interessados em concorrer a uma das vagas dos Conselhos Deliberativo e Fiscal precisaram observar os requisitos estabelecidos no Estatuto da FAPES e na Instrução PREVIC nº 28/2016, de 12.05.2016.

Votação pela internet: Das 8h do dia 6 de março até as 15h do dia 13 de março.

Opção para assistidos

Votação pelos Correios: Só serão aceitos votos recebidos pelos Correios até 13 de março.

O primeiro deles é a obrigatoriedade de o concorrente ser participante com mais de cinco anos de adesão ao Plano Básico de Benefícios administrado pela FAPES. Além disso, o candidato deve comprovar experiência profissional de, no mínimo, três anos em atividades nas áreas financeira, administrativa, contábil, jurídica, de fiscalização ou de auditoria. É proibida a candidatura de pessoas que tenham sofrido condenação criminal transitada em julgado ou penalidades administrativas por infração da legislação da seguridade social, inclusive da Previdência Complementar, ou como servidor público. O efetivo exercício do cargo de membro titular e membro suplente dos Conselhos Deliberativo e Fiscal fica condicionado à obtenção prévia do Atestado de Habilitação de Conselheiro de EFPC, a ser expedido pela PREVIC. Para esse fim, são exigidos diversos documentos, como cópias dos certificados dos principais cursos mencionados no currículo e documentação que comprove a experiência do candidato. Além da obtenção prévia do Atestado de Habilitação, o candidato que for eleito terá prazo de um ano, a contar da respectiva data da posse, para obter a certificação de que trata o art. 4º da Instrução PREVIC nº 28/2016. Para mais detalhes, consulte o Regulamento Eleitoral, acessível no Portal FAPES.

VOTO

4

CORREIOS


João Rodarte apresentou o Plano de Equacionamento do PBB

A FAPES e o BNDES realizaram quatro encontros, na primeira semana de dezembro, para falar sobre o Plano de Equacionamento de Déficit do Plano Básico de Benefícios – PBB. Os dados apresentados foram validados pelo atuário da

complementar, explicou que, em um plano de benefício definido, em que os benefícios programados têm seu valor ou nível previamente estabelecidos, déficit e superávit têm que ser assumidos por todos, patrocinadores e participantes

Fundação e consolidados pela consultoria estatística e atuária Rodarte Nogueira, especializada em oferecer assessoria a Planos de Entidades Fechadas de Previdência Complementar.

ativos e assistidos. Assim, 50% do déficit a ser equacionado serão pagos pelos patrocinadores e os outros 50% por participantes ativos e assistidos.

No evento, que contou com a presença da DiretoriaExecutiva da FAPES, do Superintendente da AARH e do chefe da AARH/DEFAC do BNDES, os participantes foram informados de que os resultados negativos dos últimos anos advêm de causa conjuntural, provenientes da grave crise econômica que atingiu o país de 2013 a 2015. A expectativa da Fundação é que, não havendo impactos negativos de natureza atuarial e ocorrendo melhora no cenário econômico, o déficit possa ser revertido.

O rateio entre os participantes ativos e os assistidos da parcela do déficit que lhes cabe foi calculado de acordo com a proporção das provisões matemáticas de benefícios a conceder e de benefícios concedidos em 31/12/2015. Nesta data, os benefícios concedidos correspondiam a R$ 7.567.604.253,13 e os benefícios a conceder equivaliam a R$ 4.995.619.661,60, representando 60,24% e 39,76%, respectivamente.

O valor a ser equacionado, de R$ 953,52 milhões, referese ao mínimo estabelecido pela legislação, sendo obtido a partir da diferença entre o Equilíbrio Técnico Ajustado (R$ 2.581.716.691,52) e o Limite de Déficit Técnico Acumulado (R$ 1.628.193.819,35), apurados para 31/12/2015. É importante ressaltar que o Conselho Deliberativo da FAPES optou por não aplicar a faculdade criada pela IN 32, da PREVIC, que permite a utilização de resultados positivos do exercício de 2016 para reduzir o valor do déficit a ser equacionado. Isso se deu em função das variações verificadas nos resultados do PBB ao longo de 2016. Para equacionar o déficit, participantes ativos e assistidos e patrocinadores deverão fazer contribuições extraordinárias pelo prazo de 25 anos, a vigorar de março de 2017 até fevereiro de 2042. João Rodarte, consultor em previdência

HORIZONTE À VISTA

FAPES e BNDES realizam encontros com os participantes para falar do Plano de Equacionamento

Por se tratar de uma situação conjuntural, a contribuição extraordinária para o equacionamento do déficit poderá ser suspensa caso haja a constatação da recuperação do plano de previdência. As apresentações estão disponíveis em vídeo, na área restrita do portal, assim como a Revista Bene-Dito Especial sobre o tema e o acesso a um hotsite exclusivo. Valor Total do Plano de Equacionamento:

R$ 953,52 milhões

Parcela relativa aos patrocinadores:

R$ 476,8 milhões

Parcela relativa aos assistidos (60,24%):

R$ 287,2 milhões

Parcela relativa aos ativos (39,76%):

R$ 189,6 milhões

5


POR DENTRO DO PAS

Dr. Marcelo Frota (à esquerda) recebe o prêmio durante Congresso da Unidas

Plano de Assistência e Saúde mantém ótima avaliação da ANS Pelo quarto ano consecutivo, a FAPES conquistou nota máxima no Índice de Desempenho da Saúde Suplementar – IDSS 2016. Esse índice varia de 0 a 1 e, para ficar entre as empresas com pontuação máxima, é necessário alcançar uma nota entre 0,80 e 1,0. A FAPES ficou com 0,896. Com essa pontuação, que considera os serviços prestados ao longo de 2015, a Fundação se manteve entre as melhores operadoras de planos de saúde do país. A avaliação do IDSS é realizada anualmente pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e leva em conside-

6

ração a atenção à saúde, à situação econômico-financeira, à satisfação dos beneficiários, à estrutura e à operação da empresa, entre outros aspectos.

“A manutenção deste resultado elevado ao longo dos anos é extremamente positiva” Diva Gutierrez


Na opinião da Chefe do Departamento de Assistência, Diva Gutierrez, o bom desempenho é fruto do trabalho em conjunto das unidades que atuam na operação do Plano de Assistência e Saúde. Nesse resultado, a FAPES se destacou nas condições oferecidas para o acesso à rede credenciada e no cumprimento das obrigações técnicas e cadastrais com a ANS. “A sinergia entre os Departamentos de Assistência e de Relacionamento e Atendimento e as demais unidades da FAPES é fundamental para manter a adequada estrutura tecnológica, jurídica, administrativa, contábil e financeira

“A ausência de impactos negativos no IDSS é fruto de uma comunicação clara e da busca pela melhor solução para cada situação apresentada pelo beneficiário” Dr. Marcelo Frota

do plano de saúde”, afirma. Para Diva, os principais avanços realizados em prol dos beneficiários estão relacionados à melhoria da rede credenciada e à diminuição do tempo de resposta aos usuários.

“Embora a FAPES não seja uma operadora aberta ao mercado, que utiliza o indicador como referência para aumentar a carteira de clientes, a manutenção deste resultado elevado ao longo dos anos é extremamente positiva”, analisa.

Premiação A entrega do prêmio pelo desempenho no IDSS 2016 foi realizada em outubro pela União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde (Unidas). O titular da Gerência de Relacionamento do PAS, Dr. Marcelo Frota, representou a FAPES na Cerimônia de premiação, que aconteceu durante o 19º Congresso da Unidas, em Pernambuco. Na ocasião, as 44 operadoras que receberam nota máxima foram homenageadas. Para Frota, a principal estratégia para manter a FAPES entre as melhores do país é priorizar o bom relacionamento com os beneficiários. “As nossas ações de relacionamento com os beneficiários não são feitas visando ao prêmio, mas elas certamente influenciam no resultado do indicador. A ausência de impactos negativos no IDSS é fruto de uma comunicação clara e da busca pela melhor solução para cada situação apresentada pelo beneficiário. Além disso, contamos com a atuação integrada das unidades da Fundação”, finaliza.

7


TOME NOTA

Você conhece os

canais disponíveis para se comunicar com a FAPES? A FAPES mantém diversos canais de comunicação para que participantes e beneficiários possam enviar suas solicitações, dúvidas, reclamações ou sugestões. Em todos os contatos é gerado um número de protocolo, que permite o acompanhamento da solicitação. A Central de Atendimento,, situada na sobreloja do EDSERJ, funciona de segunda a sexta, das 10h às 17h, para atendimento presencial. Nos mesmos horários, o contato também pode ser feito pelo telefone 0800 707 7471. Você também pode enviar uma mensagem por meio do Fale FAPES,, disponível no Portal (fapes.com.br). Essa forma de contato tem a vantagem de estar acessível 24 horas por dia. As comunicações feitas por esse canal são respondidas em até cinco dias úteis. Além disso, a FAPES disponibiliza a Ouvidoria, que deve ser contatada apenas em segunda instância, ou seja, caso o assunto não possa ser resolvido diretamente pela Central de Atendimento. O contato deve ser feito pela área restrita do Portal, no menu Relacionamento (Atendimento> Ouvidoria). Você deve preencher o formulário denominado

Fale com a Ouvidoria, que também pode ser encaminhado via Correios. Ao enviar sua manifestação, será enviada uma confirmação, com número de protocolo e um prazo para resposta. Todas as manifestações são tratadas com confidencialidade e sigilo.

FAPES completa 42 anos No dia 3 de dezembro a FAPES completou 42 anos. Criada pelo BNDES em 1974 e instituída em janeiro de 1975, a Fundação administra o PBB, gerencia o Plano de Assistência e Saúde – PAS e é responsável pelos ambulatórios médicos disponibilizados para os empregados do BNDES e da Fundação. Entidade fechada, com autonomia administrativa e financeira, a FAPES adota um modelo de governança corporati-

8

va baseada em princípios de transparência, conformidade legal e prestação de contas. Localizada no centro do Rio, ao lado da sede do Banco, no edifício Castello Branco, a FAPES também conta com equipes nos Edifícios Ventura (ambulatório médico) e no EDSERJ (Central de Atendimento e ambulatório médico).


Uma semana para

SAÚDE EM FOCO

Fernando Luzio fala sobre a Síndrome da Conectividade Permanente

falar sobre saúde Realizada no fim de outubro, a 1ª Semana da Saúde abordou variados temas, como prevenção de acidentes e uso excessivo de tecnologia digital. Os participantes também puderam conhecer sua pontuação de Risco Cardiovascular, calculada a partir de dados como sexo, idade, peso, altura, pressão arterial, presença de doenças como Hipertensão Arterial e Diabetes, além do resultado de aferição da circunferência abdominal e glicemia capilar. O evento foi organizado pelo Departamento Médico da FAPES e aconteceu em paralelo à 28ª Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho do BNDES.

Cuidados diferentes para cada fase da vida O cirurgião pediátrico Dr. Marco Antônio Daiha e a fisioterapeuta Simone Mazzei compartilharam dicas úteis na palestra “Acidentes domésticos com crianças e idosos – saiba como prevenir”. De acordo com a última pesquisa da Sociedade Brasileira de Pediatria, de 2010, o país contabilizou 11.600 casos de internação por acidentes de crianças com até um ano de idade. Para protegê-las, é importante instalar dispositivos nas tomadas, telas de segurança nas janelas e proteger as quinas dos móveis. Na cozinha, as crianças devem ficar sempre distantes do fogão. Também é importante guardar os produtos químicos de limpeza fora do alcance delas. “Elas são muito curiosas e não têm qualquer noção de perigo“, alerta o Dr. Daiha.

Com os idosos, o principal cuidado é em relação a quedas. Além de fraturas, esses tombos trazem consequências psicológicas, pois a autoestima fica abalada com a restrição de suas atividades. Para evitar acidentes, é necessária a instalação de barras de apoio no banheiro, uso de pisos antiderrapantes, tapetes firmes e corrimãos nas escadas. Além disso, é importante que as áreas de circulação fiquem sempre livres. “O melhor indicativo da saúde do idoso é sua capacidade de realizar as atividades diárias e básicas. Quanto maiores as limitações físicas, menor a qualidade de vida”, acredita Simone Mazzei. O idoso deve fazer exercícios físicos e aeróbicos regularmente, precisa de estímulos e atenção dos familiares e de atendimento médico de qualidade.

Desconecte-se A Síndrome da Conectividade Permanente foi tema da palestra de Fernando Luzio, CEO da Luzio Strategy Group. De acordo com ele, nós vivemos uma era de hiperestimulação digital que minimiza as distâncias, nos dando a sensação de onipresença e de facilitação de encontro de amigos. Ao mesmo tempo, a overdose informacional dificulta a capacidade de selecionar informações, eleva a ansiedade e o estresse e afeta nossa produtividade. “Vivemos uma asfixia comunicacional. Para manter o foco, devemos gerenciar nosso tempo, desligar o celular, promover mais encontros ao vivo e saber contemplar os momentos da vida”, explica Fernando.

9


SAÚDE EM FOCO

Por umVerão mais saudável O sol é a grande atração da temporada e um convite à realização de atividades ao ar livre. Mas não podemos descuidar da saúde. Confira, a seguir, algumas dicas para se proteger e preservar o seu bem-estar.

Beba bastante líquido Especialistas recomendam manter-se sempre hidratado. A água auxilia na regulação da temperatura corporal, contribui para a saúde da pele e ajuda na absorção de nutrientes. Os adultos devem beber aproximadamente dois litros de água por dia, mesmo não sentindo sede. O ideal é ingerir líquidos como sucos, água de coco ou isotônicos a cada duas ou três horas.

Alimente-se de forma consciente Busque uma dieta balanceada. Coma frutas suculentas, como melancia e melão, que ajudam na hidratação e são ricas em água, vitaminas e fibras. Legumes e verduras também são ótimas opções. Quando for à praia ou fizer um passeio ao ar livre, tome cuidado com os alimentos perecíveis vendidos por ambulantes ou comercializados em quiosques. No calor, eles duram menos e a falta de higiene no preparo pode estimular a proliferação de bactérias.

Use filtro solar O período é de alta incidência solar no Brasil e proteger-se contra os raios ultravioleta é fundamental. A exposição excessiva pode acelerar o envelhecimento da pele, causar rugas e contribuir para o surgimento do câncer de pele. Por outro lado, pegar sol ajuda na fixação da Vitamina D, que estimula a absorção de minerais e contribui na prevenção de doenças ósseas. Por isso, faça atividades ao ar livre, mas use protetor solar e evite pegar sol entre 10h e 16h.

Atenção ao vestuário

10

A estação pede roupas leves para todas as ocasiões do dia, inclusive para dormir. Vestimentas mais claras são ideais, pois refletem a luz do sol. As mais escuras, por absorverem o calor, dão uma sensação de abafamento. Não fique com roupas molhadas por muito tempo, pois causam mau cheiro e micose. Por fim, durante o dia, não esqueça dos óculos escuros e do boné.


BOM PASSEIO

Os destinos nacionais mais procurados

no verão

Durante o verão, muitos brasileiros planejam curtir as férias em família ou com amigos. Os destinos com temperaturas altas e praias lideram a preferência dos viajantes nesse período, segundo pesquisa do site especializado em viagens Trip Advisor. No entanto, cidades com clima mais ameno e roteiros históricos também costumam agradar bastante. Maceió, Fortaleza e Natal estão entre os destinos mais procurados no território nacional em virtude das belezas naturais da Região Nordeste. No Sudeste, o Rio de Janeiro atrai pessoas de todo o mundo o ano inteiro. E quem quiser fugir das praias da capital pode optar pela Região dos Lagos e conhecer as belezas de Búzios. O município de Gramado, localizado na Serra Gaúcha, é outro destino doméstico bastante procurado durante as férias de verão. A cidade possui um clima agradável e pontos turísticos para todas as idades. A região é uma boa alternativa para quem quer descansar, curtir um clima romântico e fugir da agitação.

Saiba o que fazer em cada destino Maceió A cidade tem uma das orlas mais bonitas do Nordeste e chama a atenção pelo mar azul. O passeio de jangada até as piscinas naturais da Pajuçara é imperdível. Outra dica é conhecer as praias do Francês e do Gunga. Também vale a

pena visitar a região de São Miguel dos Milagres, a pouco mais de uma hora de distância. Fortaleza A capital do Ceará tem uma vida noturna intensa, além de praias, dunas e falésias. As praias do Futuro e de Iracema, o parque aquático Beach Park e o Theatro José de Alencar estão entre as atrações mais famosas. Natal Quem vai a Natal deve fazer o passeio de buggy pelas dunas de Genipabu e aproveitar as águas mornas da região. Em Ponta Negra, concentram-se bons hotéis e restaurantes. Também é recomendado conhecer o litoral sul do Rio Grande do Norte, onde está localizada a badalada praia da Pipa. Búzios As praias de Geribá, João Fernandes, Tartaruga, Ferradura e dos Amores são algumas das mais famosas de Búzios. A cidade possui boa estrutura de hotéis, pousadas e restaurantes. À noite, o visitante pode conhecer os bares da Rua das Pedras, a Orla Bardot e o Porto da Barra. Gramado Arquitetura charmosa, culinária e belas paisagens não faltam na Serra Gaúcha, a 120km de Porto Alegre. Os principais pontos turísticos de Gramado são a Aldeia do Papai Noel, o Mini Mundo, o Lago Negro e as diversas fábricas de chocolate.

11


SE NÃO TEM ÁGUA PARADA, O MOSQUITO PARA DE NASCER. Não deixe água parada em pneus.

Coloque larvicida nos vasos com água.

Guarde os baldes virados para baixo.

Tampe a caixa d’água.

Troque regularmente a água dos vasos.

Mantenha as calhas e ralos sempre limpos.

DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA. A FAPES ESTÁ COM VOCÊ NA PREVENÇÃO E NO COMBATE. Saiba como evitar a propagação do Aedes Aegypti e como se proteger da picada do mosquito no portal www.fapes.com.br.

Bene dito janeiro 2017 corrigido virtual  

Revista Bene-Dito No. 68 corrigida

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you