Page 1

Revista bimestral da Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar condicionado, Aquecimento e Ventilação – Setembro/Outubro 2013 | Ano I

ENSINO Curitiba recebe faculdade voltada para HVAC-R

OBRA DESTAQUE

Parmíssimo inaugura sistema frigorífico de última geração

nº 6

FEBRAVA 2013: Recorde de público e expectativas superadas


Editorial

Expediente

Feira que mostra a exuberância do setor

SEDE RS Rua Arabutan, 324 Navegantes, Porto Alegre/RS CEP 90240 – 470 fone/fax (51) 3342–2964 3342–9467/ 9151–4103 Email: asbrav@asbrav.org.br Site: www.asbrav.org.br ESCRITÓRIO REGIONAL DE SANTA CATARINA Email: asbravsc@asbrav.org.br ESCRITÓRIO REGIONAL DO PARANÁ Email: asbravpr@asbrav.org.br DIRETORIA EXECUTIVA Presidente: Luiz Afonso Dias 1˚ Vice-Presidente: Hani Lori Kleber 2˚ Vice-Presidente: João Henrique Schmidt dos Santos 3˚ Vice-Presidente: Mário Alexandre M. Ferreira Secretária: Claudete Weiss Tesoureiro: Rodrigo da Silva Miranda Diretor Adm. Financeiro: Hani Lori Kleber Dir. de Com. e Marketing: Cesar De Santi Diretor de Ensino e Treinamento: Paulo Otto Beyer Diretor da Qualidade: Luiz Alberto Hansen Diretor de Gestão Empresarial: Madeleine Schein Diretor de Relações Institucionais: Eduardo Hugo Müller Diretor Técnico: Ricardo Vaz Diretor de Patrimônio: Adão Webber Lumertz Diretora Social: Marcela Marzullo Schneider Diretor de Integração Regional: Carlos Lima Diretor Grupo Setorial Refrigeração: Telmo Antonio de Brito Diretor Grupo Setorial Ar-Condicionado: Carlos Rodrigues Diretor Escritório Regional de Santa Catarina: Arivan Sampaio Zanluca Diretor Associativo Escritório Regional de Santa Catarina: Daniel Trompowsky Avila Dir. Escritório Regional do Paraná: Alexandre Fernandes Santos Diretor de Representação Local São Paulo: Luiz Carlos Petry CONSELHO DELIBERATIVO Presidente: Gilmar Luiz Pacheco Roth Conselheiros Titulares: Márcio José Pereira Hoffchneider, Marcos Kologeski, Maricilvio Caetano Stedile, Ricardo Albert, Rodolfo Rogerio Testoni, Rodrigo Veloso da Costa Teixeira, Saulo Fraga dos Reis, Vanderson Aloise Scheibler Conselheiros Suplentes: André Helfensteller, Flávio Ribeiro Teixeira e Maurício Barbosa de Carvalho COMITÊ SETORIAL ASBRAV NO PGQP Presidente: Luiz Alberto Hansen Coordenação de Capacitação: Roberta Vieira Coordenação de Avaliação: André Helfensteller Coordenação Geral: Bruna Lazzarotto Coordenação de Marketing: Cristiane Martins Paim Secretária Executiva: Cristiane Martins Paim

Uffizi Consultoria em Comunicação

R

Conselho Editorial Revista ASBRAV Anderson Rodrigues, Cristiane Martins Paim, Cesar De Santi, Gilmar Roth, Guilherme Chiarelli Gonçalves, João Carlos Antoniolli, João Henrique Schmidt dos Santos, Luiz Carlos Petry, Luiz Fernando Ruschel, Mário Alexandre Ferreira, Paulo Otto Beyer, Ricardo Vaz e Wolney Prado

a edição da Febrava deste ano pudemos verificar toda a pujança do setor HVAC-R, pela participação dos maiores fabricantes de equipamentos, que mostraram suas novidades ao mercado, bem como de outras empresas que fornecem partes e acessórios, tanto para equipamentos quanto para instalação e conservação de sistemas de refrigeração e conforto. É possível afirmar que esta foi a feira com o melhor desempenho de participação dos profissionais do setor. O evento contou também com a 13º edição do Congresso Brasileiro de Refrigeração, Ar-Condicionado, Ventilação, Aquecimento e Tratamento do Ar (CONBRAVA), que abordou os Sistemas HVAC-R e o caminho para a sustentabilidade. Temas técnicos e comerciais de relevância para o conhecimento e a qualificação do setor também estiveram entre as pautas do congresso. O XIII Encontro Nacional de Empresas Projetistas e Consultores, organizado pelo Departamento Nacional de Projetistas e Consultores (DNPC), também foi importante e marcado pelo tema Projeto Integrado: o impacto da implantação da tecnologia BIM nas empresas. As empresas e os profissionais que constituem o setor estão em constante preocupação com as oscilações do mercado. As perspectivas apontam crescimento pequeno, conforme os índices apresentados, mas também notamos que o setor de serviços tem contribuído de forma significativa, comparado a outros setores da economia na formação do PIB. A exuberância mostrada na FEBRAVA também indica tendências positivas, com milhares de participantes. Nossa participação no evento foi com o intuito de verificar as tendências de mercado, realizar contatos com empresas e profissionais que lá participaram, bem como trazer informações e conhecimentos do setor. A ASBRAV também promoveu e buscou parceiros para o Congresso Mercofrio 2014, que será realizado em Porto Alegre, em agosto de 2014. As empresas estão cientes da necessidade de apoiar encontros que propiciem a disseminação de conhecimentos. Estamos atravessando momentos de extrema dificuldade em alavancar os negócios por falta de mão de obra qualificada. Precisamos investir no conhecimento e, de forma mais democrática, acessar e estimular a todos, inclusive e principalmente os técnicos de campo, os quais portam a marca da empresa diante do cliente. Para finalizar agradecemos a todos associados, parceiros e colaboradores que apoiam e acreditam no trabalho associativo.

ISTA EV

V

1ANO ASBR

A

Diretor Executivo: Almir Freitas (MTb/RS 5.412) Edição: Grazielle Araujo Redatora: Mariana Lubke Editoração: Daniela Pinheiro Revisão: Luana Aquino Rua Vicente da Fontoura - 2199/302 – Porto Alegre- CEP 90640 003 – Tel +55 51 3330.6636 Comercial: Isabel Ruschel - isabel.ruschel@uffizi.com.br +55 51 3414.4943 – +55 51 8180.3300 Os artigos aqui reproduzidos são de responsabilidade de seus autores, e não refletem necessariamente a opinião da ASBRAV e da Uffizi Consultoria em Comunicação.

Luiz Afonso Dias Presidente da ASBRAV

MISSÃO: Congregar, representar e apoiar os associados, proporcionando o desenvolvimento técnico e de gestão, atuando de forma proativa, ética e moral. VISÃO: Ser reconhecida pela sociedade como entidade referência dos setores que representa.


Sumário PERFIL Washington Olivetto, um dos maiores publicitários brasileiros, conta sobre os desafios de trabalhar marketing para o varejo e também da importância da comunicação bem planejada para o sucesso de uma marca.

17 18

ARTIGO CONVIDADO O médico psiquiatra Rogério Lessa fala sobre como manter a saúde no trabalho e como ele pode ser promotor de bem-estar.

ENSINO

19

OBRA DESTAQUE Parmíssimo possui novo parque fabril com sistema frigorífico de última geração.

MERCADO Sindratar-SP vai realizar seminário voltado para a gestão sustentável no setor hoteleiro.

GESTÃO DE PESSOAS Susana Hoff, consultora de RH, sugere nove dicas para uma contratação mais assertiva.

Curitiba será sede da Faculdade Profissional, voltada exclusivamente para o mercado de refrigeração e climatização.

NOTAS E LANÇAMENTOS Noite do Clima será realizada no dia 29 de novembro. Evento é um acontecimento especial de confraternização do setor.

GESTÃO SOCIAL Asilo Amparo à Velhice Família Gustavo Nordlund, fundado em 1976, abriga hoje 92 idosos.

PERFIL EMPRESARIAL Há 13 anos no mercado, Telco oferece soluções climáticas para indústrias, comércio e residências. Garantia e bom atendimento são premissas da marca.

13

MATÉRIA DE CAPA 18ª edição da FEBRAVA reuniu 380 expositores e mais de 650 marcas nacionais e internacionais. Projeção é de movimento de mais de R$ 350 milhões em negócios para os próximos anos. Evento aconteceu entre os dias 17 e 20 de setembro, em São Paulo.

20 22 25 26

DICAS DE ARQUITETURA Arquiteta Tania Bertolucci e equipe investem em iluminação e climatização para conforto de apartamento.

ARTIGO TÉCNICO Sistema de ar-condicionado em plataformas e navios petrolíferos, pelo Engenheiro Alessandro da Silva.

EVENTO ASBRAV promove, em dezembro, curso “Instalação de Split”.

ASSOCIADOS Confira a lista.


Fotos: Fabiano Freitas

Perfil

Um somatório de informações, um talento natural e um forte intuitivo. Essa é a definição de boas ideias feita por Washington Olivetto, publicitário brasileiro responsável por algumas das campanhas mais marcantes da propaganda nacional, chairman e COO da agência WMcCann. Olivetto esteve em Porto Alegre participando do evento Brasil Shop – Congresso Internacional do Varejo. Ele falou sobre “O presente e o futuro do marketing de varejo” e, logo após, conversou com a reportagem da Revista ASBRAV sobre o tema e também sobre o cenário da propaganda.

O varejo precisa a a surpreender o cl Washington Olivetto - Para o consumidor tudo que aparece de comunicação disputa a atenção, o carinho e o afeto dele. Ou gosta ou não gosta. Ele não fica dividindo quem vende mais preço ou é mais institucional, por isso tem que ter brilho. Para o pessoal do varejo se dar bem, tem que ser brilhante, como em qualquer campanha institucional ou de produto. Normalmente o brilhante é simples. E quanto mais simples, melhor.

Olivetto - O varejo muitas vezes te fornece uma coisa fascinante que é a necessidade de velocidade. Tem que olhar a vida e transformá-la em publicidade. É muito importante a criação de uma identidade para a empresa, algo que identifique a loja. Hoje, tudo concorre com absolutamente tudo. Fazer e ter grandes ideias está cada vez mais difícil. Com o mundo digital, todo mundo acordou comunicador. É preciso pensar no que comunicar e depois saber julgar, antes de botar no ar. Precisamos surpreender, pensar pelo inverso. Comunicação é sedução.

Revista ASBRAV - Quais os desafios de fazer propaganda para o varejo?

Revista ASBRAV - A falta de objetividade é um dos problemas na publicidade?

Revista ASBRAV - Como trabalhar a publicidade para o varejo?

6

Olivetto - Sem dúvida nenhuma, porque a primeira busca da publicidade é o entendimento imediato. E quando você não é objetivo, você não consegue esse entendimento. Revista ASBRAV - Como agregar os diferentes meios de comunicação? Qual a estratégia para utilizá-los? Olivetto - Uma das poucas certezas do nosso negócio é que os diferentes meios − aqueles tidos como tradicionais e novos e que já não são tão novos assim − é que todos vão se interligar. Então a grande questão é como você gera ideias suficientemente fortes para estarem presentes com grande personalidade em todas as mídias.


Empresários prestigiam palestra do consagrado publicitário Washington Olivetto

aprender liente Revista ASBRAV - Como você vê a importância da integração da comunicação? Olivetto - O sucesso da comunicação é justamente conseguir essa integração. Mas vai depender de uma ideia central muito poderosa, que tenha característica de se manifestar fortemente em qualquer tipo de veículo, qualquer tipo de proposta de mídia ou atividade. Revista ASBRAV- Quais os benefícios e malefícios de associar uma personalidade a uma marca? Olivetto - O interessante é usar uma personalidade que tenha intimidade e pertinência total com o produto anunciado. É uma saída bastante fácil usar a

personalidade única e exclusivamente para chamar atenção, na tentativa de ter uma espécie de seguro de que todo mundo vai notar aquilo. Mas quando existe pertinência e identificação com o produto é muito melhor. Revista ASBRAV- Uma ideia nova é o que mais importa? Olivetto - Precisamos imaginar que o negócio comunicação é a criação do novo e a recriação do que já existe. Mas para isso tem que ser brilhante e bem feito. E, principalmente, ter um conteúdo muito forte. A forma é a maneira de você expressar o conteúdo. É possível fazer diferente com o mesmo.

É preciso pensar no que comunicar e depois saber julgar, antes de botar no ar. Precisamos surpreender, pensar pelo inverso. Comunicação é sedução.

Revista ASBRAV- Como fazer a comunicação se tornar cada vez melhor? Olivetto - Como é feita por gente, quanto melhores forem os profissionais que estão criando e aprovando, a comunicação será mais assertiva, tanto sob o ponto de vista criativo quanto o ponto de vista ético, que também é muito importante. Revista ASBRAV- O que você mais gosta e o que lhe incomoda na profissão? Olivetto - O que mais gosto é fazer coisas que atinjam uma função mais nobre, que é a de entrar para a cultura popular do nosso país. O deslumbramento que alguns publicitários têm com eles próprios é o que eu menos gosto.

7


Foto: Stock.xchng

Artigo Convidado

Afinal, trabalhar faz bem ou faz mal à saúde? Rogério Lessa Horta (*)

S

ão frequentes as referências à possibilidade do trabalho representar riscos à saúde e são clássicas as referências ao trabalho como promotor de bem-estar. Talvez não exista uma contradição essencial entre as ideias, mas divergências entre indicadores escolhidos ou uma questão de dosimetria, que é a medida do quanto cada coisa acontece. Claro que há riscos eventualmente inerentes às condições de trabalho. Ambientes expostos à radiação solar, à fumaça, a ruídos, a solventes ou a bactérias, entre outros, exigem proteções específicas. Falo, porém, do trabalho em geral, com ressalvas às garantias relativas a essas condições peculiares. A sobrecarga, também referida como o estresse, usualmente relacionada às condições de mal-estar e à satisfação pessoal com o que se faz, que costuma indicar o contrário, são as principais âncoras da velha dicotomia entre o bem e o mal associados ao trabalho. Sobrecarga e satisfação assumem diferentes representações neste universo. As jornadas de trabalho, por exemplo, são facilmente lembradas como fonte de sobrecarga e é preciso reconhecer que, particularmente no Brasil, elas vêm sendo ampliadas, já que os deslocamentos têm sido cada vez mais difíceis e isso aumenta significativamente o tempo total envolvido com a atividade profissional, sem aumentar desempenho. O transporte tem se incorporado às inúmeras fontes de ameaça, preocupação e sofrimento de qualquer categoria, sem exceção, infelizmente!

8

Dicotomia entre bem e mal não é novidade para seres humanos. Há cerca de um século, Freud enunciou dois princípios da vida emocional, que chamou de pulsões de vida e de morte. Os neurocientistas contemporâneos preferem chamar de mecanismos da recompensa e do medo. O que importa é que o cérebro humano opera a partir de uma espécie de código binário, como o claro e o escuro dos códigos de barras, onde a primeira distinção que fazemos é buscar identificar se qualquer experiência, estímulo ou vivência nos fará bem ou mal. Esses mecanismos são, obviamente, concorrentes, um inibindo a atividade do outro. Dificilmente se terá uma boa relação sexual em meio à discussão de um problema sério e vice-versa. Os níveis mais funcionais de percepção de ameaças nos impõem cuidados ou preocupações vitais e desprovidas de sofrimento. Quem não tiver medo de ser

atropelado, não olhará para os lados antes de atravessar a rua! Ter medo pode ser funcional e mobilizar para ações de cuidado, vigilância, concentração, raciocínio lógico e prontidão para a ação. Um estado permanente de prontidão, como frequentemente executivos e profissionais liberais assumem, levando o trabalho para casa e permitindo que o trabalho invada todas as esferas e todos os círculos de relação em suas vidas, é demasiado desgastante e pode levar à produção desordenada de estímulos, com manifestações típicas dos quadros de ansiedade, ou até pânico, facilmente reconhecíveis. Um estado permanente de prazer deixaria o ser humano, inequivocamente, desprotegido e descuidado, portanto, vulnerável. Alguns diriam que a pessoa está abobada! O relaxamento induzido pelo prazer, no entanto, é vital, pois gera condições de reciclagem, limpeza dos tecidos e regeneração dos processos celulares. Eis aí a tarefa da dosimetria, ou seja, de doses que permitam ter um pouco de cada condição! A saúde no trabalho depende dele ser satisfatório, mas não ser nossa única fonte de interesse e atividade mental e, mais que isso, depende de não haver só trabalho o tempo todo em nossas vidas!

Médico Psiquiatra e Psicoterapeuta, Doutor em Psicologia, Professor do Pós-Graduação em Saúde Coletiva da UNISINOS


Faculdade em Curitiba formará profissionais para setor de HVAC-R

P

ara contribuir com a qualificação do setor HVAC-R, em 2014, a Escola Técnica Profissional dará um passo ousado com o lançamento da Faculdade Profissional (FAPRO), totalmente voltada para o mercado de refrigeração e climatização. A iniciativa visa dar continuidade à especialização dos alunos. A instituição, com sede em Curitiba (PR), se dedica há 15 anos na formação

de pessoas por meio de cursos técnicos e profissionalizantes na área HVAC-R, um dos segmentos mais promissores para contratação de trabalhadores. A FAPRO terá início em março com o curso superior em Tecnologia Eletrotécnica, e contará também em 2014 com especialização (pós-graduação) em Engenharia de Climatização, com aulas em finais de semanas

variados. Além da parte de ensino, a FAPRO prestará serviços na área consultiva, utilizando seu quadro de professores para fomentar conhecimento e pesquisa para a sociedade. “Ao longo desses anos, já formamos mais de 1,2 mil pessoas, as quais poderão seguir a sua formação em um curso de três anos de duração”, diz Alexandre Santos, diretor da Escola. Atualmente, a instituição possui uma estrutura apropriada para o aprendizado dos alunos, que comporta laboratórios (TA-TA SCOPE; Danfoss; Elétrica) e auditório para 100 pessoas. A metodologia de ensino acontece por meio de aulas práticas e multimídia. A escola oferece kits de elétrica e mecânica e apostilas, que complementam e facilitam o entendimento dos conteúdos abordados, além de disponibilizar biblioteca online para consulta de livros. Os professores são proprietários de instaladoras de ar-condicionado e engenheiros de aplicação de empresas de grande porte de refrigeração. São parceiros da Escola as empresas Powermatic, MPU, LG, Armacell, Trane, Carrier, Midea, Hitachi, Danfoss, e diversas outras marcas reconhecidas no segmento de ar-condicionado e refrigeração. Mais informações no site www.escolaprofissional.com.br, ou pelo fone (41) 3332-7025.

9


Notas e Lançamentos Noite do Clima será em novembro A Noite do Clima 2013 acontecerá no dia 29 de novembro no Lunar Gastronomia, em Porto Alegre, em um ambiente exclusivo, com coquetel e jantar, música ao vivo e um show especial. O evento é um acontecimento especial de confraternização que reúne profissionais e empresas de HVAC-R.

Fim da bitributação no Simples A Assembleia Legislativa do RS derrubou a cobrança da Diferença de Alíquota (Difa) para as empresas varejistas do Simples, em votação realizada no dia 10 de setembro. O Movimento Chega de Mordida!, liderado pela AGV, CDL Porto Alegre, Movimento Lojista e Federasul, mobilizou centenas de empresários, comerciantes e funcionários do comércio que lotaram as galerias da Assembleia Legislativa, além das dependências do Teatro Dante Barone.O Projeto de Decreto Legislativo estabelece a suspensão da bitributação de mercadorias vindas de outros Estados.

Os patrocinadores desse ano são Acústika Sul, AirShop, Airside, Armacell, Belimo, BerlinerLuft, ECCOsystems, Escola Técnica Profissional, Globus, Hitachi, Johnson Controls, Kleber, Klift, Komeco, LG, Mercato, Midea Carrier, Polipex, São Carlos, Serraff, Soclam, SPM, TA Hydronics, Testoni, Tosi, Trane, Trox, VRF, Ybemac.

MERCOFRIO será em agosto de 2014 A ASBRAV promove o MERCOFRIO 2014 - 9º Congresso Internacional de Ar Condicionado, Refrigeração, Aquecimento e Ventilação – que será realizado entre os dias 25 e 27 de agosto de 2014, no centro de eventos da FIERGS. O congresso tem a tradição de trazer trabalhos de alta notoriedade, relevância técnica e utilidade mercadológica. Com um público variado, formado por professores, engenheiros, arquitetos, projetistas, consultores técnicos e acadêmicos o congresso dispõe ainda

de um espaço para que os patrocinadores possam interagir com o público participante do evento. Essa troca de experiência com o público formador de opinião proporciona debates qualificados que levam a mais ideias e mais desenvolvimento para o setor. Para essa próxima edição programada para agosto de 2014 estão sendo selecionados palestrantes de destaque do setor.

Danfoss lança compressor A Danfoss Turbocor Compressors anuncia o lançamento do novo modelo do TT350 para aplicações em 380 Volts em 50Hz e 60Hz. Similares aos outros compressores da série TT, os modelos TT350 380 Volts em 50Hz e 60Hz são compressores centrífugos de mancais magnéticos sem óleo e com velocidade variável. Os novos

compressores oferecem uma excelente eficiência energética em carga total e parcial, além de utilizar o fluido refrigerante HFC-134a. Todos os compressores da série TT apresentam um tamanho reduzido, baixos peso, vibração e nível de ruído, controles inteligentes e soft starter com características de partida suave.

Representante exclusiva no Rio Grande do Sul das marcas

Rua Barão do Amazonas, 1065 - Petrópolis - Porto Alegre - RS. CEP 90670-001 | (51) 3354-6797


Gestão Social

Solidariedade para qualquer idade Asilo Amparo à Velhice Família Gustavo Nordlund acolhe 92 idosos

O

casal de missionários suecos Gustavo Nordlund e Elizabeth Nordlund, que chegou ao Brasil há mais de 100 anos, não imaginava o bem que fariam para centenas de idosos. Como abrigo, inicialmente, voltado para receber pastores de idade avançada, impossibilitados de exercer a sua função, o Asilo Amparo à Velhice Família Gustavo Nordlund, pertencente hoje à Assembleia de Deus e localizado na Rua 19 de Fevereiro, 426, bairro Rubem Berta, já possuía o mesmo ideal desde o início do século passado: oferecer serviços de qualidade a idosos em situação de vulnerabilidade social, sem distinção de raça, cor, sexo, condição social ou credo religioso. Após mudanças e reformas, a instituição foi inaugurada oficialmente em 16 de setembro de 1976, sob direção do Padre Alci S. Jacob e hoje tem como presidente o Padre Ubiratan B. Jacob. “Acolhemos idosos em diversas situações, desde moradores de rua até aqueles em que a família não tem condições de cuidar, e damos um tratamento igual para todos”, declara a administradora do asilo, enfermeira Silvana Zalewski Cavalcanti. Para proporcionar aos 92 idosos uma moradia digna, com alimentação, higiene e saú-

de adequadas, o asilo conta com o apoio de 42 funcionários, entre eles enfermeiros, cuidadores e pessoas que atuam na manutenção do ambiente, na cozinha e na limpeza. Além disso, a instituição oferece atividades para melhorar a coordenação motora e desenvolver a alfabetização dos moradores, realizadas por fisioterapeutas e por uma professora. Para entretenimento, jogos de tabuleiro, cartas e as atitudes mais simples, como receber visita de voluntários, fazem a alegria dos moradores do asilo. Um almoço ou um lanche diferente, cantar canções junto com os visitantes, ganhar presentes, como sabonetes, talco, perfume e escova de dente são algumas das maneiras que garantem um sorriso no rosto dos velhinhos.

Foto: Silvana Cavalcanti

11


Perfil empresarial Fotos: Galileu Oldenburg

Tradição e qualidade são pilares da Telco Empresa oferece soluções climáticas para indústrias, comércio e residências

G

12

arantir aos clientes produtos de qualidade e serviço adequado é o principal objetivo da Telco Equipamentos de Refrigeração e Ar Condicionado. A empresa opera na venda, na orientação técnica e no dimensionamento de equipamentos de refrigeração comercial e industrial no Rio Grande do Sul desde agosto de 1990. A ideia de criar a Telco surgiu quando a Bitzer Compressores Ltda fechou seus escritórios regionais e seu então gerente da filial, Telmo Brito, passou a ser o representante no Estado. Hoje, a Telco atua exclusivamente com cinco grandes empresas nacionais, tradicionais no segmento da refrigeração: Bitzer Compressores Ltda, Indústria de Evaporadores Refrio Ltda, Evacon Equipamentos Industriais Ltda, Every Control Solutions Ltda, Brasiterm Controle e Automação Ltda, além de comercializar e instalar condicionadores de ar de grandes marcas, como LG, Midea, Komeco, Samsung e Carrier.

No segmento do ar-condicionado, conta com uma equipe de profissionais preparados e certificados, coordenada por um engenheiro civil, para atuar em vendas de aparelhos do tipo Split, Hi Wall, Cassete e Piso/Teto, com

capacidades de 7.000 a 60.000 BTUs/h. Entre as características de seus produtos, estão aquelas mais procuradas no mercado: aparelhos silenciosos, com baixo consumo de energia e alta eficiência. A empresa oferece instalações e assistência técnica (manutenção preventiva e corretiva) tanto para indústrias e comércio quanto para residências.

Assegurar a garantia e a boa instalação do produto faz com que a Telco possua ainda mais diferencial no mercado. “Muitos acreditam que a instalação de ar-condicionado é algo simples de fazer, mas é necessário haver cuidado, pois a responsabilidade que se tem é bem alta. Um ar-condicionado indevidamente instalado e com materiais de baixa qualidade, por exemplo, pode cair do alto de um prédio e causar um prejuízo muito grande. Uma instalação mal feita e sem a prática adequada pode fazer com que o split não funcione corretamente”, explica Telmo Brito. De acordo com o empresário, vários são os problemas que podem ocorrer quando o técnico não é experiente e não utiliza os devidos materiais e equipamentos. O dirigente garante que as características e a tradição de sua empresa no mercado contribuem para que ela se venda. “O próprio cliente nos conhece, pelo ‘boca a boca’ e pelas indicações, pois somos uma empresa idônea, séria e responsável”, acrescenta. A Telco está localizada na Rua Barão do Amazonas, nº 1.065, no Bairro Petrópolis, em Porto Alegre/RS.


Matéria de Capa Fotos: Mário Águas

FEBRAVA esbanja otimismo

O

otimismo dos empresários do segmento HVAC-R com os resultados projetados para os próximos anos pela 18º FEBRAVA (Feira Internacional de Refrigeração, Ar-Condicionado, Ventilação, Aquecimento e Tratamento do Ar) se justifica a partir do cenário de consumo brasileiro. O aumento do poder de compra dos brasileiros, associado ao fato de que apenas 13% das 57 milhões de residências brasileiras possuem ar-condicionado e a crescente consciência sobre produtos ecologicamente corretos, garante um crescimento no volume vendas. A FEBRAVA, que aconteceu entre os dias 17 e 20 de setembro, no Centro de

O mercado brasileiro sinaliza um crescimento no volume de vendas das indústrias do setor HVAC-R, pois apenas 13% das residências do país possuem ar-condicionado. Junto a isso, está o novo comportamento do consumidor que busca adquirir produtos com alta eficiência energética e respeito ao meio ambiente. O resultado é uma projeção de R$ 350 milhões em negócios nos próximos anos.

Exposições Imigrantes, em São Paulo, reuniu mais de 650 marcas nacionais e internacionais, 380 expositores e o recorde de 30 mil pessoas entre visitantes e compradores. Promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, a feira terminou com a expectativa de que os contatos movimentem R$ 350 milhões em negócios nos próximos anos, conforme comenta o presidente da Comissão Organizadora do evento, Nelson Baptista. “Esta é a maior FEBRAVA que realizamos até hoje, com 38 mil metros quadrados de área total. Além de termos conseguido atingir as metas traçadas há dois anos, tivemos um público mais qualificado e com potencial de compras.

A maioria dos estandes esteve cheio durante os quatro dias”, afirmou. A mostra também superou as expectativas dos expositores de primeira viagem, como é o caso do gestor comercial nacional da Panasonic, Adalberto Toyoama. “Fechamos aqui a venda de mais de mil splits. Acreditamos ainda que os novos negócios engatilhados na feira devem representar 60% do faturamento de 2014 na linha split”, antecipou. Estimativas dos técnicos da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar-condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA) apontam que os resultados projetados deverão responder por um aumento de 8% nos lucros neste ano.

13


Matéria de Capa A modernização de fábricas e espaços comerciais e a expansão nas obras de infraestrutura para receber a Copa do Mundo e as Olimpíadas também são fatores que impulsionam o setor. “A FEBRAVA, realizada a cada dois anos, tem registrado crescimento constante em número de expositores e visitantes, mostrando-se imune a crises econômicas e atestando que o mercado de HVAC-R no Brasil é um dos mais aquecidos,” afirmou Alexandre Telles, diretor da Feira. Para o presidente do Sindicato da Indústria de Refrigeração, Aquecimento e Tratamento de Ar no Estado de São Paulo (SINDRATAR-SP), José Medela, outros são os aspectos que confirmam o cenário promissor. “A crescente consciência sobre produtos ecologicamente corretos, o aumento da utilização de ar-condicionado por pequenas e médias empresas, além da substituição de equipamentos em regiões desenvolvidas, são pontos animadores”, disse. SUSTENTABILIDADE A presidente do Instituto Humanitare, Sheila Pimentel, que atua em questões como a proteção ao meio ambiente, o desenvolvimento sustentável e a solidariedade internacional, já havia adiantado na edição anterior da Revista ASBRAV: quando se pensa em crescimento sustentável, é necessário haver uma mudança de hábitos. “Não faz sentido possuir uma estrutura e um modelo de negócio moderno e, ao mesmo tempo, destruir a vida das pessoas”, contou. As novidades voltadas à sustentabilidade marcaram os lançamentos desta edição da FEBRAVA, em especial aqueles multifuncionais, de alta eficiência energética e de baixo impacto ambiental. Mostrando uma adequada adaptação à nova realidade de consumo do brasileiro, grandes empresas do

setor HVAC-R têm mostrado, a cada edição da Feira, que estão cada vez mais comprometidas com o desenvolvimento de produtos sustentáveis. O uso de materiais naturais, novas fontes de energias, engenharia qualificada, agricultura sustentável e o uso correto da água como meio de transferência de calor para inovar em seus produtos. Entre os destaques, esteve a parceria da Toyota Tsusho, Yanmar South America e Daikin McQuay, que lançaram a linha de sistema de ar-condicionado a gás natural, ideal para uso em centros comerciais, escritórios, escolas, hospitais, hotéis, restaurantes, entre outros ambientes. O sistema GHP (Gas Heat Pump) possui modelos com potências que vão de 45Kw a 85Kw. O equipamento é composto por condensador (instalação externa), acionado por motor a combustão e, na parte interna, permite a instalação de até 48 unidades evaporadoras (saídas de ar frio ou quente). Sua aplicação é simples, pois estas unidades evaporadoras podem ser fixadas no teto, parede, embutidas no forro ou até mesmo na área interna no teto. O sistema GHP ainda tem a opção de fornecer água quente para ser utilizada no aquecimento de chuveiros, torneiras, piscina, entre outros. A água quente é gerada através de um trocador de calor interno que aproveita a energia provocada pela combustão e aquece a água que circula pelo sistema chegando até 70°C. Ela é direcionada para outros acumuladores que trocam o calor com a água a ser utilizada. A proteção da camada de ozônio e qualidade dos fluidos foram as temáticas centrais da DuPont, com o lançamento do novo produto refrigerante ISCEON® MO99 (R-438A). Ele chega ao mercado na qualidade de melhor substituto disponível para o HCFC-22 ou R-22. Seu GWP é 42% menor em relação ao 404A, por exemplo. Inofensivo à camada de ozônio e com

características muito próximas a este último, o ISCEON® MO99 atende às determinações do Protocolo de Montreal, que pede que as tecnologias tenham potencial nulo de degradação. A Full Gauge Controls apostou em uma nova geração de controladores, com o lançamento da linha Evolution. Disponível inicialmente nos modelos TC-900 E power (congelados), MT-512 E 2HP (resfriados), MT-622 E (temperatura), MT-530 E super (umidade e temperatura) e PhaseLOG E plus (energia), a linha é fruto de muita pesquisa de mercado, de busca pelas melhores matérias primas e de muito investimento em desenvolvimento. Conforme o diretor da marca, Antônio Gobbi, a linha irá revolucionar a maneira de fazer o controle de instalações em sistemas de refrigeração, aquecimento, climatização e aquecimento solar, unindo tecnologia de ponta e design. “Tamanha é a robustez da linha Evolution que ultrapassamos os exigentes ensaios já feitos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) para a classe de equipamentos industriais. Alcançamos o nível de rigorosidade exigido para a classe de equipamentos eletromédicos, mesmo não sendo exigido para o nosso segmento”, contou o dirigente. A nova geração dos instrumentos da empresa conta com vedação frontal totalmente hermética (IP65), que foi demonstrada durante a feira em um painel expositor. Soluções inovadoras e sustentáveis de isolação térmica e acústicas também foram inauguradas pela ISOVER na FEBRAVA. A marca realizou uma demonstração da evolução dos dutos da linha Climaver, o Climaver Acustic e o Climaver Plus, que são compostos por painéis rígidos de lã de vidro de alta densidade aglomerados por resinas sintéticas. Os dutos Climaver são revestidos, em sua face externa, com composto FSK


Matéria de Capa (FoilScrim Kraft), que atua como barreira de vapor. Para o revestimento interno, existem duas opções: o Climaver Acustic é revestido por tecido de vidro preto, e o Climaver Plus possui revestimento aluminizado. Ambos os dutos proporcionam segurança, leveza e mais agilidade à obra, já que são práticos e de fácil montagem e instalação. Comemorando 100 anos de atuação no mercado, a Trane também esteve na FEBRAVA com suas soluções de última geração. Entre as novidades, apresentou a Rooftop IntelliPak I, que possui capacidade de 20 toneladas a 130 toneladas de refrigeração e é ideal para data centers e centros de distribuição. Entre as qualidades do equipamento, está a otimização do consumo de energia, proporcionando o máximo valor para os clientes. O ventilador “Plenum fan”, com acoplamento direto, proporciona melhorias de eficiência estática da ordem de 15% a 20% frente às tradicionais tecnologias de ventilação. Quando associado a componentes de sistemas de refrigeração de maior eficiência e estratégias de controle de sistemas, a redução no consumo de energia nos edifícios pode ser de até 22%. As relações de eficiência energética a plena carga (EER) variam de 10 a 14.2, com taxa de eficiência energética integrada em carga parcial (IEERS), podendo exceder os requisitos mínimos da indústria entre 20% a 50%. EVENTOS PARALELOS Ao longo dos quatro dias de FEBRAVA, diversos eventos despertaram o interesse do público. O projeto “Ilhas Temáticas” apresentou a evolução em produtos e equipamentos que impactam na qualidade de vida das pessoas e na maior produtividade do setor. Cadeia do Frio – IBF: Pela primeira vez, a Alfa Laval expôs seu troca-

dor de calor que pesa mais de 2,5 toneladas e executa qualquer tipo de transferência térmica em fluidos. Já a MRBraz participou de todo o processo, desde a análise da instalação até orientações sobre como checar a circulação do ar e como chamar o corpo de bombeiros em casos de emergência. A Transfrigor levou um equipamento com tecnologia inédita no mundo, produto destinado ao segmento de “caminhões truck”. Meio Ambiente – PNUD: Com a proposta de levar conhecimento técnico para os profissionais que atuam no setor, executivos e especialistas do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) de países das Américas e da África participaram deste subprojeto, trazendo informações atualizadas sobre legislações que regulam o mercado de HVAC-R. Salas Limpas – SBCC: Tiveram destaque modernos equipamentos que garantem a segurança biológica e a filtragem do ar. A Veco, por exemplo, mostrou produtos capazes de manipular vírus e outras substâncias contagiosas sem qualquer risco para as pessoas envolvidas e para a análise clínica. A Ecoquest, por sua vez, apresentou um produto que age com a descontaminação de até 99,9% de fungos e bactérias no ar e superfícies com neutralização de odores. A Rodada Internacional de Negócios, promovida pelo programa Abrava

Exporta, uma parceria entre a Abrava e a Apex-Brasil – Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, foi outra atração da FEBRAVA. Nesse ano, foram realizadas 210 reuniões entre empresas nacionais e estrangeiras, que devem resultar na geração de negócios da ordem de US$ 5,115 milhões. Ao todo, as negociações envolveram 17 compradores do Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Panamá, República Dominicana, Uruguai e Venezuela e 16 indústrias brasileiras.


Matéria de Capa

CONBRAVA debate a eficiência energética A s tecnologias precisam continuar evoluindo com a demanda dos países. Atualmente, mais da metade da energia utilizada nos empreendimentos e residências dos Estados Unidos é consumida por aparelhos de ar-condicionado, enquanto no Brasil o setor HVAC-R é responsável por 30% do gasto de energia. Os dados revelam que esse setor da indústria é fundamental para que o mundo atinja a sustentabilidade. Estes foram os principais temas apontados durante a abertura do XII Congresso Brasileiro de Refrigeração, Ar-condicionado, Aquecimento e Tratamento de Ar, evento paralelo à FEBRAVA. O evento recebeu representantes das associações internacionais ASHRAE, AHRI e PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), entre outros renomados especialistas para discutir as exigências do G20 e os caminhos para a sustentabilidade no setor de HVAC-R. “Temos que pensar em produtos que melhorem a eficiência energética, reduzam o impacto ambiental e, principalmente, atendam aos interesses da sociedade”, disse William P. Bahnfleth, presidente da ASHRAE-USA, associação com 54 mil membros ao redor mundo. O executivo chamou a atenção para a necessidade de estimular quem trabalha com ar-condicionado a buscar sempre algo novo. “É fundamental que os profissionais estejam engajados no desenvolvimento de soluções sustentáveis”. Suely Carvalho, chefe da Unidade do Protocolo de Montreal de Nova

16 16

Iorque, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, traçou o panorama atual de como a sustentabilidade tem sido vista pelos governos mundo afora. A executiva lembrou que nações que antes não aceitavam diminuir o uso do gás HFC (hidrofluorocarboneto) nos equipamentos de ar-condicionado e refrigeração, agora mudaram de atitude.

“O presidente dos Estados Unidos, Barak Obama, começou a levantar essa bandeira e a China também. Na última reunião do G20 ficou acordado que os países vão trabalhar para substituir ou diminuir o uso do HFC e outros fluídos refrigerantes. Teremos que trabalhar muito e juntos, pois os desafios são grandes”, afirmou Carvalho. Todos foram unânimes na necessidade de mudanças e aprimoramento nos processos adotados atualmente por essa indústria e apontaram como um dos caminhos a capacitação profissional.

Entre os assuntos abordados durante as palestras foram levantadas questões como eficiência energética, sustentabilidade nas edificações, aquecimento solar, etiquetagem de edifícios e certificação LEED. Temas mais específicos, como sistemas de ar-condicionado, manufatura reversa, transporte e distribuição de produtos refrigerados, também fizeram parte da programação. Ao todo, foram apresentados 12 tópicos, com o objetivo de atualizar engenheiros e técnicos sobre a eficiência energética e o uso responsável de equipamentos e fluidos refrigerantes. Segundo o presidente do CONBRAVA, Samoel Vieira de Souza, o Congresso ultrapassou os 1300 participantes e teve mais de 600 certificados emitidos. Ainda durante o Congresso, foi entregue para 28 empresas o “Selo Destaque Inovação”, concebido pela ABRAVA para estimular a inovação no setor. Entre as marcas premiadas, destaca-se a Indústrias Tosi, com o lançamento de uma combinação de Chiller, bomba de calor e compressor de mancais magnéticos. Desenvolvido especialmente para hotéis e hospitais, locais que necessitam tanto de ar condicionado quanto de água quente para banho, o equipamento híbrido de alta eficiência energética apresenta uma praticidade ímpar. “Na última edição da feira conquistamos mais de cinco selos ABRAVA, agora conseguimos mais uma vez. É uma premiação de grande valor para nós”, comentou o engenheiro Artur Gonçalves, da área comercial da empresa.


Fotos: Mauro Matiotti

Obra destaque

Parmíssimo ganha novo parque fabril Altamente modernizada, fábrica conta com sistema frigorífico de última geração

A

tradicional empresa gaúcha Parmíssimo Laticínios se constitui hoje na maior fabricante de queijos ralados tipo parmesão, grana e provolone do Brasil, além de ser especializada na fabricação de doce de leite. Para triplicar sua capacidade de produção, qualificar ainda mais a fabricação de queijos e, assim, atender o crescimento de demanda do mercado desse segmento, a empresa investiu na construção de um novo parque fabril, situado na cidade de Viamão (RS), o qual já está em pleno funcionamento. À frente da marca se encontram quatro dirigentes: os irmãos João Nyrton Kunzler e Jorge Luiz Kunzler, e seus filhos, Adriano Kunzler e Daniel Kunzler. Para Jorge, a nova fábrica foi um avanço importante para a Parmíssimo. “Estamos trabalhando para conquistar novos mercados e consolidar a liderança da marca no território nacional”, afirma. O novo parque fabril conta com três câmaras frigoríficas para estocagem e maturação, e salas climatizadas, onde funcionam os preparos dos produtos, estocagem, cortes, secagem, ralagem e os processos de higienização. Todos os ambientes são totalmente climatizados por meio de evaporadores de teto de duplo fluxo. Os condensadores, fabricados pela Indústria e Comércio de Evaporadores Refrio, são do tipo remoto a ar. A refrigeração do complexo é produzida através de dois racks de 50 HP (nominal, cada), constituídos de dois compressores semi-hermético alternativos, de pistões modelos 4H 25.2, da marca Bitzer. Os compressores estão montados em paralelo em uma base metálica com tanque de líquido,

acumulador de sucção, separador e pulmão de óleo (Oilpack), boias reguladoras de nível de óleo eletrônicas (Traxoil), pressostatos de alta e baixa pressão, filtros secadores, visores de líquido, quadros elétricos e comandos com supervisórios. AUTOMAÇÃO Todo o sistema frigorífico (resfriados e climatização) é completamente automatizado, por meio de um sistema supervisório fornecido pela Every Control do Brasil. O sistema busca controlar a temperatura e a umidade relativa de cada ambiente de forma independente, garantindo, dessa forma, a precisão nas temperaturas e homogeneidade em todos os locais. Também prevê o controle e o registro em tempo real de todos os evaporadores, gerando relatórios de cada sala por meio de um PC, celular ou laptop, que podem ser acessados remotamente. Esse controle permite, inclusive, o recebimento de alarmes por e-mail, como também o desligamento e a alteração dos parâmetros dos controladores de temperatura e de umidade de um determinado ambiente. SOBRE A FÁBRICA O parque industrial da empresa ganha destaque por possuir uma área construída de 6,35 mil metros quadrados. Seu parque fabril, de cinco mil metros quadrados, contempla rigorosos sistemas de higiene, segurança, controle de qualidade, laboratório próprio, sala de treinamento dos funcionários, sala de inspeção federal e oficina. Pos-

sui ainda um prédio anexo, composto de refeitório, vestiários, banheiros, sala de lazer e área administrativa, salão de festas, portaria, área de manobra e estacionamento. Com 4,5 mil hectares de espaço total, as instalações construídas estão em plena harmonia com uma ampla área de proteção permanente (AAP), de 17,311 mil metros quadrados. Além disso, modernos equipamentos fazem a captação da água da chuva para tratamento e utilização no empreendimento, que reflete tanto na preocupação da empresa com o aspecto ambiental quanto com o bem-estar dos funcionários.

17


Mercado

Setor Hoteleiro, Gestão Sustentável C omo parte de suas metas de trabalho e dando sequência a programação estabelecida no início desta gestão, o Sindicato da Indústria de Refrigeração, Aquecimento e Tratamento do Ar no Estado de São Paulo (Sindratar-SP) realizará no próximo dia 5 de novembro o seminário “Setor Hoteleiro, Gestão Sustentável”. O evento abordará temas de interesse, como: panorama econômico e perspectivas para o setor, novidades na arquitetura, tecnologias recentes, certificação Leed, sustentabilidade, entre outros. Ao todo serão cinco palestras ministradas pelos melhores profissionais que atuam nesta área, convergendo, ao final, em um debate sobre o “Futuro do Setor Hoteleiro no Brasil”. SETOR HOTELEIRO Segundo o presidente do Sindratar-SP, José Rogelio Medela, “Há muito observamos o interesse do público em absorver novas questões sobre determinados assuntos. Dessa forma, já é praxe no Sindratar-SP promover anualmente seminários com temas de interesse do nosso público e da sociedade em geral. Assim, buscamos oferecer o que há de mais recente em tendências tecnológicas e culturais sobre a pauta escolhida. Dessa vez não será diferente. Elegemos para esse seminário o setor hoteleiro pela proximidade da Copa do Mundo, onde observamos um crescimento na demanda de acomodação não apenas nas cidades-sedes. Esse seminário torna-se uma oportunidade para discutir esse crescimento sob alguns pontos de vista que estão relacionados ao nosso setor”, analisa. O seminário “Setor Hoteleiro, Gestão Sustentável” será realizado no auditório da Federação das Indústrias

18

do Estado de São Paulo (Fiesp), onde o Sindratar-SP mantém seu escritório -, no dia 5 de novembro, das 13h30 às 18 horas. O evento é gratuito, porém a participação será efetuada mediante confirmação de presença, que pode ser feita pelo e-mail: comunicacao@sindratarsp.com.br ou pelos telefones: (11) 32215777 /4634.

Foto: Divulgação/Sindratar-SP

2013 SINDICATO DA INDÚSTRIA DE REFRIGER AÇÃO, AQUECIMENTO E TR ATAMENTO DE AR NO ESTADO DE SÃO PAULO

em

foco

ANUÁRIO HVAC-R 2013 Na mesma data, 5 de novembro, logo após o seminário sobre o Setor Hoteleiro, será a vez do lançamento do “Anuário HVAC-R em Foco 2013”. Trata-se de uma publicação anual e BLOCO di- 01.indd 1 ferenciada de tudo o que existe no mercado, que registra informações sobre os vários ramos de atividade, do setor de HVAC-R, apresentando todo o universo de produtos oferecidos pelos fabricantes. Assim como todos os serviços prestados por instaladores, mantenedores e projetistas. Também os revendedores e distribuidores do que é produzido pelo setor estarão presentes neste catálogo. Por isso tudo, ele se constitui em completo Guia de Compras e fonte obrigatória de consulta a técnicos, compradores e usuários de produtos e serviços oferecidos pelas empresas do setor. Segundo a coordenadora do projeto, a jornalista Cristiane Di Rienzo, o “Anuário HVAC-R em Foco - 2013” é um trabalho que reúne inovação, diferenciação e amplitude no trata-

03/10/2013 12:00:16

mento das informações. “O Sindratar-SP é procurado com frequência por profissionais que buscam indicações para o uso de equipamentos, tecnologias e serviços aplicáveis aos vários segmentos usuários. Com base nessa procura, buscamos desenvolver uma publicação que reunisse informações importantes e necessárias a todos os profissionais de uma forma completa com layout inovador, numa apresentação totalmente diferenciada”, informa o presidente. Mais detalhes sobre o “Anuário HVAC-R em Foco - 2013”, a jornalista não revela. “Prefiro que os próprios usuários, posteriormente, comentem sobre esse mais novo serviço oferecido ao setor de HVAC-R”, finaliza. Para garantir seu exemplar, basta entrar em contato com o Sindratar-SP.


candidato tiver que ir a sua empresa, mais riscos você corre de perdê-lo para outra vaga/empresa. A IMAGEM DA SUA EMPRESA Pense e planeje todas as etapas da seleção, pois todas influenciam na imagem da empresa no mercado. Cumpra os horários combinados para as entrevistas e diga ao candidato todas as etapas. Lembre que o candidato também é seu cliente! A CONTRATAÇÃO INVESTIR TEMPO NA SELEÇÃO Quanto mais tempo você destinar para uma entrevista, maior será a possibilidade de sucesso na contratação e menor a de uma demissão. Dedique tempo para conhecer o profissional! Lembre-se que ninguém salva ninguém de si mesmo, portanto, não perca tempo na demissão! A NECESSIDADE DA VAGA Avalie bem se você realmente precisa deste cargo/profissional na sua equipe ou se é apenas uma suposição de necessidade. Vaga aberta por mais de seis meses sem a contratação de um profissional não é necessária, pois você sobreviveu sem ela todo este tempo.

AVALIE CANDIDATOS INTERNOS Antes de decidir buscar um profissional no mercado, dê a chance aos candidatos internos (PRATA DA CASA), você poderá se surpreender positivamente e motivará a equipe. USE VÁRIAS FERRAMENTAS Não se contente só com a primeira entrevista para decidir qual o melhor profissional que você contratará. Use estratégias diferentes para tirar o candidato da zona de conforto, convide-o para um café, um almoço ou uma visita a um cliente. Observe seu comportamento. Procure realizar um processo seletivo com várias etapas, mas que aconteçam de forma otimizada. Quanto mais o

Não espere encontrar o segundo melhor candidato para decidir, pois o primeiro já estará contratado em outro lugar. RELAÇÃO DE ESCOLHA DUPLA Lembre que o candidato também escolhe a empresa para trabalhar com satisfação. EMPRESAS SÃO FEITAS POR PESSOAS Reflita bastante, pois são as pessoas que fazem a diferença nas empresas. Não existe trabalho sem elas. MAPEIE SEUS ATRATIVOS Para poder encantar o candidato e retê-lo é importante ter diferenciais de mercado de acordo com cada área de atuação dos profissionais.

19


P

ensando em preparar a residência para receber filhos e netos, uma moradora do Bairro Bela Vista − um dos mais nobres de Porto Alegre − resolveu reformar seu apartamento. A arquiteta Tania Bertolucci, que já havia trabalhado em um projeto no local, foi responsável pela reforma junto com as arquitetas Carolina Schrage Nuernberg e Mireille Sanson. Entre as principais exigências da

20

cliente estavam a preservação da vista do apartamento de 156 metros quadrados, que está localizado no sexto andar, a facilidade de manutenção dos componentes, a praticidade e a sofisticação. O uso de poucos móveis e a integração dos pilares com a decoração do ambiente foram os diferenciais do projeto, conforme explica Tania. “Como forma de garantir fluidez, ampliar o espaço e dar liberdade para

circulação, demolimos várias paredes e portas e utilizamos pouca mobília. A partir disso, os pilares de sustentação foram tratados como elementos do mobiliário, proporcionando unidade visual ao apartamento”, comenta. A integração da sacada ao ambiente interno e a alteração de revestimento por um piso de porcelanato foram outras mudanças promovidas no local.


Fotos: André Nery

5°C de temperatura interna em relação à externa. A iluminação também foi beneficiada com esse material, que permite que a luz natural entre na medida adequada, sem proporcionar excesso de claridade nem blackout no ambiente. SOBRE TANIA BERTOLUCCI

A substituição de um aparelho de arcondicionado de parede pelo cassete também foi importante para proporcionar mais conforto no apartamento. “O aparelho antigo, além de ser barulhento, não daria conta do espaço ampliado, que é bastante quente durante o verão”, acrescenta a arquiteta. Para poder colocar o cassete, Tania optou por rebaixar o forro criando sancas e recortes com iluminação. O novo modelo

de ar-condicionado, Split Cassete 32.000 BTUS Quente/Frio, de marca Fujitsu, permite a distribuição do ar por todo o espaço, garantindo total climatização. Outra escolha determinante para a climatização do ambiente de estar do apartamento, que possui janelas em 50% das paredes, foi a das cortinas com tecido metalizado, que amenizam o calor, pois refletem a luz solar proporcionando a redução de até

Há 33 anos, Tania Bertolucci e equipe, hoje composta por mais cinco profissionais, mesclam conhecimento e bom gosto nos mais variados projetos que desenvolvem para todo o Brasil. Inovação e ousadia são características que garantem ao escritório reconhecimento no ramo da arquitetura e decoração de interiores. Entre exposições e feiras das quais participou, contabiliza seis mostras, entre elas a Casa&Cia (2001, 2002, 2004, 2005, 2007 e 2011), Mostra Fotográfica Iguatemi (2001), Estar.Com (2000), Mostra Reeps (1999). O escritório está localizado na Av. Taquara, 586, conj. 602, em Porto Alegre/RS.

Instalações confirmam a qualidade Refrio Qualidade Comprovada por Instalações em Todo o Mundo A Refrio tem, hoje, produtos em operação em mais de 3.000 instalações no Brasil e exterior. Contando com projetistas e instaladores experientes, a Refrio tem como objetivo desenvolver o conceito ideal para cada aplicação e suas necessidades individuais.

www.refrio.com SAC +55 0800-110064 . refrio@refrio.com


Artigo Técnico

Resfriadores de líquidos para sistemas de AC aplicados em plataformas de petróleo O crescimento da exploração e produção de petróleo e gás natural em águas profundas tornou o segmento offshore − de construção de plataformas e navios de apoio - um importante mercado para o setor de AVAC-R. Foto: Arquivo do autor

A

perspectiva de desenvolvimento do pré-sal abre novas oportunidades e excelentes negócios para os fornecedores de resfriadores de líquido (chillers) utilizados em sistema de ar-condicionado no segmento offshore, visto que durante muitos anos esse setor andou parado e agora voltou com força total. Com o aumento dos investimentos da Petrobras cresce o interesse de novos contratos, porém poucas empresas do setor AVAC-R estão aptas a participar devido às peculiaridades e a infinidade de normas vigentes exigidas nesse segmento. O sistema de ar-condicionado de uma plataforma de petróleo é relativamente simples, porém há critérios de segurança que precisam ser levados em consideração num projeto do gênero, que envolve, por exemplo, detecção de vazamento de refrigerante e fogo, além de muitas áreas classificadas que requerem proteções específicas em cada ponto. Consequentemente, tais exigências tornam-se decisivas na etapa de projeto, talvez com rigor não encontrado em qualquer outro nicho do mercado. Aplicação do sistema de ar-condicionado

22

O sistema de ar-condicionado de plataformas e navios

petrolíferos destina-se ao conforto térmico da tripulação e também às áreas de processo dedicadas aos equipamentos, tais como salas de painéis elétricos, laboratórios e salas de máquinas, tudo isso seguindo à risca as inúmeras e rígidas normas de segurança exigidas nesse segmento, pois qualquer parada inesperada do sistema de ar condicionado, além de causar desconforto térmico à tripulação, poderá também ocasionar sérios e irreversíveis danos a uma série de equipamentos da embarcação. Nas duas áreas (conforto e processo) houve mudanças sensíveis com a decisão anunciada pela Petrobras, a partir da plataforma P50, de substituir a distribuição do ar antes feita por sistema de dutos, pela adoção de sistema de distribuição de água gelada, utilizando resfriadores de líquidos (chillers), permanecendo em concepção dutada apenas a renovação do ar interno. Os motivos para essa mudança, segundo a Petrobras, não se restringem à otimização dos espaços, algo crucial no interior de uma plataforma petrolífera, mas também à necessidade de um melhor controle de temperatura dos recintos, principalmente dos camarotes e ambientes dos chamados módulos de acomodação e escritórios. Para esse tipo de aplicação, verifica-se que é mais fácil controlar o fluxo de água ao invés do fluxo de ar, pois além de cada pessoa sentir mais frio ou calor de acordo com o seu próprio metabolismo, o sol incide de forma diferente de um lado ou do outro, e as pessoas tendem a fechar e abrir dampers e grelhas. Essa variação constante pode desbalancear o sistema de ar. No entanto, de acordo com as exigências da Petrobras, com sistema de água gelada e fancoils independentes em cada cabine, é possível controlar apenas a velocidade (baixa, média ou alta) do ventilador de cada fancoil, sem afetar o sistema de distribuição de água nas outras dependências. Conceitos básicos dos resfriadores de líquidos e fan-coils Os resfriadores de líquidos (chillers): trata-se de uma grande unidade resfriadora de água, onde ficam o evaporador e o condensador, gerando continuamente água gelada, que alimenta tubos ao longo de todas as áreas


Artigo Técnico necessárias para climatização e processo, os quais serão interligados aos fan-coils (serpentinas para água gelada) nos ambientes. Nesse caso, a água é resfriada pelo fluido refrigerante, e depois conduzida para os fan-coils localizados nos ambientes a serem climatizados. Apesar dos altos custos de instalação e manutenção, as suas vantagens estão ligadas à capacidade de bombeamento de água a grandes distâncias e desníveis, bem como a possibilidade de uso em aplicações específicas ligadas a processo e à grande eficiência energética. Fan-coils: são as unidades que possuem a serpentina que recebe a água gelada do chiller através de bombeamento, a qual irá resfriar o ar do ambiente que entrará em contato com o aletado que envolve a serpentina. Os fan-coils fazem o papel similar das unidades evaporadoras dos sistemas do tipo expansão direta, podendo ser de ambiente (chamados fancoletes) ou dutados. A água gelada circula na serpentina do fan-coil, aquece ao trocar calor com o ar do ambiente, e retorna ao chiller para ser novamente resfriada. Esse processo é cíclico, sendo a água impulsionada por bombas.

Compressores parafusos semi-herméticos compactos são os mais apropriados para esse tipo de aplicação Embora os compressores parafuso sejam mais usados na refrigeração industrial para a compressão de amônia e outros gases, atualmente para sistema de ar-condicionado de plataformas e navios petrolíferos, eles ocupam lugar de destaque nas aplicações de resfriadores de líquido (chillers) desse segmento e também em outros equipamentos de refrigeração e ar-condicionado de médio e grande porte que utilizam refrigerantes halogenados. Um compressor parafuso típico, selado com óleo, é uma máquina de deslocamento positivo que possui dois rotores acoplados, montados em mancais de rolamentos para fixar suas posições na câmara de trabalho numa tolerância estreita em relação à cavidade cilíndrica. O rotor macho tem um perfil convexo, ao contrário do rotor fêmeo, que possui um perfil côncavo. A forma básica dos rotores é semelhante a uma rosca sem-fim, com diferentes números de lóbulos nos rotores macho e fêmea. Compressores parafusos com tecnologia mais recente possuem a configuração 5/6. Os compressores parafusos semi-herméticos compactos da série CSW - Bitzer são destinados à aplicação de chillers em plataforma petrolífera e possuem inúmeras vantagens, a saber: Compressores compactos com grande faixa de capacidade, variando desde 35 a 320 hp (potência nominal), podendo trabalhar com o R134a, R407C e R22; Possuem separador de óleo agregado no corpo do compressor que garante uma separação eficiente do óleo/refrigerante; Funcionamento silencioso com baixo nível de ruído e vibração devido à sua característica construtiva que emprega parede dupla no separador de óleo; Motor elétrico de alto rendimento e grande reserva de capacidade que garante economia de energia; Controle de capacidade realizado por slide valve (válvula deslizante) com quatro estágios definidos variando de 25-50-75-100% ou sistema progressivo de 25 a 100%; Porta do “economizer” agregada na própria slide valve o que proporciona um elevado rendimento mesmo em cargas parciais; Rolamentos dos mancais robustos que garantem longa vida útil dos compressores; Módulo de proteção com as funções: proteção gás de descarga, sentido rotação, temperatura do motor, anti-ciclagem e simetria de fases; Controle de nível e aquecimento do óleo no cárter; Alta confiabilidade e baixo custo operacional; Manutenção relativamente simples e de baixo custo.

23


Artigo Técnico

Pré-requisitos para fornecimento dos equipamentos

24

Para atender as especificações em torno de normas e procedimentos exigidos pela Petrobras, os equipamentos passam por um completo roteiro de inspeções e testes, tudo muito bem documentado e acompanhado de perto pelo cliente, tanto em matéria de documentação quanto de testes e ensaios, pois não pode haver dúvidas sobre o funcionamento perfeito dos itens embarcados. Todo equipamento é fornecido com seu data book contendo informações técnicas, certificados de material e relatórios de testes de forma a permitir completa rastreabilidade. Para ser ter uma ideia das rígidas normas exigidas até os parafusos precisam ter certificados dos processos de bicromatização e cadmiação. O objetivo de tais exigências é para obtenção de equipamentos cada vez mais confiáveis, principalmente para evitar as falhas inesperadas e, consequentemente, onerosas manutenções a bordo. A resistência mecânica dos equipamentos, em virtude do balanço constante do mar e do próprio manuseio durante o transporte até o local da instalação, bem como a capacidade de resistir à agressiva atmosfera marinha constituem verdadeiras palavras de ordem no setor. A pintura dos equipamentos passou a ser especial para resistir à corrosão, em um ambiente marítimo no caso dos chillers, os tubos para condensadores em cupro-níquel para água salgada e os espelhos em aço carbono, protegidos por uma placa de cupro-níquel. Há ainda anodos de sacrifício, cartuchos de metal localizados na estrutura do condensador que corroem no lugar dos equipamentos. A área de controle por sua vez, os chillers necessitam de painéis microprocessados (CLP), de acordo com exigências específicas. Os CLPs garantem um funcionamento seguro e eficiente de todo o sistema, permitindo acesso local ou remoto via internet e realizando envio de relatórios periódico das condições de operação e também

de possíveis alarmes. Esses microprocessadores são ferramentas importantes para uma melhor manutenção preventiva de todo o sistema, contribuindo assim para a redução de falhas operacionais e paradas não programadas. O evaporador do chiller deve utilizar válvulas de expansão eletrônicas a fim de garantir uma estabilidade da temperatura de evaporação e maior economia de energia. Essas válvulas trabalham com motor de passo com 480 diferentes posições de aberturas e possui uma ótima performance na aplicação em resfriadores de líquido. O “cérebro” dessa válvula é um módulo eletrônico chamado MXPRO-Carel que recebe as informações de temperatura e pressão na saída do evaporador para comandar a abertura e fechamento da válvula de acordo com o superaquecimento, utilizando algoritmo de controle PID que garante a estabilização da temperatura. Verificamos que as normas e procedimentos para o fornecimento de resfriadores de líquido (chillers) aplicados no sistema de AC de plataforma de petróleo são muito rigorosos. O objetivo de tais exigências é necessário para maximizar a vida útil dos equipamentos e sistemas e minimizar seus custos de manutenção a bordo, haja vista que qualquer falha e parada inesperada do sistema de AC causará desconforto à tripulação embarcada além de sérios e irreversíveis danos aos equipamentos que dependem da climatização. Outro fator importante que não podemos esquecer é o treinamento que deve ser aplicado a todos os técnicos de manutenção e operação desses equipamentos. Atualmente as empresas como a Bitzer possuem um amplo programa de treinamento sobre compressores parafusos com ênfase na aplicação de chillers destinado ao segmento offshore. Além disso, é preciso seguir todas as normas de segurança e recomendações dos fabricantes para que o sistema possa ser operado de maneira segura e confiável com a satisfação de todos.


Eventos Encantar os clientes é a chave para o sucesso profissional

A

ASBRAV vai promover no dia 29 de outubro a palestra “Venda e encante clientes”, que tem como objetivo desenvolver o conhecimento de vendas dos profissionais da refrigeração, o que refletirá no aumento dos resultados financeiros e no fortalecimento de marca. “Uma excelente formação e recursos necessários para atuar no mercado podem não ser sinônimos de trabalho e sucesso garantidos. Mesmo tendo tudo a favor, é preciso ter talento para vender o serviço ou produto”, explica Madeleine Schein, que vai ministrar o encontro. Na ocasião, Madeleine, que também é diretora de gestão empresa8rial e inovação da ASBRAV, vai explicar o atual cenário empresarial, o novo papel do profissional de vendas e apresentar as oito estratégias para vender e encantar clientes. A palestra acontece às 19 horas, na sede da ASBRAV, situada na Rua Arabutan, 324, em Porto Alegre (RS). As inscrições podem ser feitas pelo telefone (51) 3342.2964 ou pelo e-mail asbrav@asbrav.org.br. CURSOS TÉCNICOS A Escola Técnica do Paraná vai realizar, no dia 11 de novembro, o curso “Mecânico de refrigeração e ar-condicionado com acionamento de motores”. Entre os dias 4 e 7 de dezembro, em Porto Alegre, acontece o curso “Instalação de splits”. O treinamento visa fomentar o conhecimento ao profissional de refrigeração, de modo a prepará-lo para a instalação do aparelho que mais cresce em vendas no mercado. As inscrições podem ser feitas pelo telefone (51) 3342.2964 ou pelo e-mail asbrav@asbrav.org.br.

ACONTECEU COMO FORMAR O PREÇO DE VENDA FOI TEMA DE ENCONTRO Ser um excelente profissional em qualquer área não é suficiente, se o preço cobrado pelo serviço não cobre os custos do trabalho. Essa premissa, uma das mais conhecidas da administração de empresas, foi tema de palestra na ASBRAV, no dia 10 de setembro. Cada empresa deve examinar sua estrutura para saber o quanto é gasto para prestar seus serviços e se é viável lucrar em cima disso. A capacitação profissional ensinou que sempre é possível reavaliar em que pontos estão depositados os custos fixos e variáveis do empreendimento, para saber quais itens e processos são imprescindíveis e quais são dispensáveis para viabilizar maior economia no setor financeiro. A palestra foi ministrada pelo consultor financeiro Sandro Lima de Oliveira.

25


Associados ASBRAV ACEL-AR CONDICIONADO ACHSE CONSULTORIA E PROJETOS ACJ ENERGIA E CLIMATIZAÇÃO ACMASUL SISTEMAS ACÚSTIKA SUL ENGENHARIA ADEMIR SILVA AERODUTO AR CONDICIONADO AGRAZ REFRIGERAÇÃO AGST CONTROLES E AUTOMAÇÃO AIR CLEAN AIR CONSULT AIRCOOL AIR SHOP AIRSTUDIO ENGENHARIA AIRSIDE ALBERT ENG. DE INSTALAÇÕES ALCIDES CAMINHA LEITE ALEX SANDRO DOS SANTOS FLECK ALEXANDRE TOCCHETTO AMBIENTALIS ANÁLISE DE AMBIENTES AMILLPASSOS ANDERSON RODRIGUES ANDRÉ OLIVEIRA MACHADO ANNEMOS HIDRAÚLICA ARCONET ARMACELL BRASIL ARMAX AR CONDICIONADO ARNOLDO CARLOS G. BESKOW ARSA CONSULTORIA ARSELF AR CONDICIONADO ARTECH CLIMATIZAÇÁO ARTETEC ARQ. E ENGENHARIA BERLINERLUFT DO BRASIL BLUMETAL DIST. E SERV. TÉCNICOS BRUNA PEZZI FACHINELLIBSA BSTEC - MMR IND. E COM. DE MÁQ. CAMARGO AR CONDICIONADO CARLA CRISTIANE DAL-RI CARLOS ANDRÉ SENNA TRINDADE CARLOS ERNESTO OSTERKAMP CAROLINE BRIESE MARTINS ROCHA CENNTRAL-SUL AR CONDICIONADO CERT ENGENHARIA E TECNOLOGIA CLEMAR ENGENHARIA CLIMA DA ILHA CLIMA ENGENHARIA CLIMA SHOP CLIMATIZA COLDAR COLDBRAS CONCEITO TÉCNICO CONFORTARE AR CONDICIONADO CONSTARCO CORREA MANUTENÇÃO CUBO VERDE ARQUITETURA CURTIS CONSULTORIA DAIKIN MCQUAY DAMIANI SOLUÇÕES DE ENG.

DEIVI TEIXEIRA HOMEM DELTA FRIO DIFUSTHERM ECCOSSYSTEMS ECO CLIMA CLIMATIZAÇÃO EDUARDO AZEREDO DA LUZ EGON WERNER BECKER EJR ENGENHARIA ELETRO AR SUL ENCLIMAR ENGE REPRESENTAÇÕES TÉCNICAS ENGEMESTRA ENGENHAR CLIMATIZAÇÃO ENGETÉRMICA AR CONDICIONADO EPEX IND COM DE PLÁSTICOS ERISTON DA SILVA MACHADO ESCOLA TÉCNICA PROFISSIONAL ESICC ELET. INDUSTRIAL LTDA EUROCABLE BRASIL IMP & EXP EVERALDO VERCELINO COELHO FÁTIMA ROSALI SILVEIRA ALFONSIN FELIPE PRAETZEL ANDRIGHETTI FLÁVIO RIBEIRO TEIXEIRA FRANCIELLE DALL AGNOL FRIGELAR COM. E DISTRIBUIÇÃO FRIZA COMÉRCIO FULL GAUGE ELETROCONTROLES GB AR CONDICIONADO GILBERTO BAVARESCO GLOBUS SISTEMAS ELETRÔNICOS GM AR CONDICIONADO GOOD SERV DE CLIMATIZAÇÃO GRUPO VG - TELEINFORMÁTICA SUL HEATEX BRASIL HEC ENGENHARIA HITACHI IGOR DIAS BARBOSA INSTATEC INDÚSTRIA METALÚRGICA ISOTERM INSTALAÇÕES JACQUELINE BIANCN COPETTI JOANA GIUGLIANI JOÃO CARLOS BIDEGAIN SCHMITT JOAPE JOHNSON CONTROLS JOSÉ HAROLDO SALENGUE JOSÉ PAULO MAZOCOLO JOSÉ RADZIUK JULIANA DAMASIO WASCHEVICZ JULIANA M. DA ROCHA DORNELLES JÚLIO CÉSAR SILVA DA SILVA KAREN ANDRIOLO BASSO KLEBER REPRESENTAÇÕES KLIFT SERVIÇOS DE CLIMATIZAÇÃO KLIMASUL

NOVOS ASSOCIADOS ASBRAV 3B AQUECEDORES CLAUDIOMIR ANTONIO GWODZ DARLAN BARRETO DELEON DOS REIS VITH IMARCON PRESTADORA DE SERVIÇOS LTDA

26

JULIANO NOETZOLD JULIO ZIMMERMANN LF DOS SANTOS WOLMANN INSTALAÇÕES NEOCLIMA AR CONDICIONADO

Dados atualizados Setembro-Outubro 2013

KOMECO LCPETRY LEANDRO SILVEIRA ALMEIDA LEANKEEP LETÍCIA LEYRAUD KNECHT LG LUCAS DA VEIGA LUCIANA D. FERREIRA TERMIGNONI LUCIANA FONINI LUCIANO LOPES SIMÕES LUCIANO SILVA CORDEIRO LUZITANA AR CONDICIONADO M CESA COMÉRCIO E SERVIÇOS M GOMES REPRESENTAÇÕES MAGNUS RECUP. DE COMPRESSORES MAILSON DE SOUZA PINTO MARCELO FOSCHIEIRA CHRISTINI MARCELO MACIEL DE SANTA HELENA MASTER SPLIT MAURO ULLMANN CLIM. REFRIG. MEDEIROS ENG. DE CLIMATIZAÇÃO MERCATO AUTOMAÇÃO MICHEL MACHADO SEVERO MIGUEL MARTINS GRIVA MONOFRIO-HBSR REFR. DE LÍQUIDOS MONTERMICA MP AUTOMAÇÃO MRI ENGENHARIA LTDA MULTITÉCNICA ENGENHARIA NOVUS PRODUTOS ELETRÔNICOS OCTO REFRIGERACAO & ELETRICA OTAM VENTILADORES INDUSTRIAIS PAULA DA SILVA PEREIRA PAULA F. WERLANG GRANZOTTO PAULO DE TARSO F. DA SILVA PAULO OTTO BEYER PAULO RENATO DOS REIS PAULO RENATO PEREZ DOS SANTOS PAULO VELLINHO (SÓCIO HONOR.) PEDRO MALLMANN SALDANHA PEDRO PAULO RITTER FILHO PERTILE AR CONDICIONADO PLANIDUTO AR CONDICIONADO PRODEPRED AUTOMAÇÃO LTDA PROJELMEC VENT. INDUSTRIAL PROJETOS AVANÇADOS ENG. PROTÉRMICA CLIMATIZAÇÃO QUAD CLIMA QUENTE & FRIO CLIMATIZAÇÃO QUIMITEC QUÍMICA INDUSTRIAL REARSUL AR CONDICIONADO RECOM-RECUPERADORA REFRIGERAÇÃO CAPITAL REFRIGERAÇÃO DE CONTO REFRIGERAÇÃO DUFRIO

REFRIGERAÇÃO MANCHESTER REFRIGERAÇÃO PEZZOL REFRIGERAÇÃO TUDO FRIO REFRIMAK PEÇAS E SERVIÇOS RIGOTTI CLIMATIZADORES RIMA ENGENHARIA RODRIGO VIEIRA BAIALARDY ROGER MERG SARAIVA RONI DE LIMA SANTOS SÃO CARLOS AR CONDICIONADO SCHEIN GESTÃO EMPRESARIAL SERRAFF SF ENGENHARIA E CONSULTORIA SISTAVAC SISTEMAS HVAC-R SÓ FRIO SOCLAM AR CONDICIONADO SÔNIA BEATRIZ SUGUIMATI SPLIT DO VALE SPLIT PETRY COMPANY SPM ENGENHARIA SPRINGER CARRIER SR REFRIGERAÇÃO E MANUTENÇÃO SR SERVIÇOS DE CLIMATIZAÇÃO SULCESAR REPRESENTAÇÕES SUL CLIMA ENGENHARIA SUPERMERCADOS GUANABARA TEC AR COMÉRCIO TECFRIO TECNOENGE AR CONDICIONADO TECNOLÓGICA CONFORTO AMB. TECNOSOL APARELHOS TÉRMICOS TELCO EQUIP. REFRIGERAÇÃO TERMOPROL TESTONI/GTA DO SUL THIAGO DOS SANTOS FERREIRA TIAGO JOSÉ BULLA TIMÓTEO FERNANDES DE SOUZA TOSI INDÚSTRIA E COMÉRCIO TOTALINE TRANE DO BRASIL UDO ADOLF URANUS AR CONDICIONADO VALAYR WOSIACK (SÓCIO HONOR.) VENTILADORES ELEFANT VIDALAR VITALI VITOR REFRIGERAÇÃO VITOR WAWRICK VOLTYS SOL. EM CLIMATIZAÇÃO VRF ENGENHARIA WAGNER FINGER HORBER YBEMAC AR CONDICIONADO LTDA

GUIA DE FORNECEDORES Divulgação gratuita para associados, preencha seu cadastro no site

www.asbrav.org.br


28

Revista ASBRAV N°6  

Publicação setembro/outubro de 2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you