__MAIN_TEXT__

Page 1

informa

MONUMENTO UNIVERSITÁRIO

30 ANOS

INFORMATIVO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO • 02/maio a 14/maio de 2017 | nº 519

Vamos todos economizar Campanha pretende conscientizar toda a comunidade universitária sobre a necessidade de reduzir gastos

A

Ufes lança no dia 5 de maio, dia do aniversário da Universidade, uma grande campanha de conscientização para economia de energia elétrica, água, copo descartável e papel. Com o tema “Vamos todos economizar”, sete peças serão veiculadas nas redes sociais e no jornal Informa e também enviadas para os endereços eletrônicos das cerca de 30 mil pessoas que compõem a comunidade universitária. Além de estimular o apoio da comunidade universitária, a Ufes tem realizado diversas ações de economia e a expectativa é reduzir o elevado consumo de energia elétrica nos quatro campi. Entre as ações de economia já adotadas estão o funcionamento em horário especial dos setores administrativos da Ufes, das 7 às 13 horas, nos meses de janeiro e fevereiro. Desde 2016, a Administração da Ufes já reduziu em 50% o valor da conta de energia elétrica e cerca de 20% das despesas com o fornecimento de água. De acordo com o prefeito universitário, Renato Schwab, ações corretivas e várias intervenções também vêm sendo realizadas desde 2015 para eliminar vazamentos de água e outros gastos.

“Em relação à energia elétrica, estamos adotando a utilização de lâmpadas mais econômicas, por exemplo. Mas o nosso maior vilão é o aparelho de arcondicionado. Neste aspecto, a conscientização e a colaboração da comunidade universitária é imprescindível”, destaca. O superintendente de Cultura e Comunicação da Ufes, Edgard Rebouças,

defende que a campanha é fundamental e sua veiculação, além de estar ligada a um objetivo de economia, tem também um caráter de sustentabilidade e cidadania: “a campanha está sendo feita com o uso de suportes digitais, sem impressão de papel, mas só será eficiente com seu compartilhamento nos hábitos do dia-a-dia e com o boca-a-boca”.


foto do leitor Este espaço está aberto para a publicação de fotos sobre a Ufes, produzidas por você, leitor. A imagem deve ter alta resolução e formato horizontal. O envio pode ser feito para o e-mail fotodoleitor@ufes.br. Na mensagem, é importante informar o local onde foi registrada a imagem, o nome do autor, sua relação com a Ufes (se estudante, técnico-administrativo, professor ou funcionário de empresa terceirizada) e telefone para contato. A cada edição, uma foto será selecionada para publicação.

Teatro Universitário, campus de Goiabeiras. Autor: Jazan Mageski Alves. Técnico Administrativo em Educação, lotado no Departamento de Contratos e Convênios da Pró-Reitoria de Administração.

agenda acadêmica 1ª Semana de Extensão do CT Quando: 2 a 5 de maio, às 14h Onde: Auditório e Laboratório de Informática do prédio CT-3, no Centro Tecnológico (CT), campus de Goiabeiras Realização: Equipe Solares Informações: Página do evento no Facebook

Fórum Diálogos Ufes – “Construindo cidades inteligentes” Quando: 4 de maio, às 19h30 Onde: Salão Rosa, no CCJE, campus de Goiabeiras Realização: Grupo Opção - DCE Ufes Informações: Página do evento no Facebook

Proex Diálogos – Encontro sobre “Gênero, educação e saúde” Quando: 11 de maio, às 14h Realização: Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e Faculdade de Direito de Vitória (FDV) Onde: Auditório Manoel Vereza, no CCJE, campus de Goiabeiras Informações: (27) 4009-2336

Palestra “Os pilares para o desenvolvimento do mercado financeiro capixaba” Quando: 3 de maio, às 18h30 Onde: Auditório Manoel Vereza, no Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas (CCJE), campus de Goiabeiras Realização: Grupo Ufes Finance Informações: Página do Ufes Finance no Facebook

I Seminário Nacional “Infâncias e Juventude na cidade: um diálogo com a educação” Quando: 9 a 11 de maio, às 17h Onde: Auditório do Centro de Ciências Exatas (CCE), campus de Goiabeiras Realização: Núcleo de Educação Infantil (NEDI) Informações: (27) 4009-2541

Mesa de debates “Austeridade, mídia e criminalização da vida” Quando: 18 de maio, às 18h Onde: Auditório do prédio IC-2, no Centro de Ciências Humanas e Naturais (CCHN), campus de Goiabeiras Realização: Fórum Capixaba de Lutas Sociais Informações: Página do evento no Facebook

Sugestões de pauta: 4009-2383, 4009-2203, 4009-2204 ou jornalismo.supecc@ufes.br / Edição digital disponível em: comunicacao.ufes.br/edições-2017 UFES - Universidade Federal do Espírito Santo Reitor: Reinaldo Centoducatte Vice-Reitora: Ethel Maciel Informa - Uma produção da Agência Ufes. Superintendente de Cultura e Comunicação: Edgard Rebouças Secretária de Comunicação e jornalista responsável: Thereza Marinho Jornalistas: Ana Paula Vieira, Hélio Marchioni, Jorge Medina, Letícia Nassar, Luiz Vital e Nábila Corrêa Estagiários: Ana Luisa Monteiro, Ana Luíza Dias, Isabella Altoé, Lucas Santos, Matheus Andreatta e Vinícius Viana. Revisão: Márcia Rocha Programação Visual: Evandro Campos, Juliana Braga e Leonardo Paiva Apoio: Aurenice Cruz, Brunella Perez, Eliza Gobira, Marcos de Alarcão Endereço: Av. Fernando Ferrari nº 514, Goiabeiras-Vitória/ES - CEP: 29075-910 Tiragem: 4 mil exemplares Impressão: Scribo

2

02/maio a 14/maio de 2017


Acervo Agência Ufes

Especial

Ufes 63 anos David Protti

No aniversário da Universidade, o reitor faz uma análise da história e dos desafios enfrentados pela instituição este dia 5 de maio a Ufes cumpre mais uma etapa de sua história, ao completar 63 anos de trajetória voltada para o ensino superior público. Fundada em 1954 como universidade estadual, foi federalizada em 1961, e manteve em sua linha do tempo o permanente movimento de avançar no desenvolvimento da ciência, da tecnologia e da formação acadêmica de qualidade em diferentes áreas do conhecimento. Esse dinamismo para formar recursos humanos capazes de atuar no mundo do trabalho e para o pleno exercício da cidadania marca essa história de pouco mais de seis décadas. Todos os indicadores recentes, sejam no ensino de graduação e de pósgraduação, na pesquisa e na extensão, na produção científica e tecnológica e na oferta de serviços à comunidade, evidenciam e consolidam a Ufes como destacada instituição do Estado e do País. Em seu percurso histórico, a Ufes soube enfrentar adversidades e buscar os caminhos seguros para continuar a cumprir a sua missão na educação superior. É de amplo conhecimento que, no tempo atual de cenário econômico recessivo e de instabilidade política, a Ufes – assim como as demais universidades públicas – é fortemente atingida com cortes orçamentários acentuados que comprometem o seu funcionamento. As graves restrições orçamentárias dificultam a manutenção das nossas atividades acadêmicas e administrativas, e impõem preocupantes limites à capacidade de investimentos da Universidade.

N

os serviços de atenção às pessoas que integram a comunidade universitária, e modernizamos com planejamento as ações da gestão, estabelecendo descentralização e prioridades administrativas. Ao completar 63 anos, a Ufes se renova como uma instituição transformadora e preparada para enfrentar os desafios. A missão que lhe foi confiada desde 1954 permanece viva e presente. As dificuldades da uma complexa crise conjuntural em curso no País comprometem o sistema público de ensino superior, ameaçam a sua sobrevivência, e impõem obstáculos concretos. Contudo, a comunidade universitária saberá, mais uma vez na história da Universidade, enfrentar, refletir, se manifestar e colaborar com a sociedade nesse tempo adverso, e se lançar na direção de um futuro de desenvolvimento da educação e de um Brasil social e economicamente justo.

Fábio Goveia

Plano de gestão – Deste modo, temos desenvolvido um rigoroso plano de gestão de modo a não comprometer as atividades essenciais. Entretanto, a insegurança e as incertezas quanto ao futuro da universidade brasileira neste cenário não constituem desânimo. Ao contrário, temos renovado nossas energias e buscado alternativas concretas para o enfrentamento da crise que se agiganta. Com planejadas ações de redução de gastos, buscamos manter a Universidade no prumo, em sintonia com os anseios da sociedade. Mesmo neste cenário, mantemos os nossos compromissos. Expandimos a oferta de cursos de graduação com maior ocupação das vagas oferecidas. Evoluímos na pós-graduação com mais cursos e mais estudantes matriculados, com maior produção de pesquisas. Com elevado esforço, mantivemos a consistente política de assistência estudantil, sobretudo diante do acelerado processo de inclusão social que alcançamos no ambiente acadêmico, destacando a acertada decisão de aderirmos integralmente ao Sisu. Intensificamos a relação com a sociedade com a ampliação e consolidação de programas e projetos de extensão universitária. Aperfeiçoamos

Reinaldo Centoducatte Reitor da Ufes

3


David Protti

Acontece na Ufes

Prograd realiza seminário de formação didática para docentes A Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), por meio de seu Departamento de Desenvolvimento Pedagógico (DDP), realiza no dia 10 de maio o seminário “Docência no Ensino Superior: desafios e possibilidades”. O evento é dirigido aos professores que ingressaram na Ufes entre 2013 e 2017, e ocorre no auditório do DDP, no campus de Goiabeiras, das 8 às 17 horas. O seminário aborda temas referentes à formação didático-pedagógica, focando temas como avaliação, inclusão e a própria organização didático-pedagógica do trabalho docente. Os cursos serão ministrados também nos campi de Alegre e São Mateus. Palestra - Como parte da programação, haverá uma palestra com a professora da Universidade Federal de Pelotas, Maria Isabel da Cunha, doutora em Educação com experiência na área de educação superior, formação de professores, pedagogia universitária e docência universitária. A professora é autora de livros como “O Bom Professor e sua Prática” e “O Professor Universitário na Transição de Paradigmas”. O professor Itamar Mendes da Silva, do Departamento de Teorias do Ensino e Práticas Educacionais do Centro de Educação da Ufes, também participa da formação. O professor desenvolve trabalhos com ênfase em Planejamento e Gestão, currículo e avaliação, atuando principalmente nos seguintes temas: avaliação, qualidade da educação, conselhos e gestão de currículo. Grupos de trabalho e discussões em plenário também estão previstos na programação.

4

Podem votar todos os servidores técnico-administrativos efetivos e ativos da Ufes

Servidores se mobilizam para escolher representantes nos Conselhos A eleição será no dia 21 de junho e ocorrerá nos quatro campi o dia 21 de junho, os servidores técnico-administrativos em Educação da Ufes poderão ir às urnas para eleger seus representantes nos Conselhos Superiores da Ufes (Conselho Universitário; Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão; e Conselho de Curadores) para o biênio 2017-2019. O prazo de inscrição dos candidatos terminou no dia 28 de abril e a lista das inscrições deferidas está publicada na Seção de Protocolo, no prédio do Sistema de Arquivos da Ufes (Siarq). O

N

prazo para pedido de impugnação dos candidatos vai até o dia 9 de maio. A Comissão Eleitoral foi designada pelo reitor Reinaldo Centoducatte por meio da portaria nº 794/2017-VR. Estarão aptos a votar todos os servidores técnico-administrativos em Educação efetivos da Ufes, ativos, que não estejam cedidos ou à disposição de outro órgão público, portando documento de identificação com foto ou a carteira de identidade funcional emitida pela Ufes.

Veja os locais e horários de votação: Campus de Alegre: das 8 às 15h, com uma urna no hall de entrada; Campus de Goiabeiras: das 8 às 18h, com seis urnas distribuídas no Restaurante Universitário (RU), no prédio da Reitoria, no Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas (CCJE), no Centro de Educação Física e Desportos (CEFD), no prédio IC-2 do Centro de Ciências Humanas e Naturais (CCHN) e no prédio CT-2 do Centro Tecnológico. Campus de Maruípe: das 7 às 20h, com três urnas, sendo uma disposta no prédio da Administração do Centro de Ciências da Saúde e duas no Hospital Universitário. Campus de São Mateus: das 8 às 15h, com uma urna na Secretaria do Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes).

02/maio a 14/maio de 2017


Assecs/Codesa

Acontece na Ufes

A gestão portuária pode ser beneficiada com a criação de sistemas que ampliem as possibilidades para a tomada de decisões

Ufes, Ifes e Codesa se unem para que ES se torne referência em Tecnologia Portuária A parceria prevê o desenvolvimento de novas tecnologias, além de treinamentos para profissionais do setor Ufes unirá esforços, habilidades e conhecimentos à Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) e ao Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) para que o estado se torne uma referência nacional em Tecnologia Portuária. A parceria foi formalizada pelas três instituições, no dia 17 de abril e tem o objetivo de desenvolver novas tecnologias e aplicações e promover ações de capacitação e treinamento para o setor portuário. “Atualmente, todas as tecnologias que estão sendo usadas na modernização dos portos são buscadas fora do Espírito Santo. A ideia é inverter esse ciclo”, afirmou o pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institu-

A

cional da Universidade, Anilton Salles. Ele destacou os projetos da Ufes para o desenvolvimento de sensores e sistemas inteligentes como uma das possíveis contribuições da Universidade para a modernização portuária. Segundo o pró-reitor, as inovações podem ser usadas para aumentar a segurança dos trabalhadores portuários: “podemos, por exemplo, colocar no capacete um sensor, com posicionamento GPS, que avise quando a pessoa estiver se deslocando para um local perigoso”. Melhorias - Esses sistemas também poderão ser utilizados na melhoria das etapas de movimentação

de cargas e pessoas nos portos, como a transmissão de informações dos navios atracados sobre documentação de cargas ou a disponibilização de um sistema intermediário que seja acessível aos caminhoneiros por tablete, para que eles só se encaminhem para o porto quando a mercadoria estiver pronta para ser recebida. A gestão portuária também pode ser beneficiada com a criação de sistemas que ampliem as possibilidades para a tomada de decisões. “Boa parte das decisões dessa área são tomadas com base na experiência dos operadores. Os sistemas vão oferecer alternativas de solução”, afirmou Anilton Salles.

Inscrições abertas para a VI Jornada de Estudos Clássicos O Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) da Ufes realiza, nos dias 8 e 9 de junho, a VI Jornada de Estudos Clássicos, que abordará as múltiplas faces do ludus, palavra que tem vários significados em latim, como jogo, brincadeira, lazer e o que conhecemos atualmente como esporte. Além disso, o ludus era como os romanos se referiam ao espaço escolar de aprendizado e também ao fazer poético. Portanto o evento propõe uma reflexão

sobre lazer, esporte, espetáculo, jogo, brincadeira e poesia. O evento será realizado no auditório do prédio IC-2, do Centro de Ciências Humanas e Naturais (CCHN), campus de Goiabeiras. Os ouvintes podem realizar a inscrição, no valor de R$ 15,00, até o dia 8 de junho, na sala do Programa de Estudos em Representações da Antiguidade (Proaera), segundo andar do módulo II do Prédio Barbara Weinberg, também no CCHN.

O objetivo da Jornada de Estudos Clássicos da Ufes é divulgar os trabalhos dos pesquisadores e estudantes de pós-graduação e graduação de instituições brasileiras nas diversas áreas do saber - História, Filosofia, Literatura, Arqueologia, entre outras - que compõem os Estudos Clássicos. O evento é realizado desde 2010. Mais informações sobre a jornada estão disponíveis no endereço eletrônico http://proaera.ufes.br/conteudo/vijec.

5


Editais de pós-graduação

FreeImages/ Leo Cinezi

Acontece na Ufes

A Ufes está com editais abertos para a inscrição em cursos de Mestrado e Doutorado. Confira as oportunidades: Ciência e Tecnologia de Alimentos – Mestrado (não há número definido de vagas): inscrições até o dia 12 de maio, na Secretaria do Programa de Ciência e Tecnologia de Alimentos, localizada no prédio de administração do Centro de Ciências Agrárias e Engenharia (CCAE), campus de Alegre. Letras - Mestrado (28 vagas) e doutorado (17 vagas): inscrições entre os dias 2 e 17 de maio, na Secretaria Integrada de Programas de Pós-Graduação, localizada no Centro de Ciências Humanas e Naturais (CCHN), campus de Goiabeiras, Vitória. Enfermagem – Mestrado (10 vagas): inscrições do dia 22 a 25 de maio, na Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, localizada no prédio do departamento de Enfermagem, campus de Maruípe, Vitória. Os editais com informações específicas de cada curso e orientações sobre inscrições pelos Correios estão disponíveis no site da Pró-Reitoria de Pesquisa e PósGraduação: www.prppg.ufes.br. Mais informações também podem ser obtidas pelo telefone (27) 4009-2434.

Curso de Geografia da Ufes completa 60 anos A primeira turma de estudantes de Geografia do estado foi formada em 1957 curso de graduação de Geografia da Ufes completa este ano 60 anos de atividades. Até o período atual, o curso passou por sucessivas mudanças, tanto curricular quanto de duração, procurando possibilitar ao profissional de Geografia um maior desempenho de seu papel em relação às novas realidades apresentadas em nível local, regional e mundial, independentemente da habilitação (licenciatura ou bacharelado) escolhida na graduação. Para o professor e chefe do Departamento de Geografia, Paulo César Scarim, a graduação de Geografia deu um grande salto em comparação a uma década atrás. “Temos um corpo de professores renovados, professores jovens que desenvolvem pesquisas, projetos de extensão e participam dos laboratórios. É interessante ver o quanto os estudantes se envolvem nos projetos e se sentem estimulados a desenvolver novos conhecimentos”, afirma. Scarim destaca que o avanço da tecnologia abre novos campos para a utilização da Geografia: “Nossos estudantes se formam e vão trabalhar em vários se-

O

tores, como em grandes empresas, realizam consultorias de impacto ambiental, trabalham na área da comunicação, no desenvolvimento de softwares e jogos que fazem uso da linguagem cartográfica, e utilizam drones para aprimoramento de mapas e cartografia.” A estudante Moniqui Bayerl terminou a graduação em licenciatura de Geografia e continua seus estudos para se graduar no bacharelado. Ela afirma que a melhor coisa que o curso lhe proporciona é a visão diferenciada da área: “O curso não se restringe aos aspectos físicos da Geografia. São abordados também aspectos sociais e humanos de maneira que o estudante pode relacionar os conhecimentos com o cotidiano. Isso torna o curso mais diverso”. Memória - Até 1955, havia no Espírito Santo o Curso de História/Geografia, ofertado pela antiga Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (Fafi). Em 1956, um decreto estabeleceu o desmembramento das duas áreas e, em 1957, foi criada a primeira turma de estudantes de Geografia do estado.

Universo no Parque começa dia 7 na Pedra da Cebola O Programa de Pós-Graduação Cosmo, o Grupo Cosmo-Ufes e o Planetário de Vitória começam, no dia 7 de maio, o projeto Universo no Parque. A iniciativa tem o objetivo de popularizar a ciência e será realizada

6

todo primeiro domingo de cada mês, às 11 horas, no Parque Pedra da Cebola (próximo ao campo de futebol). Neste primeiro encontro será abordado o tema “Do que é constituída a matéria?”. 02/maio a 14/maio de 2017


Cultura

Aquarela Capixaba reinicia atividades promovendo a difusão da música do estado O projeto está com apresentações agendadas até o mês de dezembro o mês de maio retoma aos palcos do Teatro Universitário o projeto “Aquarela Capixaba”, uma ação desenvolvida pela Superintendência de Cultura e Comunicação da Ufes (Supecc) por meio da Secretaria de Cultura. Abrindo a agenda deste mês, no dia 3, o músico Fábio Carvalho apresenta o show de seu primeiro disco solo, “Quintal”. Misturando vários ritmos, o artista apresenta para o público uma conversa entre as batidas do congo e do ticumbi com os beats

N

da música eletrônica. O show tem início às 20h30, com o público sendo recepcionado na porta do teatro com uma roda de congo da banda Mestre Honório. Já no dia 25, também às 20h30, o projeto apresenta o instrumentista, cantor e compositor Saulo Simonassi, que este ano iniciou uma nova fase da carreira com o lançamento do disco autoral “O Tom Azul do Blues”. “Este é um projeto que visa a valorização do músico e do compositor

capixaba. O objetivo é promover o resgate e a difusão da música autoral produzida no Espírito Santo”, afirma o secretário de Cultura da Ufes, Rogério Borges. O projeto Aquarela Capixaba está com apresentações agendadas até o mês de dezembro. Os ingressos para os espetáculos custam R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia) e podem ser comprados na bilheteria do Teatro Universitário, de segunda a sexta-feira, das 15 às 20 horas.

Greve da PM inspira nova exposição coletiva da GAP Shay Peled/GAP

Os 23 dias de paralisação da Polícia Militar em fevereiro deste ano foram a inspiração para a mostra coletiva “Frágil – Pele Fina da Civilização”, em exposição na Galeria de Arte e Pesquisa (GAP), localizada no campus de Goiabeiras. Resultado de uma cooperação entre o professor do Departamento de Artes Visuais Yfitah Peled e a artista alemã da Alanus University Bianka Mieskes, a exposição conta com trabalhos de estudantes e artistas da Alanus University, da Alemanha, da University College of Southeast (HSN), da Noruega, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e da Ufes. Além das obras expostas na galeria,

a comunidade acadêmica e os visitantes também podem ver uma intervenção artística realizada em uma das pedras localizadas entre o Restaurante Universitário e o Centro de Artes. A obra é da artista alemã Karin Humberg, que esculpiu na rocha formas geográficas de porta e janelas, com grades, remetendo à questão da insegurança. A proposta do grupo é desenvolver um exercício experimental para refletir poeticamente sobre os acontecimentos recentes do Espírito Santo e a fragilidade da civilização em todo mundo. A exposição é gratuita e fica em cartaz até o dia 31 de maio, de segunda a sexta-feira.

Uma das obras em exposição

7


Cultura

agenda cultural Teatro Universitário O Teatro Universitário recebe no mês maio o “Musical Mamonas”, um espetáculo biográfico que conta a história do grupo Mamonas Assassinas, com repertório da banda e também de músicos que inspiraram os participantes do grupo. O espetáculo tem sessão nos dias 12 e 13, às 21 horas, e no dia 14, às 18 horas. No dia 18 de maio, às 21 horas, o Teatro recebe mais uma edição do Projeto Sócio de Carteirinha do Clube Big Beatles. O show desse mês contará com a presença da cantora Leila Pinheiro. Galeria de Arte Espaço Universitário As exposições “O Êxtase de Teresa”, do artista Tom Boechat, e “7 Cabeças – Arquivos de Corpos Disruptivos”, da artista visual Carla Borba seguem em cartaz. Como parte das atividades das exposições, a Galeria realiza no dia 4 de maio, às 19h30, um bate-papo com a psicanalista Bartyra Ribeiro de Castro, que aborda a temática “Do que não se diz”. Já no dia 9 de maio, também às 19h30, a conversa é com o professor de cinema Fábio Camarneiro, que fala sobre sexo na literatura e no cinema. Feira de Literária Capixaba O campus de Goiabeiras sedia entre os dias 17 e 21 de maio a IV Feira Literária Capixaba (Flica), que este ano homenageará a escritora e professora aposentada do Departamenteo de Línguas e Letras da Ufes, Bernadette Lyra. A programação inclui atividades para todas as idades, como bate-papo com escritores locais, lançamentos de livros, oficinas artísticas para crianças, concursos literários e premiações. O evento é gratuito e a programação será das 9 às 20 horas.

8

02/maio a 14/maio de 2017

Profile for Universidade Federal do Espírito Santo

Jornal Informa | Ufes | n° 519 | 02/05/2017  

Jornal da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) destinado à divulgação das atividades desenvolvidas pelas áreas de ensino, pesquisa...

Jornal Informa | Ufes | n° 519 | 02/05/2017  

Jornal da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) destinado à divulgação das atividades desenvolvidas pelas áreas de ensino, pesquisa...

Profile for ufes
Advertisement